O Ano Europeu 2012: um importante marco em direção a melhores

condições para o envelhecimento ativo em Portugal
Bruxelas, 21 de dezembro de 2012. 2012, o Ano Europeu do envelhecimento ativo e
da solidariedade entre gerações teve como objetivo aumentar a consciencialização para
esta questão e promover medidas para criar mais e melhores oportunidades para a
população idosa se manter ativa e independente. O Ano Europeu teve também a ambição
de contribuir para uma solidariedade genuína e mútua entre as gerações.
László Andor, o Comissário Europeu responsável pelo Emprego, Inclusão e Assuntos
Sociais divulgou a sua avaliação pessoal sobre o Ano Europeu 2012 durante o
encerramento da conferência da UE, em Nicósia (Chipre), a 10 de dezembro: "O Ano foi
bem sucedido na mudança da nossa perceção sobre a população idosa e a sua
contribuição para a economia e para a sociedade. Onde antes víamos um problema no
aumento do número de idosos, hoje podemos vê-los como uma parte da solução. O Ano
Europeu mudou a forma como as pessoas abordam o envelhecimento e popularizou o
conceito de envelhecimento ativo em muitos países. Incentivou um amplo conjunto de
responsáveis e indivíduos, tanto jovens como mais velhos, a agirem. Deu origem a
milhares de novas iniciativas e eventos a nível europeu, nacional, regional e local.
Proporcionou um novo ímpeto político a determinadas iniciativas políticas."
Em Portugal, o Ano Europeu 2012 conduziu também a uma forte mobilização das
autoridades públicas, cidades e regiões, organizações de idosos e outras organizações da
sociedade civil. Centenas de iniciativas foram lançadas e múltiplos eventos foram
organizados. Entre eles incluíram-se a Conferência de Abertura do Ano Europeu; eventos
ligados ao projeto generations@school que levou população mais idosa às salas de aula
para explorar com os alunos a forma de construir uma sociedade melhor, tanto para os
idosos como para os jovens; o Prémio do Ano Europeu 2012, que homenageou
organizações e indivíduos que promovem o envelhecimento ativo através das suas
atividades; o Dia Europeu da Força de Trabalho Sénior, que foi dedicado à procura de
novas formas de envolver os voluntários séniores, tirando o melhor partido do seu
contributo; e, finalmente, a Conferência de Encerramento do Ano Europeu, a 3 de
dezembro, em Braga.
Pedro Mota Soares, Ministro da Solidariedade e da Segurança Social afirmou na
conferência de encerramento: "Portugal está entre os 10 melhores países em termos de
inclusão e níveis de emprego de pessoas mais idosas. Trata-se de um exemplo. Portugal
tem esta atitude no seu ADN. Somos uma nação muito antiga mas, ao mesmo tempo,
uma nação muito jovem."
Portugal aproveitou o momento político criado pelo Ano Europeu 2012 para inspirar
várias iniciativas e ideias. Um delas, por exemplo, é a "Rota para o Envelhecimento
Ativo", um projeto que foi o vencedor nacional dos Prémios do Ano Europeu na categoria
«Para a construção de ambientes favoráveis aos idosos.» Fornece um programa
abrangente, que explora, por exemplo, o exercício como forma de cura e prevenção de
várias doenças, assim como a disponibilização de um gabinete de apoio para ajudar as
pessoas de idade em vários assuntos do dia-a-dia, tais como inquéritos administrativos
ou preocupações sociais e financeiras.

a 6 de dezembro de 2012. O AAI foi desenvolvido num projeto conjunto entre a Comissão Europeia e a Comissão Económica das Nações Unidas para a Europa (UNECE) e o Centro Europeu para as Políticas de Previdência Social e Investigação. que foi apresentado pela primeira vez na conferência de encerramento no âmbito da UE. em Viena.ec. Estes princípios deverão servir como lista de verificação para que as autoridades nacionais e outros responsáveis possam averiguar o que é necessário fazer para promover o envelhecimento ativo e o que é necessário aplicar em situações e desafios particulares.envelhecimentoativo.eu/social/BlobServlet?docId=7005&langId=en Ano Europeu do Envelhecimento Ativo e Solidariedade entre Gerações de 2012: http://ec.ricciarelli@icwe. Um outro legado do Ano Europeu 2012 é o Índice de Envelhecimento Ativo (AAI). a Finlândia e a Dinamarca.jsp?langId=en&catId=970&newsId=1743&further News=yes Índice de Envelhecimento Ativo: http://europa.europa. Para mais informações: Página web nacional para o Ano: Ano Europeu do Envelhecimento Ativo e da Solidariedade entre Gerações: http://www.pt/ A página web oficial do Ano: http://europa. Irlanda e o Reino Unido estão no topo do Índice de Envelhecimento Ativo 2012.europa.eu/ey2012/ Princípios Orientadores Europeus sobre o Envelhecimento Ativo e a Solidariedade entre Gerações: http://europa.eu/social/BlobServlet?docId=6773&langId=en Press Contact: Andrea Ricciarelli.Suporte da UE aos intervenientes locais e regionais: http://ec.eu/ey2012/ey2012main.um retrato estatístico da União Europeia em 2012: http://ec.jsp?langId=en&catId=970&newsId=1749&further News=yes Publicações: A Contribuição da EU para o envelhecimento ativo e a solidariedade entre Gerações: http://www. os Estados-membros da União.eu/social/BlobServlet?docId=8710&langId=en Brochura Eurostat . juntamente com a Comissão.europa.europa.Envelhecimento ativo e solidariedade entre gerações .eu/eurostat/product?code=KSEP-11-001 Como promover um envelhecimento ativo na Europa . O índice irá ajudar os legisladores e decisores políticos a identificar os desafios e o grande potencial não aproveitado da população sénior e a monitorizar o progresso na área do envelhecimento ativo.Agora será importante desenvolver e prosseguir os resultados alcançados no Ano Europeu 2012 e manter os esforços de promoção do envelhecimento ativo. em Nicósia. Com este objetivo. ICWE GmbH Tel: +49 (0)30 310 18 18 43 Fax: +49 (0)30 324 98 33 andrea. os quais foram aprovados pelos Ministros dos Assuntos Sociais da UE. A Suécia. seguidos pela Holanda. desenvolveram os "Princípios Orientadores para o Envelhecimento Ativo e a Solidariedade entre Gerações".eu/ey2012/ey2012main.net .

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful