Você está na página 1de 24
APOSTILA Matéria: Dicas de Processo do Trabalho (1ª fase OAB) Data Publicaç ão: 23/07/14 Dicas
APOSTILA
Matéria: Dicas de Processo do Trabalho (1ª fase OAB)
Data Publicaç ão: 23/07/14
Dicas de
Processo do Tra balho
1ª fas e – XIV Exame da OA B
R evisada em 23/07/2014
Auto ra: Professora Kelly Amorim
fb.com/professorakellyamorim
Site Prova da Ordem
www.provadaordem.com.br
Pág. 1 de 24
Rua Lauro Linhares, 2055, sala 705, Bloco Flora, Trindade, Fpolis/S C, CEP 88036-002
Tel. +55 48 3024-5197 | e-mail: comercial@provadaordem.com.br
APOSTILA Matéria: Dicas de Processo do Trabalho (1ª fase OAB) Data Publicaç ão: 23/07/14

APOSTILA

Matéria: Dicas de Processo do Trabalho (1ª fase OAB) Data Publicaç ão: 23/07/14

DDiiccaass ddee PPrroocceessss oo ddoo TTrraabbaallhhoo -- PPrriimmeeiirraa ffaa ssee ddaa OOAABB

Professora Kelly Amorim

f a a s s e e d d a a O O A A B

fb .com/professorakellyamorim

Curta a Fan Page da Pro fessora Kelly Amorim e receba dicas de Dire ito e Processo do Trabalho, resolução de questões, notícias e muito ma is!

ADVERTÊNCIA

Este documento é gratuito e de liv re distribuição, sendo vedada sua reprodução s em citação da fonte.

01) A justiça do trabalho é organizad a em três instâncias, sendo a primeira o Juiz

Tribunal Regional do Trabalho e a t erceira e última, o Tribunal Superior do Tra balho. Nas localidades em

do Trabalho, a segunda o

que não houver justiça do trabalho,

recurso para o respectivo Tribunal Re gional do Trabalho.

poderá um juiz de direito ser investido na j urisdição trabalhista, com

02) A justiça do trabalho é competen te para processar e julgar (Competência abs oluta):

As ações oriundas da relação de trabalho - que não sejam consumeristas Súmula 363, STJ:

Compete à Justiça est adual processar e julgar a ação de cobrança profissional liberal con tra cliente.

ajuizada por

Entes estrangeiros OJ 416 da SDI-1:

As organizações ou or ganismos internacionais gozam de imunida de absoluta

de jurisdição quando ordenamento jurídico

do Direito

amparados por norma internacional inco rporada ao

brasileiro, não se lhes aplicando a regra

Site Prova da Ordem

   

Rua Lauro Linhares, 2055, sala 705, Bloco Flora, Trindade, Fpolis/S C, CEP 88036-002 Tel. +55 48 3024-5197 | e-mail: comercial@provadaordem.com.br

www.provadaordem.com.br

Pág. 2 de 24

APOSTILA Matéria: Dicas de Processo do Trabalho (1ª fase OAB) Data Publicaç ão: 23/07/14

APOSTILA

Matéria: Dicas de Processo do Trabalho (1ª fase OAB) Data Publicaç ão: 23/07/14

Consuetudinário relat iva à natureza dos atos praticados. Excepc ionalmente, prevalecerá a jurisdiçã o brasileira na hipótese de renúncia express a à cláusula de imunidade jurisdici onal.

Administração pública direta e indireta da União, dos Estados, do Distrito desde que a relação seja esta tutária - Ver ADI 3395-6.

As ações que envolvam o exe rcício do direito de greve; Súmula Vinculante 23(STF):

Federal e dos Municípios,

A Justiça do Trabalho é comp etente para processar e julgar ação possessó ria ajuizada

em decorrência do exercício privada.

da iniciativa

do direito de greve pelos trabalhadores

As ações sobre representação sindicatos e empregadores:

sindical, entre sindicatos, entre sindicatos

e trabalhadores, e entre

Os mandados de segurança, matéria sujeita à sua jurisdiçã o;

Os conflitos de competência

As ações de indenização por d ano moral ou patrimonial, decorrentes da r elação de trabalho; Súmula Vinculante 22( STF):

habeas corpus e habeas data, quando o

entre órgãos com jurisdição trabalhista;

ato questionado envolver

A Justiça do Trabalh o é competente para processar e julgar a s ações de

indenização por dano s morais e patrimoniais decorrentes de

acidente de

trabalho propostas po r empregado contra empregador, inclusive

aquelas que

ainda não possuíam

sentença de mérito em primeiro grau

quando da

promulgação da Emen da Constitucional nº 45/04.

As ações relativas às penali dades administrativas impostas aos empre gadores pelos órgãos de fiscalização das relações de tr abalho:

Súmula 368, TST:

Site Prova da Ordem

   

Rua Lauro Linhares, 2055, sala 705, Bloco Flora, Trindade, Fpolis/S C, CEP 88036-002 Tel. +55 48 3024-5197 | e-mail: comercial@provadaordem.com.br

www.provadaordem.com.br

Pág. 3 de 24

APOSTILA Matéria: Dicas de Processo do Trabalho (1ª fase OAB) Data Publicaç ão: 23/07/14

APOSTILA

Matéria: Dicas de Processo do Trabalho (1ª fase OAB) Data Publicaç ão: 23/07/14

das contribuições sociais previstas no art. 1 95, I, a, e II

da Constituição Feder al e seus acréscimos legais, decorrentes da s sentenças

que proferir ; Súmula 368 TST:

A execução, de ofício,

DESCONTOS PREVIDE NCIÁRIOS E FISCAIS. COMPETÊNCIA. RESPON SABILIDADE

PELO PAGAMENTO. F ORMA DE CÁLCULO (redação do item II

sessão do Tribunal Ple no realizada em 16.04.2012)

I - A Justiça do Trabal ho é competente para determinar o recolh imento das

A competência da Justiça do Trabalho , quanto à

contribuições fiscais.

alterada na

execução das cont ribuições previdenciárias, limita-se às

sentenças

condenatórias em pe cúnia que proferir e aos valores, objeto

de acordo

homologado, que inte grem o salário-de-contribuição. (ex-OJ nº 14 1 da SBDI-1

- inserida em 27.11.19 98)

responsabilidade pelo recolhimento das c ontribuições

oriundo de

condenação judicial,

descontos fiscais, mê s a mês, nos termos do art. 12-A da Lei n .º 7.713, de

22/12/1988, com a re dação dada pela Lei nº 12.350/2010.

III. Em se tratando

encontra-se disciplina do no art. 276, §4º, do Decreto n º 3.04 8/1999 que

nº 8.212/1991 e determina que a cont ribuição do de ações trabalhistas, seja calculada m ês a mês,

aplicando-se as alíquo tas previstas no art. 198, observado o limite máximo do

- inseridas,

respectivamente, em

salário de contribuiç ão. (ex-OJs nºs 32 e 228 da SBDI-1

de descontos previdenciários, o critério d e apuração

devendo ser calculadas, em relação à inc idência dos

previdenciárias e fisc ais, resultante de crédito do empregado

II. É do empregador a

regulamentou a Lei empregado, no caso

14.03.1994 e 20.06.2001)

Outras controvérsias decorre ntes da relação de trabalho, na forma da lei.

