Você está na página 1de 1

[36]

protocolos das u nidades de pronto atendimento 2 4 h oras

8. URTICRIA
a. CONSIDERAES ESPECIAIS DE AVALIAO

Pode ser aguda ou crnica e aparecer em qualquer faixa etria.


As leses representam reas localizadas de edema da derme, podendo
ter tamanhos variados, que desaparecem com a digito presso.
A urticria pode ser parte da sndrome do choque anafiltico.
Causada por exposio a vrias substncias, medicamentos e
alimentos.
A administrao precoce de adrenalina melhora o prognstico do
paciente.
b. QUADRO CLNICO

Aparecimento de reas de edema na pele, bem demarcadas, com


prurido intenso e base e bordos eritematosos ou claros.
As leses podem variar em aparncia em horas piorando e
melhorando.
Em reaes anafilticas pode ocorrer uma fase tardia com piora das
leses, seis a oito horas aps o incio do quadro.
c. CONDUTA

Utilizar adrenalina IM ou SC, em especial nos casos de angioedema e


urticria grave.
Em seguida, iniciar tratamento com anti-histamnicos independente do
comprometimento de vias areas.
Iniciar corticosterides IV ou VO (dependendo da gravidade do
quadro).

9. INTOXICAES EXGENAS
a. CONSIDERAES ESPECIAIS DE AVALIAO

So situaes frequentes, pois grande nmero de pessoas faz uso de


medicaes ou estoca nas residncias produtos potencialmente txicos
com vrias finalidades.
O abuso de substncias ilcitas tambm comum.
Pode ocorrer o vazamento de substncias qumicas perigosas em
indstrias e nas reas agrcolas existe o risco de exposio a inseticidas.