Você está na página 1de 2

Mirem-se no exemplo Mirem-se no exemplo daquelas

mulheres de Atenas
Daquelas mulheres de Atenas Sofrem por seus maridos, poder e fora
de Atenas
Vivem pros seus maridos Quando eles embarcam, soldados
Elas tecem longos bordados
Orgulho e raa de Atenas
Mil quarentenas
E quando eles voltam sedentos
Querem arrancar violentos
Quando amadas, se perfumam Carcias plenas
Obscenas
Se banham com leite, se
arrumam Mirem-se no exemplo daquelas
mulheres de Atenas
Suas melenas Despem-se pros maridos, bravos
guerreiros de Atenas
Quando fustigadas no choram
Quando eles se entopem de vinho
Se ajoelham, pedem imploram Costumam buscar o carinho
De outras falenas
Mas no fim da noite, aos pedaos
Quase sempre voltam pros braos
Mais duras penas: cadenas De suas pequenas
Helenas

Mirem-se no exemplo daquelas


mulheres de Atenas
Mirem-se no exemplo Geram pros seus maridos os novos
filhos de Atenas
Daquelas mulheres de Atenas Elas no tm gosto ou vontade
Nem defeito nem qualidade
Guardam-se pros maridos Tm medo apenas
No tm sonhos, s tm pressgios
Poder e fora de Atenas O seu homem, mares, naufrgios
Lindas sirenas
Morenas
Quando eles embarcam
Mirem-se no exemplo daquelas
soldados
mulheres de Atenas
Elas tecem longos bordados Temem por seus maridos, heris e
amantes de Atenas
Mil quarentenas As jovens vivas marcadas
E as gestantes abandonadas
E quando eles voltam, sedentos No fazem cenas
Vestem-se de negro, se encolhem
Querem arrancar, violentos Se conformam e se recolhem
s suas novenas
Carcias plenas, obscenas
Serenas
Mirem-se no exemplo daquelas Penalits plus dures: cadnes
mulheres de Atenas
Secam por seus maridos, orgulho e
raa de Atenas

Mirez-vous au example
Mirez-vous au example
De quelles femmes dAthne
De quelles femmes dAthne
Elles vivent pour ses maris
Elles se gardent pour ses maris
Fiert et race dAthne
Puissance et force dAthne

Quand aimes, elles se


parfument Quant ils se embarquent
soldats
Se baignent avec du lait, se
rangent Elles tissent longes broderies

Ses melnes mille quarantaines

Quand fuetes, elles ne et quand ils rentrent, assoiffs


pleurent pas ils veulent arracher, violents,
Elles se metent genoux, caresses pleines, obscnes
demandent, implorent