Você está na página 1de 6

Tarefa 1: A biblioteca escolar – desafios e oportunidades no contexto da mudança

Conhecimento na área Biblioteca escolar

Aspectos críticos que a


Desafios. Acções a
Domínio Literatura identifica Pontos fortes Fraquezas Oportunidades Ameaças
implementar
Atribuições/papel do PB:
 promoção do sucesso
 Transformação da
educativo
 PB como figura BE num verdadeiro
 contribuição para a
institucional na  Fraco pólo central (o
melhoria das
escola reconhecimento da coração) das
aprendizagens dos
 Definição legal importância e do aprendizagens na
alunos  Reconhecimento do
do papel e papel do/a BE/PB escola
 “criação de mais valias papel central da BE
competências do na escola, ao nível  Desenvolvimento
formativas e de  Reconhecimento e do PB na escola
PB do seu impacto nas de estratégias ao
aprendizagens dos ainda não  Envolvimento da
 PB nos órgãos e aprendizagens dos nível da
alunos” implementado do comunidade
documentos de alunos comunicação e do
 atitude prospectiva papel do PB na educatica no
Competências do autonomia da  Pouca prática de marketing junto da
 atenção permanente escola trabalho/acção da
professor bibliotecário escola (CP, PEE, trabalho comunidade
 postura de investigação e  Pouca prática de BE
RI…) colaborativo entre educativa
aprendizagem trabalho  Desenvolvimentode
 Formação na docentes e PB  Trabalho
permanentes colaborativo práticas de trabalho
área das BE  Fraca colaborativo com
 papel na “construção” do colaborativo entre
(contínua, receptividade dos SABE, grupos de
conhecimento docentes e BE/PB
especializada) pais/encarregados trabalho concelhios
 “actions, not
 Equipas de educação na numa perspectiva
positions”(Todd)
dinâmicas e com articulação com a de formação
 capacidade de liderança
comprovada BE permanente
e de gestão estratégica
experiência  PTE
em vários domínios

 integração institucional e  formação  membros das  conhecimento à  Reconhecimento do


 desvalorização
programática de acordo especializada do equipas em nº comunidade a papel central da BE
do papel da BE
com a realidade da PB insificiente e sem acção, do papel, e do PB na escola
Organização e Gestão da por parte de
escola  práticas de gestão formação das actividades da  Promoção do papel
BE alguns membros
 organização e estratégica  trabalho muito BE imprescindível da
da comunidade
equipamento de acordo  orientações centrado no PB  trabalho no sentido BE no sucesso
com os normativos para emanadas da RBE  pouco da visibilidade da educativo dos

Tarefa 1 – Marília Fernandes


Conhecimento na área Biblioteca escolar
trabalho individual/em  processo de reconhecimento BE no seio da alunos
grupo aplicação de boas (ainda) da BE do comunidade
 PB/equipa com práticas papel da BE no  envolvimento
capacidade de liderança  práticas de comunidade e do crescente da
 política de comunicação avaliação/reflexão seu impacto nas comunidade nas
com a comunidade  estratégias de aprendizagens dos acções da BE
 avaliação/reflexão comunicação e alunos
sistemáticas marketing da BE
 procura da melhoria
constante
 gestão estratégia
 definição de prioridades
 procura de:
 qualidade/adequaç
ão/ actualidade da
 constituição de
colecção em
uma colecção
função da realidade
adequada à
da escola  avaliação da
realidade da  constituição de uma
 adequação às colecção
escola, capaz de colecção adequada à
novas realidades  verbas sempre
 qualidade/adequação/ responder às realidade da escola,
decorrentes da insuficientes
actualidade da colecção necessidades dos capaz de responder às
Sociedade da  utilização ainda
em função da realidade utilizadores  Dificuldade em necessidades dos
Informação e do não generalizada
da escola  Sensibilizar a manter actualizada utilizadores
Conhecimento na prática lectiva
 disponibilização de comunidade a colecção  sensibilização dos
 tratamento  dificuldade em
Gestão da Colecção recursos de informação educativa para a  Rapidez de órgãos directivos para
documental chegar a todos os
em diferentes participação na desactualização a importância da
 empréstimos docentes
ambientes/suportes, de gestão da colecção dos meios gestão da colecção
informatizados  parque informático
acordo com as  Adequar a informáticos  trabalho com toda a
 existência de não actualizado
necessidades dos utentes colecção às normas comunidade para
documentos  acesso ainda não
 capacidade de adaptação vigentes e aos adequar a colecção de
orientadores generalizado a
 avaliação da colecção novos desafios à realidade da escola
(Política de recursos remotos
decorrentes da  trabalho sistemático
Desenvolvimento
Sociedade da de avaliação
da Colecção, Plano
Informação e do
de Acção…)
Conhecimento
 Difusão da
informação(página
web, blogue,
newsletters…)
A BE como espaço de  “Knowledge space, not  alguma articulação  muitos docentes  institucionalização  Atitude de alguns  Divulgação dos