Questões relacionadas ao cad astramento no Programa de Integração Soci al - PIS Súmula 300, TST:

Site Prova da Ordem

   

Rua Lauro Linhares, 2055, sala 705, Bloco Flora, Trindade, Fpolis/S C, CEP 88036-002 Tel. +55 48 3024-5197 | e-mail: comercial@provadaordem.com.br

www.provadaordem.com.br

Pág. 4 de 24

APOSTILA Matéria: Dicas de Processo do Trabalho (1ª fase OAB) Data Publicaç ão: 23/07/14

APOSTILA

Matéria: Dicas de Processo do Trabalho (1ª fase OAB) Data Publicaç ão: 23/07/14

Compete à Justiça d o Trabalho processar e julgar ações de

empregados

contra empregadores , relativas ao cadastramento no Plano de Social (PIS).

Integração

Questões que envolvam segu ro desemprego Súmula 389, TST:

SEGURO-DESEMPREG O. COMPETÊNCIA DA JUSTIÇA DO TRABALHO . DIREITO À

Orientações

Jurisprudenciais nºs

25.04.2005

I - Inscreve-se na com

empregado e empr egador tendo por objeto indenização fornecimento das gui as do seguro-desemprego. (ex-OJ nº 210

inserida em 08.11.200 0) II - O não-fornecim ento pelo empregador da guia necessá ria para o recebimento do segur o-desemprego dá origem ao direito à inden ização. (ex- OJ nº 211 da SBDI-1 - i nserida em 08.11.2000)

INDENIZAÇÃO POR N ÃO LIBERAÇÃO DE GUIAS (conversão das

210 e 211 da SBDI-1) - Res. 129/2005, D J 20, 22 e

petência material da Justiça do Trabalho

a lide entre pelo não- da SBDI-1 -

A Justiça do Trabalho é comp etente para declarar a abusividade, ou não, Súmula 189, TST:

da greve;

A Justiça do Trabalho greve.

é competente para declarar a abusividade,

ou não, da

Compete à Justiça do Traba lho a execução, de ofício, da contribuiçã o referente ao Seguro de

Acidente de Trabalho (SAT),

VIII, e 195, I, “a”, da CF), pois se destina ao financiamento de benefícios r elativos à incapacidade do empregado decorrente de inf ortúnio no trabalho (arts. 11 e 22 da Lei nº 8 .212/1991);

que tem natureza de contribuição para a se guridade social (arts. 114,

Súmula 454, TST:

Compete à Justiça d o Trabalho a execução, de ofício, da c ontribuição

natureza de

contribuição para a se guridade social (arts. 114, VIII, e 195, I, “a”, da CF), pois

referente ao Seguro

de Acidente de Trabalho (SAT), que tem

se destina ao financ iamento de benefícios relativos à incap acidade do

Site Prova da Ordem

   

Rua Lauro Linhares, 2055, sala 705, Bloco Flora, Trindade, Fpolis/S C, CEP 88036-002 Tel. +55 48 3024-5197 | e-mail: comercial@provadaordem.com.br

www.provadaordem.com.br

Pág. 5 de 24

APOSTILA Matéria: Dicas de Processo do Trabalho (1ª fase OAB) Data Publicaç ão: 23/07/14

APOSTILA

Matéria: Dicas de Processo do Trabalho (1ª fase OAB) Data Publicaç ão: 23/07/14

empregado decorrent e de infortúnio no trabalho (arts. 11 e 2 2 da Lei nº

8.212/1991)

03)No que se refere a territorialidad e (competência relativa, que deve ser susci tada pela parte, sob pena de prorrogação da competência), a r egra é a competência da Vara do local da p restação de serviço, ainda que o empregado tenha sido contrat ado noutro lugar, ainda que tenha sido cont artado no estrangeiro; é o

que estão nos parágrafos

que está disposto no artigo 651 da subsequentes:

CLT. No entanto, existem exceções à regra,

§ 1º da CLT - Quando

competência será da J unta da localidade em que a empresa tenha

filial e a esta o empre gado esteja subordinado e, na falta, será co mpetente a

agência ou

comercial, a

for parte de dissídio agente ou viajante

Junta da localização

em que o empregado tenha domicílio ou

a localidade

mais próxima.

§

2º da CLT - A co mpetência das Juntas de Conciliação e

Julgamento,

estabelecida neste ar tigo, estende-se aos dissídios ocorridos em

agência ou

filial no estrangeiro,

convenção internacion al dispondo em contrário.

OJ-SDI2-149 Não cab e declaração de ofício de incompetência t erritorial no

3º, da CLT.

Nessa hipótese, resolv e-se o conflito pelo reconhecimento da com petência do juízo do local onde a a ção foi proposta.

caso do uso, pelo trab alhador, da faculdade prevista no art. 651, §

haja

desde que o empregado seja brasileiro

e

não

§ 3º

atividades fora do lug ar do contrato de trabalho, é assegurado ao empregado apresentar reclamaçã o no foro da celebração do contrato ou no d a prestação dos respectivos serviç os.

tratando de empregador que promova re alização de

da

CLT

-

Em

se

04) O Jus Postulandi é a capacidade

postular em juízo sem a necessidade da presença de um advogado. Tal capacida de não tem limite de valor na justiça do trabalho, tem limite d e instância. Com efeito, o TST sumulou lim itando o jus postulandi às

postulatória extraordinária, ou seja, a capa cidade que a parte tem de

Site Prova da Ordem

   

Rua Lauro Linhares, 2055, sala 705, Bloco Flora, Trindade, Fpolis/S C, CEP 88036-002 Tel. +55 48 3024-5197 | e-mail: comercial@provadaordem.com.br

www.provadaordem.com.br

Pág. 6 de 24

APOSTILA Matéria: Dicas de Processo do Trabalho (1ª fase OAB) Data Publicaç ão: 23/07/14

APOSTILA

Matéria: Dicas de Processo do Trabalho (1ª fase OAB) Data Publicaç ão: 23/07/14

Varas do Trabalho e aos Tribunais Re gionais do Trabalho, não alcançando a ação rescisória, a ação cautelar, o mandado de segurança e os recurs os de competência do Tribunal Superior do T rabalho.

- pessoalmente perant e a Justiça do Trabalho e acompanh ar as suas reclamações até o fina l.

empregados e os empregadores poderã o reclamar

Art.

791,

CLT

Os

SÚMULA 425, TST - JU S POSTULANDI NA JUSTIÇA DO TRABALHO. A LCANCE - O jus postulandi das par tes, estabelecido no art. 791 da CLT, limita -se às Varas do Trabalho e aos Tr ibunais Regionais do Trabalho, não alcança ndo a ação

recursos de

rescisória, a ação ca utelar, o mandado de segurança e os competência do Tribu nal Superior do Trabalho.

05) No processo do trabalho existem três ritos procedimentais, são eles:

Rito Sumário - Lei 5584/70

 

Rito

Sumaríssimo

-

Art.

Rito

ordin ário

-

Art.

840

852-A/I CLT

 

CLT

É o rito em que tramita

m

É

o rito em que tramitam

É o rito em

que tramitam

as ações que tenham com o valor da causa até 0 2 salários mínimos à époc a

as

ações que tenham como

as ações qu e tenham como valor da ca usa mais que 40 salários mí nimos à época

valor da causa até 40 salários mínimos à época

da propositura da ação.

da propositura da ação.

 

do seu ajuiz amento

 

Não tem recurso na esfer a

Não

cabe

em

face

da

Ou

que

mesmo

com

o

trabalhista, somente terá Recurso Extraordinári o

o

Administração

Pública

valor

me nor

que

40

direta,

fundacional

ou

salários

m ínimos

tenham

para o STF quando

a

autárquica.

 

no

polo

da

ação

a

sentença proferida pel o Juiz da Vara do Trabalh o

 

Administra ção

 

Pública

O

endereço do Reclamado

direta,

fu ndacional

ou

 

deve estar completo, vez

 

Site Prova da Ordem

   

Rua Lauro Linhares, 2055, sala 705, Bloco Flora, Trindade, Fpolis/S C, CEP 88036-002 Tel. +55 48 3024-5197 | e-mail: comercial@provadaordem.com.br

www.provadaordem.com.br

Pág. 7 de 24

APOSTILA Matéria: Dicas de Processo do Trabalho (1ª fase OAB) Data Publicaç ão: 23/07/14

APOSTILA

Matéria: Dicas de Processo do Trabalho (1ª fase OAB) Data Publicaç ão: 23/07/14

ferir

a

Constituiçã o

que não haverá a citação por edital.

autárquica.

 

Federal.

 

A

petição terá pedido certo

e

devidamente liquidado

 

Cabem todos os meios de prova: Pericial, documental e testemunhal.

É possível

a apresentação

de

até

03

(três)

testemunh as.

 
 

É possível a apresentação

 

de

até

02

(duas)

testemunhas.

 

06) A Reclamação trabalhista pode comparecer em 5 dias na Justiça do

pelo prazo de 6 meses, do direito de reclamar perante a Justiça do Trabalho, de a cordo com o artigos 786 e

731 da CLT.

ser apresentada de forma oral ou escrita , se oral o Autor deverá Trabalho para reduzir a sua pretensão a t ermo, sob pena de perda,

Art. 786 - A reclamaçã o verbal será distribuída antes de sua reduçã o a termo.

Parágrafo único - Dist ribuída a reclamação verbal, o reclamante d everá, salvo

ao cartório

ou à secretaria, para r eduzi-la a termo, sob a pena estabelecida no art. 731.

motivo de força maio r, apresentar-se no prazo de 5 (cinco) dias,

Art. 731. Aquele que, não se apresentar, no

tendo apresentado ao distribuidor reclam ação verbal,

Art. 786, à

prazo estabelecido no parágrafo único do

Site Prova da Ordem

   

Rua Lauro Linhares, 2055, sala 705, Bloco Flora, Trindade, Fpolis/S C, CEP 88036-002 Tel. +55 48 3024-5197 | e-mail: comercial@provadaordem.com.br

www.provadaordem.com.br

Pág. 8 de 24

APOSTILA Matéria: Dicas de Processo do Trabalho (1ª fase OAB) Data Publicaç ão: 23/07/14

APOSTILA

Matéria: Dicas de Processo do Trabalho (1ª fase OAB) Data Publicaç ão: 23/07/14

Junta ou Juízo para faz ê-lo tomar por termo, incorrerá na pena de perda, pelo prazo de 6 (seis) mese s, do direito de reclamar perante a Justiça d o Trabalho.

07) Na mesma pena anterior incorre

arquivamento da ação, de acordo co m o artigos 844 e 732 da CLT.

o Autor da ação que faltar por duas vezes

Art. 844. O não-com parecimento do reclamante à audiência arquivamento da re clamação, e o não-comparecimento do

importa revelia, além

de confissão quanto à matéria de fato.

Parágrafo único. Oc orrendo, entretanto, motivo relevante, presidente suspender o julgamento, designando nova audiência.

na audiência ensejando o

o

reclamado

importa

poderá

o

731. Aquele que, ten do apresentado ao distribuidor reclamação se apresentar, no pra zo estabelecido no parágrafo único do Art.

ou Juízo para fazê-lo t omar por termo, incorrerá na pena de perda , pelo prazo de 6 (seis) meses, do d ireito de reclamar perante a Justiça do Trab alho.nder o julgamento, designand o nova audiência.

verbal, não 786, à Junta

Art. 732. Na mesma p ena do artigo anterior incorrerá o reclamant e que, por 2 (duas) vezes seguidas, der causa ao arquivamento de que trata o A rt. 844.

08)Recebida e protocolada a reclama ção, o escrivão ou chefe de secretaria, dent ro de 48 horas, remeterá a segunda via da petição, o do termo , ao reclamado, notificando-o ao mesmo t empo, para comparecer à

audiência de julgamento que será a

primeira, depois de 5 dias.

à audiência inaugural ou

UNA importa o arquivamento da recl amação, e o não comparecimento do reclam ado importa revelia, além

09) De acordo com o artigo 843 da

CLT, o não comparecimento do reclamante

de confissão quanto à matéria de fat o. No entanto, de acordo com a Súmula 9 do TST:

A ausência do reclama nte, quando adiada a instrução após contes tada a ação em audiência, não imp orta arquivamento do processo.

Site Prova da Ordem

   

Rua Lauro Linhares, 2055, sala 705, Bloco Flora, Trindade, Fpolis/S C, CEP 88036-002 Tel. +55 48 3024-5197 | e-mail: comercial@provadaordem.com.br

www.provadaordem.com.br

Pág. 9 de 24

APOSTILA Matéria: Dicas de Processo do Trabalho (1ª fase OAB) Data Publicaç ão: 23/07/14

APOSTILA

Matéria: Dicas de Processo do Trabalho (1ª fase OAB) Data Publicaç ão: 23/07/14

10) De acordo com o artigo 831 da interpor recursos, enquanto que as que tenha fundamento.

CLT, o acordo é irrecorrível para as parte s, somente o INSS poderá

de ação rescisória, desde

partes somente poderão impugnar por meio

Art. 485, CPC - A s entença de mérito, transitada em julgado , pode ser rescindida quando:

I - se verificar que foi d ada por prevaricação, concussão ou corrupç ão do juiz;

II

- proferida por juiz i mpedido ou absolutamente incompetente;

III

- resultar de dolo d a parte vencedora em detrimento da parte vencida, ou

de

colusão entre as pa rtes, a fim de fraudar a lei;

IV

- ofender a coisa jul gada;

V

- violar literal dispos ição de lei;

VI

- se fundar em p rova, cuja falsidade tenha sido apurada e m processo

criminal ou seja prova da na própria ação rescisória;

VII - depois da sente nça, o autor obtiver documento novo, cuj a existência

ignorava, ou de que

pronunciamento favor ável; VIII - houver fundame nto para invalidar confissão, desistência o u transação,

em que se baseou a se ntença;

não pôde fazer uso, capaz, por si só, de lh e assegurar

IX - fundada em erro d e fato, resultante de atos ou de documento s da causa.

Art. 836, CLT. É ved ado aos órgãos da Justiça do Trabalho c onhecer de questões já decididas , excetuados os casos expressamente pre vistos neste

Título e a ação rescisó ria, que será admitida na forma do disposto no Capítulo

IV do Título IX da Lei n º 5.869, de 11 de janeiro de 1973 – Código de Processo

Civil, sujeita ao depós ito prévio de 20% (vinte por cento) do val or da causa, salvo prova de misera bilidade jurídica do autor.

Site Prova da Ordem

   

Rua Lauro Linhares, 2055, sala 705, Bloco Flora, Trindade, Fpolis/S C, CEP 88036-002 Tel. +55 48 3024-5197 | e-mail: comercial@provadaordem.com.br

www.provadaordem.com.br

Pág. 10 de 24

APOSTILA Matéria: Dicas de Processo do Trabalho (1ª fase OAB) Data Publicaç ão: 23/07/14

APOSTILA

Matéria: Dicas de Processo do Trabalho (1ª fase OAB) Data Publicaç ão: 23/07/14

Parágrafo único. A ex ecução da decisão proferida em ação rescis ória far-se-á nos próprios autos d a ação que lhe deu origem, e será instr uída com o

acórdão da rescisória

e a respectiva certidão de trânsito em julgad o.

Súmula 259, TST. Só p or rescisória é atacável o termo de concilia ção previsto no parágrafo único do Art. 831 da Consolidação das Leis do Trabal ho.

11) De acordo com a súmula 418

constituem faculdade do juiz, inex istindo direito líquido e certo tutelável segurança

do TST, tanto a concessão de liminar ou a

homologação de acordo pela via do mandado de

12) Não havendo acordo, o reclam ado terá vinte minutos para aduzir sua reclamação, quando esta não for dis pensada por ambas as partes;

defesa, após a leitura da

Art. 847, CLT. Não h avendo acordo, o reclamado terá vinte m inutos para aduzir sua defesa, a pós a leitura da reclamação, quando es ta não for

dispensada por ambas as partes. 13) De acordo com a súmula 357 do TST, não torna suspeita a testemunha o sim ples fato de estar litigando

ou de ter litigado contra o mesmo e

mpregador.

14) Segundo o posicionamento da O J 245 SDI1 TST, Inexiste previsão legal toler ando atraso no horário do comparecimento da parte na audiên cia, somente do Juiz.

15)A audiência de julgamento será c ontínua; mas, se não for possível, por motivo no mesmo dia, o juiz ou presid ente marcará a sua continuação para

independentemente de nova notifi cação. Na prática os juízes trabalhistas fra cionam as audiências em inaugural ou conciliação, instrução e julgamento.

de força maior, concluí-la a primeira desimpedida,

Súmula 74, TST.

Site Prova da Ordem

   

Rua Lauro Linhares, 2055, sala 705, Bloco Flora, Trindade, Fpolis/S C, CEP 88036-002 Tel. +55 48 3024-5197 | e-mail: comercial@provadaordem.com.br

www.provadaordem.com.br

Pág. 11 de 24

APOSTILA Matéria: Dicas de Processo do Trabalho (1ª fase OAB) Data Publicaç ão: 23/07/14

APOSTILA

Matéria: Dicas de Processo do Trabalho (1ª fase OAB) Data Publicaç ão: 23/07/14

parte que, expressamente intimada com a quela comi-

nação, não comparec er à audiência em prosseguimento, na q ual deveria

depor. (ex-Súmula nº

II - A prova pré-constituíd a nos autos pode ser levada em conta par a confronto

I - Aplica-se a confissão à

74 - RA 69/1978, DJ 26.09.1978)

com a confissão ficta ( art. 400, I, CPC), não implicando cerceament o de defesa

o indeferimento de pr ovas posteriores. (ex-OJ nº 184 da SBDI-1 - inserida em

08.11.2000)

III- A vedação à produção de prova posterior pela parte confessa some nte a ela se

aplica, não afetando o exercício, pelo magistrado, do poder/dever de conduzir

o processo.

Súmula 197, TST:

O prazo para recurso

prosseguimento para

da parte que, intimada, não comparecer à a udiência em

a prolação da sentença conta-se de sua publ icação.

16) Exceto quanto à reclamação de preposto deve ser necessariamente súmula 377 do TST.

empregado doméstico, ou contra micro o u pequeno empresário, o

o artigo 843 §1º da CLT e

empregado do reclamado, de acordo com

Art. 843, § 1º, CLT

gerente, ou qualquer

cujas declarações obri garão o proponente. Súmula 377, TST:

- É facultado ao empregador fazer-se sub stituir pelo

fato, e

outro preposto que tenha conhecimento

do

Exceto quanto à recla mação de empregado doméstico, o prepos to deve ser necessariamente emp regado do reclamado. Inteligência do art. 8 43, § 1º, da CLT. 17) Conforme a súmula 341 do TST , a indicação do perito assistente é faculd ade da parte, a qual deve responder pelos respectivos honorár ios, ainda que vencedora no objeto da períci a.

18) Segundo a súmula 219 do TST, advocatícios, nunca superiores a

sucumbência, devendo a parte est ar assistida por sindicato da categoria pr ofissional e comprovar a

pagamento de honorários pura e simplesmente da

na Justiça do Trabalho, a condenação ao 15% (quinze por cento), não decorre

Site Prova da Ordem

   

Rua Lauro Linhares, 2055, sala 705, Bloco Flora, Trindade, Fpolis/S C, CEP 88036-002 Tel. +55 48 3024-5197 | e-mail: comercial@provadaordem.com.br

www.provadaordem.com.br

Pág. 12 de 24

APOSTILA Matéria: Dicas de Processo do Trabalho (1ª fase OAB) Data Publicaç ão: 23/07/14

APOSTILA

Matéria: Dicas de Processo do Trabalho (1ª fase OAB) Data Publicaç ão: 23/07/14

percepção de salário inferior ao dob ro do salário mínimo ou encontrar-se em sit uação econômica que não

lhe permita demandar sem prejuízo

do próprio sustento ou da respectiva família.

19)

trabalhista.

É cabível a condenação ao pa gamento de honorários advocatícios em aç ão rescisória no processo

20) São devidos os honorários adv ocatícios nas causas em que o ente sindic al figure como substituto processual e nas lides que não derive m da relação de emprego.

21) De acordo com A OJ 421 da SD I-1, a condenação em honorários advocatíc ios nos autos de ação de

ou de doença profissional, da vigência da Emenda

Constitucional nº 45/2004, decorre d a mera sucumbência, nos termos do art. 20 do CPC, não se sujeitando aos requisitos da Lei nº 5.584/1970.

indenização por danos morais e mat eriais decorrentes de acidente de trabalho remetida à Justiça do Trabalho ap ós ajuizamento na Justiça comum, antes

22) Principais prazos trabalhistas

Petição

Artigo

Prazo

 

Reclamação

verbal

ser

re duzida

a

Art.

786,

parágrafo

5 dias

 

termo

único CLT

 

Remessa da

cópia da Re clamação

Art. 841, CLT

 

48

hor as,

a

contar

da

Trabalhista para o R eclamado

 

distribu ição

 

Designação de Audiência

 

Art. 841, CLT

 

a prim eira desimpedida, depois de 5 (cinco) dias

Contestação

Art. 847, CLT e 300 e SS CPC

20

min utos

Razões finais

Art. 850, CLT

 

10

min utos

Embargos de declaração

 

Art. 897-A, CLT

5

dias

 

Recurso Ordinário

 

Art. 895, CLT

 

8

dias

 

Site Prova da Ordem

   

Rua Lauro Linhares, 2055, sala 705, Bloco Flora, Trindade, Fpolis/S C, CEP 88036-002 Tel. +55 48 3024-5197 | e-mail: comercial@provadaordem.com.br

www.provadaordem.com.br

Pág. 13 de 24

APOSTILA Matéria: Dicas de Processo do Trabalho (1ª fase OAB) Data Publicaç ão: 23/07/14

APOSTILA

Matéria: Dicas de Processo do Trabalho (1ª fase OAB) Data Publicaç ão: 23/07/14

Recurso de Revista

 

Art. 896, CLT

 

8

dias

Embargos ao TST – Divergên cia

 

Art. 894, II CLT

 

8

dias

Embargos ao TST – Infringen te

 

Art. 894, I CLT

 

8

dias

Agravo de Instrumento

 

Art. 897 ‘b, CLT

 

8

dias

Agravo de Petição

 

Art. 897 ‘a, CLT

 

8

dias

Inquérito

para

apuração

de

falta

Art. 853, CLT

 

30

dias

a partir da data

grave

 

da

suspensão

do

empreg ado

 

prazo

decade ncial

 

Mandado de segurança

 

Art. 5º, LXIX

CF

e

Lei

120

d ias

 

a

partir

da

 

12.016/2009

 

decisão

da

autoridade

 

coatora

 

Ação Rescisória

 

Art.

836

CLT

e

485

2

ano s

a

partir

do

 

CPC

trânsito

em

julgado

da

ação

 

Pagamento ou a garantia da execução pelo executado

Art. 880, CLT

 

48 hor as, sob penhor a

pena de

Impugnação de conta de liqu idação

Art. 879, § 2º CLT

 

10 dias

 

Embargos a Execução

 

Art. 884, CLT

 

5

dias

Impugnação a Execução

 

Art. 884, CLT

 

5

dias

Site Prova da Ordem

   

Rua Lauro Linhares, 2055, sala 705, Bloco Flora, Trindade, Fpolis/S C, CEP 88036-002 Tel. +55 48 3024-5197 | e-mail: comercial@provadaordem.com.br

www.provadaordem.com.br

Pág. 14 de 24

APOSTILA Matéria: Dicas de Processo do Trabalho (1ª fase OAB) Data Publicaç ão: 23/07/14

APOSTILA

Matéria: Dicas de Processo do Trabalho (1ª fase OAB) Data Publicaç ão: 23/07/14

23) A antecipação de tutela conced ida na sentença não comporta impugnação segurança, por ser impugnável medi ante recurso ordinário. A ação cautelar é o efeito suspensivo a recurso.

pela via do mandado de meio próprio para se obter

Súmula 414, TST:

I - A antecipação da t utela concedida na sentença não comporta i mpugnação

pela via do mandado

ordinário. A ação caut elar é o meio próprio para se obter efeito s uspensivo a recurso. II - No caso da tutela a ntecipada (ou liminar) ser concedida antes d a sentença, cabe a impetração d o mandado de segurança, em face da ine xistência de recurso próprio.

III - A superveniência

antecipada

(ou liminar).

de segurança, por ser impugnável media nte recurso

da sentença, nos autos originários, faz perd er o objeto

do mandado de segur ança que impugnava a concessão da tutela

24) De acordo com a súmula 8 do

provado o justo impedimento para s ua oportuna apresentação ou se referir o fat o posterior à sentença.

TST, a juntada de documento na fase recu rsal só se justifica quando

25) Conforme a súmula 434 do TST, impugnado.

é extemporâneo o recurso interposto ante s de publicado o acórdão

26) A comprovação do depósito rec ursal terá de ser feita dentro do prazo para

sob pena de ser este considerado de serto. Cabe destacar que a citada regra não

do Agravo de Instrumento, vez que

recurso ao qual se pretende destranc ar, deve ser comprovado no ato da interpos ição do mesmo.

a interposição do recurso, serve para a interposição do valor do depósito do

o depósito recursal, correspondente 50%

Súmula nº 128 do TST :

DEPÓSITO RECURSAL

189 e 190 da SBDI-1) - Res. 129/2005, DJ 20, 22 e 25.04.2005

(incorporadas as Orientações Jurisprudenci ais nºs 139,

Site Prova da Ordem

   

Rua Lauro Linhares, 2055, sala 705, Bloco Flora, Trindade, Fpolis/S C, CEP 88036-002 Tel. +55 48 3024-5197 | e-mail: comercial@provadaordem.com.br

www.provadaordem.com.br

Pág. 15 de 24

APOSTILA Matéria: Dicas de Processo do Trabalho (1ª fase OAB) Data Publicaç ão: 23/07/14

APOSTILA

Matéria: Dicas de Processo do Trabalho (1ª fase OAB) Data Publicaç ão: 23/07/14

I - É ônus da parte r ecorrente efetuar o depósito legal, integra lmente, em

Atingido o

nenhum depósito mais é exigido para qualq uer recurso.

incorporou

a OJ nº 139 da SBDI-1 - inserida em 27.11.1998)

II - Garantido o juízo, n a fase executória, a exigência de depósito p ara recorrer de qualquer decisão v iola os incisos II e LV do art. 5º da CF/198 8. Havendo,

(ex-Súmula nº 128 - al terada pela Res. 121/2003, DJ 21.11.03, que

relação a cada novo valor da condenação,

recurso interposto, sob pena de deserção.

porém, elevação do v alor do débito, exige-se a complementação

da garantia

do

juízo. (ex-OJ nº 189 da SBDI-1 - inserida em 08.11.2000)

III

- Havendo conden ação solidária de duas ou mais empresas,

o depósito

recursal efetuado por uma delas aproveita as demais, quando a e mpresa que

efetuou o depósito nã o pleiteia sua exclusão da lide. (ex-OJ nº 190 inserida em 08.11.200 0)

da SBDI-1 -

Súmula nº 245 do TST

e

21.11.2003

O depósito recursal de ve ser feito e comprovado no prazo alusivo ao recurso.

A interposição antecip ada deste não prejudica a dilação legal.

DEPÓSITO RECURSAL . PRAZO (mantida) - Res. 121/2003, DJ

19,

20

OJ 140, SDI-1:

custas e do

depósito recursal, ain da que a diferença em relação ao “quant um” devido

seja ínfima, referente a centavos.

Ocorre deserção do r ecurso pelo recolhimento insuficiente das

27) A natureza da omissão suprida modificativo no julgado.

OJ 142, SDI-1

pelo julgamento de embargos declaratór ios pode ocasionar efeito

Site Prova da Ordem

   

Rua Lauro Linhares, 2055, sala 705, Bloco Flora, Trindade, Fpolis/S C, CEP 88036-002 Tel. +55 48 3024-5197 | e-mail: comercial@provadaordem.com.br

www.provadaordem.com.br

Pág. 16 de 24

APOSTILA Matéria: Dicas de Processo do Trabalho (1ª fase OAB) Data Publicaç ão: 23/07/14

APOSTILA

Matéria: Dicas de Processo do Trabalho (1ª fase OAB) Data Publicaç ão: 23/07/14

I - É passível de nulida de decisão que acolhe embargos de declara ção com efeito modificativo sem que seja concedida oportunidade de manifestaçã o prévia à parte contrária. II - Em decorrência do efeito devolutivo amplo conferido ao recurs o ordinário, o item I não se aplica às hipóteses em que não se concede vista à parte contrár ia para se manifestar sobre os embargos de declaração opostos contra sentença.

de 8 dias, nas hipóteses de

interposição de recurso ordinário, d e agravo de petição, de revista e de emba rgos, sendo desnecessário

28) O recurso adesivo é compatível c om o processo do trabalho e cabe no prazo

que a matéria nele veiculada seja rel acionada com o do recurso interposto pela p arte contrária.

29) Conforme previsão da súmula

reexame de fatos e provas.

126 do TST, é incabível o recurso de revi sta ou de embargos para

30) De acordo com a súmula 218 d o TST, é incabível recurso de revista inter posto de acórdão regional

prolatado em agravo de instrumento .

31) Diz-se prequestionada a maté ria ou questão quando na decisão impug nada haja sido adotada,

explicitamente, tese a respeito. Veja a súmula 297 do TST.

Súmula nº 297 do TST

redação) -

Res. 121/2003, DJ 19, 20 e 21.11.2003

I. Diz-se prequestiona da a matéria ou questão quando na decisão impugnada

haja sido adotada, exp licitamente, tese a respeito.

II. Incumbe à parte in teressada, desde que a matéria haja sido i nvocada no

recurso principal,

pronunciamento sobr e o tema, sob pena de preclusão.

no recurso

principal sobre a qual

opostos embargos de declaração.

se omite o Tribunal de pronunciar tese, n ão obstante

III. Considera-se pre questionada a questão jurídica invocada

opor embargos declaratórios obje tivando o

PREQUESTIONAMENT O. OPORTUNIDADE. CONFIGURAÇÃO (nova

Site Prova da Ordem

   

Rua Lauro Linhares, 2055, sala 705, Bloco Flora, Trindade, Fpolis/S C, CEP 88036-002 Tel. +55 48 3024-5197 | e-mail: comercial@provadaordem.com.br

www.provadaordem.com.br

Pág. 17 de 24

APOSTILA Matéria: Dicas de Processo do Trabalho (1ª fase OAB) Data Publicaç ão: 23/07/14

APOSTILA

Matéria: Dicas de Processo do Trabalho (1ª fase OAB) Data Publicaç ão: 23/07/14

32) O agravo de petição só será rece bido quando o agravante delimitar, justifica damente, as matérias e os valores impugnados, permitida a exe cução imediata da parte remanescente até o final, nos próprios autos ou por carta de sentença.

Art.

897, CLT - Cabe agravo, no prazo de 8 (oito)

dias:

a)

d e petição, das decisões do Juiz ou Pres idente, nas e xecuções;

§

agra vante

da

part e remanescente até o final, nos próprios a utos ou por

carta

valor es

quando o

delimitar, justificadamente, as ma térias e os

- O agravo de petição só será recebido

impugnados,

de sentença.

permitida

a

execução

i mediata

33) O agravo de instrumento inter posto contra o despacho que não recebe r agravo de petição não suspende a execução da sentença.

Art.

b) d e instrumento, dos despachos que de negarem a

897, CLT- Cabe agravo, no prazo de 8 (oito) d ias:

i nterposição de recursos.

§ 2º

desp acho que não receber agravo de petição nã o suspende a exe cução da sentença.

- O agravo de instrumento interpost o contra o

34) De acordo com o artigo 876 da C LT são títulos executivos judiciais: As decisõ es passadas em julgado ou das quais não tenha havido recurs o com efeito suspensivo; os acordos, quan do não cumpridos. Como extrajudiciais tem-se os termos de a juste de conduta firmados perante o Minist ério Público do Trabalho e os termo de conciliação firmados per ante as Comissões de Conciliação Prévia.

35) Sendo condenatória e ilíquida a s entença exequenda, ordenar-se-á, previam ente, a sua liquidação, que poderá ser feita por cálculo, por arbi tramento ou por artigos.

Site Prova da Ordem

   

Rua Lauro Linhares, 2055, sala 705, Bloco Flora, Trindade, Fpolis/S C, CEP 88036-002 Tel. +55 48 3024-5197 | e-mail: comercial@provadaordem.com.br

www.provadaordem.com.br

Pág. 18 de 24

APOSTILA Matéria: Dicas de Processo do Trabalho (1ª fase OAB) Data Publicaç ão: 23/07/14

APOSTILA

Matéria: Dicas de Processo do Trabalho (1ª fase OAB) Data Publicaç ão: 23/07/14

36) Garantida a execução ou penh orados os bens, terá o executado 5 dias p ara apresentar embargos, cabendo igual prazo ao exequente p ara impugnação.

o executado

exequente

para impugnação.

§ 1º - A matéria d e defesa será restrita às alegações de cum primento da

decisão ou do acordo, quitação ou prescrição da divida.

§ 2º - Se na defes a tiverem sido arroladas testemunhas, pode rá o Juiz ou

o Presidente do Tribu nal, caso julgue necessários seus depoimen tos, marcar

audiência para a prod ução das provas, a qual deverá realizar-se (cinco) dias.

§ 3º - Somente n os embargos à penhora poderá o executado impugnar a

no mesmo

prazo.

§ 4º - Julgar-se-ã o na mesma sentença os embargos e a im pugnação à liquidação.

sentença de liquidaçã o, cabendo ao exequente igual direito e

dentro de 5

5 (cinco) dias para ap resentar embargos, cabendo igual prazo ao

Art. 884, CLT- Garanti da a execução ou penhorados os bens, terá

na mesma sentença os embargos e as imp ugnações à

liquidação apresentad as pelos credores trabalhista e previdenciári o.

ou ato

normativo declarados inconstitucionais pelo Supremo Tribunal Fe deral ou em

Constituição

aplicação

Federal. 37) Nas prestações sucessivas por te mpo determinado, a execução pelo não pag amento de uma prestação compreenderá as que lhe sucederem .

§ 4o Julgar-se-ão

§

5o

Considera- se inexigível o título judicial fundado em

ou

interpr etação

tidas

por

incompatíveis

com

a

lei

Art. 891, CLT - Nas pre stações sucessivas por tempo determinado, a execução

pelo não-pagamento d e uma prestação compreenderá as que lhe

sucederem.

38) Tratando-se de prestações s ucessivas por tempo indeterminado, a

execução

compreenderá

inicialmente as prestações devidas at é a data do ingresso na execução, nos term os do artigo 892 da CLT.

Site Prova da Ordem

   

Rua Lauro Linhares, 2055, sala 705, Bloco Flora, Trindade, Fpolis/S C, CEP 88036-002 Tel. +55 48 3024-5197 | e-mail: comercial@provadaordem.com.br

www.provadaordem.com.br

Pág. 19 de 24

APOSTILA Matéria: Dicas de Processo do Trabalho (1ª fase OAB) Data Publicaç ão: 23/07/14

APOSTILA

Matéria: Dicas de Processo do Trabalho (1ª fase OAB) Data Publicaç ão: 23/07/14

39) Em se tratando de execução pro visória, fere direito liquido e certo do impe trante a determinação de penhora em dinheiro, quando nom eados outros bens à penhora, pois o execu tado tem direito a que a execução se processe da forma que l he seja menos gravosa.

Súmula nº 417 do TST MANDADO DE SEG URANÇA. PENHORA EM DINHEIRO (con versão das Orientações Jurisprud enciais nºs 60, 61 e 62 da SBDI-2) - Res. 1 37/2005, DJ 22, 23 e 24.08.2005

I - Não fere direito líq uido e certo do impetrante o ato judicial qu e determina

penhora em dinheiro

do executado, em execução definitiva, p ara garantir

crédito exeqüendo, u ma vez que obedece à gradação prevista no art. 655 do CPC. (ex-OJ nº 60 da S BDI-2 - inserida em 20.09.2000)

II - Havendo discord ância do credor, em execução definitiva,

executado direito líqu ido e certo a que os valores penhorados

fiquem depositados n o próprio banco, ainda que atenda aos requi sitos do art.

666, I, do CPC. (ex-OJ

III - Em se tratando d e execução provisória, fere direito líquido

não tem o em dinheiro

nº 61 da SBDI-2 - inserida em 20.09.2000)

e certo do nomeados execução se art. 620 do

impetrante a determ inação de penhora em dinheiro, quando outros bens à penho ra, pois o executado tem direito a que a processe da forma qu e lhe seja menos gravosa, nos termos do CPC. (ex-OJ nº 62 da S BDI-2 - inserida em 20.09.2000)

40) É indispensável ao processame nto da ação rescisória a prova do trânsit o em julgado da decisão rescindenda.

Art. 836, CLT. É ved ado aos órgãos da Justiça do Trabalho c onhecer de questões já decididas , excetuados os casos expressamente pre vistos neste

Título e a ação rescisó ria, que será admitida na forma do disposto no Capítulo

IV do Título IX da Lei n o 5.869, de 11 de janeiro de 1973 – Código de Processo

Civil, sujeita ao depós ito prévio de 20% (vinte por cento) do val or da causa,

Site Prova da Ordem

   

Rua Lauro Linhares, 2055, sala 705, Bloco Flora, Trindade, Fpolis/S C, CEP 88036-002 Tel. +55 48 3024-5197 | e-mail: comercial@provadaordem.com.br

www.provadaordem.com.br

Pág. 20 de 24

APOSTILA Matéria: Dicas de Processo do Trabalho (1ª fase OAB) Data Publicaç ão: 23/07/14

APOSTILA

Matéria: Dicas de Processo do Trabalho (1ª fase OAB) Data Publicaç ão: 23/07/14

pela Lei nº

11.495, de 2007) Parágrafo único. A ex ecução da decisão proferida em ação rescis ória far-se-á nos próprios autos d a ação que lhe deu origem, e será instr uída com o

acórdão da rescisória

pela Medida provisóri a nº 2.180-35, de 2001) Art. 485, CPC - A s entença de mérito, transitada em julgad o, pode ser rescindida quando:

e a respectiva certidão de trânsito em julgad o. (Incluído

salvo prova de miser abilidade jurídica do autor. (Redação dada

I - se verificar que foi d ada por prevaricação, concussão ou corrupç ão do juiz;

II

- proferida por juiz i mpedido ou absolutamente incompetente;

III

- resultar de dolo d a parte vencedora em detrimento da parte vencida, ou

de

colusão entre as pa rtes, a fim de fraudar a lei;

IV

- ofender a coisa jul gada;

V

- violar literal dispos ição de lei;

VI

- se fundar em p rova, cuja falsidade tenha sido apurada e m processo

criminal ou seja prova da na própria ação rescisória; VII - depois da sente nça, o autor obtiver documento novo, cuj a existência

ignorava, ou de que

pronunciamento favor ável;

VIII - houver fundame nto para invalidar confissão, desistência o u transação, em que se baseou a se ntença;

não pôde fazer uso, capaz, por si só, de lh e assegurar

IX - fundada em erro d e fato, resultante de atos ou de documento s da causa.

41) Não procede pedido de rescisã o fundado no art. 485, V, do CPC quando s e aponta contrariedade à norma de convenção coletiva de t rabalho, acordo coletivo de trabalho, por taria do Poder Executivo, regulamento de empresa e súmula o u orientação jurisprudencial de tribunal. Ver OJ 25 da SDI-II.

AÇÃO RESCISÓRIA. EX PRESSÃO "LEI" DO ART. 485, V, DO CPC. NÃ O INCLUSÃO DO ACT, CCT, PO RTARIA, REGULAMENTO, SÚMULA E O RIENTAÇÃO

JURISPRUDENCIAL DE

TRIBUNAL. Inserida em 20.09.00 (nova r edação em

Site Prova da Ordem

   

Rua Lauro Linhares, 2055, sala 705, Bloco Flora, Trindade, Fpolis/S C, CEP 88036-002 Tel. +55 48 3024-5197 | e-mail: comercial@provadaordem.com.br

www.provadaordem.com.br

Pág. 21 de 24

APOSTILA Matéria: Dicas de Processo do Trabalho (1ª fase OAB) Data Publicaç ão: 23/07/14

APOSTILA

Matéria: Dicas de Processo do Trabalho (1ª fase OAB) Data Publicaç ão: 23/07/14

decorrência da incorp oração da Orientação Jurisprudencial nº 11 8 da SBDI-II - DJ 22.08.2005)

Não procede pedido aponta contrariedade coletivo de trabalho,

súmula ou orientação jurisprudencial de tribunal. (ex-OJ 25 da SD I-2, inserida em 20.09.00 e ex-OJ 1 18 da SDI-2, DJ 11.08.03)

quando se

à norma de convenção coletiva de traba lho, acordo portaria do Poder Executivo, regulamento d e empresa e

de rescisão fundado no art. 485, V, do CPC

42) De acordo com a súmula 402 d o TST, documento novo é o cronologicame nte velho, já existente ao

tempo da decisão rescindenda, mas

processo. Não é documento novo ap to a viabilizar a desconstituição de julgado:

ignorado pelo interessado ou de impossí vel utilização, à época, no

a) sentença normativa proferida ou t ransitada em julgado posteriormente à sent ença rescindenda;

no processo principal, em

virtude de negligência da parte, q uando podia e deveria louvar-se de docu mento já existente e não

b) sentença normativa preexistente

à sentença rescindenda, mas não exibida

ignorado quando emitida a decisão r escindenda.

43) De acordo com a súmula 158 do TST, da decisão de Tribunal Regional do Tra balho, em ação rescisória,

é cabível recurso ordinário para o trabalhista.

da organização judiciária

Tribunal Superior do Trabalho, em face

44) De acordo com a OJ SDI-II 99, esg otadas as vias recursais existentes, não cabe

mandado de segurança.

45) De acordo com a súmula 416 do TST, o agravo de petição deve delimitar jus tificadamente a matéria e

os valores objeto de discordância,

quanto aos tópicos e valores não esp ecificados no agravo.

não ferindo direito líquido e certo o pro sseguimento da execução

46) O posicionamento do TST, atravé s da súmula 417, é que não fere direito líqu ido e certo do impetrante

o ato judicial que determina penho ra em dinheiro do executado, em execuçã o definitiva, para garantir

CPC. No entanto, em se

tratando de execução provisória, fer e direito líquido e certo do impetrante a det erminação de penhora em

crédito exequendo, uma vez que o bedece à gradação prevista no art. 655 do

Site Prova da Ordem

   

Rua Lauro Linhares, 2055, sala 705, Bloco Flora, Trindade, Fpolis/S C, CEP 88036-002 Tel. +55 48 3024-5197 | e-mail: comercial@provadaordem.com.br

www.provadaordem.com.br

Pág. 22 de 24

APOSTILA Matéria: Dicas de Processo do Trabalho (1ª fase OAB) Data Publicaç ão: 23/07/14

APOSTILA

Matéria: Dicas de Processo do Trabalho (1ª fase OAB) Data Publicaç ão: 23/07/14

dinheiro, quando nomeados outros

processe da forma que lhe seja meno s gravosa, nos termos do art. 620 do CPC.

bens à penhora, pois o executado tem di reito a que a execução se

47) De acordo com OJ SDI-II 98, é periciais, dada a incompatibilidade

visando à realização da perícia, indep endentemente do depósito.

ilegal a exigência de depósito prévio pa ra custeio dos honorários

o mandado de segurança

com o processo do trabalho, sendo cabível

48)

É

dispensável

o

trânsito

em

julgado

da

sentença

normativa

para

a

propositura

da

ação

de

cumprimento.

 
 

Súmula nº 246 do TST AÇÃO DE CUMPRI MENTO. TRÂNSITO EM JULGADO DA

SENTENÇA

NORMATIVA (mantida ) - Res. 121/2003, DJ 19, 20 e 21.11.2003

É dispensável o trânsit o em julgado da sentença normativa para a propositura da ação de cumprime nto.

49) A coisa julgada produzida na açã o de cumprimento é atípica, pois dependen te de condição resolutiva, ou seja, da não modificação da de cisão normativa por eventual recurso. Assi m, modificada a sentença normativa pelo TST, com a conse quente extinção do processo, sem julgam ento do mérito, deve-se extinguir a execução em andament o, uma vez que a norma sobre a qual se a poiava o título exequendo deixou de existir no mundo jurídico.

OJ 277 SDI-1:

A coisa julgada produz ida na ação de cumprimento é atípica, pois dependente

de condição resolutiva , ou seja, da não-modificação da decisão no rmativa por

TST, com a

eventual recurso. Ass im, modificada a sentença normativa pelo

consequente extinçã o do processo, sem julgamento do méri to, deve-se

extinguir a execução

em andamento, uma vez que a norma sob re a qual se

apoiava o título exequ endo deixou de existir no mundo jurídico.

Site Prova da Ordem

   

Rua Lauro Linhares, 2055, sala 705, Bloco Flora, Trindade, Fpolis/S C, CEP 88036-002 Tel. +55 48 3024-5197 | e-mail: comercial@provadaordem.com.br

www.provadaordem.com.br

Pág. 23 de 24

APOSTILA Matéria: Dicas de Processo do Trabalho (1ª fase OAB) Data Publicaç ão: 23/07/14

APOSTILA

Matéria: Dicas de Processo do Trabalho (1ª fase OAB) Data Publicaç ão: 23/07/14

50) No que concerne a competência

por meio da OJ SDI-II 130 é no senti do de que esta é fixada pela extensão do

abrangência regional, que atinja c idades sujeitas à jurisdição de mais de u ma Vara do Trabalho, a

varas das localidades atingidas, ainda q ue vinculadas a Tribunais outro modo, em caso de dano de abra ngência suprarregional ou

nacional, há competência concorre nte para a Ação Civil Pública das varas d o trabalho das sedes dos Tribunais Regionais do Trabalho.

o posicionamento do TST, dano. No caso de dano de

para o ajuizamento da Ação Civil Pública,

competência será de qualquer das Regionais do Trabalho distintos. De

SSoobbrree aa AAuuttoorraa

Professora Kelly Amorim

r e e a a A A u u t t o o r r a

fb .com/professorakellyamorim

Advogada e Professora de Direito e Pro cesso do Trabalho no Centro Universitário UDF em Brasília, Distrito Federal. Pós Graduada e Docência do Ensino Sup erior – Universidade Cruzeiro do Sul. Pós Gradu ada em Direito e Processo do

Trabalho pelo Instituto Processus - DF. aulas presenciais e online de Processo Eu Vou Passar - EVP. Professora do

Magistratura Trabalhista – GEMT, Coor denadora da Pós-Graduação em Direito e Proc esso do Trabalho do Centro Universitário UDF. Autora de livros.

Grupo de Estudos para a

Mestranda em Políticas Públicas pelo Centro Uni versitário Uniceub. Ministra do Trabalho no curso Supremo em Belo Horizon te/MG. Professora do Curso

Curso Gran Cursos em Brasília, Professora do

A Professora Kelly Amorim a inda mantém sua Fanpage no Facebook o nde posta

diariamente dicas de concursos,

OAB e atualizações jurídicas.

Fanpage: fb.com/pro fessorakellyamorim

Contato: profkamori m@gmail.com

Site Prova da Ordem

   

Rua Lauro Linhares, 2055, sala 705, Bloco Flora, Trindade, Fpolis/S C, CEP 88036-002 Tel. +55 48 3024-5197 | e-mail: comercial@provadaordem.com.br

www.provadaordem.com.br

Pág. 24 de 24