PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE MINAS GERAIS

FACULDADE DE COMUNICAÇÃO E ARTES
Curso Publicidade e Propaganda

Alina Teixeira Rothe-Neves
Bruno Henrique Pinheiro de Azevedo
Camila Stephanie Santos Oliveira

BELEZA E ARTE: Um estudo analítico sobre consumo, tatuagem e as modificações
corporais.

Belo Horizonte
2015
1

Alina Teixeira Rothe-Neves
Bruno Henrique Pinheiro de Azevedo
Camila Stephanie Santos Oliveira

BELEZA E ARTE: Um estudo analítico sobre consumo, tatuagem e as modificações
corporais.

Trabalho acadêmico apresentado à disciplina
de Psicologia e Consumo, da Faculdade de
Comunicação
e
Artes
da
Pontifícia
Universidade Católica De Minas Gerais,
como trabalho acadêmico.
Orientador: Bruno Vasconcelos de Almeida

Belo Horizonte
2015
2

LISTA DE FIGURAS
FIGURA 1- Juliane da Alemanha........................................................................................15
FIGURA 2- A tatuagem de Namkha....................................................................................15

3

.....................................................................................................................20 4.........4 Tatuagem como um processo artístico..07 3..................................1 Metodologia qualitativa...................................................................11 3.....................19 4 METODOLOGIA......................20 4.....................................................SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO...3 Espaço corpo: Da razão á emoção.21 REFERÊNCIAS...............................................................................................................05 2 OBJETIVOS.............................................................................................................5 Beleza e consumismo................07 3............................................................................................................1 Tatuagem: História e contemporaneidade.......................25 4 .............................................................05 3 MARCO TEÓRICO.............................................................................................................................................................................24 APÊNDICES...........................09 3.......................................14 3..............................................................18 3.....................2 Modificação corporal.........................20 5 DESENVOLVIMENTO..............................................................................................................................................................................................................................2 Universo e amostra....................6 Consumindo um bem intangível.................

assim. É por estética? Por influência ou questão pessoal? “ A pergunta “Por que a pessoa se identifica justamente por esse tipo de tatuagem?“ pretende. Pretende-se. uma vez que serão 5 .reagem e interagem neste ambiente. Ao longo do trabalho. Este estudo tem por objetivo o esclarecimento da tatuagem como uma experiência imagética de consumo. para aprofundar mais a pesquisa. no mínimo. Portanto. qual o comportamento dessas pessoas e se a tatuagem as complementa de alguma forma. “Você se sente incomodado com os olhares?”. seja na rua ou na hora de uma entrevista de emprego. visto. trabalhar todas essas questões. recebem um tratamento diferente. psicológicos da pessoa e sociedade. Entender o que motiva as pessoas a fazê-las. Ainda hoje na sociedade as pessoas que escolhem tatuar são tidas como “marginais”. o interesse em saber como esses estilos afetam quem decide segui-los é primordial. uma convenção de tatuagem que ocorre todo ano na cidade de Belo Horizonte. explorar o tema “tatuagem é arte?” e discutir todas as questões que essa pergunta envolve. foram elaboradas perguntas específicas para entrevistar algumas pessoas na “5º BH Tattoo Convention 2015”. neste ano de 2015 realizada nos dias 10. podendo. que através da imagem o indivíduo se torna parte integrante de um grupo que se caracteriza a partir dos fatores históricos. 11 e 12 de Abril. A escolha do ambiente para explorar este trabalho na convenção foi devido ao ambiente em questão tratar-se do “habitat natural” da tribo de tatuados e tatuadores. através de análise e observação. permitir a obtenção de um melhor resultado. 2 OBJETIVOS O objetivo desse trabalho é. Para obter essas respostas. implica a tatuagem como objeto empírico de estudo. Para explorar essa questão. inspiradas em movimentos artísticos como o Cubismo e o Surrealismo. ou. além de ver como as pessoas . tais como preconceito e discriminação na sociedade. seja emocional ou estética. e também as que se desenvolveram de forma autônoma. Outro assunto discutido é o preconceito que a tatuagem envolve. é discutido o fato de existirem diversas vertentes da Tatuagem. foram elaboradas perguntas como “Você já sofreu represália por ter tatuagem? Já foi impedido de entrar em algum lugar?” . com o tema Beleza na arte. também.tatuadas ou não .1 INTRODUÇÃO O trabalho apresentado na disciplina de psicologia do consumo. primordialmente. adentrar o universo da tatuagem. como as Old School e Pontilhismo.

“Para você tatuagem tem algum sentido simbólico?”. Como escolhem o que vão tatuar e o por que. expressarem suas opiniões através da pele. e quais são seus hábitos de consumo. 6 . embora tenham esse desejo. para comparar suas respostas e ver a correlação entre elas. confirmando-as ou não. Apesar da posição dessas pessoas. estão ali frequentando este meio.?” .. a pergunta “Por que você quer fazer tatuagem?” destina-se às pessoas que estarão requentando a convenção. “Quais os motivos que o levaram a fazer tatuagem?” . tornar diferente a visão delas sobre o mesmo assunto. “Quanto você pegaria em uma tatuagem?”. como consumidores ou tatuadores.. “Pra você tatuagem é coisa de. independente de posição/status. por algum motivo. pode-se analisar até que ponto são de fato diferente e o que tornam essas visões semelhantes e comuns entre si. pretende-se entrevistar tanto tatuados quanto tatuadores.. mas ainda não possuem tatuagem. uma vez que. por fim. afinidade? A pessoa tatuada tem predisposição em achar outra pessoa também tatuada mais atraente que as que não possuem nenhum tipo de marca/acessório na pele? As perguntas “Você tem a predisposição de achar pessoas tatuadas mais bonitas que as outras que não tem?”. um acessório? E qual a visão delas sobre as outras pessoas tatuadas: tem uma relação de beleza. Por fim. ou possui uma carga simbólica. elas consideram o que tem no corpo como arte? Ou é apenas um adereço. Essas respostas permitem analisar qual a influência que o ambiente exerce sobre estas pessoas que. embora não tenham tatuagens. E. tratam-se de pessoas tatuadas que frequentam a sociedade e escolheram. e tratam de questões mais pessoais. Os restantes das perguntas não são extremamente específicas. o conjunto delas pretende analisar qual é o comportamento das pessoas tatuadas diante de sua própria tatuagem. Entretanto. Se for meramente estético. Afinal.depoimentos sobre experiências de fato vividas devido às tatuagens. Para obter diferentes tipos de resposta. “Você já se arrependeu por ter feito algum desenho?“. “Uma inspiração/referência para você no mundo da tatuagem? Essa referência alteraria o valor dito anteriormente na hora de tatuar?”. a opinião dessas pessoas a respeito do assunto. “Qual e a sensação sentida ao fazer tatuagem?” pretendem explorar ao máximo as questões levantadas ao longo do trabalho. “Você considera a tatuagem como uma arte?”.

