Você está na página 1de 8

UNIÃO DO ABC

ANO 8 - Nº 152

20 A 30 DE MARÇO DE 2013

www.uniaoabc.com.br ( (11) 4396-8833 | 2831-4247

São Bernardo recebeu de pedágio R$ 17 milhões em 2012

Sal nas comidas deFast Foods aumenta oriscodecontrair doenças autoimunes

Foto: Divulgação

Foto: Giuliana Martha

PÁGINA 2
PÁGINA 2

que acontece é que esses tipos de alimento provocam um aumento nas células inflamatórias

PÁGINA 8
PÁGINA 8

O

Sistema Anchieta/Imigrantes, o pedágio mais caro do Brasil, que custa R$ 21,20. O repasse deste pedágio é direcionado ao município de São Bernardo do Campo

Aplicativo“NaReal”mostravalor do imposto em cada produto

Santo André abre inscrições para 1ª seletiva de Ginástica Artística Masculina

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

PÁGINA 2
PÁGINA 2

Arthur Zanetti se tornou um ícone da ginástica artística no Brasil, e também no ABC, pela medalha de ouro nas argolas, na Olimpíada de Londres, em 2012

Concurso em Santo André oferece diversos cargos em todos os níveis

PÁGINA 5

PÁGINA 8André oferece diversos cargos em todos os níveis PÁGINA 5 O aplicativo conta com mais de

O aplicativo conta com mais de 500 categorias de produtos para verificar a porcentagem de impostos

Inadimplência do consumidor recua 3,4% em fevereiro

Zona Azul de São Caetano aumenta para R$ 2

Foto: Lucas Lima

Índice caiu pelo quarto mês consecutivo, desemprego baixo e renda crescente são os fatores que explicam o resultado

Foto: Bruna Romanholo

PÁGINA 7
PÁGINA 7

O Indicador Serasa Experian de Inadimplência do Consumidor reflete o comportamento da inadimplência em âmbito nacional

PÁGINA 4
PÁGINA 4

Funcionárias da rede Joanin recebem cheque das mãos de diretores do SEC ABC em loja de Santo André

Atentooferece1.198

vagas de emprego

PÁGINA 5

A2

SAÚDE/ESPORTE

EDITORIAL

Paraondeestáindoo dinheirodos pedágios?

da descida para o litoral, que é o mais caro do Bra-

da descida para o litoral, que é o mais caro do Bra-

sil

e cujo repasse é dado ao

município de São Bernardo do Campo. Pior ainda é ver que fal- tam pontos de apoio para os caminhoneiros nas es- tradas, onde eles possam comer, tomar banho e dormir devidamente bem,

falta melhorias de asfalto

Giuliana Martha giuliana@uniaoabc.com.br

segurança, ou seja, pa-

gamos por um serviço que precisa melhorar. Os próprios municípios que recebem dinheiro do repasse deveriam e devem investir em benefícios da- queles que estão dia a dia nas estradas. É claro que, usar o dinheiro para ajudar outras áreas é cabível, como por exemplo, 10% do valor do pedágio ser investido na saúde (se está precisando de investimento, por que não?). Mas o objetivo principal é investir nas rodovias, de for- ma que dê gosto de pagar pelos pedágios.

e

Em diversos momentos, eu imagino se existe a possibilidade de diminuir valores abusivos como o do pedágio. Concluo que é possível sim, mas para quem recebe o dinheiro, falta motivação para redu- zir a taxa. Infelizmente, e mais uma vez, sobra para nós, para a população. Caminhoneiros e traba- lhadores que precisam atravessar cidades e usar os pedágios para garantir seu salário, sofrem grada- tivamente com as taxas, principalmente o pedágio

A formação das nossas cidades

Fábio Silva Gomes fabio@uniaoabc.com.br

Fábio Silva Gomes fabio@uniaoabc.com.br

hoje formam um só povo, devemos considerar cada passo da história que nos trouxe até aqui. E sem des- considerar qualquer fase. O ABC, embora não pareça,

muito heterogêneo. Há

quem tenha se desenvolvi- do por conta de um ramo de atividade só, há quem tenha progredido por causa da rodovia, há quem cres- ceu devido à ferrovia. Mas

é

 

é

uma região muito junta,

 

No último dia 19 de mar- ço, dia de São José, Ribei- rão Pires comemorou mais um ano. Estudando a histó- ria da cidade, o que muito me apetece, posso ver mais uma vez o quanto a forma- ção dos núcleos coloniais de imigrantes contribuiu para a criação não só da “Pérola da Serra”, mas de todas as cidades do ABC. Se hoje nós somos um conglomerado de nações que vivem juntas, já que migrantes e imigrantes

muito dinâmica, com pro- blemas semelhantes e cuja resolução conjunta seria muito mais fácil. Na região do ABC, num re- moto passado, nada havia e muito se desenvolveu. É por

isso que, quando pessoas li- gadas ao meio social, polí- tico, empresarial ou outros, fazem suas mensagens de homenagem à cidade ani- versariante, sempre as es- tendem para os munícipes.

E

com razão, pois nada se-

ria das cidades sem o labor de seus habitantes.

nada se- ria das cidades sem o labor de seus habitantes. 20 A 30 DE MARÇO

20 A 30 DE MARÇO DE 2013

JORNAL UNIÃO DO ABC

Sal nas comidas de Fast Food aumenta o risco de contrair doenças autoimunes

Por Giuliana Martha

As doenças autoimunes têm aumentado em todo o mundo e são mais comuns em mulheres. Doenças como diabetes tipo 1, lúpus, escle- rose múltipla, artrite reuma- tóide são autoimunes. Elas acontecem quando o sistema imunológico ataca células da

própria pessoa, como se elas fossem invasoras. Cientistas nos EUA fizeram uma série de pesquisas, com base em diversas outras pu- blicações e constataram que o

sal nos alimentos de fast-food, pode aumentar o risco de con- trair as doenças autoimunes.

O que acontece é que esses

tipos de alimento provocam um aumento nas células infla- matórias. Além disso, os pes- quisadores concluíram que

Foto: Divulgação

disso, os pes- quisadores concluíram que Foto: Divulgação O que acontece é que esses tipos de

O que acontece é que esses tipos de alimento provocam um aumento nas células in- flamatórias

as doenças são fruto de uma interação ruim entre os genes e o meio ambiente. Os pesquisadores ressal- tam que simplesmente bai-

xar o nível do sal depois de contrair uma doença autoi- mune não é suficiente para reverter a situação. Contudo, para aqueles que

não possuem a doença, a re- comendação é baixar o consu-

mo de sal, evitar as junk food

e alimentos processados.

