Você está na página 1de 24

Secretaria de Estado de

Ciência e Tecnologia




Fundação de Amparo à Pesquisa
do Estado do Amazonas



1












MANUAL
DE
PRESTAÇÃO DE CONTAS






















Secretaria de Estado de
Ciência e Tecnologia




Fundação de Amparo à Pesquisa
do Estado do Amazonas



2

Diretoria Administrativo-Financeira
Gerência de Prestação de Contas











MANUAL
DE
PRESTAÇÃO DE CONTAS







Aprovado conforme ResoIução N.
022/2006, de 26 de maio de 2006,
do ConseIho Diretor da Fundação
de Amparo à Pesquisa do Estado
do Amazonas - FAPEAM.








Manaus, maio de 2006

Secretaria de Estado de
Ciência e Tecnologia




Fundação de Amparo à Pesquisa
do Estado do Amazonas



3





S U M Á R I O




Resolução N. 022/2006 ÷ Conselho Diretor - 4 -
1. Concessão de Auxílio - 5 -
2. Compromissos e Responsabilidades do Outorgado - 5 -
3. Atos Vedados ao Outorgado - 6 -
4. Execução Financeira - 6 -
5. Realização de Despesas - 7 -
6. Prestação de Contas - 7 -
7. Prazos para Prestação de Contas - 8 -
8. Tomada de Conta Especial - 8 -
9. Renúncia, suspensão e Rescisão - 8 -
10. Orientações Gerais para Prestação de Contas - 9 -
11. Documentos que compõem a Prestação de Contas - 10 -
12. Entrega da Prestação de Contas - 11 -
13. Destinação de Bens - 11 -
14. Propriedade Ìntelectual - 12 -
15. Publicações e Divulgação - 13 -
16. Disposições Finais - 13 -
- Anexos - 14 -
ANEXO I: Classificação de despesas - 15 -
Despesa de Custeio - 15 -
Despesa de Capital - 17 -
Despesas não Financiáveis - 17 -
ANEXO II: Valores para diárias de viagens/projetos de pesquisa - 18 -
ANEXO III: Formulários para prestação de contas - 19 -
ANEXO IV: Formulário para encaminhamento de notas fiscais
de bens patrimoniais - 24 -


Secretaria de Estado de
Ciência e Tecnologia




Fundação de Amparo à Pesquisa
do Estado do Amazonas



4

CONSELHO DIRETOR
RESOLUÇÃO N. 022/2006

APROVA o Manual de Prestação de
Contas da Fundação de Amparo à
Pesquisa do Estado do Amazonas, e
dá outras providências.

O DIRETOR-PRESIDENTE DA FUNDAÇÃO DE AMPARO À PESQUISA DO
ESTADO DO AMAZONAS e PRESIDENTE DO CONSELHO DIRETOR, no uso de suas
atribuições estatutárias,


CONSIDERANDO o Processo N. 278/2006, relativo ao anteprojeto do Manual de
Prestação de Contas da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas;


CONSIDERANDO a decisão adotada por este Conselho, em reunião realizada
nesta data,





R E S O L V E:





I APROVAR o MANUAL DE PRESTAÇÃO DE CONTAS da Fundação de
Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas ÷ FAPEAM, em conformidade com o anexo
desta Resolução.


II REVOGAR a Resolução N. 017/2004, de 8 de julho de 2004, deste Conselho,
que estipulou prazos para prestação de contas dos programas implementados com
recursos desta Fundação.


SALA DE REUNIÕES DO CONSELHO DIRETOR DA FUNDAÇÃO DE AMPARO
À PESQUISA DO ESTADO DO AMAZONAS, em Manaus, 26 de maio de 2006.






Prof. Dr. OdeniIdo Teixeira Sena
Presidente

Secretaria de Estado de
Ciência e Tecnologia




Fundação de Amparo à Pesquisa
do Estado do Amazonas



5

1. CONCESSÃO DO AUXÍLIO

1.1 A concessão de apoio financeiro a projeto de pesquisa científica e/ou tecnológica dar-
se-á mediante celebração do instrumento denominado Termo de Outorga e Aceitação de
Auxílio a Projeto de Pesquisa;

1.2 Ao aceitar a concessão, compromete-se o OUTORGADO a dedicar-se às atividades
pertinentes ao plano de trabalho/projeto de pesquisa referente ao recurso financeiro
concedido;

1.3 Os recursos concedidos serão depositados em nome do outorgado, em conta
corrente específica, no banco indicado pela FAPEAM.

2. COMPROMISSOS E RESPONSABILIDADES
DO OUTORGADO

2.1 Compromete-se o OUTORGADO a:

a) abrir conta corrente junto ao Banco indicado pela FAPEAM, sendo uma para
cada auxílio concedido;
b) apresentar cópia do comprovante de abertura de conta corrente, contendo o
número e o código/prefixo da agência bancária;
c) apresentar o Termo de Outorga e Aceitação de Auxílio a Projeto de Pesquisa,
devidamente preenchido e assinado pelo OUTORGADO e pelo representante
legal da ÌNSTÌTUÌÇÃO onde o projeto será executado;
d) não creditar na conta bancária do auxílio-pesquisa recursos de qualquer outra
procedência, mesmo que destinados ao mesmo projeto;
e) movimentar a conta por meio de cheques nominativos aos favorecidos ou cartão
de débito, correspondendo sempre a um único pagamento. Despesas miúdas ou
de pronto pagamento deverão ser feitas como orientado no item 5.2 desta
Norma;
f) apresentar, nos prazos determinados, informações ou documentos referentes
tanto ao desenvolvimento quanto ao cumprimento do plano de trabalho;
g) não incluir alterações ou quaisquer modificações técnicas nas especificações
inicialmente propostas no projeto aprovado, salvo mediante expressa autorização
da FAPEAM;
h) não efetuar alterações orçamentárias, exceto aquelas previstas no item 4 desta
Norma;
i) atuar como consultor "ad hoc¨, sempre que solicitado;
j) utilizar os recursos financeiros para o desenvolvimento do projeto de pesquisa ou
plano de trabalho aprovado sempre nos termos deste instrumento e dentro do
prazo estabelecido no Termo de Outorga;
k) prover a contrapartida que lhe compete, se for o caso;
l) permitir e facilitar o acesso aos locais de execução da pesquisa, o exame da
documentação produzida e a vistoria dos bens adquiridos.

2.2 O Outorgado prestará contas técnico-financeira dos recursos recebidos, de acordo
com as orientações desta Norma;


Secretaria de Estado de
Ciência e Tecnologia




Fundação de Amparo à Pesquisa
do Estado do Amazonas



6

2.3 O Outorgado apenas se eximirá da responsabilidade técnico-financeira de cada
projeto após a aprovação da Prestação de Contas Final e do Relatório Técnico Final;

2.4 Caso o Outorgado não possua documentação comprobatória referente às despesas
efetuadas, devolverá ao Tesouro do Estado ou da União a importância não comprovada
acrescida de juros e correções, sem prejuízo de outras penalidades.

3. ATOS VEDADOS AO OUTORGADO

3.1 Substituir o Outorgado por outro que não seja o vice-coordenador do Projeto,
conforme especificado no formulário Plano de Trabalho aprovado, exceto em Programas
Ìnstitucionais;

3.2 Requerer suplementação orçamentária ou ressarcimento para atender a itens de
despesas não previstas nas planilhas orçamentárias aprovadas;

3.3 Utilizar os recursos para pagamento de outras atividades que não aquelas aprovadas
no projeto;

3.4 Efetuar pagamento a si próprio, exceto diárias;

3.5 Utilizar recursos a título de empréstimo para reposição futura;

3.6 Utilizar recursos de capital em custeio e vice-versa, sem prévia autorização;

3.7 Transferir verbas ou saldos de um projeto para o outro, mesmo que o Outorgado seja
beneficiário de mais de um Auxílio em curso;

3.8 Realizar compras a prazo;

3.9 Creditar, na conta bancária, recursos de qualquer outra procedência, mesmo que
destinados ao mesmo projeto;

3.10 Efetuar despesas fora do período de vigência do Termo de Outorga;

3.11 Transferir recursos para fundações e similares a título de execução da parte
financeira do projeto, bem como o pagamento de taxa de administração.

4. EXECUÇÃO FINANCEIRA

4.1 A execução financeira obedecerá à presente Norma e à estrita observância dos itens
aprovados nas planilhas orçamentárias;

4.2 As alterações das despesas de CAPÌTAL para CUSTEÌO e vice-versa poderão
ocorrer, desde que solicitadas com antecedência de 30 (trinta) dias, mediante justificativa
e versão modificada da planilha orçamentária, devendo o Outorgado aguardar resposta
formal;

4.3 Para as despesas de CUSTEÌO, a alteração é permitida, desde que aplicadas aos

Secretaria de Estado de
Ciência e Tecnologia




Fundação de Amparo à Pesquisa
do Estado do Amazonas



7

itens previstos nas planilhas orçamentárias aprovadas;

4.4 Caso o Outorgado efetue alguma alteração permitida no item 4.3, deverá justificar o
ato na Prestação de Contas;

4.5 No caso da aquisição de veículo, deverá haver previsão orçamentária, nas planilhas
aprovadas, para o pagamento de apólice de seguro total;

4.6 Correrão por conta do Outorgado quaisquer despesas que não se enquadrem nos
anexos constantes no Termo de Outorga ou não previamente autorizadas.