aproximadamente 46 anos com pequenas tatuagens espalhadas pelo corpo feitas de carvão. a tatuagem ganhou força no oriente. que com passar dos anos migraram para diversos extremos do planeta se adaptando ao clima. os períodos pré-colombianos e a arte medieval. descoberta por alpinistas em 1991 na Cordilheira dos Alpes. A pintura corporal para o povo indígena representava o marco da vida do índio. partindo da cultura que está inserido. os índios utilizavam-se deste recurso através da extração de pigmentos em frutas.. a múmia mais velha do mundo. sendo sugeridos por antropólogos como significado a fertilidade. a múmia Amunet que teria vivido em 1994 a. Parte da consciência humana. desencadeando assim diversidade artística como.3 MARCO TEÓRICO 3. a arte evoluiu para o corpo e se consolidou como manifestação cultural. a tatuagem era vista como arte e agregava status ao seu portador. onde ocuparam o mesmo espaço tempo. que mais tarde se popularizou no continente europeu. a tatuagem começou a ser alvo de perseguição religiosa. mesmo utilizando-se de materiais idênticos à concepção das obras e pinturas se divergia. recebendo forte represália da Igreja Católica. sementes e minerais. uma vez que o cristianismo é contra toda modificação corporal e possuía grande poder na vida dos cidadãos europeus. em festas. Do lado do atlântico. por muito tempo perpetuou-se a ideia do indivíduo tatuado a marginalidade. geografia e escassez. A partir das rotas comerciais no período da idade antiga. por exemplo. as primeiras pinturas sob a pele era a forma de identificação de um grupo. mas também para marcar prisioneiros. porém as comunidades que vivam no oriente como a China e Japão. nascimentos. que permitiu o homo sapiens a chegar ao topo da cadeia utilizando sua inteligência. substituindo até então a representação de tatuagem mais antiga. o homem sempre utilizou de meios gráficos para representar a realidade.C . passou a ser utilizada pela elite. podemos pegar o exemplo do ‘’Homem do Gelo’’. Podemos afirmar que a arte corporal é tão antiga como a humanidade. gravidez e adolescência. próximo a Itália. a tatuagem começa a ganhar visibilidade e adeptos com a perda de poder 7 .1 Tatuagem: História e contemporaneidade A humanidade teve sua origem no continente africano. onde tinha pequenos desenhos na região do abdômen. é datada que desde o período neolítico os homens já pintavam seus corpos. Provavelmente o marco da tatuagem se deu nas ilhas do oceano índico. cada colocação social a pele recebia uma coloração e grafia diferente. Tratava-se de um homem de baixa estatura. velórios.

se denominava como desenhista e pintor. era referência em termo de pintura corporal. a aceitação passa por restrições chegando a discriminação. Sailor Jerry foi um percursor da modernização da tatuagem. No Brasil a tatuagem chegou já no meio do século XX. identificamos a origem da tatuagem no mundo e sua representação.da Igreja Católica e pela influência de artistas da época e também pelos marinheiros que trafegavam entre a Europa e as ilhas da Polinésia que até então. criando seu estúdio no Havaí. local de grande concentração de marinheiros. aos 19 anos o jovem marinheiro conheceu em uma viagem a arte corporal na Ásia e trouxe para América a mistura da arte oriental e símbolos marítimos em suas composições. filmes e peças publicitárias. A história de Sailor Jerry se mistura com a da tatuagem. agora nos iremos ater a história e a composição da pintura corporal contemporânea. não se chega a via de coesão nos adeptos da tatuagem. antes da sua chegada em terras brasileiras. derivada do conservadorismo da população sendo associado à marginalidade (principalmente a prostitutas. mas próximo ás décadas 70 e 80 ouve o 'boom' da tatuagem. diversos jovens procuravam estúdios de tatuagem influenciados. trazida na bagagem de um estrangeiro. pela mídia como a televisão e o cinema nacional e internacional somado ao fim do regime militar. Norman Sailor Jerry Colins foi o pai da popularização da tatuagem. e isso de certa forma se deve a globalização e democracia midiática. chegando ao Brasil em 1959. No início desta pesquisa. a tatuagem é um fenômeno recente em nossa sociedade. que possibilitou a inserção de várias culturas no amplo universo artístico da tatuagem. Atualmente a aceitação social em torno desta modificação corporal é bastante positiva. é possível ver relatos em redes sociais de portadores de tatuagem sobre 8 . onde as pessoas ganhavam mais autonomia. sua aceitação bem como sua popularidade veio há poucas décadas. no mercado profissional. apesar de existir uma pequena parcela contra qualquer alteração do corpo como o conservadorismo evangélico. o dinamarquês percorreu mais de 40 países. agregou um conjunto de significações novas no grafismo sobre a pele. marinheiros). Knud Harald Lucky Gegersen. mas carregava em sua bagagem a máquina elétrica de tatuagem. Apesar de tão antiga. A tatuagem no Brasil encontrou muita dificuldade de se popularizar. apelidado de Lucky Tatto. conseguiu ampliar as cores existentes dando mais vivacidade e também empregar tecnologias como as agulhas descartáveis. Por outro lado. mas também a visibilidade conquistada pela pintura corporal em séries e programas de televisão. mais precisamente em 1930. gays.

as tatuagens na Oceania. Em uma sociedade caracterizada pela massificação. estrelas.ridicularizacão bem como a humilhação de chefes ou entrevistadores na hora de conquistar uma vaga de emprego. metal ou silicone. esferas. por ser excêntrico. demorou um tempo maior para vencer o preconceito. Tais práticas. a arte 3D é uma técnica de modificação corporal que consiste na inserção de material abaixo da pele. e a escarificação em África. é uma prótese inserida nas orelhas para deixá-las com uma aparência "élfica". com os punks. Além dos costumes tribais padrões. entre outros. Modificação dos lábios. algumas chegam ao extremo. Por se tratar de alterações ainda mais marcantes do que a tatuagem. Na década de 1990 ocorreu uma explosão de estilos e práticas. muitas podem ser as razões que levam à modificação corporal. implante de próteses e mudanças definitivas. as suspensões na Índia. A bifurcação da língua é o mesmo que seccionar a ponta da língua. por sua vez. Por exemplo. torna-se claro que a modificação corporal é uma forma de afirmação na sociedade. de forma a contornar os padrões estabelecidos. tornando-a semelhante à língua de répteis. O Livro Mundial dos Recordes possui um segmento de "pessoa com o maior 9 . uma das categorias do Livro Mundial dos Recordes. Por fim.2 Modificação corporal A modificação corporal é a alteração intencional do corpo. bifurcação da língua. existem na sociedade a milhares de anos. tal prática era descriminada e marginalizada. modificação de orelhas e arte 3D são as principais e mais frequentes. também mais intensificado. 3. Embora a maioria das pessoas faça alguma modificação corporal. inclusive. prática utilizada pelos indígenas brasileiros. Modificação das orelhas. essas práticas têm ganhado espaço na sociedade. Por tradição. A primeira vertente desenvolvida trata-se do uso de alargadores no beiço inferior da boca. Antigamente. são utilizados plástico. devido a sua natureza atóxica. as perfurações na Ásia e na América. ou até mesmo a coibição de vestir determinada tipo de roupa por mostrar a tatuagem principalmente em ambientes e profissões anacrônicas como instituições financeiras e escritórios de advocacia. As perfurações e os piercings começaram na década de 1970. apesar de ser menos comum que as tatuagens. Hoje. a modificação corporal desenvolveu outras vertentes. gerando relevo em sua superfície. Suas formas podem ser as mais variadas: chifres. que são diversas. sendo. todos sendo costumes tribais. pelo desejo de ser diferente. sem que haja nenhuma relação com procedimentos médicos.

