Você está na página 1de 38

REV.

00

01
Tecnologia de Tração Elétrica

• Veículos a Bateria

• Trólebus

• Híbridos

• Hidrogênio – Fuel Cel ou Pilha a Combustível


02
Veículos a Bateria
VANTAGENS
1. TOTALMENTE ELÉTRICO. POLUIÇÃO PRATICAMENTE ZERO.

2. POR SEREM TOTALMENTE ELÉTRICOS, OS VEÍCULOS SÃO MUITO SILENCIOSOS.

DESVANTAGENS
1. BAIXA AUTONOMIA.

2. GRANDE PESO DAS BATERIAS. CERCA DE 6,5 TONS PARA UM VEÍCULO DO


TIPO “PADRON” (100 PASSAGEIROS).

3. NECESSIDADE DE RECARGAS FREQÜENTES.

4. BAIXA CONFIABILIDADE E VIDA ÚTIL DAS BATERIAS, QUANDO UTILIZADAS NO


REGIME EXIGIDO POR ESTES VEÍCULOS (DESCARGA PROFUNDA).

5. ALTO CUSTO DAS BATERIAS. APROXIMADAMENTE U$ 40.000,00 PARA UM


VEÍCULO “PADRON”.
03
Veículos a Bateria
OBSERVAÇÕES

1. AS DESVANTAGENS SÃO RELACIONADAS ÀS


CARACTERÍSTICAS DAS BATERIAS.

2. APESAR DAS GRANDES SOMAS INVESTIDAS NO


DESENVOLVIMENTO DE BATERIAS LEVES E DE GRANDE
DURABILIDADE, OS RESULTADOS ALCANÇADOS FORAM
EXTREMAMENTE MODESTOS.

3. ULTIMAMENTE TODAS AS GRANDES CORPORAÇÕES VEM


ABANDONANDO ESTA LINHA DE PESQUISA.

04
Trólebus
VANTAGENS
1. TOTALMENTE ELÉTRICO. VEÍCULO RÁPIDO E SILENCIOSO .
2. POLUIÇÃO ZERO.
3. O CUSTO DO VEÍCULO É SUPERIOR AO DE UM VEÍCULO À DIESEL DE MESMO
PORTE, PORÉM BASTANTE INFERIOR AO CUSTO DE UM “TRAMWAY”
(VEÍCULO DO TIPO “BONDE”, SOBRE TRILHOS).

DESVANTAGENS
1. O VEÍCULO TEM POUCA FLEXIBILIDADE POIS SÓ TRAFEGA SOB A REDE
AÉREA.
2. ALTO CUSTO DA REDE AÉREA. CERCA DE U$ 150.000,00 A U$ 200.000,00 POR
KILÔMETRO. (INCLUINDO CHAVES E SUBESTAÇÕES RETIFICADORAS.)
3. ALTO CUSTO DA ENERGIA ELÉTRICA, PRINCIPALMENTE NO BRASIL, NOS
HORÁRIOS DE “PICO”.
4. “POLUIÇÃO VISUAL”, INTRODUZIDA PELA REDE AÉREA.
5. VULNERABILIDADE DA REDE À RAIOS E OBSTÁCULOS EXTERNOS
(ÁRVORES).
05
Trólebus
OBSERVAÇÕES

1. AS DESVANTAGENS DESTE TIPO DE VEÍCULO SÃO TODAS


RELACIONADAS À IMPLANTAÇÃO E MANUTENÇÃO DA REDE
AÉREA.

2. O VEÍCULO EM SI APRESENTA MUITAS CARACTERÍSTICAS


ALTAMENTE INTERESSANTES, SENDO A MAIOR DELAS A
EMISSÃO NULA DE POLUENTES.