Santo André abre inscrições para 1ª seletiva de Ginástica Artística Masculina

Ao todo serão disponibilizadas 40 vagas; seleção acontecerá nos dias 16 e 30 de março e será destinada para jovens com idades entre 6 e 10 anos

Da Redação

O departamento de Esporte

de Santo André realizará a

1ª seletiva para escolher no-

vos atletas da cidade. O obje- tivo é resgatar as equipes de ginástica artística masculina

e descobrir novos talentos

para o futuro. Serão disponi- bilizadas 40 vagas.

Poderão participar todos os meninos com idade entre 6 e

10 anos, nascidos entre 2003

e 2007, que residam no mu-

nicípio. A peneira é gratuita

e acontecerá nos dias 16 e

30 de março, às 9h, no Gi- násio de Ginástica Artística ALPINA. A recomendação é que todos venham com trajes confortáveis, já que irão pas- sar por testes físicos. As aulas programas acon-

Foto: Divulgação

testes físicos. As aulas programas acon- Foto: Divulgação Arthur Zanetti se tornou um ícone da ginástica

Arthur Zanetti se tornou um ícone da ginástica artística no Brasil, e também no ABC, pela medalha de ouro nas argolas, na Olimpíada de Londres, em 2012

tecem às terças e quintas, sempre no período da tarde, para os jovens entre 6 à 8

anos e às quartas e sextas- -feiras para os meninos com 9 e 10 anos de idade. Em am-

bos os dias o horário de aula

é o mesmo, das 14h às 17h.

Crianças superam adultos no aprendizado quandoambosdormembem

Por Giuliana Martha

Uma boa noite de sono é extremamente importante para qualquer idade. Além disso, muitos sabem que dor- mir ajuda a reforçar a memó-

ria e facilita no aprendizado. Cientistas da Universidade de Tubingen (Alemanha) pesquisaram as diferenças entre o aprendizado para a criança e para o adulto com

o auxílio do sono. De fato, as crianças preci- sam lidar com um volume maior de novas informações, talvez por isso elas durmam profundamente. Os pesqui- sadores submeteram crian- ças e adultos para tarefas de memorização e aprendizado, dividindo em dois grupos: os que dormiram bem e os que ficaram acordados. O resultado mostrou que aqueles que dormiram bem tiveram bons resultados.

Foto: Divulgação

que dormiram bem tiveram bons resultados. Foto: Divulgação A pesquisa revelou que as crianças aprendem mais

A pesquisa revelou que as crianças aprendem mais que os adultos, mesmo que ambos durmam bem

Mas as crianças lembraram mais informações que os adultos. Conforme a pesqui- sadora Dra. Ines Wilhelm, “a capacidade extraordinária

das crianças está relaciona- da com o maior tempo de sono profundo que elas têm”. Através das pesquisas, cien- tistas apontam para a possi-

bilidade de reforçar a me- mória durante o sono, bem como aprender dormindo.

UNIÃO DO ABC

O Jornal ‘União do ABC’ está registrado no Instituto Nacional de Propriedade Industrial, sob o nº 827.225.180, no Registro de Títulos e Documentos Cível de Pessoas Jurídicas sob o nº 178.263,

Administração, Redação e Publicidade:

Av. Maria Servidei Demarchi, 1.898 - Demarchi - S.B Campo/SP CEP 09820-000 - Fone/Fax: (11) 4396-8833 / 2831-4247

Jornalistas:

José de Lima Ribeiro MTB 56.758, Fábio S. Gomes, Giuliana Martha Fotos: Aylton Ribeiro e Lucas Lima Vídeos e edição: Silvia Cavalcanti

Periodicidade: Semanal

“Os artigos não refletem a opinião deste jornal, sendo as opiniões e matérias de inteira responsabilidade de seus autores. Fica assegurado o direito de resposta a quem interessar, na forma do Artigo 5º incisos V da Constituição Federal.”.

Circulação: São Bernardo do Campo, Santo André, São Caetano do Sul, Diadema,Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra.

Diagramação e Arte Final:

Alessandro Bueno

Fotolito e Impressão: Grafica Folha

atendimento@uniaoabc.com.br | jornaluniaodoabc@gmail.com jornalismo@uniaoabc.com.br | www.uniaoabc.com.br

Assessoria Jurídica: Dr. Jazanias Oliveira Santos

Av. Portugal, 397 - Apt. 1004, Centro - Santo André/SP.CEP:09040-010 Fones:(11) 4901-0398, 95657-8855, 7872-7501 id. 86*16200

JORNAL UNIÃO DO ABC

20 A 30 DE MARÇO DE 2013

SINDICAL/REGIONAL

A3

Ação coletiva do SEC ABC beneficia trabalhadores do Joanin

Da Redação

No último dia 11/03, o Sindi-

cato dos Comerciários do ABC

e região promoveu uma ação

beneficiando os trabalhadores

da rede varejista de supermer-

cados Joanin. O acordo, de cerca de R$ 1 milhão, bene- ficiou cerca de 800 trabalha- dores em todas as lojas do Co- mercial Oswaldo Cruz (Rede Joanin) da região do ABC. Durante toda a manhã e início da tarde, diretores do sindicato estiveram nas lojas conferindo o pagamento do acordo aos trabalhadores. O número de parcelas varia de acordo com o valor recebi- do, que vai de R$ 300 a R$ 1573, dependendo do caso de cada funcionário. O pa-

Foto: Giuliana Martha

do caso de cada funcionário. O pa- Foto: Giuliana Martha Funcionárias da rede Joanin recebem cheque

Funcionárias da rede Joanin recebem cheque das mãos de diretores do SEC ABC em loja de Santo André

gamento é relativo ao cum- primento de horas extras e banco de horas a partir de janeiro de 2011.

Trata-se de mais um direito conferido ao trabalhador da categoria por meio de uma negociação do sindicato, que

visa oferecer e dispor ao tra- balhador todo o amparo ne- cessário . A rede Joanin tem 49 anos de existência e 17 lo-

jas, a maioria no Grande ABC (cidades de Santo André, São

Bernardo, São Caetano, Diade- ma, Mauá e Ribeirão Pires).

