Você está na página 1de 55

Passo-a-passo para construção da Revisão

Sistemática e Bibliometria

Utilizando a ferramenta Endnote®.

Autores:
Helio Aisenberg Ferenhof

Roberto Fabiano Fernandes

Versão: 03.04

INTRODUÇÃO ................................................................................................................................... 3
PASSO ZERO: ..................................................................................................................................... 4
PASSO 1 – BUSCA NAS BASES DE DADOS ................................................................................. 6
1.1 SCOPUS ®. .................................................................................................................................................... 6
1.2 WEB OF KNOWLEDGE® (ISI). ................................................................................................................ 8
1.3 EBSCO® ..................................................................................................................................................... 10
1.4 SCIELO® .................................................................................................................................................... 15
1.5 WILEY® .................................................................................................................................................... 17
1.6 COMPENDEX® – ENGINEERING VILLAGE ........................................................................................... 23
1.7 EMERALD® ............................................................................................................................................... 25
1.8 PROQUEST® ............................................................................................................................................ 27
1.9 PUBMED CENTRAL® .............................................................................................................................. 30
1.10 ERIC® .................................................................................................................................................... 33
1.11 GOOGLE ACADÊMICO® / SCHOLAR GOOGLE® ............................................................................... 33
PASSO – 2 COMO REALIZAR A IMPORTAÇÃO DOS DADOS OBTIDOS NAS BUSCAS
DAS BASES ....................................................................................................................................... 36
PASSO 3 - GRUPO FILTROS. ........................................................................................................ 41
PASSO 4 – EXPORTAR OS DADOS PARA ANÁLISE ............................................................... 42
PASSO 5 - BIBLIOMETRIA NO EXCEL® ................................................................................... 51
CONSIDERAÇÕES FINAIS: ............................................................................................................ 55

Todos os direitos reservados 2/55



Introdução

O intuito deste guia é auxiliar a elaboração de um portfolio bibliográfico dos


principais conceitos, constructos, autores, e demais aspectos relevantes sobre um tema
a ser pesquisado.

Para tal desenvolvemos o método SystematicSearchFlow, composto por três fases: 1.


Definição do Protocolo de Pesquisa, 2. Análise dos Dados e 3. Síntese. E, estas foram
decomposta em atividades: 1.1 Estratégia de busca, 1.2 Consulta de em base de dados,
1.3 Organizar as Bibliografias, 1.4 Padronizar a seleção dos artigos, 1.5 Composição
do portfolio de artigos, 2.1 Consolidação dos dados e 3.1 Síntese e elaboração de
relatórios.

Para cada uma das atividades, uma sequência

Este passo-a-passo tem como diretiva o modelo gráfico abaixo.

1) Representação do método SystematicSearchFlow

Figura 1 - Descrição do método SystematicSearchFlow

Protocolo de pesquisa Análise Síntese Escrever


Estratégia Consulta em Padronização e Composição do
Gestão de Portfólio de Consolidação
de Base de Seleção Elaboração de relatórios Escrever
Busca dados Documentos documentos dos dados
dos documentos

Revisão

Fonte: Ferenhof e Fernandes (2016).

Recomendamos fortemente a leitura do artigo de Ferenhof e Fernandes (2016)


intitulado, “Desmistificando a revisão de literatura como base para redação científica:
Método SSF” para um aprofundamento do método. [Link para Download]

Todos os direitos reservados 3/55



Passo ZERO:

Entrar no portal capes e escolher as bases de dados para a pesquisa.


http://periodicos.capes.gov.br/?option=com_pcollection&mn=70&smn=79

Cada base de dados tem sua peculiaridade, área de concentração, enfoque.

Leia a descrição das bases e escolha as mais relevantes ao seu tema de pesquisa.
Conforme Figura 2

Figura 2 - Portal Capes: Lista de Periódicos

Fonte: autores.

Uma vez escolhida as bases, passa-se para a definição da estratégia de busca.

Se define as palavras-chave do seu tema de pesquisa e a utilização de operadores


lógicos para a junção de palavras e/ou sentenças.

Para este exemplo utilizaremos os termos de pesquisa “innovation” AND


“organi?ation”. Procurando cada uma das duas sentenças respectivamente (que é
representado pelas aspas) e contendo as duas sentenças, operador lógico (AND). O
caractere (?) serve de coringa pois a palavra pode ser escrita com z ou s dependendo
se é inglês americano ou britânico.

Normalmente utilizamos a base de dados Scopus por ter uma inteligência na


indexação de artigos e por ser interdisciplinar.
É uma boa opção começar por ela para verificar se as palavras-chave estão alinhadas
com sua pesquisa.