06
TRÓLEBUS
12 metros
Piso Baixo
Ar Condicionado

Passageiros:
39 Sentados
31 Em Pé

Motor Elétrico de
Tração:
Pn= 120 Kw
Pp= 240 Kw

07
TRÓLEBUS

12 metros – Painel do Motorista


08
TRÓLEBUS

12 metros – Interior do trólebus


09
TRÓLEBUS

12 metros – Sistema Eletrônico de Tração


10
TRÓLEBUS

12 metros – Motor Elétrico de Tração


Pn= 120 Kw Pp= 240 Kw
11
Híbridos
VANTAGENS
1. A POLUIÇÃO É MUITÍSSIMO REDUZIDA. PELO FATO DO MOTOR DE
COMBUSTÃO OPERAR COM ROTAÇÃO FIXA, PODE SER AJUSTADO PARA
TRABALHAR EM SEU PONTO ÓTIMO DE CONSUMO E POLUIÇÃO.

2. A POTÊNCIA (E O TAMANHO) DO MOTOR DE COMBUSTÃO É


DRASTICAMENTE REDUZIDA, POIS O MOTOR NÃO PRECISA SUPRIR OS
"PICOS" DE DEMANDA ENERGÉTICA. ESTES SÃO SUPRIDOS PELO
PEQUENO BANCO DE BATERIAS.
COMO EXEMPLO, UM VEÍCULO ”PADRON" (100 PASSAGEIROS), QUE
NORMALMENTE UTILIZARIA UM MOTOR DIESEL DE 240 HP, PODE
OPERAR COM UM MOTOR DE SOMENTE 80 HP (60KW), SEM QUALQUER
PERDA DE DESEMPENHO. ISTO SIGNIFICA ECONOMIA DE COMBUSTÍVEL,
CUSTOS E MANUTENÇÃO.

12
Híbridos
VANTAGENS (CONT.)

3. AUTONOMIA ILIMITADA, DEPENDE APENAS DA CAPACIDADE DO TANQUE


DE COMBUSTÍVEL.

4. AS TECNOLOGIAS BÁSICAS SÃO CONHECIDAS E AMPLAMENTE TESTADAS.


A APROPRIADA COMBINAÇÃO DESTAS TECNOLOGIAS EM UM SISTEMA
OPERACIONAL É QUE DIFERENCIA ESTES VEÍCULOS, CONFERINDO-LHES
CARACTERÍSTICAS ÚNICAS.

5. PELO FATO DE JAMAIS SEREM SUBMETIDAS À DESCARGAS PROFUNDAS,


AS BATERIAS TEM LONGA DURAÇÃO (CERCA DE 3 ANOS) E GRANDE
CONFIABILIDADE.
O BANCO DE BATERIAS NECESSÁRIO É PEQUENO. CERCA DE 600KG PARA
UM VEÍCULO DE 12 TONELADAS.

6. COMO UTILIZAM TRAÇÃO ELÉTRICA, A "PERFORMANCE” DESTES


VEÍCULOS É EXCELENTE, SEMELHANTE À UM TROLEBUS.
13
Híbridos
DESVANTAGENS

1. EMBORA MUITO REDUZIDA, A POLUIÇÃO GASOSA NÃO É NULA. TODAVIA,


SATISFAZ OS CRITÉRIOS DE VEÍCULOS COM ”ULTRA - LOW EMISSIONS ".

2. HÁ ALGUMA GERAÇÃO DE RUÍDO DEVIDO À OPERAÇÃO DO MOTOR DE


COMBUSTÃO INTERNA. ENTRETANTO, O RUÍDO GERADO PODE SER MUITO
REDUZIDO POR TÉCNICAS APROPRIADAS DE ISOLAÇÃO ACÚSTICA.

