Você está na página 1de 2

~

CDS-PP. ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA

Expeça-se
I
D REQUERIMENTO Número /XI( .!) Ubliq......

i I I 'l01l o
PERGUNTA Número Vo36/X1( ) .!)
I
Ocretárl\da Mesa

Assunto: RelaçõesfinanceirascomAngola.Notíciassobredoaçõese empréstimos.

Destinatário: Ministrode Estadoe dos NegóciosEstrangeiros

Ex.moSr. Presidenteda Assembleiada República

Considerandoque:
Já está ultrapassado o prazo regimental de 30 dias para resposta a esta pergunta
apresentada por mim, e outros Deputados so CDS-PP,importando, assim, renová-Ia e
insistir pela resposta.

a) Foipublicadaemmeiosda imprensainternacional
umanotícia,dandocontaquePortugal
teria,agora,doadoa Angola800 milhõesde eurose iria emprestar-lhe
tambémoutros
800milhõesdeeuros.
b) A notíciafoi publicadano passadodia 26 de Abrilno site de informaçãoeconómicae
financeiraBloomberg
e podeserconsultada
em
apYE258.
c) http://www.bloombera.com/apps/news?pid=20601116&sid=atTN7
d) A notíciaé contemporânea
da recentevisita a Angolado Ministrode Estadoe das
Finanças,Teixeirados Santos,e cita como fonte o próprioMinistrodas Finanças
angolano,CarlosAlbertoLopes.
e) Em Portugal,apenasfoi conhecida,aparentemente,
a constituiçãoem favordo Estado
angolanode umalinhade créditode 500milhõesde euros,destinadaao pagamento
de
dívidasacumuladas
a diversasempresasportuguesas.Cfr.
http://www.oie.ptlnoticias/africalanaola-vai-avancar
-com-paaamento-da-divida-as-
construtoras-portuauesas

1
~
CDS-PP ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA

g) Segundoaquelanotíciada Bloomberg,estalinhade créditode 500 milhõesde euros


corresponderá de 1.600milhõesde euros,
apenasa umapartedaquelefinanciamento
metadecomodonativo,metadecomempréstimo.

Assim,tendopresenteasnormasconstitucionais
e regimentais
aplicáveis,
O(a)sDeputado(a)s
do CDS-PP,abaixo-assinados,
vêmporestemeiorequerer,de novo,ao
Ministrode Estadoe dos NegóciosEstrangeiros,
por intermédiode VossaExcelência,nos
termose fundamentos
queantecedem,
a respostaàsseguintesperguntas:
1. É verdadeiraa notícia da Bloomberg,que invoca o Ministro das Finançasde
Angola?A ser assim,quaisa justificação,o enquadramentoe o regimequerparao
donativo de 800 milhões de euros, quer para o empréstimode 800 milhões de
eurosconcedidosa Angola?
2. Não sendo verdadeiraa notícia, o Governoportuguêsfez, ou vai fazer, algum
desmentido?
3. Quantoà linhade créditode 500milhõesde euros,quantasempresasportuguesas
estimao Governoque poderãobeneficiarda sua mobilizaçãopor paJ.1e
do Estado
angolanoe em que prazo previsívelestarão satisfeitos os respectivoscréditos
pendentes?E quaissãoas condiçõesgeraisdessalinha de créditoentreo Estado
portuguêse o Estadoangolano?

Lisboa,8 deJulhode 2010


O(a)sdeputado(a)s:

A--fL- . Artur.Rego