Você está na página 1de 22
Universidade Federal do ABC Graduação em Ciência e Tecnologia F ERNANDO F REITAS A LVES

Universidade Federal do ABC Graduação em Ciência e Tecnologia

FERNANDO FREITAS ALVES

ESTRATÉGIAS PARA SE GRADUAR NO BC&T E EM ENGENHARIA DE INSTRUMENTAÇÃO, AUTOMAÇÃO E ROBÓTICA NA

UFABC EM 5 ANOS

Trabalho

São Bernardo do Campo SP

2013

FERNANDO FREITAS ALVES

Estratégias para se Graduar no BC&T e em Engenharia de Instrumentação, Automação e Robótica na UFABC em 5 anos

Trabalho

Trabalho apresentado ao curso de Bacharelado em

Ciência e Tecnologia da Universidade Federal do ABC

como requisito parcial para a conclusão da disciplina

BC1710: Introdução às Engenharias.

Orientadora Prof.ª Dr.ª Renata Ayres Rocha Centro de Engenharia, Modelagem e Ciências Sociais Aplicadas UFABC

São Bernardo do Campo SP

2013

Aprenda como se você fosse viver para sempre. Viva como se você fosse morrer amanhã.

Mahatma Gandhi

RESUMO

Este trabalho propõe um planejamento de estratégia para se graduar no curso de Bacharelado em Ciência e Tecnologia (BC&T) bem como no curso de Engenharia de Instrumentação, Automação e Robótica na Universidade Federal do ABC (UFABC) em um prazo estimado de cinco anos e Coeficiente de Aproveitamento/Rendimento (CA/CR) acima de 3,0. O plano é destinado a um estudante ingressante em 2011. Aspectos pessoais, métodos de estudos, ferramentas gerenciais e a experiência do autor foram considerados na elaboração deste trabalho.

Palavras-chave: matriz, FOFA, PDCA, gráfico, diagrama, Gantt.

ABSTRACT

This work proposes a strategy planning for graduating in the course of Bachelor of Science and Technology (BC&T) as well as in the course of Instrumentation, Automation and Robotics Engineering at the Federal University of ABC (UFABC) in a period estimated of five years and Coefficient of Availment / Efficiency (CA/CR) above 3.0. The plan is aimed at a student entrant in 2011. Personal aspects, study methods, management tools and the experience of the author have been considered in the preparation of this work.

Keywords: matrix, SWOT, chart, diagram, PDCA, Gantt.

SUMÁRIO

1. INTRODUÇÃO

8

1.1. Justificativa

9

1.2. Objetivo

9

2. REVISÃO DA LITERATURA

9

2.1. Análise FOFA

9

2.2. Ciclo PDCA

10

2.2.1.

Planejamento (Plan)

11

2.2.2.

Execução (do)

11

2.2.3.

Verificação (Check)

11

2.2.1.

Ação (Act)

11

2.3.

Diagrama de Gantt

12

3. ESTRATÉGIA DE APLICAÇÃO

13

3.1. FOFA para o universitário

13

3.2. PDCA para o universitário

13

3.3. Diagrama de Gantt para o universitário

14

4. GRADE DESENVOLVIDA

19

5. CONSIDERAÇÕES FINAIS

22

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

22

1. INTRODUÇÃO A Universidade Federal do ABC foi uma das primeiras instituições de ensino superior do Brasil a adotar o bacharelado interdisciplinar. O Bacharelado em Ciência e Tecnologia (BC&T) é a porta de entrada para os estudantes que ingressam na UFABC. O BC&T tem foco nas áreas de ciências naturais, física, química, matemática e computação, imprescindíveis para o desenvolvimento nacional. Um dos motivos dessa proposta acadêmica é oferecer a todos os estudantes a oportunidade de ter uma formação básica extensa e com a profundidade adequada às exigências de um curso universitário. Esse curso é flexível com duração de três anos. Depois, o aluno pode escolher um dos cursos disponíveis, seja da área das engenharias:

Ambiental e Urbana, Aeroespacial, Bioengenharia, Energia, Gestão, Instrumentação, Automação e Robótica, Materiais, Informação; Bacharelado em: Biologia, Ciências da Computação, Física, Matemática, Química; ou Licenciatura em Biologia, Física, Matemática, Química. Também há a possibilidade de realizar um mestrado e de se transferir para cursos de formação superior em outras instituições nacionais e internacionais. Portanto, há uma grande variedade de cursos disponíveis para qualquer ingressante universitário da UFABC, tendo ele assim uma mobilidade profissional, algo que não se vê em outras instituições públicas. Além disso, durante seu curso, o universitário não está restringido apenas às matérias específicas de sua área, pois por ser um curso multidisciplinar, o aluno entra em contato com diversas matérias de outras áreas diferentes, ou seja, após sua formação acadêmica estará mais preparado para enfrentar situações diversas do que outro profissional de outra universidade que possui formação focada apenas em sua área específica. Para que isto ocorra, é disponibilizada aos alunos a interdependência curricular, cada estudante escolhe as disciplinas a serem cursadas e de acordo com suas aspirações, com exceção das obrigatórias. O currículo é composto por disciplinas obrigatórias (para cada curso), disciplinas de opção limitada e disciplinas livres. O aluno tem a liberdade de planejar e adequar seu currículo de acordo com as circunstâncias e necessidades do mundo moderno e emergente, dando mobilidade profissional, pois foge dos moldes comuns de outras universidades.

1.1.

Justificativa

Essas múltiplas circunstâncias ressaltam a necessidade de um planejamento universitário

para que o aluno possa escolher as disciplinas corretas e desempenhar um ótimo papel dentro da universidade. A ciência da gestão de organizações, por sua vez, possui ferramentas que podem ser úteis, como a análise FOFA [1], o ciclo PDCA [2] e o gráfico de Gantt [3].

O estudo de ações empíricas de estudantes que já vivenciam a cultura universitária pode

também assinalar certos comportamentos que favoreçam o sucesso. Desse modo, é possível traçar um roteiro de fases que promovam a excelência do aprendizado em um planejamento

direcionado aos alunos ingressantes.

1.2. Objetivo

O objetivo deste trabalho é apresentar um planejamento de desenvolvimento de graduação

destinada aos alunos ingressantes em 2011 interessados em se graduar no tempo mínimo (5

anos) e com qualidade (CA/CR 3,0), considerando os fatores de interdependência das disciplinas e o histórico de aprendizado do autor na UFABC.

2. REVISÃO DA LITERATURA Durante o decorrer das atividades, conforme previsto, foi feita uma revisão bibliográfica para se conhecer os diferentes métodos empregados neste projeto.

2.1. Análise FOFA

A análise SWOT ou também denominada análise FOFA (em português) é uma ferramenta

estrutural da administração usada na análise do ambiente interno, com a finalidade de formulação de estratégias. Nesta análise identificamos as Forças (Strengths) e Fraquezas (Weaknesses) da empresa, extrapolando então Oportunidades (Opportunities) e Ameaças (Threats) internas para a mesma. Sua origem desse tipo de análise, não é bem explicada, mas, o que os estudiosos aceitam é que a análise SWOT foi fundamentada por dois professores da Harvard Business School:

Kenneth Andrews e Roland Christensen [1]. Sua aplicação se divide em ambiente interno (Forças e Fraquezas) e ambiente externo (Oportunidades e Ameaças). As forças e fraquezas são avaliadas pela observação da situação atual da organização, em geral avaliadas, a fatores internos. As oportunidades e ameaças são previsões futurísticas e estão intimamente ligada a fatores externos.

Figura 1. A análise SWOT (FOFA) e seus extremos. O ambiente interno é um meio

Figura 1. A análise SWOT (FOFA) e seus extremos.

O ambiente interno é um meio supervisionado e controlado pelos dirigentes da organização, pois essa supervisão e controle é o próprio resultado das estratégias de atuação empresarial. Na análise os pontos fortes, são enfatizados ao máximo; e um ponto fraco, quando evidente, deverá os dirigentes da empresa proceder a objetivos estratégicos que irão reduzir ou minimizá-los [1].

2.2. Ciclo PDCA

Uma das maneiras de realizar a análise dos processos e alterá-los de acordo com as normas internacionais de qualidade é um procedimento de quatro passos chamado ciclo PDCA. A sigla vem do Inglês: Plan, Do, Check, Act (Planejar, Executar, Verificar e Agir). O próprio nome descreve as etapas que as empresas devem que realizar para adequar os processos.

as empresas devem que realizar para adequar os processos. Figura 2. O ciclo PDCA (em inglês).

Figura 2. O ciclo PDCA (em inglês).

O PDCA se tornou popular depois de utilizado pelo consultor norte-americano William Edwards Deming (1900-1993), considerado por muitos o pai do controle de qualidade. “Você

pode esperar o que você inspeciona”, disse o consultor certa vez, ao enfatizar a importância de

analisar e testar os processos para prever os resultados [2].

2.2.1. Planejamento (Plan)

O planejamento começa com o estabelecimento dos objetivos para alcançar os resultados

esperados. Para isso, a análise dos processos deve ser realizada com o levantamento dos dados

e do fluxo dos processos vigentes.

2.2.2. Execução (do)

Depois de planejar os processos e estabelecer os objetivos, é preciso executar as mudanças;

isto é, colocar em prática os processos estabelecidos no planejamento. Para garantir que a

execução seja bem sucedida, todos os envolvidos devem passar por treinamento.

2.2.3. Verificação (Check)

Na etapa da verificação, é preciso checar se as alterações executadas nos processos

surtiram o efeito desejado. É como a primeira avaliação depois da mudança ter sido colocada

em prática para verificar se o resultado foi atingido.

Se os resultados estiverem dentro do padrão estabelecido, isso quer dizer que os objetivos

foram alcançados. Caso contrário é preciso propor novos objetivos, também como novas

metas.

2.2.1. Ação (Act)

A etapa da ação é aquela na qual a mudança dos processos é colocada novamente em

prática, depois de serem checadas na etapa da verificação. Se os resultados planejados não

foram alcançados com a verificação, a mudança deve ser aplicada.

Na etapa da Ação é preciso rever todos os passos do PDCA (planejamento, execução,

verificação e ação) e modificar o processo para melhorá-lo antes de colocá-lo em prática

novamente.

Nem sempre o objetivo é alcançado na primeira aplicação das mudanças nos processos. Por

isso, é preciso identificar a causa, realizar executar as correções necessárias nos

procedimentos e realizar treinamentos. Isso faz do PDCA um ciclo que tem o objetivo de

melhorar e manter a qualidade dos processos dentro de uma empresa.

2.3. Diagrama de Gantt

Um diagrama de Gantt é um tipo de gráfico de barra, desenvolvido por Henry Gantt [3] em meados de 1910, que ilustra um planejamento de projeto. O diagrama de Gantt ilustra as datas de início e fim dos elementos de um projeto. Esses elementos comprometem o colapso da estrutura e desenvolvimento do projeto. Alguns diagramas de Gantt também mostram a relação de independência entre as atividades. Embora agora considerado como uma técnica de mapeamento comum, o diagrama de Gantt foi considerado revolucionário quando introduzido pela primeira vez. Em reconhecimento das contribuições de Henry Gantt, a Medalha Henry Laurence Gantt é concedido à realização de destaque na gestão e no serviço à comunidade. Este gráfico também é usado na tecnologia de informação para representar os dados que foram recolhidos [3].

informação para representar os dados que foram recolhidos [3]. Figura 3. Exemplo de um diagrama de

Figura 3. Exemplo de um diagrama de Gantt detalhado.

3. ESTRATÉGIA DE APLICAÇÃO

Para um melhor aproveitamento, desenvolvimento e absorção de conhecimento durante

todo o curso, se fazem necessárias a utilização de recursos e métodos de organização.

3.1. FOFA para o universitário

A matriz FOFA (quadro 1) destinada aos objetivos deste trabalho foi desenvolvida

levando em consideração aspectos singulares da universidade assim como particularidades do

dia-a-dia do autor.

Quadro 1. Matriz FOFA destinada aos objetivos deste trabalho.

FORÇAS

OPORTUNIDADES

FRAQUEZAS

AMEAÇAS

Apoio de parentes e amigos

PDPD

Morar muito longe

Transição entre campus acarreta em perca de tempo

Ótimo ensino público com ótima colocação no ENADE

 

Depender do ônibus para locomoção

Dificuldade

Monitoria

financeira

   

Alto metabolismo durante as aulas

Matérias não

Facilidade em exatas

Iniciação Científica

ofertadas

Dedicação plena e exclusiva aos estudos

Bolsa auxílio e socioeconômica

Não tolerar baixo desempenho de grupos de trabalho

Matérias ofertadas apenas em Santo André

Determinação e convicção da escolha do curso/futuro

Seminários /

 

Mudança da Grade Curricular

Congressos

Vontade de fazer ciência

Programas de

 

Construção do campus de São Bernardo do Campo demorar muito

intercâmbio

3.2. PDCA para o universitário

Para a realização do objetivo deste trabalho, deve-se seguir um PDCA a cada quadrimestre

da seguinte forma:

PLAN
PLAN
DO
DO

Concluir duas graduações na UFABC em cinco anos.

Seguir o mais próximo possível a grade sugerida pelo projeto pedagógico oferecido pela universidade.