Foto: Giuliana Martha

Diade- ma, Mauá e Ribeirão Pires). Foto: Giuliana Martha Cheque do benefício recebido por funcionária, como

Cheque do benefício recebido por funcionária, como mais uma conquista do sindicato

Abono dos professores tem novidades e devem aumentar este ano em São Caetano

Da Redação

O projeto de lei que con-

cede abono aos professores,

diretores e outros servidores da educação de São Caetano foi encaminhado para a Câ- mara Municipal da cidade, pelo prefeito Paulo Pinhei- ro. O projeto traz novidades como o aumento do repasse, além do aumento de mais uma parcela de abono, ao in- vés de nove, agora serão dez. Os valores reajustados presumem que os diretores recebam de abono R$ 700

e não mais R$600. Para os

coordenadores pedagógicos

e de eventos, assistentes e

orientadores passarão a pa- gar R$600 e não R$550. Professores da rede de Edu-

Foto: Alexandre Yort/PMSCS

Professores da rede de Edu- Foto: Alexandre Yort/PMSCS Encontro da prefeitura com os educadores de São

Encontro da prefeitura com os educadores de São Caetano para expor as perspectivas e propostas para os docentes

cação Infantil e Fundamental I devem receber o abono de R$ 550. Para os professores

do Fundamental Nível II, foi criada uma tabela para que o abono seja feito de acordo

com a quantidade de aulas ministradas (veja tabela). Outra novidade que traz o

projeto é a inclusão do arti- go 4º que condiciona o pa- gamento do abono dentro da escola. Ou seja, qualquer falta ou ausência injustifica- da prejudica o andamento da rotina escolar, tendo relação direta à qualidade de ensino, afirmou o secretário munici- pal da Educação. Além disso, foram incluídos os professores de Idiomas e de Informática das escolas

municipais para receber o abono. Os psicólogos, fisiote- rapeutas, terapeutas e assis- tentes sociais da Fundação Municipal Anne Sullivan re- ceberão o abono de R$ 500. Secretariados e funcioná- rios administrativos de apoio as escolas receberão R$ 250, de acordo com a prefeitura, significa um aumento de 25% em relação a 2012.

Professores Ensino Fundamental Nível II:

Abono:

Até 7 aulas

R$ 100

De 8 a 14 aulas

R$ 250

De 15 a 19 aulas

R$ 400

De 20 a 24 aulas

R$ 500

Acima de 25 aulas

R$ 600

De 20 a 24 aulas R$ 500 Acima de 25 aulas R$ 600 SINDICATO DOS COMERCIÁRIOS

SINDICATO DOS COMERCIÁRIOS DE SANTO ANDRÉ E REGIÃO DO GRANDE ABC

DOS COMERCIÁRIOS DE SANTO ANDRÉ E REGIÃO DO GRANDE ABC Feliz aniversário, Ribeirão Pires! Ribeirão Pires,

Feliz aniversário, Ribeirão Pires!

E REGIÃO DO GRANDE ABC Feliz aniversário, Ribeirão Pires! Ribeirão Pires, a Pérola da Serra. Nossa
E REGIÃO DO GRANDE ABC Feliz aniversário, Ribeirão Pires! Ribeirão Pires, a Pérola da Serra. Nossa

Ribeirão Pires, a Pérola da Serra. Nossa estância turística da região do Grande ABC.

Serra. Nossa estância turística da região do Grande ABC. Parabenizamos, nesta data, a cidade por seus

Parabenizamos, nesta data, a cidade por seus 59 anos de história e a todos os seus moradores, principalmente aqueles que atuam na categoria comerciária, parcela significativa do desenvolvimento desta bela cidade, que está 100% em área de mananciais, levando o nome de um importante rio da cidade.

Endereços

Santo André

- Rua Padre Manoel de Paiva, 55 - Bairro Jardim - CEP: 09070-230 - Tel: 4992-1522

4992-1505 / Fax: 4992-7866 São Caetano do Sul - Rua Santa Rosa, 67 - Centro - Tel: 4228-1952 São Bernardo do Campo - Rua Odeon, 86 - Vila Alcântara - Tel: 4127-1464 Diadema - Rua São Jorge, 311 - Centro - Tel: 4048-2121 Maúa - Rua Guido Monteggia, 97 - Centro - Tel: 4541-5469

www.secabc.org.br

adm.secsa@terra.com.br

diretoria.secabc@terra.com.br

"Bem aventurado é o povo que confia em Deus" (sl. 3312)

A4

SINDICAL

20 A 30 DE MARÇO DE 2013

JORNAL UNIÃO DO ABC

Carlos Grana cumpre promessa e volta ao Sindicato dos Comerciários do ABC

Da Redação

Do berço sindical à prefei- tura de Santo André. Voltan-

do

para suas raízes, o prefei-

to

andreense Carlos Grana

visitou o Sindicato dos Co- merciários do ABC e Região

no último dia 12/03 para ex-

por os projetos que já estão

em andamento e reafirmar os compromissos que sairão do papel em seu governo. Esta foi a segunda visita de Carlos Grana ao sindica- to, já que ele esteve duran- te a campanha na entidade e agora volta, já eleito. “Na primeira vez, ele veio para expôs suas propostas, na se-

gunda, é para ser cobrado”, brincou o vice-presidente do SEC ABC, Lourival Cristino. Além disso, outros segmen- tos profissionais também marcaram presença na reu- nião. Estiveram presentes o presidente do Sincomércio ABC, Carlos Buchala; do Sin- dicato dos Metalúrgicos de

Foto: Giuliana Martha

do Sin- dicato dos Metalúrgicos de Foto: Giuliana Martha Convidados e categoria, unidos, recepcionaram o prefeito

Convidados e categoria, unidos, recepcionaram o prefeito de Santo André, Carlos Grana

Santo André - categoria em

que Grana atuou por 30 anos - Cícero Firmino Martinha;

o Sindicato dos Padeiros de

Santo André, com o vice- -presidente Pedro Pereira de Sousa (Pedrinho dos Padei- ros) e o Sindicato dos Hote- leiros de Santo André. Vale lembrar que a participação

dos comerciários, aposenta- dos e das mulheres da cate- goria também foi intensa.

Algumas reivindicações fo- ram expostas para o prefei- to, como as questões viárias, de segurança, transporte e a falta de creches, além de pro- blemas pontuais dos bairros. Por fim, o SEC ABC fez um

apelo ao prefeito, para que, juntos, seja possível pleitear um espaço para instalação do Clube dos Comerciários, um espaço de convivência para todos os trabalhadores da região. Ao final, foi servido um café da manhã para os convidados.

Foto: Giuliana Martha

um café da manhã para os convidados. Foto: Giuliana Martha Na mesa, recepcionando o prefeito Carlos

Na mesa, recepcionando o prefeito Carlos Grana, estiveram Cícero Martinha, Lourival Cristino, Minervino Ferreira, Carlos Buchala e Pedrinho dos Padeiros

Jornal União do ABC entrevista presidente do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC

Da Redação

Um dos mais influentes sin-

dicatos do Brasil, que entrou para a história com as greves

do final dos anos 1970, está

em São Bernardo. Por este

motivo, o Jornal União do ABC entrevistou o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC (SMABC), Rafael Marques, que falou um pouco sobre

a história do sindicato - que

atende SBC, Diadema, Ribeirão

Pires, e Rio Grande da Serra - contextualizou a categoria e comentou sobre a 7ª Marcha das Centrais Sindicais, que aconteceu em Brasília e teve a presença de cerca de 500 tra- balhadores de sua base. Sobre a importância da marcha, Marques explicou que, ano após ano, várias rei- vindicações têm sido aten- didas pelo governo devido

à união dos trabalhadores.

