Você está na página 1de 1

CARTA CAPITAL ÉPOCA ISTO É VEJA

A manchete é a ofensiva ruralista em


Trata-se de uma edição especial da
relação ao meio ambiente, mostrando
revista sobre o trágico vôo da Air
vários tratores fazendo uma colheita, A revista dá destaque apenas ao A manchete é a tragédia do AF-447, mostrando
France 447. Há somente uma foto
CAPA lembrando a bandeira do Brasil. O “AI-5 acidente do vôo AF 447, mostrando um avião sendo atingido por um raio. A GM
de uma mar com uma mancha de
digital”, uma crítica à Alemanha unificada uma sombra sobreposta no oceano. estatal e o PAC são os sub-temas.
óleo no mar. A capa não dá destaque
e o desemprego generalizado são os sub-
ou cita qualquer outra coisa.
temas.

O texto, de 3 páginas, procura ser A revista procura defender a GM, outrora a


Aborda o tema de uma forma mais
imparcial, mostrando a história da GM e o maior montadora de veículos do mundo, criadora
aberta, analisando os ganhos e as A matéria, de 2 páginas, enfatiza os
seu reinado de maior montadora do mundo, de carros interessantes, aviões militares que
perdas, tanto da GM quanto do erros a empresa, tratando sobre a
dede a criação da empresa até hoje, onde participaram na Segunda Guerra Mundial e
governo americano. A revista dá grave crise econômica da GM, a qual
está sendo repartida pelo governo (60% das inovadora tecnológica, influenciando a medicina
maior espaço argumentativo e de foi estatizada e sobre o governo
ações), pela Opel (Rússia) e pela Tengzong e o programa espacial. O texto, de 2 páginas,
análise de dados. Dentre as três americano – como forma de evitar
(China), sendo que, esta última comprou a também fala de Detroit, casa das 3 grandes
páginas cedidas à matéria, ela faz maiores estragos – que injetou uma
Hammer, que adquirira certo patriotismo montadoras de carros (Ford, GM e Chrysler) e
uma pequena abordagem da história grande quantia de capital. É
americano pela semelhança com os jipes da como ela está lidando com a crise. Fala da Idade
MATÉRIA - CRISE da GM para mostrar a sua enfatizado um dos motivos da crise da
Segunda Guerra Mundial. A revista de Ouro (década de 50 e 60) da GM, de Albert
importância no mercado empresa: os seus carros de alto
ECONÔMICA (GM) também cita a possível perda da divisão
automobilístico, a sua decadência, consumo de combustível. A revista
Sloan, um grande inovador. Ela compara a
LAAM (América Latina, África e Oriente estatização americana (temporária, que evitou
endividamento e, por fim, a sua procura mostrar que a GM Brasil
Médio), a explicação de Obama de porque os abalos mais graves da crise) e as estatizações
estatização. Aprofunda a análise da apenas sofrerá efeitos mínimos deste
ele valoriza mais os veículos GM venezuelanas e bolivianas (permanentes, que
crise da empresa, evidenciando as episódio, por ter adotado estratégias
estrangeiros do que os estadunidenses, a acreditam que o controle estatal é superior ao
posições e problemas que o diferenciadas de sua sede norte-
crítica de Michael Moore em, relação a privado), a GM (como estandarte da cultura
governo Obama terá que enfrentar, americana (desestruturada pela crise)
estratégia ultrapassada da GM e o americana) ao fim simbólico do século XX. Além
embora creia que a estatização – Como carros flex e de menor
objetivo do governo de reviver a frase de disso, afirma que a GM do Brasil quase não
desta fora uma medida correta a consumo de combustíveis.
1953: “O que é bom para o país é bom sofreu com a crise, sem demitir operários e pedir
ser tomada.
para a GM, e vice-versa”. empréstimos.

Procura mostrar símbolos da empresa


As fotos trazem um dos símbolos da As fotos representam a GM como o símbolo e
As fotos representam a estatização (a (o fundador e o carro de luxo), além
GM (seus carros luxuosos), na parte ideologia americana (a bandeira dos EUA do
bandeira dos EUA do lado do logotipo da de uma foto (maior) sobre a
inferior da primeira e segunda lado do logotipo da GM e uma pessoa tatuada
GM), o desmembramento da GM (o estatização da empresa,
FOTOS E página da revista uma evolução com alguns símbolos consumistas), além de
logotipo da Opel embaixo do da simbolicamente representada por uma
cronológica da empresa. Na terceira mostrar sua influência na Segunda Guerra
INFOGRÁFICOS Chevrolet), à possível perda do mercado
página, no canto superior direito, há
bandeira dos EUA hasteada no teto da
Mundial (fábrica de aviões militares). O
latino (uma fábrica de montadora latina) e, GM. Na frente inferior da página
um infográfico analisando as ações infográfico analisa a queda de ações, em
por fim, Michael Moore, o homem que existe um infográfico mostrando os
e seus valores ao longo dos anos (de porcentagem, das grandes montadoras de Detroit:
previu o futuro da GM. gastos do governo na compra de
1943 até sua estatização). Ford, GM e Chrysler.
ações de empresas.