5. REALIZAÇÃO DE DESPESAS

5.1 A movimentação da conta bancária será feita por meio de cheques nominativos ou
cartão de débito, correspondendo sempre a um único pagamento;

5.2 Para despesas de pronto pagamento que não comportem emissões de cheques
nominativos, o Outorgado deverá se limitar aos valores aprovados nas planilhas
orçamentárias, emitindo, neste caso, cheques em seu próprio nome. Também, neste
caso, qualquer alteração de valor será submetida à aprovação prévia da FAPEAM. As
notas fiscais e/ou recibos referentes a tais aquisições/serviços farão parte da prestação
de contas;

5.3 O prazo para realização dos gastos é definido pela vigência do Termo de Outorga,
não sendo admitidos gastos efetuados fora desse período;

5.4 Caso haja necessidade de prorrogação de prazo, o Outorgado encaminhará
solicitação até 60 (sessenta) dias antes do término da vigência do Termo de Outorga,
apresentando Relatório Técnico Parcial e justificativa de sua necessidade. Neste caso, o
Outorgado aguardará autorização expressa da FAPEAM.

6. PRESTAÇÃO DE CONTAS

6.1 A prestação de contas - financeira e técnica - será feita de acordo com o estabelecido
no Termo de Outorga e apresentada em formulários disponíveis na página eletrônica da
FAPEAM;

6.2 O Outorgado manterá um sistema próprio de registro cronológico atualizado das
despesas efetuadas, organizado por elemento de despesa;

6.3 A prestação de contas técnico-financeira não aprovada pela FAPEAM, seja em
decorrência de apresentação incompleta, constatação de não execução do projeto
pactuado, desvio de finalidade, impugnação de despesas, não cumprimento dos recursos
de contrapartida ou de qualquer outro fato que resulte em prejuízo ao erário, ensejará a
inadimplência do Outorgado, sendo ele passível de penalidades e sujeito à tomada de
contas especial prevista na legislação.




Secretaria de Estado de
Ciência e Tecnologia




Fundação de Amparo à Pesquisa
do Estado do Amazonas



8

7. PRAZOS PARA PRESTAÇÃO DE CONTAS

7.1 Quando a Iiberação de recursos se der em parceIa única, a prestação de contas
técnico-financeira será apresentada de uma única vez, até 30 (trinta) dias após o término
da vigência do Termo de Outorga;

7.2 Quando a Iiberação de recursos se der em duas parceIas, a prestação de contas
financeira parcial será exigida ao completar 12 (doze) meses, a contar da data de
liberação da primeira. Em caso de não apresentação no prazo estipulado, o Outorgado
será considerado inadimplente, com a suspensão do pagamento da parcela subseqüente
e demais benefícios;

7.3 Quando a Iiberação de recursos se der em três ou mais parceIas, a terceira ficará
condicionada à apresentação de prestação de contas técnico-financeira da primeira
parcela liberada, e assim sucessivamente até a última. O prazo estabelecido para a
prestação de contas da primeira parcela será de 30 (trinta) dias contados da data de
liberação da segunda e assim sucessivamente. Em caso de não apresentação no prazo
estipulado, o Outorgado será considerado inadimplente, com a suspensão do pagamento
das parcelas subseqüentes e demais benefícios;

7.4 A prestação de contas final deverá ser apresentada pelo Outorgado até 30 (trinta)
dias após o término de vigência do Termo de Outorga;

7.5 Constatadas irregularidades na prestação de contas, a FAPEAM notificará o
Outorgado, que deverá saná-las no prazo máximo de 30 (trinta) dias;

7.6 Se o Outorgado não apresentar a retificação da prestação de contas no prazo acima
fixado, será notificado com Aviso de Ìnadimplência estabelecendo prazo de até 30 (trinta)
dias para sua apresentação. Se, a partir do 31º (trigésimo primeiro) dia do prazo
estipulado no Aviso de Ìnadimplência, não ocorrer a entrega da prestação de contas
técnica, será encaminhado processo para as Câmaras de Assessoramento Científico. Em
caso de não apresentação da prestação de contas financeira no prazo estipulado, será
estabelecida a Tomada de Conta Especial sem prejuízo de outras medidas cabíveis.

8. TOMADA DE CONTA ESPECIAL

8.1 A Tomada de Conta EspeciaI é o processo encaminhado ao Tribunal de Contas do
Estado ÷ TCE que objetiva apurar as responsabilidades, quantificar os danos e eventuais
prejuízos decorrentes da utilização indevida de recursos públicos;

8.2 O não cumprimento das exigências do Termo de Outorga, a não apresentação da
prestação de contas financeira parcial ou final, nos prazos estabelecidos nesta Norma, ou
a ocorrência de outros fatos que levem à inadimplência do Outorgado ensejarão a
rescisão do Termo de Outorga e a instauração de Tomada de Conta Especial.

9. RENÚNCIA, SUSPENSÃO E RESCISÃO

9.1 Quando o Outorgado renunciar à execução do projeto, sem ter utilizado os recursos,
eles serão devolvidos ao Tesouro do Estado ou da União no prazo de 30 (trinta) dias, a

Secretaria de Estado de
Ciência e Tecnologia




Fundação de Amparo à Pesquisa
do Estado do Amazonas



9

contar da data de liberação do recurso. Em igual prazo, os termos da renúncia, com
justificativa circunstanciada, serão encaminhados formalmente à Presidência da
FAPEAM. A não observância desse prazo implicará na correção do valor originalmente
concedido, acrescido de juros e correções, sem prejuízo de outras penalidades;

9.2 O pedido de cancelamento do Projeto, a qualquer momento de sua execução, será
solicitado à Presidência da FAPEAM, com justificativa circunstanciada, devendo o
Outorgado apresentar, no prazo de até 10 (dez) dias úteis após a data de homologação
do cancelamento, os seguintes documentos:

a) comprovante de encerramento da conta bancária específica do projeto;
b) comprovante de depósito do saldo bancário e de suprimento de caixa em conta
bancária indicada pela FAPEAM;
c) prestação de contas financeira;
d) prestação de contas técnica.

9.3 A liberação dos recursos do apoio financeiro ao projeto de pesquisa, bem como de
quaisquer outros benefícios concedidos pela FAPEAM, será suspensa quando ocorrer
uma das seguintes impropriedades:

a) não comprovação da boa e regular utilização de recursos anteriormente
recebidos, na forma da legislação pertinente;
b) verificação de desvio de finalidade na utilização dos recursos ou bens patrimoniais
adquiridos no projeto;
c) atrasos não justificados no cumprimento das etapas ou fases programadas do
plano de trabalho/projeto de pesquisa;
d) solicitação de cancelamento;
e) descumprimento de qualquer cláusula do Termo de Outorga ou condição desta
Norma.

9.4 A suspensão dos benefícios persistirá até a correção da causa verificada.

10. ORIENTAÇÕES GERAIS PARA PRESTAÇÃO DE CONTAS

10.1 Será efetuado em até 10 (dez) dias após o período de vigência do Termo de
Outorga, em conta bancária indicada pela FAPEAM, o recolhimento de eventuais saldos
da conta bancária específica do projeto e do suprimento de caixa aprovado na planilha
orçamentária;

10.2 As despesas deverão ser comprovadas mediante apresentação de nota fiscal e
recibo. As únicas exceções serão decorrentes do pagamento de diárias (no máximo 30
(trinta) dias, para não caracterizar vínculo empregatício), aquisição de material de
consumo e realização de serviços prestados na zona rural do Estado do Amazonas,
quando serão aceitos como comprovantes de despesas recibos devidamente
preenchidos com dados cadastrais do emitente;

10.3 Os comprovantes (recibo e nota fiscal) devem ser emitidos em nome do
OUTORGADO/FAPEAM, contendo, imprescindivelmente, o C.P.F. e endereço do
Outorgado, data de emissão, descrição detalhada dos materiais, bens ou serviços

Secretaria de Estado de
Ciência e Tecnologia




Fundação de Amparo à Pesquisa
do Estado do Amazonas



10

adquiridos. Nas notas fiscais, no espaço destinado a observações ou no corpo da nota,
será registrado o nome do Outorgado;

10.4 Para aquisição de bens com valor superior a 10 (dez) salários mínimos, o Outorgado
deverá optar sempre pelo menor preço, obtido a partir de 3 (três) cotações, considerando
as especificações e a qualidade do bem. Todas as cotações deverão ser apresentadas
no ato da prestação de contas;

10.5 Na nota fiscal, os produtos serão individualmente discriminados com valor, marca,
modelo, cor, número de série e procedência de fabricação (nacional ou importado);

10.6 Os comprovantes originais de despesas (notas fiscais e recibos) conterão, em seu
verso, declaração legível ou carimbo, conforme modelo abaixo, e serão colados, apenas
na sua parte superior, em papel formato A4, permitindo, assim, a leitura da
declaração/carimbo. Cada folha de papel conterá apenas uma nota acompanhada de seu
recibo;










Obs: Não esquecer de preencher, no espaço da decIaração/carimbo, o número do
cheque (CH. N) usado para o pagamento ou o número do cheque referente ao
suprimento de caixa (SP. CX. CH. N). A data constante na decIaração/carimbo
deverá ser a mesma da emissão da nota fiscaI/recibo.

