Você está na página 1de 2

Carta de Paulo aos Filipenses

Paulo e Timóteo, servos de Jesus Cristo, para todos os amigos que


estão em Filipos.
Meus desejos de felicidade e de paz, da paz que vem de Deus, nosso
Pai, e da paz que vem de Jesus Cristo.
Agradeço sempre a Deus todas as vezes que me lembro de vocês e
sempre faço orações com muita alegria por vocês, porque desde o
primeiro dia que estive aí, vocês têm trabalhado para que a caridade
e a verdade se espalhem. Por isso, tenho certeza que Aquele que
começou a fazer a obra de amor dentro do coração de vocês, os
aperfeiçoará ainda mais, até o dia da completa felicidade.
E eu sei que posso pensar assim de vocês, porque os tenho no meu
coração, já que, desde o princípio, todos estiveram junto de mim,
tanto nas alegrias, quanto nos momentos em que fui preso para o
bem do Evangelho.
E Deus sabe o quanto estou sentindo saudade de todos, saudades
de nossa amizade que aconteceu graças a misericórdia de Jesus,
que permitiu que nos conhecêssemos.
Pois isso mesmo peço de todo coração, como um amigo, como um
irmão, que vocês façam o amor crescer, dentro de cada um, cada
vez mais, através do conhecimento e do discernimento, do estudo
e da reflexão. Porque, muitas vezes, o que nós achamos que é amor,
é apenas querer e com o querer temos feito muitas coisas para a
nossa infelicidade.
Eu quero que vocês saibam e busquem entender que todas as dores
que tenho passado, a prisão que agora estou, não prejudicam em
nada a divulgação do Evangelho, pelo contrário, estas coisas
ajudam, porque assim todos os soldados, os prisioneiros, os
governantes e todo o povo de Roma pode conhecer a Jesus. E
também, porque eu sei que aí em Filipos existem irmãos que
sabendo que estou preso decidem falar com coragem sobre o
Evangelho.
É verdade que existem algumas pessoas que trabalham na nossa
causa por vaidade e orgulho, mas existem outros que fazem de boa
vontade. E o que importa algumas pessoas estarem pregando por
vaidade? O importante é que a verdade seja espalhada.
Hoje em dia eu vivo para o Cristo, e se eu morrer será um lucro.
Porque se eu morrer poderei encontrar Jesus e, pensando nisso, as
vezes fico desejando de que aconteça logo. Mas eu sei que ainda
existem pessoas a serem ajudadas, além disso, quero encontrar com
vocês, para abraça-los. Por isso, fico em dúvida sobre o que será
melhor. Partir para Jesus é melhor, mas aqui eu ainda sou
necessário.
Eu peço a vocês que se comportem como o Evangelho nos pede,
porque se eu puder ir vê-los mais uma vez, ou não, eu possa saber
que permanecem se esforçando, todos unidos, com um único
objetivo, que é o de construir o Reino de Deus dentro do coração.
Porque para vocês foi concedido um direito muito grande, que não
é o de apenas acreditar nas palavras de Jesus, mas também de sofrer
por ele. E lembrem-se que agora é o momento de vocês passarem
pelo sofrimento do combate interior que me viram passar e que
ainda estou passando.
Se vocês se sentem consolados pelo amor que vocês recebem de
Jesus, se vocês estão juntos de alguma forma, se vocês sentem
alguma compaixão, me façam sorrir, nutrindo esse amor entre
vocês. Não façam nada para alimentar nenhuma discussão, nem
façam nada para se vangloriar, mas façam por humildade, por
saberem que são vocês os necessitados. Que ninguém busque os
próprios interesses, mas busquem o que será melhor para todos.
Buscando ter em todos vocês o mesmo amor que Jesus tem por nós.
O mesmo Jesus que, por esse amor, esvaziou-se a si mesmo, se
tornando um servo, semelhante a todos nós, humilhou a si mesmo
e foi obediente, nunca pensando em si mesmo, apenas fazendo o
bem, até a morte na cruz.
Deus permitiu que isso acontecesse para que Jesus fosse nosso guia
para a iluminação. E do mesmo jeito Deus transformará o coração
de cada um de nós, contanto que tenhamos obediência e boa
vontade. Fazendo tudo sem reclamar, nem questionar, para que
estejam com a consciência tranquila de terem feito tudo que era
possível, se tornando filhos de Deus, no meio de um mundo que
parece perdido.
E ainda que eu seja morto injustamente, servirei de sacrifício e
morrerei feliz, façam vocês o mesmo e sejamos todos felizes.