Você está na página 1de 20

introdução

Que mulher não se frustra quando se encara no espelho de manhã e não


consegue ver nada daquilo que a TV, as passarelas de moda e as redes sociais
das celebridades mostram?
Que mulher nunca se achou feia, cheia de defeitos, pior do que as outras, e
ficou com a autoestima lá embaixo por causa disso?
Todas, né?
Nós não somos as mulheres que vemos na televisão, nos filmes e nas
passarelas da moda. Somos pessoas reais, que acordam com o cabelo
bagunçado, têm olheiras, hormônios, cansaço, problemas pessoais e
profissionais.
Somos pessoas únicas, com todos os defeitos e qualidades que um ser
humano possui. Temos altos e baixos, dias bons e ruins. E, ainda assim, somos
capazes de melhorar sempre.
Não existe rosto que não possa ser aprimorado. Eu sempre digo que você
pode, sim, ser a melhor versão de si. E isso não é uma metáfora, uma utopia. É
uma realidade, que pode e deve ser aplicada a partir do momento em que você
aprende a trabalhar com o que tem.
O que nos torna mais bonitas é justamente o que nos diferencia umas das
outras.
Imagina se todo mundo fosse igual? Se todas tivéssemos o mesmo formato de
rosto, os mesmos olhos, o mesmo nariz, o mesmo sorriso? Como conseguiríamos
nos diferenciar? Como poderíamos nos destacar das outras pessoas?
Não importa se você tem olhos gordinhos, grandes, pequenos ou caídos. Se
o seu rosto é redondo, quadrado ou oval. Se o seu nariz é pontudo ou batatinha.
Se seus lábios são finos ou grossos. Se sua testa é grande ou pequena.
A partir do momento em que você aprende a conhecer o seu rosto, que descobre
como realçar o que tem de melhor e esconder aquilo que não te valoriza, aquilo
que te incomoda, tudo muda. E esse é o grande segredo das mulheres ditas
“perfeitas”.
De repente, você se sente capaz de ter o rosto lindo que sempre quis e ter a
beleza que achava impossível de ser alcançada.
Neste e-book, vou contar para você um pouco mais da minha história e mostrar
como desenvolvi o método de maquiagem que ajudou a transformar a vida de
milhares de mulheres no Brasil.
Para finalizar, vou trazer para você uma aula bem prática sobre simetria do
rosto. Quero que você compreenda esse tema de uma vez por todas e, assim,
consiga mudar para sempre a forma como enxerga a sua beleza.
Espero que você goste!
Beijos, beijos,

quem sou eu...

Meu amor pela maquiagem vem de muitos e muitos anos. E eu sempre tive
o sonho de trabalhar como makeup artist na MAC, a maior autoridade mundial
em maquiagem profissional – e uma empresa pela qual sou apaixonaaaaada!
Mas isso demorou um tempo para acontecer. Sete anos atrás, minha vida era
totalmente diferente. Eu trabalhava em um banco e simplesmente odiaaaava o
que eu fazia.
Isso começou a mudar quando fui para a Austrália estudar inglês. Claro que
não foi nada automático. Trabalhei com faxina, servi picanha no espeto, entreguei
panfleto na rua e até fiz parte de uma banda. Também conheci o James, o homem
da minha vida, me casei e realizei o sonho de me tornar mãe.
Mas, em meio a tudo isso, a maquiagem seguiu sendo a minha paixão. E, num
belo dia em que arrumei um emprego como auxiliar de escritório, o James fez
uma cara feia para mim (não que seja possível ele ficar feio, kkkk) e esbravejou:
“Até quando você vai insistir em algo que não nasceu para fazer? Você nasceu
para a maquiagem. É apaixonada por isso. Então, nós vamos investir nisso.”
Pronto. A partir daí, tudo começou a mudar. Entrei em uma Academia de
Maquiagem na Austrália e, de repente, percebi que não sabia nada sobre
maquiagem. Era como se fosse uma faculdade em tempo integral, com uma
grade muito pesada de segunda a sábado.
Claro que não foi nada fácil. Foram meeeeses de aprendizado, estudos e
aprimoramento. Precisei ralar muito. Mas a minha vontade de atingir meu objetivo
era tão grande que, em uma sala com mais de 20 pessoas, fui a única a conquistar
aquela vaga na MAC que eu tanto queria.
De lá para cá, foi como se eu tivesse renascido. Maquiei mais de três mil
mulheres. Descobri a alegria de ver o sorriso em pessoas que redescobriram a
beleza graças às técnicas que desenvolvi e aperfeiçoei.
Maquiei desde modelos ditas perfeitas até mulheres que sofriam com baixa
autoestima por estarem fora do peso, terem problemas de pele e, em algumas
ocasiões, serem marcadas por cicatrizes, melasma, vitiligo...
Percebi que eu não só amava fazer maquiagem, como era capaz de realmente
transformar a vida de muita gente com isso, o que me dava ainda mais satisfação.
Eu sentia que ajudava aquelas mulheres. E isso me impulsionou a querer mais.
A desejar dar essa alegria ao maior número de pessoas possível.
Foi por isso que eu criei a MakeUp Academy, um treinamento completo em
que ensino a você como finalmente moldar a melhor versão possível de si.
Mais do que um trabalho, esse se tornou o meu propósito de vida. E tenho
conseguido, com a ajuda de pessoas como você, criar uma corrente do bem que
tem feito a diferença na vida de mulheres de todo o Brasil.
Afinal, se o seu rosto não é igual ao de todo mundo, por que a sua maquiagem
deveria ser?
cada rosto uma maquiagem