10.7 Os documentos serão organizados de acordo com o registro do extrato bancário e
numerados seqüencialmente antes da transcrição nos formulários da prestação de
contas;

10.8 Não serão aceitos comprovantes que contenham rasuras, borrões, caracteres
ilegíveis ou data anterior ou posterior ao prazo de aplicação dos recursos;

10.9 A documentação referente à prestação de contas financeira não será entregue
encadernada;

10.10 O Outorgado manterá, durante 5 (cinco) anos, cópia dos documentos apresentados
na prestação de contas. A FAPEAM não fornecerá cópia dos mesmos.

11. DOCUMENTOS QUE COMPÕEM A PRESTAÇÃO DE CONTAS

11.1 A prestação de contas é dividida em Financeira e Técnica e composta pelos itens
indicados abaixo:


Atesto que os materiais/serviços constantes na presente Nota
foram entregues/prestados a contento. Pago com:
CH .N........... ou SP. CX. CH. N...............

Em: _____/_____/____


Outorgado (Nome Legível)


Outorgado (Assinatura)

Secretaria de Estado de
Ciência e Tecnologia




Fundação de Amparo à Pesquisa
do Estado do Amazonas



11

11.1.1 Prestação de Contas Financeira:

a) Ofício de Encaminhamento (Modelo 1);
b) Relação de Bens de Capital, quando for o caso (Modelo 2);
c) Quadro Demonstrativo de Receitas e Despesas (Modelo 3);
d) Tabela de Custos, preenchida e justificada, se for o caso (Modelo 4);
e) Extratos da conta bancária, consolidados e conciliados, do período da abertura da
conta até a última movimentação;
f) Notas fiscais/recibos de Bens de Capital, notas fiscais/recibos de bens de
consumo, serviços de terceiros de pessoa física, serviços de terceiros de pessoa
jurídica, diárias (Modelo 5), relatório de viagens (Modelo 6), relatório de
participação em evento (Modelo 7) e recibo de colaborador eventual (Modelo 8);
g) Comprovante da devolução do saldo bancário e do suprimento de caixa;
h) Comprovante de encerramento da conta bancária.

11.1.2 Prestação de Contas Técnica:

a) Carta de encaminhamento;
b) Formulário Síntese de Resultados;
c) Relatório técnico parcial;
d) Relatórios dos bolsistas;
e) Outros produtos/anexos (livros, cartilhas, CD-Rom, protótipo, entre outros).

12. ENTREGA DA PRESTAÇÃO DE CONTAS

12.1 No momento da entrega da Prestação de Contas Técnica e Financeira será
realizada, por técnicos da Gerência de Prestação de Contas e do Departamento de
Acompanhamento e Avaliação, a pré-análise dos documentos, que serão posteriormente
encaminhados ao Protocolo da FAPEAM;

12.2 O Outorgado será notificado pela FAPEAM sobre o resultado da análise.

13. DESTINAÇÃO DE BENS

13.1 Todos os bens patrimoniais adquiridos com apoio financeiro a projetos integrarão,
inicialmente, o patrimônio da FAPEAM e serão depositados na ÌNSTÌTUÌÇÃO de
execução do projeto mediante assinatura de "Termo de Depósito" entre as partes
(FAPEAM, ÌNSTÌTUÌÇÃO e OUTORGADO). O Termo será enviado pela FAPEAM ao
pesquisador, por intermédio do setor de patrimônio da Ìnstituição. Após a aprovação da
prestação de contas e, desde que destinados a atendimento de interesse social, uma vez
avaliada a oportunidade e conveniência, os bens poderão ser doados a instituições de
direito público ou privado, visando à execução de projetos de pesquisa e
desenvolvimento tecnológico, nos termos da Constituição do Estado, após aprovação
pelos Conselhos Diretor e Superior, conforme disposto na legislação vigente e mediante
assinatura do "Termo de Doação" (Lei 8.666/93, Art. 17, Ìnciso Ì, alínea "b¨ e Ìnciso ÌÌ,
alínea "a¨);

13.2 A publicação do extrato do "Termo de Doação", no Diário Oficial do Estado, deverá
ser providenciada, pela FAPEAM, nos termos da legislação pertinente;

Secretaria de Estado de
Ciência e Tecnologia




Fundação de Amparo à Pesquisa
do Estado do Amazonas



12

13.3 Adquiridos os bens, o OUTORGADO encaminhará, no prazo de 10 (dez) dias úteis,
a contar da data da compra, cópia da nota fiscal ao setor de patrimônio da ÌNSTÌTUÌÇÃO
de execução do projeto, que os registrará como "Bens de Terceiros ÷ FAPEAM", e cópia
autenticada à Gerência de Logística ÷ GEAL da FAPEAM, mediante preenchimento do
Formulário de Encaminhamento (Modelo 9), a qual emitirá o Termo de Depósito. No caso
de aquisição de veiculo, o OUTORGADO entregará à FAPEAM o DUT ÷ DOCUMENTO
ÚNÌCO DE TRANSFERÊNCÌA assinado e cópia da apólice de seguro total;

OBS: É obrigatória a Contratação de Seguro Total de Veículo adquirido com recursos da
FAPEAM.

13.4 Ao receber o "Termo de Depósito", o OUTORGADO (Segundo Depositário) deverá
conferi-lo e assiná-lo juntamente com o representante legal da ÌNSTÌTUÌÇÃO (Primeiro
Depositário) e encaminhá-lo à GEAL da FAPEAM, por Aviso de Recebimento - AR, no
prazo máximo de 30 (trinta) dias. Caso haja alguma inconsistência ou desacordo deverá
comunicar-se imediatamente com a GEAL;

13.5 Os depositários (OUTORGADO e ÌNSTÌTUÌÇÃO) responderão, solidariamente, pela
manutenção, conservação e perfeito funcionamento do bem;

13.6 A ÌNSTÌTUÌÇÃO (Primeiro Depositário) será responsável pelos custos de seguro e
prestação dos serviços de assistência técnica, preventiva e corretiva, para os bens
adquiridos para o projeto;

13.7 É vedada a transferência dos bens para outro local ou estabelecimento, sem prévia
e formal autorização da FAPEAM. Todas as despesas decorrentes da transferência dos
bens e os eventuais danos causados correrão por conta e risco exclusivo dos
depositários;

13.8 Em caso de roubo, furto ou outro sinistro envolvendo o bem, o OUTORGADO ou a
ÌNSTÌTUÌÇÃO, após a adoção das medidas cabíveis, comunicará imediatamente por
escrito o fato à FAPEAM, juntamente com a justificativa e a prova de suas causas,
anexando cópia autenticada da Ocorrência Policial, se for o caso;

13.9 O OUTORGADO e a ÌNSTÌTUÌÇÃO comprometem-se a fornecer à FAPEAM,
sempre que solicitado, informações necessárias à verificação do uso dos bens e da sua
localização, bem como de seu estado de conservação e funcionamento, facultadas,
ainda, inspeções locais.

14. PROPRIEDADE INTELECTUAL

14.1 Resultados obtidos durante a realização das atividades apoiadas ou financiadas, ou
que se compreendam como resultante do projeto apoiado ou financiado, e constituam
criações intelectuais passíveis de proteção legal, no Brasil ou no Exterior, deverão ser
comunicados, em caráter reservado à FAPEAM, para adoção das medidas adequadas
para sua proteção ou garantia da propriedade sobre eles, para a orientação e negociação
quanto aos aspectos alusivos à repartição de vantagens que decorram da exploração
econômica, direta ou indireta, desses direitos.


Secretaria de Estado de
Ciência e Tecnologia




Fundação de Amparo à Pesquisa
do Estado do Amazonas



13

15. PUBLICAÇÕES E DIVULGAÇÃO

15.1 Trabalhos publicados e sua divulgação, sob qualquer forma de comunicação ou
veículo, que decorram de auxílios e/ou bolsas financiadas pela FAPEAM, deverão,
obrigatoriamente, fazer menção a este apoio material e/ou financeiro;

15.2 Material de divulgação de eventos, impressos em geral, publicações e publicidade
relativa a eles, que decorram de auxílios e/ou bolsas financiadas pela FAPEAM, devem
trazer a logomarca da instituição em lugar visível, de fácil identificação e em escala e
tamanho proporcional à área de leitura. Esclarecimentos adicionais devem ser objeto de
consulta ao Departamento de Difusão do Conhecimento - DECON.