Todos os direitos reservados 4/55



Após o retorno dos artigos e uma breve leitura dos resumos e palavras chave é
possível: certificar se as palavras-chave da pesquisa estão alinhadas e, captar novas
palavras-chave e inclui-las na pesquisa por meio do operador lógico (OR).

Uma vez certificado que a pesquisa está de acordo pode se passar para outras bases de
dados. Mantendo sempre a mesma query (busca) de pesquisa feita em todas as bases
de dados, afim de garantir a consistência.

Todos os direitos reservados 5/55



Passo 1 – Busca nas bases de dados

1.1 Scopus ®.

Link para o site http://www.scopus.com/

Peculiaridade: Scopus® vs Science Direct®. Ambas as bases pertencem a


Elsevier® logo haverá duplicidade de dados, sendo que a Sience Direct® possui
literatura cinzenta, artigos em prelo, artigos aceitos, mas não estão na versão final. A
Scopus® só publica a versão final. Sendo assim, recomenda-se o uso apenas da
Scopus®.

Buscando na base Scopus®


Entre com a query de busca previamente definida. Escolha o tipo de documento que
deseja. Normalmente optamos por artigos e artigos de revisão (Document Type)
Pode-se escolher as áreas de pesquisa. Por exemplo na área das engenharias, se não
for a biomédica, não há necessidade de ter marcado as área de ciências da vida e da
saúde. Isso irá depender do assunto a ser pesquisado. Neste exemplo optou-se por
manter todas as áreas.
Após as seleções clicar em search, conforme Figura 3.

Figura 3 - Pesquisa na base Scopus®

Fonte: autores.

A base de dados ira retornar os resultados da pesquisa conforme Figura 4

Todos os direitos reservados 6/55



Figura 4 - Resultado de pesquisa Scopus®

Fonte: autores.

Para exportar para o Endnote®, clique na opção marcar todos a check box no canto
direto, para selecionar todos os documentos encontrados na busca. Depois em export
... que irá para próxima Figura. As opções marcar todos e Export encontram-se logo
abaixo do resultado do número de documentos.

Para este exemplo selecionado somente alguns documentos. Veja Figura 5.


Figura 5 - Scopus® Exporting to Endnote

Fonte: autores.

Escolha o formato RIS que é aceito pelo Endnote® e o Output complete format
depois em export... salve o arquivo, conforme Figura 6.

Todos os direitos reservados 7/55



Figura 6 - Scopus®, Output select and export

Fonte: autores.

Em seguida importe para o Endnote®. (veremos mais abaixo na sessão de importar


para o EndNote®)

Assim como mostramos a forma de realizar a busca na base de dados Scopus®,


faremos o mesmo para a base de dados Web of Knowledge®, Ebsco®, Scielo®,
Wiley®, Copendex® e Emerald®. Utiliza-se a mesma estratégia e query de buscas
para as demais bases.

1.2 Web Of Knowledge® (ISI).

Link para o site:


http://www.webofknowledge.com/?
http://apps-webofknowledge.ez46.periodicos.capes.gov.br/ (CAPES)

Cola-se a mesma query no campo de pesquisa ajustando os demais campos para


compatibilidade com de outras bases caso tenha modificado o padrão e clica-se em
SEARCH, resultando na Figura 7.

Todos os direitos reservados 8/55



Figura 7 – Resultado de Pesquisa na Base de dados ISI - Web of Knowledge®

Fonte: autores.

Para exportar os resultados, clique em Save to EndNote... selecione Save to EndNote


Desktop digite o intervalo de 1 a xxx onde xxx é o total de artigos encontrados. Existe
uma limitação de 500 registros. Caso passe de 500, será necessário fazer a exportação
do 1 a 500, depois do 501 a 999 e assim por diante, Figura 8.

Figura 8 - ISI® - Export Steps

Fonte: autores.

Clique no Send, ele gerara um arquivo para ser importado. Salve o arquivo no
formato Aceito pelo Endnote®, conforme Figura 9.

Todos os direitos reservados 9/55



Figura 9 - Salvando as referências

Fonte: autores.

1.3 Ebsco®

Link de acesso:
http://search.ebscohost.com/Community.aspx?community=y&authtype=ip&ugt=7237
31263C2635573796358632253E4228E367D36213649364E329E339133503&IsAdm
inMobile=N&encid=22D731163C4635373796359632653C27382377C372C374C374
C379C379C375C33013

http://web.a-ebscohost-
com.ez46.periodicos.capes.gov.br/ehost/search/basic?sid=236b18c9-6f37-48a4-9808-
31e695b403f8%40sessionmgr4006&vid=3&hid=4214 (CAPES)

Cola-se a mesma query no campo de pesquisa ajustando os demais campos para


compatibilidade com as de outras bases caso tenha modificado o padrão e clica-se em
Pesquisar, Conforme Figura 10, resultando na Figura 11.

Normalmente marca-se as opções como: apenas texto completo, pesquisar também no


texto completo dos artigos.

Todos os direitos reservados 10/55



Outras opções, também podem ser utilizadas, como intervalo de tempo, idioma e
outros filtros. Atenha-se a manter a compatibilidade dos filtros utilizados nas demais
bases.

Figura 10 - Pesquisa na Ebsco®

Fonte: autores.

Figura 11 - Resultado da pesquisa da base Ebsco®

Fonte: autores.

Para exportar os artigos da Ebsco® faz-se necessário salvá-los em uma pasta, para
isto, clique em compartilhar, em seguida em adicionar à pasta. Conforme Figura 12.

Todos os direitos reservados 11/55



Figura 12 - Salvando os artigos em uma pasta para exportação

Fonte: autores.

Para entrar na pasta clique em pasta na aba superior, conforme Figura 13.
Figura 13 – Localizando a pasta

Fonte: autores.

Em seguida, clique em selecionar todos os artigos, conforme Figura 14, depois em


exportar, botão no canto a direita conforme indicado na Figura 15.

Todos os direitos reservados 12/55



Figura 14 - Selecionando arquivos para Exportar

Fonte: autores.

Figura 15 - Exportando referências da Ebsco®

Fonte: autores.

Aparecera a tela de selecionar opções de exportação. Marque o formato Ris, primeira


opção e em salvar Figura 16, o que fará com que o download comece Figura 17.

Todos os direitos reservados 13/55



Figura 16 - Escolhendo opções de exportação

Fonte: autores.

Figura 17 - Salvando o arquivo exportado

Fonte: autores.

Escolha a opção salvar para importar depois no seu software de organizar referências
ou já importe para o EndNote®.

Todos os direitos reservados 14/55



1.4 Scielo®

Link:
http://www.scielo.org/php/index.php

Entre com a query de busca previamente definida. Normalmente, opta-se por todos os
índices e pela área regional.
Após as seleções clicar em Pesquisar, conforme Figura 18.

Figura 18 – Pesquisa na base Scielo®

Fonte: autores.

Após submissão da pesquisa a Scielo® irá retornar as buscas. Clique em Exportar.


Como pode ser visualizado na Figura 19.

Todos os direitos reservados 15/55



Figura 19 - Resultado da busca na base Scielo®

Fonte: autores.

Irá abrir uma tela de opções, selecione formato ris e exportar todos os registros em
seguida no botão azul exportar. Conforme pode ser melhor visualizado na Figura 20.
Figura 20 - Exportar referências da Scielo®

Fonte: autores.

Escolha a opção salvar para importar depois no seu software de organizar referencias
ou, já importe para o EndNote®, conforme Figura 21 abaixo.

Todos os direitos reservados 16/55



Figura 21 - Salvar / Importar - Referências da Scielo®

Fonte: autores.

1.5 Wiley®

Acesse o site da Wiley®, http://onlinelibrary.wiley.com/ Figura 22.

Para poder salvar a pesquisa e receber alerta de novos artigos é necessário que tenha
um cadastro junto ao site. Para isto, clique em NOT REGISTRED? No canto superior
a direita. Resultando na Figura 23. Preencha os dados e submeta ao site.

Caso já tenha cadastro ou não queria receber alertas, pule para a próxima etapa Login,
Figura 24.

Todos os direitos reservados 17/55

Figura 22 - Wiley®

Fonte: autores.

Figura 23 - Cadastro na Wiley®

Todos os direitos reservados 18/55



Fonte: autores.

Após o cadastro faça o login no sistema, entrando seu e-mail e senha. Uma vez
Logado, Figura 24. Clique em Advanced Search. No canto superior a esquerda na
parte de Search.

Figura 24 - Logado na Wiley®

Fonte: autores.

Ao clicar em Advanved Search, estará apto a fazer a pesquisa Figura 25, Cola-se a
mesma query no campo de pesquisa ajustando os demais campos para
compatibilidade com de outras bases caso tenha modificado o padrão e clica-se em
Search.

Observe que há opção de escolha de datas e intervalo de datas.

Todos os direitos reservados 19/55



Figura 25 - Advanced Search - Wiledy®

Fonte: autores.

Ao clicar em Search ira retornar a tela com os resultados da pesquisa conforme Figura
26.

Para exportar os artigos, clique Select All, resultando na Figura 28.

Figura 26 - Resultado Wiley®

Fonte: autores.

Clique em na aba Export Citation para exportar.


Infelizmente, a Wiley® só exporta por página, ou seja, de 20 em 20 artigos. Logo terá
um trabalho extra de ir selecionando a página. Conforme Figura 29, resultando a
Figura 30.

Todos os direitos reservados 20/55



Neste ponto, se tem a opção de criar um alerta com esta pesquisa. Para isto, você deve
estar logado e clicar em Save to profile, depois clique no canto superior a direita em
My Profile, depois em Saved Searches, resultará na Figura 27.

Ao clicar em Activate search alert, irá começar a receber no e-mail cadastrado alertas
de novos artigos publicados com esta busca.
Figura 27

Fonte: autores.

Figura 28 - Artigos selecionados

Fonte: autores.

Selecione o formato Endnote® e Tipo de Exportação citação e abstract, Conforme


Figura 29 e clique em Submit.

Todos os direitos reservados 21/55



Figura 29 - Exportando citações Wiley®

Fonte: autores.

Salve o arquivo, Figura 30 e importe em seu Gerenciador de Referencias. Neste caso


no EndNote®. Mais informação de como importar no Passo 2 deste guia.

Figura 30 – Salvando referencias da Wiley®

Todos os direitos reservados 22/55



Fonte: autores.

1.6 Compendex® – Engineering Village

Link: https://www.engineeringvillage.com/search/quick.url

Cola-se a mesma query no campo de pesquisa ajustando os demais campos para


compatibilidade com de outras bases caso tenha modificado o padrão e clica-se em
SEARCH, resultando na Figura 31.

Figura 31 - Compendex®

Fonte: autores.

Os resultados serão apresentados conforme Figura 32.

Figura 32 - Resultado da busca na Compendex®

Fonte: autores.

Clique em na seta verde do Select conforme Figura 33, 34 e escolha Maximum. Caso
sua busca tenha retornado até 500 artigos. Todos os artigos estarão contidos em um
único arquivo de exportação, caso contrario, após a exportação vá para próxima
página em next no canto superior e repita o procedimento de seleção e exportação.

Todos os direitos reservados 23/55

Figura 33 - Selecionando até 500

Fonte: autores.

Figura 34 - Confirmando seleção

Fonte: autores.

Após selecionar os artigos, clique em download (1) para exportar. Irá aparecer a uma
nova tela (2) selecione my pc e o formato EndNote (RIS) e clique em Save, conforme
Figura 35.

Todos os direitos reservados 24/55



Figura 35 - Download Compendex®

Fonte: autores.

Após o download, faça a importação, conforme indicado no Passo 2 deste guia.

1.7 Emerald®

Link: http://emeraldinsight.com/
http://www-emeraldinsight-com.ez46.periodicos.capes.gov.br/ (CAPES)

A Emerald® só permite exportar de 100 em 100 referencias no máximo.

Figura 36 - Site Emerald®

Fonte: autores.

Para se fazer a pesquisa, cola-se a mesma query no campo de pesquisa, recomenda-se


clicar na aba Journals para evitar Livros, Sites e outras fontes de Informação. Em
seguida clique em SEARCH, resultando na Figura 37.

Todos os direitos reservados 25/55

Figura 37 - Pesquisa avançada Emerald®

Fonte: autores.

Escolha 100 itens por pagina e na sequencia, cliquem em Select All para selecionar
em seguida em For the selected items: Download Citation conforme Figura 38.

Figura 38 – Preparar para download

Fonte: autores.

Clique em Download article citation data para baixar os 100 primeiros (Figura 39).
Repita o processo paginando para os próximos 100 caso tenha mais que 100
documentos para download.

Todos os direitos reservados 26/55

Figura 39 - Download

Fonte: autores.

Em seguida passe para o Passo 2 para importar no seu referenciador (Endnote®).

1.8 ProQuest®
http://search.proquest.com
http://search.proquest.ez46.periodicos.capes.gov.br/?accountid=26642 (CAPES)

Para se fazer a pesquisa, primeiro clique no Advanced Search em seguida, cola-se a


mesma query no campo de pesquisa, recomenda-se clicar em Peer reviewed e itens
per page colocar 100. Em seguida clique la lupa SEARCH, conforme Figura 40,
resultando na Figura 41.

Figura 40 – Base ProQuest®

Fonte: autores.

Todos os direitos reservados 27/55



Figura 41 - Pesquisa avançada ProQuest®

Fonte: autores.

Cliquem em Select All para selecionar ao 100 primerios em seguida em Save,


aparecera um menu conforme Figura 42. Selecione o Formato RIS (EndNote).

Figura 42- Selecionando os documentos para download na ProQuest®.

Fonte: autores.

Na sequencia em continue para fazer o download, repita o passo paginando para os


próximos 100, caso haja mais de 100 referencias. Figuras 43 e 44.

