P. 1
autismo resumo

autismo resumo

|Views: 41|Likes:

More info:

Published by: Viviane Tavares Pessoa on May 24, 2012
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOCX, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

05/24/2012

pdf

text

original

REFERENCIAS: http://www.psicologiananet.com.

br

http://www.universoautista.com.br/autismo
http://www.abcdasaude.com.br http://www.news-medical.net/health/Dopamine-Functions-(Portuguese).aspx http://apps.unibrasil.com.br/revista/index.php/saude/article/viewFile/245/193

AUTISMO

O QUE É?

TIPOS DE AUTISMOS: Autismo Atípico: não desenvolve relacionamentos sociais normais e freqüentemente apresenta maneirismos bizarros e padrões anormais de fala. Essas crianças também podem ter síndrome de Tourette, doença obsessivo-compulsiva ou hiperatividade. Autismo de Alto Nível Funcional: o mesmo que Síndrome de Asperger, mas com atraso no desenvolvimento da fala. Síndrome de Asperger: as crianças com essa doença têm alguns sintomas de autismo, incluindo pouca habilidade social e falta de empatia, mas elas têm habilidades lingüísticas apropriadas para a idade e um QI alto ou normal. A síndrome de Asperger é reconhecida antes dos dois primeiros anos de vida da criança, apresenta maior ocorrência no sexo masculino, é caracterizada por inteligência acima da normalidade, déficit na sociabilidade, interesses específicos e bizarros por cálculo, astrologia, física, química etc.

Autismo (verbal): Autismo ecolalia: repetição de palavras que acabaram de ser ditas por outras pessoas.

Autismo (não-verbal):

essas alterações do cérebro podem ser responsáveis pelos comportamentos do autista. Juntas.Autismo Classico/Síndrome de Kanner: outro nome para designar o autismo. PROBLEMAS PSIQUIÁTRICOS ASSOCIADOS: • TDAH (Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade) • Tiques (inclusive síndrome de Tourette) • DCD (Developmental Coordination Disorder – Transtorno do Desenvolvimento da Coordenação) • Hiperlexia • Depressão e ansiedade (embora talvez não sejam transtornos?) • Transtorno bipolar • Mutismo seletivo • Transtornos alimentares • Transtornos do sono • Transtornos de personalidade • Esquizofrenia/ catatonia COMO FUNCIONA O CEREBRO DO AUTISTA? O cérebro de uma criança com autismo apresenta alterações no corpo caloso. amígdala e cerebelo Dois dos neurotransmissores que parecem ser afetados são a serotonina. e o glutamato. que afeta emoção e comportamento. . que tem um papel na atividade dos neurônios.

ele percebeu que o neurônio do paciente com autismo possui algumas características físico-químicas distintas daquelas de um neurônio normal. de modo que esses pacientes geralmente só conseguem utilizar um dos seus sentidos por vez. SEROTONINA Pacientes autistas apresentam altas taxas de serotonina no sangue. um .Vários estudos de pesquisa estão focados na ligação entre os genes e o autismo. realizado em aproximadamente 50 instituições de pesquisa. responsável pela integração sensorial e pela fala. Em seus estudos. Esses dados vão ao encontro de outras pesquisas. tais como as desenvolvidas pela francesa Christelle M. Alysson percebeu que os núcleos dos neurônios autistas eram bem menores do que os dos neurônios normais e que o número de sinapses que esses neurônios de pacientes autistas faziam era bastante reduzido. O maior deles é o Projeto Genoma do Autismo (Autism Genome Project) da NAAR (National Alliance for Autism Research . Um estudo mostrou que. Durand. por exemplo. Esse esforço colaborativo. a via neural dentato-tálamo-cortical. conseguiu a incrível façanha de curar um neurônio autista. está examinando os 30 mil genes que formam o genoma humano em busca dos genes que desencadeiam o autismo. como também possuem erros em sua formação.Aliança Nacional para Pesquisa sobre Autismo). muito debilitada. portanto. mas não perceber as coisas que acontecem à sua volta. que publicou que os neurônios autistas não só possuem menos sinapses do que o normal. perdendo a eficiência na transmissão dos sinais. Entre elas. Bases cerebrais • Dopamina (Gillberg et al 1987) Neurônios dopaminérgicos do mesencéfalo São um principal Fonte de dopamina no cérebro. A integração sensorial nos autistas é. Pesquisas recentes mostram que há um desbalanço nos níveis de serotonina no cérebro de uma pessoa autista em relação ao de uma pessoa normal. de tal modo que fiquem posicionadas de maneira incorreta uma em relação à outra. A dopamina importante no Controle dos Movimentos. o porquê de um autista se concentrar tão fortemente em uma atividade. em autistas. em 2010. ERROS NA FENDA SINÁPTICA O cientista brasileiro Alysson Muotri. Isso explica. em 19 países.

ao mesmo tempo em que bloqueia sua recaptação. • Noradrenalina (Gillberg et al 1987) • Neuroliginas (Jamain et al 2003) • Glycinas. Múltiplos estudos têm examinado o potencial da fenfluramina. Ah. Depleção de dopamina cerebral e um principal Caracteristica da Doença de Parkinson. a qual promove a liberação desse neurotransmissor no espaço pré-sináptico. • Serotonina (em retardo mental também) (Coleman 1976) Com base em evidências implicando a disfunção da serotonina no Autismo Infantil. agonista indireto da serotonina. . as drogas com efeitos serotoninérgicos têm sido investigadas quanto a sua utilidade clínica nesse transtorno. para avaliar os cérebros de crianças de 6 meses. sua administração em longo prazo resulta numa redução da transmissão serotonina (5-HT) no SNC e. talvez. 1 ano e 2 anos de idade. GABA. chamada imagens de tensores de difusão. Motivação e cognição.Sinalização de Erro nd Previsão de Recompensa. Glutamato ? • Proteína GFA (Ahlsen et al 1993) • Gangliosides (Nordin et al 1998) • Endorfinas (Gillberg et al 1985) • Sistema imune (Plioplys 1989) Curiosidades: Os pesquisadores usaram uma tecnologia de ressonância magnética. Embora a fenfluramina aumente abruptamente a neurotransmissão de serotonina. seja essa redução da transmissão serotonina a responsável pela melhora de alguns sintomas do Autismo Infantil.

Marques Abreu Justificação: Este projeto objetiva a equiparação do autista às pessoas com deficiência. . 1º . A Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais decreta: Art. PROJETO DE LEI Nº 2. e 224 da Constituição do Estado. 218. 2º .913/2012 Inclui o autista como pessoa com deficiência. ficam garantidos ao indivíduo com autismo todos os benefícios e direitos das pessoas com deficiência. Sala das Reuniões. e o comportamento tende a ser repetitivo em áreas de interesse. Esse esforço colaborativo.148/2011. em 19 países. Art. o distúrbio aparece antes dos três anos. . 3º . Art. nos casos mais graves. 173 do Regimento Interno.Para fins de fruição dos direitos assegurados na Constituição do Estado. fica o indivíduo com diagnóstico de autismo reconhecido como pessoa com deficiência.Em decorrência do disposto nesta lei. A importância desta iniciativa decorre da falta de previsão desse enquadramento. nos termos do § 2º do art. Por esses motivos. educação e lazer. A linguagem é atrasada ou não se manifesta. está examinando os 30 mil genes que formam o genoma humano em busca dos genes que desencadeiam o autismo. parágrafo único. por conseguinte. O maior deles é o Projeto Genoma do Autismo (Autism Genome Project) da NAAR (National Alliance for Autism Research . De modo geral. comunicação e imaginação. este projeto de lei visa proporcionar aos autistas e seus familiares o direito à atenção integral à saúde e à educação. limita o acesso dos autistas a serviços públicos de saúde.Esta lei entra em vigor na data de sua publicação.Aliança Nacional para Pesquisa sobre Autismo). Anexe-se ao Projeto de Lei nº 2. De acordo com especialistas. Não se sabem exatamente as causas que levam à síndrome.Isto permitiu criar imagens tridimensionais que mostram alterações ao longo do tempo na "massa branca" de cada criança. O portador tem dificuldade de manter contato social. 1º de março de 2012. com tratamento multidisciplinar e apoio psicológico adequados conforme dispõe os arts. o que. Os pais e familiares de pessoas com autismo. nos últimos anos. de se comunicar espontaneamente e de realizar tarefas cotidianas. inclusive aqueles previstos nos arts. Vários estudos de pesquisa estão focados na ligação entre os genes e o autismo. o autismo é um transtorno neurológico que afeta o indivíduo em três áreas: interação social.Semelhante proposição foi apresentada anteriormente pela Deputada Ana Maria Resende. 218 e 224 da Constituição do Estado. realizado em aproximadamente 50 instituições de pesquisa. conto com o apoio dos meus nobres colegas para aprovação desta proposição. cujas características podem variar muito entre os indivíduos. vêm se organizando em defesa dos direitos dos portadores da síndrome. Enfim.