Logo após a 10 . sem tatuagens. Por exemplo. chamado “Born This Way”. seu padrão de vida não é nada "inusitado" como a sua feição. Embora a Body Modification seja mal recebida nas ruas. chamado de Metamorfose ambulante. ou “Zombie Boy”. Seu corpo. é considerado por ele uma obra de arte. Um dos exemplos desses extremos é a "Mulher Vampiro". muitas vezes com chifres e tatuagens no rosto e nos olhos. Essa imagem de cadáver. cada vez mais em pauta na contemporaneidade. teve que abrir mão de sua carreira profissional e se tornar tatuadora. Outra pessoa que se tornou mundialmente famosa pelas suas modificações corporais é o Rick Genest. por se tratar de um meio que aceita seu estilo. além de próteses dentárias. não é de rebeldia. em sociedade a aceitação destas pessoas é outra: causam espanto. mesa-redonda e oficinas discutiram uma abordagem diversificada sobre arte e comunicação pelos diferentes usos do corpo. mas a sociedade não aceita com facilidade essas mudanças. uma mostra na Funart. apesar de causar incômodo em muitas pessoas. Depois de anos trabalhando com o seu tatuador. como convenções e mostras. é um corpo em decomposição ambulante. body art e da suspensão corporal. A programação contou com cinco curtas-metragens produzidos nacionalmente. entretanto. entre outras modalidades do gênero. que tratam de body modification. em São Paulo. hoje o Rick. Embora haja reconhecimento pelo Livro dos Recordes. dona de si. teve como principal objetivo estimular o diálogo sobre este tema. Sua história. um Canadense que participou do clipe da cantora Lady Gaga. como muitos podem pensar. O evento. Recentemente. que alega considerar as tatuagens como sua verdadeira pele. essas técnicas têm cada vez mais se destacando. incômodo e muitas vezes horror. Em Maio de 2014. Estes dois exemplos são apenas alguns dentre vários outros que têm ganhado reconhecimento mundo afora. principalmente por que mostra que ela agora é dona do próprio corpo. explorou o tema. A mexicana possui pelo menos 80% do seu corpo tatuado.número de alterações corporais". ela decidiu ir atrás de seus direitos. dentro de centros específicos. Maria Jose Cristena é reconhecida como a “Mulher com maior número de alterações corporais da América”. mas sim de um corpo inteiramente modificado. filmes. Maria Jose usa da sua aparência chamativa para discursar sobre a violência contra a mulher. Tantas modificações corporais são consideradas por ela libertadoras. deixa Rick extremamente satisfeito consigo mesmo. Mãe de quatro filhos. Depois de 10 anos sujeita à violência de seu ex-marido. A justificativa para suas tatuagens são as mesmas da “Mulher Vampiro”: pertencimento do corpo. de chifres e espinhos no braço. Não se trata de uma ou outra tatuagem. com apenas 20% de área sem “limpa”.

que mesmo de forma histórica a tatuagem está presente na vida de cada indivíduo de determinadas formas. independente da pratica ser no corpo. as construções históricas e individuais que cada ser busca em sua vida. sentimentos e principalmente influências. 3. através das experiências como abordadas anteriormente. Dentro desta análise é possível observar a prática da tatuagem em demasia. Esse interesse mostra que cada vez mais barreiras têm sido quebradas e os horizontes das pessoas têm se expandido. procura mostrar para si e para os outros a beleza que lhe acha agradável. Deste modo. poderia ser uma resposta cabível para o que chamamos nos dias atuais de beleza na arte. Podemos dizer que a tatuagem representa dentro da beleza uma obra de arte que são vividas por muitos indivíduos. o curioso. o ser diferente na sociedade? O exótico. Seria possível a indústria midiática ser portadora da influência sobre a tatuagem no indivíduo? A busca pela beleza. que a realidade reproduzida nos corpos de cada indivíduo.3 Espaço corpo: Da emoção à razão Segundo Platão o corpo de um indivíduo é uma caverna escura que aprisiona a alma. mas que para muitos são considerados figuras que desafiam as regras morais. e também através da cultura midiática que esta constantemente influenciando com cardápios que provocam no indivíduo o desejo de fazer parte da experiência que nos é transmitida. conquistando cada vez mais o seu reconhecimento como arte. Podemos perceber que dentro desta afirmação o indivíduo quando busca tatuar o seu corpo. Sabemos. o diferente. Mas como entender essa problemática sobre a tatuagem que nos colocam em situações que fazem do indivíduo cada vez mais dependente. sendo. seja histórica. como uma espécie de masoquismo. a vida como arte e também como um costume e/ou um vicio ressaltando que a tatuagem é nada mais.exibição. faz com que desencadeie questões que são questionadas todos os dias no nosso cotidiano. nem todos conseguem perceber a verdadeira beleza. o novo. mesmo que para o indivíduo tais imagens consideradas estranhas sejam significativas para eles. o público pôde conversar com especialistas em cinema e nos estudos do corpo e das artes de cena. portanto subjetivo ao portador. uma vez que são feitas a partir do 11 . a cada influência da indústria midiática. mostrando a princípio a tatuagem como uma forma de expressão de seus pensamentos. criando assim uma individualidade que tem significados a cada ser.

representando não apenas os traços masoquistas. a partir das transformações que o ser humano realiza no corpo. camuflado no ser. um conflito psíquico. se faz presente na pele constituindo um espaço no corpo ao qual se depositam as imagens e marcas da tatuagem. desperta no individuo essa necessidade inconsciente. O corpo passa a exercer controle de comunicação e manifestações singular. sendo impossível escapar. relaciona-se ao modo de ser subjetivo. A construção de uma automutilação pode ser observada. Neste sentido a tatuagem passa a não ser mais uma característica própria do ser. como uma forma de vicio. e que através da indústria midiática. Este hábito de se tatuar implica no lado estético ou como também o traço pertencimento a um grupo ou tribo. mas dependentes. Experiências estas. Essa identidade. e não passar por tais experiências. de forma narcisista advinda à experiências corporal. o indivíduo. que são concretizadas e cada vez. uma construção histórica da vida do indivíduo registrada em seu corpo. pode tornar perceptível sua história representando uma identidade que é imaginaria e visível para si e para os outros. um pertencimento já existente. servindo de apoio na identificação imaginaria que o indivíduo produz. O modo de sofrer torna-se diferente. podemos dizer que a tatuagem assim como as marcas advindas delas. Adentramos novamente na indústria midiática. visto que o pathos é constituído dentro do ser. uma vez que o sofrimento dentro da psicanalítica faz parte da existência humana. Será possível unir a excessiva proliferação da tatuagem dentro da cultura em que vivemos como um símbolo de beleza? Buscando este adjetivo mesmo através da dor? Podemos entender por meio do corpo. percebemos a profunda necessidade de que ela faça parte do indivíduo. mesmo passando por seções. onde a experiência psicológica difere do correspondido. fomentando o desejo e à novas experiências. A construção do eu. mas narcisistas e consumistas de uma sociedade contemporânea. lesões. exercendo sobre o ser. fazendo com que o leve a criar distorções no mesmo. onde a hora de parar é comprometida com o desejo de prazer ilimitado. As manifestações no corpo de cada indivíduo se apresentam dentro da psicologia como uma forma de linguagem subjetiva. e cicatrizes dentro da psicologia torna-se extinta. e não racional. aonde inconscientemente conduz o indivíduo ao arrependimento. 12 . e sim uma dependência insana.significado subjetivo que a mesma atribui para o ser? Entendemos que a partir do momento em que a tatuagem passa a ser emocional. Neste aspecto. que o indivíduo busca mostrar para si e para os outros.