Tarefa 1 – Marília Fernandes


Conhecimento na área Biblioteca escolar
conhecimento e information com departamentos ainda reticentes da prática do docentes exemplos de boas
aprendizagem. Trabalho space”(Todd) curricularese relativamente ao trabalho relativamente ao práticas conseguidos
colaborativo e articulado  espaço de trabalho e professores trabalho de colaborativo com a trabalho nesta área
com Departamentos e plataforma de acesso e  experiências no articulação com a BE/PB colaborativo  Insistência na
docentes. construção do âmbito do trabalho BE/PB  Trabalho de  necessidade de
conhecimento colabortivo com  dificuldade em articulação com trabalho de
 papel preponderante na alguns docentes ”chegar” a alguns diferentes articulação
articulação e  o horário de PB docentes muito órgãos,departamen  Apresentação de
acompanhamento permite uma maior “fechados” nas suas tos, professores propostas de trabalho
curricular no disponibilidade disciplinas e nos  de apoio ao currículo
desenvolvimento das para trabalhar com conteúdos
aprendizagens dos diferentes programáticos
alunos parceiros  algumas barreiras no
 articulação com reconhecimento do
diferentes estruturas da impacto do trabalho
escola: departamentos, colaborativo na
docentes, clubes, qualidade das
projectos… aprendizagens dos
 contributo para o sucesso alunos
educativo dos alunos  algumas reservas
 papel informacional, relativamente às
transformativo e mudanças das
formativo práticas intituídas
 Trabalho articulado
 pouco trabalho com docentes dos
 Maior participação  Pouca
articulado dos vários departamentos
nas actividades sensibilização para
 desenvolvimento de: docentes no curriculares
programadas no a importância da
 competências de leitura  formação de domínio da  Criação de
âmbito da leitura por parte de
 formação no âmbito da utilizadores literacia da documentos de apoio
formação de alguns membros da
Formação para a leitura e literacia de informação  actividades de informação  Sensiilização dos
utilizadores comnidade
para as literacias  cumprimento da missão promoção da  alunos pouco diferentes membros
 Trabalhos com educativa
da BE na promoção da leitura motivados para a para a importância do
docentes e  Fraca
autonomia e da  formação no aprendizagem de trabalho no âmbito
discentes receptividade para
igualdade de âmbito da literacia práticas correctas das literacias
 Actividades acções de
oportunidadeds no da informação  fraca participação  Dinamização de
motivadoras e formação de
acesso ao conhecimento dos pais nas actividades com
aliciantes utilizadores
actividades interesse para a

 comunidade educativa

BE e os novos ambientes  adequação aos desafios  fundo documental  Dificuldades  PTE  Parque informático  Assinatura de

Tarefa 1 – Marília Fernandes


Conhecimento na área Biblioteca escolar
digitais. do novo paradigma em formato digital resultantes da  Disponibilização desactualizado recursos remotos
digital  PTE desactualização de documentos de  Utilização menos online
 importância do PTE –  Apoio/formação de dos equipamentos apoio ao utilizador correcta dos  Esforço junto dos
antecipação de práticas e utilizadores  Práticas pouco  Formação no recursos órgãos directivos no
modelos  Página web/blogue adequadas no âmbito da gestão e disponibilizados sentido da
 organização e da BE, Moodle, âmbito da ética da da ética da  modernização dos
disponibilização da Newsletters, listas informação informação equipamentos
informação digital de difusão…)   Indicação de listas de
 capacidade “to make the  Catálogo endereços com
most of their lives as informatizado interesse para os
sense making, disponível em utilizadores
constructive, vários  Acções no âmbito da
independent computadores da gestão e da ética da
people”(Todd) escola e online informação
 Página web/blogue da
BE, Moodle,
Newsletters, listas de
difusão…)