Este ano, os assuntos abor- dados foram a redução da jornada de trabalho para

Foto: Giuliana Martha

redução da jornada de trabalho para Foto: Giuliana Martha Rafael Marques é entrevistado pelo repórter Fábio

Rafael Marques é entrevistado pelo repórter Fábio Gomes, do Jornal União do ABC, con- textualizando a categoria no mercado de hoje

40 horas semanais, o fim do fator previdenciário, a valo- rização do trabalho da mu-

lher, o uso de 10% do PIB na educação, entre outros . “A correção da tabela de Impos- to de Renda, o Salário Míni-

mo e diversos temas foram discutidos graças à força da marcha nos outros anos. Em 2013 não foi diferente, por isso tratamos este evento com tanta dedicação”. Entre histórias e dados – a

categoria chegou a ter 159

mil metalúrgicos em 1989, auge da indústria no ABC – , Marques falou também sobre

a preocupação com o social,

com a educação e com a ca- tegoria. Frisou, no entanto,

que o sindicato não deve ser apenas uma entidade assis- tencial e fazer o que é dever do Estado – este é o modelo sindical do passado – e sim focar na luta, na obtenção dos direitos e na garantia dos benefícios. Aproveitou o mês

da mulher para falar sobre a participação feminina na ca- tegoria (que hoje representa 14% do total). A matéria com- pleta sobre a entrevista po- derá ser vista em vídeo, em breve, no Portal de Notícias do Jornal União do ABC.

Foto: Giuliana Martha

de Notícias do Jornal União do ABC. Foto: Giuliana Martha Para Rafael: “Muitas das reivindicações dos

Para Rafael: “Muitas das reivindicações dos trabalhadores

foram atendidas graças à nossa batalha, ano após ano. O sindicato não precisa ser apenas uma entidade assisten- cial e sim um instrumento de luta para a categoria”

Paulo Pinheiro recebe a visita do vice-presidente da GM no Brasil

Da Redação

Para fortalecer a longa

parceria existente entre a Prefeitura de São Caetano do Sul e a General Motors,

o prefeito Paulo Pinheiro

esteve reunido com Marcos Munhoz, vice-presidente da

empresa no Brasil, e Antonio Carlos Ramos, gerente de Relações Governamentais. O encontro ocorreu na manhã

do último dia 12/03, no Pa-

lácio da Cerâmica, sede do Governo Municipal. Na ocasião, Munhoz convi- dou o chefe do Executivo para

visitar a planta sancaetanense

da GM. Pinheiro, por sua vez,

acenou positivamente ao con-

vite, e disse que a irá até o lo-

cal “o mais breve possível”.

Foto: Alexandre Yort/PMSCS

cal “o mais breve possível”. Foto: Alexandre Yort/PMSCS Vice-presidente da GM no Brasil esteve reunido com

Vice-presidente da GM no Brasil esteve reunido com Paulo Pinheiro

da GM no Brasil esteve reunido com Paulo Pinheiro Zona Azul de São Caetano aumenta para

Zona Azul de São Caetano aumenta para R$ 2

Da Redação

Foto: Lucas Lima

Estacionar nas ruas de São Caetano ficou mais caro. O preço do serviço rotativo de estacionamento nas vagas públicas da cidade aumentou 33%. O valor por hora era de R$1,50 e agora passa a ser R$

2. Não havia reajuste na tarifa do rotativo desde 2009. Para haver alterações da zona azul, é necessário ter au- torização da prefeitura, já que

o serviço é terceirizado pela

empresa Cello Auto. O que acontece é que esta licença foi assinada em 20 de dezembro do ano passado, pelo governo anterior. Os vereadores que- rem cancelar esta autorização e chegar a um novo acordo. Além disso, o aumento su-

pera cerca de 50% da infla- ção medida pelo IPCA, que foi de 22,5% entre 2009 e 2012. Para o programador web, Alessandro Bueno, o serviço

é inviável. “Diariamente esta- mos nos locomovendo para as cidades do ABC e é um

Os vereadores querem cancelar esta autorização e chegar a um novo acordo para o valor da Zona Azul

serviço que não traz segu- rança nenhuma. Se um carro é roubado na rua, não temos garantia de nada. Pagamos por algo que não traz retorno

para a população”. São Bernardo era a cidade do rotativo mais caro, até a

alteração de São Caetano. O valor de R$2 por hora foi feito em 2010 e não há previsões de mudanças. Em Santo An- dré, é o valor mais barato. São 60 centavos por 30 minutos e R$ 2,40 por 2 horas, também não há previsão de reajustes.

JORNAL UNIÃO DO ABC

20 A 30 DE MARÇO DE 2013

REGINAL/EMPREGOS

A5

Nota fiscal terá de informar impostos embutidos

Da Redação

A partir do mês de junho, as

empresas deverão informar ao consumidor o valor dos tributos federais, estaduais e municipais, que implicam no preço final da mercadoria e serviços, em notas e cupons fiscais. A presidente Dilma Rousseff sancionou a Lei nº 12.741/2012 em dezembro. Passado quase seis meses da aprovação, a regulamentação da nova norma já está em contagem regressiva entre os consumidores brasileiros.

O feito da lei aconteceu por

meio do movimento “De Olho no Imposto” organizado pela ACSP (Associação Comercial de São Paulo). Em 2006, o

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Nota fiscal atual não discrimina impostos embutidos no valor do produto/serviço

Falta de calçadas põe em risco segurança de pedestres

Foto: Lucas Lima

põe em risco segurança de pedestres Foto: Lucas Lima Na falta de faixas, sinalização ou calçadas

Na falta de faixas, sinalização ou calçadas – em alguns pontos, dos dois lados da via -, moradores se aventuram em passar pelo meio da rua

Por Fábio Silva Gomes

A Estrada do Poney Club, que liga a Estrada dos Alva- renga a bairros como Jardim das Orquídeas, Jd. Las Pal- mas, Parque Bandeirantes e Parque Florestal, margeia a rodovia dos Imigrantes em seu princípio. Exatamente neste trecho – e em alguns posteriores – a falta de calça- das oferece risco aos mora- dores que transitam a pé e se

expõem a acidentes andando, literalmente, pelo meio da rua, dividindo espaço com carros, caminhões e ônibus que passam a todo momento. O comerciante Pedro Ma- noel reclama do afunilamen- to da via, que pode também ser causa de acidentes. “As faixas ficam mais estreitas e acaba passando, em cada sentido, um carro por vez no começo da estrada”. Ele diz que a construção de calça-

das e o alargamento da via são demandas necessárias e que está confiante na sub- prefeitura da região do Alva- renga, que está por vir. A reportagem do Jornal União do ABC, em passagem pelo local, flagrou diversas pessoas andando pelo meio da rua, inclusive para che- gar ao ponto de ônibus. A demanda foi enviada à pre- feitura de São Bernardo e espera resposta.