16. DISPOSIÇÕES FINAIS

16.1 É reservado à FAPEAM o direito de acompanhar e avaliar a execução física, técnica
e financeira do projeto, podendo complementar com visitas técnicas realizadas por
representantes da FAPEAM e/ou por consultores formalmente indicados;

16.2 A FAPEAM poderá solicitar informações acerca do uso dos recursos, até 5 (cinco)
anos, contados da data da aprovação da prestação de contas;

16.3 Na eventual hipótese de vir a ser demandada judicialmente, a instituição a que está
vinculado o Outorgado ressarcirá à FAPEAM todas e quaisquer despesas que, em
decorrência, vier a ser condenada a pagar, incluindo-se não só os valores judicialmente
fixados, mas também outros alusivos à formulação da defesa;

16.4 É de responsabilidade da instituição de pesquisa e/ou ensino superior a que está
vinculada o Outorgado oferecer seguro-saúde ou equivalente que dê cobertura a
despesas médicas e hospitalares ao bolsista, em eventuais casos de acidentes e
sinistros que possam ocorrer durante o desenvolvimento das atividades relativas ao
desenvolvimento do projeto;

16.5 Os casos omissos serão resolvidos pelo Conselho Diretor da FAPEAM.


Secretaria de Estado de
Ciência e Tecnologia




Fundação de Amparo à Pesquisa
do Estado do Amazonas



14











A N E X O S



ANEXO I: Classificação de despesas

ANEXO II: Valores para diárias de viagens/projetos de pesquisa

ANEXO III: Formulários para prestação de contas

ANEXO IV: Formulário para encaminhamento de notas fiscais de bens
patrimoniais










Secretaria de Estado de
Ciência e Tecnologia




Fundação de Amparo à Pesquisa
do Estado do Amazonas



15

ANEXO I

CLASSIFICAÇÃO DE DESPESAS

A classe correspondente às DESPESAS se desdobra em duas categorias Econômicas:
Despesas de Custeio e Despesas de Capital.

1 DESPESAS DE CUSTEIO - São aquelas relativas a serviços prestados por pessoa
física ou jurídica e a aquisição de materiais diversos de consumo, tais como:

1.1 Diárias - de acordo com os valores praticados pelo Governo do Estado, destina-se a
pagamento de despesas com alimentação, hospedagem e transporte e poderão ser
assim comprovadas:

a) diárias para terceiros: Notas fiscais (hospedagem e alimentação) ou recibos de
diárias;
b) diárias para o Outorgado: Notas fiscais (hospedagem e alimentação) e apresentar
relatório de viagem, acompanhado de documento que comprove a realização da
viagem no período citado no roteiro (exemplos: comprovante de afastamento da
instituição, declaração do Chefe do Departamento, comprovante de passagem);
c) as despesas com transporte urbano (táxis, ônibus, metrô) e alimentação são
consideradas como parte das diárias.

Não serão aceitos:

a) pagamentos de diárias a Pesquisadores que residam no município onde se realiza
o evento;
b) gastos com refeições e outras despesas com convidados pessoais, bebidas
alcoólicas, gastas pessoais, tais como cigarros, charutos, pastas dentifrícias,
vestuário, objetos de uso pessoal, etc.;
c) pagamento de gorjetas, a menos que estejam incluídas em notas fiscais e que
não ultrapassem o limite de 10% do valor total da despesa.

1.2 MateriaI de Consumo - Considera-se Material de Consumo os itens de pouca
durabilidade ou de consumo rápido, e de uso exclusivo no projeto de pesquisa, tais como:

a) combustíveis, lubrificantes e gases;
b) reagentes, vidrarias e outros materiais de uso laboratorial;
c) animais para pesquisa, sementes, mudas de planta, alimentos para animais,
materiais zootécnicos, veterinários e de caça e pesca;
d) materiais elétricos, ferramentas, sobressalentes e outros materiais de
manutenção;
e) gêneros alimentícios, materiais de uso doméstico, de limpeza e higienização;
f) outros materiais de consumo.

1.3 Despesas com Transporte

a) passagens aéreas quando adquiridas pela FAPEAM: apresentar "canhoto¨
original ou cópia da passagem, se utilizada por Pesquisador visitante do exterior e

Secretaria de Estado de
Ciência e Tecnologia




Fundação de Amparo à Pesquisa
do Estado do Amazonas



16

comprovante de embarque. Estes documentos devem conter o percurso
completo;
b) se adquiridas pelo próprio Outorgado: apresentar o recibo original de compra,
emitido pela companhia aérea ou agência de viagens e "canhoto¨ original; ou
cópia do "canhoto¨, se utilizadas por professor visitante do exterior. Estes
documentos devem conter o percurso completo;
c) se adquiridas pelo visitante no exterior: cópia do "canhoto¨ do percurso
completo e recibo de reembolso ao visitante;
d) no caso de aquisição de 'pacote turístico", apresentar o recibo de compra
discriminando o valor de cada item (hospedagem, transporte, translado, taxas),
acompanhado do "voucher" (original ou cópia) e dos cartões de embarque
originais e nota fiscal correspondente às diárias;
e) no caso de bilhete eletrônico: apresentar o "voucher", acompanhado dos
cartões de embarque originais utilizados;
f) a FAPEAM não aceitará o pagamento de passagem aérea emitida em classe
executiva ou primeira classe, sendo aceita somente a emissão em classe
econômica e, sempre que possível, em tarifa promocional, sendo considerado
sempre o menor valor entre o efetivamente pago e o cotado pela FAPEAM em
tarifa econômica promocional;
g) em veículo particular ou da instituição: apresentar as notas fiscais de
combustíveis totalmente preenchidas pela mesma pessoa do estabelecimento
emitente, indicando a placa do veículo utilizado;
h) ônibus com passagem individual: apresentar o "canhoto¨ da passagem
rodoviária intermunicipal ou interestadual;
i) ônibus fretado (transporte de grupo): apresentar a nota fiscal original da
empresa locatária;
j) táxi: pode ser comprovada por meio de recibo emitido pelo taxista, mas será
considerada somente se o beneficiário não recebeu diárias, caso contrário, faz
parte do montante concedido a título de diárias.

1.4 Serviços de Terceiros - São serviços prestados, tais como: consertos, gráfica,
cópias. Consideram-se serviços também os SOFTWARES adquiridos.

1.4.1 O Outorgado deverá utilizar-se de firmas estabelecidas, das quais exigirá nota fiscal
e recibo. As únicas exceções se darão em decorrência de pagamento de Diárias e de
Pessoa Física para a aquisição de material de consumo e realização de serviços
prestados na zona rural do Estado do Amazonas quando será aceito como comprovante
de despesa o recibo devidamente preenchido com dados cadastrais do emitente.

1.4.2 Contratados de pessoa física (que não tenha vínculo empregatício): RPA - Recibo
de Pagamento a Autônomo ou recibo de serviços, não devendo ser utilizados papéis
timbrados ou outros impressos da entidade do Outorgado;

1.4.3 Se a empresa for isenta de emissão de notas fiscais, remeter recibo em papel
timbrado da empresa e cópia do estatuto de constituição e da legislação de isenção, para
análise.





Secretaria de Estado de
Ciência e Tecnologia




Fundação de Amparo à Pesquisa
do Estado do Amazonas



17

Não serão aceitos:

a) pagamento de serviços de nenhuma natureza a bolsistas durante o período de
vigência da bolsa;
b) pagamento de despesa com digitação de relatórios, demonstrações contábeis e
outras que caracterizem serviços administrativos, a não ser nos casos especiais
autorizados no Termo de Outorga.

1.5 Taxa de Inscrição - Apresentar recibo original emitido pela organização do evento,
constando inclusive a assinatura do recebedor.

2 DESPESAS DE CAPITAL - São aquelas relativas à aquisição de bens patrimoniais
(equipamentos e outros materiais permanentes), que em razão de seu uso corrente, não
perdem a sua identidade física e/ou têm uma durabilidade superior a dois anos.

2.1 Considera-se MateriaI Permanente: máquinas, equipamentos, veículos, livros,
móveis, construções, reformas ou instalações.

2.1.1 Notas fiscais de itens de material permanente deverão conter, exclusivamente, itens
dessa natureza, demonstrando as principais características do bem adquirido, como
marca modelo, tipo, série, editora, autor, título da obra e outros.

2.1.2 Quando se tratar de fabricação ou montagem de equipamento ou mobiliário, além
das notas fiscais de material e de mão-de-obra, apresentar também descrição do produto
final, exemplo:

a) estante de madeira medindo 1,40 m x 1,00 m x 0,40 m, revestida em fórmica, com
4 portas, 8 prateleiras internas ajustáveis;
b) "up grade" de equipamentos de informática de 486 para Pentium ÌÌ: processador
"x¨, placa mãe "y¨, HD 6Gb.

2.1.3 Quando se tratar de obras, instalações ou reformas: apresentar as notas fiscais e
recibos (se pessoa física), contratos com as construtoras, relação de documentos
comprobatórios de despesas, exemplo:

a) Construção de bancada de 3,00 m x 0,75 m x 0,70 m, em alvenaria, com tampo
de granito, pia metálica, etc;
b) Rede de informática com 40 pontos, 200m de fibra ótica, "X¨ racks, "Y¨ roteadores,
"Z¨ hubs.

3 DESPESAS NÃO FINANCIÁVEIS

3.1 PessoaI - salários, ou qualquer remuneração a pessoal e encargos sociais;

3.2 Serviços de Terceiros ÷ vale-transporte, vale-refeição, telefonia, telex, serviço postal
telegráfico;

3.3 InstaIação de Equipamentos - as despesas com instalação do equipamento, fretes,
passagens e diárias devem estar incluídas no preço do equipamento previsto na proposta
de projeto.

