Você está na página 1de 7

Aula 02

0.1 Princ´ıpios fundamentais da contagem

A an´alise combinat´oria trata da determina¸c˜ao do n´umero de possibilidades l´ogicas de algum evento, sem necessariamente, identificar todos os casos. Temos ent˜ao dois princ´ıpios fundamentais no processo de contagem dessas possibilidades: Os Princ´ıpios da regra da soma e do produto.

Princ´ıpio da regra da soma.

Suponha que um evento E 1 ocorra de m maneiras e que um segundo evento E 2 ocorra

de n maneiras tal que ambos n˜ao ocorram simultaneamente. Ent˜ao E 1 ou E 2 podem

ocorrer de m + n maneiras. Genericamente, sejam E 1 , E 2 , E 3 ,

ram de n 1 , n 2 , n 3 ,

Ent˜ao algum dos eventos ocorre de n 1 + n 2 + n 3 +

Exemplo 0.1. Se existem 8 professores de c´alculo do sexo masculino e 5 do sexo feminino, um dos estudantes pode escolher um professor de c´alculo de 8+5=13 ma- neiras.

Exemplo 0.2. Suponha que E 1 ´e o evento de escolher um n´umero primo natural menor do que 10 e, E 2 o evento de escolher um n´umero par natural menor que 10. Ent˜ao E 1 pode ocorrer de 4 maneiras, (2, 3, 5, 7), e E 2 de 4 maneiras, (2, 4, 6, 8). No entanto, E 1 ou E 2 n˜ao ocorrem de 4+4 maneiras, pois 2 ´e primo e par ao mesmo tempo. Logo E 1 ou E 2 ocorrem em apenas 4+4-1=7 maneiras.

eventos que ocor-

maneiras sendo que, dois deles, n˜ao ocorram sumultaneamente.

maneiras.

Princ´ıpio da regra do produto.

Suponha que existe um evento E 1 que ocorre de m maneiras e, independentemente deste, existe um segundo evento E 2 que ocorre de n maneiras. As combina¸c˜oes de E 1 e E 2 ocorrem de m · n maneiras. Genericamente, se um evento E 1 ocorre de n 1

maneiras, um evento E 2 de n 2 maneiras, E 3 de n 3 maneiras, e assim sucessivamente,

ent˜ao todos os eventos podem ocorrer de n 1 · n 2 · n 3

Exemplo 0.3. Seja uma placa de carro quecont´em duas letras seguidas de por trˆes algarismos, sendo o primeiro d´ıgito n˜ao nulo. Quantas placas de carro podem ser

maneiras.

1

impressas?

Solu¸c˜ao

Existem 26 possibilidades para cada letra, o primeiro algarismo tem 9 possibilidades (pois n˜ao pode ser zero) e cada um dos outros algarismos tem 10 possibilidades. Portanto

26 · 26 · 9 · 10 · 10 = 608 400

Ent˜ao podem ser impressas 608 400 placas distintas.

Exemplo 0.4. De quantas maneiras uma organiza¸c˜ao com 26 membros pode eleger um presidente, um tesoureiro e um secret´ario (claro, sendo que nenhum deles assuma dois cargos distintos!).

Solu¸c˜ao

Temos que o presidente pode ser eleito de 26 maneiras, o tesoureiro de 25 maneiras e o secret´ario de 24 maneiros. Ent˜ao

26 · 25 · 24 = 15 600

Temos 15 600 maneiras de eleger os membros para os cargos.

Podemos interpretar esses dois princ´ıpios fundamentais da seguinte maneira:

Sejam n(A) o n´umero de elementos de um conjunto A. Ent˜ao

1. Princ´ıpio da regra da soma: Se A e B s˜ao conjuntos disjuntos (ou seja, A B = ), ent˜ao

n(A B) = n(A) + n(B)

2. Princ´ıpio da regra do produto: Seja A × B o produto cartesiano dos conjuntos A e B, ent˜ao

n(A × B) = n(A) · n(B)

0.2

Fatorial

O

produto dos inteiros positivos de 1 at´e n, inclusive, ´e denotado por n! (lˆe-se

n fatorial”):

 

n! = 1 · 2 · 3 · 4 ·

· (n 2)(n 1)n

´

E

definido tamb´em os seguintes fatoriais:

1! = 1

n! = n · (n 1)!

2

e

0! = 1

Exemplo

0.5. 2!=1 · 2 = 2,

4! = 1 · 2 · 3 · 4 = 24

Exemplo 0.6. 8!

6! = 8 · 7 · 6!

6!

= 8 · 7 = 56,

Exemplo 0.7.

n! 1)! = n(n 1)!

(n 1)!

(n

= n

0.3

Permuta¸c˜oes

12 · 11 · 10 = 12 · 11 · 10 · 9!

= 12!

 

9!

9!

Dado um conjunto de objetos distintos, uma permuta¸c˜ao do conjunto ´e uma ordena¸c˜ao dos elementos deste conjunto.

Exemplo 0.8. Sejam as letras A, J, S. As permuta¸c˜oes poss´ıveis delas s˜ao as sequˆencias abaixo:

AJP,

AP J,

JAP,

JP A,

P AJ,

P JA

Qualquer or-

dena¸c˜ao r n desses objetos ´e deniminada r - permuta¸c˜oes ou uma permuta¸c˜ao de n objetos tomando r a cada vez.

Exemplo 0.9. Sejam as letras a, b, c, d.

Seja n o n´umero de objetos de uma determinada ordena¸c˜ao.

1. bdca, dcba, acdb, s˜ao permuta¸c˜oes das quatro letras tomadas todas a cada vez.

2. bad, adb, cbd, bca, s˜ao permuta¸c˜oes das quatro letras tomando trˆes a cada vez.

O n´umero de permuta¸c˜oes de n objetos, tomando r a cada vez, ´e denotado por

P (n, r),

n P r ,

P n,r

Exemplo 0.10. Quantas permuta¸c˜oes s˜ao poss´ıveis ser formadas com as letras AJP sem repeti¸c˜oes.

Solu¸c˜ao Queremos permutar as letras todas a cada vez, isto ´e, P (3, 3). Uma das formas de re- solver ´e usar o pr´ıncipio multiplicativo (regra do produto). Assim, vamos utilizar a tabela abaixo para representar cada espa¸co para as letras:

tabela abaixo para representar cada espa¸co para as letras: Temos ent˜ao que a primeira letra pode

Temos ent˜ao que a primeira letra pode ser escolhida de 3 maneiras distintas, a segunda letra de 2 maneiras e a terceira letra de 1 maneira distinta. Ent˜ao

3 2 1 3
3
2
1
3

E logo temos que existem 3 · 2 · 1 = 6 permuta¸c˜oes distintas das letras AJP .

Perceba que as permuta¸c˜oes distintas do exemplo acima podem ser expressa como 3! = 3 · 2 · 1 = 6 assim, sendo n o n´umero de objetos, para permutar todos de uma vez temos

Observe que

n! = n.(n 1).(n 2)

3.2.1

n! = n(n 1)! = n(n 1)(n 2)! = · · · = n(n 1)(n 2)

para 1 r n. Logo podemos reescrever

n! = n(n 1)(n 2)

(n r + 1)(n r)!

(n r + 1)(n r)!

como

Ent˜ao P (n, r) =

n! = n(n 1)(n 2)

(n r + 1)(n r)!

(n r)!

=

n!

(n r)!

(n n! r)! ´e a f´ormula geral para permuta¸c˜oes distintas r a r, com 1 r n.

0.4 Permuta¸c˜oes com repeti¸c˜oes e permuta¸c˜oes circu- lares

As permuta¸c˜oes estudadas anteriormente s˜ao permuta¸c˜oes que envolvem con- juntos com elementos distintos. Por´em, h´a problemas em que os objetos envolvidos se repetem e neste caso precisamos de uma maneira de calcular essas permuta¸c˜oes.

Vamos come¸car calculando quantas s˜ao as permuta¸c˜oes das letras da palavra ARARA. Se passarmos um tempo tentando todas as reordena¸c˜oes poss´ıveis das letras da palavra ARARA, encontraremos as 10 palavras abaixo:

ARARA ARAAR ARRAA AAARR AARAR

AARRA RARAA RAARA RAAAR RRAAA

Mas como poder´ıamos determinar que s˜ao 10 permuta¸c˜oes, sem ter de list´a-las?

Pensamos, primeiramente, como se a palavra ARARA possu´ısse de 5 letras distintas, como

em: A 1 R 1 A 2 R 2 A 3 . Temos

(supomos que s˜ao). Agora perceba que o grupo de A s pode ser permutado de 3! = 6 maneiras e o grupo de R s pode ser 2! = 2 maneiras. Para cada uma delas n˜ao temos o n´umero de possibilidades (temos de todas elas juntas e em pequenos grupos separados). Logo chamemos de x tal permuta¸c˜ao. Assim,

que sua permuta¸c˜ao total ´e de 5! = 120 de elementos distintos

x · 3! · 2! = 5! = 120

4

ent˜ao

120 2! = 120 2 = 120

3! ·

12

x =

= 10

6 ·

, n r ) as permuta¸c˜oes de n objetos dos quais

, n r s˜ao equivalentes (n r ´e o grupo de elementos

Denotamos por P (n; n 1 , n 2 , n 3 ,

n 1 s˜ao equivalentes, n 2 s˜ao equivalentes,

que s˜ao repetidos). Genericamente temos que

P(n; n 1 , n 2 , n 3 ,

,

n r ) =

n!

n 1 ! · n 2 ! ·

n r

Exemplo 0.11. Quantas palavras podem ser formadas com a palavra BABBY ?

Solu¸c˜ao Temos que o total de permuta¸c˜oes, se as letras fossem distintas ´e de 5! = 120 e da letra B temos 3! = 6. Pela f´ormula acima temos

P (5; 3) = 5! 3! = 120

6

= 20

Logo, com as cinco letras ´e poss´ıvel formar 20 palavras da palavra BABBY .

Exemplo 0.12. Uma pessoa tem 6 garrafas de vinho para servir em uma festa em sua casa. Os vinhos s˜ao de 3 tipos, 2 garrafas de cada tipo. Esta pessoa est´a preocupada com a ordem em que deve servir os vinhos. Quantas s˜ao as possibilidades?

Solu¸c˜ao O n´umero de ordena¸c˜oes poss´ıveis para as garrafas s˜ao as permuta¸c˜oes de 6 objetos, sendo os objetos de 3 tipos, 2 objetos de cada tipo. Usando a f´ormula, temos:

P (6; 2, 2, 2) =

6!

2!.2!.2! = 720

8

= 90

As permuta¸c˜oes vistas at´e agora s˜ao permuta¸c˜oes lineares, isto ´e, podem ser organizadas em fila. Para uma permuta¸c˜ao circular veremos o seguinte problema:

de quantas maneiras 5 pessoas podem se sentar em torno de uma mesa circular?

Posto desta forma, a quest˜ao fica um pouco vaga. Quando duas pessoas est˜ao sentadas da mesma forma? Vamos chamar as pessoas de A, B, C, D, E. Considere as ordena¸c˜oes dadas pela figura a seguir:

da mesma forma? Vamos chamar as pessoas de A, B, C, D, E . Considere as

5

Duas permuta¸c˜oes de pessoas s˜ao consideradas como a mesma permuta¸c˜ao cir- cular se uma pode ser obtida da outra, rodando todas as pessoas em c´ırculo na mesma dire¸c˜ao e pela mesma quantidade. Na figura anterior, da permuta¸c˜ao ABCDE (ordena¸c˜ao da esquerda) para a permuta¸c˜ao EABCD (ordena¸c˜ao do meio), todas as 5 pessoas pula- ram exatamente 1 cadeira, no sentido dos ponteiros do rel´ogio.

Da permuta¸c˜ao ABCDE para a permuta¸c˜ao DEABC (ordena¸c˜ao da direita) todos pularam 2 cadeiras, no mesmo sentido, o dos ponteiros do rel´ogio.

Ainda com rela¸c˜ao a` figura anterior, se as pessoas pulassem novamente 1 ca- deira, ter´ıamos a permuta¸c˜ao CDEAB. Pulando novamente, ter´ıamos a permuta¸c˜ao BCDEA. Se pulassem 1 cadeira novamente voltariam a` posi¸c˜ao inicial. Logo, vemos que as 5 permuta¸c˜oes lineares:

ABCDE

EABCD

DEABC

CDEAB

BCDEA

s˜ao idˆenticas quando vistas como permuta¸c˜oes circulares. Portanto, cada 5 permuta¸c˜oes lineares correspondem a` mesma permuta¸c˜ao circular. O n´umero total de permuta¸c˜oes lineares de 5 pessoas ´e:

P (5) = 5!

Para obter o n´umero de permuta¸c˜oes circulares basta dividir este n´umero por 5. Portanto, s˜ao:

5!

5

= 5 · 4!

5

= 4! = 4.3.2.1 = 24

permuta¸c˜oes circulares de 5 pessoas.

De um modo geral, se forem n objetos, ent˜ao cada n permuta¸c˜oes lineares correspondem `a mesma permuta¸c˜ao circular. O total de permuta¸c˜oes circulares ´e:

n!

n

= n · (n 1)!

n

= (n 1)!

ou seja, o n´umero de permuta¸c˜oes circulares de n objetos ´e dado por (n 1)!

Exemplo 0.13. De quantas maneiras podemos colocar 4 homens e 4 mulheres em uma mesa, de forma que os homens sempre estejam entre duas mulheres e vice-versa, isto ´e, n˜ao haja dois homens nem duas mulheres sentados lado a lado?

Solu¸c˜ao Para resolver este problema, vamos inicialmente determinar o n´umero de permuta¸c˜oes lineares com a propriedade desejada (alternar homens e mulheres). Depois, calculamos o n´umero de permuta¸c˜oes circulares, sabendo que cada 8 permuta¸c˜ooes lineares correspon- dem a uma permuta¸c˜ao circular. O n´umero de permuta¸c˜oes lineares que come¸ca com um homem ´e 576, pois temos 4 maneiras de escolher a primeira posi¸c˜ao (s˜ao 4 homens), 4

6

maneiras de escolher a segunda posi¸c˜ao (s˜ao 4 mulheres), 3 maneiras de escolher a terceira (tem que ser um homem e sobraram 3 homens) etc.

Portanto, h´a 4 · 4 · 3 · 3 · 2 · 2 · 1 · 1 = 576 permuta¸c˜oes lineares iniciando com um homem. Analogamente, h´a 576 permuta¸c˜oes lineares iniciando com uma mulher. Assim, h´a 576 + 576 = 1152 permuta¸c˜oes lineares. Cada 8 destas permuta¸c˜oes correspondem a uma permuta¸c˜ao circular.

Portanto, h´a 1152 = 144 permuta¸c˜oes circulares com a propriedade desejada.

8

Exerc´ıcio

1. Determine: 10!, 4!, 52 · 7!.

2. Um aluno se prepara para ingressar no ensino superior. Ele pode escolher entre 10 universidades. Se cada uma delas tiver 15 cursos, quantas possibilidades de cursos h´a para este aluno?

3. Um restaurante oferece 4 tipos de entrada, 10 pratos principais e 5 tipos de sobremesa. Se um freguˆes deste restaurante decide tentar uma refei¸c˜ao diferente a cada noite, quanto tempo levar´a para esgotar todas as possibilidades?

4. Em um jogo de “cara ou coroa”, uma moeda ´e lan¸cada 3 vezes. Qual o n´umero de resultados poss´ıveis?

5. Quantos inteiros m´ultiplos de 5 existem entre 1000 (inclusive) e 4999?

6. Quantos s˜ao os anagramas da palavra CALOR?

7. Qual o n´umero de resultados poss´ıveis em uma corrida de carros, onde 6 deles com- petem e todos chegam ao final ?

8. Quantas permuta¸c˜oes existem para a palavra BICICLET A?

9. Determine:

a) (n

b)

+ 2)!

n!

n!

(n

2)!

c) (n 1)!

+ 2)!

(n

7