Você está na página 1de 12

Agronegocioeeconomia.com

Você já ouviu falar da Conab?

Conhece a sua importância para o Agronegócio Brasileiro?

Agronegocioeeconomia.com Você já ouviu falar da Conab? Conhece a sua importância para o Agronegócio Brasileiro? QuemConheça a Conab Veja o vídeo e fique sabendo mais sobre essa importante companhia Vamos conhecer as competências da Conab (trecho retirado do site da Conab, acesse aqui ) Competências A Companhia Nacional do Abastecimento - Conab, é uma empresa pública, vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento - Mapa, criada por Decreto Presidencial e autorizada pela Lei nº 8.029, de 12 de abril de 1990, tendo iniciado suas atividades em 1º de Janeiro de 1991. " id="pdf-obj-0-8" src="pdf-obj-0-8.jpg">

Quem trabalha na área certamente já ouviu falar da Conab, Companhia Nacional de Abastecimento, que possui importantes políticas públicas para o setor agropecuário, mas para quem não é da área provavelmente essa pessoa nem mesmo sabe que a Conab existe. Portanto nesse artigo vamos conhecer mais sobre essa Companhia vital para o Brasil.

Conheça a Conab Veja o vídeo e fique sabendo mais sobre essa importante companhia

Vamos conhecer as competências da Conab (trecho retirado do site da Conab, acesse aqui)

Competências

A Companhia Nacional do Abastecimento - Conab, é uma empresa pública, vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento - Mapa, criada por Decreto Presidencial e autorizada pela Lei nº 8.029, de 12 de abril de 1990, tendo iniciado suas atividades em 1º de Janeiro de

1991.

Agronegocioeeconomia.com

Agronegocioeeconomia.com É a empresa oficial do Governo Federal, encarregada de gerir as políticas agrícolas e de

É a empresa oficial do Governo Federal, encarregada de gerir as políticas agrícolas e de abastecimento, visando assegurar o atendimento das necessidades básicas da sociedade, preservando e estimulando os mecanismos de mercado, tendo como objetivos:

I - planejar, normatizar e executar a Política de Garantia de Preços Mínimos do Governo Federal;

II - implementar a execução de outros instrumentos de sustentação de preços agropecuários;

III - executar as políticas públicas federais referentes à armazenagem da produção agropecuária;

IV - coordenar ou executar as políticas oficiais de formação, armazenagem, remoção e escoamento dos estoques reguladores e estratégicos de produtos agropecuários;

V - encarregar-se da execução das políticas do Governo Federal, nas áreas de abastecimento e regulação da oferta de produtos agropecuários, no mercado interno;

VI - desenvolver ações no âmbito do comércio exterior, consoante diretrizes baixadas pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, e observado o Decreto n. º 3.981, de 24 de outubro de 2001, dispõe sobre a Câmara de Comércio Exterior - Camex, do Conselho de Governo, e dá outras providências;

VII - participar da formulação da política agrícola; e

Agronegocioeeconomia.com

VIII - exercer outras atividades, compatíveis com seus fins, que lhe sejam atribuídas ou delegadas pelo Poder Executivo.

Agora vamos falar mais sobre essas atribuições da Conab (Trecho retirado de http://www.conab.gov.br/conab-

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) está presente em todas as regiões brasileiras, acompanhando a trajetória da produção agrícola, desde o planejamento do plantio até chegar à mesa do consumidor.

Agronegocioeeconomia.com VIII - exercer outras atividades, compatíveis com seus fins, que lhe sejam atribuídas ou delegadashttp://www.conab.gov.br/conab- quemSomos.php?a=11&t=1 ) A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) está presente em todas as regiões brasileiras, acompanhando a trajetória da produção agrícola, desde o planejamento do plantio até chegar à mesa do consumidor. A atuação da Companhia contribui com a decisão do agricultor na hora de plantar, colher e armazenar e segue até a distribuição do produto no mercado, fase em que a garantia dos preços mínimos oferecidos pelo governo é traduzida em abundância no abastecimento e estímulo à produção. As operações realizadas pela Conab são coordenadas pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). " id="pdf-obj-2-14" src="pdf-obj-2-14.jpg">
Agronegocioeeconomia.com VIII - exercer outras atividades, compatíveis com seus fins, que lhe sejam atribuídas ou delegadashttp://www.conab.gov.br/conab- quemSomos.php?a=11&t=1 ) A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) está presente em todas as regiões brasileiras, acompanhando a trajetória da produção agrícola, desde o planejamento do plantio até chegar à mesa do consumidor. A atuação da Companhia contribui com a decisão do agricultor na hora de plantar, colher e armazenar e segue até a distribuição do produto no mercado, fase em que a garantia dos preços mínimos oferecidos pelo governo é traduzida em abundância no abastecimento e estímulo à produção. As operações realizadas pela Conab são coordenadas pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). " id="pdf-obj-2-16" src="pdf-obj-2-16.jpg">

A atuação da Companhia contribui com a decisão do agricultor na hora de plantar, colher e armazenar e segue até a distribuição do produto no mercado, fase em que a garantia dos preços mínimos oferecidos pelo governo é traduzida em abundância no abastecimento e estímulo à produção. As operações realizadas pela Conab são coordenadas pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

Agronegocioeeconomia.com

Para estas ações, a Companhia realiza estudos e estatística dos preços, assim como os levantamentos de custos de produção da agropecuária, a expectativa de plantio e de colheita de grãos, além do volume e localização de estoques públicos e privados de uma gama de produtos. A estimativa da produção sucroalcooleira e outras informações pertinentes são estendidas também à safra de café e de cana- de-açúcar.

Agora veremos mais sobre a política de garantia de preços mínimos que é uma das atribuições da Conab, que ocorre através da Aquisição do Governo Federal (AGF), que visa controlar as oscilações de preços no mercado, ajudando a garantir a renda do produtor rural.

Ocorrem compras de alimento por parte do governo, quando em alguns anos a produção de um determinado produto é muito grande o que acaba fazendo com que os preços caiam muito, o que prejudica a renda do produtor rural, o governo compra essa produção excedente por um preço mínimo estabelecido para cada cultura e guarda esses produtos em estoques públicos.

Esta gostando do artigo conheça nossos outros artigos:

Agronegocioeeconomia.com

Já em períodos onde a produção é menor, ou em que faltem determinados grãos, ou quando o preço se torna muito elevado, a Conab vende uma parte de seus estoques afim de que oferta seja normalizada e os preços não se tornem muito elevados para os consumidores, portanto essa política não beneficia somente produtores rurais mas também os consumidores.

No que diz respeito ao abastecimento interno de um pais, os seus estoques são fundamentais para situações críticas como catástrofes ambientais, pois caso ocorram o pais possui reservas estratégicas para que sejam feitas a distribuições para as regiões afetadas e para que não faltem alimentos, e os preços não fiquem muito elevados aos consumidores.

Portanto a Conab controla as unidades armazenadoras públicas, guardando os estoques públicos. Desenvolvendo ações que envolvem o estudo, planejamento e administração desses estoques, a companhia faz ainda, a gestão do Cadastro Nacional de Unidades Armazenadoras, sendo possível assim saber onde estão localizados os armazéns públicos e privados do pais, quantos são e a sua capacidade estática.

Agronegocioeeconomia.com

Agronegocioeeconomia.com A Conab também desenvolve no âmbito federal o Programa de Aquisição de Alimentos da Agricultura

A Conab também desenvolve no âmbito federal o Programa de Aquisição de Alimentos da Agricultura Familiar (PAA), que em parceria com outras instituições governamentais compra a produção de produtores familiares por preços remuneradores, sendo esses alimentos inseridos na alimentação escolar e outras entidades cadastradas, fazendo assim com que a qualidade da alimentação seja melhorada e melhorando a renda do produtor rural.

Agronegocioeeconomia.com A Conab também desenvolve no âmbito federal o Programa de Aquisição de Alimentos da Agricultura

Agronegocioeeconomia.com

A companhia realiza a venda dos estoques públicos através de processos legais, como os leilões eletrônicos. Mas como existem os pequenos criadores que possuem dificuldade de acesso a esse tipo de operação, a Conab oferece o Programa de Vendas em Balcão, onde a Companhia define as quantidades de produtos como milho, feijão e outros necessários a estas atividades econômicas.

A Conab também é responsável por organizar e enviar cestas básicas que o governo federal destina a comunidades carentes que foram atingidas por adversidades climáticas por exemplo. Beneficiando famílias que estão em insegurança alimentar, como indígenas e quilombolas.

Também são destinadas eventualmente para pessoas no exterior que foram vítimas de calamidades, a maioria dos produtos que compõem essas cestas básicas são comprados com recursos do PAA, pois quando se realiza a compra da produção familiar e a distribuição de alimentos, ocorre a diminuição do preço das cestas e aumenta o número de pessoas atendidas.

Graças a sua experiência em logística de abastecimento, a Conab coordena a estruturação de mercados atacadistas de produtos alimentares para melhorar seu desempenho. Assim tem sido com Programa Brasileiro de Modernização do Mercado de Hortigranjeiros (Prohort), que integra as Centrais de Abastecimento (Ceasas) de todo o Brasil.

Com foco na população de renda mais baixa, a instituição está implantando a Rede Solidária para o Fortalecimento do Comércio Familiar de Produtos Básicos (Refap) e, junto com o Ministério de Aquicultura e Pesca, a Feira do Peixe.

Nos dois casos, a proposta é apoiar a infra-estrutura de distribuição e venda dos produtos, de modo que o varejista de pequeno porte e o pescador artesanal tenham custos menores e renda garantida e possam vender produtos mais baratos ao consumidor final.

A Companhia Nacional de Abastecimento possui uma estrutura convencional, contando com Conselho de Administração, Conselho Fiscal e Diretoria Colegiada e executa esses programas, levados a todo o território nacional, por meio de suas Superintendências Regionais, localizadas nos estados do Amazonas, Acre, Alagoas, Amapá,

Agronegocioeeconomia.com

Bahia, Ceará, Distro Federal, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Piauí, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rondônia, Roraima, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe e Tocantins.

Vinculadas a elas, existem 96 Unidades Armazenadoras (UA), como armazéns convencionais, graneleiros, frigoríficos, portuário, capazes de estocar vários produtos agrícolas e garantir o suprimento alimentar da população.

Custos de Produção Agrícola - A metodologia da Conab

O desenvolvimento da agricultura e do abastecimento nacional tem relação direta com a informação e o conhecimento. O acesso a essas variáveis é condição essencial para a criação de oportunidades de investimentos produtivos, para a formulação, execução e avaliação de políticas públicas, a ampliação do escopo de estudo de pesquisadores e o fortalecimento da democracia.

A Companhia Nacional de Abastecimento é uma empresa pública que gera e dissemina a informação e o conhecimento especialmente para o setor agrícola e de abastecimento, proporcionando fácil acesso aos agentes econômicos nacionais e internacionais com credibilidade, confiabilidade, presteza, agilidade, tempestividade, acessibilidade, continuidade, consistência e transparência.

Dos vários produtos da Conab, destacam-se a elaboração, a análise e a divulgação de custos de produção agrícola relacionados com as culturas temporárias, semiperenes e permanentes, além de produtos ligados à avicultura, suinocultura, caprinocultura, atividade leiteira, extrativismo e sociobiodiversidade.

A Conab tem conhecimento e experiência acumulada (desde 1976) na elaboração de custo de produção agrícola e a sua metodologia tem sido observada por entidades estatais e não-estatais para estudos e fonte de informação para tomada de decisões políticas, administrativas, econômicas, financeiras e operacionais.

O presente trabalho apresenta a nova metodologia de elaboração de custos de produção da Conab. Todo o processo

Agronegocioeeconomia.com

de construção teve como estratégia o envolvimento ativo de produtores, das entidades representativas de vários segmentos da agricultura, das fábricas de máquinas e implementos agrícolas, das universidades, dos centros de pesquisa e da administração pública na busca de consenso a respeito da sua proposta de revisão metodológica.

O resultado desses encontros técnicos encontra-se neste documento, onde se percebe a preocupação em registrar o momento da construção da metodologia, oferecer a base conceitual de sua sustentação, demonstrar a cultura participativa, destacar a transparência dos procedimentos que poderão ser adotados pela Companhia na elaboração e análise critica dos custos de produção.

A Conab tem a certeza de que a apresentação deste trabalho em muito contribuirá com a melhoria da difusão da informação e conhecimento, das políticas públicas, dos programas governamentais e da gestão das unidade produtivas da agricultura nacional.

Um pouco da história da Companhia

1943

Foi instituída a CFP - Companhia de Financiamento da Produção - Empresa Pública Federal, por meio do Decreto-lei nº 5.212, de 21/01/1943.

1962

Ano de criação da COBAL - Companhia Brasileira de Alimentos - Empresa Pública Federal, nos termos da Lei Delegada nº 06, de 26/09/1962.

Constituída a CIBRAZEM - Companhia Brasileira de Armazenamento por força da Lei Delegada nº 07, de

26/09/1962.

1990

Criação da Companhia Nacional do Abastecimento, empresa pública vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, por meio da Medida Provisória nº 151, de 15/03/1990, transformada na Lei n. º 8.029, de 12 de abril de 1990, que autorizou a fusão da CFP, COBAL e da CIBRAZEM.

Agronegocioeeconomia.com

O Decreto nº 99.233, de 03/05/1990 estabeleceu os procedimentos preparatórios ao processo de fusão.

1991

Quando da criação a Companhia foi vinculada ao então Ministério da Economia, Fazenda e Planejamento - MEFP e recebeu a sigla CNA. Pelo Decreto n.º 202, de 26 de agosto de 1991, passou para o Ministério da Agricultura e Reforma Agrária - MARA (atualmente Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento - MAPA) e a sigla da Companhia foi alterada para CONAB.

2004

A nova identidade visual da Conab foi adotada, com a escolha do verde e azul como as cores institucionais da Companhia.

2008

O slogan da Companhia foi instituído, a partir de um concurso interno, tendo como vencedora a seguinte frase: Agricultura e Abastecimento em boa Companhia.

Conheça algumas publicações disponíveis no site da Companhia

Revista Politica Agrícola

Esta revista é uma publicação trimestral da Secretaria de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, com a colaboração técnica da Secretaria de Gestão Estratégica da Embrapa e da Conab, dirigida a técnicos, empresários, pesquisadores que trabalham com o complexo agroindustrial e a quem busca informações sobre política agrícola.

BOLETIM TÉCNICO DE ARMAZENAGEM - V. 1 - AMOSTRAGEM DE GRÃOS

Agronegocioeeconomia.com

Indicadores da Agropecuaria

A edição repaginada da Revista Indicadores da Agropecuária está disponível para o público leitor.

A Revista apresenta-se com nova identidade visual e marca. Seu conteúdo foi ampliado com informações adicionais produzidas pela Companhia, sem deixar de contemplar aquelas já consagradas pelos leitores.

A publicação está em seu 22º ano e tem o objetivo de expor importantes informações da agricultura brasileira e mundial. A partir da edição de setembro/2013, ela passa a compor o Observatório Agrícola da Conab, coleção de informações que oferecem um panorama da agricultura e pecuária do país e também do mundo.

A estrutura da informação da primeira edição é composta pelos temas: agricultura familiar, safras, política de garantia de preços, cotações agropecuárias, custos de produção, receita bruta, instrumentos de comercialização e abastecimento, comércio exterior e indicadores econômicos. Ressalta-se, todavia, que ao longo dos meses novas informações poderão ser agregadas à Revista.

pessoal curtam a nossa página no

facebook https://www.facebook.com/agronegocioeeconomia / Acessem o nosso site agronegocioeeconomia.com Façam parte do nosso grupo no

Compartilhem as nossas postagens

Se inscrevam para receber as nossas atualizações por email muito obrigado

Você também pode gostar de outros artigos