Você está na página 1de 6

PROJETO DE INSTALAÇÕES HIDRÁULICAS 2018/1

INTRODUÇÃO

O que é um projeto?
Resposta: Projeto é composto por:
 Memorial descritivo;
 Memorial de cálculo;
 Plantas (baixa, elevações, cortes, perspectivas, detalhamento podendo
ser estrutural, hidráulica, elétrica, mecânica);
 Lista de materiais;
 Planilha orçamentária;
 Cronograma físico-financeiro;
 Normas técnicas;
 ART;
 Posse da área;
 Licenças pertinentes.

Qual a diferença entre Projeto Básico e Projeto Executivo?


Resposta: Conforme a Lei 8666/93:
 Projeto Básico: conjunto de elementos necessários e suficientes, com
nível de precisão adequado, para caracterizar a obra ou serviço, ou
complexo de obras ou serviços objeto da licitação, elaborado com base
nas indicações dos estudos técnicos preliminares, que assegurem a
viabilidade técnica e o adequado tratamento do impacto ambiental
do empreendimento, e que possibilite a avaliação do custo da obra e
a definição dos métodos e do prazo de execução;
 Projeto Executivo: conjunto dos elementos necessários e suficientes à
execução completa da obra, de acordo com as normas pertinentes da
Associação Brasileira de Normas Técnicas – ABNT.
INSTRUÇÕES PARA O PROJETO DA DISCIPLINA
INSTALAÇÕES

Instruções gerais:
Instruções a serem seguidas em todas as etapas do projeto.

 Grupo de no máximo 05 alunos;


 Prédio com no mínimo 05 pavimentos tipo;
 Cada pavimento tipo com no mínimo 04 apartamentos;
 Apartamentos com no mínimo 1wc, 1 área de serviço e 1 cozinha;
 Desnível entre os pisos dos apartamentos deverá ser de 03 metros;
 Definir a planta baixa do pavimento tipo com a indicação dos pilares e
vigas (interferências);
 Apresentar a planta de implantação da obra com a indicação das ruas
de entorno e as dimensões do lote.
 Será obrigatória a medição individual.
PARTE 01
ÁGUA FRIA e ÁGUA QUENTE
!!!!!!TODAS AS ETAPAS DEVERÃO SER ENTREGUES ENCADERNADAS EM UM ÚNICO VOLUME!!!!!!

Orientações gerais
Na concepção das instalações de AF considerar a previsão para as instalações de AQ, ES e AP;

Plantas a serem entregues:

Planta baixa do pavimento tipo com a indicação das colunas de água fria, caminhamento das
tubulações, equipamentos hidráulicos e elementos estruturais (pilares e vigas);
Planta baixa do da cobertura com a indicação do reservatório superior, das colunas de água fria,
caminhamento das tubulações, equipamentos hidráulicos e elementos estruturais (pilares e vigas);
Planta baixa do térreo (ou subsolo) com a indicação do reservatório inferior, da estação de
bombeamento, das colunas de água fria, caminhamento das tubulações, equipamentos hidráulicos
e elementos estruturais (pilares e vigas);
Isométrica geral com detalhe do barrilete;
Apresentar o padrão de cavalete dos hidrômetros;
Isométrica de cada área molhada (apenas para um pavimento tipo) contendo as tubulações de
água fria e água quente.

Roteiro das etapas:

1) Dimensionamento do volume para consumo do edifício;


2) Dimensionamento dos reservatórios;
3) Dimensionamento do barrilete, das colunas de distribuição, dos ramais e sub-ramais;
4) Dimensionamento da carga de pressão necessária no ramal que abastece as instalações
dos apartamentos;
5) Definição da altura da saída de água do reservatório superior, ou seja, cálculo da carga
disponível na entrada do apartamento (não será admitido pressurizador);
6) Dimensionamento do alimentador predial;
7) Dimensionamento das instalações de bombeamento;
8) Dimensionamento das instalações de água quente;
9) Desenvolvimento das plantas e isométricas.

Memorial descritivo:

As fórmulas utilizadas, métodos e as verificações a serem feitas devem ser apresentadas no
formato de texto neste memorial descritivo;
Os materiais utilizados devem ser caracterizados, bem como a apresentação de justificativa para
o uso de cada material e as rotinas de manutenção;
A concepção do projeto deve ser apresentada neste memorial, inclusive as considerações para a
definição da medição individualizada ou não.

Memórias de cálculo:

As verificações citadas no item anterior podem ser feitas em planilhas e devem ser apresentadas.
As fórmulas utilizadas e as verificações a serem feitas devem ser apresentadas no formato de
texto;
As verificações citadas no item anterior podem ser feitas em planilhas e devem ser apresentadas.
=============================================//==================================
PARTE 02
ESGOTAMENTO SANITÁRIO
!!!!!!TODAS AS ETAPAS DEVERÃO SER ENTREGUES ENCADERNADAS EM UM ÚNICO VOLUME!!!!!!

Orientações gerais
Na concepção das instalações de ES considerar as instalações de AF e AQ e prever AP;

Plantas a serem entregues:


Planta de implantação;
Planta baixa do pavimento tipo com os tubos de queda, colunas de ventilação,
equipamentos sanitários, ramais de esgoto/descarga/subcoletores e elementos estruturais
(pilares e vigas);
Planta baixa do pavimento térreo com os tubos de queda, colunas de ventilação,
equipamentos sanitários, ramais de esgoto/descarga/subcoletores e elementos estruturais
(pilares e vigas);
Planta com os cortes de WC, cozinha, AS para apenas 1apto;
Planta de corte geral da edificação (todo os pavimentos) apresentando as interligações nos tubos
de queda e coluna de ventilação;
Planta de detalhes (os detalhes na escala 1:20 podem fazer parte das demais plantas);
Planta baixa da implantação geral do empreendimento indicando as caixas de inspeção finais de
esgoto;
Apresentar detalhes tipo das caixas de inspeção, gordura e das caixas de passagem;
Perfil dos subcoletores até o coletor predial indicando as caixas de passagem e as caixas de
inspeção finais (ponto de ligação com a concessionária pública);
As caixas de inspeção finais deverão ter no máximo 0,80 m de profundidade e deverão ser
locadas no limite do terreno com o passeio público;

Memorial descritivo:

As fórmulas utilizadas, métodos e as verificações a serem feitas devem ser apresentadas no
formato de texto neste memorial descritivo;
Os materiais utilizados devem ser caracterizados, bem como a apresentação de justificativa para
o uso de cada material e as rotinas de manutenção;
A concepção do projeto deve ser apresentada neste memorial.

Memórias de cálculo
As fórmulas utilizadas e as verificações a serem feitas devem ser apresentadas no formato de
texto;
As verificações citadas no item anterior podem ser feitas em planilhas e devem ser apresentadas.

Roteiro das etapas:

1) Definição da implantação (dimensões terreno e locação da obra);


2) Definição do pavimento tipo (tubos de queda, ventilação, caminhamento das tubulações,
pontos de ralos e caixas sifonadas);
3) Dimensionamento dos ramais de descarga e ramais de esgoto;
4) Dimensionamento dos tubos de queda (o tubo de queda da pia da cozinha é separado);
5) Dimensionamento do ramal de ventilação;
6) Dimensionamento da coluna de ventilação;
7) Dimensionamento dos subcoletores até o ramal predial;
8) Desenvolvimento das plantas;
9) Desenvolvimento do perfil do subcoletor.
=============================================//=============================
PARTE 03
ÁGUAS PLUVIAIS
!!!!!!TODAS AS ETAPAS DEVERÃO SER ENTREGUES ENCADERNADAS EM UM ÚNICO VOLUME!!!!!!

Orientações gerais
Na concepção das instalações de AP considerar as instalações já desenvolvidas;

Plantas a serem entregues:


Planta de implantação;
Planta baixa do pavimento tipo com os condutores verticais e elementos estruturais (pilares e
vigas);
Planta baixa do pavimento térreo com os condutores verticais e elementos estruturais (pilares e
vigas);
Planta baixa da cobertura com as calhas de água furtada, ralos e pontos de descida dos
condutores verticais;
Planta de corte geral da edificação (todo os pavimentos) apresentando os condutores verticais;
Planta baixa da implantação geral do empreendimento indicando as caixas de areia, captação de
água de chuva e o ponto de interligação com o sistema público de microdrenagem.

Memorial descritivo:

As fórmulas utilizadas, métodos e as verificações a serem feitas devem ser apresentadas no
formato de texto neste memorial descritivo;
Os materiais utilizados devem ser caracterizados, bem como a apresentação de justificativa para
o uso de cada material e as rotinas de manutenção;
A concepção do projeto deve ser apresentada neste memorial, inclusive as considerações para a
definição da chuva de projeto.

Memórias de cálculo
As fórmulas utilizadas e as verificações a serem feitas devem ser apresentadas no formato de
texto;
As verificações citadas no item anterior podem ser feitas em planilhas e devem ser apresentadas.

Roteiro das etapas:

1) Definição da intensidade da chuva de projeto (tempo de duração e tempo de retorno da


chuva de projeto);
2) Definição da área de contribuição com base na planta da cobertura e do térreo com os
caimentos;
3) Definição do coeficiente de runoff;
4) Definição da vazão de dimensionamento;
5) Dimensionamento das calhas;
6) Dimensionamento dos condutores verticais;
7) Dimensionamento dos condutores horizontais;
8) Dimensionamento das estruturas de acúmulo para aproveitamento da água de chuva
(reservatório inferior e superior – o bombeamento será ministrado em AF).
9) Desenvolvimento das plantas;
10) Desenvolvimento do perfil dos condutores horizontais até a ligação com a rede pública.
=============================================//=============================
CRITÉRIOS DE CORREÇÃO
Atenção: Plantas sem apresentação das etapas que justifiquem suas dimensões serão avaliadas
como nota ZERO. Todas as grandezas representadas nas plantas devem ser obtidas através de
cálculo de dimensionamento.

Interesses relacionados