Se você pensa que uma boa maquiagem é um dom, que você precisa nascer
com algum talento especial para saber como trabalhar o seu rosto, deixa eu te
contar uma novidade: você está equivocada!
Você não imagina quantas vezes eu tentei recriar makes que vi na internet,
repeti o passo a passo e, quando me olhei no espelho, senti aquele frio na espinha
pelo desastre que havia feito.
Aquela coisa frustrante de expectativa versus realidade. De jogar nossa
autoestima lá embaixo, nos fazer sentir ainda piores do que estávamos por
parecer que o nosso rosto simplesmente não tem jeito.
Foi só quando eu comecei a me dedicar para virar uma makeup artist que eu
entendi porque não conseguia replicar aquilo que via: porque o meu rosto era
completamente diferente daqueles dos vídeos.
Parece óbvio, né?
Mas quase ninguém se dá conta da relevância que isso tem na hora de
conseguir os resultados que busca.
Quando vemos algum vídeo sobre maquiagem no YouTube, o que temos é
um tutorial para aquele tipo de rosto específico, que na maioria das vezes não
é o seu. Por isso, nem adianta comprar os mesmos produtos e tentar aplicar as
mesmas técnicas: o resultado sempre será frustrante.
Na verdade, foi justamente essa frustração que senti na pele por tanto tempo
que me levou a entrar de cabeça no mundo da makeup. E eu só descobri esse
mundo totalmente novo a partir do momento em que aprendi as particularidades
do meu rosto e a maquiagem ideal para ele.

Assim como aconteceu comigo, a partir do momento em que entender como


funciona isso na prática, você será capaz de mudar totalmente o conceito que
tem hoje sobre maquiagem.
a máscara da
beleza

A Máscara de de Marquardt: um molde perfeito


para você saber exatamente como tornar
qualquer rosto incrivelmente belo

O que determina se uma pessoa é


feia ou bonita?
Desde criança, eu sempre me fiz
essa pergunta. Qual motivo levava

as meninas populares a serem tão belas e atraentes, enquanto as outras – na


verdade, a maioria delas, inclusive eu – eram taxadas como feias, abaixo do
padrão ideal.
Eu pensava muito sobre isso. E você não imagina a minha surpresa quando
eu descobri a explicação: é tudo uma questão de matemática!
Parece brincadeira, mas não é. A beleza é exata e os números estão mais
ligados a ela do que você pode imaginar.
Eu ainda me lembro da primeira aula que tive sobre a Máscara de Marquardt
– também conhecida como Máscara da Beleza. Você já ouviu falar dela?
Essa máscara foi elaborada após muito estudo pelo médico-cirurgião norte-
americano Stephen Marquardt para definir o que é um rosto perfeito. E, para
compreendê-la melhor, vale voltar um pouco às suas origens, já que ela foi
totalmente inspirada na Proporção Áurea – ou número de ouro –, representada
pelo número 1,618.
Vou explicar melhor.
Digamos que você tenha duas linhas, A e B, e que, somadas, tenham o mesmo
tamanho de uma terceira linha, que vamos chamar de C. Se você dividir A por
B, chegará a um valor X. E, se dividir C por A, também obterá o número X da
conta anterior. Isso que significa que A/B está cortada na razão áurea. Ou seja,
o resultado X será muito próximo ao número 1,618, que é o que representa essa
proporção. Confusa? Então, dá uma olhada no gráfico que eu elaborei para você
entender isso melhor:

Acredite ou não, essa lógica está presente por todos os lados: na natureza, em
construções, nas artes. Da flor do seu jardim às pirâmides do Egito, do formato
das galáxias ao Partenon de Atenas, da Monalisa de Leonardo Da Vinci ao seu
aparelho de telefone celular.
Quem descobriu esse número foi o matemático Leonardo Fibonacci, que, em
1200, observou que essa proporção está ligada a tudo de belo que vemos. O
corpo humano, por exemplo: se você mede a sua altura e depois a divide pela
altura do umbigo até o chão, chega ao número 1,618.
Muito louco isso, né?
Eu sei que, matematicamente falando, é um pouco complexo. Por isso,
selecionei alguns exemplos de como a Proporção Áurea pode ser encontrada
em todos os lugares:

O mausoléu Taj Mahal, em Agra, na Índia O monumento Partenon, em Atenas, na Grécia

Uma flor de girassol: Proporção Áurea está Uma galáxia analisada por meio da Proporção

por todos os lados Áurea


Observe como a Proporção Áurea se encaixa Braço e cotovelo / Legenda: Observe como a

em todos nós Proporção Áurea se aplica a todos nós

Perna e joelho / Legenda: Observe como a

Proporção Áurea se aplica a todos nós


Você não imagina o meu encantamento quando eu descobri que, depois de
tantos anos de questionamentos, a beleza tinha, sim, uma explicação racional.
Foi melhor do que ganhar na loteria!
Essa lógica muda realmente tudo!
A partir do momento em que você compreende isso, sua maneira de ver o
mundo e o seu próprio rosto se torna absolutamente transformadora.
Você deve estar um pouco confusa, mas não tem problema. Eu também entrei
em parafuso quando vi isso pela primeira vez. Por isso,no próximo capítulo, vou
explicar para você como o Dr. Stephen Marquardt conseguiu entender a Proporção
Áurea, estudá-la diretamente no rosto das pessoas e revolucionar para sempre
as técnicas de maquiagem.
como tornar seu rosto perfeito

Eu precisei me aprofundar muito nesse assunto para começar a realmente a


compreendê-lo. E posso garantir para você que foi essa dedicação que me levou
a me tornar a makeup artist que eu sou hoje.
O Dr. Stephen Marquardt, de quem sou a maior fã, dedicou boa parte da
carreira na busca pela descoberta do real conceito da beleza. Isso aconteceu
depois de ele ter visto a própria mãe entrar em profunda depressão por conta de
um acidente de carro que desfigurou totalmente seu rosto.
Esse é um drama muito grande e também uma das coisas mais espetaculares
sobre a maquiagem: ela é capaz de devolver a autoestima para pessoas que, por
algum motivo, por algum trauma do passado, passaram a se sentir feias.
O Dr. Marquardt se dedicou a uma profunda pesquisa, tirou fotos de vááááárias
pessoas para descobrir o que tornava um rosto belo. E olha que incrível: quando
ele começou a medi-los, descobriu que os rostos considerados mais belos eram
aqueles compatíveis com a proporção áurea, ou seja, 1,618.
Foi aí que ele criou a chamada Máscara de Marquardt – também conhecida
como Máscara da Beleza ou Máscara Facial – que, basicamente, usa equações
e fórmulas matemáticas para chegar à proporção ideal para o rosto.
Fica calma! O esquema é beeeeem mais simples do que parece.Dá uma olhada
em alguns exemplos de rostos considerados perfeitos com o uso da Máscara de
Marquardt:

A atriz Angelina Jolie: rosto simetricamente A cantora Taylor Swift: o encaixe na máscara

perfeito, que se encaixa perfeitamente na é quase perfeito, mas observe como o olho

máscara esquerdo é levemente assimétrico

O ator Tom Cruise: observe como todas as

feições do astro se encaixam perfeitamente

na Máscara de Marquardt
Incrível, né? Os rostos dessas celebridades são perfeitamente ou quase
perfeitamente simétricos, isso os torna agradáveis para todas as pessoas.
O problema é que, pela minha experiência, essa “beleza áurea” está presente
no rosto de apenas 10% da população mundial. E aí você se pergunta: e as outras
90%?
Bem, a Máscara de Marquardt foi criada justamente para isso. Ao usá-la, você
será capaz de detectar as imperfeições e os pontos mais fortes do rosto, tendo
a oportunidade de equilibrá-los e ajustá-los através da maquiagem.
Esse é o principal conceito que aplico na MakeUp Academy. Só assim você
será capaz de aprender a fazer a maquiagem perfeita para o seu rosto.
Como eu disse, a maior parte da população mundial não se encaixa na máscara,
já que possui rosto assimétrico, ou seja, tem um lado diferente do outro, um detalhe
desproporcional ao outro. A máscara serve como uma guia para analisarmos o
que podemos melhorar e, assim, trabalhar nossas imperfeições, ajeitando-as o
máximo possível.
“Mas, Rê, como eu faço isso?”
Fácil! Por meio da utilização do contorno, do contexto de sombra e iluminação.
Compreender isso é tera clareza de que toda maquiagem deve ser totalmente
personalizada. Cada rosto, uma maquiagem. Então, qualquer auto-maquiagem ou
maquiagem que você vá fazer em outra pessoa deve ser baseada nesse conceito
para atingir o máximo da perfeição.
como tornar seu rosto perfeito

Não é só a simetria que nos torna mais atraentes. Cada uma de nós tem
particularidades únicas: testa, sobrancelha, olhos, boca, nariz, bochecha, queixo,
enfim, detalhes que precisamos conhecer bem para sabermos como fazer a
melhor make possível.
Nosso rosto é um verdadeiro quebra-cabeça. E é exatamente por isso que
reproduzir maquiagens feitas no rosto de outras pessoas nunca vai resultar na
harmonia que você tanto busca.
Ainda que o seus olhos sejam parecidos com o meu, seu nariz lembre o da
Bruna Marquezine, sua boca seja idêntica à da Grazi Massafera e o formato
do seu rosto seja igual ao da Selena Gomez, isso nunca funcionará. Daí a
importância de analisar cada detalhe separadamente, para, assim, conseguir
trabalhar individualmente cada feição.
No estudo da harmonia, o rosto é trabalhado e dividido em três partes – cada
uma analisada separadamente:
1. Da raiz do cabelo até abaixo da sobrancelha;
2. Da sobrancelha até o final do nariz;
3. Do nariz até o queixo.
Quem possui o rosto simétrico, tem a mesma proporção entre as três partes.
No entanto, na esmagadora maioria das pessoas, esses terços são desiguais.
Mesmo que as divisões e proporções variem de pessoa pra pessoa.
Vamos ver como essa lógica funciona.

Este olho é grande ou pequeno? Não tem como Já aqui temos um nariz, uma boca – um

saber. Ele está aí sozinho, no meio do nada. É rosto. E, comparando com as outras feições,

impossível ter a real noção de quais são as podemos perceber se algo é grande, pequeno,

suas dimensões. fino. Neste caso, o olho aparenta ser grande,

certo?
Agora, observe este segundo olho que eu coloquei aqui ao lado. Ele é exatamente do mesmo

tamanho do outro, certo? Será que pertence à mesma modelo?

Agora que temos o conjunto da face, vemos que, apesar de terem o mesmo tamanho, os olhos

pertencem a modelos diferentes. E, enquanto o olho da primeira parece grande, o da segunda,

com outro nariz, outra boca, outro formato de rosto, se encaixa perfeitamente. Ele não salta aos

olhos. Encaixa-se perfeitamente ao rosto.


Para você entender se os 3 terços do seu rosto são proporcionais, pegue uma régua e meça os

três terços do seu rosto, como mostrado na foto. Qual terço é maior, qual terço é menor? Com o

passar das aulas, você vai ver como isso fará muito sentido para a sua make ficar perfeita.

Percebeu como esses conceitos mudam totalmente a forma como você


enxerga a sua beleza e a das outras pessoas?
Como eu sempre digo, se o seu rosto é diferente dos outros, sua maquiagem
também precisa ser. E é por meio dos fundamentos que apresentei para você aqui
neste e-book que você vai conseguir colocar essa regra em prática e finalmente
fazer a make perfeita que sempre sonhou.
Conte comigo. Estou aqui para ser a sua guia nesta jornada.