provocando respostas no nível inconsciente. traduz ao indivíduo a liberdade.O corpo funcionando como um meio de comunicação. Na sociedade atual. o corpo a partir de diferentes épocas vai ganhando novos sentidos e se expressando de maneiras diferentes. O que importa é a experiência. fazendo com que temos sentimentos inconscientes. perdendo o valor dos costumes e da tradição. os arquétipos são imagens afetivos que induzem emoções. produzindo novas formas de subjetivação. e pensamentos. Compreendemos também que existe uma construção de subjetividade de cada pessoa. Dessa forma. o indivíduo acaba por se ver em uma profunda frustração. através dos excessos de informação expressados no corpo. A tatuagem em seu arquétipo simbólico. para além deste prazer de dor. para diminuir o seu abandono interior em sua existência. Os estímulos inconscientes ativadas a partir das emoções que cada indivíduo expressa. emoções. tudo que diz respeito ao que o indivíduo pensa. isso porque. sendo possível induzir. trazendo para o indivíduo sentimentos. comportamentos da mente humana que são subjetivos e intransferível. movimenta-se na busca da perfeição corporal e a felicidade plena inconsciente. a confiança o êxtase de estar com o corpo tatuado. faz com que ele se torne um objeto capaz de ser influenciado. ativos. jovens e sensuais. o eu vai se modificando. é imposta como uma indústria que seduz o indivíduo. pois não consegue uma resposta para fazer parte da atualidade. os pensamentos anteriormente vão criando formas a novos gostos. de construir uma estética de presença. a rebeldia a sensação de controle e pertencimento total ao corpo. faz com que a sensação e a percepção do indivíduo produzam sensações internas do ser. se prendendo apenas no presente e esquecendo o passado. 13 . na impossibilidade de conquistar este ideal de felicidade desejada anunciada e vendida pela indústria midiática através da grande quantidade de propagandas de aliciamento. os pensamentos do consumidor as preferências. onde os seres querem ser: belos. A identificação da imagem. Tudo é venda. o poder. trazendo com o ser a vontade de atrair olhares. Mas também. a tatuagem é um produto. tudo é produto. a sensação do agora. estando em constante conflito conseguem mesmo. saudáveis. e controlar um comportamento. o discurso social não se diz mais através da autoridade. unindo dor e prazer onde o eu e a pele se unem. há principalmente o objetivo de tal sensação. onde é inserido na sociedade para moldar o comportamento os sentimentos. e sim pelo poder da sedução. que advém através do exibicionismo. ou seja. Esta experiência corporal que o indivíduo busca. principalmente quando é influenciado por estímulos de imagem provocando no ser inconscientemente.

formas. quebrar barreiras de discriminação e preconceito. tatuadores nomeados. dizem precisar preencher essa tela. Até bem pouco tempo. e por isso pouquíssimas mulheres tatuavam seus corpos.3. Dinamarca e Alemanha. por não dizer. filtram a sua essência e a partir dessa filtragem. inclusive. que têm por objetivo promover e divulgar a atualização de novas técnicas. culturas de todos os continentes habitáveis colocaram tintas permanentes em seus corpos — como defesas místicas. estilos.4 Tatuagem como processo artístico A tatuagem é uma arte. o preconceito ganha voz. Entretanto. Estas estão entre as formas de arte mais antigas e onipresentes na humanidade. mesmo que tatuada na pele. convenções. Cada vez mais pessoas querem gravar em cores. Alegam que cada tatuagem que criam é única. pergunto: qual é a diferença? Por que a arte não pode ser inscrita no corpo? E ser respeitada como tal? Artistas expressam seus sentimentos e pensamentos através de quadros. tanto daquele que a faz quanto do seu tatuador. quando falamos de arte no corpo. Agora. Isso também acontece no universo da tatuagem. é a interpretação visual de ambos de conceitos e histórias fornecidas pelo cliente. Por mais de cinco mil anos. símbolos de status. pois muitas vezes. Eles buscam a essência desses movimentos para contarem uma história. competições. uma dupla artística que criou um projeto chamado “Expanded Eye”. usam do mesmo processo de filtragem de outros artistas. e esta possui um significado importante para o indivíduo. como Jade Tomlinson e Kev James. Em muitos países. caso fizessem. tal ato se caracterizava como uma forma de rebeldia. este mundo era um âmbito unicamente masculino. ritos de passagem ou simplesmente como decoração pessoal. Eles criam tatuagens inspiradas nas artes cubistas e surreais. A tatuagem expressa qualquer coisa ou emoção que possam ser representados através de símbolos. O nosso gostar ou desgostar é particular. 14 . na sua pele. a tatuagem está disseminada entre homens e mulheres. chamam o próprio corpo de “uma tela em branco” e. por exemplo. como os Estados Unidos. livros. Eles abrangem o máximo de detalhes pessoais da pessoa e transferem aquilo que imaginaram e criaram para a pele do cliente. há exposições de temas. Buscam inspiração em diversos movimentos artísticos. as tatuagens estavam relacionadas também a marginalidade. assim como os pintores. entretanto. indignação e marginalidade. Muitos. criam suas próprias obras. a visão que tem do mundo. de aplicação e assepsia e. poemas e esculturas. Hoje. muito embora a sociedade ainda a discrimine. Tatuagens fazem parte de um imaginário coletivo. Holanda.

calma e tranquila dos pais quem ainda vivem no mar ” ( Key James) Figura 2. que ela descreve como uma alma itinerante. pediu para tatuar um pedaço que simbolizasse a despedida infeliz de seus pais obcecados por oceanos. cresceu no mar.Figura 1.A tatuagem de Namkha Fonto: Catraca Livre 15 . como sua mãe.Juliane da Alemanha Fonto: Catraca Livre “Juliane da Alemanha. Nós representamos o círculo da vida.

