Você está na página 1de 1

MARIA DO SOCORRO MARIANO DA SILVA

201301920738       BOA VISTA

DIREITO DO CONSUMIDOR

Avaliação Parcial: CCJ0023_SM_201301920738 V.1

Aluno(a): MARIA DO SOCORRO MARIANO DA SILVA Matrícula: 201301920738


Acertos: 6,0 de 10,0 Data: 25/04/2018 01:01:07 (Finalizada)

a
1 Questão (Ref.:201302165978) Acerto: 1,0  / 1,0

No tocante à aplicabilidade do Código de Defesa do Consumidor é correto afirmar: I- Criou mais uma lei 
especial, dentre tantas, para regular uma relação específica; II- Havendo um consumidor e um fornecedor, 
há uma relação de consumo, logo a Lei 8.078/90 é aplicada; III- Criou uma sobrestutura jurídica 
multidisciplinar, aplicável em todos os ramos do Direito onde ocorram relação de consumo; 

Somente a II e a III estão corretas. 
Somente a afirmativa I está correta;
Somente a II está correta;
Nenhuma afirmativa está correta;

a
2 Questão (Ref.:201302612684) Acerto: 1,0  / 1,0

PROC/SP/2005 - Considerando que a entrada em vigor do Novo Código Civil é posterior à promulgação do 
Código de Defesa do Consumidor, é correto afirmar que:

as novas regras do Código Civil se aplicam às relações de consumo, desde que seja para ampliar a 
proteção do consumidor.
o novo código civil revogou o Código de Defesa do Consumidor no que diz respeito à 
responsabilidade civil.
as novas regras do Código Civil revogam a aplicação de todas as regras em contrário do Código de 
Defesa do Consumidor.
não existe qualquer relação entre esses dois diplomas legais, uma vez que o Código Civil regula as 
relações cíveis e o Código de Defesa do Consumidor regula as relações de consumo.
as novas regras do Código Civil passam a reger as relações de consumo, devendo o Código de 
Defesa do Consumidor ser aplicado complementarmente e subsidiariamente.

a
3 Questão (Ref.:201302978262) Acerto: 0,0  / 1,0

O artigo 3º da Lei n.º 8.078/1990 conceitua fornecedor como toda pessoa física ou jurídica, pública ou 
privada, nacional ou estrangeira, bem como os entes despersonalizados, que desenvolvem atividade de 
produção, montagem, criação, construção, transformação, importação, exportação, distribuição ou 
comercialização de produtos ou prestação de serviços¿. Sobre a aplicação do Código de Defesa do 
Consumidor aos serviços públicos, o diploma legal de proteção ao consumidor indica: 

A racionalização e melhoria dos serviços públicos como princípio da Política Nacional das Relações de 
Consumo, como direito básico do consumidor, a adequada e eficaz prestação, e a obrigatoriedade 
dos órgãos públicos, por si ou suas empresas, concessionárias ou permissionárias, ou mesmo sob 
qualquer outra forma de empreendimento, à prestação de serviços adequados, eficientes, seguros e,