P. 1
EMBRIOLOGIA

EMBRIOLOGIA

|Views: 477|Likes:

More info:

Published by: Luziane Martins Kosteczka on Apr 08, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PPTX, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

04/21/2013

pdf

text

original

EMBRIOLOGIA

INTRODUÇÃO E CONCEITOS BÁSICOS

A Ciência da Embriologia 

Parte da ciência que se ocupa dos embriões. Embrião: estado jovem do animal enquanto contido no ovo ou no corpo materno. B.M.Patten: ³A embriologia é o estudo do crescimento e da diferenciação sofridos por um organismo no curso de seu desenvolvimento, desde o estágio de ovo até o de um ser altamente complexo, de vida independente e semelhante a seus pais´.  

   . ³Expressão do fluxo irreversível dos eventos biológicos ao longo do eixo do tempo´. porque a expressão deste depende do momento em que olharmos: um girino em nada se parece com uma rã.O que é desenvolvimento?  ³É todo processo contínuo e organizado eu se inicia no momento em que o óvulo é fecundado por um espermatozóide e termina na morte´. Engloba toda a vida do indivíduo. O desenvolvimento pode também se iniciar sem a contribuição da célula masculina.

IMPORTÂNCIA DA EMBRIOLOGIA     Conhecimento do desenvolvimento do ser. Possibilidade de desenvolvimento normal. Causas de anomalias. . Cirurgia pré-natal.

Epigenismo.C.C. Galeno: desenvolvimento e nutrição fetal. Aristóteles: estudos sobre desenvolvimento de aves.C. II d.HISTÓRICO      V a.C. Constantino: desenvolvimento seqüencial. XI d.C. Hipócrates: primeiros estudos. . da Vinci: desenhos de dissecação do útero. IV a. XV d.

   1651 Harvey: descrição a circulação em embriões. 1672 de Graaf: observação dos blastocistos em úteros. . 1675 Malpighi: primeiros estágios de desenvolvimento em ovos de galinha.

Em 1677. espermatozóides humanos. XVII e XVIII . Fica assim reforçada a teoria do pré-formismo. que teve sua força nos séculos XVI. descrevendo homúnculos em miniaturas nestes. Hamm Leeuwenhoek observaram pela primeira vez.

. 1818 Saint-Hilaire: estudos de malformações congênitas TERATOLOGIA. 1830 Schleidem e Schwann: embrião com origem no zigoto. 1827 von Baer: descrição do desenvolvimento inicial do ovócito. zigotos e blastocistos. 1775 Spallanzani: importância do óvulo e do espermatozóide para a fecundação. 1875 Hertwig: eventos visíveis da união do ovo com o espermatozóide.      1759 Wolff: diferenciação de células especializadas.

A Embriologia e a Genética unem esforços para entender o desenvolvimento. cromossomo X.    Embriologia experimental: indução embrionária. Biologia molecular: função do gene sobre diferentes células do organismo. Biologia celular: mudanças estruturais em determinadas fases do desenvolvimento. .

Wimiwarter: observação de cromossomos humanos. . Tyo e Levan: 46 cromossomos. Painter: 48 cromossomos. Flemming: descrição dos cromossomos.CONTRIBUIÇÕES DA GENÉTICA      Mendel: princípios de hereditariedade.

desde sua forma mais simples até as diversidades contemporâneas. . Desenvolvimento das espécies: transformação gradual das espécies.FASES DO DESENVOLVIMENTO ONTOGENÉTICO   Desenvolvimento individual: processo que compreende as fases desde o ovo até o indivíduo adulto.

³Fases´ da embriologia      Gametogênese Fertilização Clivagem Gastrulação Organogênese  Parte da embriologia que se ocupa do desenvolvimento anormal é conhecida como teratologia .

GAMETOGÊNESE  Proliferação: aumento pela mitose:   Espermatogônias espermatócitos. Ovogônias ovócitos  Crescimento e maturação: .

.  Os óvulos e espermatozóides que não se encontrarem estão destinados a morrer.FERTILIZAÇÃO  União do óvulo com o espermatozóide que originará o zigoto.

 Ocorre a formação da blástula.CLIVAGEM  Etapa de divisões rápidas e sucessivas. .

Origem de vários órgãos do corpo animal. sistemas vascular ou sanguíneo. . órgãos genitais. Endoderme: canal alimentar.    Ectoderme: pele e sistema nervoso. esqueleto e sistema excretor. as glândulas digestivas e o aparelho respiratório.GASTRULAÇÃO   Blastoderme dá origem a duas ou mais camadas de células. Mesoderme: músculos.

Esse conjunto de células é chamado de rudimento do órgão .ORGANOGÊNESE   Divisão do embrião iniciando o desenvolvimento de órgãos ou parte deles.

CRESCIMENTO E DIFERENCIAÇÃO HISTOLÓGICA   Cada rudimento sofrerá diferenciação histológica. Apresenta características físicoquímicas adequadas à sua respectiva função. .

Fertilização: concepção. Clivagem: divisão mitótica do zigoto.TERMOS DE EMBRIOLOGIA Ovócitos: célula reprodutiva feminina. . Espermatozóide: célula reprodutiva masculina. Zigoto: resulta da união do óvulo e do espermatozóide. Mórula: estrutura resultante da clivagem.

Concepto: conjunto de membranas e embrião. . Primórdio: início. Trimestre: período de 3 meses. Feto: ser humano em desenvolvimento.      Blastocisto: estrutura resultante da mórula que apresenta uma cavidade e massa celular interna. Embrião: estágios iniciais de desenvolvimento.

 Aborto: interrupção prematura do desenvolvimento.     Ameaça: complicação comum que induzem ao aborto. Abortos espontâneos: ocorrem naturalmente. . Abortos legalmente induzidos: interrupção da gestação por meio de drogas ou curetagem. Aborto frustrado: retenção do concepto no útero depois da morte do embrião.

TERMOS DESCRITIVOS POSIÇÃO ANATÔMICA .

Anterior e posterior .

dorsal. ventral e caudal .Cranial.

Planos sagital. transversal e coronal .

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->