Secretaria de Estado de
Ciência e Tecnologia




Fundação de Amparo à Pesquisa
do Estado do Amazonas



18

ANEXO II
VALORES PARA DIÁRIAS DE VIAGENS/PROJETOS DE PESQUISA

Tabela 1: Valores de Diárias por Nível

DESTINO

VALOR/DIA (R$)

NO ESTADO
Técnico ÷ Nível Superior 69,95
Técnico ÷ Nível Médio 62,87
FORA DO ESTADO
Nível Superior 209,87
Nível Médio 174,89
FORA DO PAÍS - CONTINENTE SUL AMERICANO (Em US$)
Técnico ÷ Nível Superior 240,00
Técnico ÷ Nível Médio 210,00
FORA DO PAÍS - OUTROS PAÍSES (Em US$)
Técnico ÷ Nível Superior 440,00
Técnico ÷ Nível Médio 410,00










S
e
c
r
e
t
a
r
i
a

d
e

E
s
t
a
d
o

d
e

C
i
ê
n
c
i
a

e

T
e
c
n
o
l
o
g
i
a




F
u
n
d
a
ç
ã
o

d
e

A
m
p
a
r
o

à

P
e
s
q
u
i
s
a

d
o

E
s
t
a
d
o

d
o

A
m
a
z
o
n
a
s



1
9


A
N
E
X
O

I
I
I

F
O
R
M
U
L
Á
R
I
O
S

P
A
R
A

P
R
E
S
T
A
Ç
Ã
O

D
E

C
O
N
T
A
S

M
O
D
E
L
O

÷

1



































































































































































M
O
D
E
L
O

÷

2























































































































C
A
R
T
A

D
E

E
N
C
A
M
I
N
H
A
M
E
N
T
O

À

F
A
P
E
A
M

D
A

P
R
E
S
T
A
Ç
Ã
O

D
E

C
O
N
T
A
S

D
E

A
U
X
Í
L
I
O

À

P
E
S
Q
U
I
S
A














D
E
M
O
N
S
T
R
A
T
I
V
O

D
E

R
E
C
E
I
T
A
S

E

D
E
S
P
E
S
A
S




P
R
O
G
R
A
M
A
:


O
U
T
O
R
G
A
D
O
:

R
E
C
E
I
T
A

D
a
t
a









N
.

d
a

O
r
d
e
m

B
a
n
c
á
r
i
a











V
a
I
o
r

D
E
S
P
E
S
A
S

D
o
c
u
m
e
n
t
o
(
*
)

N
.

d
o

c
h
.

N
.

D
a
t
a

N
o
m
e

d
a

E
m
p
r
e
s
a

V
a
I
o
r































T
o
t
a
I

d
a
s

D
e
s
p
e
s
a
s

R
e
a
I
i
z
a
d
a
s


+

C
P
M
F


+

E
N
C
A
R
G
O
S

B
A
N
C
Á
R
Ì
O
S

(
T
A
X
A

D
E

M
A
N
U
T
E
N
Ç
Ã
O

E

O
U
T
R
O
S
)


+

D
E
V
O
L
U
Ç
Ã
O

D
E

S
A
L
D
O

O
U

S
A
L
D
O

E
M

C
O
N
T
A




T
O
T
A
L

G
E
R
A
L


M
a
n
a
u
s
,

S
e
n
h
o
r

D
i
r
e
t
o
r
-
P
r
e
s
i
d
e
n
t
e
,

E
n
c
a
m
i
n
h
o

a

V
.
S
a
.
,

p
a
r
a

e
f
e
i
t
o

d
e

c
o
m
p
r
o
v
a
ç
ã
o

d
a
s

d
e
s
p
e
s
a
s

à

c
o
n
t
a

d
o

A
u
x
í
l
i
o

à

P
e
s
q
u
i
s
a


d
o

P
r
o
g
r
a
m
a

.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
,


c
o
n
c
e
d
i
d
o

e
m

n
o
m
e


d
e
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
,

n
o

v
a
l
o
r

t
o
t
a
l


d
e

R
$
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.

(
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
)
,

a

d
o
c
u
m
e
n
t
a
ç
ã
o

a
n
e
x
a
,

c
o
n
f
o
r
m
e

d
i
s
p
o
s
t
o

n
o

"
M
a
n
u
a
l

d
e

P
r
e
s
t
a
ç
ã
o

d
e

C
o
n
t
a
s
¨
.

C
o
m
p
õ
e

a

p
r
e
s
e
n
t
e

P
r
e
s
t
a
ç
ã
o

d
e

C
o
n
t
a
s
:

1
.

2
.

3
.
.
.
.








O
b
s
:

u
t
i
I
i
z
a
r

o
s

q
u
e
s
i
t
o
s

c
a
b
í
v
e
i
s

n
a

p
r
e
s
t
a
ç
ã
o

d
e

c
o
n
t
a
s
.


A
t
e
n
c
i
o
s
a
m
e
n
t
e
,

N
o
m
e

d
o

O
u
t
o
r
g
a
d
o
:

_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_









































































(
l
e
g
í
v
e
l
)

A
s
s
i
n
a
t
u
r
a

d
o

O
u
t
o
r
g
a
d
o
:

_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_

Ì
l
m
o
.

S
r
.

D
i
r
e
t
o
r
-
P
r
e
s
i
d
e
n
t
e

d
a

F
u
n
d
a
ç
ã
o

d
e

A
m
p
a
r
o

à

P
e
s
q
u
i
s
a

d
o

E
s
t
a
d
o

d
o

A
m
a
z
o
n
a
s

-

F
A
P
E
A
M

R
u
a

R
e
c
i
f
e

÷

3
2
8
0
-

P
a
r
q
u
e

D
e
z



O
s

d
o
c
u
m
e
n
t
o
s

s
e
r
ã
o

a
t
e
s
t
a
d
o
s

p
e
l
o

o
u
t
o
r
g
a
d
o

n
o

v
e
r
s
o

d
o
s

c
o
m
p
r
o
v
a
n
t
e
s
,

d
e
c
l
a
r
a
n
d
o

o

r
e
c
e
b
i
m
e
n
t
o

d
o

m
a
t
e
r
i
a
l

o
u

a

p
r
e
s
t
a
ç
ã
o

d
e

s
e
r
v
i
ç
o
.

M
a
n
a
u
s
/
A
M
,

A
s
s
i
n
a
t
u
r
a

d
o

O
u
t
o
r
g
a
d
o
:

_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_


1
9


(
*
)

F
a
t
u
r
a
,

N
o
t
a

F
i
s
c
a
l
,

R
e
c
i
b
o

e

o
u
t
r
a
.
















S
e
c
r
e
t
a
r
i
a

d
e

E
s
t
a
d
o

d
e

C
i
ê
n
c
i
a

e

T
e
c
n
o
l
o
g
i
a




F
u
n
d
a
ç
ã
o

d
e

A
m
p
a
r
o

à

P
e
s
q
u
i
s
a

d
o

E
s
t
a
d
o

d
o

A
m
a
z
o
n
a
s



2
0

M
O
D
E
L
O

÷

3



























M
O
D
E
L
O

÷

4

R
E
L
A
Ç
Ã
O

D
E

B
E
N
S

D
E

C
A
P
I
T
A
L










































R
E
C
I
B
O

D
E

D
I
Á
R
I
A
S




















































P
R
O
G
R
A
M
A
:

O
U
T
O
R
G
A
D
O
:


D
o
c
u
m
e
n
t
o
(
*
)

Q
t
d
.

N
.

D
a
t
a

D
e
s
c
r
i
ç
ã
o

V
a
I
o
r

U
n
i
t
á
r
i
o

V
a
I
o
r

T
o
t
a
I

























































































































O
s

d
o
c
u
m
e
n
t
o
s

s
e
r
ã
o

a
t
e
s
t
a
d
o
s

p
e
l
o

o
u
t
o
r
g
a
d
o

n
o

v
e
r
s
o

d
o
s

c
o
m
p
r
o
v
a
n
t
e
s
,

d
e
c
l
a
r
a
n
d
o

o


r
e
c
e
b
i
m
e
n
t
o

d
o

m
a
t
e
r
i
a
l
.

M
a
n
a
u
s
/
A
M
,

A
s
s
i
n
a
t
u
r
a

d
o

O
u
t
o
r
g
a
d
o
:

_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_




















(
*
)

F
a
t
u
r
a
,

N
o
t
a

F
i
s
c
a
l
,

R
e
c
i
b
o

e

o
u
t
r
o
s



















































































R
E
C
Ì
B
O
:

R
$
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
B
E
N
E
F
Ì
C
Ì
A
D
O
:
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
E
N
D
E
R
E
Ç
O
:
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
B
A
Ì
R
R
O
:
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
C
Ì
D
A
D
E
:
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
E
S
T
A
D
O
:
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
Ì
D
E
N
T
Ì
D
A
D
E
:

R
G

N
.

.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
Ó
R
G
Ã
O

E
M
Ì
S
S
O
R
:
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
D
A
T
A

D
A

E
X
P
E
D
Ì
Ç
Ã
O
:
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.


C
P
F
:

.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
R
e
c
e
b
i
,

d
e

(
n
o
m
e

c
o
m
p
l
e
t
o

d
o

o
u
t
o
r
g
a
d
o
)
,

a

i
m
p
o
r
t
â
n
c
i
a

d
e

R
$
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.

