Você está na página 1de 1

Tonal Tools: For keyboard playe

rs

2009, 1� semestre: Haddad pede ao CNE para concentrar-se nessa revis�o, criando um
documento inicial de refer�ncia sobre Diretrizes Curriculares Nacionais para o
Ensino Fundamental, visando subsidiar os estudos/debates vindouros.

recente: amplia��o do ensino fundamental para 9 anos de dura��o, com matr�cula


obrigat�ria de crian�as com 6 anos de idade (L11274/2006). Para isso, o CNE diz,
s�o necess�rios um novo

escolas. A elabora��o destes � responsabio (�1�).


Como � subjetivo, o Estado deve garantir a sua obrigatoriedade, que s� � poss�vel
atrav�s da gratuidade. Por isso, � dever do Estado e das escolas assegurarem que
todos a ela tenham acesso e a cursem integralmente.
Educa��o com qualidade social
O ensino fundamental foi, por boa parte do s�culo XX o �nico grau de ensino a que a
maior parte da popula��o teve acesso. Embora haja a quase universaliza��o do acesso
� escola para jovens de 6 a 14 anos, uma boa parte deles n�o conclui o ensino
fundamental, o que indica que n�o h� qualidade no processo de ensino.
O conceito de qualidade da educa��o � constru�do historicamente e assume diversos
significados com o tempo, falando sobre os grupos sociais a que pertencem,
interesses envolvidos etc.
Nos anos 70/80 pensava-se que qualidade era a infraestrutura da escola; nos anos
90, pensava-se que era o rendimento dos alunos... e assim deixavam em segundo plano
a supera��o das desigualdades educacionais.
Para erradicar as desigualdades e a pobreza, � necess�rio oferecer mais recursos e
melhores condi��es �s escolas menos providas e aos alunos que mais necessitam dele.
Princ�pios norteadores
S�o norteadores das pol�ticas educativas e das a��es pedag�gicas os seguintes
princ�pios:
- �ticos: de justi�a, solidariedade, liberdade e autonomia; de respeito � dignidade
etc.;
- Pol�ticos: reconhecimento dos direitos e deveres de cidadania, respeito ao bem
comum, preserva��o da democracia e dos recursos ambientais etc.;
- Est�ticos: cultivo de sensibilidade e racionalidade; enriquecimento da express�o
e da criatividade, valoriza��o das diferentes manifesta��es culturais etc.
Os objetivos que a educa��o b�sica busca alcan�ar: desenvolver o educando,
exercendo a cidadania, progredindo no trabalho e em estudos posteriores (art. 22 e
32, LDB). Por isso, devem estar conformes o art. 3�, CF: constru��o de uma
sociedade livre, justa e solid�ria, sem pobreza, desigualdade social e regional e
sem preconceitos.
3. Trajet�ria do ensino fundamental obrigat�rio no pa�s

P�g. 335
lidade das escolas, dos professores