Analisar cuidadosamente as matérias disponíveis para matrícula.

Não sobrecarregar-se com muitas disciplinas.

Levar em conta o tempo de estudo, da Iniciação Cientifica, do Projeto Dirigido, do Estágio, do Trabalho de Graduação e do lazer.

Realizado o ciclo a cada quadrimestre.

Não cancelar disciplinas (apenas em casos muito extremos).

Não sair da aulas ministradas com dúvida.

Participar das monitorias quando necessário.

Estudar regularmente e de forma equilibrada as disciplinas.

 Verificar sempre o desempenho após as provas.  Analisar a primeira prova para melhorar
 Verificar sempre o desempenho após as provas.
 Analisar a primeira prova para melhorar na segunda prova.
CHECK
 Caso não tenha obtido um desempenho satisfatório nas provas,
planejar os estudos para a prova substitutiva.
 Realizar a etapa a cada término de quadrimestre.
ACTION
 Caso não tenha obtido desempenho satisfatório na disciplina,
analisar os motivos para este desempenho e corrigi-los.

Figura 4. PDCA desenvolvido para atender aos objetivos deste trabalho.

3.3. Diagrama de Gantt para o universitário

Para se montar um diagrama de Gantt que atenda aos objetivos deste trabalho, deve-se

levar em consideração o ciclo de vida do projeto pedagógico, tal qual divide-se nas seguintes

etapas:

pedagógico, tal qual divide-se nas seguintes etapas: Figura 5. Segmentação do direcionamento do projeto

Figura 5. Segmentação do direcionamento do projeto relacionada com as etapas que devem ser seguidas para a conclusão da proposta.

Inicial: Disciplinas do Bacharelado de Ciências e Tecnologia

Intermediária: Disciplinas Obrigatórias de Engenharia, Disciplinas Obrigatórias de Engenharia de Automação, Instrumentação e Robótica e algumas Disciplinas de Opção Limitada de Engenharia de Automação, Instrumentação e Robótica.

Final: Conclusão das Disciplinas de Opção Limitada de Engenharia de Automação, Instrumentação e Robótica, finalização de Projetos de Pesquisas. Trabalho de Conclusão de Curso, Estágio e Formatura.

Essas etapas subdivididas podem ser organizadas sobre um critério temporal, oferecendo uma visão mais clara dos prazos estipulados para a conclusão de cada etapa. Essa organização se dá pelo diagrama de Gantt (quadro 2).

Quadro 2. Diagrama de Gantt destinado aos objetivos deste trabalho.

2011 2012 2013 2014 2015 2016 Quadrimestre Quadrimestre Quadrimestre Quadrimestre Quadrimestre Quadrimestre
2011
2012
2013
2014
2015
2016
Quadrimestre
Quadrimestre
Quadrimestre
Quadrimestre
Quadrimestre
Quadrimestre
Etapa
10º
11º
12º
13º
14º
15º
16º
-
-
INICIAL
INTERMEDIÁRIA
FINAL
Bacharelado de Ciências e Tecnologia
1.
Engenharia em IAR
2.
Disciplinas obrigatórias
Engenharia em IAR
3.
Disciplinas de opção limitada
Iniciação Científica
4.
Iniciação Científica
5.
Pesquisando Desde o Primeiro Dia
Trabalho de Conclusão de Curso
6.
Estágio
7.

Para a utilização do conteúdo detalhado das segmentações das etapas descritas pelo método do diagrama de Gantt, é necessária uma análise do projeto pedagógico e da grade curricular sugerida pela universidade (quadro 3). As disciplinas demonstradas pelo projeto sugerido obedecem uma ordem de conclusão bem definida, onde disciplinas precedentes se tornam necessárias para a boa formação em disciplinas posteriores. Por conta disso, é muito importante que o aluno mantenha um bom desempenho nas disciplinas sem que haja desistência nem notas abaixo de D. Do contrário, o

mesmo acabará carregando disciplinas para frente de forma que a grade se torne desarranjada e o plano de conclusão insatisfeito.

Quadro 3. Grade sugerida pela Universidade Federal do ABC para a conclusão do das disciplinas obrigatórias do Bacharelado em Ciência e Tecnologia e da Engenharia em Instrumentação, Automação e Robótica.

obrigatórias do Bacharelado em Ciência e Tecnologia e da Engenharia em Instrumentação, Automação e Robótica. 16

Quadro 4. Disciplinas obrigatórias do Bacharelado em Ciência e Tecnologia.

Código

Nome

T

P

I

Créditos

Horas

Requisitos / Recomendações

BC0001

Base Experimental das Ciências Naturais

0

3

2

3

36

-

BC0005

Bases Computacionais da Ciência

0

2

2

2

24

-

BC0004

Bases Epistemológicas da Ciência Moderna

3

0

4

3

36

-

BC0003

Bases Matemáticas

4

0

5

4

48

-

BC0603

Ciencia, Tecnologia e Sociedade

3

0

4

3

36

-

BC0506

Comunicação e Redes

3

0

4

3

36

-

BC0207

Energia: Origens, Conversão e Uso

2

0

4

2

24

-

BC0102

Estrutura da Materia

3

0

4

3

36

-

BC0602

Estrutura e Dinâmica Social

3

0

4

3

36

-

BC0209

Fenômenos Eletromagnéticos

3

2

6

5

60

-

BC0208

Fenômenos Mecanicos

3

2

6

5

60

-

BC0205

Fenômenos Térmicos

3

1

4

4

48

-

BC0103

Física Quântica

3

0

4

3

36

-

BC0402

Funções de Uma Variável

4

0

6

4

48

-

BC0407

Funções de Várias Variáveis

4

0

4

4

48

-

BC0404

Geometria Analítica

3

0

6

3

36

-

BC0104

Interações Atômicas e Moleculares

3

0

4

3

36

-

BC0406

Introdução à Probabilidade e à Estatística

3

0

4

3

36

-

BC0405

Introdução as Equações Diferenciais Ordinárias

4

0

4

4

48

-

BC0504

Natureza da Informação

3

0

4

3

36

-

BC0304

Origem da Vida e Diversidade dos Seres Vivos

3

0

4

3

36

-

BC0505

Processamento da Informação

3

2

5

5

60

-

BC0002

Projeto Dirigido

0

2

10

2

24

-

BC0308

Transformações Bioquímicas

3

2

6

5

60

-

BC0306

Transformações nos Seres Vivos e Ambiente

3

0

4

3

36

-

BC0307

Transformações Químicas

3

2

6

5

60

-

Quadro 5. Disciplinas de Síntese e Integração de Conhecimentos das engenharias.

Requisitos / Recomendações

Todas as disciplinas de Opção Limitada

EN1002

Engenharia Unificada I

0

3

5

3

36

do BC&T (Obrigatórias para todas as

Engenharias)

Engenharia Unificada I

EN1004

Engenharia Unificada II

0

3

5

3

36

EN1701

Estágio Curricular I

0

7

0

7

84

EN1702

Estágio Curricular II

0

7

0

7

84

EN1703

Trabalho de Graduação I

0

2

4

2

24

EN1704

Trabalho de Graduação II

0

2

4

2

24

Ver resolução de Estágio específica

para o curso

Estágio Curricular I

Ver resolução de TG específica para o

curso

Trabalho de Graduação I

EN1705 Trabalho de Graduação III 0 2 4 2 24 Trabalho de Graduação II
EN1705 Trabalho de Graduação III 0 2 4 2 24 Trabalho de Graduação II

EN1705

Trabalho de Graduação III

0

2

4

2

24

Trabalho de Graduação II

Código

Nome

T

P

I

Créditos

Horas

Quadro 6. Disciplinas Robótica.

obrigatórias da Engenharia em Instrumentação,

Automação e

Código

Nome

T

P

I

Créditos

Horas

Requisitos / Recomendações

EN2714

Acionamentos Elétricos

3

2

4

5

60

Máquinas Elétricas

EN2706

Análise de Sistemas Dinâmicos Lineares

3

0

4

3

36

Instrumentação e Controle

EN2721

Automação de Sistemas Industriais

1

3

4

4

48

Sistemas de Controle II

EN2703

Circuitos Elétricos I

3

2

4

5

60

Circuitos Elétricos e Fotônica

EN2705

Circuitos Elétricos II

3

2

4

5

60

Circuitos Elétricos I

EN2719

Dispositivos Eletrônicos

3

2

4

5

60

Circuitos Elétricos e Fotônica

EN2720

Eletrônica Analógica Aplicada

3

2

4

5

60

Dispositivos Eletrônicos

EN2605

Eletrônica Digital

4

2

4

6

72

Circuitos Elétricos e Fotônica

EN2708

Fotônica

3

1

4

4

48

Circuitos Elétricos e Fotônica

EN2715

Fundamentos de Robótica

3

1

4

4

48

Sistemas de Controle I

EN2717 Introdução aos Processos de Fabricação 3 1 4 4 48 Sistemas CAD/CAM EN2711 Máquinas
EN2717 Introdução aos Processos de Fabricação 3 1 4 4 48 Sistemas CAD/CAM EN2711 Máquinas
EN2717 Introdução aos Processos de Fabricação 3 1 4 4 48 Sistemas CAD/CAM EN2711 Máquinas
EN2717 Introdução aos Processos de Fabricação 3 1 4 4 48 Sistemas CAD/CAM EN2711 Máquinas