Atento oferece 1.198 vagas de emprego

Da Redação

A empresa de callcenter

Atento, que atua no setor de telemarketing em São Ber- nardo e Santo André, abre um total de 1.198 vagas de em- prego na região para o cargo de teleoperador (atendimento eletrônico por telefone).

O candidato não precisa

ter experiência na área, mas deve ter conhecimentos de informática, habilidade em digitação e ter concluído o Ensino Médio.

A remuneração varia de

acordo com a carga horária e o colaborador tem direito a benefícios como assistência médica, vale-refeição ou vale-

-alimentação, seguro de vida,

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Vice-presidente da GM no Brasil esteve reunido com Paulo Pinheiro

assistência odontológica, va- le-transporte, auxílio-creche e auxílio à criança especial.

Quem quiser candidatar-se às vagas deve fazer seu cadastro no site: www.atento.com.br .

projeto reuniu, com apoio de entidades parceiras, mais de 1,5 milhão de assinaturas

com o objetivo de tornar essa obrigação uma realidade. Porém, após cinco anos de um processo moroso, a ideia de discriminar na nota fiscal

o quanto do valor pago por

produto é tributo, em breve

irá acontecer. De acordo com

o projeto, a nota deverá con-

ter os valores dos seguintes impostos: ICMS, ISS, IPI, IOF, PIS, Pasep, Cofins e Cide. “O consumidor final não sabe o quanto arrecada-se de imposto. A partir deste projeto queremos que ele te- nha conhecimento do valor aproximado dos impostos em suas compras”, disse o economista e Superintenden-

te do Instituto de Economia Gastão Vidigal da ACSP (As- sociação Comercial de São Paulo), Marcel Solimeo, du-

rante reunião com represen- tantes de entidades parceiras

e do comércio varejista. O

IBPT (Instituto Brasileiro de

Planejamento Tributário) é a entidade encarregada de de-

senvolver um sistema de cál-

culo que torne possível que o contribuinte possa ter acesso

à alíquota tributária dos pro-

dutos de forma resumida. Segundo o tributarista e pre- sidente do Conselho Superior do Instituto, Gilberto Luiz do Amaral, o desafio para essa padronização de cálculo já foi superado. Após uma ex- tensa análise do sistema, o IBPT concluiu que é possível

apresentar uma alíquota mé- dia com base no NCM (No- menclatura Comum do MER- COSUL), código estabelecido pelo Governo Federal que auxilia na identificação das

mercadorias. O Supervisor de Estatísticas e Inteligência Contábil do IBPT, Othon de Andrade Filho, exemplificou dizendo que o contribuinte vai ter acesso à alíquota tri- butária pelo NCM, existente

em todos os produtos, por meio de um site que está sen- do desenvolvido. “Estamos avançando para catalogar toda alíquota tributária em todas as cadeias produtivas para atingir essa identifica- ção de forma mais precisa”, concluiu.

Concurso emSanto André oferece diversos cargos emtodos os níveis

Por Camila Crepaldi

A Secretaria de Saúde de Santo André, por meio da Fundação ABC, abre novas inscrições para o processo seletivo com o objetivo de preencher 2.068 vagas. As vagas que são para candi- datos de nível fundamental, médio e superior comple- to, são para início imediato (517 vagas) e para cadastro reserva (1.551 vagas). 5%

das vagas oferecidas serão destinadas a portadores de deficiência interessados. Os salários variam de R$ 899,42 a R$ 3.874,39, além dos benefícios oferecidos para todos os cargos: vale-refeição, vale-alimentação, plano de saúde e vale-transporte. Para participar, os candida- tos devem efetuar a inscrição junto a uma taxa de partici- pação no processo seletivo nos valores: R$ 29,50 (nível

fundamental), R$ 44,50 (ní- vel médio) e R$ 59,50 (nível superior). A prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório, prevista para acontecer no dia 7 de abril, terá duração de quatro horas e poderá se realizada em São Paulo (SP) ou na região do grande ABC, nas cidades de Santo André, São Bernardo do Campo ou São Caetano do Sul.

NÍVEL FUNDAMENTAL Cargo

Vagas

Salário

Copeira

6 imediatas e 18 para cadastro

R$ 1.088,81

Auxiliar de serviços gerais

8 imediatas e 24 para cadastro

R$ 1.067,20

NÍVEL MÉDIO

Cargo

Vagas

Salário

Assistente administrativo

8 imediatas e 24 para cadastro

R$ 2.863,28

Auxiliar de almoxarifado

4 imediatas e 12 para cadastro

R$ 1.067,20

Auxiliar de farmácia

19 imediatas e 57 para cadastro

R$ 1.214,54

Auxiliar de necropsia

1 imediata e 3 para cadastro

R$ 1.184,68

Oficial administrativo

18 imediatas e 54 para cadastro

R$ 1.392,90

Recepcionista

127 imediatas e 381 para cadastro

R$ 1.038,40

Técnico em enfermagem

221 imediatas e 663 para cadastro

R$ 2.054,92

Telefonista

1 imediata e 3 para cadastro

R$ 899,42

Condutor de veículos de urgência

51 imediatas e 153 para cadastro

R$ 2.253,33

NÍVEL SUPERIOR COMPLETO

Cargo

Vagas

Salário

Assistente social

6 imediatas e 18 para cadastro

R$ 3.611,23

Enfermeiro

36 imediatas e 108 para cadastro

R$ 3.874,39

Farmacêutico

2 imediatas e 6 para cadastro

R$ 3.810,50

Fisioterapeuta

4 imediatas e 12 para cadastro

R$ 2.901,12

Psicólogo

5 imediatas e 15 para cadastro

R$ 3.353,74

Psicólogo 5 imediatas e 15 para cadastro R$ 3.353,74 Agora as represas Billings e Guarapiranga estão

Agora as represas Billings e Guarapiranga estão mais limpas.

O Governo do Estado de São Paulo, com a Sabesp, entregou obras de coleta e tratamento de esgoto em mais 6 cidades.

a r o b entregue b o r a
a
r
o
b
entregue
b
o
r
a

Obras entregues:

• São Bernardo do Campo: Coletores – Projeto Tietê

• Embu das Artes: Obras de Esgoto para Recuperação do Córrego Ressaca

• Ribeirão Pires: Expansão do Sistema de Esgotamento Sanitário – Projeto Tietê

• Embu-Guaçu: Expansão do Sistema de Esgotamento Sanitário – Projeto Tietê

• Rio Grande da Serra: Coletor Tronco Billings-Tamanduateí

• Itapecerica da Serra: Coletor Tronco Embu-Mirim

E vêm mais por aí:

Projeto Tietê, Programa Mananciais/Vida Nova e Programa Pró-Billings

Coletor Tronco Embu-Mirim E vêm mais por aí: Projeto Tietê, Programa Mananciais/Vida Nova e Programa Pró-Billings

A6

REGIONAL

20 A 30 DE MARÇO DE 2013

JORNAL UNIÃO DO ABC

Estrada de Paranapiacaba precisa de manutenção periódica, dizem comerciantes

Por Fábio Silva Gomes

Paranapiacaba, a vila ingle- sa do Grande ABC, tem rece- bido inúmeros visitantes que, aos poucos, foram descobrin- do suas belezas históricas e naturais. Localizada numa das pontas mais distantes do município de Santo An- dré, Paranapiacaba é muito conhecida por seus eventos, principalmente o Festival do Inverno e o do Cambuci. No entanto, há vida e movimen- to durante todo o ano. E é por isso que os moradores e comerciantes reclamam das condições da estrada. A comerciante Valquíria Fernandes diz que a estrada está bem melhor atualmente,

Foto: Silvia Cavalcanti

A
A

Estrada de Paranapiacaba e todas as vias da região próximas ao acesso à vila seguem este formato e pedem manutenção periódica

mas que ainda assim o cuida- do só vem quando há algum evento próximo. Quando não tem, a manutenção demora a aparecer. Aed Delfino, tam- bém comerciante, comenta que Paranapiacaba deveria ter uma máquina de nivelar exclusiva para fazer serviços na estrada, já que aquele é o único acesso à parte bai- xa. “Há alguns trechos ain- da muito ruins, e olha que eu passo sempre por ela. A manutenção periódica do solo seria muito útil, já que não há um pavimento”. Ou- tro fator pedido pelos fre- quentadores, moradores e comerciantes da vila é com respeito à iluminação públi- ca. “Simplesmente não tem”,

diz Aed. No entanto, ela se mostra mais otimista com a gestão atual nos reparos em Paranapiacaba: “antes eles (prefeitura) nem apareciam,

agora começaram a vir”, diz. De chão batido e aproxima- damente 6km entre a Rodo- via Antonio Adib Chammas

e o centro da vila, a Estrada de Paranapiacaba atravessa

a mata atlântica e possui, em

seu trajeto, algumas pontes

de madeira. No chão, os pe-

driscos dominam, e a nebli-

na já faz parte do cenário.

A manutenção pedida tem

apenas um intuito, muitíssi- mo importante: a segurança dos motoristas, ciclistas, mo- tociclistas e trilheiros que passam por ali todos os dias.

Aplicativo “Na Real” mostra valor do imposto em cada produto

Por Giuliana Martha

Um aplicativo gratuito para iOS e Android foi criado para mostrar a quantidade de impostos que o consu- midor paga quando compra um produto em lojas e su- permercados. O app chama-

-se “Na Real” e mostra, por exemplo, que um refrigeran-

te de garrafa, tem 44,55% de

imposto no seu valor. Para usar é preciso digitar

o tipo do produto (ou esco-

lher entre os itens de uma lista) e o preço que foi pago por ele. O próprio aplicativo calcula o custo da carga tri- butária e informa a porcen- tagem dos impostos sobre o produto, além do valor, em Reais, do que será recolhido para os cofres públicos. O projeto foi criado pelo Sindicato dos Procuradores da Fazenda Nacional (Sinpro- faz) e tem como objetivo cha- mar a atenção dos brasileiros para a alta carga de impostos nos produtos de consumo.

Foto: Divulgação

de impostos nos produtos de consumo. Foto: Divulgação O aplicativo conta com mais de 500 categorias

O

aplicativo conta com mais de 500 categorias de produtos para verificar a porcentagem de impostos

O presidente do Sinprofaz comenta, “os brasileiros tra- balham quatro meses, em média, somente para pagar impostos. O Brasil possui uma das cargas tributárias

mais caras do mundo”. O aplicativo está disponível nas lojas virtuais da Apple (Apple Store) e do Android (Google Play). A base de tri- buto dos produtos foi obtida

através da parceria com o Instituto Brasileiro de Pla- nejamento Tributário (IBPT), que conta com mais de 500 segmentos de produtos.

PRODUTO:

VALOR DO IMPOSTO:

CATEGORIA:

Achocolatado

38,06%

alimento industrializado

Bateria para Veículos

49,59%

peças para veículos

Cigarro

80,42%

variedades

Casa Popular

48,30%

imóvel

Gasolina

53,03%

combustível e lubrificante auto

Playstation (video game)

72,18%

eletroeletrônico

Vodca

81,52%

bebida

Maquilagem (Produtos

69,04%

produto de higiene e beleza

Importados)

Jantar em restaurante

32,31%

serviço

Baixe agora o aplicativo Na Real

32,31% serviço Baixe agora o aplicativo Na Real Rio Grande da Serra promove 1º Bazar Beneficente

Rio Grande da Serra promove 1º Bazar Beneficente da Economia Solidária

Foto: Silvia Cavalcanti

O 1º Bazar Beneficente da Economia Solidária, com o intuito de arrecadar fundos para fomentar o trabalho das artesãs da cidade entre outras ações

Da Redação

No último dia 8 de março,

Dia Internacional da Mulher,

a prefeitura de Rio Grande da

Serra, em parceria com o Sin- dicato dos Comerciários do ABC (SEC ABC) e empresas, realizou o 1º Bazar Benefi-

cente da Economia Solidária, com o intuito de arrecadar fundos para fomentar o tra- balho das artesãs da cidade

e também o ensino profissio-

nalizante na área. Estiveram presentes as mu- lheres do município, que pu-

deram comprar, de maneira mais barata, roupas para cus- tomizar, aprendendo assim uma nova forma de aprovei-

tar tecidos e até de garantir um complemento de sua renda. Toda a ação foi acom- panhada pelo diretor do SEC ABC, Alcides Antonio Vinhas, pelo Secretário de Desenvol- vimento Econômico de Rio Grande da Serra, José Gilvan Mendonça da Cunha, e pela

gerente de desenvolvimento da prefeitura, Roseli Apareci- da de Souza, que pilotou todo o evento, além de outras au-

toridades da cidade. Além da parte de roupas,

o artesanato também esteve

presente. No corredor de en- trada, Eliana Dias Mendonça

e Mafalda Aparecida Taba-

relli mostravam belas peças feitas a partir de retalhos, materiais reciclados e outros

itens do dia-a-dia que ganha- vam nova vida e utilidades. Devido ao sucesso do even- to, a ideia dos organizadores

e da administração é poder

aumentá-lo – em tamanho e abrangência – ano após ano.

aumentá-lo – em tamanho e abrangência – ano após ano. Buracos efaltadecuidados incomodam motoristas naAv.

