Você está na página 1de 10

CINCO PASSOS PARA A EXCELÊNCIA NO MINISTÉRIO

Cinco PASSOS PARA EXCELÊNCIA NO MINISTÉRIOϖ ϖ


Por: Kenneth Copeland

“Excelência no Ministério.
Qualquer que seja o preço, pague-o.
Os devedores estão fora desse mundo.”

Como cristãos, nós exigimos excelência de nosso Pai Celestial. Nós esperamos dedicação
total, compromisso, confiança e sucesso para o espírito. Nós não estamos procurando
fracasso em Deus.
Cada noite temos que esperar o melhor de Deus. Ele mesmo tem nos dado o padrão de
excelência. Ele é nosso exemplo máximo de chegar ao sucesso. Desde que nós queremos
excelência de Deus, também devíamos exigir essa mesma excelência de nós mesmos.
Assim como o Senhor tem nos chamado para o servir, Ele também tem nos chamado para
alcançar a perfeição em nossa vocação. “Portanto, sede vós perfeitos, como perfeito é o
vosso Pai que está nos céus” (Mt 5:48). “Rogo-vos, pois, como prisioneiro do Senhor, que
andeis de modo digno da vocação a que fostes chamados” (Ef 4:1). Nós também somos
requisitados a exigir excelência daqueles que foram nos dado.
Se você é um pastor, você é requerido por Deus para exigir excelência de sua
congregação tanto quanto aqueles que trabalham com você no seu Ministério. Como
ministro chamado para fora do campo, você deve exigir excelência das pessoas que
trabalham por você e das congregações que você serve. Devemos exigir a forma mais alta
de excelência dos ministérios que nós estamos envolvidos.
O Apóstolo Paulo reconheceu a gravidade de sua chamada. “Segundo o evangelho da
Glória do Deus bendito, o qual me foi confiado” (I Tm 1:11). Paulo levou o treinamento dos
seus discípulos muito sério porque ele percebeu que estava lidando o mais forte poder no
universo. Ele escreveu, “Não me envergonho do Evangelho, pois é o poder de Deus para a
salvação de todo aquele que crê; primeiro do judeu e também do grego” (Rm 1:16). O
Evangelho é o poder de Deus! O Evangelho não é apenas o poder pelo qual uma pessoa é
salva do inferno, é também a habilidade ilimitada para salvar, curar e libertar.
Como ministros do Evangelho, nós somos encarregados da força e poder de Deus. Somos
encarados por duas responsabilidades:
1. Desenvolver e manter excelência no ministério e
2. Lidar com satanás.
Excelência no ministério absolutamente não tolerará descrença, falha ou “tornar fácil a
caminhada”. Um ministério de excelência pagará qualquer que seja o preço para conseguir
o trabalho feito no caminhar de Deus. Nossos ministérios representam Jesus Cristo para o
mundo.
O arsenal do diabo e de seus consortes é restrito naquilo que é comum ao homem (I Co
10:13). Ele é limitado. Satanás não tem nenhuma tática secreta para recorrer a fim de
prevalecer contra nós. As armas dadas por Deus são poderosas para enfraquecer as
fortalezas (II Co 10:4).
Nas páginas seguintes, eu tenho resumido seis passos básicos para assegurar excelência
no ministério. Leia e estude-os. Viva-os. Seu sucesso será assegurado. Você tem minha
palavra. Mas, o mais importante, você tem a Palavra de Deus porque Sua Palavra é a
autoridade no qual eles estão baseados.

PASSO UM: DEDICAÇÃO É SUA ESCOLHAϖ ϖ


O primeiro passo para excelência no Ministério é dedicação. Dedicação verdadeira é uma
decisão de qualidade – uma decisão onde não há volta.
Dedicação verdadeira simplesmente é uma decisão baseada no compromisso de alguém
para Deus, não em sentimentos ou emoções.
A diferença entre operar em uma decisão por dedicação e operar pelas suas emoções
podem ser ilustradas aqui.
Muitas pessoas oram a Deus para lhes darem um peso para ganhar almas, um sentimento
esmagador que lhes fará vencer os obstáculos. Tal oração é tolice na luz dos ensinos do
Novo Testamento. Em nenhum lugar nós vemos para orarmos deste modo. Nós somos
entretanto, comandados por Jesus Cristo, Ele mesmo disse, Ide por todo o mundo e pregai
o evangelho a toda criatura (Mc 16:15). O simples fato de que uma pessoa ora por um
fardo é evidência que ela já tem um coração para ganhar almas. Tudo o que ele tem que
fazer é obedecer aos mandamentos. Se Jesus nos disse para fazer isso, seria motivação
suficiente independente de sentirmos ou não.
A Bíblia diz que Jesus foi movido pela compaixão. O que é compaixão? É amor. Do
mesmo modo Deus é amor. Logo, compaixão é uma Pessoa. Se a compaixão nos diz para
irmos, então somos movidos pela compaixão para irmos e fazermos a tarefa. Seríamos
movidos por um compromisso de fé ao invés de emoções. A estabilidade do seu ministério
não depende de seus sentimentos. Um ministério de excelência é uma resolução firme e
profunda que homens não podem alterar nem as circunstâncias mudar.
Compromissos verdadeiros podem ser comparados a um piloto em uma simples máquina
de avião. Se a máquina falha no meio do ar, o piloto está comprometido a aterrissar sua
tripulação. Ele não tem escolha; seu sentimento de medo, dúvida ou incapacidade não
mudará qualquer conseqüência que seja. Ele aterrissará seu avião de um modo ou de
outro. Se ele tem se comprometido a voar, ele tomará o controle e aterrissará o melhor
que ele possa e poupará sua vida tanto quanto as vidas de seus passageiros.
Um tempo chegará em sua vida quando você encarará o compromisso. Como você age
agora determinará se você terá sucesso ou fracasso e até vida ou morte.
Se você não está querendo encarar compromissos apesar das emergências e oposições,
não entre no ministério mais nessas condições. Tome tempo para estar perante Deus e
estudar Sua Palavra até que você com o Espírito Santo lidem com sua disposição para
estar comprometido. Filipenses 2:13 diz a você que Deus está no trabalho com você para
ambos desejarem e fazerem a Sua boa vontade. Ele é fiel e ele criará em você o poder e o
desejo para tomar uma decisão inflexível.
Quando você finalmente toma uma decisão completa sem volta e com compromisso com
Deus, realizar a sua chamada será algo mais fascinante que você jamais fez. Mas até o
resultado chegar à sua mente e coração você terá o inferno na terra. Satanás atormentará
você sem misericórdia.
Não tenha medo de aceitar a responsabilidade de tomar uma decisão. Deus tem
providenciado o poder, fornecido as armas e equipado você com tudo o que você precisa.
É o mesmo que experimentar o novo nascimento. Uma vez que você toma a decisão,
Deus faz o resto. Seu poder, Seu Espírito e Sua Palavra desempenham suas funções e
você nasceu de novo. Você apenas tomou a decisão. Tudo o que você deve fazer é
determinar em seu coração e obedecer Sua chamada e Deus fará sua parte.
Um homem uma vez me perguntou o que eu fiz na vida. Eu respondi, “Eu sou um
pregador”. Ele disse, “Oh! Eu tinha um tio que estava no ministério. É uma vida difícil e um
alto preço para pagar!” Eu lhe disse, “Francamente eu tenho estado nos melhores dias da
minha vida!”
Nunca seja enganado pelo pensamento de que fazer a vontade de Deus vai sair caro. O
mais caro nesse planeta é estar fora da vontade de Deus. Você não pode se dar ao luxo
disso.

ENCONTRE SEU LUGAR NO CORPO

A Bíblia diz que a chamada de Deus são dados sem arrependimento (Rm 11:29). Se você
é chamado para ser um apóstolo, profeta, evangelista, pastor, mestre ou qualquer outro
ministério no Corpo de Cristo, o Senhor não revogará a tarefa dada a você. Ele ordenou a
você antes da fundação do mundo. Quando você se levantar perante o lugar de
julgamento de Cristo, isto será na luz de sua chamada – não o que você fez, nem o que
você tencionou fazer ou desejou que você tivesse feito, mas o que Deus disse que você foi
chamado para fazer. Isso aplica-se não só ao ministério dos cinco dons mas para cada
membro do Corpo de Cristo.
Cada crente é ungido e capacitado com poder para realizar uma função específica. Pelo
Espírito de Deus, cada indivíduo é capaz de apresentar sua chamada com domínio e
excelência. Então, isto é uma grande vantagem para você encontrar sua chamada e ficar
nela!
Você pode ter que mudar seu pensamento ao encontrar seu lugar. Se você tem algumas
tradições religiosas, biblicamente você terá que descartá-las. Por exemplo, II Timóteo 2:20
diz, “Ora, numa grande casa não há somente utensílios de ouro e de prata; há também de
madeira e de barro. Alguns para honra, outros porém para desonra.” Muitos que lêem ou
pregam sobre esse versículo dizem, “Nem todos podem ter um ministério excelente como
o irmão Copeland tem. Porque em uma grande casa há alguns vasos para honra e outros
para desonra. Alguns são vasos de ouro mas outros de nós somos requisitados para
sermos vasos de barro.”
Sem sentido! Satanás distorcerá as mesmas escrituras a fim de conservar as pessoas
para baixo tentando agradar a Deus na base de seus sentimentos e falsa humildade. Se
você não crê que é hipócrita, então observe sua reação quando alguém começa a falar
que você não tem valor! Apenas deixe seu filho querido vir da escola para casa um dia
dizendo, “Adivinha o que meu professor disse hoje? Que eu sou um imprestável, mau e
um verme!” Você iria cortejar diante disso! Ainda muitas pessoas diriam a Deus aquela
mesma coisa deles mesmos e chamar isso humildade – isso é hipocrisia!
Vamos ler e acabar com toda a passagem. Vamos ver o que a Bíblia atualmente diz sobre
nós (verso 21): “Assim, pois, se alguém a si mesmo se purificar destes erros, será utensílio
para honra, santificado e útil ao seu possuidor, estando preparado para toda boa obra.” Se
você se torna um vaso de ouro ou de barro não é uma questão do Mestre, é sua. Ambos
são acessíveis. Você pode ser um vaso de honra por questão de escolha.
Deus tem mais respeito por nós do que muitos de nós lhe damos crédito. Você já pôde ver
um mestre em artesão no seu comércio? Como ele trata suas ferramentas? Ele não é
negligente e descuidado. Suas ferramentas são especialmente desenhadas e moderadas,
cheias de força e poder para fazer muitas tarefas específicas.
Como um artesão hábil, ele depende de seus instrumentos para seu meio de vida. Ele usa
cuidadosamente as suas ferramentas e comércio. Elas são extensões de sua criatividade.
Ele destina-os para durarem a vida inteira e serem manuseados por seu filho depois dele.
As ferramentas de um comerciante cuidam dele e ele cuida delas.
Na redenção da raça humana, você e eu somos a ferramenta do artesão Deus. Jesus é o
Redentor, mas nós somos os portadores das Boas Novas. Ele é a videira e nós somos os
galhos onde nascem as frutas. Ele cuidará de nós e nos sustentará. Ele nos temperará.
Um puxão não é temperado pela derrota sobre uma bigorna. As pessoas têm a idéia
errada que para fortalecer um crente Deus tem que atacá-lo e bater nele.
Não! Toma-se o óleo para temperar o aço. O óleo do Espírito Santo robustece e reforça-
nos. Nossa força e poder está na Palavra de Deus e Seu Espírito habita em nós.

DECIDA-SE AGRADAR A DEUS

Uma decisão para total dedicação inclui uma determinação de agradar a Deus. Atravesse
o Novo Testamento e aprenda aquelas coisas que traz prazer para Deus. Por exemplo,
“De fato sem fé é impossível agradar a Deus” (Hb 11:6). Devemos andar pela fé a fim de
agradar a Deus.
O Deus Pai não se deleita quando nós andamos na carne. Nós devemos ser
espiritualmente dispostos. (Rm 8:1-8)
Deus não tem prazer na nossa derrota. Cristãos derrotados não se deleitam no Pai
Celestial. Ele não estava satisfeito por causa de suas crianças de Israel que estavam
sendo dominadas no deserto. Ora, quais os que, tendo ouvido se rebelaram? Não foram
de fato, todos os que saíram do Egito por intermédio de Moisés? E contra quem Se
indignou por quarenta anos? Não foi contra os que pecaram cujos cadáveres caíram no
deserto? Nosso não andar em vitória é como uma ofensa a Ele.
A decisão de agradar o Pai deve incluir a decisão de viver em vitória. A vitória que vence o
mundo é a fé (I Jo 5:4). Deus destina você para usar sua fé em cada tentativa na vida.
Você deve piscar seus olhos pela fé! O justo viverá por fé (Rm 1:17).
Além da fé, você deve também viver e andar no amor de Deus. Deixar o conflito fora de
sua vida é parte de sua dedicação a Deus. Isso meu amigo, requer uma firme decisão de
qualidade.
Em meu próprio ministério às vezes, eu sei que devo parecer ter duas caras para aqueles
que trabalham ao meu redor. Eu exijo excelência. Contudo, por outro lado, eu serei o
suporte de uma pessoa que está chegando muito rápido na perfeição em seu trabalho. Por
causa do meu compromisso em andar no amor de Deus eu estarei com Ele e em pé por
Ele. Eu tive pessoas me perguntando porque eu não dispenso alguém de minha equipe
por causa de sua incompetência. Eu simplesmente não sou desse tipo. Enquanto uma
pessoa está fazendo todo esforço para ter sucesso, eu trabalho com ele até atingir a
exatidão e perfeição da qual ele é capaz com a ajuda de Deus.
Mas há uma coisa que nós não permitimos em nosso ministério. Se uma pessoa causa
conflito em uma área, ele terá que trabalhar em algum outro lugar. Nós absolutamente não
toleraremos conflito porque é destrutivo.
Note outra vez em II Timóteo 2:21, “Assim, pois, se alguém a sí mesmo se ...” O que são
“estes” no qual Paulo se refere? Nos versos 22 a 26 nos diz, “Foge outrossim das paixões
da mocidade. Segue a justiça, a fé, o amor e a paz com os que de coração puro, invocam
o Senhor. E repele as questões insensatas e absurdas, pois sabes que só engendram
contendas. Ora, é necessário que o servo do Senhor não viva a contender.”
Evitar contenda não é uma sugestão; é uma ordem. “Um servo do Senhor não deve estar
em contendas, assim você não pode brigar, discutir ou lutar com alguém e sim deve ser
brando para com todos, apto para instruir, paciente, disciplinando com mansidão os que se
opõem, na expectativa de que Deus lhes conceda não só o arrependimento para
conhecerem plenamente a verdade, mas também o retorno à sensatez, livrando-se eles
dos laços do diabo, tendo sido feitos cativos por ele, para cumprirem a sua vontade.”
Você não pode dar-se ao luxo de contender. Isso fará com que você seja levado cativo por
Satanás. Você não é mais um civil. Você é um soldado da Cruz, você tem que responder a
chamada e tomar seu lugar nos postos das forças do Deus Todo-Poderoso. Ponha a
armadura e lute o bom combate da fé. Se você se render ao inimigo, você será sem valor
no reino de Deus. A última coisa que Deus precisa é de Seu exército sendo levado
prisioneiro!
Quando você não está andando em amor e tem que andar em fé, os dons do Espírito
estão parados. Leia em I Coríntios 13:1-3.
As palavras de sabedoria e conhecimento, o dom da fé, dons de curar, operação de
milagres, discernimento de espíritos, línguas e interpretação de línguas e profecia são
nove armas de nossa luta espiritual. Se satanás ataca-lhes individualmente, ele tem nove
armas contra ele. Tudo o que ele faz para defender-se é sua única arma: causar
contendas entre aqueles que estão operando nos dons. Pense sobre isso na luz de Tiago
3:16, “Onde há inveja e sentimento faccioso, aí há confusão e toda espécie de coisas
ruins.” Não é de estranhar que tem havido tanta confusão ligada com a operação dos dons
do Espírito.
Permaneça na Palavra de Deus e tome o controle de seus sentimentos. Contenda é
nascer nas emoções. Para controlar suas emoções, VOCÊ DEVE CONTROLAR SUA
LÍNGUA. A Bíblia diz que a pessoa que sabe controlar suas palavras, pode ganhar
domínio sobre seu corpo inteiro. (Tiago 3:2)
Decida agradar o Pai; Decida viver em vitória; Decida andar em amor; Decida viver pela fé.
Tome uma decisão de qualidade. Não tome uma decisão que sua fé não consegue atingir.
Satanás verá que mais cedo ou mais tarde você estará em um lugar onde você terá que
fazer escolhas. Não escolha jamais o jeito mais fácil e não acreditar em Deus para aquilo.
Quando isso chegar, levante-se na Palavra e use sua fé. Permaneça imóvel nas
promessas de Deus.
COMPROMETA-SE EM SUA VIDA DE ORAÇÃO