EN2717

Introdução aos Processos de Fabricação

3

1

4

4

48

Sistemas CAD/CAM

EN2711

Máquinas Elétricas

3

2

4

5

60

Circuitos Elétricos I

EN2610

Processamento Digital de Sinais

4

0

4

4

Transformadas em Sinais e Sistemas

48

Lineares

EN2712

Sensores e Transdutores

3

1

4

4

48

Dispositivos Eletrônicos

EN2716

Sistemas CAD/CAM

3

Fundamentos de Desenho e Projeto

 

1

4

4

48

EN2704

Sistemas de Controle I

3

2

4

5

60

EN2710

Sistemas de Controle II

3

2

4

5

60

EN2617

Sistemas Microprocessados

2

2

4

4

48

BC1509

Transformadas em Sinais e Sistemas Lineares

4

0

4

4

48

Transformadas em Sinais e Sistemas

Lineares

Sistemas de Controle I

Eletrônica Digital;

Dispositivos Eletrônicos

Funções de Várias Variaveis

Quadro 7. Disciplinas de Opção Limitada do Bacharelado em Ciência e Tecnologia obrigatórias para as engenharias.

Código

Nome

T

P

I

Créditos

Horas

Requisitos / Recomendações

BC1425

Álgebra Linear

6

0

5

6

72

Geometria Analítica

BC1419

Cálculo Numérico

3

1

4

4

48

Funções de Uma Variável

BC1519

Circuitos Elétricos e Fotônica

3

1

5

4

48

Fenômenos Eletromagneticos

BC1713

Engenharia Econômica

2

1

3

3

36

-

BC1416

Fundamentos de Desenho e Projeto

1

3

4

4

48

-

Econômica 2 1 3 3 36 - BC1416 Fundamentos de Desenho e Projeto 1 3 4
Econômica 2 1 3 3 36 - BC1416 Fundamentos de Desenho e Projeto 1 3 4

BC1507

Instrumentação e Controle

3

1

5

4

Introdução as Equações Diferenciais

48

Ordinárias;

Circuitos Elétricos e Fotônica

BC1710

Introdução as Engenharias

2

0

4

2

24

-

BC1105

Materiais e Suas Propriedades

3

1

5

4

48

-

BC1103

Mecânica dos Fluídos I

3

1

5

4

48

Fenômenos Térmicos

 

Funções de Uma Variável; Fenômenos

BC1104

Mecânica dos Sólidos I

3

1

5

4

48

Mecanicos; Geometria Analítica

 

Circuitos Elétricos e Fotônica;

BC1707

Métodos Experimentais em Engenharia

0

3

2

3

36

Mecânica dos Fluídos I

BC1309

Termodinâmica Aplicada I

3

1

5

4

48

Fenômenos Térmicos

36 Mecânica dos Fluídos I BC1309 Termodinâmica Aplicada I 3 1 5 4 48 Fenômenos Térmicos
36 Mecânica dos Fluídos I BC1309 Termodinâmica Aplicada I 3 1 5 4 48 Fenômenos Térmicos

Quadro 8. Disciplinas de Opção Limitada da Engenharia em Instrumentação, Automação e Robótica.

Código

Nome

T

P

I

Créditos

Horas

Requisitos / Recomendações

EN2614

Comunicações Ópticas

3

1

4

4

48

Circuitos Elétricos e Fotônica

EN3722

Confiabilidade de Componentes

e Sistemas

3

0

4

3

36

Introdução à Probabilidade e à

Estatística

EN3711

Controle Discreto

3

1

4

4

48

Sistemas de Controle II

EN3712

Eletrônica de Potência I

3

2

4

5

60

Circuitos Elétricos I

EN3713

Eletrônica de Potência II

3

2

4

5

60

Eletrônica de Potência I

EN3724

Engenharia Óptica e Imagens

3

1

4

4

48

Circuitos Elétricos e Fotônica

EN2405

Fundamentos de Máquinas Elétricas

2

2

5

4

48

Circuitos Elétricos I

EN3618

Informática Industrial

0

4

4

4

48

Eletrônica Digital

EN2403

Instalações Elétricas I

2

2

4

4

48

Circuitos Elétricos I

EN3406

Instalações Elétricas II

2

2

4

4

48

Instalações Elétricas I

EN3714

Instrumentação e Metrologia Óptica

3

1

4

4

48

Circuitos Elétricos e Fotônica

EN3723

Lógica Programável

3

1

4

4

48

Eletrônica Digital

 

Estatística aplicada a Sistemas de

EN2531

Pesquisa

Operacional

4

2

9

6

72

Gestão

EN3717

Optoeletrônica

3

1

4

4

48

Circuitos Elétricos e Fotônica

EN3727

Processadores Digitais em Controle e Automação

3

1

4

4

48

Processamento Digital de Sinais

   

Sistemas Microprocessados; Eletrônica

EN3630

Aplicações de Microcontroladores

0

4

4

4

48

Analógica Aplicada

 

Geometria Analítica;

EN2622

Programação de Software Embarcado

3

1

4

4

48

Álgebra Linear;

 

Processamento da Informação

EN3621

Projeto de Filtros Digitais

2

2

4

4

48

Processamento Digital de Sinais

EN3715

Projeto de Microdispositivos para Instrumentação

3

1

4

4

48

Sensores e Transdutores

EN3726

Redes de Barramento de Campo

2

1

4

3

36

Eletrônica Digital

EN3707

Circuitos Hidráulicos e Pneumáticos

3

1

4

4

48

Mecânica dos Fluídos I

EN3705

Controle Avançado de Robôs

3

0

4

3

36

Fundamentos de Robótica

EN3710

Controle Não-Linear

3

1

4

4

48

Sistemas de Controle II

EN3709

Controle Robusto Multivariável

3

1

4

4

48

Sistemas de Controle II

EN3725

Inteligência Artificial em Robótica

3

1

4

4

48

Fundamentos de Robótica

EN3704

Robôs Móveis Autônomos

3

1

4

4

48

Fundamentos de Robótica

 

Servo-Sistema para Robôs e Acionamento para

 

EN3706

Sistemas Mecatrônicos

3

1

4

4

48

Máquinas Elétricas

EN3708

Sistemas de Controle III

3

2

4

5

60

Sistemas de Controle II

EN3721

Teoria de Controle Ótimo

3

0

4

3

36

Instrumentação e Controle

EN3702

Visão Computacional

3

1

4

4

48

Fundamentos de Robótica

 

Supervisão e Monitoramento de Processos

 

EN3728

Energéticos

1

3

4

4

48

Automação de Sistemas Industriais

4. GRADE DESENVOLVIDA

A partir de estudos com base neste projeto e em conselhos de discentes e docentes voltados para a engenharia de Instrumentação, Automação e Robótica, uma grade disciplinar foi desenvolvida (quadros 9 e 10). Essa grade visa auxiliar na escolha de disciplinas durante as inscrições, seguindo o foco da grade sugerida. No entanto, a ordem e decisão de escolha das disciplinas levam em consideração algumas escolhas feitas pelo autor (tais como o acúmulo dos créditos), bem como a especialização na área de Robótica dentro da engenharia.

Quadro 9. Grade desenvolvida com base nos objetivos deste projeto (parte I). As cores da coluna de créditos representam o grau de dedicação em escala do amarelo para o vermelho, onde o vermelho indica um grau alto de dedicação. A coluna de requisições indica a quantidade de disciplinas que utilizam a disciplina em questão como requerida.

Quad.

   
 

T P I Créditos
T
P
I
Créditos

acumulados

Disciplina

Créditos

# Requisições

Base Experimental das Ciências Naturais

Bases Matemáticas

Bases Computacionais da Ciência

2

10º

Quadro 10. Grade desenvolvida com base nos objetivos deste projeto (parte II). As cores da coluna de créditos representam o grau de dedicação em escala do amarelo para o vermelho, onde o vermelho indica um grau alto de dedicação. A coluna de requisições indica a quantidade de disciplinas que utilizam a disciplina em questão como requerida.

T P I Quad. Créditos acumulados 11º 12 8 20 20 Código Disciplina Tipo T
T P I Quad. Créditos acumulados 11º 12 8 20 20 Código Disciplina Tipo T
T P I Quad.
T
P
I
Quad.

Créditos

acumulados

11º

12

8

20

20

Código

Disciplina

Tipo

T

P

EN2617

Sistemas Microprocessados

OE

2

2

EN2712

Sensores e Transdutores

OE

3

1

EN2715

Fundamentos de Robótica

OE

3

1

EN2716

Sistemas CAD/CAM

OE

3

1

EN2721

Automação de Sistemas Industriais

OE

1

3

I

4

4

4

4

4

Industriais OE 1 3 I 4 4 4 4 4 Créditos # Requisições 12º 15 5

Créditos

# Requisições

Créditos # Requisições
Créditos # Requisições
Créditos # Requisições
Créditos # Requisições
Créditos # Requisições
Créditos # Requisições
Créditos # Requisições
Créditos # Requisições
Créditos # Requisições
Créditos # Requisições

12º

15

5

13º

9

9

14º

15

5

15º

12

7

16º

15

4

20

20

24

20

20

20

18

20

20 18 20
 

4

-

 

4

1

 

4

4

 

4

1

 

4

1

EN2708

Fotônica

OE

3

1

4

4

-

EN2614

Comunicações Ópticas

LE

3

1

4

4

-

EN2717

Introdução aos Processos de Fabricação

OE

3

1

4

4

-

EN3707

Circuitos Hidráulicos e Pneumáticos LE 3 1 4 - Trabalho de Graduação I SI 0
Circuitos Hidráulicos e Pneumáticos
LE
3
1
4
-
Trabalho de Graduação I
SI
0
2
4
2 1
Robôs Móveis Autônomos
LE
3
1
4
-
Aplicações de Microcontroladores
LE
0
4
4
-
Trabalho de Graduação II
SI
0
2
4
1
Controle Avançado de Robôs
LE
3
0
4
3 -
Servo-Sistema para Robôs e Acionamento para Sistemas
LE
3
1
4
4
-
Mecatrônicos
Controle Robusto Multivariável
LE
3
1
4
4
-
Controle Não-Linear
LE
3
1
4
4
-
Teoria de Controle Ótimo
LE
3
0
4
3
-

EN3723

Lógica Programável

LE

3

1

4

4

-

EN1703

EN3702

Visão Computacional

LE

3

1

4

4

-

EN3725

Inteligência Artificial em Robótica

LE

3

1

4

4

-

EN3704

EN3630

EN1704

EN3705

EN3706

EN3709

EN3710

EN3721

 

EN1705

Trabalho de Graduação III

SI

0

2

4

2

-

19

EN2622

Programação de Software Embarcado

LE

3

1

4

4 5 4 4 4 4 4 3
4
5
4
4
4
4
4
3

-

EN3708

Sistemas de Controle III

3

2

4

-

EN3711

Controle Discreto

3

1

4

-

EN3724

Engenharia Óptica e Imagens

3

1

4

-

EN3714

Instrumentação e Metrologia Óptica

3

1

4

-

EN3715

Projeto de Microdispositivos para Instrumentação

3

1

4

-

EN3717

Optoeletrônica

LE

3

1

4

-

EN3722

Confiabilidade de Componentes e Sistemas

LE

3

0

4

-

19

Optoeletrônica LE 3 1 4 - EN3722 Confiabilidade de Componentes e Sistemas LE 3 0 4

Quadro 11. Legenda para a coluna Tipo dos quadros 9 e 10.

Tipo

Sigla

Obrigatórias do BC&T

OB

Obrigatórias Específicas

OE

Opção Limitada

L

Opção Limitada do BC&T (obrigatórias para as engenharias)

LB

Opção Limitada Específicas

LE

Síntese e Integração de Conhecimentos

SI

5. CONSIDERAÇÕES FINAIS

O aluno deve ter em mente que este projeto serve apenas como um guia de gerenciamento

das disciplinas e dos focos dos quais sua formação deve seguir. Quaisquer alterações nos

quadros e etapas podem ser feitas. No entanto, o aluno deve se condicionar a atingir os

objetivos deste projeto, pois o importante é que haja uma meta durante sua graduação. E essa

meta deve obedecer regras de tempo e desempenho estipulados.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

1. PORTER, M. Estratégia competitiva. Rio de Janeiro: Ed. Campus, 1998.

2. MOEN, R.; NORMAN, C. Circling Back. Disponível em: <http://www.apiweb.org/ circling-back.pdf>. Acesso em: 03 jun. 2013.

3. WILSON, J. Gantt charts: A centenary appreciation. Glasgow University, 2003. Disponível em: <http://www-public.it-sudparis.eu/~gibson/Teaching/CSC7003/ ReadingMaterial/Wilson03.pdf>. Acesso em: 30 mai. 2013.