P. 1
Monteiro Lobato e o Sítio do Picapau Amarelo

Monteiro Lobato e o Sítio do Picapau Amarelo

|Views: 4.282|Likes:
Trabalho escolar sobre Monteiro Lobato e uma de suas obras de reconhecimento mundial - O Sítio do picapau amarelo.
Trabalho escolar sobre Monteiro Lobato e uma de suas obras de reconhecimento mundial - O Sítio do picapau amarelo.

More info:

Published by: Alexandro Dantas Borges Oliveira on Apr 04, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

04/23/2013

pdf

text

original

Monteiro Lobato e o Sítio do Picapau Amarelo

O Sítio do Picapau Amarelo é uma criação de Monteiro Lobato, escritor brasileiro. A obra é das mais originais da literatura infanto-juvenil no Brasil e o primeiro livro da série foi publicado em Dezembro de 1920. A partir daí, Monteiro Lobato continuou escrevendo livros infantis de sucesso, com seu grupo de personagens que vivem histórias mágicas: Emília, Narizinho, Pedrinho, Marquês de Rabicó, Conselheiro, Quindim, Visconde de Sabugosa, Dona Benta, Tia Nastácia, Tio Barnabé, Cuca, Saci, etc. Os personagens principais moram ou passam boa parte do tempo no sítio pertencente à avó dos garotos, batizado com o nome de Picapau Amarelo, de onde vem o título da série.

A Origem Em 1920, durante uma partida de xadrez com Toledo Malta, este contou a Lobato a história de um peixinho que, saído do mar, desaprendeu a nadar e morreu afogado. Lobato diz que perdeu a partida porque o peixinho não parava de nadar em suas ideias, tanto que logo sentou-se à maquina e escreveu A História do Peixinho Que Morreu Afogado. Este conto, deu origem ao livro A menina do narizinho arrebitado que não é nada mais, nada menos do que a origem do Sítio do Picapau Amarelo. Até hoje os pesquisadores buscam o conto, já que Lobato não se lembrava de onde o publicou.

Sinopse Num sítio chamado Sítio do Pica-Pau amarelo, vive dona Benta e sua neta, Narizinho, a menina que tem uma boneca, derruba um pouco de Pó de Pirlimpimpim e esta, acaba criando vida! Existe ainda um menino, primo de Narizinho que mora na cidade: Pedrinho... Em meio a diversos personagens mágicos, eles vivem situações diferentes, e as vezes até surreais. Adaptações para a televisão Em julho de 2000, a Rede Globo assinou um contrato de 10 anos com os herdeiros de Monteiro Lobato, para produzir uma nova adaptação para a televisão, das histórias do Sítio do Picapau Amarelo, e no dia 12 de outubro de 2001, passou a exibi-la. O programa começou sendo exibido dentro da TV Globinho, mas depois ganhou seu próprio horário na grade de programação da Globo. A primeira temporada, durou do final de 2001 até o ano de 2002, contando as histórias de Monteiro Lobato, depois naquele mesmo ano, após as histórias dos livros terem acabado, iniciou-se outra fase do programa, com novas histórias feitas para a televisão. Igual a primeira versão da Rede Globo em 1977, o Sítio de 2001 também teve histórias criadas somente para a TV, além das criadas por Monteiro Lobato. Mas, no caso da versão 2001, as tramas dos livros de Lobato acabaram mais depressa, pois, na primeira temporada as histórias eram contadas em um ritmo mais rápido, e cada livro durava uma semana para ser contado (ou duas no episódio "A Festa do Faz de Conta", e quatro semanas em Os Doze Trabalhos de Hércules). Já na versão dos anos 70, as histórias demoravam mais tempo sendo adaptadas para TV, com alguns textos tirados dos livros e outros criados para a televisão, e duravam normalmente um mês. Alguns Personagens do Sítio do Picapau Amarelo: Emília, Narizinho, Pedrinho, Visconde de Sabugosa, Marquês de Rabicó, Conselheiro, Quindim, Dona Benta, Tia Nastácia, Tio Barnabé, Príncipe Escamado, Saci, Cuca...

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->