Você está na página 1de 1

ESCALAPB 2% 5% 10% 20% 30% 40% 50% 60% 70% 80% 90% 95% 98%

PB
100%
ESCALACOR 2% 5% 10% 15% 20% 30% 40% 50% 60% 70% 80%
COR
85% 90% 95% 98% 100%

Produto: JT - BR - 3 - 18/06/08
3A - Cyan Magenta Amarelo Preto

JORNAL DA TARDE
3A
%HermesFileInfo:3-A:20080618:

QUARTA-FEIRA, 18 . 6 . 08

JTCIDADE 47% DASVÍTIMASQUEMORRERAMtinham


álcoolnosanguenomomentodoacidente,
mostrapesquisadaUSPde2005

Númerodemortesnotrânsito
seigualaaodehomicídios
Aproporçãocaiudequatroassassinatosparacadamorteemacidenteautomobilísticoparaumporum,emseteanos.
OsecretárioMunicipaldeTransportespõeaculpanoaumentodafrotadeveículos,masosespecialistasdiscordam
JONESROSSI caiu 36,96%, para 1.202 mortes. O
jones.rossi@grupoestado.com.br número continuou estável até RUAS VIOLENTAS
2004, quando foram registradas
Em2001,paracadamortenotrânsi-
to da Capital aconteciam pelo me-
1.172 mortes. Mas em 2007 o total
chegoua1.427,omaiordesde1996,
Crescem as mortes no trânsito Aumento na frota de automóveis e motocicletas, falta de preparo de
condutores e impunidade fazem mortes no trânsito explodirem na Capital.
Enquanto o número de mortes por homicídios está caindo
nos quatro homicídios. Hoje, sete indicando o relaxamento detecta-
anos depois, a proporção é de um do por Taniguchi.
paraum.Segundoumlevantamen- Os números levavam em conta Evolução do número de homicídios x número de mortos no trânsito
tofeitopeloJornaldaTardejuntoà apenasosresidentesemSãoPaulo.
Secretaria Municipal de Saúde, en- Somenteapartirde2001asestatísti-
7.000
quanto o número de homicídios cas passaram a contemplar mora-
caiu 71,15%, de 6.683 em 2001 para dores de outras cidades que mor- HOMICÍDIOS
1.928em2007,osacidentesdetrân- rem no trânsito de São Paulo. Le- 6.000
sito deram um salto de 9,63%, pas- vando em conta estes casos, em
sando de 1.681 para 1.843 no mes- 2007 morreram 1.843 pessoas nas
mo período. A taxa de homicídios ruas da Capital. 5.000
por 100 mil habitantes, que era de
63,71 em 2001, caiu para 17,79 em Álcoolemotocicletas
2007, praticamente igual à taxa de Para a médica Júlia Maria D'Anfréa 4.000

mortes no trânsito: 17,01. Greve, professora associada do de-


OsecretárioMunicipaldosTrans- partamento de Ortopedia e Trau-
3.000
portes e presidente da Companhia matologiadaFaculdadedeMedici-
de Engenharia de Tráfego (CET), nadaUSP,onúmeroaltodeaciden-
AlexandredeMoraes,atribuiuoau- tesde trânsitotem a vercom o con- MORTOS
mento do número de acidentes fa-
2.000 NO TRÂNSITO
1.928 (-71,15%)*
tais à multiplicação dos veículos
Naatualgestão,afrota 1.843 (+9,63%)*
quecirculamnasruasdeSãoPaulo. 1.000
No período Serra/Kassab +26,57%
“Apartirdomomentoemqueseau- demotosaumentou
2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007
mentaonúmerodeveículos,logica- 58,37%,eonúmerode
mente acaba havendo reflexo no
mortes120,54%
números (de acidentes).” Ao ser Evolução da frota de veículos em São Paulo (Capital)
questionado se a Prefeitura tem al- sumo de álcool, mas isto não expli-
gumprojetoparareduziressesíndi- ca o recente aumento. 5.392.692 (+33,9%)*
5.037.418
ces, Moraes não respondeu. “Os dados de consumo de álcool 4.752.092
4.382907 4.547.842
Entre2001e2007,afrotadeveícu- são mais ou menos estáveis”, afir- 4.213.988
4.027.184
losdaCidadeaumentou33,9%–de ma Júlia. Um estudo publicado pe-
quatro milhões para 5,3 milhões. la médica e outros pesquisadores
Mas o acréscimo na frota desde o da USP em 2005 mostrou que 47%
início do governo Serra/Kassab foi de todas as vítimas que morreram
de 18,57%, enquanto o número de tinham álcool no sangue no mo- 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007
acidentes, contando apenas este mentodoacidente.Segundoapes-
No período Serra/Kassab +18,57%
período, subiu 26,57%. quisadora, no Brasil há “uma gran-
de tolerância social em relação ao
Frotaemperraotrânsito ato de beber e dirigir”. Evolução da frota de motocicletas em São Paulo (Capital)
Mesmo assim, para especialistas, o Ofatormaisimportante,paraJú- 506.660 (+121,38%)*
aumento da frota não é um fator lia Maria, é o aumento da frota de
427.710
que contribui para as mortes. Para motos,o queelachamade“cultura
365.025
omédicoMauroTaniguchi,coorde- do motoboy”, de dirigir correndo 319.304
nador do Programa de Aprimora- riscos,o que resultaem lesõesmais 287.579
257.167
mentodasInformaçõesdeMortali- graves. “O grande número de mor- 228.858
dade de São Paulo (PRO-AIM), “o tesédemotociclistas epedestres. E
aumentodafrotaemperraotrânsi- a moto está sendo escolhida cada
toeatédiminuiavelocidadedosaci- vezmais,porsermaiságilebarata.”
dentes, reduzindo a mortalidade”. Em 2001, havia 228.858 motoci- 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007
Oproblema,segundoele,éorelaxa- cletas em São Paulo. Em 2007, já
mentoemrelaçãoaoCódigoNacio- eram 506.660, uma evolução de No período Serra/Kassab +58,67%

