Você está na página 1de 2

COMPROMISSO ELEITORAL

DO PCP
AOS PROFISSIONAIS
DAS FORÇAS DE SEGURANÇA

A segurança e tranquilidade dos cidadãos, exige NO QUE RESPEITA ÀS QUESTÕES SÓCIO-PROFISSIONAIS:


uma forte aposta na prevenção e no policiamento
de proximidade, capaz de promover o
envolvimento das populações e o seu

1
Dado que os actuais não servem, defendemos a
relacionamento próximo com as forças de alteração e a melhoria dos Estatutos Profissionais
segurança. das diversas forças de segurança.
É necessário que o Governo respeite e cumpra a
Lei de Programação de Investimentos nas Forças

2
Defendemos uma lei especifica para os profissionais
de Segurança, leve a cabo a melhoria das das forçais de segurança, somos contra a Lei 12-A.
instalações e equipamentos e adeque o
dispositivo policial à missão fundamental de
garantir a segurança e tranquilidade das

3
populações. Apresentaremos uma iniciativa legislativa para
superar a existência de 2 tabelas remuneratórias
Umas forças de segurança ao serviço da paralelas e injustas.
democracia exigem a sua não instrumentalização
em conflitos laborais para impedir o exercício das

4
liberdades cívicas e do direito ao protesto. E Defendemos que o sistema de saúde abranja o
exigem também o respeito pelos direitos agregado familiar e a urgência da implementação de
sindicais e sócio-profissionais dos seus politicas de higiene, saúde e segurança no trabalho.
elementos.

5
Importa consagrar na lei a natureza civil de todas Defendemos que seja garantida a gratuitidade do
as forças de segurança, melhorar o estatuto fardamento e dos meios e instrumentos de trabalho.
profissional dos seus elementos e garantir o
respeito pelos seus direitos, como forma de
motivação para o exercício das suas missões.

6
Defendemos o pagamento de horas extraordinárias e
Importa avaliar a necessidade e as possibilidades dos serviços remunerados no mês a seguir à sua
de evolução para um novo quadro organizativo realização.
das forças e serviços de segurança, no âmbito da
preparação de uma Lei de Grandes Opções de
Segurança Interna, ancorada nos desígnios

7
Defendemos o Horário de serviço de referência, de 35
constitucionais. horas semanais, na GNR.

8
Apresentaremos, de novo, um Projecto-Lei que altere
o Decreto-Lei que regulamenta o Direito de
associação aos profissionais da GNR.

9 Defendemos formação regular e continua adequada à


missão de cada elemento policial.

10
Assegurar os direitos sindicais , incluindo o
direito à greve.

Nas próximas eleições legislativas, de dia 5 de Junho, é preciso reforçar quem, na Assembleia da República,
dá voz às justas reivindicações dos profissionais das Forças de Segurança! É preciso dar mais força ao PCP
e mais votos à CDU - levando a justa luta dos profissionais até ao voto!

www.cdu.pt
PRESTAÇÃO DE CONTAS DOS ELEITOS DO PCP
AOS

PROFISSIONAIS DAS
FORÇAS DE SEGURANÇA
Ao longo dos 6 anos de governos PS que com o aval do PSD e CDS, com a
politica de direita, conduziram ao desastre nacional, os deputados
comunistas eleitos nas listas da CDU, apresentaram centenas de iniciativas
na AR, procurando soluções para os problemas da segurança e
tranquilidade das populações, para as carências das Forças de Segurança
e para as reivindicações dos seus profissionais.

PROJECTOS-LEI APRESENTADOS NA A.R.


Extingue o cargo de Secretário-Geral do sistema de Segurança Interna| Aprova e altera a Lei
de programação de instalações e equipamentos das forças de segurança reforçando os
meios de fiscalização e acompanhamento parlamentar da sua execução| Regulamenta a Lei
relativa ao exercício do direito de Associação dos Militares da Guarda Nacional Repúblicana|
Regula a aplicação de medidas para protecção de testemunhas em processo penal| Altera o
Código de Processo Pena| garantindo maior celeridade no julgamento da criminalidade de
menor gravidade| Altera o Código de Processo Penal visando a defesa da investigação e a
eficácia do combate ao crime| Regula o processo de decisão e acompanhamento do
envolvimento de contingentes das Forças Armadas ou de Forças de Segurança Portuguesas
em operações militares fora do território nacional| Consagra o princípio do horário de
serviço aplicável ao pessoal da Guarda Nacional Republicana|

PERGUNTAS APRESENTADAS AO GOVERNO


Fixação de horário de referência na GNR| Segurança das populações de Constância|
Situação do Sistema LAOS| Exercício de funções policiais por parte de funcionários dos
concessionários de auto-estradas| Habilitações de ingresso no concurso para a GNR|
Imposição de quotas de detenções e contra-ordenações a efectuar pela PSP| Instalações do
Comando Distrital da PSP da Guarda| Condições de instalação da PSP no Aeroporto de
Lisboa| Instalações da GNR em Vilar Formoso| Insegurança no concelho de Coruche|
Recursos humanos na PSP e na GNR| Meios e instalações das Forças de Segurança no
Distrito de Setúbal| Instalações da PSP e da GNR| Condições de instalação da PSP no
Aeroporto de Lisboa| Concretização da Estratégia de Segurança para 2009| Modernização e
reforço da segurança| Concurso para instalação do Sistema de Vigilância, Comando e
Controlo da Costa Portuguesa| Instalações da GNR em Alpiarça| Regulamentação do
ingresso na carreira de oficial da GNR| Encerramento da esquadra da PSP do Rego, em
Lisboa| Participação da GNR na EUROGENDFOR|

OUTRAS INTERVENÇÕES
Reforço dos meios e instalações da Polícia de Segurança Pública na Região Autónoma da
Madeira| Estatuto do Pessoal Policial da Polícia de Segurança Pública| Estatuto dos Militares
da Guarda Nacional Republicana| Instalações da PSP no distrito de Santarém| Encerramento
do posto da GNR de Bencatel| Instalações da GNR de Bucelas| Ordem de despejo dos
reformados da GNR residentes nas freguesias da Ajuda e dos Prazeres em Lisboa|
Esclarecimento das denúncias que envolvem o curso de formação de praças da GNR em
Portalegre| Projecto de Plano Coordenador das Forças de Segurança| Aplicação do Estatuto
do Trabalhador Estudante ao pessoal da PSP| Escola Prática de Polícia|