Todos os direitos reservados 28/55



Figura 43- Exportando os documentos.

Fonte: autores.

Figura 44 –Download ProQuest®

Fonte: autores.

Em seguida passe para o Passo 2 para importar no seu referenciador (Endnote®).

Todos os direitos reservados 29/55



1.9 PubMed Central®
https://www.ncbi.nlm.nih.gov.ez46.periodicos.capes.gov.br/pmc/ (CAPES)
https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/

Para se fazer a pesquisa, cola-se a mesma query no campo de pesquisa. Em seguida


clique em SEARCH.

Figura 45 – Base PUBMed Central®

Fonte: autores.

Para baixar as referências, clique em Send to:

Figura 46 - Sendto

Fonte: autores.

Ao clicar aparecera um menu com opções, conforme figura abaixo.

Todos os direitos reservados 30/55



Figura 47 - PubMed - Sendto Opções

Fonte: autores.

Clique na opção File. Na em Format, escolha MEDLINE.

Figura 48 – Escolhendo as opções

Fonte: autores.

Na sequencia clique em Create File.


Figura 49 – Criando o arquivo para download

Fonte: autores.

O mesmo irá produzir um arquivo texto e dará a opção de download.

Todos os direitos reservados 31/55



Figura 50 – Download PubMed Central®

Fonte: autores.

Salve o arquivo para importação no EndNote®.

Vale destacar, que para importar as referências, que o formato do PubMed não é RIS
e sim PubMed Central (NLM)

Siga os procedimentos deste guia da sessão de importar para o EndNote®, mas


escolha NLM em vez de RIS.

Lembrando e reforçando: No EndNote® terá que escolher esse formato, clicando em


Other Filters... PubMed Central (NLM) conforme figura abaixo.

Figura 51 – Escolhendo formato NLM

Fonte: autores.

Todos os direitos reservados 32/55



1.10 ERIC®

Utilize a base ERIC® via ProQuest®. Para tal, utilize os mesmos procedimentos da
ProQuest®

Link para acesso da base ERIC (ProQuest)


http://search.proquest.ez46.periodicos.capes.gov.br/eric/index

1.11 Google Acadêmico® / Scholar Google®

O Google Acadêmico® não fornece uma forma amigável para importar todos os
documentos encontrados na pesquisa. O mesmo também não fornece os filtros de
pesquisa tais como: Tipo de Documento (Artigos, Livros, Revisão, etc.), Idioma, Ano,
dentre outros. Sendo assim, aconselha-se não o utilizar na estratégia de busca
juntamente com outras bases de dados, para garantir a uniformidade da pesquisa, ou
seja, utilizar os mesmos filtros em todas as bases de dados.

O mesmo pode ser utilizado para expor a quantidade citações dos artigos contidos no
seu portfólio bibliográfico. Para isto, procura-se exatamente pelo título de cada um
dos artigos contidos no seu portfólio, anotando-se a quantidade de citações expostas
pelo Google Acadêmico®.

Mas porque utilizá-lo se outras bases como a Scopus®, Web of Science®,


Compendex® já exibem? Por que cada uma das bases tem sua própria métrica e
quando se juntam estas três bases numa só pesquisa, poderá haver discrepância nos
números de citações, além do fato de ter artigos contidos em uma base e não em
outra. O Google Acadêmico® trará todos os artigos utilizando a mesma métrica.

Caso sua pesquisa utilize apenas uma base, por exemplo Scopus®, utilize diretamente
a métrica da base.

O Google Acadêmico® possui uma maneira de exportar referências. Assim, faz-se


necessário configurá-lo. Para isso, clique em configurações conforme indicado na
Figura 56.

Todos os direitos reservados 33/55



Figura 52 - Configurações do Google Acadêmico®

Clique em Mostre links para importar citações para o EndNote®, para habilitá-lo, em
seguida em salvar, conforme Figura 57.

Figura 53 - Configurando Exportação no Google Acadêmico®

Essa configuração fará com que apareça nos resultados da busca a opção de exportar a
citação, denominada “Importe para o EndNote”, conforme ilustra a Figura 58. Basta
clicar para importar. Destaca-se que infelizmente a importação só é permitida de
artigo em artigo.

Todos os direitos reservados 34/55



Figura 54 - Importando do Google Acadêmico®

Todos os direitos reservados 35/55



Passo – 2 Como realizar a Importação dos dados obtidos nas buscas das
Bases

Antes de realizar a importação dos arquivos das bases Scopus®, Web of


Knowlwdge®, Ebsco®, Scielo®, Wiley®, Copendex® e Emerald® para o Endnote®,
devemos organizá-lo, criando uma estrutura de grupos, subdivididos em pastas. Em
nosso exemplo existem dois grupos (Bases e Filtros) com suas pastas. As pastas
foram numeradas de 1 a 12 para ter-se uma ordem.