Oração é o fundamento para o sucesso em cada esforço cristão. Jesus é seu exemplo.
Você já notou quão freqüentemente a Bíblia menciona que Ele se retirava para um lugar
solitário orar? “Tendo se levantado em alta madrugada, saiu e foi para um lugar deserto e
ali orava” (Mc 1:35). “Naqueles dias retirou-se para o monte, a fim de orar e passou a noite
orando a Deus” (Lc 6:12). Estes são apenas dois dos muitos exemplos recordados nos
Evangelhos.
Jesus estava em contínua comunicação com Deus através da oração. Ele passava horas
por dia separado das pessoas em companheirismo com seu Pai celestial. Se Ele tinha
necessidade de se preparar através da oração quanto mais nós? Essa preparação é a
única coisa que nos manterá firmes enquanto estivermos que encarar uma situação que
requer uma grande quantidade de fé. Mesmo os apóstolos escolheram diáconos para
assistí-los em seus deveres, “Não é razoável que abandonemos a Palavra de Deus... e,
quanto a nós, nos consagraremos à oração e ao ministério da Palavra” (Atos 6:2-4).
Se você tem tomado tempo para se encher completamente da Palavra de Deus, seu
pensamento não mais será influenciado pelo medo. Você não mais se lamentará a Deus
por poder. Você perceberá que a unção que Dele recebestes permanece em vós (I Jo
2:27). Tudo o que vocês terão que fazer é abrir a boca, porque a boca fala do que está
cheio o coração (Mt 12:34). A Palavra será o que em seu coração tem em abundância.
Quando alguma mãe levar até você alguma criança que o inimigo tem feito algo , você
saberá o que fazer. Você não dará uma desculpa fraca como, “Bem, às vezes não
podemos entender porque estas coisas acontecem. Às vezes não temos nenhuma
resposta!”
Deus cuidará daquele bebê se você tiver coragem para se levantar contra o diabo. Esse
tipo de confiança vem somente através de um conhecimento pessoal de Deus. Através de
tempo gasto em oração e companheirismo com Ele.
Uma vez uma mulher trouxe um pequeno bebê para mim no estacionamento durante um
encontro. Seus pés minúsculos estavam tão mal distorcidos que os dedos de cada pé
tocavam as costas de suas pernas. A mãe estava olhando para mim a fim de fazer algo
sobre isto. Em uma situação como essa você precisa estar em linha direta com o Pai.
Quando ela me deu seu pequeno bebê eu comecei a orar. Era tão distorcido que ambos
os pés estavam na palma de minha mão. Eu disse, “Pai, em Nome de Jesus...” Isso era o
mais longe que eu conseguia fazer, mas eu senti seus pés girarem ao redor de minha
mão.
Eu preferiria ser ungido por Deus naqueles cinco minutos do que ter um muro de ouro ao
redor do estado do Texas com o meu nome inteiro escrito em cada tijolo. É o maior
acontecimento da Terra. A demonstração do poder de Deus em seu ministério é a prova
de seu companheirismo pessoal com Ele. Você não pode ter um sem o outro.

ϖ Passo Dois: Simplicidade De Propósito ϖ


Nosso único propósito como ministros de Deus é ir de encontro às necessidades das
pessoas. Tiago 1:5-8 nos diz porque a firmeza no pensar é tão importante. “Se porém
algum de vós necessita de sabedoria , peça-a a Deus, que a todos dá liberalmente, e não
o lança em rosto, e ser-lhe-á dada. Peça-a porém com fé, não duvidando; porque o que
duvida é semelhante à onda do mar que é levada pelo vento e lançada de uma para outra
parte. Não pense tal homem que receberá do Senhor alguma coisa. Homem de coração
dobre e inconstante em todos os seus caminhos.” A Bíblia amplificada diz [porque sendo
como é] um homem de dois pensamentos – hesitante...O que acontece quando você
hesita? Seu adversário dá o primeiro passo, você se acha na defensiva com satanás
adiante de você o derrotando por todos os lados. Se você não tem um único pensamento
sobre o seu propósito de estar no ministério, você não terá qualquer direção definitiva.
Você estará sempre se perguntando o que vai supor fazer.

