Você está na página 1de 4

Sociologia

A Sociologia é uma ciência que estuda as sociedades humanas e os processos que


interligam os indivíduos em associações, grupos e instituições. Enquanto que o
indivíduo isolado é estudado pela Psicologia, a Sociologia estuda os fenômenos que
ocorrem quando vários indivíduos se encontram em grupos de tamanhos diversos, e
interagem no interior desses grupos.

A Sociologia interessa-se pelo comportamento das pessoas enquanto seres sociais; a


vida social dos humanos. Vai estudar desde o contato de indivíduos anónimos em uma
rua até o processo global de socialização (globalização).

Introdução

A Sociologia surgiu como uma disciplina no século XIX, na forma de uma resposta
acadêmica para um desafio de modernidade: se o mundo está ficando menor e mais
integrado, a experiência de pessoas do mundo é crescentemente atomizada e
dispersada. Sociólogos não só esperavam entender o que unia os grupos sociais, mas
também desenvolver um "antídoto" para a desintegração social.

Hoje os sociólogos pesquisam macroestruturas inerentes à organização da sociedade,


como raça ou etnicidade, classe e gênero, além de instituições como a família;
processos sociais que representam divergência, ou desarranjos, nestas estruturas,
inclusive crime e divórcio. E pesquisam os microprocessos como relações
interpessoais.

Sociólogos confiam frequentemente em métodos quantitativos de pesquisa social


(como a estatística) para descrever padrões generalizados nas relações sociais, e
para desenvolver modelos que possam ajudar a predizer mudanças sociais e como as
pessoas responderão a essas mudanças. Mas para algumas áreas da Sociologia (e para
alguns sociólogos) acredita-se que métodos qualitativos — como entrevistas
dirigidas, discussões em grupo e métodos etnográficos — permitam um melhor
entendimento dos processos sociais. Uma abordagem mediana apropriada é que ambos
os métodos são complementares, do que se conclui que cada método pode complementar
os resultados do outro. Por exemplo, os métodos quantitativos podem descrever os
padrões grandes ou gerais, enquanto as aproximações qualitativas podem ajudar
entender como os indivíduos entendem ou respondem a essas mudanças.

História

A Sociologia é um estudo relativamente novo entre outras Ciências Sociais, como a


Economia, a Ciência Política, a Antropologia e a Psicologia.

O termo Sociologie foi cunhado por Auguste Comte, que esperava unificar todos os
estudos relativos ao homem — inclusive a História, a Psicologia e a Economia. Seu
esquema sociológico era tipicamente positivista, (corrente que teve grande força
no século XIX), e ele acreditava que toda a vida humana tinha atravessado as
mesmas fases históricas distintas e que, se a pessoa pudesse compreender este
progresso, poderia prescrever os remédios para os problemas de ordem social.

No fim, a Sociologia não substituiu as outras ciências sociais, mas veio a ser
outra entre elas, com suas próprias ênfases particulares em relação a tópicos e
métodos de estudo. Hoje, a Sociologia estuda as organizações da humanidade e as
instituições sociais, em grande parte por um método comparativo. Concentrou-se
particularmente na organização de sociedades industriais complexas.
A Ciência da Sociologia

Ainda que a sociologia tenha emergido em grande parte da convicção de Comte de que
ela eventualmente suprimiria todas as outras áreas do conhecimento científico,
hoje ela é mais uma entre as ciências. Pelo contrário, a sociologia passou a ser
identificada com outras ciências sociais (i.e., psicologia, economia, etc.).

Atualmente, ela estuda organizações humanas, instituições sociais e suas


interações sociais, aplicando mormente o método comparativo. Esta disciplina tem
se concentrado particularmente em organizações complexas de sociedades
industriais.

Áreas de Estudo em Sociologia

Os sociólogos estudam uma variedade muito grande de assuntos. Para ter uma idéia
geral sobre esses assuntos, visite o sítio do Comitê de Pesquisa ] da Associação
Internacional de Sociologia. Segue uma pequena lista de áreas e tópicos de estudo
na Sociologia.

Demografia social
Micro-sociologia
Sociologia ambiental
Sociologia econômica
desenvolvimento econômico
Sociologia industrial
Sociologia médica
Sociologia política
Sociologia da religião
Sociologia rural
Sociologia urbana

Tópicos e palavras-chave em Sociologia

Positivismo
Estruturalismo
Funcionalismo
Projeciologia
sindicalismo
fato social
grupo
raça
classe social
papéis de gênero
cultura
trabalho
anomia
estrutura social
simulação
Sociologia médica

Sociólogos

Existem quatro sociólogos considerados os principais precursores da sociologia:


Henri de Saint-Simon
Pierre-Joseph Proudhon
August Comte
Herbert Spencer

Há três pensadores que são considerados clássicos da sociologia:

Émile Durkheim
Max Weber
Karl Marx

Karl Marx não é propriamente um sociólogo, e sim um "teórico social"; porém é


prática considerá-lo um clássico da sociologia. Além dos sociólogos clássicos,
devem ser citados, ainda, outros sociólogos importantes.

Alain Touraine
Armand Cuvillier
C. Wright Mills
Eder Simão Sader
Ernest Gellner
Georg Simmel
Georges Lapassade
Hans Freyer
Ferdinand Tönnies
Karl Mannheim
Marcel Mauss
Maurício Tragtenberg
Nicolas Poulantzas
Nildo Viana
Norbert Elias
Pierre Bourdieu
Pitirim Sorokin
Robert Merton
Slavoj Zizek
Talcott Parsons
Vilfredo Pareto

Comparação com outras Ciências Sociais

No começo do século XX, sociólogos e antropólogos que conduziam estudos sobre


sociedades não-industrializadas ofereceram contribuições à Antropologia. Deve ser
notado, entretanto, que mesmo a Antropologia faz pesquisa em sociedades
industrializadas; a diferença entre Sociologia e Antropologia tem mais a ver com
os problemas teóricos colocados e os métodos de pesquisa do que com os objetos de
estudo.

A Etnologia, por sua vez, é o estudo sociológico das sociedades primitivas, e


nesse aspecto se aproxima da Sociologia.

Quanto a Psicologia social, além de se interessar mais pelos comportamentos do que


pelas estruturas sociais, ela se preocupa também com as motivações exteriores que
levam o indivíduo a agir de uma forma ou de outra. Já o enfoque da Sociologia é na
ação dos grupos, na ação geral.

Já a Economia diferencia-se da Sociologia por estudar apenas um aspecto da


integração social, aquele que se refere a produção e troca de mercadorias. Nesse
aspecto, como mostrado por Karl Marx e outros, a pesquisa em Economia é
frequentemente influenciada por teorias sociológicas.

Por fim, a Filosofia social procura generalizar as explicações e procedimentos


observados na sociedade, tentando construir uma teoria que possa explicar
inclusive as variâncias no comportamento social; a Sociologia, por sua vez, é mais
específica no tempo e no espaço.

Tópico Relacionado

Cultura