Você está na página 1de 3

R o n don

CEARÁ

NOTÍCIAS
Informativo do Projeto Rondon®
Associação Estadual dos Rondonistas do Ceará
No 23 - 2o Semestre/2008

Projeto Rondon
implanta coordenação
na Zona Norte do Ceará

O
professor Valdomiro Na sexta-feira, 21 de novembro,
Marques das Neves é o coordenador do Projeto Rondon em
o novo coordenador Sobral, professor Paulo Passos, reuniu-se
do Projeto Rondon na no Memorial da Educação Superior de
zona norte do Ceará. Ex-pró-reitor Sobral – Mess – com alunos dos cursos
de Administração da Universidade de Tecnologia da Construção Civil e En-
>> Professor Valdomiro Marques das Neves Estadual Vale do Acaraú – UVA –, genharia Civil da Universidade Estadual
Valdomiro vai assumir nova função Vale do Acaraú – UVA – para apresentar
idealizada pelo presidente do Pro- o professor Valdomiro e tratar dos pla-
jeto Rondon Nacional, cel. Sérgio nos para 2009. Professor Paulo Passos
Mário Pasquali. Em sua atividade, deixa a coordenação do Rondon em So-
professor Valdomiro vai atuar em bral e, a partir de agora, é o responsável
Sobral, Reriutaba, Camocim e Serra pelo boletim Rondon Ceará Notícias.
da Ibiapaba, que compõem a região Na próxima edição, uma entrevis-
norte do estado. ta completa com professor Valdomiro.

>>NESTA EDIÇÃO
Entrevista
COM O presidente
nacional do
Projeto Rondon
PÁGS. 2 e 3

CEL. PASQUALI FAZ PALESTRA


NA PROGRAMAÇÃO DOS >> Coronel Sérgio
40 ANOS DA UVA PÁG. 4 Mário Pasquali
2 R o n dN oO TnÍ C I A S R o n dN oO TnÍ C I A S 3
CEARÁ CEARÁ
No 23 No 23
2o Semestre/2008 2 Semestre/2008
o

>> ENTREVISTA

É preciso que se motive a juventude universitária brasileira


para a problemática deste país multicultural e multiracial
Coronel Sérgio Mário Pasquali, Ceará Rondon Notícias: O senhor parti-
cipou da história do Projeto Rondon, des-
SMP: Vamos dizer o seguinte: quando
você atua numa área, você leva benefício para a
que o Rondon pode ser empregado por lá. É
preciso ver também qual é a possibilidade de
presidente nacional do Projeto Rondon de sua implementação até hoje, quando o área e leva o benefício para o universitário que apoio do Governo do Estado, a possibilidade
Rondon começa a se reconfigurar. Qual é o atua na área. Discutia-se muito no Rondon o de apoio de alguns municípios, a problemática
rumo que o Projeto está tomando? que era mais importante: se é o benefício que dos municípios mais carentes, e até que ponto
Cel. Sérgio Mário Pasquali: O que nós você deixa na área, ou se é o benefício que você os prefeitos terão capacidade de entender