NÃO HESITE EM DAR UM PASSO EM SUA FÉ


Você se lembra quando sentiu o primeiro sintoma de um resfriado ou gripe atacando você
e você esperou cerca de dois ou três dias até pegar sua Bíblia e orar sobre isso? Então,
mais tarde você se pergunta porque esperou até que ficasse doente para poder agir. Sua
hesitação deu à doença uma oportunidade de conseguir agarrar você. Hesitação não é
uma qualidade de uma pessoa de mente única. É... Um homem de dois pensamentos –
hesitante, dúbio, irresoluto...
“Irresoluto” significa indeciso, um homem que não tem cuidadosamente resolvido coisas
em sua mente e colocando-as de uma vez por todas... (ele é) inconstante e duvidoso,
indeciso sobre tudo o que pensa, sente e decide.
Se um homem tem dois pensamentos, então as decisões que ele toma são divididas.
Quando você entra em uma área de indecisão, você está em uma pausa. Você não irá a
lugar nenhum.
Um homem de ânimo dobre é aquele que tenta viver pela fé e protege seu medo ao
mesmo tempo. Ele fala de ambos os caminhos. Sua fé proclama “Eu creio que Deus vai
curar você”. Então seu medo sussurra, “Mas você não está bem agora”. Inconsistência é
perigoso se você está hesitante em dar um passo em sua fé no ministério. Seu adversário
sempre estará um passo adiante de você. Você nunca verá o poder de Deus trabalhar
para curar alguém através de você.
O oitavo capítulo de Lucas recorda um evento na vida de Cristo que ilustra o perigo da
instabilidade e hesitação:
22. Aconteceu que, num daqueles dias, entrou ele num barco em companhia dos seus
discípulos e disse-lhes: Passemos para a outra margem do lago ; e partiram.
23. Enquanto navegavam, ele adormeceu. E sobreveio uma tempestade de vento no lago,
correndo eles o perigo de afundar.
24. Chegando-se a ele, despertaram-no, dizendo: Mestre, Mestre, estamos perecendo!
Despertando Jesus, repreendeu o vento e a fúria da água. Tudo cessou e veio a bonança.
25. Então, lhes disse: Onde está a vossa fé? Eles, possuídos de temor e admiração,
diziam uns aos outros: Quem é este que até o vento e as ondas repreende e lhe
obedecem?
Jesus afirmou quando eles entraram no barco, “Passemos para a outra margem do lago”
(verso 22). Havia poder suficiente naquelas palavras para conseguir que os discípulos
cruzassem o lago. Contudo, eles tiveram medo e correram para acordar Jesus gritando por
socorro. Aqui está uma ilustração perfeita de uma mente dobre.
Eles estavam falando de morte para o Autor da Vida. Eles estavam falando de medo na
presença da própria fé personalizada, o Filho do Deus Vivo. Eles estavam consumidos
com o problema enquanto a solução deles estava dormindo em seus barcos,
“Nós vamos perecer” soava normal para eles, mas para Jesus era uma contradição direta
do que Ele havia afirmado. Quando Jesus lhes disse, “Passemos para a outra margem do
lago”, Ele sabia sem sombra de dúvidas onde eles estavam indo. Os discípulos deveriam
saber também. Eles deviam ter ficado em pé na proa do barco e gritado, “O Filho do Deus
vivo nos disse que passaríamos para o outro lado. Agora se acalmem!” Se eles não
fossem capaz de exercitar tal fé Jesus não os teria repreendido depois de acalmar a
tempestade: Porque sois tão tímidos? Ainda não tendes fé? (Mc 4:40).
Os discípulos ficaram cheios de medo e pavor: Quem é este que até o vento e o mar lhe
obedecem? (v. 41). Jesus havia gastado um dia inteiro explicando sobre o poder de Deus
para estes homens, instruindo-os na Palavra. Então, quando Ele fez uma demonstração
diante dos seus olhos, eles ficaram pasmos. Ao invés de se levantar na Palavra como Ele
fez, eles estavam com ânimo dobre.
Um homem de pensamento único é um homem que toma decisões de qualidade e se fixa
nelas para sempre.
Se você vai colocar o Senhor, a Palavra e seu trabalho em primazia na sua vida, haverá
tempos em que você terá que evitar o que você vê a fim de ir de encontro às necessidades
das pessoas. Não hesite, o que quer que você tenha que fazer.