nal de Trânsito. 121,38%, muito acimado aumento Número de mortes de motociclistas em São Paulo (Capital)
Aentradaemvigordocódigo,em dafrota de veículos em geral. Neste
350 384
1997, ocasionou uma drástica que- período,asmortesdemotociclistas 322 (+155,55%)*
da no número de mortes no trânsi- também atingiram níveis altíssi-
todeSãoPaulo.Em1996,asmortes mos. De 126, em 2001, para 322 em 126 107 146
103
causadas por acidentes de trânsito 2007,comum picode384 em2006.
em São Paulo chegaram a 1.907, e “Falta preparo”, afirma Aldemir 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007
desde então este número nunca Martins, presidente do Sindicato
No período Serra/Kassab +120,54%
mais foi superado. dos Motoboys.:: *Período entre 2001 e 2007
Comocódigoemplenofunciona- FONTE: PROGRAMA DE APRIMORAMENTO DAS INFORMAÇÕES DE MORTALIDADE DE SÃO PAULO (PRO-AIM) E INFOGRÁFICO/AE
mento, em 1998, este número já ColaborouHumbertoMaiaJr. RENAEST (REGISTRO NACIONAL DE ACIDENTES E ESTATÍSTICAS DE TRÂNSITO)

‘Disseramqueeunãovoltariamais aandar’
PAULO LIEBERT/AE
Em um dos corredores da Asso- brevemelhora,novamenteotrânsi- pessoas que ficam com alguma se-
ciaçãodeAssistênciaàCriançaDefi- to é o vilão. qüela”, reclama Fernandes. SOBEDESCE
ciente (AACD), Elaine Pedroso da De acordo com os números da Elainesofreuumlesãonaprimei-
Cunha,26anos,caminhavagorosa- instituição,todasaslesõesporcau- ravértebradacolunalombar,quan- Frotadecarrosemo-
mente com a ajudada de um anda- saexternasubiram.“Lesõesmedu- dovoltavadecaronaparacasaapós tos:nãopáradeau-
dor.Recuperando-sedeumaciden- lares, amputações e traumatismos um churrasco, com mais quatro
te no Rodoanel, há um ano e dois cranianos já passaram as doenças pessoas. Ela e o motorista tiveram
mentareumanova
meses, ela faz parte de um grupo congênitas”, diz diretor clínico da os ferimentos mais graves. ondademotosecarroschi-
quetemcrescidonosúltimosanos: AACD Antônio Carlos Fernandes. “Alguns médicos disseram que neses,maisbaratos,que
ode pessoascomlesões namedula “Tivemos que mudar a grade (de eu não voltaria mais a andar”, lem- deveinvadirasruasdaCa-
causadasporacidentesdetrânsito. atendimento) da instituição”. bra Elaine, que começou a recupe- pital.Oproblema:“Sãofei-
O reflexo deste aumento já pode rar os movimentos em casa. toscommateriaismaisba-
ser notado na Clínica de Lesão Me- Atualmentefazaté40minutosde
dulardaAACD.Em2007,apósqua-
Estima-seque30% caminhada com o andador, em pé,
ratosemaispropensosa
troanos,aslesõescausadasporaci- dasvítimasdetrânsito sozinha, e há três meses treina re- falhas”,dizopresidentedo
dentesdetrânsitovoltaramaotopo fiquemcomalguma mo na raia olímpica da USP. Está Sindimoto
do ranking dos atendimentos. Es- namorando e pretende retomar a
sas lesões derivadas de ferimentos
lesãomotora faculdade de direito. ::
com armas de fogo, antes a princi- Entre os acidentes, o maior res- CódigoNacional
palcausa,caírampara a2ªposição. ponsável pelas lesões são os com deTrânsito:sua
Dos 216 pacientes atendidos em motocicletas. “O grande vilão é a
2007,84sofreramalesãoemumaci- moto”,afirmaFernandes.Atéjulho LESÕES NA MEDULA implantação,em
dente de trânsito, contabilizando de2007,somaram42%dototal.Em 1997,fezcomqueas
38,9% do total. Os feridos por ar- segundo vinham os automóveis, Acidente de trânsito 84 mortesnotrânsito
mas de fogo totalizaram 69, ou com 40%, depois atropelamentos Arma de fogo 69 caíssemdrasticamente.
31,9%dototal. Estesnúmerosindi- (6,7%)ebicicletas(4,4%).Osoutros Queda 31 Masaimpunidadefezcom
cam uma volta a índices parecidos casos (ônibus, caminhão e trens), Acidente de mergulho 17 queosmotoristasrelaxas-
comos da década de 1980 até mea- juntos, somaram 6,6% do total. Trauma direto 10
dos da década de 90, quando a Estima-se que 30% das vítimas Arma branca 2
sem.Há11anosquenão
maioria dos pacientes com lesões do trânsito fiquem com alguma le- Outros 3 morriatantagentenotrân-
medulares atendidos na AACD era sãomotora.“Masnãoexistemesta- Total 216 sitodeSãoPaulo
vítima do trânsito. Depois de uma tísticas oficiais sobre o número de Elaine Pedroso da Cunha se recupera de acidente na AACD, na Zona Sul

Interesses relacionados