Você está na página 1de 5

Anais do II Encontro de Iniciação Científica – EIC 2009

ISSN:

CARACTERIZAÇÃO DAS CONDIÇÕES DAS INSTALAÇÕES


ELÉTRICAS, COM ÊNFASE EM PROTEÇÃO CONTRA
CHOQUES ELÉTRICOS, EM GRANDES RESIDÊNCIAS NA
CIDADE DE PALMEIRA DOS ÍNDIOS
José Everton Tavares de Albuquerque
Discente do Curso de Eletrotécnica
Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia – IFAL
Bolsista Pibict-CEFET-AL/Apresentador

Pedro Marcelo Felix Gomes


Discente do Curso de Eletrotécnica
Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia – IFAL
Bolsista Pibict-CEFET-AL/Apresentador

Carlos Guedes de Lacerda


Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia – IFAL
Departamento de Indústria
Orientador

José Arnóbio de Araújo Junior


Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia – IFAL
Departamento de Indústria
Co-Orientador

cgues3@ig.com.br; arnobiojr2@oi.com.br; evertom2005@gmail.com;


pieromarcelo@hotmail.com

RESUMO

Em virtude da grande quantidade de acidentes com choques elétricos em residências e edifícios


multifamiliares e as conseqüências na maioria das vezes fatais destes, bem como a
desinformação e a falta de consciência da população em geral caracterizada pela falta de
projetos nas construções e de profissionais habilitados para execução dos serviços elétricos,
verificou-se a possibilidade de se fazer uma caracterização das instalações elétricas
residenciais, para levantarmos principalmente as condições de proteção contra choques
elétricos e evidenciarmos este perigo que a população está passando dentro da própria casa.
Assim este artigo busca identificar os sistemas de proteção das instalações elétricas nas
grandes residências de Palmeira dos Índios, principalmente, os sistemas de proteção contra
choques elétricos. Para isso, foram elaborados protocolos específicos objetivando caracterizar
os sistemas de proteção, bem como analisar as condições das instalações elétricas e sua
conformidade às normas vigentes, os quais estão sendo aplicados nas grandes residências de
Palmeira dos Índios. Situações de risco estão sendo verificadas, como: quadros de distribuição
confeccionados de madeira e sem nenhum anteparo de proteção, condutores acessíveis a
choques mecânicos, partes vivas de condutores e de tomadas expostas a contatos indiretos de
Anais do II Encontro de Iniciação Científica – EIC 2009
ISSN:

pessoas, instalações elétricas sem nenhum tipo de aterramento, equipamentos elétricos com
fuga de tensão na carcaça metálica, utilização de extensões e derivadores de corrente, partes
vivas expostas e desconhecimento dos sistemas de proteção, disjuntor e DR e da importância
desses sistemas. Percebe-se, portanto, a urgência de programar campanhas e/ou ações, bem
como a elaboração de materiais educativos para informar a sociedade da importância de
projetos para se realizar uma obra e da contratação de mão-de-obra especializada para
execução destas obras, além de capacitar os trabalhadores e projetistas da construção civil
sobre os conceitos e medidas de proteção existentes.

Palavras-chave: Choque Elétrico, Proteção, Residências

1
IINTRODUÇÃO
Desde seu advento, a energia elétrica tem cumprimento por parte da maioria das pessoas
alavancado, permanentemente, o e de profissionais capacitados, aliado a isso
desenvolvimento e a evolução da sociedade. temos a deficiência na fiscalização das
Hoje, quase todos os processos industriais instalações por parte dos órgãos competentes,
dependem da eletricidade. Nos lares, a fazendo com que sejam freqüentes os casos de
realidade não é diferente: o número e a choque elétrico nas residências e instalações
variedade de equipamentos elétricos não em geral.
param de crescer. E cresce também o número
de consumidores. Por exemplo, no período de Em virtude da grande quantidade de acidentes
abril de 2002 a abril de 2003, portanto, ao com choques elétricos em residências e
longo de um ano houve um crescimento de edifícios multifamiliares e as conseqüências
quase 1,4 milhões de novas ligações na maioria das vezes fatais destes, bem como
residenciais: ALENCAR [1]. a desinformação e a falta de consciência da
população em geral caracterizada pela falta de
Os riscos de acidentes por choque elétrico nos projetos nas construções e de profissionais
lares são cada vez mais iminentes. Diniz habilitados para execução dos serviços
(2003) afirma que o consumo de energia elétricos, verificou-se a possibilidade de se
elétrica das residências brasileiras representa fazer uma caracterização das instalações
25% do consumo total no país. Uma vez que o elétricas residenciais, para levantarmos
consumo de energia cresce, subtende-se que principalmente as condições de proteção
há um aumento de equipamentos contra choques elétricos e evidenciarmos este
eletroeletrônicos em nossos lares. A cada dia perigo que a população está passando dentro
são lançados equipamentos que visam o da própria casa.
conforto e comodidade para as atividades
domésticas e o lazer. No entanto, ao mesmo Diante da situação exposta, tentando
tempo em que a tecnologia dispõe novos quantificar esses acidentes, detectar suas
produtos, o risco de acidentes por choque possíveis causas e apontar soluções para a
elétrico também cresce. redução desse fato, a presente pesquisa
pretende assim concluir seu trabalho, de modo
Apesar das normas e leis regulamentadoras que possa informar a população dos riscos na
existirem, ainda há resistência para o seu utilização da energia elétrica.
Anais do II Encontro de Iniciação Científica – EIC 2009
ISSN:

choques elétricos, contratação de projetos


elétricos, contratação de profissionais nos
2 MATERIAL E MÉTODOS serviços elétricos, matérias empregados nas
instalações elétricas fixas e móveis.
A pesquisa que está sendo desenvolvida pelos
alunos do Curso Técnico em Eletrotécnica do
2.2. ESTRATIFICAÇÃO DOS
IF-AL (Instituto Federal de Educação, Ciência RESULTADOS
e Tecnologia, Alagoas), Campus Palmeira dos
Índios, iniciou-se em abril de com uma Realizar a estratificação dos resultados após a
extensiva revisão bibliográfica relacionada ao realização da pesquisa de campo.
tema, de maneira a nivelar os conhecimentos Os resultados serão mostrados através de
acerca das questões de segurança nas tabelas e gráficos com estudos estatísticos dos
instalações elétricas nas residências. Esta itens mais relevantes em relação ao tema
revisão teve como ênfase as normas técnicas proposto, proteção contra choques elétricos, e
de segurança e nestas foram identificados os a partir destes serão indicados uma série de
sistemas de proteção contra choques elétricos medidas corretivas para as irregularidades
exigidos pela lei para as residências. Uma vez verificadas nos resultados globais.
especificados quais os sistemas de proteção
necessários, prosseguiu-se com a elaboração 3 RESULTADOS E DISCUSSÃO
dos protocolos específicos para a pesquisa de
A análise e interpretação dos dados se darão
campo nas grandes residências de palmeira
após toda a pesquisa de campo e comparações
dos índios e no presente momento estamos
dos resultados com as normas e leis que
iniciando a pesquisa de campo.
regulamentam os assuntos no Brasil e
verificação das conformidades e não
2.1. Levantamento de Campo
conformidades das instalações pesquisadas.
Os locais de realização da pesquisa serão em
grandes residências na região de Palmeira dos A pesquisa a referências bibliográficas
Índios. Chamem-se grandes residências as que existentes em instalações de mesmo porte no
tenham conjuntamente as seguintes nordeste e o inicio das pesquisas nos permite
características: prever alguns resultados que chamam a
atenção para o descaso referente às instalações
• Consumo de energia elétrica elétricas residenciais, onde se tem o seguinte:
mensal maior que 400 kWh; uma maioria dos quadros de distribuição
• Área construída maior que apresentando exposição a partes vivas
200 m²; permitindo assim o contato acidental do
• Construção ou grande reforma usuário com a corrente elétrica, a utilização
realizada a menos de 10 anos; muito grande de extensões e de derivadores
ou benjamins, que deveriam ser usados de
Será realizada a caracterização das instalações
forma temporária e passa a ser uma adaptação
residenciais, através de um questionário
caseira das instalações as necessidades do
formado por itens relacionados com sistema
morador, podendo acarretar superaquecimento
de proteção nas instalações elétricas,
nas tomadas e exposição de partes vivas nos
aterramento, condições das instalações
invólucros desgastados dos dispositivos acima
elétricas, utilização inadequada e perigosa de
citados. A maioria das instalações em
eletricidade, conhecimento dos moradores em
pesquisa não possui nenhum tipo de
relação à instalação elétrica e os perigos de
Anais do II Encontro de Iniciação Científica – EIC 2009
ISSN:

equipotencialização de massas deixando as Portanto, é recomendável programar


instalações e os moradores desprotegidos em campanhas e/ou ações, que de algum modo
caso de descargas elétricas, a maioria das possam reverter esses índices que devem ser
pessoas não tem idéia do que é um encontrados na pesquisa, com divulgação das
aterramento, observa-se que quase nenhuma normas, e principalmente a parte relacionada à
residência possui DR instalado em confronto Proteção contra choques elétricos, se deve
com a norma que exige a instalação dos evidenciar, tanto para o público em geral,
mesmos em áreas molhadas. Estão Sendo como para os empresários da Indústria da
realizados ainda, durante as visitas as Construção Civil, o importante papel da
residências, testes em alguns dispositivos e obrigatoriedade do uso do dispositivo DR
equipamentos para detectar a presença de fuga como medida adicional e, diga-se de
de tensão, e os resultados devem mostrar uma passagem, imprescindível, incorporado à
realidade alarmante, onde mais de 50% dos proteção supletiva das instalações elétricas de
quadros tem fuga de tensão e muitas Baixa Tensão. Recomenda-se também, um
geladeiras têm fuga de tensão para carcaça. aprofundamento na identificação de desvios
da norma durante a elaboração dos projetos
4 CONCLUSÃO das instalações elétricas residenciais,
Com a análise e estratificação dos dados, juntamente com um programa educativo para
poderemos assim verificar os pontos sensíveis divulgação e elucidação da norma no meio
a instalação e com isso apontar soluções e dos projetistas desta área.
métodos para diminuir esse fato de modo a
Agradecimentos
oferecer maior segurança e confiabilidade as
mesmas propiciando uma vida mais Agradecemos ao Professor, Jean Jacques
confortável para todos que se utilizam dessa Bittencourt da Rocha, e a Todos aqueles que
ferramenta tão indispensável que e a energia contribuirão direta ou indiretamente para a
elétrica. realização deste trabalho como Pais,
Familiares e Amigos, Bem como ao IF-AL e a
Através desses resultados pretende-se divulgar
PIBICT.
que a maior parte das instalações residenciais,
independentemente da sua idade, apresenta REFERÊNCIAS
desvios significativos em relação ao
cumprimento das prescrições estabelecidas [1] ALENCAR, L. H.; PROCORO, A.C.;
pela NBR 5410, no tocante aos princípios VILLAROUCO, V.; BARKOKÉBAS
fundamentais norteadores da proteção contra JUNIOR, B. Maior segurança nas
choques elétricos, principalmente no que se instalações elétricas dos canteiros de obras:
refere à aplicação da proteção básica e o uso do dispositivo de proteção à corrente
proteção supletiva. Devemos identificar ainda diferencial residual em instalações
que a existência desses desvios das normas temporárias. Congresso Brasileiro de
ainda está presente por razões econômicas, Ergonomia, 13., 2005. Anais... Cd rom, 2005.
isto é, redução de custos impostos pelo
empreendimento durante o projeto das [2] BARKOKÉBAS JUNIOR, B. Situações
instalações elétricas, aliadas a falta de de riscos nos canteiros de obras no Estado
divulgação do conteúdo normativo da NBR e de Pernambuco. Revista Cipa Norte-
equívocos de interpretação da mesma. Nordeste. Brasil, n. 1, Novembro 2003.
Anais do II Encontro de Iniciação Científica – EIC 2009
ISSN:

[3] CADICK, John; CAPELLI-


SCHELLPFEFFER, Mary e NEITZEL,
Dennis. Electrical Safety Handbook. Editora
McGraw-Hill, EUA, 2000.

[4] LI, R. W. C. O dispositivo à corrente


diferencial-residual (DR) e sua utilidade em
laboratórios químicos. Nota Técnica, 1998.

[5] BARKOKÉBAS JUNIOR, B.; ALMEIDA


FILHO, R. P.; KOHLMAN RABBANI, E. R.;
CORDEIRO, A. J. F.; LAGO, E. M. G.;
SILVA, S. W. S. Caracterização dos
Sistemas de Proteção das Instalações
Elétricas nas Residenciais e nos Canteiros
de Obras Verticais em Pernambuco. XVIII
SENDI 2005, Brasil, 2008
[6] FUNDACENTRO, Centro Brasileiro de
Pesquisa em Segurança, Saúde e Meio
Ambiente de Trabalho. Engenharia de
Segurança do Trabalho na Indústria da
Construção Civil. [s.1.], 2001.

[7] BRASIL, Ministério do Trabalho e


Emprego. Normas Regulamentadoras de
Segurança e Medicina do Trabalho. NR 10
Segurança em instalações e Serviços em
Eletricidade. Disponível em:
<http://www.mte.gov.br>. Acesso em: 6 de
fev de 2009.

[8] ABNT - Associação Brasileira de Normas


Técnicas. NBR 5410: Instalações Elétricas
de Baixa Tensão. Rio de Janeiro, 2005.