OBSERVAÇÕES

EXISTEM VÁRIAS VERSÕES DESTE TIPO DE VEÍCULO. NA VERSÃO


CONSIDERADA NESTA APRESENTAÇÃO, A ENERGIA ELÉTRICA É GERADA, À
BORDO, POR UM GRUPO MOTOR + GERADOR E COMPLEMENTADA POR UM
PEQUENO BANCO DE BATERIAS, QUE ATUA COMO UM “PULMÃO
ENERGÉTICO” SUPRINDO OS “PICOS” DE DEMANDA
14
RESULTADOS DE EMISSÕES
G/Kw.h
PM – Particulados
CO – Monóxido de Carbono
16
Aplicação NOx – Óxido de Nitrogênio
14 DIESEL HC – Hidrocarbonetos
12
10 PM x 100
CO
8
Aplicação Nox
6 HÍBRIDO HC x 10
4
2
0
O MESMO MOTOR APLICADO EM TECNOLOGIAS DIFERENTES
Fonte: COPPETEC – Universidade Federal do Rio de Janeiro
15
Resultados de Poluição Sonora
Medição Externa - Valores dBa
Pontos Híbrido Diesel
A 80,85 84,6
B 79,3 80,45
C 76,5 77,3
D 78,15 89,3
E 79,45 89,7
F 78,25 88,5
G 74,05 75,2
H 78,3 78,9
I 77,35 88,7
J 40,1 81,43
K 41,93 82,67

Medição Interna - Valores dBa


Pontos Híbrido Diesel
A 62,01 64,9
B 52,15 72,65
C 33,15 73,35

Fonte: COPPETEC – Universidade Federal do Rio de Janeiro


16
DIAGRAMA DE BLOCOS – SISTEMA HÍBRIDO DE TRAÇÃO

17
ÔNIBUS HÍBRIDO
18 metros
Articulado
Piso Convencional
Ar Condicionado

Passageiros:
47 Sentados
103 Em Pé

Motor Diesel 160 Hp


Gerador 120 Kw
Motor Elétrico de
Tração:
Pn= 180 Kw
Pp= 360 Kw

18
ÔNIBUS HÍBRIDO
9 metros
Piso Baixo
Ar Condicionado

Passageiros:
23 Sentados
21 Em Pé
1 Espaço para
Cadeira de Rodas

Motor Diesel 80 Hp
Gerador 60 Kw
Motor Elétrico de
Tração:
Pn= 100 Kw
Pp= 200 Kw
19
ÔNIBUS HÍBRIDO
12 metros
Entrada Baixa
Ar Condicionado

Passageiros:
34 Sentados
31 Em Pé

Motor Diesel 90 Hp
Gerador 60 Kw
Motor Elétrico de
Tração:
Pn= 120 Kw
Pp= 240 Kw

20
ÔNIBUS HÍBRIDO
15 metros
Piso Baixo
Ar Condicionado

Passageiros:
33 Sentados
48 Em Pé
1 Espaço para
Cadeira de Rodas

Motor Diesel 160 Hp


Gerador 120 Kw
Motor Elétrico de
Tração:
Pn= 180 Kw
Pp= 360 Kw
21
ÔNIBUS HÍBRIDO

15 metros – Painel do Motorista


22
ÔNIBUS HÍBRIDO

15 metros – Interior do ônibus


23
ÔNIBUS HÍBRIDO

MOTOR
DIESEL
160 Hp

GERADOR
120 Kw

15 metros – GMG - Diesel / Elétrico


24
ÔNIBUS HÍBRIDO

15 metros – Sistema Eletrônico de Tração


Potência do Motor de Tração: Pn= 180 Kw Pp= 360 Kw
25
ÔNIBUS HÍBRIDO

15 metros – Banco de Baterias


26
OPCIONAL: GÁS NATURAL
Ônibus Híbrido - 12 metros

GMG – GNV / Elétrico


Motor Gás Natural: 90 Hp Gerador: 60 Kw
27
Hidrogênio
FUEL CELL – PILHA A COMBUSTÍVEL

ABASTECIDA COM H2 GASOSO OU LÍQUIDO

VANTAGENS
1. POLUIÇÃO ZERO. A REAÇÃO ENTRE H2 E O2 TEM COMO "BY PRODUCT"
ÁGUA. (E ELETRICIDADE)
2. POR SEREM TOTALMENTE ELÉTRICOS, OS VEÍCULOS SÃO TÃO
SILENCIOSOS COMO OS "TROLLEYBUS".