 reconhecimento da
avaliação como
elemento fundamental
no processo de gestão
 Prática sistemática  Divulgação à
 recolha sistemática de  Pouco
de avaliação comunidade dos
evidências impacto na  Dificuldade em
 Levantamentos  Divulgação à resultados obtidos
 práticas de remediação, comunidade articular o trabalho
estatísticos e outros comunidade dos  Aplicação do modelo
extensão e educativa decorrente da
Gestão de evidências/ documentos de resultados obtidos de auto-avaliação das
enriquecimento  Dificuldade avaliação com
avaliação. recolha de dados  Impacto dos dados BE
 “our instructional em tratar todas as outras
 Tratamentos dos nas práticas da BE  Ajustar práticas em
interventions need to put atempadamente tarefas inerentes à
dados função da avaliação
a richer emphasis on todos os dados gestão da BE
 Divulgação à realizada
those knowlwdge-based-
comunidade
outcomes”(Todd)
 procura da melhoria
constant

Tarefa 1 – Marília Fernandes


Conhecimento na área Biblioteca escolar
Gestão da mudança
SÍNTESE Factores de sucesso Obstáculos a vencer Acções prioritárias

A BE do séc. XXI deverá


apresentar-se como “o
coração” da escola, um
pólo de desenvolvimento
educacional, em que seja
possível unir, articular,
 Integração da BE nas estruturas da escola e
desenvolver
nos seus documentos orientadores (Projecto
projectos/acções capazes
Educativo, Regulamento Interno, Planos
de agregar à sua volta um
Curriculares, Plano de Actividades)
conjunto de vontades,  Integração da BE na escola
 Dar visibilidade à BE na escola e na
conscientes do verdadeiro  Existência do cargo de professor bibliotecário,
comunidade
valor e das vantagens da enquadrado legalmente
 Formação dos PB/professores da equipa e
existência de bibliotecas  Articulação com diversas estruturas da comunidade
funcionários
escolares fortes, educativa
 Criação de um conjunto de documentos
norteadas pelos  Formação dos PB/professores da equipa e
orientadores da BE (Política de
objectivos maiores da funcionários  A relutância de alguns à mudança em
desenvolvimento da Colecção, Plano de
educação, com resultados  Articulação com departamentos e professores curso
Gestão da Colecção, Manual de
práticos e visíveis no  Trabalho no âmbito da leitura e da literacia de  A existência de equipamentos
Procedimentos…)
quotidiano escolar e com informação desactualizados
 Todo um trabalho de gestão da colecção de
claras evidências nos  Formação dos utilizadores 
forma a adequá-la à realidade da escola e à
resultados escolares dos  Acesso aos recursos em diferentes suportes
especificidade dos seus utilizadores
alunos.  A RBE
 Esforço de articulação com departamentos e
Para a sua concretização  Empenhamento das equipas que, graças ao seu
professores, para se atingir o trabalho
e para a esforço e motivação, tornaram possível a “rede” que
colaborativo capaz de responder às
institucionalização da BE hoje existe
necessidades dos alunos e ao consequente
no estabelecimento de  Avaliação da BE
sucesso dos mesmos
ensino, torna-se de
 Prática sistemática de avaliação, de modo a
extraordinária
permitir os ajustamentos que levem à
importância a sua
melhoria constante, numa lógica de
inclusão nos vários
optimização de serviços e recursos
documentos que regem a
vida da escola (Projecto
Educativo, Regulamento
Interno, Planos
Curriculares, Plano de
Actividades). É

Tarefa 1 – Marília Fernandes


Conhecimento na área Biblioteca escolar
igualmente fundamental
que o professor
bibliotecário esteja
presente em várias
estruturas pedagógicas,
participando de forma
activa no “desenhar” das
políticas que deverão
orientar o
estabelecimento de
ensino, potenciando a
crescente importância da
BE.
Na sequência dessa nova
perspectiva, assumem
particular relevo as
questões relacionadas
com a avaliação, uma vez
que a partir daí será
possível definir
estratégias adequadas e
repensar
sistematicamente o
planeamento estratégico
efectuado, mudando,
sempre que tal se revele
como o mais correcto
rumo a seguir.

Tarefa 1 – Marília Fernandes