artistas do mundo inteiro comparecem para serem prestigiados. cubismo. old school. entre eles pontilhados. Além dos estilos citados. A transformação simboliza a dualidade entre a mulher e a “Criatura”. expressando a força criativa realizada ao longo de sua vida. a tatuagem possui inúmeras vertentes.com. o artista polonês Timur Lysenko também desenvolveu a sua própria forma de expressar seus pensamentos através de tatuagens. que lhe dá a força para transcender a si mesma”. traçada apenas uma vez. hoje. Além desses. diversos tatuadores expõem o seu trabalho.“A tatuagem de Namkha retrata uma metamorfose de mulher/animal com poderes. principalmente por que querem a chance de tatuar com tatuadores mundialmente conhecidos. hoje muitos lutam para quebrar o preconceito envolvido nessa arte. Nessas convenções. Além disso. 3D. existem aqueles tatuadores que desenvolveram a própria técnica e aprimoraram de forma independente suas técnicas. geométricos e pixelados. A organização do evento diz que este tem o intuito de “promover o intercâmbio internacional entre tatuadores e body piercings. popularizar a arte da tatuagem e promover a integração entre o público e os artistas presentes”. A tatuagem. além de outros estilos que são a mistura de dois ou mais estilos. hoje. Dependendo do tamanho da Convenção. As pessoas que frequentam este evento muitas vezes vão para consumo. demonstrações de técnicas e desfiles de suas tatuagens. O evento possuiu 180 stands. além de shows de bandas nacionais. tribal. aquarela. concurso de tatuagem. muitos outros artistas optam por se tornarem tatuadores. Por exemplo. que ocorrem em diversas cidades e países. (Key James) Ainda seguindo essa lógica de filtragem. ou um “passaporte”. Também há 16 . Ele utiliza diferentes tipos de traços. aconteceu em Janeiro de 2015 na cidade do Rio de Janeiro. mostrando assim a linha tênue entre a pele e um quadro em branco. old schol e Polka Trash. chamada “Tattoo Week” (www. Uma das formas que se tem de mostrar o prestígio das tatuagens são as Convenções. participam de concursos. pontilhismo.br). pode ser considerada uma obra prima única. sketches. surrealista. que permite a entrada em todos os dias do evento. na pele de uma única pessoa. Tendo em vista esse crescimento de técnicas e abordagens da tatuagem. uma mistura de surrealismo. outros foram desenvolvidos ao longo do tempo e. A Convenção vende ingressos individuais para cada dia. geometrismo. a maior convenção de tatuagem da América Latina.tattooweek. com profissionais brasileiros e estrangeiros expondo seu trabalho. concurso de “Miss Tattoo Week” e workshops com profissionais renomados do Brasil e do exterior.sp. blackwork.

tudo isso se mescla e se torna um todo único. Na antropologia. exposição em cartaz no Museu do Quai Branly até outubro de 2015.venda de piercings e alargadores no local. antropóloga suíça que fez a curadoria da mostra. artísticas e multiculturais. É uma forma de arte que não pode ser comparada a nenhuma outra. aquela pessoa. a história inteira. mostrando como a tatuagem desde sempre foi usada com o intuito de comunicar algo. na Alemanha. seja como prática ancestral. sagrada ou religiosa. Ela conta que foi motivada a realizar a exibição pela necessidade de olhar para corpos pintados de um novo ângulo. de funções terapêuticas. procura explorar por meio de 300 obras os usos da tatuagem ao longo do tempo. inovou a visão em cima desse assunto ao abordar tatuagens como obras de arte. Outras obras analisam como tatuagens foram usadas para estigmatizar pessoas. Uma das peças em exposição em Hamburgo é uma entrevista com uma mulher falando sobre as tatuagens que cobrem as cicatrizes de uma mastectomia realizada por causa de um câncer. defende a tatuagem como uma arte 17 . Além dessas Convenções. Por exemplo. aquela personalidade. ela nunca tinha sido abordada em museus de arte ou design. além de suas variações estéticas. A exposição mostra a sobrevivência da tatuagem ao longo de vários milênios e sua evolução de uso. A curadora acredita que é preciso que críticos de arte se interessem mais por tatuagens. apenas em museus de história. “Quando uma tatuagem é bem feita. é um tipo especial de tela”. afirma Susanna Kumschick. A estética e seu significado. por ser observada em diversas culturas e tradições. A dupla francesa Anne & Julien. a mulher conta que as tatuagens a fizeram se sentir melhor com seu próprio corpo. que tem um intuito mais comercial. uma exposição em cartaz no Museu de Artes e Indústrias de Hamburgo. Esse novo olhar que o museu propôs mostra fotografias de pessoas de várias épocas diferentes. ela passa a integrar aquele corpo. Estes estão começando a trazer exposições para a sua programação que abordam o tema. outra vertente de mostra de tatuagem tem surgido: os museus. Na entrevista.” Outra forma reconhecimento da tatuagem como arte foi recentemente em Paris. e casa uma possui uma legenda explicativa. ou como consumo e arte contemporânea. “Tatuadores e tatuados”. Um dos vídeos exibidos mostra um tatuador retocando algarismos no braço de um senhor de 92 anos. fundadora da revista “Hey! Modern Art & Pop Culture” e curadora da exposição. “Nossa pele é uma dádiva. Entretanto. sobrevivente do campo de concentração de Auschwitz: é seu número de prisioneiro. a tatuagem é um grande assunto.

É possível interpretar que o corpo escultural derivado dos incessantes exercícios em academias. se hoje no Brasil as tendências apontam para um corpo 'sarado'. a tendência mundial também vem a ser. por mais que estejam embutidos valores emocionais. por mais que os indivíduos modifiquem seus corpos com tatuagens ou outros instrumentos. garante a dominação corporal por parte da pessoa e destaque social na sociedade contemporânea. não há espaço para diversificação da beleza. Podemos ver claramente essa distorção provocada pela mídia em países orientais. A busca incessante da jovialidade retrata a procura da aceitação social do indivíduo na sociedade contemporânea. se alinha com as tendências mundiais e projeta um padrão de beleza. porém há aqueles que vão à contra mão da maioria. ou seja a beleza regional é simplesmente ignorada. hoje diversas campanhas publicitárias se apoiam na imagem desse público.5 Beleza e consumismo A sociedade empestada de vaidade nos dias de hoje é reflexo do bombardeio provocado pela mídia. A mídia de forma geral. por isso é que frequentemente as pessoas recorrem a academias em busca de corpos ‘’fitness’’ ou ‘’mostro/maromba’’ (definição que os frequentadores de academia dão para pessoas que tem o corpo extremamente avantajado em virtude dos exercícios praticados). O consumo e a beleza 18 . os intitulados ‘’body modification’’ ou ‘’modificadores de corpo’’. e que levam as pessoas ignorarem seus malefícios em virtude do corpo ou personalidade ideal. pela não satisfação imagética do próprio corpo. Devemos entender também que a saúde é parte importante da composição da beleza. que se tornou bastante popular no público jovem. no jogo da beleza é amplamente justificável o tal gasto. o padrão estético corporal permanece. a modificação corporal pode ser encarada como bela. No mundo globalizado. financeiros e físicos extremamente altos. seja brasileira ou estrangeira. assim também como tatuagens tribais que viraram febre no Brasil. hoje somos vítimas de um mercado incessante que sempre trás algo inovador para o público e vira objeto de desejo rapidamente. onde mulheres se dispõem a fazer cirurgias plásticas para se assemelharem cada vez mais com o padrão estético ocidental. 3. mas em certo ponto. principalmente pela publicidade e moda. não havendo distorções com base na regionalidade onde está integrada. que ditam comportamentos desejáveis. tatuado e com alargadores ou ‘’piercings’’. pessoas que propõem a sair do padrão estético convencional utilizando-se de instrumentos e pinturas. podemos exemplificar o uso de alargadores de orelha.em sua totalidade.

Identidade e consumo estão relacionados à medida que possuem uma significação de sentir-se bem. pertencente a editora abril. sendo atualizados com as novas experiências. o consumo e identidade estão extremamente interligados sendo possível confundi-los.6 Consumindo um bem intangível O ser humano constrói sua identidade a partir de vínculos. cultura. e mais interessante que 56. é uma expressão social de forma imagética. histórias. ou seja. a identidade parte da ideia de conforto em pertencer a um grupo. Consumir é querer dizer algo. onde se busca a aceitação social e inserção em padrões de beleza. o indivíduo se torna uma marionete na mão do mercado. antigamente os 19 . sendo em sua maioria tatuagens de símbolos. identidade e a necessidade pelo hábito de consumir. 3. o consumo visa suprir as necessidades (sendo boa parte emocional). o que reforça a afirmação citada neste trabalho. em nossa sociedade de consumo a identidade de alguém só se molda a partir do consumo. em 2013 com cerca de 80mil entrevistados. se hoje as pessoas procuram se tatuar carregando simbolismos exóticos com os tribais. desde a relação maternal a que será construída durante o percurso da vida. criando uma identidade totalmente mutável. um censo feito pela revista Super Interessante. a tatuagem trata de se moldar nos perfis que a sociedade passa-se a se enquadrar. como o ser humano é caracterizado pela pluralidade de sentimentos. 69% da amostra disse ter na família pessoas que também eram adeptas a tatuagem. novas significações e principalmente consumo (produtos. valores). para compreendermos melhor. É possível compreender a tatuagem como um processo de afirmação pessoal e preenchimento emocional.5% dos entrevistados diziam pertencer a alguma religião. mitos. a tatuagem é uma construção corporal e também um controle do corpo. isso se deve a necessidade humana de articular posses a uma representação social coletiva. sentimentos. fazer uma tatuagem indica claramente pertencer a determinado grupo e também de modificar a própria identidade.podem colaborar em uma falta de identidade única por parte de um determinado ser. A tatuagem é um bem tangível e perpetuo que carrega também a intangibilidade (por estar associada a sentimentos). Vimos que nos dias de hoje. pois ele é a comunicação não verbal que explicita nossa identidade. a tatuagem cria identidades de grupo. pois ela caracteriza a extensão da identidade do ser pelo seu significado simbólico. pois a interferência externa provoca uma multiplicação de identidade e pelo padrão de beleza ser ciclístico.

diferente de outros tipos de indústria. porém com mesmo porte de tatuagens e diferentes ocupações sociais. 20 . investigando o processo da inserção da pintura corporal como bem. a realização emocional é mais procurada em nosso cotidiano. baseada na pesquisa desenvolvida. em tempos que a identidade não é única e sim complexa e mutável.1 Metodologia qualitativa Adotamos a pesquisa qualitativa por se tratar de uma prática investigativa com base no consumo. 3 METODOLOGIA 3. mercado e ofício. 3.2 Universo e amostra Buscamos então determinar o universo que é infinito. Por mais que as tintas. partindo das respostas de um grupo de três pessoas de ramos diferentes. o modo do consumo não é mesmo. ao tocar a pele de qualquer individuo. identificar-se é constituir determinado mundo simbólico . portanto analíticos que devem prezar pela resposta sem condicionamento do entrevistador ou questionário. beleza e tatuagens são compreendidas como fenômenos subjetivos. o que garante a diferenciação. a tatuagem precisa dialogar com o mercado. a metodologia consiste em explorar as visões sobre beleza. afinal o consumo é uma das bases das relações humanas e pode mostrar características exclusivas de determinada sociedade. o produto em si não é uma mercadoria e sim uma marca. consumo.queridinhos nos estúdios eram desenhos com excesso de cor semelhantes a pop arte. que diferente de uma pintura em tela. entendemos que essa relação de consumo. a da tatuagem oferece a seus clientes produtos únicos e personalizados. derivado da constante reafirmação da identidade que a contemporaneidade exige. podemos constatar a forte influência social que emerge no campo da arte corporal. pois cada humano preserva pessoalidades no modo de consumir. objetos e o profissional sejam os mesmos. porque consumo pressupõe identificação. arte e tatuagem.

e até brincou chamando-os de satânicos. quando as pessoas olham pra ela. A sede é fica situada no Rio de Janeiro. dentre várias outras e as convenções é um encontro dessas famílias aos fins de semana. pessoas de mau caráter. Ao longo do trabalho. um lugar onde se pode levar os filhos. mostrou ser uma pessoa que “veste” o mundo da tatuagem. o marido. Ela disse também que várias pessoas relacionam tatuagem com maconha.4 DESENVOLVIMENTO A “Totolinha” (entrevistada n° 1). Quando volta de uma viagem. porém ela viaja para o Brasil inteiro levando a sua moda. e “Totolinha” via isso como sinal de personalidade forte e atitude. Quem ela é hoje em dia e a expressão de quem sempre quis ser. Além de considerar suas tatuagens como arte. “Totolinha” prontamente disse que aquelas pessoas ali são como a sua família. Faz tão parte dela mesma que. A referência foi específica para “mulheres tatuadas” e não “pessoas tatuadas”. Para ela. tendo 80% do seu corpo coberto . Roupas e acessórios alternativos. uma vez que desde pequena via mulheres tatuadas e dizia querer ser assim quando crescesse.que está no Guiness Book de 2009 como “ A mulher mais tatuada do Brasil”. a esposa. é um lugar pra família.o tom de sua voz foi de respeito e admiração. a arte no corpo é totalmente uma questão de estética. até esquece que é por que é coberta por tatuagens. roupas mais ousadas. principalmente. Quando questionada sobre como é o ambiente e a atmosfera das convenções. Maceió. “Totolinha” visivelmente se sente mais bonita por possuí-las. indo a diversas convenções. A sua loja também é reflexo de seu estilo de vida. tanto de si quanto para as demais pessoas. já chega em casa se preparando para a próxima. uma mulher que decidisse se tatuar e ainda por cima aparecer na televisão era algo inédito. criada em um primeiro momento pensando justamente nas mulheres tatuadas. Ela ganhou uma família das cidades de Oliveira. e ao longo da conversa deixou os braços bem visíveis para que pudessem ser filmados. ela disse que passa mais tempo viajando do que em casa. Inclusive. Usa roupas que as deixam a mostra. Além disso. Quando contou sobre sua inspiração em Carla Sampaio . enfim. que preferiu ser identificada com o nome de sua loja. citou o quanto acha estranho pessoas que não possuem o corpo coberto por tatuagens – pessoas as quais chamou de “lisas”-. um dos principais pontos discutidos foi o fato da tatuagem ser 21 . mas que no fim são pessoas do bem. que tem que ir ao mercado e pagar contas assim como todas as outras famílias ditas “comuns”. provavelmente por que na sua infância e adolescência. uma vez que seu marido possui até mais tatuagens que ela mesma.

ela passou a identificar a distinção como um processo artístico e também de caracterização do ‘’eu’’. O entrevistado número dois. onde a customização. seu pescoço possui bastante tatuagem e parte de sua orelha apresenta pircing de diversas formas e tamanhos.incorporada como um estilo de vida. com o seu discurso. sendo parte do corpo para sempre. que tem tatuagem e piercing em todo seu corpo. um jeito de expor seu estilo e suas ideias. sua admiração pela arte de se tatuar. Ela não usa as tatuagens para expressar algum sentimento específico. é uma arte única porque ela é viva. dos olhares das pessoas ele não se intimida e procura sempre fazer desenhos que lhe inspira. tem orgulho do seu marido e da sua loja. o entrevistado citou uma frase muito interessante que ele leva consigo na vida '' Tatuagem é arte que veste o corpo. mostra-se um jovem estiloso e que não tem vergonha de se expor. é a forma de incorporar novos tons da pele sem preconceito''. não apenas por ser tatuador. confirmou essa abordagem. nos certifica a respeito da nossa pesquisa. ao afirmar que a tatuagem se da no processo de identificação e principalmente nova inserção de consumo. mas também uma expressão não verbal que nos diz a respeito da não saciedade da própria imagem. mas as usa para complementar quem ela é. cria uma profunda necessidade de querer mais. ao afirmar na maioria das vezes que o sentimento de dor é o mais emergente. ou seja. e “Totolinha”. Na própria entrevista ele se diz a favor da tatuagem. reforçando ele. uma tatuadora mineira de 32 anos. um orgulho de ser quem ele é independente de qualquer comentário. Para ela. A última entrevistada da nossa pesquisa. Mostrou-se uma mulher de bem com a vida e de bem com as decisões que tomou ao longo da mesma. é um jovem tatuador descolado. assim como qualquer mercadoria no consumo. algo bem parecido com o mercado de luxo. a tatuagem acaba se tornando um vício. O fator da precificação não ser relevante pode ser pelo fato de cada tatuagem ser único. ser uma pessoa de atitude é encarar a sociedade e atravessar qualquer barreira do preconceito para poder ser quem quiser independente da opinião e olhares alheios. Antes de a entrevista acabar. apesar da dor sofrida na ação. mas também porque vê na tatuagem uma arte. diferenciação age em 22 . pois é perceptível que o ambiente da Convenção é a sua casa. querendo sempre mais. há um masoquismo presente por parte do público que se tatua. A tatuagem para ele antes de ser um desenho. ao ver o professor caracterizado com as pinturas corporais. é a arte que você levará com você no corpo durante toda a vida. Além do estilo do cabelo. Apesar. além de ter orgulho de si mesma. posteriormente o prazer fornecido por essa ação.

sendo os materiais e mão de obra. podemos ver que a história do passado ainda é presente nos dias de hoje. 23 . afetivos e culturais. provavelmente se deve ao fato de conforto a pertencer ao mesmo grupo e de forma imaginária vínculos morais. criando concepções errôneas destas mesmas. as emoções que esse bem carrega e que caracteriza o indivíduo perante a sociedade. já grupo tatuado.favor a alta de preços. eles tem uma gama maior de identificação. mais bem qualificados. Nos termos que. pela forma de aceitação que é oferecida a estes. a entrevistada através da sua percepção perante a sociedade. é mais confortável para essas pessoas. vemos que na parte onde ela relata sobre beleza ela tem a propensão maior a indivíduos que tenha tatuagens. o consumo se da pela intangibilidade do produto. os olhares principalmente referente ao grupo cristão que cria um arquétipo de imagem para seus praticantes fica instável a inserções diferentes de pessoas que não seguem o padrão.

pucrio. TARANTOLA.0.com. Historia Da Beleza No Brasil.br/2014/03/maria-jose-cristerna-mulher-vampiro. Paola. Andrei Moletta. 2015. 2015. Disponível em: <http://gizmodo. Acesso em: 27 mar.com. Acesso em: 28 mar.br/tatuagens-historia/>. María José Cristerna: A Mulher Vampiro Mexicana. Conheça a história da tatuagem. SCHEINER.com.REFERÊNCIAS SANT'ANNA. 2011.br/beleza/artistas-criam-tatuagens-cubistasbaseadas-em-historias-dos-clientes/>. 2015. 2015. Como a arte das tatuagens coloriu a história do mundo. 2014. Disponível em: <http://pepsic.assombrado.130.html>. Andrew. no norte da Europa.com/Revista/Common/0. Tatuagens mais antigas do mundo são encontradas em múmia: Ötzi.com/Ciencia/Arqueologia/noticia/2015/01/tatuagens-maisantigas-do-mundo-sao-encontradas-em-mumia. Denise Bernuzzi de. o Homem de Gelo. viveu em 3.html>.uol. BELLO.org/scielo.bvsalud.catracalivre. Míriam Elza. Acesso em: 29 mar. Catraca.300 A.globo.. 2015. Humberto.br:9107>. Disponível em: <https://estilo. 2015.php?pid=S1519- 94792008000100007&script=sci_arttext>. 2015.html>. ECO. Fernando. BUMBEERS. Estéticas do corpo: técnicas de modificação corporal. Disponível em: <http://www. Acesso em: 27 mar. Artistas criam tatuagens cubistas baseadas em histórias dos clientes. 2014. Acesso em: 24 mar. tatuagem e cultura de massa um estudo sobre as narrativas do consumo apartir as tatuagens das marcas de produtos. Fsdfsd: Record. 24 . Marcado na pele: Consumo.199/vufind/Record/bdtd-PUC_RIO:oai:MAXWELL. LIVRE.globo. Disponível em: <http://200. Disponível em: <http://revistagalileu. Acesso em: 23 mar.EMI132738-17770.C. 2015. Disponível em: <http://revistagalileu.Contexto. Acesso em: 28 mar. ASSOMBRADO. História da Beleza. GORENDER. 2004.00CONHECA+A+HISTORIA+DA+TATUAGEM.

.APÊNDICE A..? Você já sofreu represália por ter tatuagem? Já foi impedido de entrar em algum lugar? Você se sente incomodado com os olhares? A respeito da beleza: Você tem pré-disposição em achar pessoas tatuadas mais atraentes? 25 .QUESTIONÁRIO AOS TATUADOS/TATUADORES Formulário de Coleta de dados/Pesquisa Qualitativa A respeito da estética: Quais os motivos que o levaram a fazer tatuagem? Para você tatuagem tem algum sentido simbólico? Por que a pessoa se identifica justamente por esse tipo de tatuagem? Qual e a sensação sentida ao fazer tatuagem? Você já se arrependeu por ter feito algum desenho? Você considera a tatuagem como uma arte? A respeito do comportamento como consumidor: Quanto você pagaria em uma tatuagem? Uma inspiração/referência para você no mundo da tatuagem? Essa referência alteraria o valor dito anteriormente na hora de tatuar? A respeito do tratamento recebido pela sociedade: Pra você tatuagem é coisa de ..

Quando uma pessoa acha que se arrependeu manda procurar um psicólogo por que “tu” não tá bem. Acredita que eu acho que eu não tenho tatuagem? Eu acho pouco. entendeu? Estão é isso: estética. Eu to feliz..APÊNDICE B. eu faço. a terceira.” Você se identifica com algum tipo de tatuagem? “Eu não tenho um estilo fixo. eu faço. me agradou. Eu gosto de Old (referindo-se ao Old School). acho estranho uma pessoa lisa”. Você considera a tatuagem como uma arte? “Claro que é uma arte! Total! Não acredito que seja uma forma de me expressar. Qualquer desenho.QUESTIONÁRIO AOS TATUADOS/TATUADORES Formulário de Coleta de dados/Pesquisa Qualitativa Entrevistado n° 1 Sexo: Feminino Idade: 38 Profissão: Lojista A respeito da estética: Quais os motivos que o levaram a fazer tatuagem? “Primeiro que eu acho lindo. não.” Para você tatuagem tem algum sentido simbólico? “Não. pra mim. A respeito do comportamento como consumidor: 26 . Esteticamente acho tudo perfeito alguém com tatuagem. é por que ela tem uma personalidade muito forte. Eu to triste. acho normal.. eu gosto de New (New School). até por que jamais eu olho pra um homem se ele não tiver tatuagem. quando ela faz a segunda. eu faço o que eu gosto. eu estou fazendo.” Qual e a sensação sentida ao fazer tatuagem? “Dói pra caralho!!! Pode colocar isso aí!” Você já se arrependeu por ter feito algum desenho? “Nenhuma (tatuagem)! Eu acho que a pessoa que faz a primeira a primeira tattoo.

é aquilo que eu quero ser.” A respeito da beleza: Você tem pré-disposição em achar pessoas tatuadas mais atraentes? “Eu sou tão assim (mostrando as tatuagens) que olha a foto do meu marido.. todo o preço dado. duas vezes em comprar uma calça de 300 reais e quando o tatuador fala “olha. ela vale muito. Carla Sampaio.Quanto você pagaria em uma tatuagem? “Eu acho que a tatuagem. de gente do bem. que eu tenho tatuagem. E hoje ela é minha amiga.. por que foi barraco.. eu pego metrô pra ir trabalhar. que tem atitude. Eu moro no Rio de Janeiro. Tatuada. Eu esqueço. 200 reais” já falam “nossa! Mas isso tudo?”. tá curta.” A respeito do tratamento recebido pela sociedade: Pra você tatuagem é coisa de . mas eu sempre fico pensando se a roupa tá boa. Ele é todo!( referencia as tatuagens do marido) Até o olho!” Formulário de Coleta de dados/Pesquisa Qualitativa 27 . na verdade.” Uma inspiração/referência para você no mundo da tatuagem? Essa referência alteraria o valor dito anteriormente na hora de tatuar? Essa referência alteraria o valor dito anteriormente na hora de tatuar? “Tenho! Minha diva.. de gente linda.? “De gente cabeça... Pega e vai fazer! Eu acho que a tatuagem tem que ter um valor sim.. Todo o valor é válido.” Você já sofreu represália por ter tatuagem? Já foi impedido de entrar em algum lugar? “É melhor não comentar isso.. Quando eu era menor.” Você se sente incomodado com os olhares? “Então. esse símbolo aqui vai sair uns 150.. Foi uma das primeiras mulheres a aparecer na televisão tatuada. eu via ela na TV e falava que queria ser como aquela mulher. Por que vocês não pensam uma. realmente. então tipo assim: todo mundo olha.

é muito bom. depende das proporções de cores e de tudo. ela é viva. Qual e a sensação sentida ao fazer tatuagem? Prazerosa. tem alguns que tem valor simbólico. A respeito do comportamento como consumidor: 28 .Entrevistado n° 2 Sexo: Masculino Idade: 25 Profissão: Tatuador A respeito da estética: Quais os motivos que o levaram a fazer tatuagem? A arte em si. Você considera a tatuagem como uma arte? Com certeza. dependendo do desenho sim. Você se identifica com algum tipo de tatuagem? Me identifico com muitos estilos. tatuagem é arte. outros não. Você já se arrependeu por ter feito algum desenho? Nunca.. Para você tatuagem tem algum sentido simbólico? Varia do desenho.

Com um estilo Americano.Quanto você pagaria em uma tatuagem? Sinceridade. Dentro do meu estilo sim. Quero mais. Você já sofreu represália por ter tatuagem? Já foi impedido de entrar em algum lugar? Eu não. Uma inspiração/referência para você no mundo da tatuagem? Essa referência alteraria o valor dito anteriormente na hora de tatuar? Saylor Jerry. porque você vai carregá-la pelo resto da vida. alargador..? Coisa de artista. Você se sente incomodado com os olhares? De jeito nenhum. Formulário de Coleta de dados/Pesquisa Qualitativa 29 . para mim tatuagem não tem preço. As pessoas acham caro pagar R$300 em uma tatuagem. A respeito da beleza: Você tem pré-disposição em achar pessoas tatuadas mais atraentes? Pelo contrario. mas não acha caro pagar R$600 em um tênis de marca.. e piercing. sendo que isto duraria dois anos. de tatuagem flácida. por eu ter o rosto tatuado. A respeito do tratamento recebido pela sociedade: Pra você tatuagem é coisa de . Nick.. essa referência me inspira na hora de tatuar. mas as pessoas olham uma vez ou outra. com um olhar meio ‘’nossa’’ ainda mais.

eu comecei em estúdio de colocar piercing e depois cheguei a tatuagem. é uma das culturas. mas por opção não faço em mim. e foi assim. mas antigas. Você considera a tatuagem como uma arte? Sim. a segunda é ter o prazer de ter a arte no corpo e também eleva o ego. eu sai de um emprego eu era secretária em um escritório de advocacia e um amigo falou: Porque você não começa a tatuar? Você já desenha. bem antes de Cristo. Você se identifica com algum tipo de tatuagem? New School. o que mais gosto de fazer é o new school. simbólico não tem. A respeito do comportamento como consumidor: 30 . era a coisa mais linda do mundo. me arrependi do desenho. se posso chamar de cultura. Qual e a sensação sentida ao fazer tatuagem? A primeira é dor. Você já se arrependeu por ter feito algum desenho? Uns quatro ou cinco.. Para você tatuagem tem algum sentido simbólico? Só arte mesmo. eu conheci tatuagem com um professor de inglês e todo tatuado. foi pelo amor à arte que comecei a trabalhar e me tatuar. agora estou cobrindo um nas costas..Entrevistado n° 3 Sexo: Feminino Idade: 32 Profissão: Tatuadora A respeito da estética: Quais os motivos que o levaram a fazer tatuagem? Eu sempre gostei. fiz quando estava começando. eu nunca me imaginei tatuando.

eu procuro seguir a questão dele sobre as cores.. igual o pessoal diz e quando você ficar velha? Né? O que vai ser mais interessante o velho tatuado ou não tatuado? É a mesma coisa de agora.. para me inspirar. Uma inspiração/referência para você no mundo da tatuagem? Essa referência alteraria o valor dito anteriormente na hora de tatuar? Jimmy Litwalk. mas no começo sim. não faço exatamente igual. no começo era a questão do preconceito. A respeito da beleza: Você tem pré-disposição em achar pessoas tatuadas mais atraentes? Com certeza. hoje em dia eles me respeitam.Quanto você pagaria em uma tatuagem? Preço que fosse necessário. pegar a inspiração a tatuagem dele e fazer é muito raro. Você já sofreu represália por ter tatuagem? Já foi impedido de entrar em algum lugar? Eu sou evangélica praticante. A respeito do tratamento recebido pela sociedade: Pra você tatuagem é coisa de . as vezes pego meu namorado de cobaia.. eu procuro seguir as cores. 31 . se tem a uma pessoa tatuada passando. nos dias de hoje. o pastor já me perguntou se me tinha me convertida a pouco tempo.? Gente inteligente. a intenção das pessoas é olha para o tatuado. a tonalidade. e que olha feio. Você se sente incomodado com os olhares? Hoje em dia não. eu disse que não e eles ficaram meio assim incomodados. mas no meio cristão ainda existe muita gente que critica. já estou acostumada.