28
Hidrogênio
FUEL CELL – PILHA A COMBUSTÍVEL

ABASTECIDA COM H2 GASOSO OU LÍQUIDO

DESVANTAGENS
1. O HIDROGÊNIO É UM PRODUTO DE DIFÍCIL PRODUÇÃO, MANUSEIO E
ARMAZENAMENTO.
2. A PRODUÇÃO DO HIDROGÊNIO REQUER A CONSTRUÇÃO DE UMA USINA
DE HIDROGÊNIO BASTANTE DISPENDIOSA.
3. A VIDA ÚTIL DAS CÉLULAS COMBUSTÍVEIS AINDA É MUITO REDUZIDA(1 A
2 ANOS).
4. O CUSTO DE UMA CÉLULA COMBUSTÍVEL É MUITO ELEVADO. CERCA DE
U$ 100.000,00 PARA UMA CÉLULA DE 200KW.

29
Hidrogênio
FUEL CELL – PILHA A COMBUSTÍVEL

ABASTECIDA COM H2 GASOSO OU LÍQUIDO

OBSERVAÇÕES

1. OS PROBLEMAS MAIS SÉRIOS ESTÃO RELACIONADOS À PRODUÇÃO


E ARMAZENAMENTO DO HIDROGÊNIO, OU SEJA, À PRODUÇÃO E
DISTRIBUIÇÃO.

2. ESPERA-SE QUE O ALTO CUSTO DAS CÉLULAS COMBUSTÍVEIS


PODERÁ SER REDUZIDO SE VIEREM A SER PRODUZIDAS EM
GRANDE QUANTIDADE.

3. É UMA TECNOLOGIA MUITO PROMISSORA PORÉM, NA OPINIÃO DO


AUTOR, MAIS APROPRIADA PARA INSTALAÇÕES FIXAS, OU PARA
AVIÕES OU EMBARCAÇÕES, ONDE O ABASTECIMENTO É
CONCENTRADO.
30
Hidrogênio
VEÍCULOS A “CÉLULA COMBUSTÍVEL” ABASTECIDA COM METANOL OU
OUTRO COMPOSTO POSSUINDO H2 QUE É GERADO ATRAVÉS DE REAÇÃO
QUÍMICA “A BORDO”.

VANTAGENS
1. OS PROBLEMAS DE ABASTECIMENTO E SEGURANÇA RELATIVOS AO
HIDROGÊNIO SÃO MINIMIZADOS. TODAVIA, O VEÍCULO DEIXA DE SER "À
HIDROGÊNIO" E PASSA A SER "À METANOL".

DESVANTAGENS
1. NECESSIDADE DE PRODUZIR METANOL.
2. A REAÇÃO PARA LIBERAR H2 A PARTIR DO METANOL LIBERA ALGUMA
POLUIÇÃO PARA O MEIO AMBIENTE. O VEÍCULO DEIXA DE SER
POLUIÇÃO ZERO.
3. AS DEMAIS DESVANTAGENS (CUSTO E VIDA ÚTIL) SÃO AS MESMAS DO
ITEM ANTERIOR.
4. A COMPLEXIDADE DA CÉLULA COMBUSTÍVEL AUMENTA, DEVIDO À
SEÇÃO EXTRA PARA EXTRAIR H2 DO METANOL.
31
ÔNIBUS HÍBRIDO

HIDROGÊNIO
COPPE, ELETRA, INDUSCAR,LACTEC, PETROBRÁS
E FINEP.
32
Comparativo

SCIENTIFIC AMERICAN – MAY 2004 33


Comparativo

SCIENTIFIC AMERICAN – MAY 2004 34


Hidrogênio

CONCLUSÃO

APESAR DOS PROBLEMAS TÉCNICOS E


ECONÔMICOS AINDA NÃO TOTALMENTE
EQUACIONADOS, TORNA-SE NECESSÁRIO
MANTER OS ESFORÇOS DE PESQUISA E
DESENVOLVIMENTO PARA NÃO CORRER O
RISCO DE PERDER O “BONDE” DA HISTÓRIA.

35
PATENTES BRASILEIRA E NORTE-AMERICANA

36
THE WORLD TECHNOLOGY AWARDS 2003

37
ELETRA INDUSTRIAL LTDA.
Av. Wallace Simonsem, 151 – Nova Petrópolis
09771-210 – São Bernardo do Campo – S. P.

Tel.: 55 11 4121-7551 Fax: 55 11 4121-7552


www.eletrabus.com
eletra@eletrabus.com

38

Interesses relacionados