PREGUE A PALAVRA DENTRO E FORA DO TEMPO


Como o Apóstolo Paulo instruiu o jovem Timóteo, “Pregue a Palavra, insta, quer seja
oportuno, quer não,... faze o trabalho de um evangelista, cumpre cabalmente o teu
ministério” (II Tm 4:2-5).
Pregue a Palavra. Quando sua congregação diz, “Nós temos problemas financeiros”, não
hesite. Pregue o Evangelho. Quando você tem um programa de construção para terminar,
pregue a Palavra. Quando sua igreja diz, “Isto não pode ser feito”, consiga-o. Não gaste
tempo tentando compreender como conseguir que essas coisas sejam feitas ou como
conseguir pessoas para contribuir. SE NINGUÉM ESTÁ DANDO, ENTÃO VOCÊ NÃO
ESTAR PREGANDO A PALAVRA. As pessoas apoiarão você se você as está alimentando
espiritualmente.
Você pode dizer, “Mas eu não tenho nenhum lugar para pregar!” Pregue na esquina da
sua rua, mas faça-o! Ministre para alguém que você encontra, em qualquer lugar que você
vá!
Eu tenho conhecido muitos, muitos homens bons, bem intencionados que tem procurado a
unção de Deus com uma oração sincera, “Oh! Deus, eu quero ter Seu poder manifestado
em meu ministério!” Eles tem gastado horas e dias orando, intercedendo e jejuando. Todo
ministro quer o poder de Deus e os dons do Espírito para manifestar-se através dele.
Alguns dariam tudo neste mundo para alguém que eles impunham as mãos cair debaixo
do poder de Deus! Você pode implorar até mudar de cor, mas APENAS QUANDO VOCÊ
COMEÇAR A PREGAR A PALAVRA QUE O PODER VEM. Seu trabalho é ir de encontro
às necessidades das pessoas. A Palavra de Deus tem a resposta para cada necessidade.
Quando você prega a Palavra, os sinais te seguirão por causa da Palavra.
Quando você envolve todo o cuidado sobre Deus e simplesmente diz, “Senhor, você quer
salvá-los, curá-los mais do que eu. Você quer suas necessidades supridas mais do que eu
desejo, então vou apenas pregar a Palavra. Eu pregarei no tempo e fora do tempo. Eu
pregarei à noite. A única coisa da qual eu nunca serei acusado é de pregar de menos! Se
eles respondem ou não, eu pregarei a Palavra! Eu não serei influenciado por algo ou
alguém; eu pregarei a Palavra!”
Pregue-a para sí mesmo primeiro e depois para alguém mais próximo. Se você tem um
dólar, use-o para compartilhar o evangelho. Se você tem mil dólares, use-o para ministrar
a Palavra. Se você tem cem mil dólares, use-o para realizar sua chamada.
Quando você ficar cansado, quando não se sentir bem e mesmo quando tudo estiver bem,
Pregue a Palavra!
A Palavra de Deus é tudo o que você precisa. As escrituras salvarão você, curarão você,
encherão você com o Espírito Santo. Eles voltarão para você na justiça de Deus e
encontrará suas necessidades de acordo com Suas riquezas em Glória. A Palavra de
Deus sustentará você em cada caminho. A fé vem pelo ouvir e ouvir a Palavra de Deus
(Rm 10:17). Um homem cheio de fé pode fazer tudo aquilo que ele acredita. Todas as
coisas são possíveis para ele que crê.
Se há sempre uma escolha entre a Palavra e algo mais, escolha o caminho da Bíblia. Se
você é um músico e Deus usa você na música, ponha o evangelho na música. Qualquer
que seja o talento que Deus tem dado a você, use-o para pregar as Boas Novas!
Fique com a Palavra e Deus ficará com você! A Bíblia diz que Ele sustenta todas as coisas
pela Palavra do Seu poder (Hb 1:3). Se você quer está seguro, embarque em Suas
Promessas!

PASSO TRÊS: SIGA A LIDERANÇA DO ESPÍRITO

No ministério nunca siga os passos que sua mente quer tomar. NÃO SE INCLINE PARA
SEU PRÓPRIO ENTENDIMENTO. APRENDA A SEGUIR A LIDERANÇA DO ESPÍRITO
SANTO DENTRO DE VOCÊ. Ele está dentro de você para o guiar.
Eu me lembro quando comecei no ministério. Eu havia pregado cerca de dois anos em
várias igrejas, casualmente com pessoas nas quais ninguém mais pregaria.
Então um dia o Senhor me falou para sair daquelas igrejas e começar realizando alguns
encontros por conta própria. Eu orei sobre isto e o Senhor me guiou para Wichita Falls ,
Texas. Eu aluguei uma velha farmácia abandonada e algumas cadeiras dobradiças.
Em uma particular noite de sábado, eu me lembro que a unção foi realmente forte. Eu
preguei sobre “a realidade da justiça de Deus.” Eu estava realmente tendo um tempo
precioso na minha vida. Enquanto eu construía me sermão e Deus me guiava para o final,
uma mulher no auditório repentinamente explodiu em outras línguas.
Eu me senti como se estivesse pegando fogo e alguém me encharcou com uma
mangueira. Eu disse, “Senhora, segure isso até que eu acabe.” Ela tornou-se um pouco
mais silenciosa. Eu gritei, “No Nome de Jesus, cale-se!” Ela ficou mais silenciosa ainda.
Nesta hora o culto estava uma desordem. Eu finalmente me virei e deixei-a continuar. Ela
foi adiante por mais uma hora, e depois ela mudou para o Inglês, “Sim, Sim, disse o
Senhor...” Ela nunca disse algo claro.
Isto continuou pelo que me parecia uma eternidade. Depois de um instante, algumas
pessoas estavam se contorcendo nos seus lugares. Pareciam que eles estavam prontos
para torcer o pescoço dela. Finalmente, quando ela se acalmou, eu olhei direto para ela e
disse duramente, “Bem, nós já perdemos o que estávamos estudando mesmo, então eu
vou ensinar algo a você. Você nunca teria tido o atrevimento de me interromper enquanto
eu estava falando e porque você fez isso numa língua que você não entende?”
Nesse meio tempo, um homem que estava sentado próximo dela falou alto e disse, “Irmão
Copeland, ela é surda e muda, ela não ouviu uma palavra que você disse!”
Como você encararia uma situação assim? O que quer que você diga será mantido contra
você. O que se pode dizer numa situação dessa?
Eu descobri mais tarde que alguém havia planejado a coisa toda. Eles já haviam colocado
meia dúzia de pregadores para correr da cidade com essa técnica. Ela estava sendo
usada por algumas pessoas egoístas. Ela se levantava quando o homem próximo a ela
cutucava-a com seu joelho. Era “sua vez de profetizar”
Durante períodos como estes, sua decisão de ir de encontro às necessidades das pessoas
deve levantar-se até a superfície. Jesus disse que o Espírito nos guiaria a toda verdade e
que Suas ovelhas conheceriam Sua voz. Eu estava determinado que nenhum espírito
demoníaco me faria correr para fora da cidade.
Eu estava tão pesado lá, tão quieto. Todos apenas me olhavam esperando ver o que faria.
Eu apenas fechei os meus olhos e dentro de mim mesmo consciente eu disse, “Senhor,
você terá que me mostrar o que fazer. Eu não vou dar um movimento até você me dizer o
que eu vou fazer.”
A resposta veio para mim. Foi tão simples que minha mente carnal nunca teria pensado
isto. Eu não teria mesmo agido assim se tivesse pensado isto!
O Senhor disse, “Chame-a para cima e imponha as mãos sobre ela, e Eu abrirei seus
ouvidos.” Eu disse para o homem próximo a ela, “Senhor, traga-a aqui para cima que eu
vou impor minhas mãos sobre ela e Deus abrirá seus ouvidos.” Ele nem se moveu, então
eu a levei para cima e impus as mãos sobre ela e Deus abriu seus ouvidos.
Eu acabei meu sermão em justiça e nós tivemos um maravilhoso tempo embaixo da unção
de Deus. O encontro cresceu e aquela velha farmácia em breve se encheu. Nós tivemos
um tempo maravilhoso e muitos receberam de Deus.
Se você vai ministrar às necessidades das pessoas, você terá que ser guiado pelo Espírito
Santo porque mais freqüente do que não você encontrará a si mesmo em situações que
apenas a sua sabedoria vai ser usada.
Alguns anos mais tarde, eu estava pregando em Ft. Worth, Texas. Havia cerca de 2,000
pessoas no público uma noite. Entre eles, desconhecido para mim, estava uma bruxa que
tinha levado um cálice humano. Um cálice humano é uma pessoa usada pelas bruxas para
receber e acumular espíritos demoníacos (você pode algum dia encontrar uma dessas
pessoas). Eles assistem os encontros do evangelho pelo mesmo propósito que é reunir
espíritos demoníacos que são expulsos da vida de outros.
Eu percebo que para muitas pessoas a idéia de bruxas e bruxarias podem parecer
ridículas. Infelizmente estas coisas existem. Nós como ministros de Jesus Cristo teremos
que lidar com eles assim como nosso Senhor Jesus lidava com eles.
Esta bruxa sentou-se cruzando o corredor com o cálice e estava usando-o para criar uma
perturbação naquele encontro. Cada criança no lugar estava chorando. Alguém estava
inquieto e se movendo. Se uma situação como esta não for controlada rapidamente, o
culto será arruinado. Quando estas coisas acontecem, você deve estar preparado de
antemão. Se você não tiver gastado tempo em oração, você não será capaz de lidar com
essas situações.
Você pode esquecer sobre ser guiado pelo Espírito Santo se você gasta seu tempo de
preparação com assuntos pessoais, jogando golfe com pessoas influentes, fazendo
negócios, vendendo seus discos e fitas. Contrate alguém que seja ungido para fazer essas
coisas. GASTE SEU TEMPO EM ORAÇÃO E NA PALAVRA ANTES DE UMA REUNIÃO.
Por outro lado, você não estará preparado espiritualmente para ministrar a Palavra e para
vencer os obstáculos que satanás certamente atirará em seu caminho. Não substitua
jamais o duro trabalho da oração.
Quando esta perturbação apareceu àquela noite, eu perguntei ao Senhor, “O que eu
farei?” Ele disse, “Acabe aquela perturbação”. Muitas vezes não será necessário falar alto,
apenas baixinho, “No Nome de Jesus”.
Neste caso particular (isto quando você escuta o Espírito de Deus) eu estava para acabar
com aquela situação. Eu disse: “Espírito de perturbação, No Nome de Jesus Cristo de
Nazaré eu tomo completa e total autoridade sobre você agora e eu atiro você para fora
deste lugar!”
Toda criança naquele auditório se acalmou. O auditório inteiro tornou-se quieto e calado.
Um de nossos porteiros tinha reconhecido o cálice e tinha vindo ficar atrás dela sem que
ela percebesse sua presença. Ele ouviu-a sussurrando para o espírito mal, “Volte! Volte!”
Finalmente, ela ficou tão transtornada que ela gritou e correu para fora do prédio. Quando
isso aconteceu a bruxa saltou e correu atrás dela. Elas fugiram tão rápido que esbarraram
em meu filho e o derrubaram.
Bem, naquele momento minha mente foi totalmente e completamente esvaziada. Eu não
me lembrava o que eu estava pregando. O que você faria em uma ocasião assim?
Graças a Deus eu não tenho que falar por minha mente. Eu apenas comecei pregando em
línguas na direção do Espírito Santo. Todo o tempo a escritura continuou passando
através de mim que diz, “Pelo o que fala em outra língua deve orar para que a possa
interpretar!” I Co 14:13
Eu não tinha falado muito tempo em línguas antes que eu mudasse para o inglês. Eu orei
em inglês cerca de 40 minutos e não tinha idéia do que eu estava dizendo. No fim daquele
tempo, foi como se eu tivesse voltado para o lugar que eu tinha deixado. Repentinamente,
eu me lembrei da última palavra que eu tinha falado 40 minutos antes. Eu peguei a
próxima palavra, acabei a sentença, continuei pregando e completei aquele sermão.
Tivemos um dos mais ungidos cultos àquela noite que jamais tínhamos tido. Mais tarde
escutando a fita cassete daquele culto, eu descobri o que eu tinha dito durante os 40
minutos de intervalo quando eu tinha falado somente pela unção do Espírito.
A fim de que você, como ministro seja capaz de ser guiado por Deus, você terá que está
afinado com o Espírito Santo. Você não pode ser guiado pelo seu próprio entendimento.
Você deve estar totalmente fundamentado e dependente da Palavra de Deus. “Habite
ricamente em vós a Palavra de Cristo; instruí-vos e aconselhai-vos mutuamente em toda a
sabedoria.” (Cl 3:16)

NÃO SEJA INFLUENCIADO PELAS CIRCUNSTÂNCIAS

Em uma outra ocasião eu estava pregando na Jamaica. Algumas vezes, é tão escuro à
noite naquela região que você não pode ver a linha de sua mão em frente de seu rosto. Eu
estava em cima nas montanhas. Cerca de 150 pessoas estavam reunidas em uma sala
pequena, tão espremida que não podiam se mover. Todos exceto eu eram negros e a sala
estava em total escuridão exceto por uma lanterna de querosene que estava pendurada
sobre a minha cabeça, onde eu podia ler minha Bíblia. Tudo o que eu podia ver era minha
Bíblia e os pés do homem bem em frente da minha mão. Não conseguia ver seu rosto,
apenas seus pés.
Os primeiros dez minutos foi a pregação mais difícil que eu já fiz em minha vida. Eu
comecei a perceber o quanto eu dependia das expressões faciais da platéia. Enquanto eu
pregava, eu percebi que as reações das pessoas determinavam como eu estava pregando
e como o sermão estava sendo recebido. Eu podia assim ajustar minha mensagem. Eu
nunca havia percebido isso.
Eu parei por um instante e em meu próprio espírito eu disse, “No Nome de Jesus, eu fiz
uma vez esta firme decisão de qualidade. Para o resto de meu ministério, eu nunca
pregarei outro sermão que não seja pela fé. Eu não serei influenciado pelas expressões
das pessoas.” Eu acabei ministrando aquela noite e tive um tempo glorioso fazendo isso.
Mais tarde eu aprendi que mesmo se eu tivesse sido capaz de ver as expressões deles, eu
podia ter interpretado mal suas reações para a mensagem do evangelho. Os jamaicanos
tem sido tão influenciados pela tradição britânica e costumes que eles demonstram muito
pouca expressão.
Se algo acontecesse com algum deles durante o culto, é costume deles ir ao pastor depois
do encontro e informá-lo particularmente o ocorrido. Ele depois passaria a informação ao
ministro visitante se assim quisesse.
Uma senhora tinha sido completamente curada de cegueira durante uma de nossas
reuniões. Ela me encontrou do lado de fora e simplesmente disse, “Irmão Copeland, eu
estava cega mas agora eu posso ver, obrigada!” Isso foi tudo. Um milagre tinha acontecido
e ela parecia totalmente sem emoção. Então eu aprendi outra lição valiosa desta
experiência. Não seja influenciado pelas reações emocionais ou expressões físicas do
povo enquanto você está ministrando a Palavra. Seja totalmente guiado e motivado pelo
Espírito Santo.

ESTEJA PREPARADO PARA PERTUBAÇÕES

De Jamaica eu voltei para Little Rock, Arkansas, na semana seguinte. Eu estava pregando
em um lugar que foi providenciado por nós da associação. Repentinamente, uma noite
todas as luzes se apagaram. O sistema P.A., o ar condicionado, um gravador de fita e tudo
mais foi completamente apagado. Estava totalmente escuro.
Sua primeira reação no natural seria parar e dizer algo como, “O que aconteceu com as
luzes?” Não pare de pregar por causa de qualquer distúrbio. Não deixe distúrbios pararem
você a menos que seja uma situação no qual você tenha que lidar com o povo. Apenas dê
uma pausa e descubra o que o Espírito Santo quer que você faça. Em todo distúrbio, a
confissão de seu coração e boca deve ser, “Eu sou guiado pelo Espírito de Deus, eu sou
filho de Deus e sou mais que vencedor nessa situação.”
Como eu continuei, eu pude ouvir as pessoas contendo o riso. Eles não sabiam o que
fazer. Finalmente, o Espírito de Deus disse para mim, “Faça o convite para receber o
batismo no Espírito Santo” e eu fiz. Três pessoas subiram e eu impus as mãos nelas. Eu
mal podia ver seus contornos, mas todos eles receberam o Espírito Santo.
Quando as luzes voltaram, eu agi como se nada tivesse acontecido. Alguém pode querer
falar da situação. Se você não faz isto, eles seguirão sua orientação. Você está
encarregado daquele culto, então você será o mestre deles. Mantenha o controle todas as
vezes.
Você saberia tudo o que está acontecendo naquele encontro. Essa é a razão porque você
gastaria horas para estar quieto e ficar sensível ao Espírito de Deus. Então você estará
espiritualmente preparado para o que quer que apareça. Você será capaz de seguir a
orientação do Espírito Santo.
O principal método de Deus guiar seu povo individualmente e coletivamente é através do
ministério do seu Espírito Santo – não pelas profecias, sonhos, visões ou fenômenos
“sobrenaturais”. Ele pode escolher falar ou guiar você através de um desses canais. Mas
isso não é o Seu melhor. Jesus disse, “Quando vier porém, o Espírito da verdade, Ele vos
guiará...” (Jo 16:13). Este é o modo de liderança de Deus em nossas vidas. Para apreciar
excelência em sua chamada, você deve depender da direção do Espírito Santo.

Interesses relacionados