Você está na página 1de 31

Introdução à Bioestatística

ENP 112 INTRODUÇÃO À ESTATÍSTICA APLICADA PROF. MS. CLAUDIA CARVALHO


Introdução à Estatística

Estatística é a ciência que fornece métodos para


coleta, organização, descrição, análise e interpretação
de dados, objetivando tomada de decisões e
facilitando o estabelecimento de conclusões confiáveis
sobre algum fenômeno que esteja sendo estudado.

ENP 112 INTRODUÇÃO À ESTATÍSTICA APLICADA PROF. MS. CLAUDIA CARVALHO


Por que precisamos estudar Estatística?

Porque precisamos entender as informações e usá-las


eficazmente.

Exemplos de Aplicações da Estatística:


Contabilidade: Auditorias contábeis
Finanças: Consultores Financeiros
Produção: Ênfase à Qualidade
Saúde: Epidemiologia

ENP 112 INTRODUÇÃO À ESTATÍSTICA APLICADA PROF. MS. CLAUDIA CARVALHO


“Data does not provide information - you have to
torture data for it to give information. And the
instrument of torture is Statistics.”
- Mikel Harry

ENP 112 INTRODUÇÃO À ESTATÍSTICA APLICADA PROF. MS. CLAUDIA CARVALHO


Áreas da Estatística

É usual dividir a Estatística em 3 grandes áreas, embora


não sejam ramos isolados:

 Amostragem:

 Trata do planejamento e da coleta dos


elementos da população.

ENP 112 INTRODUÇÃO À ESTATÍSTICA APLICADA PROF. MS. CLAUDIA CARVALHO


 Estatística Descritiva:

 Trata da coleta, organização, apresentação e


sintetização (descrição) de dados.

 Inclui procedimentos de coleta, estratificação, síntese e


apresentação de dados. Gráficos, tabelas e medidas
sintetizadoras, tais como média e desvio padrão, são
usados para descrever a estrutura básica do assunto em
estudo.

ENP 112 INTRODUÇÃO À ESTATÍSTICA APLICADA PROF. MS. CLAUDIA CARVALHO


 Estatística Inferencial:

 Trata-se da análise e interpretação desses dados.

 Utiliza um conjunto de métodos para a tomada de


decisões sobre a população, com base em estudos
realizados sobre os dados amostrais, nas situações em
que existem incerteza e variação.

 O processo de inferência estatística envolve o uso de uma


estatística amostral para se chegar a uma conclusão sobre
um parâmetro populacional desconhecido.

ENP 112 INTRODUÇÃO À ESTATÍSTICA APLICADA PROF. MS. CLAUDIA CARVALHO


Alguns Conceitos Básicos da Estatística

 População:

 É a totalidade dos elementos de um universo


sobre o qual desejamos estabelecer conclusões.

 Amostra:

 É um subconjunto de elementos extraídos de


uma população.

ENP 112 INTRODUÇÃO À ESTATÍSTICA APLICADA PROF. MS. CLAUDIA CARVALHO


A generalização da amostra para a população em estudo é
feita por meio de um modelo estatístico.
ENP 112 INTRODUÇÃO À ESTATÍSTICA APLICADA PROF. MS. CLAUDIA CARVALHO
Exemplo 1

A empresa XYZ deseja saber o tempo médio gasto pelos


funcionários com telefonemas externos durante o horário de
expediente

• População: Total de funcionários da empresa XYZ.

• Amostra: Grupo de funcionários da empresa XYZ,


selecionados aleatoriamente.

ENP 112 INTRODUÇÃO À ESTATÍSTICA APLICADA PROF. MS. CLAUDIA CARVALHO


 Experimento ou fenômeno: é uma observação ou um
procedimento que gera resultados e é passível de ser
modelado matematicamente.
População Experimento
Universidades brasileiras Determinar o número de alunos

Declarações de Imposto de Renda de


contribuintes do Rio de Janeiro, ano base 2008,
Calcular o imposto devido
enviadas
pela INTERNET
Países que integram a ONU Identificar as etnias nos países
Observar as medidas de temperatura
Bairros da cidade do Rio de Janeiro
nos medidores instalados nos bairros
Avaliar o grau de satisfação quanto aos
Funcionários de uma empresa
benefícios oferecidos.
ENP 112 INTRODUÇÃO À ESTATÍSTICA APLICADA PROF. MS. CLAUDIA CARVALHO
 Parâmetro: é uma medida numérica que descreve
alguma característica de uma população. Os parâmetros
são constantes normalmente desconhecidos que
necessitam ser estimados por meio de uma amostra
extraída da população.

Ex.: Tempo médio gasto (m) pela população de


funcionários da empresa XYZ com ligações externas
durante o horário de expediente.

ENP 112 INTRODUÇÃO À ESTATÍSTICA APLICADA PROF. MS. CLAUDIA CARVALHO


 Estatística:

 É uma função dos dados amostrais e que não


depende de parâmetros desconhecidos.

 A Média Amostral x é uma estatística.

Ex.: Estimativa da média do tempo gasto ( x ) pela


amostra de funcionários da empresa XYZ com
ligações externas durante o horário de expediente.

ENP 112 INTRODUÇÃO À ESTATÍSTICA APLICADA PROF. MS. CLAUDIA CARVALHO


ENP 112 INTRODUÇÃO À ESTATÍSTICA APLICADA PROF. MS. CLAUDIA CARVALHO
Estatística Descritiva
Definições chaves
Dados
São os fatos e números coletados, analisados e sintetizados para
apresentação e interpretação. Juntos, os dados coletados em um estudo
particular são denominados o conjunto de dados para o estudo.
Ex.: 35 anos

Elementos
São as entidades sobre as quais os dados são coletados.
Ex.: Indivíduos (José)

Variável
É uma característica de interesse para os elementos.
Ex.: Idade
ENP 112 INTRODUÇÃO À ESTATÍSTICA APLICADA PROF. MS. CLAUDIA CARVALHO
EXEMPLO
Variáveis

Conjunto de dados contendo informações financeiras referentes a 5 empresas

Bolsa de Símbolo Vendas Anuais Preço da Relação


Empresa Valores Painel (US$ milhões) Ação (US$) Preço/

Eletrônico Ganhos

Award Software OTC AWRD 15,7 11,50 22,50

Chesapeake Energy NYSE CHK 255,3 7,88 12,70

Craig Corporation NYSE CRG 29,4 17,00 7,50

Giant Group OTC GPO 7,2 6,56 2,10

Edisto Resources AMEX EDT 254,6 9,69 6,00

Elemento Conjunto de dados

ENP 112 INTRODUÇÃO À ESTATÍSTICA APLICADA PROF. MS. CLAUDIA CARVALHO


 Tipos de variáveis

A técnica estatística utilizada para se fazer a


análise depende do tipo de dado coletado!!!

VARIÁVEL

QUALITATIVA QUANTITATIVA

NOMINAL ORDINAL DISCRETA CONTÍNUA

ENP 112 INTRODUÇÃO À ESTATÍSTICA APLICADA PROF. MS. CLAUDIA CARVALHO


 Variáveis Quantitativas

São observações medidas em uma escala numérica.

 Discretas:

Os dados discretos podem assumir somente alguns valores


específicos, havendo "saltos" entre eles. Muitas vezes esses
dados resultam de contagens.

Ex.: Os números 2, 4, 3, 3, 1, 1, 2, 4, 5, 3, 2, 4 podem representar:

 Número de latas de refrigerante amassadas em um lote.

ENP 112 INTRODUÇÃO À ESTATÍSTICA APLICADA PROF. MS. CLAUDIA CARVALHO


 Contínuas:

 Os dados contínuos podem assumir qualquer valor


dentro de uma faixa específica.

Ex.: Tempo para atendimento telefônico de clientes


(em segundos).

ENP 112 INTRODUÇÃO À ESTATÍSTICA APLICADA PROF. MS. CLAUDIA CARVALHO


 Variáveis Qualitativas

São dados que podem, somente, ser classificados em uma


categoria de conjuntos.

Ordinais: São os dados em que ordenar as categorias faz sentido.


Ex.: Nível de satisfação dos consumidores:
1 = Muito Insatisfeito, 2 = Insatisfeito, 3 = Neutro, 4 = Satisfeito,
5 = Muito Satisfeito.

 Nominais: São os dados em que ordenar as categorias não faz


sentido.

Ex.: Sexo: 1 = Feminino, 2 = Masculino.

ENP 112 INTRODUÇÃO À ESTATÍSTICA APLICADA PROF. MS. CLAUDIA CARVALHO


EXERCÍCIO: Classifique as variáveis

População Variável Classificação

Funcionários de uma multinacional nacionalidade Qualitativa nominal

Casais residentes na Barra da Tijuca número de filhos Quantitativa discreta

Países da América Latina taxa de mortalidade Quantitativa contínua

Universidades brasileiras Conceito do ENADE Qualitativa ordinal

Pacientes internados em um hospital diagnóstico dos pacientes Qualitativa nominal

Produção de uma fábrica de papel Gramatura do papel produzido Quantitativa Contínua

ENP 112 INTRODUÇÃO À ESTATÍSTICA APLICADA PROF. MS. CLAUDIA CARVALHO


Tabela de Distribuição de Frequências
Usada para sintetizar contagens. Consiste na estruturação de freqüências
(absoluta, percentual e/ou acumulada) para cada grupo (classe) definida.

TÍTULO Níveis séricos de colesterol para 1067 homens dos Estados Unidos,
com idades entre 25 e 34 anos, 1976 – 1980
VARIÁVEL
Nível de Colesterol Número de % Freqüência fac
(mg/100ml) Homens Acumulada
80 | 120 13 1,22 13
120 | 160 150 14,06 163
FREQUENCIA 160 | 200 442 41,42 605
ABSOLUTA (fi) 200 | 240 299 28,02 904
240 | 280 115 10,78 1019
LIMITE
280 | 320 34 3,19 1053
INFERIOR (li)
320 | 360 9 0,84 1062
LIMITE
SUPERIOR (ls) 360 | 400 5 0,47 1065
Total 1067 100 -----
RODAPÉ Fonte: Pagano & Gauvreau
FREQUENCIA RELATIVA PERCENTUAL (fr)

ENP 112 INTRODUÇÃO À ESTATÍSTICA APLICADA PROF. MS. CLAUDIA CARVALHO


Elementos de uma distribuição de freqüência:

Amplitude total (AT): é a diferença entre o maior e o menor valor observado.


Intervalo de classe (h): é cada um dos grupos de valores do conjunto de valores
observados, ou seja, são os intervalos de variação da variável.
Freqüência simples absoluta (fi ): é o número de elementos pertencentes a uma
categoria, valor ou classe.  f i = n, sendo n o tamanho da amostra.
Freqüência relativa (fr): é o quociente entre a freqüência absoluta e o tamanho da
amostra, isto é, fr = fi / n.

Porcentagem (%): é a freqüência relativa multiplicada por 100.


Freqüência acumulada (fac): é o número de vezes que uma variável assume um valor
inferior, superior ou igual a esse valor. Só faz sentido ser calculada para variáveis
quantitativas.
A freqüência acumulada pode ser:
• Abaixo de – representa a soma das freqüências ou porcentagens da classe ou do
valor correspondente e seus valores antecessores.
• Acima de – representa a soma das freqüências ou porcentagens da classe ou do
valor correspondente e seus valores sucessores.

ENP 112 INTRODUÇÃO À ESTATÍSTICA APLICADA PROF. MS. CLAUDIA CARVALHO


Representação Gráfica
• Os gráficos são utilizados para dar uma impressão rápida e didática do
fenômeno estudado;
• Existe um tipo de gráfico mais adequado a cada tipo de variável.
• Gráficos mais utilizados são:
- Barras
- Setores (ou Pizza)
- Colunas
- Linhas
- Histograma
- Polígono de Frequência
- Box Plot*
- Diagrama de Dispersão*

* Serão apresentados mais à frente

ENP 112 INTRODUÇÃO À ESTATÍSTICA APLICADA PROF. MS. CLAUDIA CARVALHO


 Gráfico de Setores: As freqüências percentuais da variável são
apresentadas como fatias de pizza. Utilizado para variáveis qualitativas.

Distribuição da População Beneficiária da Cobertura


Odontológica nas Empresas Privadas, por Sexo – Brasil/2006

Fonte: Pesquisa Nacional 2006 - UNIDAS

ENP 112 INTRODUÇÃO À ESTATÍSTICA APLICADA PROF. MS. CLAUDIA CARVALHO


 Gráfico de barras: As freqüências absolutas, relativas ou percentuais são
expressas através de barras horizontais. Geralmente apresenta-se de forma
ordenada decrescente (a maior freqüência deve ser a primeira barra).
Utilizado para variáveis qualitativas nominais.

Distribuição dos Recém-nascidos do HE – Faculdade de Medicina de Itajubá,


segundo Tipo Sanguíneo – MG / 1996

O
Tipo Sanguíneo

AB

0 10 20 30 40 50 60

Quantidade de Recém-nascidos

Fonte: Livro de Registros, Maternidade

ENP 112 INTRODUÇÃO À ESTATÍSTICA APLICADA PROF. MS. CLAUDIA CARVALHO


 Gráfico de Colunas: As freqüências absoluta, relativa ou percentual são
apresentadas por colunas verticais espaçadas. É utilizado para variáveis
quantitativas discretas ou qualitativas ordinais. A escala horizontal do gráfico
representa os valores da variável.

Distribuição dos Motoristas de uma Cidade, segundo Número de


Acidentes Ocorridos – Brasil - 1999

20
Número de Motoristas

15

10

0
0 1 2 3 4 5 6 7
Número de Acidentes

Fonte: Dados Fictícios

ENP 112 INTRODUÇÃO À ESTATÍSTICA APLICADA PROF. MS. CLAUDIA CARVALHO


 Gráfico de Linhas: As freqüências absoluta, relativa, percentual ou
acumulada da variável são apresentadas por um símbolo qualquer, unidos
por uma linha. Utilizado para variáveis quantitativas discretas. Quando
representa alguma variável no tempo, chama-se de gráfico de série temporal.

Comparativo da Incidência de Cesáreas e Partos Normais


em Hospitais Privados – Brasil - 2006

100

80
% Incidência

60

40

20

0
2004 2005 2006

Cesárea Parto Normal

Fonte: Boletim SINHA – Sistema Integrado de Indicadores Hospitalares

ENP 112 INTRODUÇÃO À ESTATÍSTICA APLICADA PROF. MS. CLAUDIA CARVALHO


 Gráfico de Colunas Composto
Custo Médio de Internação, Segundo Categoria de Beneficiários na
Cobertura Médico-Hospitalar, por Região Geográfica – Brasil –
2004/2006

Fonte: Pesquisa Nacional 2006 - UNIDAS


ENP 112 INTRODUÇÃO À ESTATÍSTICA APLICADA PROF. MS. CLAUDIA CARVALHO
 Histograma: As freqüências absoluta, relativa ou percentual são apresentadas
por colunas verticais, sem espaços entre as mesmas. É utilizado para variáveis
quantitativas contínuas. A escala horizontal do gráfico representa as classes de
valores da variável.

Níveis Séricos de Colesterol para uma Amostra de Homens


com Idade entre 25 a 34 Anos – Estados Unidos, 1976 - 1980

Fonte: Desconhecida
ENP 112 INTRODUÇÃO À ESTATÍSTICA APLICADA PROF. MS. CLAUDIA CARVALHO
 Polígono de Freqüências: As freqüências absoluta, relativa ou percentual são
apresentadas por um símbolo, unidos por uma linha. Utilizado para variáveis
quantitativas contínuas. Inicia e termina com freqüência zero. A escala
horizontal do gráfico representa as classes de valores da variável.
Comparativo entre os Níveis Séricos de Colesterol para uma Amostra
de Homens, segundo Faixa Etária – Estados Unidos, 1976 - 1980

Fonte: Desconhecida
ENP 112 INTRODUÇÃO À ESTATÍSTICA APLICADA PROF. MS. CLAUDIA CARVALHO