Você está na página 1de 6

Ficha de

Avaliação Sumativa 2 Versão B 12-12-2017


Aluno(a Nº Ano 11 Turma A
)
PÁGINA Nº

Grupo I
O seguinte gráfico velocidade-tempo refere-se ao movimento retilíneo de um automóvel de
800 kg.

1. (8) O primeiro instante em que ocorre inversão de sentido é:


(A) t = 5 s (B) t = 10 s (C) t = 15 s (D) t = 16 s

2. (8) Identifique os termos que preenchem sequencialmente as seguintes frases:


“No intervalo de tempo [5,10] s, o automóvel move-se no sentido ________ e a sua energia
cinética _______. A resultante das forças que atuam no automóvel faz um ângulo de _____
com o deslocamento.”

(A) positivo .... diminui ..... 180 


(B) positivo .... aumenta .... 0
(C) negativo .... diminui ... 180
(D) negativo .... aumenta .... 0
PÁGINA Nº

3. (8) O automóvel descreve movimento retilíneo uniformemente retardado, no sentido


negativo, no intervalo de tempo:
(A) [0,5] s (B) [5,10] s (C) [10,15] s (D) [15,16] s

4. (10) Indique, justificando, um intervalo de tempo em que se verifique a Lei da Inércia.

5. (8) Em qual dos esquemas se encontram corretamente representados os vetores


velocidade e aceleração no instante t = 19 s?

6. (12) Determine a componente escalar da velocidade média do automóvel nos primeiros


10 s.
Apresente todas as etapas de resolução.

7. (12) Determine a componente escalar da resultante das forças que atua no automóvel no
instante t = 17 s.
Apresente todas as etapas de resolução.

8. (8) No instante t = 30 s, um mosquito colide com o automóvel. Selecione a alternativa


correta.

(A) A força exercida pelo automóvel sobre o mosquito tem o mesmo sentido da força
exercida pelo mosquito sobre o automóvel.
(B) A força exercida pelo automóvel sobre o mosquito é perpendicular à força exercida pelo
mosquito sobre o automóvel.
(C)A força exercida pelo automóvel sobre o mosquito e a força exercida pelo mosquito sobre
o automóvel têm a mesma intensidade.
(D) A força exercida pelo automóvel sobra o mosquito é mais intensa que a força exercida
pelo mosquito sobre o automóvel.
PÁGINA Nº

Grupo II

1. A 2 de agosto de 1971, o astronauta David Scott, comandante da missão Apollo 15,


realizou na Lua (onde a atmosfera é praticamente inexistente) uma experiência com um
martelo geológico (de massa 1,32 kg) e uma pena de falcão (de massa 0,030 kg): Scott
segurou o martelo e a pena à mesma altura, largando-os em simultâneo. Os dois objetos
caíram lado a lado, chegando ao chão ao mesmo tempo.

Considere o eixo Oy vertical, com sentido positivo para cima e a origem O coincidente com o
nível do chão.

1.1 (8) O martelo e a pena chegam ao chão ao mesmo tempo, porque, estando sujeitos a
forças gravíticas…
(A) diferentes, caem com acelerações diferentes.
(B) iguais, caem com acelerações diferentes.
(C) iguais, caem com acelerações iguais.
(D) diferentes, caem com acelerações iguais.

1.2 (8) O martelo, em relação à pena, chega ao solo...


(A) com maior velocidade e maior energia mecânica.
(B) com a mesma velocidade e a mesma energia mecânica.
(C) com a mesma velocidade mas maior energia mecânica.
(D) com maior velocidade mas a mesma energia mecânica.

1.3. (8) Selecione o gráfico que pode representar a componente escalar da velocidade do
martelo, vy, segundo o eixo Oy em função do tempo, t, desde o instante em que é largado até
ao instante em que atinge o chão.

(A) (B) (C) (D)


)

1.4. A componente escalar da posição da pena, segundo Oy, ypena, ao longo do tempo, t , é
dada pela equação y(t)pena =1,50-0,81 t2 (SI), válida no intervalo de t = 0 s, instante em que a
pena é largada, até ao instante em que a pena atinge o chão.
1.4.1 (8) Qual é a aceleração gravítica na Lua?

1.4.2 (10) Determine a distância percorrida até ao instante t = 1 s. Apresente todas as etapas
de resolução.
PÁGINA Nº

1.4.3 (18) Determine a energia cinética da pena quando se encontra a uma altura de 50 cm.
Apresente todas as etapas de resolução.

1.4.4 (8) Selecione o gráfico que traduz a energia potencial gravítica, Ep, do sistema
pena+Terra em função do tempo até atingir o solo.

2. (10) A partir da Segunda Lei de Newton e da Lei da Gravitação Universal, determine o


módulo da aceleração gravítica de um satélite em queda livre para a Terra, que se encontra a
uma altitude correspondente a 3 rTerra.
mTerra = 5,98  1024 kg
rTerra = 6,4  106 m

3. A componente escalar da velocidade do movimento vertical de uma paraquedista de 60 kg,


em função do tempo, é descrita pelo gráfico seguinte:

3.1 (8) Indique, justificando, qual é o sentido convencionado como positivo para o referencial
cartesiano escolhido para caraterizar o movimento.

3.2 (8) Determine a intensidade da resistência do ar que atua sobre a paraquedista quando
esta atinge a primeira velocidade terminal.
PÁGINA Nº

3.3 (8) Qual das afirmações é correta?


(A) A paraquedista abre o paraquedas no instante t3.
(B) Antes de atingir a primeira velocidade terminal a intensidade da resultante das forças
que atuam na paraquedista aumenta e tem o sentido do movimento.
(C) No instante inicial, a aceleração da paraquedista é igual à aceleração gravítica.
(D) No intervalo de tempo [t2, t3], a paraquedista tem movimento uniformemente
acelerado.

Grupo III

Observe a figura: um bloco de massa 100 g é largado do ponto A de uma rampa de inclinação
30, onde o atrito é desprezável, passando em B com velocidade de módulo 3,0 m.s -1. No plano
BC existe atrito, de intensidade 0,10 N, e passa a atuar sobre o bloco uma força de intensidade
F, de 1,0 N, que faz um ângulo de 20 com a horizontal.

1. (12) Escreva a lei das velocidades para o movimento do bloco do ponto A até ao ponto B
da rampa.
Apresente todas as etapas de resolução.

2. (12) Determine a aceleração do bloco no plano BC.


Apresente todas as etapas de resolução.