À
queremos é que a sociedade brasileira absorva coloca na cabeça do universitário. Eu diria o isso e interagir conosco, colaborar conosco.
primeira vista, cel. visitarem o Estado nortista en- cada vez mais o Projeto Rondon. Não queremos seguinte: não importa você querer qualificar O Rondon não pode ser padronizado, ele
Pasquali é um senhor quanto voluntários no Rondon. que o Rondon seja um empreendimento do qual é o maior. O importante é que o univer- pode ser padronizado em sua filosofia, mas
altivo e dinâmico. Durante sua apresentação, governo, mas queremos que o Rondon seja sitário adquira uma consciência a respeito da ele é diversificado em sua forma de atuação
um empreendimento da sociedade brasileira, realidade em que ele está inserido. Adquirida (Cel. Pasquali visitou o Pará antes do fechamen-
Educado, pronuncia-se cel. Sérgio Mário Pasquali vinculado, evidentemente, às instituições de essa consciência, que ele passe a pautar sua vida to deste boletim).
com clareza. Passados 80 anos deixa claro que o Rondon não ensino superior. Ele utiliza, basicamente, o uni- profissional com essa consciência, dando uma Aqui, no Ceará, estou esperando a reati-
de vida, Pasquali demonstra o é apenas história. Trata-se de versitário. Se você fizer um retrospecto, as uni- contribuição, sempre que necessário, para que vação do Rondon no campus de Reriutaba, e
versidades no passado se limitavam a dar aula o País se integre culturalmente e do ponto de agora, criando a coordenação de área aqui em
entusiasmo de um menino ao presente e futuro. Para lançar dentro de seus muros. O programa de extensão vista de educação. Sobral, extendendo e intensificando as ativida-
falar de uma de suas paixões: o Projeto na conjugação futura, era muito teórico. Algumas universidades des do Rondon na zona norte do Estado. A idéia
Projeto Rondon, o maior afirmou que rondonistas farão começaram a fazer alguma coisa de extensão. CRN: A construção da cidadania é a é ir para Camocim, Reriutaba, mobilizando os
O Rondon nasceu exatamente por causa dessa descoberta da consciência a partir do grupos universitários dessa área em benefício
programa de extensão univer- parte dos pelotões de fronteira ausência de extensão universitária. Ele veio su- outro... O Rondon possibilita o auto- da região. Eu e o Professor Teodoro (presidente
sitária realizado na história do na região Norte, contribuindo prir falhas das universidades. As universidades conhecimento a partir do outro... da Associação dos Rondonistas do Estado do
Brasil. Para se ter uma idéia, com o fortalecimento dos aderiram ao Rondon. Hoje, você já tem várias SMP: ... saindo um pouco da individualida- Ceará) estávamos discutindo como resolver o
universidades com um programa de extensão de, entrando no problema nacional. É preciso problema de Sobral. É um desafio. Esse desafio
ao longo de 41 anos do Projeto, limites nacionais e com a popu- significativo. Você tem uma universidade no que você desperte o jovem para a realidade des- é nosso. Não é apenas assistir a população, não.
mais de 400 mil rondonistas lação carente. Pará que praticamente ocupou os antigos campi se País continental e multicultural. Nós temos Nós temos que interagir com ela no sentido de
foram mobilizados a contri- Nesta entrevista, concedida do Rondon, e está fazendo um trabalho seme- várias realidades. Estamos construindo um País despertá-la pro mundo atual, e de como, nesse
lhante. Mas tem universidade que continua diferente dos outros, porque é um País que tem mundo atual, ela pode desenvolver suas ativida-
buir voluntariamente com a ao Expresso do Norte de Sobral ainda dentro dos seus muros apenas dando diversidade cultural, não tem preconceitos, e des para ter maior qualidade de vida.
sociedade. Em sua palestra, (CE), e cedida gentilmente aulas. É preciso que se motive a juventude precisa construir algo diferente dos outros, não
ministrada na UVA, no dia 24 ao Ceará Rondon Notícias, universitária brasileira para a problemática só pela língua, mas pela diversidade cultural. CRN: A UVA tem sido parceira do
deste país multicultural e multiracial, que se Há uma coisa mais profunda na atividade do Rondon há vários anos. De que forma ela
de outubro, o oficial educador Pasquali trata dos rumos do mobilize essa juventude a dar uma contribuição Rondon que tem que ser considerada. poderia ajudar nesses outros municípios
demonstra que não apenas o Rondon, da construção da para resolver os problemas mais cruciais e, ao da zona norte do Ceará?
Brasil foi transformado com o cidadania a partir do projetos mesmo tempo, para construir uma consciência CRN: O Rondon está representado em SMP: Nós temos que considerar que cada
a respeito disso, como futuro profissional. É quase todos os estados do Brasil. O que caso é um caso. A atuação em Camocim eu
Projeto Rondon; vidas também universitários de extensão, uma idéia maior. Desenvolvimento e integração nós podemos antecipar para os leitores no não sei como será. Eu teria que sentar com as
foram modificadas: há 427 e antecipa as novidades que nacional seriam as palavras-chave. que se refere às ações nacionais e regio- autoridades em Camocim para ver quais são as
profissionais do município de serão implantadas em nível nais do Projeto? áreas que justificam as atividades do Rondon, o
CRN: É a idéia de integração a partir da SMP: Eu estou para ir visitar o Pará há que a UVA tem na área, enfim, fazer um levan-
Santa Maria (RG) que foram nacional e regional. Com a extensão universitária, quer dizer, primei- muito tempo. Eu vou aproveitar a deixa para tamento da situação e um estudo no sentido
morar em Roraima depois de palavra, cel. Pasquali. ro o aluno recebe a bagagem cultural no fazer um esforço para que, antes que o ano de planejar a atuação. Eu não sei se ficou claro.
lugar em que estuda, e, posteriormente, termine, eu vá lá. Não existem atividades do Você não pode padronizar as ações do Rondon,
ele põe em prática - a partir da extensão Rondon neste estado do Norte do Brasil. Eu você mantém uma filosofia única, mas a execu-
universitária e do Rondon - numa constru- vou sentar com o pessoal dos institutos da ção é decorrente da problemática da área aonde
ção da cidadania. UVA no Pará para verificar aonde eles acham a ação vai ocorrer.
4 R o n dN oO TnÍ C I A S
CEARÁ
No 23
2o Semestre/2008

>>EXPEDIENTE >> UVA 40 Anos

ASSOCIAÇÃO ESTADUAL DOS


RONDONISTAS DO CEARÁ
Projeto Rondon e monitoria
PROJETO RONDON/CE

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO
são temas de palestras

A
José Teodoro Soares
Presidente Universidade Estadual Vale do Federal do Ceará (UFC) e ex-secretário
Antônio de Albuquerque Sousa Filho Acaraú (UVA), com sede em de Educação do Estado do Ceará Antonio
Vice-Presidente Sobral (CE), comemorou 40 Albuquerque. Teodoro e Albuquerque
Pedro Henrique Chaves Antero
anos de fundação no dia 23 de são, ainda, respectivamente, presidente e
Vice-Presidente outubro. Para celebrar a data, a semana vice-presidente do Conselho Deliberativo
compreendida entre 20 e 24 foi dedicada da Associação dos Rondonistas do Ceará.
Marcondes Rosa de Sousa
Membro à extensa programação cultural, esporti- A vice-reitora da UVA, professora
va, e acadêmica. O último dia de festejos Palmira, afirmou na abertura do evento
Olga Rubênia da Silva Caminha de
Menezes
foi marcado por trabalho de graduação e que os alunos são os protagonistas da
Membro extensão universitárias. Dia 24, às 08:30 Universidade. Antecipando a palestra do
horas, no Auditório Central daquela professor Roberto Sérgio Farias, disse
Eurileny Lucas de Almeida
Membro Universidade, campus da Betânia, teve que os monitores encaram o espírito do
início o V Encontro de Iniciação a Docên- voluntariado. Em seu discurso, professo-
CONSELHO FISCAL cia, com palestras do professor Roberto ra Ludmila ressaltou que o programa de
Domingos Miguel Antônio Gazzineo Sérgio de Farias e do cel. Sérgio Pasquali. monitoria tem como objetivo preparar
Presidente Farias, conselheiro de Educação do Ceará o aluno para a docência. Lembrou que o
Eduardo Girão Santiago e professor doutor da UVA, tratou do trabalho de monitoria é extra-curricular,
Membro tema “Importância da monitoria na vida e que o sucesso da empreitada pode
Geraldo Lúcio Telles do Carmo
profissional”. Pasquali, presidente nacio- ser medido em números: em 2008, 67
Membro nal do Projeto Rondon, discorreu sobre o discentes apresentaram trabalhos de
“Projeto Rondon: ação voluntária”. monitoria.
COORDENAÇÃO DO Várias autoridades universitárias Em sua palestra, professor Roberto
PROJETO RONDON/CE estiveram presentes ao evento: reitor Sérgio abordou questões jurídicas,
Adyr da Silva Sampaio Antonio Colaço Martins, vice-reitora pedagógicas, metodológicas e humanas
Coordenador no Ceará Maria Palmira Soares de Mesquita e referentes ao trabalho do monitor
Valdomiro Marques das Neves a pró-reitora de Graduação Ludmila discente. Fundador do Projeto Rondon,
Coordenador na Zona Norte do Apoliano Albuquerque. Além deles, cel. Pasquali traçou, resumidamente,
Ceará compuseram a mesa o ex-reitor da UVA e a história do Projeto; revelou, ainda,
deputado estadual Professor José Teodo- missão e objetivos, além dos programas
Tiragem: 300 exemplares ro Soares, e o ex-reitor da Universidade desenvolvidos ao longo de 41 anos.
Paulo Passos de Oliveira
MTb: 19.553
Editor e redator
Neil Silveira
Editoração eletrônica >> Professores Roberto
Sérgio, Ludmila,
Apoio: deputado Teodoro Soares,
cel. Pasquali e
prof. Albuquerque