Para criar um grupo faça o seguinte, clique com o botão da direita do mouse no item
My groups na aba My Library (Rename Group Set) para renomear o Grupo para
Bases - Veja Figura 59. Depois disso faça o mesmo procedimento, porém o
procedimento para criar grupos é – Create Group Set e nomeie para Filtros.

Resumindo, quando você tem um grupo e quer renomeá-lo a opção é Rename Group
Set, para criar a opção é Create Group Set.

Figura 55 - Create Group Set

Fonte: autores.

Após crie a seguinte estrutura de pastas:


Bases (1 – Scopus; 2 – Web of Knowledge; 3 – Ebsco; 4 – Scielo; 5 – Wiley; 6 –
Copendex; 7 – Emerald; 8 - Todos; 9 – Não duplicados)
Filtros (10 – Título / Palavras-chave / Resumo; 11 – Não disponíveis; 12 –
Disponíveis)
Conforme Figura 60.

Caso utilize menos bases por exemplo duas: Scopus® e Web of Knowledge® Crie
apenas:
Bases (1 – Scopus; 2 – Web of Knowledge; 3- Todos; 4 – Não duplicados) Filtros
(5 – Título / Palavras-chave / Resumo; 6 – Não disponíveis; 7 – Disponíveis)

Todos os direitos reservados 36/55



Figura 56 - Estrutura - Lógica

Fonte: autores.

Para criar uma pasta o procedimento é Create Group, conforme Figura 61.

Figura 57 - Criar Grupo - Create Group

Fonte: autores.

Agora, para importar os arquivos da bases Scopus e Web of Knowledge faça o


seguinte procedimento:

Figura 51 - Para importar o arquivo da busca realizada na base Scopus®, clique em


file -> import - > file

Todos os direitos reservados 37/55



Figura 58 - Endnote® Import File

Fonte: autores.

Em seguida escolha o arquivo que foi exportado da base Scopus (Figura 63)
Figura 59 - Escolha o arquivo

Fonte: autores.

Lembrando: Formato RIS, Import All, No Translation


Clique em import.

Todos os artigo importados irão para a pasta All references e deverão ser copiadas
para as suas devidas pastas que serão criados. Tanto os arquivos da base Scopus®,
como os arquivos da Web of Knowledge®, Ebsco®, Scielo®, Wiley®, Compendex®
e Emerald®.

Após copiar os arquivos para as suas devidas pastas de “bases”, você deve uni-los na
pasta 8 – Todos
A pasta Scopus® neste exemplo prático está com 32 arquivos, já a pasta Web of
Knowledge® está com 11. Desta forma unindo os arquivos das duas pastas citadas, a
pasta 8-Todos ficará com 43 Arquivos.

Todos os direitos reservados 38/55



Figura 60 - Importação de Arquivo e Redistribuição nas Pastas

Fonte: autores.

Para adicionar os artigos das bases (Scopus®, Web of Knowledge®, Ebsco®, Scielo®,
Wiley®, Compendex® e Emerald®) no grupo 8 - Todos deve-se realizar o seguinte
procedimento:

Clique nos artigos ... selecione todos PC: Control-A Mac: Command-A em seguida
copie control c --- commmand c

Figura 61 - Seleção de Artigos

Fonte: autores.

Clique no grupo 01 – Scopus® e control v / command v para o grupo 8- Todos


Para copiar os artigos para a pasta Web of Knowledge® o procedimento é o mesmo,
assim sucessivamente caso utilize outras bases de dados.

O próximo passo é verificar se na pasta 08-Todos existem arquivos duplicados, para


isso você deve copiar todos os arquivos da pasta TODOS para a pasta não duplicados
e ai sim executar a função do Endnote® para encontrar os duplicados

Todos os direitos reservados 39/55



Selecione todos os arquivos da pasta 09 – Não duplicados e clique no menu
References -> Find Duplicates, conforme abaixo.
Figura 62 - Endnote® Find Duplicate

Fonte: autores.

Caso encontre duplicados o Endnote® irá realizar o questionamento de qual das


referências você quer manter. Você deverá escolher a mais completa, para isso clique
no “KEEP THIS RECORD” no caso deste exemplo o da esquerda, pois o critério de
escolha é o nome do journal está correto.

Figura 63 - Keep this Record

Fonte: autores.

O Endnote® não acha automaticamente todos os duplicados. Portanto, você terá que
realizar uma filtragem manual após esse procedimento. Logo procure visualmente por
duplicados e elimine-os apertando a tecla delete do seu teclado.
Ordenando por autor, ou por título ajuda nas buscas por duplicados.