seis dessas características.COMO RECONHECER UM AUTISTA Os testes abaixo são baseados no Manual Estatístico e Diagnóstico da Associação Americana de Psiquiatria (DSM-IV).Tem dificuldade para entender expressões faciais ou gestos corporais? 1b . ou fala de forma estereotipada? 2d . uma do item B e a resposta é positiva para o item C Outras pistas Além dos critérios usados por profissionais de saúde.Faz movimentos repetitivos e estranhos? 3d . mas só no que se refere a um assunto? .É excessivamente interessada e preocupada por um tema estranho? 3b .Tem mais problemas para fazer amizade ou se relacionar que outras pessoas da sua idade ou grau de desenvolvimento intelectual? 1c . usar mímica)? 2b .Se apega a rotinas ou rituais? 3c . atividades e interesses restritos e estereotipados? [1] Preocupa-se demais com assuntos muito específicos e pouco ligados a sua realidade (como dinossauros ou nomes de planetas)? [2] É muito apegada a rotinas ou rituais? [3] Faz movimentos repetitivos e estereotipados (como se balançar)? [4] Preocupa-se demais com partes de objetos? C) Suas limitações causam sérias dificuldades sociais.É incapaz de participar de brincadeiras de faz-de-conta? [3] Comportamento. não compensada por outros meios (apontar. comunicação e interesse) presente antes dos 3 anos de idade Síndrome de Asperger A) A pessoa tem dificuldades para se socializar? [1] Ela tem dificuldade de olhar nos olhos ou não sabe usar a expressão facial. Autismo A) Analise as características da pessoa: [1] Problemas de interação social: 1a . compartilhar interesses ou atividades prazerosas com outras pessoas? 1d . é bom ficar de olho em outras características comuns [1] A criança se incomoda com som alto? [2] Parece não ter noção de perigo? [3] Costuma se auto-agredir? [4] Parece ser um gênio. em indivíduos com linguagem adequada.Não corresponde a manifestações de afeto ou aproximações sociais? [2] Déficits de comunicação: 2a . O diagnóstico final de autismo ou síndrome de Asperger só pode ser dado por um médico.Repete palavras sem sentido aparente e em situações estranhas. a postura corporal e os gestos para comunicar seus sentimentos? [2] É incapaz de fazer amizade ou mesmo manter uma conversação com pessoas da sua idade? [3] Não demonstra desejo de compartilhar situações agradáveis ou interesses (como apontar para objetos) [4] Não corresponde a aproximações sociais ou manifestações de afeto? B) Tem comportamento. duas das características do item A. espontaneamente.Raramente procura. uma do item 2 e uma do item 3.Inicia ou. de 1994.Interessa-se demais por partes de objetos? O autista terá. profissionais ou em outras áreas importantes de sua vida? Os aspergers têm. B) Só é autista quem apresenta atraso ou alguma anormalidade em pelo menos uma das áreas acima (social. no mínimo. atividades e interesses restritos e estranhos: 3a .Tem falta ou atraso do desenvolvimento da linguagem. mantém uma conversação? 2c . pelo menos. Sendo pelo menos duas do item 1.

[5] Encara demais as pessoas? [6] Teve otite grave quando bebê? [7] Sofre de refluxo ou outro problema gastrintestinal? .

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->