Proponentes: DE – SPG – DTG - DEED



Localização: Município de S. José do Belmonte – PE
Potência: 34,1 MWp / 29,7 MWac
Energia Estimada:
60,67 GWh/ano (P50)
51,30 GWh/ano (P90)
FC: 22,46% (Relação entre a estimativa da energia produzida e a energia
nominal nas condições locais)

PR: 81,80% (Relação entre a estimativa da energia produzida e a energia da
tecnologia nas condições padrões, dados de placa)







Módulo: Si-p Modelo YL 310p–35b (Yingli)
Número de Módulos: 109.890
Painel - Módulos em Série: 15
String: 7.326
Inversores: 33
Modelo: SIW 700-T900 (900 kW)
Área Total: 100 ha
Área do Campo Solar: 21,4 ha

Divisão de Eficiência Energética e Desenvolvimento Tecnológico – LEILÃO A-5 DE 2014

Orçamento
Materiais/Equipamentos/Instalação

Módulo
Inversor
Estrutura
Projetos/Instrumentação
Obras Civis
Transmissão e conexão
Subestações
Ações socioambientais
Custos indiretos
Investimento total

Preço ( R$ )
% do Total
86.334.237,66
69,86

51.800.542,60
25.900.271,30
8.633.423,77

41,91
20,96
6,99

4.500.820,24
23.786.100,00
1.245.000,00
4.434.372,30
1.497.828,21
1.790.192,55
123.588.550,96

3,64
19,25
1,01
3,59
1,21
1,45
100,00

Valor do Wp = R$ 3,7 / Wp
Divisão de Eficiência Energética e Desenvolvimento Tecnológico – LEILÃO A-5 DE 2014

diferenciados por fontes. de acordo com as diretrizes definidas nas Portarias MME nº 29 de 28 de janeiro de 2011. terão como base de referência o mês de realização do Leilão. e a receita fixa. Os CCEAR a serem negociados no Leilão A-2. em R$/ano. direta ou indiretamente.AGENTE MOTIVADOR Portaria nº 70 . O Leilão deverá ser realizado em 28 de agosto de 2015 e os projetos habilitados até o dia 28 de junho de 2015. Divisão de Eficiência Energética e Desenvolvimento Tecnológico . Leilão de Compra de Energia Elétrica Proveniente de Novos Empreendimentos de Geração. O início de suprimento de energia elétrica ocorrerá em 1º de agosto de 2017.A Agência Nacional de Energia Elétrica – ANEEL deverá promover. com prazo de suprimento de vinte anos. deverão prever que os preços em R$/MWh.MME. III – na modalidade de disponibilidade. para empreendimentos de geração de fonte eólica e solar. de 2015. de 16 de março de 2015 Art 1º . denominada 1º LER de 2015.

Cadastramento Leilão 010/2013 – A-5 Divisão de Eficiência Energética e Desenvolvimento Tecnológico – LEILÃO A-5 DE 2014 .

Cadastramento 1º LER 2015 >> A-2 Divisão de Eficiência Energética e Desenvolvimento Tecnológico .

4. 13. Orçamento preliminar para EPE 20. Seleção do local Avaliação do Potencial solar 15. 14. 7. Escolha da tecnologia solar Celebração do Contrato de Arrendamento 16. 3. Desenvolvimento do Projeto Cronograma proposto para EPE 19. 6. Elaboração do estudo ambiental (RAS) Cadastramento na ANEEL para DRO Inscrição na EPE Entrega do RAS para a Secretaria do Meio Ambiente de BJL Entrega da Licença Prévia . 2. 9. 10. energia produzida estimada 18.DRO na EPE Chamada Pública para os EPC Estudo de viabilidade econômicafinanceira Escolha do EPC Participação no Leilão Divisão de Eficiência Energética e Desenvolvimento Tecnológico – LEILÃO A-5 DE 2014 .ATIVIDADES PARA O LEILÃO 1. Viabilidade ambiental Consulta de acesso a rede elétrica Certificação dos dados solarimétricos e da 17. 5. 8.LP na EPE Entrega da Despacho de Requerimento de Outorga . 12. 11.

Seleção do local Instalação de 15 estações Solarimétricas – ESOL 1.1. 2. 6. Radiação Direta Radiação Global Radiação Difusa Temperetura Ambiente Umidade Relativa Pressão Velocidade do Vento Direção do Vento Pluviometria (abril 2013) Divisão de Eficiência Energética e Desenvolvimento Tecnológico – LEILÃO A-5 DE 2014 . 3. 9. 5. 8. 4. 7.