Todos os direitos reservados 40/55



Passo 3 - Grupo FILTROS.

Copie para a pasta 10 – Título / Palavras-chave / Resumos os arquivos da pasta não


duplicados

Em seguida leia-o Título / Palavras-chave / Resumos e apague (delete) os que não


estiverem alinhados com o tema de sua pesquisa. Esse é o primeiro filtro.

Para a pasta 11 –Não disponíveis serão copiados todos os arquivos que restaram da
pasta 10 - Título / Palavras-chave / Resumos

No Endnote® selecione todos os artigos da pasta 11 – Não disponíveis \ ... clique o


botão direito e find full text. Conforme abaixo.

Figura 64 - Encontrar PDF

Fonte: autores.

Os disponíveis irão aparecer com um ícone no formato de clips . Ordene clicando


no clips ... selecione os disponíveis, isto é, os que tiverem o e mova-os para a
pasta 12 - Disponíveis.

Caso o EndNote não baixe nenhum arquivo, e você tenha instalado algum programa
de segurança para acesso a conta bancária que utilize o "war saw". Este, pode esta
bloqueando o download.
Solução: Remova o war saw em Programas e recursos, war saw desinstalar e reiniciar
o computador.
Baixe os documentos na sequência.
Ao acessar o banco novamente o mesmo irá pedir para instalar de novo o "war saw"
faça isso e terá acesso a sua conta. Algumas instituições bancárias que foram
informadas do problema já colocaram o EndNote fora da lista negra e funcionam.
Esperamos que dentro em breve todos tenham colocando-o como seguro.

Todos os direitos reservados 41/55

Para os não disponíveis é recomendado fazer um rescaldo dos mesmos ou seja clicar
na url caso disponível e tentar fazer o download, ou procurar pelo artigo no Google
acadêmico®, Microsoft Academic Search®, Google®, Bing® , ou mesmo pelo portal
da Capes.

Após as o termino das buscas você realizará a análise somente dos artigos que
estiverem na pasta 12 – Disponíveis. Em nosso exemplo restaram 12 artigos.

Passo 4 – Exportar os dados para análise

Chegada a hora de exportar os dados a serem computados em uma planilha eletrônica,


em nosso caso utilizamos a planilha eletrônica Excel®.

No Endnote® - Escolha o que quer computar, neste exemplo Palavas-Chave


(Keywords)
Clique no menu Tools -> Subject Bibliography, vide abaixo.

Figura 65 - Subject Lib

Fonte: autores.

Selecione Author -> OK

Todos os direitos reservados 42/55



Figura 66 – Author

Fonte: autores.

Select All à OK

Figura 67 - Select All

Fonte: autores.

Selecione tudo e cole no Excel®. Pelo fato de estar entre parênteses aparece o número
negativo ... tire dos parênteses que irá ficar positivo.

Todos os direitos reservados 43/55



É possível também exportar dados de autor, ano, título do artigo via comando export
para o formato CSV. Baixe o nosso style para exportar do Endnote®
http://igci.com.br/artigos/Excel_CSV_Export_(IGCI).ens

Copie o mesmo para pasta Styles do seu EndNote®


Windows:
C:\Arquivos de Programa (x86)\Endnote X7\Styles

MAC
/Applications/EndNote X7/Styles

Para exportar, selecione os documentos que deseja exportar (entre na pasta e de


Contrl A ou Command A).

Em seguida clique em File -> Export

Figura 68 - Exportando CSV

Fonte: autores.

Todos os direitos reservados 44/55



Selecione o nosso formato... para isso, clique em Output Style -> Annotated

Figura 69 – Selecionado o estilo

Fonte: autores.

Clique em Select Another Style

Figura 70 - Selecionado o estilo passo 2

Fonte: autores.

Digite exc e clique em Find by

Todos os direitos reservados 45/55



Figura 71 – Selecionando o estilo Excel_CSV_Export_(IGCI)

Fonte: autores.

Clique em Choose

Figura 72 - Selecionando o estilo Excel_CSV_Export_(IGCI)

Fonte: autores.

Pronto! Você configurou o artigo de exportação… (Não tera que executar esses
passos novamente)… Agora vamos a exportação em Sí.

Escolha o nome do arquivo que quer salvar e a pasta onde ira salvar e clique em
salvar.

Todos os direitos reservados 46/55



Figura 73 – Exportando

Fonte: autores.

Esta exportado! Passamos então para importar-lo no Excel.

Abra o Excel ... Clique na Aba (DADOS)... Na sequencia em de Texto (3 icone da


esquerda pra direita)

Figura 74 – Excel import – Aba DADOS

Fonte: autores.