Buracos efaltadecuidados incomodam motoristas naAv. SantaClara

Foto: Silvia Cavalcanti

motoristas naAv. SantaClara Foto: Silvia Cavalcanti Os buracos se estendem por toda a avenida e comprometem

Os buracos se estendem por toda a avenida e comprometem suspensão, pneus e am- ortecedores dos veículos de quem é obrigado a passar pela via todos os dias

Da Redação

Eles se estendem por todo

o trajeto da via. De todos os tamanhos e profundidades, os buracos na Avenida Santa

Clara, em Ribeirão Pires, são

o calvário dos motoristas que passam por ela. Segundo os

moradores do local, há tempos

a manutenção da avenida não

é feita, situação que foi agra- vada pela passagem dos cami- nhões que servem às obras do trecho leste do Rodoanel. Com início na Avenida Fran- cisco Monteiro e término na Estrada de Sapopemba, a via tem um movimento consi- derável, principalmente em horário de pico. Uma de suas

travessas mais judiadas é a Av. Benjamim Baptista Ce- rezoli - acesso a bairros de

Ribeirão e Mauá -, que será abordada na próxima edi- ção do nosso jornal, já com os desdobramentos da obra

do rodoanel. Motoristas que passam pela Santa Clara diariamente já perderam as

contas do que já foi preciso

fazer na manutenção de seus automóveis, sempre compro- metida pelas avarias do piso. Não bastasse este problema, faltam também calçadas e si- nalização. Há ônibus parados de ambos os lados da via na altura da Pedreira Santa Cla- ra, estreitando o caminho, já judiado pelos buracos. O re-

sultado disso pode ser visto a todo momento: os carros são obrigados a passarem dentro dos buracos, e cada batida seca pode significar a perda ou o comprometimento de uma peça de suspensão. O operador de máquinas Seve- rino José da Silva caracteri- zou como “uma vergonha” o descaso com a avenida, na qual passa todos os dias. O Jornal União do ABC en- trou em contato com o setor responsável da prefeitura

de Ribeirão Pires e aguarda

resposta. Na próxima edição, acompanhe matéria sobre o Rodoanel Leste e o desdo- bramento dos problemas no entorno.

JORNAL UNIÃO DO ABC

20 A 30 DE MARÇO DE 2013

REGIONAL/SINDICAL

A7

Inadimplência do consumidor recua 3,4% em fevereiro

Índice caiu pelo quarto mês consecutivo, desemprego baixo e renda crescente são os fatores que explicam o resultado

Da Redação

A inadimplência do consu-

midor registrou queda de 3,4% em fevereiro na com- paração com o mês anterior. Segundo o Indicador Serasa Experian da Inadimplência do Consumidor, divulgado

no dia 12 de março, este é o quarto recuo mensal conse- cutivo. Na comparação com

o mesmo período de 2012,

o índice ainda acumula alta de 11,5% e na comparação

de fevereiro deste ano com o mesmo mês do ano passado a alta é de 10,1%. De acordo com os econo- mistas da Serasa Experian,

o índice do desemprego em

patamar historicamente bai- xo, o incremento da renda, os juros mais baixos e a in- tensificação das renegocia- ções de dívidas são alguns

Foto: Bruna Romanholo

ções de dívidas são alguns Foto: Bruna Romanholo O Indicador Serasa Experian de Inadimplência do Consumidor

O Indicador Serasa Experian de Inadimplência do Consumidor reflete o comportamento da inadimplência em âmbito nacional

Siemaco ABC conquista R$ 2.600 de PPR na Volks e Scania

Da Redação

O Siemaco ABC (Sindicato

dos Empregados em Empre- sas de Prestação de Servi-

ços de Asseio, Conservação

e Limpeza Urbana do ABC)

durante o mês de fevereiro, negociou acordos de parti- cipação de resultados com várias empresas da região, algumas das quais atuantes em montadoras. Os acordos variam entre meio salário-base até R$ 2, 600,00 com as empresas Pé- rola Volks, Verzani & Sandrini,

Foto: Divulgação

Assembléia de aprovação da PPR da empresa Perola no setor Volks, representada pelo SIEMACO ABC
Assembléia de aprovação da PPR da empresa Perola no setor Volks, representada pelo SIEMACO ABC

General Motors, Toyota, WCA Volks, Infraell Scania, Faure- cia GRI e The Wings Volks. Nas negociações houve a participação efetiva dos di- retores de base: José Brasil, Francisco Coveiro, Elismar, Helton, Edideus e Raimundo. O SIEMACO ABC, presidido por Roberto Alves, existe há 24 anos e representa os trabalhadores de uma das categorias mais importantes do mercado, por garantir a limpeza das áreas onde atu- am os demais setores produ- tivos.

dos motivos de queda da inadimplência. Todas as modalidades da inadimplência apresentaram queda em fevereiro de 2013. As dívidas com os bancos tiveram queda de 2,8%. As dívidas não bancárias- junto aos cartões de crédito, finan- ceiras, lojas em geral e pres- tadoras de serviços como telefonia e fornecimento de energia elétrica -, os títulos protestados e os cheques sem fundos caíram 1,2%, 23,1% e 16,2%, respectivamente. O valor médio da inadim- plência não bancária apre- sentou queda de 19,3% no primeiro bimestre de 2013, na comparação com o mes- mo período do ano anterior. Já os cheques sem fundos subiram 11,9%, os títulos protestados 1,3% e as dívi- das com os bancos 2,6%.

do ano anterior. Já os cheques sem fundos subiram 11,9%, os títulos protestados 1,3% e as
do ano anterior. Já os cheques sem fundos subiram 11,9%, os títulos protestados 1,3% e as

A8

REGINAL/SOCIAL

20 A 30 DE MARÇO DE 2013

JORNAL UNIÃO DO ABC

São Bernardo recebeu de pedágio R$ 17 milhões em 2012

Por Giuliana Martha

Pouco se sabe para onde vai todo o dinheiro que a popula-

ção paga pelo pedágio, nas di- versas rodovias. Conforme os dados da Agência Reguladora

de Serviços Públicos Delega-

dos de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp) ano passado foram repassados R$ 21.333.988,93 milhões para

cinco cidades do ABC e região. Cada município decide para onde aplicar o dinheiro com

os repasses do pedágio. Ano

passado, a prefeitura de São Bernardo do Campo rece- beu R$ 17.414.308,24, foi

a cidade que teve o maior

rendimento no ABC. Em se- guida, vem Diadema com R$ 2.867.892,46. O critério para o repasse é devido à propor- ção da extensão de cada rodo-