PE Divisão de Eficiência Energética e Desenvolvimento Tecnológico – LEILÃO A-5 DE 2014 . Seleção do local Visão Geral da Área da CGFV BOM NOME e proximidade com a SE-Bom Nome Município de São José do Belmonte .1.

1. Seleção do local Divisão de Eficiência Energética e Desenvolvimento Tecnológico – LEILÃO A-5 DE 2014 .

2. Avaliação do Potencial Solar Divisão de Eficiência Energética e Desenvolvimento Tecnológico – LEILÃO A-5 DE 2014 .

30 27.26 246.37 207.50 86.07 101.32 106.29 126.67 2.03 237.74 75.2.89 2.90 277.72 2.59 259.04 26.34 103.10 29.90 2.47 105.55 115.04 218.05 150.41 73.38 107.65 285.21 210.18 202.63 1.95 138.88 235.32 2.81 251.66 95.29 2.52 137.84 2.07 26. Avaliação do Potencial Solar abr/13 mai/13 jun/13 jul/13 ago/13 set/13 out/13 nov/13 dez/13 jan/14 fev/14 mar/14 Média t ( ⁰C ) 28.76 Radiação Global ESOL Bom Nome 350 300 250 200 150 100 50 0 abr/13 mai/13 jun/13 jul/13 ago/13 set/13 out/13 nov/13 dez/13 jan/14 Dados climáticos coletados pela ESOL BNO Divisão de Eficiência Energética e Desenvolvimento Tecnológico – LEILÃO A-5 DE 2014 fev/14 mar/14 .51 253.52 204.77 25.32 276.02 236.01 3.61 28.28 1.69 210.50 26.35 162.21 279.17 28.76 2.76 2.72 27.34 204.52 280.82 27.38 Vel Vento ( m/s ) GHI ( W/m2 ) DNI ( W/m2 ) DHI ( W/m2 ) 1.97 26.43 264.50 27.

54 266.51 dez PVSyst ESOL_BNO Predito 206. Avaliação do Potencial Solar jan fev mar abr mai jun PVSyst ESOL_BNO Predito 238.01 327.75 277.24 263.95 set 220.86 258.13 267.49 256.90 ago 228.01 241.03 265.89 jul 244.57 307.87 296.33 284.53 out 207.39 318.94 316.46 Divisão de Eficiência Energética e Desenvolvimento Tecnológico – LEILÃO A-5 DE 2014 .59 298.84 291.42 278.2.07 313.51 331.08 nov 197.49 268.41 321.75 293.25 281.2 267.18 254.

Escolha da tecnologia solar Fotovoltaica Heliotérmica Divisão de Eficiência Energética e Desenvolvimento Tecnológico – LEILÃO A-5 DE 2014 .3.

Escolha da tecnologia solar Divisão de Eficiência Energética e Desenvolvimento Tecnológico – LEILÃO A-5 DE 2014 .3.

Escolha da tecnologia solar Resultados Potência nominal: 29. Divisão de Eficiência Energética e Desenvolvimento Tecnológico – LEILÃO A-5 DE 2014 .7 MW AC Fator de Capacidade: 22.8%.46% PR: 81.673 MWh/ano. Energia disponibilizada: 60.3.

caso a usina não entre em operação por quaisquer motivo após 01 (um) ano da data de início do contrato. Celebração do Contrato de Arrendamento VALOR DO ARRENDAMENTO MENSAL: R$ 9. a partir de então a arrendatária será obrigada a pagar o valor integral do arrendamento que é de R$ 9. do inicio do contrato até a usina solar fotovoltaica entrar em operação.000. a arrendatária pagará o valor mensal de R$ 3. sendo que. Divisão de Eficiência Energética e Desenvolvimento Tecnológico – LEILÃO A-5 DE 2014 .00 (Nove mil reais).00 (três mil e quinhentos reais).4.500.000.00 (nove mil reais). Porém.

5. Viabilidade ambiental Divisão de Eficiência Energética e Desenvolvimento Tecnológico – LEILÃO A-5 DE 2014 .

Consulta de acesso a rede elétrica Divisão de Eficiência Energética e Desenvolvimento Tecnológico – LEILÃO A-5 DE 2014 .6.