Escolha o arquivo txt que voce salvou da exportação do EndNote® e clique em Abrir.

Todos os direitos reservados 47/55



Figura 75 – Escolhendo o arquivo para importar Excel

Fonte: autores.

Clique na opção delimitado… e avançar.

Figura 76 - Delimitado

Fonte: autores.

Marque Vírgula e desmarque o TAB e clique em Concluir

Todos os direitos reservados 48/55



Figura 77 - Virgula

Fonte: autores.

Clique em OK

Figura 78 Finalizando a importação

Fonte: autores.

E finalmente esta importado!

Todos os direitos reservados 49/55



Figura 79 – Dados Importados

Fonte: autores.

Todos os direitos reservados 50/55



Passo 5 - BIBLIOMETRIA no Excel®
No Excel® cria-se um conjunto de pastas. A primeira será chamada de Matriz de
Síntese. Nela ficarão todos os artigos analisados e que serão lidos na íntegra.
Figura 80 - Matriz Síntese

Fonte: autores.

Também serão criadas outras pastas, conforme as análises que serão feitas. Vejamos
algumas:
• Keywords
• Ano
• Autor
• Journal
• Bases de dados
• Tipo de artigo (empírico, teórico, teórico/empírico)
• Referencias (artigos à serem lidos, referenciados neste artigo)
• Construto/ Definição – Sejam quantos forem

Agora com os dados exportados do Endnote® é realizar a Bibliometria. Vamos a


alguns exemplos:

Palavras-chave mais citadas


Figura 81 - Palavras-chave mais citadas

Palavras-chave mais citadas


Information
Environment
Performance
Innovation
0 2 4 6 8 10

Fonte: autores.

Todos os direitos reservados 51/55



Anos em que houveram publicações:

Os dados para esse gráfico foram obtidos da pasta Matriz de Síntese:


Figura 82 - Quantidade x Ano

Fonte: autores.

Autores com dados exportados do Endnote®:


Figure 83 - Autores

Fonte: autores.

Todos os direitos reservados 52/55



Gráfico quantidade de artigos por Journal com dados exportados do Endnote®:
Figura 84 - Journals mais citados

Quantidade de Journals citados

3
2.5
2
1.5
1
0.5
0

Fonte: autores.

A Figura 89 fator de impacto e Índice H foi montado manualmente, realizando a


pesquisa no site
http://www.scimagojr.com/journalsearch.php?q=11700154321&tip=sid&clean=0
Figura 85 – Fator de Impacto e Índice H

Fonte: autores.

Todos os direitos reservados 53/55



Se utiliza o site http://www.scimagojr.com/ para coletar a informação referente ao
fator de impacto e índice H dos Journals pertencentes ao portfolio bibliográfico.
Figura 86 - Fonte de informação de Fator de Impacto e Índice H

Fonte: autores.

Com base nestes dados, que se faz a síntese do portfolio bibliográfico, levando ao
pesquisador ao extrato do principal referencial sobre um determinado assunto.

Outras análises e sínteses pode ser feitas, tudo depende da necessidade e criatividade
de cada pesquisador.

Vale destacar que bibliometria por bibliometria não agrega valor e deve ser
eliminada! O que agrega valor são as análises feitas com base nos dados levantados
por meio da bibliometria. Sendo assim, levante a sua necessidade e planeje o que deve
ou não ser utilizado em sua pesquisa.

Todos os direitos reservados 54/55



Considerações Finais:

Sabemos que este guia não exaure as diversas formas e facetas de se fazer pesquisa.
Tão pouco nos iludimos em dizer que é o único método à se fazer. Nos inspiramos
nos questionamentos, indagações e solicitações de ajuda de nossos alunos, colegas,
pesquisadores e parceiros comerciais em prover uma forma de guiar um possível
caminho.

Esperamos que este guia auxilie na elaboração de pesquisas que promovam o


progresso do nosso País e da ciência como um todo.

Cursos & Palestras:


Caso tenha interesse em cursos e/ou palestras sobre este tema, entre com contato pelo
e-mail helio@igci.com.br ou robertofabiano.fernandes@gmail.com

Como referenciar este guia:


Ferenhof, H. A; Fernandes, R.F,. Passos para construção da Revisão Sistemática e
Bibliometria. V. 3.04 Disponível em: <http://www.igci.com.br/artigos/passos_rsb.pdf>
Acesso em: dd/mm/yyyy.

REFERÊNCIAS:
Ferenhof, H. A; Fernandes, R. F,. Desmistificando a revisão de literatura como base
para redação científica: Método SSF. Revista ACB, v. 21, n. 3, p. 550-563, 2016.

Todos os direitos reservados 55/55