Você está na página 1de 17
UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO COLÉGIO DE APLICAÇÃO Planos de

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO COLÉGIO DE APLICAÇÃO

CENTRO DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO COLÉGIO DE APLICAÇÃO Planos de Ensino Biologia/Ciências 2016 Organização

Planos de Ensino Biologia/Ciências

2016

Organização

Direção de Ensino: Marina Guazzelli Soligo Bolsista: Kelly de Borba

U N I V E R S I D A D E F E D

U N I V E R S I D A D E F E D E R A L D E S A N T A C A T A R I N A C E N T R O D E C I Ê N C I A S D A E D U C A Ç Ã O C O L É G I O D E A P L I C A Ç Ã O

PLANO DE ENSINO 6° ANO (ENSINO FUNDAMENTAL II)

C A Ç Ã O PLANO DE ENSINO 6° ANO (ENSINO FUNDAMENTAL II) DISCIPLINA: Ciência e

DISCIPLINA: Ciência e Programa de Saúde

PROFESSORES: Alberto Vinicius Casimiro Onofre (Turma 6° Ano A, B e C)

ANO LETIVO: 2016

CARGA HORÁRIA: Quatro aulas semanais, sendo uma compartilhada com a disciplina de Química

NÚMERO DE AULAS PREVISTAS

1º Trimestre: Turma A = 46 aulas; Turma B = 46 aulas; Turma C = 46 aulas.

2º Trimestre: Turma A = 50 aulas; Turma B = 50 aulas; Turma C = 50 aulas.

3º Trimestre: Turma A = 42 aulas; Turma B = 42 aulas; Turma C = 42 aulas.

1. OBJETIVO GERAL DA DISCIPLINA:

"Despertar o interesse e a curiosidade científica do educando acerca dos fenômenos naturais, através dos hábitos de observação, análise crítica e espírito de iniciativa, com vistas à sua formação integral e como forma de mediar o conhecimento e a atuação crítica na sociedade, frente aos problemas biológicos da natureza".

2. OBJETIVO DA DISCIPLINA NA SÉRIE:

“Construir um conhecimento sobre meio ambiente e os seus recursos físicos. Formar cidadãos mais proativos e conscientes com as questões ambientais”.

3. METODOLOGIA:

Aulas expositivas e dialogadas

Atividades individuais e em grupo

Leitura dirigida de textos

Exibição de vídeos e animações

Viagens de estudo e visitas monitoradas

4. AVALIAÇÃO:

Prova escrita

Atividades

Apresentação de trabalhos

Relatórios de aula prática e das visitas monitoradas.

Projetos

5. CONTEÚDO 1º UNIDADE:

Conceitos básicos de ecologia: População, comunidade, ecossistema, hábitat e nicho ecológico.

Cadeias alimentares e Teias alimentares

Produtores - Fotossíntese e Respiração celular

Características gerais dos grupos das Plantas: Briófitas, Pteridófitas, Gimnosperma e Angiospermas

2º UNIDADE:

Decompositores

Solo: Características e degradação

Solo: Manejo adequado e doenças relacionadas

Água: propriedades e ciclo da água

Água: Utilidade, uso consciente e doenças veiculadas pela água

Lixo: Classificação dos destinos finais e reaproveitamento

3º UNIDADE:

Propriedades do ar

Modificações na atmosfera e doenças veiculadas pelo ar.

Consciência Ecológica

Relações ecológicas entre os seres vivos

6. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS:

CANTO, E.L. Ciências naturais: aprendendo com o cotidiano. 6°Ano. 4ªed. São Paulo: Moderna, 2012. CANTO, E.L. Ciências naturais: aprendendo com o cotidiano. 7°Ano. 4ªed. São Paulo: Moderna, 2012. FAVALLI, L.D.; PESSÔA, K.A.; ANGELO, E.A. Projeto Radix: Ciências. 6°Ano. 1ªed. São Paulo: Scipione, 2010. GEWANDSZNAJDER, F. Ciências: o planeta Terra. 4ªed. São Paulo: editora ática, 2010. GOWDAK, D.; MARTINS, E. Ciências novo pensar, edição renovada. 6°Ano. 1ªed. São Paulo: FTD, 2012. GOWDAK, D.; MARTINS, E. Ciências novo pensar, edição renovada. 7°Ano. 1ªed. São Paulo: FTD, 2012. PROJETO ARARIBÁ, Ciências. 6°Ano. 3ªed. São Paulo: Moderna, 2010. PROJETO ARARIBÁ, Ciências. 7°Ano. 3ªed. São Paulo: Moderna, 2010.