Consulta de acesso a rede elétrica Divisão de Eficiência Energética e Desenvolvimento Tecnológico .6.

304 MWh/ano Divisão de Eficiência Energética e Desenvolvimento Tecnológico – LEILÃO A-5 DE 2014 .7. Certificação dos dados solarimétricos e da energia produzida estimada Empresa contratada: Garrad Hassan Produção anual P50 >> 60.673 MWh/ano Produção anual P90 >> 51.

Desenvolvimento do projeto Layout simplificado Central CGFV BOM NOME Divisão de Eficiência Energética e Desenvolvimento Tecnológico – LEILÃO A-5 DE 2014 .8.

Diagrama Unifilar Simplificado da CGFV BOM NOME Divisão de Eficiência Energética e Desenvolvimento Tecnológico – LEILÃO A-5 DE 2014 .

Diagrama uniflar simplificado da SE-BNO Divisão de Eficiência Energética e Desenvolvimento Tecnológico – LEILÃO A-5 DE 2014 .

88 Vcc Tensão MPPT: 36.982 A Corrente MPPT: 8.700 Vcc Tensão de elevação CA: 13.43 A Temperatura de operação: 25 ºC Tipo: String Potência nominal: 900 kW Menor tensão MPPT: 360 V Máxima tensão MPPT: 700 V Máxima tensão suportável: 800 V Tensão de saída: 220 V trifásico Divisão de Eficiência Energética e Desenvolvimento Tecnológico – LEILÃO A-5 DE 2014 .8. Desenvolvimento do projeto Arranjos de Geração: Potência do Inversor: 900 kW Tensão de geração CC: 360 .8 kV Número de módulos em série: 12 Número de strings em paralelo: 255 Módulo: Inversor: Tecnologia: Silício Policristalino Potência Nominal: 310 Wp Tensão de circuito aberto: 45.8 Vcc Corrente de curto circuito: 8.

220 kV Tensão de Saída: 13. Divisão de Eficiência Energética e Desenvolvimento Tecnológico – LEILÃO A-5 DE 2014 .46 %.8 kV (ajustável) 1 Condições de referência STC a 1000 W/m² Fator de performance O rendimento da planta. obtido para a CGFV BOM NOME é de 81.8.8 % para um fator de capacidade de 22. Desenvolvimento do projeto Transformador elevador (+MT): Tipo: Seco em cubículo de proteção Potência: 1000 kVA Tensão de Entrada: 0.

Cronograma proposto Divisão de Eficiência Energética e Desenvolvimento Tecnológico – LEILÃO A-5 DE 2014 .9.

7 / Wp Divisão de Eficiência Energética e Desenvolvimento Tecnológico – LEILÃO A-5 DE 2014 . Orçamento preliminar Valor do Wp = R$ 3.10.

406.718.946.49 R$/Wp R$/Wp R$/Wp 2.967.50 44% 65.52 10% 14.36 R$/Wp R$/Wp R$/Wp 0.989.42 0.206.208.163.897.91 R$/Wp 4.36 77% 121.67 R$/Wp .920.20 8% 26.300.754.027.44 140.18 0.88 0.60 0.84 4% 177.218.949.05 R$/Wp 2.120.974.065.00 47% 16.999.528.Serviços Peças Sobresalentes Investimento total Preço Médio % do Total Preço Mínimo % do Total 136.08 8% 10.52 Divisão de Eficiência Energética e Desenvolvimento Tecnológico – LEILÃO A-5 DE 2014 Média 4.178.80 9% 14.792.Materiais Equipamentos Módulo Inversor Estrutura Projeto/Infraestrutura/Obras Civis .80 10% 14.20 R$/Wp R$/Wp 5.48 0.524.337.54 R$/Wp Mínimo 4.55 15% 12.57 0.584.49 R$/Wp R$/Wp 0.53 8% 5.749.748.623.88 87% 77.

Elaboração do estudo ambiental Preparação do Relatório Ambiental Simplificado – RAS Deverá ser apresentado ao CPRH para a obtenção da LI para a planta FV e a LP para a Linha de Transmissão Divisão de Eficiência Energética e Desenvolvimento Tecnológico – LEILÃO A-5 DE 2014 .11.

12. Cadastramento na ANEEL (outorga) Divisão de Eficiência Energética e Desenvolvimento Tecnológico – LEILÃO A-5 DE 2014 .

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful