Você está na página 1de 7

Arduino Uno

O Arduino Uno (Figura 1) é uma plataforma de prototipagem de código aberto,
OpenSource com uma microcontrolador baseado no ATmega328. Possui 14
pinos de entrada/saída digital (dos quais 6 podem ser usados como saídas
PWM), 6 entradas analógicas, um cristal oscilador de 16MHz, uma conexão
USB, uma entrada de alimentação uma conexão ICSP e um botão de reset.
Contém todo o suporte necessário para o microcontrolador; basta conectá-lo a
um computador com um cabo USB ou ligá-lo com um adaptador AC-CC ou a
uma bateria para utilizá-lo.
Figura 1 - Arduino UNO R3

Descrição
O Uno difere de todas as placas antecessoras, utiliza o Atmega16U2
programado como conversor de USB para serial, Este chip veio para substituir
o Atmega 8U2. A revisão 3 da placa possui novas características: Pinos SDA e
SCL adicionados próximos ao AREF (Figura 2).

3V Flash Memory 32 KB dos quais 0.Descrição Arduino UNO Características Tabela 1.5KB usados por bootloader SRAM 2 KB (ATmega328) EEPROM 1 KB (ATmega328) Velocidade de Clock 16 MHz .Figura 2 . Especificações técnicas Arduino UNO Microcontrolador ATmega328 Voltagem Operacional 5V Voltagem de (recomendada) entrada 7-12V Voltagem de entrada (limites) 6-20V Pinos E/S digitais 14 (dos quais 6 podem ser saídas PWM) Pinos de entrada analógica 6 Corrente CC por pino E/S 40 mA Corrente CC para o pino 50 mA 3.

O Mega 2560 é uma atualização do Arduino Mega e também é compatível com a maioria das shields projetadas para o Arduino Uno e as antigas placas Duemilanove ou o Diecimila. uma conexão USB. devido à algumas caraterísticas que serão detalhadas no decorrer desta seção. um cristal oscilador de 16 MHz. e um botão de reset. 16 entradas analógicas. Especificações técnicas Arduino Mega 2560 Microcontrolador ATmega2560 Tensão operacional 5V Tensão de entrada (recomendado) 7-12V . 4 UARTs (portas de hardware de série). Figura 3 Arduino Mega 2560 Especificações técnicas Tabela 2. Ele tem 54 pinos digitais de entrada / saída (dos quais 15 podem ser usados como saídas PWM). o Mega 2560 é uma plataforma de prototipagem com microcontrolador baseado no ATmega2560. Pode-se afirmar que o Mega 2560 é mais robusto e mais ‘poderoso’ em relação ao Arduino UNO.Arduino Mega 2560 Arduino é uma plataforma OpenSource. assim como o Arduino UNO. um conector jack para alimentação.

Há um conector para alimentação de 2. em comum as duas placas Arduino UNO e MEGA 2560 são os seguintes: . Os pinos de alimentação. Esta (não USB) pode ser tanto de um adaptador CA para CC ou bateria. dos quais 8 KB usados por bootloader SRAM 8 KB EEPROM 4 KB Velocidade do relógio 16 MHz LED_BUILTIN 13 Comprimento 101. No entanto se a alimentação for inferior a 7V. A faixa recomendada é de 7 a 12 volts. o pino 5V pode fornecer menos de cinco volts e a placa pode se mostrar instável.3 mm Peso 37 g Alimentação O Arduino Uno.1mm com o positivo no centro.3V para Pin 50 mA Memória flash 256 KB.Tensão de entrada (limite) 6-20V Pinos Digitais I / O 54 (dos quais 15 podem ser saídas PWM) Pinos de entrada analógica 16 Corrente DC por I / O Pin 20 mA Corrente DC 3. Estas placas podem funcionar com uma fonte de alimentação externa de 6 a 20 volts. assim como o Arduino Mega 2560 podem ser alimentados pela conexão USB ou com uma fonte de alimentação externa. E se a alimentação for maior do que 12V o regulador de voltagem pode superaquecer e danificar a placa.52 mm Largura 53. vide Figura 2.

ou pino VIN da placa (7-12V). Entrada e Saída Cada um dos pinos digitais do Uno e do Mega podem ser utilizados como uma entrada ou uma saída utilizando-se as funções pinMode(). GND. digitalWrite(). Vin: A tensão de entrada para a placa quando esta está usando uma  fonte de alimentação externa. Cada pino pode fornecer ou receber um máximo de 40mA. têm 32KB (dos quais 0. microcontrolador do Arduino UNO. IOREF. pois com uma memória com maior capacidade é possível embarcar códigos bem maiores e mais complexos. 5V: Este pino produz 5 volts regulado pelo regulador da placa. Eles operam a 5V. que merecem ser descritas de maneira especial: . tem 256 KB de memória flash para armazenamento de código (dos quais 8 KB é usado para o bootloader) como descrito na Tabela 2. microcontrolador do Arduino Mega 2560.3 volts gerado pelo regulador da placa. A placa pode ser alimentada da fonte DC ou conector jack (7 . Também tem 2KB de SRAM e 1KB de EEPROM (que pode ser lido ou gravado com a biblioteca EEPROM). pinos de terra. O ATmega328. e digitalRead(). além disso alguns pinos tem funções especializadas. Este pino na placa fornece a referência de tensão para que o microcontrolador opere. Vêse aí um grande diferencial do Arduino Mega em relação ao Arduino UNO. Memória Como foi descrito na Tabela 1.   Drenagem máxima de corrente é 50 mA.5 são utilizados pelo bootloader). Já o ATmega2560. por  conector USB (5V). 8 KB de SRAM e 4KB de EEPROM (que pode ser lido e escrito com a biblioteca EEPROM).12V). 3V3: A alimentação de 3.

como mencionado anteriormente na subseção Entradas e Saídas. descritos nas seções seguintes. Uma biblioteca de SoftwareSerial permite comunicação serial em qualquer dos pinos digitais do Uno ou Mega 2560. piscam quando os dados estão sendo transmitidos através do chip ATmega16U2 e a conexão USB para o computador (mas não por comunicação serial nos pinos 0 e 1). Tipicamente usado para adicionar um botão de reset para shields montados sobre a placa original. Comunicação A placa Mega 2560 tem uma série de facilidades para se comunicar com um computador. Em ambas as placas Arduino o RESET. No Arduino Mega 2560. O Arduino IDE. maior do que o Arduino UNO que fornece apenas uma UART. há ainda Serial 1:pino 19 (RX) e pino 18 (TX). uma outra placa. Serial 2: pino 17 (RX) e pino 16 (TX). além do Serial: pino 0 (RX) e pino 1 (TX). No Arduino UNO esta comunicação é feita através dos pinos A4 (SDA) e A5 (SCL). utiliza estes conceitos e definições para o correto funcionamento dos módulos de comunicação do sistema como o Bluetooth e o Wifi. Os LEDs RX e TX disponíveis em ambas as placas Arduino. . para que fosse possível a utilização do display LCD 16x2 usando apenas estes dois pinos (20 e 21) do Arduino MEGA. onde cabe ao desenvolvedor optar por qual Serial será feita a comunicação com outros dispositivos. Serial 3: pino 15 (RX) e pino 14 (TX). inclui um monitor serial que permite que dados simples de texto sejam enviadas a partir da placa. software utilizado para programação do Arduino (Figura 4). O ATmega2560 fornece quatro UARTs hardware para TTL (5V) de comunicação serial.No Arduino UNO há apenas uma UART fornecida pela Serial no pino 0 (RX) e 1 (TX). ou outros microcontroladores. O autor considera relevante estas informações pois o software proposto neste trabalho e embarcado no Arduino Mega 2560. São usados para receber (RX) e transmitir (TX) dados seriais TTL. envia o valor LOW para reiniciar o microcontrolador. No Arduino Mega têm-se no pino 20 (SDA) e pino 21 (SCL) a comunicação TWI usando a biblioteca Wire. Estes pinos foram utilizados neste trabalho para dar suporte a comunicação do módulo I2C com a placa.

que é descarregada a partir da plataforma. Figura 4 Software Arduino IDE . Simplesmente selecione “Arduino Uno” ou “Arduino/Genuino Mega or Mega 2560”no menu Ferramentas > Placa.Programação As duas placas Arduino podem ser programadas com o software Arduino IDE ou Download Arduino Studio. Tanto o ATmega328 no Arduino Uno quanto o ATmega2560 vem pré-gravado com um bootloader que permite a você enviar um novo código para ele sem a utilização de um programador de hardware externo.