P. 1
Geografia No Ensino Fundamental: Ensinando a pensar sobre o consumismo

Geografia No Ensino Fundamental: Ensinando a pensar sobre o consumismo

|Views: 1.395|Likes:
Publicado porweyberucg

More info:

Categories:Types, Resumes & CVs
Published by: weyberucg on Jul 22, 2010
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

09/16/2010

pdf

text

original

GEOGRAFIA NO ENSINO FUNDAMENTAL: ENSINANDO A PENSAR SOBRE O CONSUMISMO

SOUZA, Weyber Rodrigues1 Graduado em Geografia pela PUC-GO weyberucg@yahoo.com.br

RESUMO
A finalidade deste trabalho é apresentar uma atividade de geografia desenvolvida com alunos do 8º ano do ensino fundamental da rede pública e privada de Goiânia. Com o objetivo de dar maiores significados ao que se ensina em sala de aula, o referido trabalho busca explicitar as minhas práticas de ensino em Geografia e demonstrar como considerar o aluno um sujeito ativo no processo de ensino e aprendizagem de maior significado social. Palavras-chave: Geografia, ensino fundamental, consumismo, práticas de ensino.

INTRODUÇÃO Este trabalho tem por finalidade apresentar uma atividade de ensino sobre o tema consumismo, desenvolvida com alunos do 8º ano do Ensino Fundamental da rede particular e pública de Goiânia-Go. Com o objetivo de dar maiores significados ao que se ensina em sala de aula, o referido trabalho busca explicitar as minhas práticas de ensino em Geografia e demonstrar como considerar o aluno um sujeito ativo no processo de ensino e aprendizagem de maior significado social. Sabe-se que a Geografia está inserida no nosso dia-a-dia, e que direcionada para a sala de aula, através da realidade do aluno, pode e deve auxiliar na formação de um cidadão crítico que a escola busca formar. Para isso, o ensino de Geografia deve enriquecer as estruturas de pensamento dos alunos de modo que eles possam optar, no futuro, por soluções mais eficazes em relação ao mundo, ao mundo da vida, da transformação das paisagens, da produção e

Texto publicado originalmente no “V Fórum NEPEG – Educação geográfica: pesquisa e prática pedagógica” realizado na cidade de Caldas Novas-Go

1

reprodução dos espaços, pois esse exercício é “fundamental para que todos nós, que vivemos em sociedade, possamos exercitar nossa cidadania” (Callai: 2005, p.228). Ao iniciar minhas práticas de ensino em Geografia no Ensino Fundamental da rede particular e estadual de Goiânia-Go, decorreu a oportunidade de trabalhar com o tema consumismo. A partir daí, baseado em autores renomados da ciência geográfica, como Cavalcanti (2002), Callai (2005), Castrogiovanni (2000) e Kaercher (2000), desenvolvi uma atividade para o ensino sobre o tema referido, que considero bastante relevante no sentido de oferecer maiores significados ao que se ensina em sala de aula. Para tanto, este trabalho tem por objetivo apresentar uma atividade de ensino de Geografia sobre o consumismo, que pode ser utilizada tanto por professores do Ensino Fundamental da 2ª fase, como por aqueles que se interessam pela temática apresentada.

MATERIAL E MÉTODOS Para a realização da referida atividade, um primeiro passo foi analisar as obras que tratam de propostas de ensino no âmbito da Geografia, a saber, Cavalcanti (2002) em seu livro Geografia e práticas de ensino, onde apresenta referências pedagógico-didáticas para a Geografia escolar; Callai (2002) em seu texto Estudar o lugar para compreender o mundo, ao qual apresenta contribuições significativas para a compreensão do conceito de Lugar e suas múltiplas facetas; Callai (2005) no texto Aprendendo a ler o mundo: A geografia nos anos iniciais do ensino fundamental, publicado no Caderno CEDES, que retrata a importância de se aprender geografia nas séries iniciais do Ensino Fundamental; Castrogiovanni (2000) em Apreensão e compreensão do espaço geográfico, texto que procura referenciar professores de Geografia em suas práticas de ensino nas séries iniciais do Ensino Fundamental no que diz respeito à alfabetização cartográfica; Kaercher (2000) O gato comeu a geografia crítica? Alguns obstáculos a superar no ensino-aprendizagem de geografia, texto que enfatiza a questão da Geografia crítica em sala de aula; e, por fim, Pietrocolla (1986) O que todo mundo precisa saber sobre sociedade de consumo, livro que critica com veemência a sociedade de consumo desde a sua formação até a estruturação a qual conhecemos. A partir desse referencial e do plano de aula elaborado para os alunos do 8º ano do Ensino Fundamental, escolhi diversas embalagens de produtos utilizados por eles e produtos que estavam sendo veiculados na mídia, como embalagens de brinquedos, perfumes, CDs, DVDs, celulares, aparelhos de MP3, álbuns de figurinhas, dentre outros, bem como fotografias que demonstrassem os resultados oriundos da fabricação e do descarte dessas

mercadorias. Após escolher as embalagens dos produtos, atribuí valores a eles e criei minicartões com valores diferenciados de salários obtidos com supostas funções de trabalho. Já em sala de aula, o próximo passo foi organizar os produtos na mesa, formando uma mini-loja. Depois distribui os mini-cartões com supostos salários entre os alunos. No passo seguinte, deixei-os à vontade para “comprarem”. Após as compras o próximo passo foi o de orientá-los, conscientizá-los e questioná-los sobre as mercadorias supérfluas e as necessidades de cada pessoa. Feito isso, iniciei a leitura de imagens com as fotografias escolhidas, cujos objetivos eram os de colocar os alunos a pensarem sobre: o consumismo e a destruição das paisagens naturais; a produção de novos espaços para o consumo; os excluídos do processo capitalista; a influência das propagandas para o consumo de mercadorias supérfluas; e a Globalização dos produtos. Aproveitei a oportunidade para se trabalhar com a leitura e a interpretação de mapas e gráficos. Ao passo que se realizava a leitura das fotografias, apresentava aos alunos mapas e gráficos que tratavam sobre o consumo no mundo, a destruição de paisagens naturais e a instalação de empresas transnacionais, para que realizassem a leitura e a interpretação das informações apresentadas nos mapas e gráficos.

RESULTADOS E DISCUSSÃO Ensinar a pensar sobre o consumismo, é de fundamental importância para a vida de professores e alunos comprometidos com a formação que possibilite o exercício da cidadania participativa e crítica. Com efeito, os conhecimentos transmitidos por meio da Geografia escolar, em particular no que diz respeito ao estudo do espaço geográfico numa articulação entre o Local e o Mundial, são indispensáveis à formação de indivíduos participantes da vida social à medida que propiciam o entendimento do espaço geográfico e do papel desses espaços nas práticas sociais. Diante dessa realidade, em relação ao desenvolvimento da atividade sobre o consumismo, os resultados obtidos foram bastante significativos, pois despertaram maiores interesses por parte dos alunos nas aulas de Geografia, abriram possibilidades para que eles, os alunos, sejam capazes de construírem conhecimentos sobre a realidade em que vivem e atuarem de forma mais consciente na promoção da Cidadania. Ao professor cabe a tarefa de buscar alternativas metodológicas capazes de contribuir para essa façanha e sempre orientar seus alunos a lutar pela organização de uma sociedade mais justa e democrática.

REFERÊNCIAS CALLAI, Helena Copetti. Estudar o lugar para compreender o mundo. IN: CASTROGIOVANNI, Antonio Carlos (Org.). Ensino de Geografia: Práticas e textualizações no cotidiano. Porto Alegre: Mediação, 2000. _________. Aprendendo a ler o mundo: A geografia nos anos iniciais do ensino fundamental. Cad. Cedes, Campinas, Vol. 25, n. 66, p. 227-247, maio/agosto 2005. Disponível em <hppt://www.cedes.unicamp.br>. CASTROGIOVANNI, Antonio Carlos. Apreensão e compreensão do espaço geográfico. IN: CASTROGIOVANNI, Antonio Carlos (Org.). Ensino de Geografia: Práticas e textualizações no cotidiano. Porto Alegre: Mediação, 2000. CAVALCANTI, Lana de Souza. Geografia e práticas de ensino. Goiânia: Alternativa, 2002. KAERCHER, Nestor André. O gato comeu a geografia crítica? Alguns obstáculos a superar no ensino-aprendizagem de geografia. IN: PONTUSCHKA, Nídia Nacib & OLIVEIRA, Ariovaldo Umbelino de. (Org.). Geografia em perspectiva: ensino e pesquisa. São Paulo: Contexto, 2002. PIETROCOLLA, Luci Gati. O que todo cidadão precisa saber sobre sociedade de consumo. São Paulo: Global, 1986.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->