Foto:Giuliana Martha

Sistema Anchieta/Imigrantes, o pedágio mais caro do Brasil, que custa R$ 21,20. O re- passe
Sistema Anchieta/Imigrantes, o pedágio mais caro do Brasil, que custa R$ 21,20. O re-
passe deste pedágio é direcionado ao município de São Bernardo do Campo

via que atravessa o município. A arrecadação provém do ISS-QN (Imposto Sobre Ser- viços de Qualquer Natureza)

que incide sobre as tarifas de pedágio das rodovias do Programa de Concessões Rodoviárias do Estado de

São Paulo. O repasse é feito anualmente para 256 pre- feituras. As concessionárias mais conhecidas na região

são SPMar e Ecovias.

em

falta nas rodovias, mas

De acordo com o cami-

não

é por falta de dinheiro”.

nhoneiro e morador de São

A

prefeitura de Mauá in-

Bernardo, Marcos Moraes,

formou que a concessioná-

é muito abusivo o valor dos

pedágios. “Um colega meu gastou R$2.800 numa via- gem de Goiás para São Paulo, só de pedágio. O valor preci- sa ser aplicado em pontos de apoio para os caminhoneiros para ter onde tomar banho, comer bem e descansar. Está

ria SPMar repassou R$ R$ 326.975,46 e que o valor foi aplicado 25% em educação,

15% em saúde e o restante no

custeio da administração pú- blica. Até o fechamento desta edição, não houve resposte dos outros quatro municípios.

Fonte ARTESP

Cidades

Arrecadação/2012:

Santo André

R$ 473.646,98

São Bernardo do Campo

R$ 17.414.308,24

Diadema

R$ 2.867.892,46

Mauá

R$ 325.459,67

Ribeirão Pires

R$ 252.681,58

SilviaMirandaéhomenageada pelo Grupo Mulheres em Ação

Ribeirão Pires comemora 59 anos de progresso

Da Redação

Foto: Fábio Silva Gomes

59 anos de progresso Da Redação Foto: Fábio Silva Gomes Silvia Miranda recebeu homenagem por seu

Silvia Miranda recebeu homenagem por seu destaque junto à comunidade sambernardense devido ao trabalho social

fazem a diferença”, razão do

encontro no mês da mulher.

Foram realizados diversos sorteios de brindes na oca- sião. Dentre os poucos ho- mens presentes, estiveram

os advogados Sílvio Gomes Miranda (presidente do Pró- -São Bernardo) e Ivar José de Souza, atuante na região do Riacho Grande.

Foto: Divulgação

No último dia 16/03, sá- bado, a diretora do Grupo

Pró-São Bernardo, Silvia Mi- randa, foi homenageada pelo Grupo Mulheres em Ação.

O encontro aconteceu na

Igreja Batista Nova Aliança, centro de São Bernardo, e contou com a presença de diversas mulheres atuantes

no meio social, político e em-

presarial da cidade, como a deputada estadual Ana do Carmo. Durante o evento, foi realizado um chá e um des- file organizado pela loja de roupas femininas LeVans. Sílvia Miranda representou,

ainda, a primeira dama Nilza

de Oliveira.

A líder do grupo, Claudete

Munhoz, também foi home- nageada. Em seu discurso, falou sobre as “mulheres que

A cidade, que possui 99km² e está 100% em área de manancial, leva a alcunha de “Pérola da Serra” e faz parte do rol de estâncias turísticas do Estado de São Paulo

Por Fábio Silva Gomes

emancipação. A cidade, que

XIX

e início do século XX.

possui 99km² e está 100%

O

clima da cidade é muito

No último dia 19 de março, a cidade de Ribeirão Pires comemorou seus 59 anos de

em área de manancial, leva a alcunha de “Pérola da Serra”

e faz parte do rol de estân-

cias turísticas do Estado de São Paulo por sua vegetação,

clima, construções e cultura. A denominação “Ribeirão Pires” se dá por conta de um dos rios que corta a ci- dade, fazendo homenagem

a Antonio Pires D’Ávila, mo-

rador pioneiro e ilustre. O povoado de Ribeirão Pires fez parte de Santo André por muitos anos, de modo que, assim como outros núcleos

coloniais do ABC, como São Bernardo, teve seu desen- volvimento marcado pela chegada dos imigrantes ita- lianos entre o fim do século

peculiar, o que sempre atraiu

turistas, principalmente do

litoral, que em Ribeirão Pi-

res possuíam suas casas de

veraneio. A cidade tranqui- la ganhou um incremento em 2004, com o Festival do Chocolate, que se tornou um evento de grandes propor- ções e conhecido em toda a

região e fora dela. Para comemorar a data, a cidade programou uma série de eventos, como o desfile

cívico e militar que aconte-

ceu no dia do aniversário e

os shows do Projeto Ressoar, em parceria com a Rede Re- cord de Televisão, no final de semana anterior.

a Rede Re- cord de Televisão, no final de semana anterior. Cavalgada em homenagem ao Dia

Cavalgada em homenagem ao Dia da Mulher é sucesso em São Bernardo

Por Fábio Silva Gomes

No último dia 10/03, São Bernardo recebeu um even-

to que, ao mesmo tempo em

que diz respeito a uma data importante, resgata as tradi-

ções da cidade. Foi realizado, a partir do Ginásio Poliespor- tivo Adib Moysés Dib, com um desfile pelas principais ruas, a Cavalgada em Home- nagem ao Dia Internacional

da Mulher, organizado por

entusiastas e empresas com

o respaldo da prefeitura do município.

O idealizador, Glaucio Nas-

cimento, proprietário do Rancho Ouro Branco, se mostrou realizado com o

sucesso do evento por mais um ano. Estiveram presen-

tes amazonas e cavaleiros de

diversas cidades, sendo que

as mulheres receberam con-

Foto: Silvia Cavalcanti

sendo que as mulheres receberam con- Foto: Silvia Cavalcanti Mulheres receberam medalhas e troféus por sua

Mulheres receberam medalhas e troféus por sua participação no evento que as homenageou

decorações e medalhas. O deputado Orlando Morando e outras autoridades marca- ram presença na cavalgada, que teve shows musicais,

praça de alimentação e ou-

tras atrações. “São Bernardo tem, em seu calendário turístico, a cen- tenária Procissão dos Car- roceiros, que acontece em setembro. Mais um evento

do gênero sacramenta, mais ainda, uma tradição que não se perdeu e que faremos o possível para transmitir às futuras gerações”, comentou Glaucio.

uma tradição que não se perdeu e que faremos o possível para transmitir às futuras gerações”,