U N I V E R S I D A D E F E D

U N I V E R S I D A D E

F E D E R A L

D E

S A N T A

C A T A R I N A

C E N T R O

D E

C I Ê N C I A S

D A

E D U C A Ç Ã O

C O L É G I O

D E

A P L I C A Ç Ã O

PLANO DE CURSO 7º ANO (ENSINO FUNDAMENTAL II)

I C A Ç Ã O PLANO DE CURSO 7º ANO (ENSINO FUNDAMENTAL II) DISCIPLINA: Ciências

DISCIPLINA: Ciências e Programa de Saúde

 

ANO LETIVO: 2016

 

PROFESSOR: Ana Paula Tridapalli de Almeida

 

CARGA HORÁRIA: Quatro aulas semanais

 

NÚMERO

DE

AULAS

PREVISTAS

POR

TURMA

1º Trimestre: Turma A = 44; Turma B = 48; Turma C = 48

2º Trimestre: Turma A = 50; Turma B = 52; Turma C = 53

3º Trimestre: Turma A = 48; Turma B = 48; Turma C = 49

1.OBJETIVO GERAL DA DISCIPLINA:

 

“Despertar o interesse e a curiosidade científica do educando, através dos hábitos de observação, análise crítica e espírito de iniciativa, com vistas à sua formação integral e como forma de mediar o conhecimento e a atuação crítica na sociedade, frente aos problemas biológicos da natureza.”

2.

OBJETIVO DA DISCIPLINA NA SÉRIE:

 

Apresentar aos educandos parte da biodiversidade existente em nosso planeta; Proporcionar aprendizages sobre as diferenças entre os seres vivos a fim de que compreendam a classificação biológica; Refletir sobre os processos pelas quais os seres vivos passam ao longo de seus ciclos vitais e sobre os processos de adaptação e evolução das espécies; Refletir sobre as interações entre os seres vivos, incluindo o ser humano.

3.

METODOLOGIA:

 

4. AVALIAÇÃO:

 

Aulas expositivas e dialogadas

Prova escrita

Atividades individuais e em grupo

Atividades de leitura complementar

 

Leitura dirigida de textos

Exibição de vídeos

Aulas práticas no laboratório de Biologia

Apresentação de trabalhos

Projetos interdisciplinares

Viagens de estudos

Relatórios de aula prática e das visitas monitoradas

Tarefas e exercícios

Projetos

5.

CONTEÚDO POR TRIMESTRE:

 
 

1º TRIMESTRE:

 

Reconhecendo um ser vivo.

 

Características dos seres vivos.

Biodiversidade e Classificação.

A evolução dos seres vivos e as evidências da evolução.

Teorias evolutivas.

 

Os Vírus e a saúde do corpo.

 

Reino Monera: características celulares, metabolismo, representantes, doenças causadas por bactérias.

 

2º TRIMESTRE:

Reino Protista: características celulares, metabolismo, representantes, doenças causadas por protozoários.

Reino Fungi: características celulares, metabolismo, representantes, doenças causadas por fungos.

Reino Animalia: características, diferenciação entre vertebrados e invertebrados.

Vertebrados I: peixes e anfíbios

3º TRIMESTRE:

Vertebrados II: répteis, aves e mamíferos

Invertebrados: poríferos, cnidários, platelmintos, nematelmintos, anelídeos, moluscos, artrópodes, equinodermos.

6. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS:

BARROS, C.; PAULINO, W. Ciências: Os seres vivos. 7°Ano. 68ªed. São Paulo: Ática, 2011. BIZZO, N. Novas bases da Biologia: Seres vivos e comunidades. Vol. 2, ensino médio. 1. ed. São Paulo:

Ática, 2011. CANTO, E.L. Ciências Naturais: Aprendendo com o cotidiano. 7º Ano. 4. ed. São Paulo: Moderna, 2012. GOWDAK, D.; MARTINS, E. Seres Vivos. 7º Ano. São Paulo: FTD, 2009 (Coleção ciências novo pensar). GEWANDSZNAJDER, F. Ciências - A vida na Terra. 7º ano. São Paulo: Editora Ática, 2013. PROJETO ARARIBÁ, Ciências. 7°Ano. 4ªed. São Paulo: Moderna, 2014.

U N I V E R S I D A D E F E D

U N I V E R S I D A D E

F E D E R A L

D E

S A N T A

C A T A R I N A

C E N T R O

D E

C I Ê N C I A S

D A

E D U C A Ç Ã O

C O L É G I O

D E

A P L I C A Ç Ã O

PLANO DE CURSO

8º ANO (ENSINO FUNDAMENTAL II)

I C A Ç Ã O PLANO DE CURSO 8º ANO (ENSINO FUNDAMENTAL II) DISCIPLINA: Ciências

DISCIPLINA: Ciências e Programa de Saúde

 

ANO LETIVO: 2016

PROFESSOR: Ana Paula Tridapalli de Almeida e Giselle de Souza Paula Pires.

   

CARGA HORÁRIA: Três aulas semanais

 

NÚMERO DE AULAS PREVISTAS

 

1º Trimestre: 36

2º Trimestre: 42

3º Trimestre: 42

1.OBJETIVO GERAL DA DISCIPLINA:

 

"Despertar o interesse e a curiosidade científica do educando, através dos hábitos de observação, análise crítica e espírito de iniciativa, com vistas à sua formação integral e como forma de mediar o conhecimento e a atuação crítica na sociedade, frente aos problemas biológicos da natureza".

2.

OBJETIVO DA DISCIPLINA NA SÉRIE:

 

"Iniciar o estudo do corpo humano, possibilitando a identificação de seus diversos níveis de organização e funcionamento,

promovendo a compreensão da interação destes níveis, através do estudo das células, dos tecidos e dos sistemas".

3.

METODOLOGIA:

 

4. AVALIAÇÃO:

Aulas expositivas e dialogadas

 

Prova escrita

Atividades individuais e em grupo

Atividades de leitura complementar

Leitura dirigida de textos

Apresentação de trabalhos

Exibição de vídeos

Relatórios de aula prática e das visitas monitoradas.

Aulas práticas no laboratório de Biologia

Visitas monitoradas aos Departamentos de Morfologia da UFSC

Projetos interdisciplinares

Tarefas e exercícios

Projetos

Viagens de estudo

 

5.

CONTEÚDO POR TRIMESTRE:

 
 

1º TRIMESTRE:

Níveis de Organização do Corpo Humano

Células

Tecidos

Sistema Respiratório e Doenças

Nutrição

2º TRIMESTRE:

Sistema Digestório e Doenças

Sistema Circulatório e Doenças

Sistema ABO e Rh

Sistema Imunológico

 

Sistema Excretor e Doenças

3º TRIMESTRE:

Locomoção: Ossos e Músculos

Sistema Reprodutor e Doenças

Sistema Endócrino e Nervoso

6. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS:

BARROS, C.; PAULINO, W. Ciências: O Corpo Humano. 8º Ano. 67. ed. São Paulo: Ática, 2011. BIZZO, N. Novas bases da Biologia: O ser humano e o futuro. Vol. 3, ensino médio. 1. ed. São Paulo: Ática, 2011. CANTO, E.L. Ciências Naturais: Aprendendo com o cotidiano. 8º Ano. 4. ed. São Paulo: Moderna, 2012. FAVALLI, L.D.; PESSÔA, K.A.; ANGELO, E.A. Projeto radix: Ciências. 8°Ano. 2ªed. São Paulo: Scipione, 2013. GEWANDSZNAJDER, F. Ciências: o corpo humano. 4ªed. São Paulo: ed. Ática, 2010. GOWDAK, D.; MARTINS, E. Corpo Humano. 8º Ano. São Paulo: FTD, 2009 (Coleção ciências novo pensar). PROJETO ARARIBÁ, Ciências. 8°Ano. 4ªed. São Paulo: Moderna, 2014.

U N I V E R S I D A D E F E D

U N I V E R S I D A D E

F E D E R A L

D E

S A N T A

C A T A R I N A

C E N T R O

D E

C I Ê N C I A S

D A

E D U C A Ç Ã O

C O L É G I O

D E

A P L I C A Ç Ã O

PLANO DE CURSO 9° ANO (ENSINO FUNDAMENTAL II)

I C A Ç Ã O PLANO DE CURSO 9° ANO (ENSINO FUNDAMENTAL II) DISCIPLINA: Ciências

DISCIPLINA: Ciências e Programa de Saúde

 

ANO LETIVO: 2016

PROFESSORES: Giselle de Souza Paula Pires

 

MATRÍCULA SIAPE:

CARGA HORÁRIA: Três aulas semanais

 

NÚMERO DE AULAS PREVISTAS

   

1º Trimestre: 36 aulas

2º Trimestre: 42 aulas

3º Trimestre: 42 aulas

1

OBJETIVO GERAL DA DISCIPLINA:

"Despertar o interesse e a curiosidade científica do educando, através dos hábitos de observação, análise crítica e espírito de iniciativa, com vistas à sua formação integral e como forma de mediar o conhecimento e a atuação crítica na sociedade, frente aos problemas biológicos da natureza".

2

OBJETIVO DA DISCIPLINA NA SÉRIE:

 

Compreender conceitos básicos da física e da química, valorizando as suas aplicações no cotidiano.

3

METODOLOGIA:

4 AVALIAÇÃO:

 

Aulas Expositivas e dialogadas

Prova escrita

Aulas Práticas em laboratório

Atividades individuais e em grupo

Atividades individuais e em grupo

Apresentação de trabalhos

Leitura dirigida de textos

Relatórios de aula prática e das visitas monitoradas

Exibição de vídeos

Tarefas e exercícios

 

Visitas monitoradas

Projetos de pesquisa

Viagens de estudos

Produção de Ensaio escolar

Projetos de pesquisa interdisciplinar

Produção de audiovisual

 

5

CONTEÚDO POR TRIMESTRE:

 

1º TRIMESTRE:

Matéria e Energia;

 

Propriedades da matéria: (corpo, massa e volume);

Massa, força e aceleração da gravidade;

Estados Físicos da matéria e suas propriedades;

Formas, transformação , aproveitamento e conservação de energia;

Velocidade e aceleração.

 

2º TRIMESTRE:

Movimento e Forças (Leis de Newton)

Gravitação Universal;

 

Ondas

 

Som e audição;

Óptica e visão;

Eletricidade e magnetismo.

 

3º TRIMESTRE

Drogas: substâncias químicas e sistema nervoso;

Estrutura e identificação do átomo;

 

Elementos químicos e tabela periódica;

Substâncias químicas e suas propriedades;

Olfato e paladar

 

Ligações químicas;

Reações químicas.

6. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS:

 

BARROS, C.; PAULINO, W. Ciências: Física e Química. 9°ano 4ª ed. São Paulo. Ática, 2010. CANTO, E.L. Ciências naturais: aprendendo com o cotidiano. 9°Ano. 4ªed. São Paulo: Moderna, 2012. CANTO, E.L. Ciências naturais: aprendendo com o cotidiano. 8°Ano. 4ªed. São Paulo: Moderna, 2012.

 

FAVALLI, L.D.; PESSÔA, K.A.; ANGELO, E.A. Projeto radix: Ciências. 8°Ano. 2ªed. São Paulo: Scipione, 2013.

FAVALLI, L.D.; PESSÔA, K.A.; ANGELO, E.A. Projeto radix: Ciências. 9°Ano. 2ªed. São Paulo: Scipione, 2013. FONSECA. Martha Reis Marques da.Química: meio ambiente, cidadania, tecnologia. São Paulo: FTD, vol. 1, 2010.

GOWDAK, D.; MARTINS, E. Ciências novo pensar, edição renovada. 9°Ano. 1ªed. São Paulo: FTD, 2012. GOWDAK, D.; MARTINS, E. Ciências novo pensar, edição renovada. 8°Ano. 1ªed. São Paulo: FTD, 2012. PROJETO ARARIBÁ, Ciências. 6°Ano. 4ªed. São Paulo: Moderna, 2014. PROJETO ARARIBÁ, Ciências. 7°Ano. 4ªed. São Paulo: Moderna, 2014

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO COLÉGIO DE APLICAÇÃO PLANO DE

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO COLÉGIO DE APLICAÇÃO

PLANO DE ENSINO

DA EDUCAÇÃO COLÉGIO DE APLICAÇÃO PLANO DE ENSINO DISCIPLINA: Biologia SÉRIE: 1as A, B ,C e

DISCIPLINA: Biologia SÉRIE: 1as A, B ,C e D Ensino Médio PROFESSORE: Ivan Brognoli ANO LETIVO: 2016 CARGA HORÁRIA: AULAS SEMANAIS: 03 Nº DE AULAS PREVISTAS: 120 DESCONTO DE 10%: 12 TOTAL ANUAL: 108

1. OBJETIVO DO COLÉGIO:

" O Colégio de Aplicação propõe-se à transmissão, produção e apropriação crítica do conhecimento com o fim de instrumentalizar a responsabilidade social e a afirmação histórica dos educandos."

2. OBJETIVOS ESPECÍFICOS DO COLÉGIO DE APLICAÇÃO:

“Os conteúdos trabalhados e a metodologia de ensino visam a:

a) propiciar os conhecimentos necessários para instrumentalizar o educando na sua atuação, tornando-o crítico e

produtivo no processo de transformação no mundo e na consequente construção de uma sociedade justa, humanitária e

igualitária;

b) possibilitar ao educando a vivência de práticas democráticas concretas para que este possa desenvolver-se como

sujeito livre, consciente e responsável na construção coletiva de sua realidade histórica."

3. OBJETIVO GERAL DA DISCIPLINA:

“Despertar o interesse e a curiosidade científica do educando, através dos hábitos de observação, análise crítica e espírito de iniciativa, com vistas à sua formação integral e como forma de mediar o conhecimento e a atuação crítica na sociedade, frente aos problemas biológicos da natureza.”

4. OBJETIVO DA DISCIPLINA PARA A SÉRIE:

“Possibilitar o conhecimento da complexidade dos seres vivos através do estuda da célula, seus componentes e funcionamento, promovendo a apropriação destes conteúdos, tendo em vista sua aplicação nas séries subsequentes”.

5. PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS

- Aulas expositivas e dialogadas.

- Atividades de laboratório.

- Leitura dirigida de textos.

- Exercícios individuais e/ou em grupo.

- Exibição de vídeos.

- Saídas de campo e/ou visitas monitoradas.

6. AVALIAÇÃO

- Prova escrita.

- Exercícios e relatórios de aula prática.

- Montagem de modelos pedagógicos explicativos.

- Seminários e exposição oral de trabalhos e/ou atividades

7. CONTEÚDO

UNIDADE I: Origem da vida na Terra

- Compostos orgânicos e inorgânicos

- Teoria da geração espontânea versus teoria da biogênese.

- As condições da terra primitiva.

- A teoria de Oparin e Haldane

UNIDADE II: Bioquímica celular

- Estrutura química dos seres vivos: água, sais minerais, carboidratos, lipídios, proteínas e vitaminas. UNIDADE III: A célula, suas estruturas e o transporte através da membrana.

- A descoberta das células.

- Forma, tamanho, constituição e duração.

- Membranas celulares: parede celular, membrana plasmática.

- Especializações da membrana plasmática.

- Osmose, difusão simples, difusão facilitada, bomba de sódio e potássio.

- Fagocitose, pinocitose e clasmocitose.

UNIDADE IV: O citoplasma e o núcleo celular

- Citoplasma; matriz citoplasmática; organelas citoplasmáticas.

- Núcleo interfásico: características gerais, forma, função.

- Carioteca, nucleoplasma, nucléolo, cromatina, cromossomos. UNIDADE V: A divisão celular

- Mitose e meiose.

8. OBJETIVO ESPECÍFICO UNIDADE I: Origem da vida na Terra 01- Diferenciar compostos orgânicos de inorgânicos. 02- Reconhecer as principais teorias que explicam o surgimento da vida na terra. UNIDADE II: Bioquímica celular 01- Identificar as principais substâncias encontradas nos seres vivos e suas funções. UNIDADE III: A célula, suas estruturas e o transporte através da membrana. 01- Diferenciar os principais tipos de células, os tipos de envoltórios celulares bem como suas especializações e conhecer os principais tipos de transporte de substâncias através da membrana plasmática. UNIDADE IV: O citoplasma e o núcleo celular 01- Diferenciar as organelas citoplasmáticas, inter-relacionando forma e função. 02 - Estabelecer a importância do núcleo para a célula. UNIDADE V: A divisão celular 01- Caracterizar os tipos de divisão celular.

9. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

AMABIS, J.M. & MARTHO, G.R. BIOLOGIA. São Paulo:Editora Moderna,2010. V.1. BIZZO, N. NOVAS. BASES DA BIOLOGIA. São Paulo: Ed. Ática, 2011.V.1. BRUCE, Albert set al. FUNDAMENTOS DE BIOLOGIA CELULAR. Porto Alegre: Artmed, 2006. CARVALHO, W. BIOLOGIA EM FOCO. São Paulo: Ed. Ftd, 1998.V.1. CHAMPE, Pámela C. et al. BIOQUÍMICA ILUSTRADA. Porto Alegre: Artmed, 2006. LINHARES, S. & GEWANDSZNAJDER, F. BIOLOGIA HOJE. São Paulo: Ed. Ática, 2011.V.1. LOPES, S.& ROSSO, S. BIO. São Paulo: Ed. Saraiva, 2010.V 1. PAULINO, W. R. BIOLOGIA ATUAL. São Paulo: Ed. Ática, 1996.V.1. SOARES, J. L. BIOLOGIA NO TERCEIRO MILÊNIO. São Paulo: Ed. Scipione, 1998. V.1. SANTOS, W. L. P. dos ET alli. QUÍMICA E SOCIEDADE. São Paulo: Ed. Nova Geração, 2005.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO COLÉGIO DE APLICAÇÃO PLANO DE

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO COLÉGIO DE APLICAÇÃO

PLANO DE ENSINO

DA EDUCAÇÃO COLÉGIO DE APLICAÇÃO PLANO DE ENSINO PROFESSOR: LUCIO ELY RIBEIRO SILVÉRIO TURMA: 2º A,

PROFESSOR: LUCIO ELY RIBEIRO SILVÉRIO TURMA: 2º A, B, C e D ENSINO MÉDIO ANO LETIVO 2016 CARGA HORÁRIA: 04 AULAS SEMANAIS AULAS PREVISTAS/ANO: 160 AULAS DESCONTO ANUAL (10%): 16 AULAS TOTAL ANUAL: 144 AULAS

OBJETIVO GERAL DA DISCIPLINA BIOLOGIA

Despertar o interesse e a curiosidade científica do educando acerca dos fenômenos naturais, por meio da alfabetização

científica e tecnológica e do hábito de observar e interpretar tais fenômenos, como forma de apropriação do conhecimento biológico e de produção da capacidade crítica para a tomada de decisões na vida pessoal e no meio social.

OBJETIVOS DA DISCIPLINA PARA A SÉRIE

Possibilitar o reconhecimento e o estabelecimento das relações evolutivas entre os diversos grupos de seres vivos.

Destacar a importância da biodiversidade para a vida terrestre, caracterizando seus componentes e suas interações, assim

como os fatores que favorecem seu surgimento e aqueles que restringem sua perpetuação.

Fomentar a reflexão critica quanto à inserção humana e seu papel no ambiente natural, desenvolvendo o respeito à vida

e o entendimento de que a sobrevivência da espécie humana está condicionada à sobrevivência de outras espécies.

LISTAGEM DE CONTEÚDOS - OBJETIVOS ESPECÍFICOS PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS E AVALIATIVOS GERAIS Biodiversidade seres vivos:

Biodiversidade - como compreendê-la!

Caracterização seres vivos e sua relação com o ambiente.

A classificação geral dos seres vivos nos domínios e reinos biológicos: sistemas, critérios e polêmicas;

Discutir os mecanismos de manutenção da biodiversidade e sua relação com a vida no planeta;

Identificar características intrínsecas aos seres vivos;

Compreender o significado e importância da classificação dos seres vivos e suas regras de nomenclatura;

Reconhecer a diversidade dos seres vivos, a partir das diferenças entre seus Reinos de classificação.

Aula expositiva dialogada.

Caminhada de observação do meio ao redor do Colégio/Campus.

Elaboração de relato fotográfico sobre a situação ambiental analisada, retratando um fenômeno biológico observado na caminhada (avaliação).

Vídeo sobre o assunto.

II Vírus e monera:

Seres estruturalmente simples: introdução à compreensão quanto à evolução molecular comparada.

Características, estruturas moleculares e adaptações evolutivas.

Viroses mais comuns: profilaxia e tratamento.

As doenças bacterianas: profilaxia e tratamento.

A importância ambiental dos seres do Reino monera e sua relação com os seres humanos.

Caracterizar a estrutura biológica de vírus e seres do Reino monera.

Reconhecer as relações estabelecidas entre os vírus e as bactérias com os demais seres vivos.

Identificar as diferentes doenças causadas por vírus e bactérias e seus processos de profilaxia e tratamento.

Reconhecer as interações biológicas entre seres unicelulares e seres humanos, considerando o contexto social e ecológico.

Estabelecer relação entre a ecologia de seres unicelulares e o seu emprego nos processos de biotecnologia e industriais.

Aula expositiva dialogada.

Leitura e interpretação de textos em grupo.

Atividade experimental: construção de modelos pedagógicos de vírus e monera (avaliação).

III

Os protistas:

Caracterização das estruturas de um protozoário típico (paramécio): o que é um protista?

A controvertida taxonomia dos protistas.

As algas: estruturas gerais e importância ambiental/econômica.

Interações biológicas entre os protistas e o homem (doenças).

Importância do grupo no equilíbrio dos ecossistemas naturais.

Distinguir o nível de complexidade estrutural e molecular dos protistas em relação aos seres do Reino monera.

Conhecer aspectos polêmicos da taxonomia dos seres vivos; a classificação dos protistas.

Compreender o papel e a importância do grupo no equilíbrio ambiental e como indicadores biológicos de estagnação do meio.

Aula expositiva dialogada.

Leitura e interpretação de textos.

Vídeo didático sobre o assunto.

Atividade experimental: observação laboratorial de seres unicelulares eucariontes (protozoários e algas) de águas coletadas no meio (avaliação de relatório).

Prova escrita - comparativa de vírus, monera e protistas.

IV

Os fungos:

As diferenças estruturais e adaptativas no grupo dos fungos: o que é um fungo?

Interações biológicas entre alguns fungos e o homem (micoses).

Importância dos fungos unicelulares e pluricelulares nos ecossistemas naturais (líquens, micorrizos e decompositores) e na indústria (alimentos e farmacêutica).

Características e importância dos liquens como indicadores biológicos.

Diferenciar a organização estrutural dos fungos unicelulares e pluricelulares dos seres vivos anteriores.

Entender o modo como vivem os fungos e como se associam a outros seres.

Estabelecer seu papel ambiental e seu aproveitamento industrial.

Aula expositiva dialogada.

Leitura e interpretação de textos.

Vídeo didático.

Atividade experimental: observação de fungos unicelulares e pluricelulares do ambiente natural e cultivo em meio de cultura de esporos em diferentes ambientes (relatório de avaliação).

V As plantas:

Caracterização e classificação geral dos diversos grupos vegetais: o que é um vegetal?

Aspectos evolutivos gerais e classificação dos grupos vegetais.

Aspectos gerais da morfologia dos vegetais superiores (raiz, caule, folhas e flores em gimnospermas e angiospermas).

Aspectos gerais da fisiologia dos vegetais superiores (fotossíntese, respiração, transpiração/gutação e crescimento).

As plantas e o meio em que vivem: adaptações de sobrevivência.

Observar a diversidade de grupos de plantas e sua relação com o meio ambiente.

Estabelecer a relação evolutiva dos diversos grupos vegetais.

Compreender as especializações da célula vegetal como a unidade básica das plantas.

Caracterizar aspectos gerais da morfologia dos vegetais superiores (raiz, caule, folhas e flores).

Caracterizar aspectos gerais da fisiologia dos vegetais superiores (fotossíntese, respiração, transpiração, crescimento e

reprodução).

Identificar e citar exemplos de cada uma das divisões que compõe o reino vegetal.

Perceber a importância ecológica e social dos ecossistemas vegetais para a vida no planeta.

Aula expositiva dialogada.

Leitura e interpretação de textos.

Vídeo didático sobre o assunto.

Atividade experimental: observação dos diversos grupos vegetais no ambiente natural e descrição de suas adaptações ao meio.

Atividade experimental: observação de aspectos anatômicos macroscópicos e microscópicos de uma flor completa, de estruturas da folha e do caule de certos grupos vegetais (relatório de avaliação).

Prova escrita.

Desenvolvimento júri simulado sobre a emissão de CO 2 no planeta, o clima e a exploração das matas e florestas.

VI Os animais:

Caracterização e diversidade no reino animal: o que é um animal?

Aspectos evolutivos gerais e classificação dos grupos animais.

Adaptações evolutivas: anatômicas, fisiológicas e ambientais dos diversos filos animais.

O ser humano e sua fisiologia animal - aspectos gerais da anatomia e fisiologia humana.

Observar a diversidade de grupos animais e sua relação com o meio ambiente.

Entender a classificação zoológica sob o enfoque evolutivo.

Compreender as diferentes características estruturais, adaptativas e evolutivas dos diferentes grupos animais.

Caracterizar a evolução dos diversos sistemas orgânicos dos filos animais.

Compreender o funcionamento dos sistemas orgânicos nos seres humanos e sua relação com o metabolismo e sua sobrevivência em diferentes ambientes.

Aula expositiva dialogada.

Leitura e interpretação de textos.

Vídeo sobre o assunto.

Atividade experimental: observação de aspectos anatômicos e fisiológicos de invertebrados e vertebrados (relatório de avaliação).

Prova escrita.

VII Anatomia e fisiologia humana:

Saúde e bem estar humana.

Homeostase: equilíbrio entre saúde.

Mecanismos homeostáticos.

Caracterizar os diversos aspectos relacionados à saúde humana e ambiental.

Caracterizar os aspectos sociais e ambientais do fenômeno saúde e bem estar.

Estabelecer e compreender os mecanismos homeostáticos que regulam e coordenam o funcionamento do corpo humano.

Identificar diferentes doenças que afetam seres humanos e seus tratamentos/prevenção.

Anatomia e fisiologia da integração de diversos sistemas/órgãos do corpo humano: locomoção, digestão e respiração; circulação, mecanismos de defesa e excreção; coordenação e regulação nervosa.

Aula expositiva dialogada.

Leitura e interpretação de textos.

Vídeo sobre o assunto.

Júri simulado os mecanismos homeostáticos e sua relação com as atividades sociais de nossa vida (avaliação).

Construção de cartazes sobre o tema, relacionando saúde doença homeostase.

Prova escrita. VII - ANATOMIA E FISIOLOGIA HUMANA:

Saúde e bem estar:

Caracterizar os diversos aspectos relacionados à saúde humana e ambiental. Caracterizar os aspectos sociais e ambientais do fenômeno saúde e bem estar. Aula expositiva dialogada. Leitura e interpretação de textos. Vídeo sobre o assunto. Atividade experimental - visita orientada ao museu anatomia/fisiologia CCB (relatório de avaliação). Prova escrita.

Saúde X Doença (homeostase):

Identificar as diferentes doenças que afetam seres humanos. Identificar as diferentes formas de prevenção e/ou tratamento das doenças humanas. Anatomia e fisiologia dos diversos sistemas do corpo humano:

Sustentação, digestão e respiração; Circulação, mecanismos de defesa, excreção; Coordenação e regulação. Caracterizar o funcionamento dos diversos órgãos e sistemas do corpo humano e sua relação com os aspectos sociais e econômicos.

REFERENCIAS BIBLIOGRÁFICAS:

BRÜCKELMANN, R. H.(org). Conexões com a Biologia. V.2. Moderna: 2013. (livro didático turma) AMABIS, J.M.; MARTHO, G.R. Biologia dos Organismos. V2. Moderna: 2005. BRASIL. Orientações Curriculares para o Ensino Médio: Ciências da Natureza, Matemática e suas tecnologias.

Brasília: MEC/SEB, 2008. BIZZO, N. Ciências Biológicas. In: DPEM/SEB/MEC. Orientações Curriculares do Ensino Médio. Brasília: MEC/SEB,

2004.

BARNES, R.D. Zoologia dos Invertebrados. São Paulo: Roca, 1984. LOPES, S.; ROSSO, S. Biologia. São Paulo: Saraiva, 2005. MARGULIS, L.; SCHWARTZ, K.V. Cinco reinos: um guia ilustrado dos filos da vida na Terra. Rio de Janeiro:

Guanabara Koogan, 2001. MARTHO, G. Pequenos Seres Vivos. São Paulo: Ática, 1990. MORANDINI, C. Atlas de botânica. São Paulo: Nobel, 1981. SCHIMIDT-NIELSEN, K. Fisiologia animal. São Paulo: Edgard blücher, 1986. SILVA JÚNIOR, C.; SEZAR S. Biologia. São Paulo: Saraiva, 2005. SOBREIRA, A. et. col. Técnicas Gerais de Laboratório. Campinas: Edart, 1985. STORER, T.I. et. col. Zoologia Geral. Rio de Janeiro: Companhia Editora Nacional, 1991. THOMAS-DOMÉNECH, J.M. Atlas de Botânica. São Paulo: Ibero-Americana, 1985.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO COLÉGIO DE APLICAÇÃO PLANO DE

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO COLÉGIO DE APLICAÇÃO

PLANO DE ENSINO

DA EDUCAÇÃO COLÉGIO DE APLICAÇÃO PLANO DE ENSINO DISCIPLINA: Biologia e Programa de Saúde PROFESSORES:

DISCIPLINA: Biologia e Programa de Saúde

PROFESSORES: Alberto Vinicius Casimiro Onofre (Turma 3° Ano C)

Marcos Vinícius Mocellin Ferraro (Turmas 3° Ano A e B) ANO LETIVO: 2016 CARGA HORÁRIA: Quatro aulas semanais, sendo uma compartilhada com a disciplina de Química

NÚMERO DE AULAS PREVISTAS

1º Trimestre: Turma A = 50 aulas; Turma B = 50 aulas; Turma C = 48 aulas.

2º Trimestre: Turma A = 56 aulas; Turma B = 56 aulas; Turma C = 52 aulas.

3º Trimestre: Turma A = 44 aulas; Turma B = 44 aulas; Turma C = 48 aulas.

1. OBJETIVO GERAL DA DISCIPLINA:

"Despertar o interesse e a curiosidade científica do educando acerca dos fenômenos naturais, através dos hábitos de observação, análise crítica e espírito de iniciativa, com vistas à sua formação integral e como forma de mediar o conhecimento e a atuação crítica na sociedade, frente aos problemas biológicos da natureza".

2. OBJETIVO DA DISCIPLINA NA SÉRIE:

“Possibilitar ao aluno a apropriação do conhecimento sobre hereditariedade, os processos evolutivos e as relações ecológicas entre os seres vivos, responsáveis pela manutenção e continuidade da vida”.

3. METODOLOGIA:

Aulas expositivas e dialogadas

Atividades individuais e em grupo

Leitura dirigida de textos

Exibição de vídeos e animações

Viagens de estudo e visitas monitoradas

4. AVALIAÇÃO:

Prova escrita

Atividades

Apresentação de trabalhos

Relatórios de aula prática e das visitas monitoradas.

Projetos

5. CONTEÚDO

1º UNIDADE (REVISÃO):

Estrutura dos ácidos nucleicos: DNA e RNA;

Processos moleculares: Duplicação, transcrição e tradução;

Estrutura dos cromossomos e divisão celular;

Alterações cromossômicas humanas.

2º UNIDADE (GENÉTICA):

Noções de probabilidade

Termos básicos da genética

Primeira lei de Mendel

A relação meiose-primeira lei de Mendel

Genealogias e Heredogramas

Ausência de dominância

Alelos múltiplos ou polialelia

Segunda lei de Mendel

A relação meiose-segunda lei de Mendel

A herança dos grupos sanguíneos humanos;

Pleiotropia, interação gênica e herança quantitativa;

Genes ligados e mapeamento genético;

Sistemas de determinação do sexo;

Engenharia genética

3º UNIDADE (EVOLUÇÃO):

O pensamento evolutivo e as teorias da evolução;

Evidências evolutivas;

A genética de populações e os processos evolutivos;

Evolução humana

4º UNIDADE (ECOLOGIA):

Conceitos básicos de Ecologia;

Fluxo de energia no ecossistema

Ciclos biogeoquímicos;

Estudo de populações;

Relações entre os seres vivos;

Sucessão ecológica e Biomas;

Consequências da interferência humana do ambiente.

Desenvolvimento sustentável

6. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS:

BRÖCKELMANN, R.H. Conexões com a Biologia. 1ªed. São Paulo: Moderna, 2013.

AMABIS, J.M.; MARTHO, G.R. Biologia em contexto. 1ªed. São Paulo: Moderna, 2013.

LINHARES, S.; GEWANDSZNAJDER, F. Biologia hoje. 2ªed. São Paulo: Ática, 2013.

LOPES. S.; ROSSO, S. Bio. 1ªed. São Paulo: Saraiva, 2010.

BIZZO, H. Novas bases da Biologia. 1ªed. São Paulo: Ática, 2010.

OSORIO, T.C. Ser protagonista: Biologia. 2ªed. São Paulo: SM, 2013.