(
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
)
,

r
e
f
e
r
e
n
t
e

a

d
i
á
r
i
a
s

p
a
r
a

m
i
n
h
a

m
a
n
u
t
e
n
ç
ã
o

n
o

p
e
r
í
o
d
o

d
e
.
.
.
.
.
.
.
.
.
/
.
.
.
.
.
.
.
/
.
.
.
.
.

a
t
é

.
.
.
.
.
.
.
.
.
/
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
/
.
.
.
.
.
.
.
.
,

p
a
r
a

d
e
s
e
n
v
o
l
v
i
m
e
n
t
o

d
a
s

a
t
i
v
i
d
a
d
e
s

d
o

(
t
í
t
u
l
o

d
o

p
r
o
j
e
t
o
)
.

O
b
s
.
:

A
n
e
x
a
r

r
e
l
a
t
ó
r
i
o

d
e
s
c
r
e
v
e
n
d
o

a

a
t
i
v
i
d
a
d
e

d
e
s
e
n
v
o
l
v
i
d
a
.


M
a
n
a
u
s
-
A
M
,

A
s
s
i
n
a
t
u
r
a

d
o

B
e
n
e
f
i
c
i
a
d
o
:

_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_





















S
e
c
r
e
t
a
r
i
a

d
e

E
s
t
a
d
o

d
e

C
i
ê
n
c
i
a

e

T
e
c
n
o
l
o
g
i
a




F
u
n
d
a
ç
ã
o

d
e

A
m
p
a
r
o

à

P
e
s
q
u
i
s
a

d
o

E
s
t
a
d
o

d
o

A
m
a
z
o
n
a
s




2
1


M
O
D
E
L
O

-

5




































































































































M
O
D
E
L
O

-

6
































































































































































































R
E
C
I
B
O

D
E

C
O
L
A
B
O
R
A
D
O
R

E
V
E
N
T
U
A
L

-

P
E
S
S
O
A

F
Í
S
I
C
A













R
E
L
A
T
Ó
R
I
O

D
E

V
I
A
G
E
N
S



P
R
O
G
R
A
M
A
:

O
U
T
O
R
G
A
D
O
:





































































































































































R
E
C
Ì
B
O
:

R
$
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
B
E
N
E
F
Ì
C
Ì
A
D
O
:
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
E
N
D
E
R
E
Ç
O
:
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
B
A
Ì
R
R
O
:
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
C
Ì
D
A
D
E
:
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
E
S
T
A
D
O
:
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.

Ì
D
E
N
T
Ì
D
A
D
E
:

R
G

N
.

.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
Ó
R
G
Ã
O

E
M
Ì
S
S
O
R
:
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.

D
A
T
A

D
A

E
X
P
E
D
Ì
Ç
Ã
O
:
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
C
P
F
:

.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
R
e
c
e
b
i

d
e

(
n
o
m
e

c
o
m
p
l
e
t
o

d
o

p
a
g
a
d
o
r
)
,

a

i
m
p
o
r
t
â
n
c
i
a

d
e

R
$
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.

(
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
)
,

r
e
f
e
r
e
n
t
e

à

(

d
e
s
c
r
e
v
e
r

o

t
i
p
o

d
e

s
e
r
v
i
ç
o

p
r
e
s
t
a
d
o

a
s
s
i
m

c
o
m
o

o
u
t
r
a
s

i
n
f
o
r
m
a
ç
õ
e
s

a
d
i
c
i
o
n
a
i
s

q
u
e

j
u
l
g
a
r

n
e
c
e
s
s
á
r
i
o
)
,

e
m

c
a
r
á
t
e
r

e
v
e
n
t
u
a
l
,
s
e
m

v
í
n
c
u
l
o

e
m
p
r
e
g
a
t
í
c
i
o
,

p
a
r
a

o

d
e
s
e
n
v
o
l
v
i
m
e
n
t
o

d
o

p
r
o
j
e
t
o

d
e

p
e
s
q
u
i
s
a

d
e
n
o
m
i
n
a
d
o

(
t
í
t
u
l
o

c
o
m
p
l
e
t
o

d
o

p
r
o
j
e
t
o

d
e

p
e
s
q
u
i
s
a
)

c
o
n
t
e
m
p
l
a
d
o

c
o
m

a
u
x
í
l
i
o

d
a

F
A
P
E
A
M
.

M
a
n
a
u
s
,


N
o
m
e

d
o

B
e
n
e
f
i
c
i
a
d
o
:

_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_

(
n
o
m
e

c
o
m
p
l
e
t
o

l
e
g
í
v
e
l
)

A
s
s
i
n
a
t
u
r
a

d
o

B
e
n
e
f
i
c
i
a
d
o
:

_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_


O
b
s
:

a
)

S
e
r
ã
o

i
n
d
i
s
p
e
n
s
á
v
e
i
s

a
s

d
e
s
c
r
i
ç
õ
e
s

d
o

B
e
n
e
f
i
c
i
a
d
o
,

n
o
m
e

e

a
s
s
i
n
a
t
u
r
a
,

n
e
s
t
e

R
e
c
i
b
o
.

b
)

A

"
A
t
e
s
t
a
ç
ã
o
¨

d
o

O
u
t
o
r
g
a
d
o
,

c
o
m

a

m
e
s
m
a

d
a
t
a

d
e

e
m
i
s
s
ã
o

d
o

r
e
c
i
b
o

p
o
d
e
r
á

s
e
r

m
a
n
u
s
c
r
i
t
a
.

R
O
T
E
I
R
O

D
E

V
I
A
G
E
M

T
Í
T
U
L
O

D
O

E
V
E
N
T
O
:
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.

P
E
R
Í
O
D
O
:
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.


L
O
C
A
L
:
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.


S
A
Í
D
A


C
H
E
G
A
D
A



D
A
T
A


H
O
R
A

L
O
C
A
L
Ì
D
A
D
E
S

D
A
T
A

H
O
R
A

L
O
C
A
L
Ì
D
A
D
E
S






















































M
a
n
a
u
s
-
A
M
,

A
s
s
i
n
a
t
u
r
a

d
o

O
u
t
o
r
g
a
d
o
:

_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_
_


















N
o
m
e

(
l
e
g
í
v
e
l
)
:


O
b
s
:

a
n
e
x
a
r

t
a
x
a

d
e

i
n
s
c
r
i
ç
ã
o
/
c
e
r
t
i
f
i
c
a
d
o

e

b
i
l
h
e
t
e

d
e


p
a
s
s
a
g
e
m
/
t
i
c
k
e
t

d
e

e
m
b
a
r
q
u
e

e

d
e
s
e
m
b
a
r
q
u
e
.

S
e
c
r
e
t
a
r
i
a

d
e

E
s
t
a
d
o

d
e

C
i
ê
n
c
i
a

e

T
e
c
n
o
l
o
g
i
a




F
u
n
d
a
ç
ã
o

d
e

A
m
p
a
r
o

à

P
e
s
q
u
i
s
a

d
o

E
s
t
a
d
o

d
o

A
m
a
z
o
n
a
s




2
2












M
O
D
E
L
O

-

7

R
E
L
A
T
Ó
R
Ì
O

D
E

P
A
R
T
Ì
C
Ì
P
A
Ç
Ã
O

E
M

E
V
E
N
T
O
S




























































O
B
S
:

A
n
e
x
a
r

d
o
c
u
m
e
n
t
o
s

q
u
e

c
o
m
p
r
o
v
e
m

p
a
r
t
i
c
i
p
a
ç
ã
o

n
o

e
v
e
n
t
o
,

q
u
a
n
d
o

a
p
l
i
c
á
v
e
l
,

e

c
ó
p
i
a

d
o

m
a
t
e
r
i
a
l

p
u
b
l
i
c
a
d
o

o
u

d
i
v
u
l
g
a
d
o

p
o
r

o
u
t
r
o

m
e
i
o

q
u
e

f
a
ç
a

r
e
f
e
r
ê
n
c
i
a

à

F
A
P
E
A
M
,

i
n
c
l
u
s
i
v
e

f
o
t
o
s
,

c
o
n
f
o
r
m
e

p
r
e
v
i
s
t
o

n
o

T
e
r
m
o

d
e

O
u
t
o
r
g
a

e

A
c
e
i
t
a
ç
ã
o

d
e

A
u
x
í
l
i
o
.

R
E
L
A
T
O
R
I
O

D
E

P
A
R
T
I
C
I
P
A
Ç
Ã
O

E
M

E
V
E
N
T
O
S

D
A
T
A

E

A
S
S
Ì
N
A
T
U
R
A
:


N
O
M
E

D
O

O
U
T
O
R
G
A
D
O
:

C
P
F
:

P
R
O
G
R
A
M
A
:

T
Ì
T
U
L
O

D
O

E
V
E
N
T
O
:

Á
R
E
A

D
E

C
O
N
C
E
N
T
R
A
Ç
Ã
O

D
O

E
V
E
N
T
O
:

D
A
T
A

D
E

R
E
A
L
Ì
Z
A
Ç
Ã
O
/

P
A
R
T
Ì
C
Ì
P
A
Ç
Ã
O
:

L
O
C
A
L
:

O
B
J
E
T
Ì
V
O
:

P
Ú
B
L
Ì
C
O

A
L
V
O
:

N
Ú
M
E
R
O

D
E

P
A
R
T
Ì
C
Ì
P
A
N
T
E
S

D
O

E
V
E
N
T
O
:

P
R
O
D
U
T
O
S

G
E
R
A
D
O
S
/
D
E
L
Ì
B
E
R
A
Ç
Õ
E
S
:

R
E
S
U
L
T
A
D
O
S
/
R
E
C
O
M
E
N
D
A
Ç
Õ
E
S
:


S
e
c
r
e
t
a
r
i
a

d
e

E
s
t
a
d
o

d
e

C
i
ê
n
c
i
a

e

T
e
c
n
o
l
o
g
i
a




F
u
n
d
a
ç
ã
o

d
e

A
m
p
a
r
o

à

P
e
s
q
u
i
s
a

d
o

E
s
t
a
d
o

d
o

A
m
a
z
o
n
a
s




2
3


M
O
D
E
L
O

-

8

T
A
B
E
L
A

D
E

C
U
S
T
O
S

R
E
F
E
R
E
N
T
E

À

P
A
R
C
E
L
A
:

_
_
_
_
_
_


V
A
L
O
R


S
O
L
I
C
I
T
A
D
O

V
A
L
O
R

G
A
S
T
O

M
a
t
e
r
i
a
I

P
e
r
m
a
n
e
n
t
e

R
$

M
a
t
e
r
i
a
I

P
e
r
m
a
n
e
n
t
e

R
$

M
a
t
e
r
i
a
I

d
e

C
o
n
s
u
m
o

R
$

M
a
t
e
r
i
a
I

d
e

C
o
n
s
u
m
o

R
$

D
i
á
r
i
a
s

R
$

D
i
á
r
i
a
s

R
$

P
a
s
s
a
g
e
m
/
L
o
c
o
m
o
ç
ã
o

R
$

P
a
s
s
a
g
e
m
/
L
o
c
o
m
o
ç
ã
o

R
$

S
e
r
v
i
ç
o

P
e
s
s
o
a

F
í
s
i
c
a

R
$

S
e
r
v
i
ç
o

P
e
s
s
o
a

F
í
s
i
c
a

R
$

S
e
r
v
i
ç
o

P
e
s
s
o
a

J
u
r
í
d
i
c
a


R
$

S
e
r
v
i
ç
o

P
e
s
s
o
a

J
u
r
í
d
i
c
a

R
$





T
O
T
A
L

R
$

T
O
T
A
L

R
$


O
b
s
:

S
e

o

v
a
I
o
r

s
o
I
i
c
i
t
a
d
o

e
n
c
o
n
t
r
a
r
-
s
e

d
i
f
e
r
e
n
t
e

d
o

v
a
I
o
r

g
a
s
t
o

é

n
e
c
e
s
s
á
r
i
a

j
u
s
t
i
f
i
c
a
t
i
v
a

p
a
r
a

a

r
e
a
I
i
z
a
ç
ã
o

d
o

m
e
s
m
o
.



Secretaria de Estado de
Ciência e Tecnologia




Fundação de Amparo à Pesquisa
do Estado do Amazonas


24



ANEXO IV

FORMULÁRIO PARA ENCAMINHAMENTO DE NOTAS FISCAIS
DE BENS PATRIMONIAIS

Modelo 9.

Programa :

Outorgado:
CPF:
Endereço:
CEP: Cidade: UF:
TeIefone:

Instituição:
CNPJ/CGC:
Endereço:
CEP: Cidade: UF:
TeIefone:


ReIação de Bens

NF/FAT. Especificação Qtde VIr. Unit. TotaI









TOTAL GERAL



Assinatura do Outorgado: Nome e Assinatura do Responsável
pelo Setor de Patrimônio da Ìnstituição:




Local/Data: _____________, _____, de ________________ de ________

! "

#$

% * + **,'. % 1 /

& , 0( 2 )

'(#$ (

) **,#$

( -

**,

& # > < ( *3 ( ( *4 ( ( ") ( 3 .( ( *. = + 6 57 < . 7 7 : '. & ' / ()( (-( (-( ($( ($( (2( (2( (3( (3( (3( (4( ( *! ( ( ** ( ( ** ( ( *" ( ( *0 ( ( *0 ( ( *) ( ( *. = = =. . 9 5 6 7 8 7 + ' 1 / +.4 5 !""#"!!$ % * " 0 ) $ 2 3 4 *! / ** ' *" *0 ' *) **$ ' ( ' ' ' 6 6 6 557 1 5557 587 .( ( *2 ( ( *2 ( .

7 5 > = 6 "23#"!!$6 5 5 .: 5 )* + **. ( 5 . > ? @ 5 6 & 6 8 7 5 8 % ?6 < + 55 8 ! !*2#"!!)6 3 > & "!!)6 & 6 5? < = 5 > : - 5 ? 6 "$ "!!$ < ' ' @ 9 . 8 ( #$ 1 % : 5 " < ) = 5 % / 0( .

@ <D D ?@ &D D >D . < < @ H < 7 6 . @ < + I6 .< 6 . ? . & @ G + . / & . = @ G (< 6 . 5 ' 7 . 7 6 & : B:EF/ . G. . ( > @ . . ) @ )3 / . +. JD D ) / / 7 . # A ( ) ) D . & .D 5 D . @ > @ 6 . . : D 6 D . = @ 9 C5 5 ?6 6 6 +. . & # > @ ( < > 6B 5 . < . 6 5 -" < < ) 7 + A . > /B / 8 '/ = + @ +. = & .< / /B / 8 '/ < ( < 6 . > 6 .) ) (= +. A A # ( 5 ! /B / 8 '/ C > @ . . <+ / > . 6 + < < 6 7 . < 6 > = & .

. < / < 8 = = & = . / + @ 6 9) 6 9) . . / @ > 6 . 6 < . . L 0! M B D / 6 . 3)3 B > 3)9 < 3)A B 3). 9) 6 . ! ( . = = @ : 5 5 .)3 / / > A )9 < 6 + . < 9)3 @ B :/6 < & = 7 + < & . > . . @ B 7 6 > . < 7 + . @ G. < = 3)E 3)F 3) * < 3) < < > 6. > . 6 + > 6 @ . & . 6 + G . 3) 3) < : 3) .K (. . G :/ 6 . = > = . A (< G < K . / . G A . 6 . > < . @ = @ . B 3)D < . @ A @ . > @ (. +. 6 6 = @ < .

6 5> = =< 5 . =& .) . = . + ?6 > > A (< G < ( = =< . .) / ?@ . .) . A) A) A) .. (< 6 6 > . @ ) 06 . 9)9 9)A . ? > + / / A G. . < . @ 6 . G. 9). N D . > = 6 > = = A @ . # . / / 6 A = . . = & . 6 . 7 G < G < < . < 6 / / < 6 G 6 < . / .. = . .)3 6 . @ . . 6 / = 6 6 < @ A)3 / < A)9 / & > G $! M A = D G # . . = > = 6 < & . < / 6 & = 6 6 & @ 7 . 6 .G 6 ? & & .. + 6 / & < @ .

D) D) =( G (< . 'G 6 ( . = . 5 0! M 6 / @ 6 0! M . = / =( < . & G . 6 : 6 K : =+ <. O < = % ' H . = . < . .< 6 . D) =( < .. G D D @ ? G 0! M < = D G 0! M . F) F) Q / . < @ 6 . <+ G . D)3 =( . = . 0*P M < > . 6 G 0! M D A G 'G #$ = + @ #$ <. & 5 . . / > 6 . / .. . 6 6 6 / = = < . / % 'G . @ G = " ( G / D % (< ' . 6 D)9 A D)A / D). D = E) E) % > . O 'G #$ = > ( 5 / @ ( 6 ( *" M % D ' 6 6 / . I 5 + B > 6 5 6 0! M D 6 E . E) / < < / . . + < 6 .> . 6 5.

< *) *) / = 6 < 5 .D . . < 6 . @ M 6 6 . @ > @ = = G <. 5 @ + 6 & > @ + 6 > 6 ?6 G *! M C . ! G *! M > 5 D A ?6 . = = @ *) . . 6 . < . D6 = . . ? 6 F) / / 6 D . & + . M D & *)3 / ! / 6 + .K > 7 6 > D . > < .D . <. < > > < . ? = . D D F)3 . D . & . M 0! 6 6 . . 5 6 + 7 .. = . . 6 & < D . . @ < = < G < ?6 > . < @ / . 6 . < =+ . .. . < 5 = .< . . A ?@ @ 6 6 . & # 6 . = & = > .< 6. . F . . = A . C . D D D F)9 .

% L 6) :) $ % # ( K) & '+ H ' G ) #$ + G H . + C = G . *)D / O @ *)E . 7 . 0( & ' #$ + + . @ 7 . + 6 6 6 M . < 6 5 . / 6 @ . 0( J :) K ( (% @ . *)F @ *) * / / % % J ) .. 6 . . = < *)A 6 .. D . 7 @ 6 = ) ) . @ *! M . 7 6 6 / 6 D = 0M D 7 .. < . D D G 7 $ 0( . / 6 # . C S R C TTTTT#TTTTT#TTTT / / M M L . 6 G . . M . 6 D@ 6 6 6 . = G < . 6 < < & = < )6 < . < =6 ? -M < D 6 A = A & < = 6 . *).< = *)9 . ? M * . & # < R # . 6 .

#$ & = A A G . # "D@ 0D@ M? . A . A 3D@ ) ) 6 & & ) // G . = . M? . . . 6 6 U ML 6 . . @ @ + M . A 2D . .D D Q D . 3) . 6 + U ?6 ' ' .I : 6 . < 6 6 < . N > : B:EF/ G 6 5 ? U C < ' = : > *26 : U6 '= :6 /< @ 6 .) ) D /<. 6 . = & 6 > @ M? 6 7 *D@ < ' < M? M? 6 6 <. $D6 M? + @ )D@ . . 5. = . 6 . 6 = = 3) 3) 6 + M . 6 7 + A : U > : B:EF/ ? . D &D ) ) D . M? . . A ?6 : 6 . 6 /B / 8 '/D / N . . . < 3 $$$#406 ' . D + <D > . = . M? 9 -D6 . M @ @ & 6 '( 6 A 6 D C . # . . = < 8 ! G ' 6 G( = ?@ ? . G 5 < # 6 . H ID@ . . & U . ::6 . A H.D D D D / #$ & 9 ' 6 . 6 = .

> 6 6 & 6 W /B / 8 '/ 6 A < = L . < . .. 6 < ( . V : /' C 7X . 6 ?6 3)F / /B / 8 '/ 6 < 6 . 6 > < . @ =. 6 ?6 . < . 6 : B:EF/ M . 6< A ?6 > . . = 6 . . ( . 3)D X . . @ . < . 5 5 . M/B / 8 '/ : < < ' = G . 6 7 < 6 < 6 9) 9) 7 6 N 6 = . > @ < .3)3 + 8 = . 6 6 < + . = 6 . ( = D =+ ( = 6 3). . % 8 L 4D6 M? /B / 8 '/ : A & =6 N U9 ?6 = = A 1 . . = 3)E : : B:EF/6 < + A / : 7 : B:EF/ = . 6 . . @ 6 /B / 8 '/ = . G. ? 3)9 < ' . ' = D : B:EF/ M . . = 6 3)A / . 6 .. : A . . > < 9 6 + + < 6 6 .. ? D : B:EF/D . ? % *! M : D 5 6 : B:EF/ ?U6 A & / ' A 'B % '/ B? @ U =( > &=( 0! M D ' 8 A L 8 U6 & > L@ /B / 8 '/ M : ?6 .

< ( 5 6 . ( < # @ A 6 3 .)A / / G 6 . .A) A) . ? . 6 A) ? . & A . < ? 5 ? & < 7 5 5 . < # . +. 6 # 58 .) 6 .G . . . = . . & ' . C 5 . . . < & > @ . 6 & < ! < ?6 < 6 <= (' / . '< # ? 6 . +. > ? 6 ? # = . > = . 6 = ' .)3 . . . 6 G > ? 6 . . & . & 6 6< . . .) 5 . . ?6 . . <+ .. .> @ 7 . / 6.) X < . . . <.)9 X . + G @ 6 @ G-M D = 6 . < . .

6 6 6 6 6 57 557 1 5557 587 = = & < . < = . # > 9 .

< 6 6.D D D @ D <D )3 D A 6 % .> > ( = 6 *!Y ( 6 @ . . 2 . ' 6 C & M + < M& C C < M& . 5 . > @ 6 @ 6 C 6 6 G 6 & @ H . G G . 6 > . D . 8 . . <. ) . D ) . D . ? + @ < 7 6 6 @ $ 7 = = = = A @ / .D . . C 6 . . . . . ' ( A = 6 6 .6 5 5 ' ' <. D@ . ND < 6 M =+ 6 N . 6 & ' 5 2 . & < . 6 C 6 N C ( D D . . > . & . 6 < = 6 . 6 < 6 . 6 6. .. 6 D = $ D . + & I A . 6 . % 6 .D .

G 6 = & 6 & I . <. = ) < . . . . .. + D6 I + @ A D D H & . . . . ( . 6 .G < / Z . # 5 .= D % # ' >D * )9 A )9) / / . &D % # & . )9) . 6 DC ( . . 6 = & & . . . . I6 D 7 <D + N D < & . ( . = + 7 . H H & 6 7 6 G 6 ? < . . 6 / < A 6 @ ) . ? = 6 6 . M& A @ U D @ !" 6 . . & M < # $ .D . . < = % @ . @ . . 6 < . & . 6 .. . . N M . )9)3 . @ H & I < + = 6 C + = '= 6 6 = 6 < =< < ... < = = . & = ( @ . @ 6 . N @ . & G < @ A .

@ < = + !6)! )3$ 6 . . . . . 6< 6 D . @ A .G 6 6 .D U H+I6 ) )3 Q . . ( ( . A D . . 6 = < = 5 '( = 6 %. )A @ 5 . 5 ( D6 <. 6 6 . 6 . . 6 H\I 6 < C 6 < *6)! + *6!! > =. < ( C 63 U H[I6 R' $8. 6. ( < 6 < 6 +6 6 @ )! . . . #$ M ) A. 6 . & . ) ) 6 < 7 6 < ) ) Q < 6 + D ) . ::C <A 6 ( . . # ' C 7 . / .$ D $ . 6 6 6 G 6 < . 6 + . M . . = 6 G .D 7 . 0( % . 6 6 = . <.D H]I 3 3) 3) =< 3)3 5 > # @ ' #$ = 548 5 @ . 6 6 7 =. . 6 6 . 6 . 6 D6 6 + 7 C 06!! + !626 "!! + !62! <. A 6 6 HSI .

... *C 1 54 5 '= ... G G G G % .. ?G $464$"632 "!4632 *2)634 J ")!6!! "*!6!! OK ))!6!! )*!6!! ?G B 2 % . % . ?G B 2 ?G B J 5 5 OK E .. % ... 6 55 85 ! + N = 5 5 8 + 5 J OK G G .8 . % .. % .

. 6 *4 7 RRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRR . + 6 < ) C .) ) ( JPK % 8 ' " 0 G 7( '1 0( GQ % #$ 6 / C TTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTT M . 6 D6 ' ( 6 & 1 6 < . . 7 7 6 & +. 6 ` M 8 ' H? I 7 C * ) . ? # ?6 ( MaD 6 ( L 6 . D ' ^ ( ? ^ ? 8/ 9 ^ ' 1/LBEF/ ' _ :/ M L'/ /B S ' ? B L'/ ? / EF/ /B / D % '1 / C TTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTT : ' ( < % 0"3!( ' ! / .6 4 5 ?/' L/ % " 6B 5 < = 5 58 5 555 ?/' L/ % * 5 : < ? ! ! 5 . *4 ..

. K ` . .6 M # # G # # 6 D6 < M = D6 & . ? # ?6 ( ( L 7 RRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRR MaD 6 6 . "! . D ? ( ?6 9 < C TTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTT / . 9 : : '/C 7 ! 7 ( JPK = ) #$ ) . 6 .?/' L/ % 0 C 5 ?/' L/ % ) 5C 54 5 ! :9/C ` 8 ' ' ' 9 : :' ' ' S ':EF/C C :' ' C 8 b 8F/ ?: / C /C :' ' C E/C '/C 8 ' . .

2A S 5 /8 /B / 8 '/C ? C 85 ! 2. 5C C 8 2 B 5 :9/C ` 9 '/C 5 c BL/ '/ 1 K % * B +. ) L:' ' ? 6 C & M C TTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTT . & # J I / 6 /. DC /. 6 : ! L/ ` 85 ! : : '/C ' E/C 9 : /C :' :' ' C 8 ' ' S ':EF/C :' ' C b 8F/ ?: C / C /7)))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))) .. M D6 c/'/C))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))) LC ))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))))) M D6 < M & & ' & + . ' R/ L/ L:' ' ? ' R/ L/ D6 = . D ( C & C TTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTT ? ( ?6 / M C TTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTTT .. 7 9 < 6 + + . # < . 6 .D H 6 . C D .. . =. . C . = . . > M & . .

/0-1 2 -/1 1 34 ' : B C /? '/ /B / 8 '/C C /8 ? C : BL/ '/ 1 /C _ ' / EF/ '/ 1 /C ' ' L:] EF/# : : EF/C L/ LC /9d :1/C V9L: / L1/C V? /' : : '/ 1 /C /'B / 8 '/ #' L:9 Ee C BL '/ # /? ' Ee C /9 C 6 < . 6 A . 6 =. < +.L 5 6/ 7 2D b :/ ' : : EF/ ? 1 / . + .. . < < ?6 . / . .

L # # + #$ Q N( Q O O O O O O O O O O O O O G 7 ' ' & ' L M . T( & % ' 1 #$ ) 3 .2E C < 7 RRRRRR 8 5 5 ' ' ( + Q N( Q O #$ . L # # 8 ! ' ' ( .

6 4 5 C ? L ( 7 # 7 7 ' & 7 7 L 4 7 7 58 5 5 5 5 5 5 : 7 ( #$ 7 5 N+ ! 7 # 7 7 ' & 7 7 7 ' #$ + ) % & #$ = C 8' ) ) ' / L8 L / C N : =. C L #' C TTTTTTTTTTTTT6 TTTTT6 TTTTTTTTTTTTTTTT TTTTTTTT ") .