Você está na página 1de 12

Centro de Ensino Superior dos Campos Gerais – CESCAGE

http://www.cescage.edu.br/professoremacao
ISSN: 2358-1360 / Vol. I nº 1 /Jan – Jul / 2014

AÇÕES MULTIDISCIPLINARES NO DESENVOLVIMENTO DE CAMPANHA:


CONCRETIZAÇÃO DO PROJETO INTEGRADOR DO CURSO DE
PRODUÇÃO PUBLICITÁRIA DO CESCAGE

João Carlos Dias de Oliveira1


Cristiane Dresch2

Resumo: O presente trabalho analisa a implementação e prática do Projeto


Integrador dentro do Curso de Produção Publicitária do CESCAGE. Tal projeto é um
espaço para aplicação prática dos conhecimentos adquiridos pelos alunos em sala
de aula. Em 2014-02, o Projeto Integrador é desenvolvido sobre outro trabalho já em
execução, resultante de uma parceria entre o Curso de Produção Publicitária e o
Curso de Medicina Veterinária do CESCAGE. O conhecimento das disciplinas
estudadas é aplicado na divulgação de campanhas de vacinação da Agência de
Defesa Agropecuária do Paraná (Adapar).

Palavras-chave: Projeto Integrador, Aprendizado, Publicidade, Interdisciplinaridade.

DISCIPLINARY ACTIONS IN CAMPAIGN DEVELOPMENT: IMPLEMENTATION


OF INTEGRATIVE DESIGN COURSE
ADVERTISING PRODUCTION CESCAGE

Abstract: this article examines the implementation and practice of Integrator Project
within the Course of Publicist Production of CESCAGE. This project is a space for
practical application of the knowledge acquired by students in the classroom. In
2014-02, the Integrator Project is developed on other work already in progress, which
is the result of a partnership between the Course of Publicist Production and
Veterinary Medicine Course of CESCAGE.

Keywords: Integrator Project, Learning, Advertising, Interdisciplinarity, Publicity.

1 INTRODUÇÃO

1
Coordenador do Curso de Produção Publicitária do Centro de Ensino Superior dos Campos Gerais
(Cescage). Mestre em Ciências Sociais e graduado em Comunicação Social, com habilitação em
Jornalismo, ambos pela UEPG.
2
Professora Especialista do Curso de Produção Publicitária do Centro de Ensino Superior dos
Campos Gerais (Cescage).
54
Centro de Ensino Superior dos Campos Gerais – CESCAGE
http://www.cescage.edu.br/professoremacao
ISSN: 2358-1360 / Vol. I nº 1 /Jan – Jul / 2014

O Projeto Integrador do Curso de Tecnologia em Produção Publicitária do


CESCAGE é uma ferramenta de ensino que consiste na aplicação prática de
conhecimentos adquiridos em sala de aula em um objeto comum para todas as
disciplinas ministradas ao longo de um semestre. Tal trabalho permite a
interdisciplinaridade, já que diferentes conhecimentos podem ser aplicados em
conjunto. O Projeto Integrador foi pensado de forma dinâmica, podendo ser
trabalhado em propostas diferenciadas para cada semestre. No primeiro semestre
de 2014, o Projeto Integrador foi desenvolvido dentro da mesma abordagem do ano
anterior, qual seja, a campanha publicitária para divulgação das campanhas de
vacinação contra a febre aftosa e outras doenças animais no Estado do Paraná,
realizado em parceria com o Curso de Medicina Veterinária do Cescage. Juntos, os
dois cursos planejam campanha para a Agência de Defesa Agropecuária do Paraná
(Adapar).
Tal projeto se encontra na terceira edição, atuando sempre com o curso de
Medicina Veterinária demandando as ações, ou seja, atuando como os clientes da
campanha, e os alunos de Produção Publicitária fazendo o trabalho publicitário.
O projeto tem como unidade curricular (disciplina) norteadora, Atendimento e
Planejamento de Campanha, que é ofertada no Terceiro Módulo do Curso. De parte
de Medicina Veterinária, o trabalho é desenvolvido, a partir da Defesa Sanitária
Animal. Também participam alunos de Produção Gráfica e Design, Publicidade em
Rádio e Publicidade em TV, além de outras que possam ser necessárias ao longo
do trabalho.
O Projeto Integrador pode usar um espaço concreto de atividade das
questões envolvidas na construção de conhecimento. Não implica na eliminação das
aulas práticas em laboratório, mas do acréscimo didático nas relações teóricas e
produtivas.
Este relato pretende demonstrar como está sendo desenvolvido o Projeto
Integrador de Produção Publicitária em 2014-1, destacando a viabilidade de utilizá-lo
como forma integradora de outro projeto o Desenvolvimento da campanha
publicitária para o combate de doenças bovinas e bubalinas no Estado do Paraná.
Outros objetivos são de demonstrar como funciona, porque está sendo
desenvolvido desta maneira e a utilidade na formação integral do acadêmico.

55
Centro de Ensino Superior dos Campos Gerais – CESCAGE
http://www.cescage.edu.br/professoremacao
ISSN: 2358-1360 / Vol. I nº 1 /Jan – Jul / 2014

2 DESENVOLVIMENTO

2.1 PROPOSTA INICIAL

O Projeto Integrador do Curso Superior de Tecnologia em Produção


Publicitária do CESCAGE é explicado detalhadamente no Projeto Pedagógico,
reformulado em 2012. De acordo com o Projeto Pedagógico do (PPC-2012, p.20)
Pensar a interdisciplinaridade enquanto processo de integração recíproca
entre várias disciplinas e campos de conhecimento, no sentido de romper as
estruturas de cada uma delas para alcançar uma visão unitária e comum do
saber, trabalhando de forma cooperativa é, sem dúvida, uma tarefa que
demanda um grande esforço no rompimento de uma série de obstáculos
ligados a uma racionalidade extremamente positivista da sociedade
industrializada.

Conforme consta em tal documento, é preciso sempre trabalhar no sentido


de romper com qualquer tendência de fragmentação e de desarticulação que
possam ocorrer dentro da grade de um curso superior. As disciplinas não podem ser
desenvolvidas sem que ocorra “interação e transformação recíprocas entre as
diferentes áreas do saber” (PPC 2012, p.20).
Portanto, a interdisciplinaridade que se busca dentro do curso de Produção
Publicitária das Faculdades Integradas dos Campos Gerais (CESCAGE) ocorre,
conforme definição do próprio Colegiado do Curso, no envolvimento frequente entre
alunos e professores nas diferentes disciplinas. Almeida (2013) lembra que os
especialistas na área reforçam a necessidade de haver uma reflexão crítica e
inovadora na aquisição de conhecimento. Isso quando se trata de projeto integrador.
Tal meta é buscada nas atividades rotineiras de sala de aula, em visitas técnicas e
também em cursos de extensão. No caso do Projeto Integrador, ocorre a reflexão e
prática máxima de tal premissa, com os conhecimentos adquiridos pelos acadêmicos
sendo aplicados na prática para a execução de uma campanha publicitária, sempre
sob a coordenação dos professores. Peso, importância e qualidade nas avaliações,
fatores determinantes, segundo Melchior (2008), surgirão em tal processo.
O Projeto Integrador pode ser desenvolvido com diferentes objetos (cliente)
mantendo-o dinâmico. Assim, trabalha-se com a possibilidade de processar a

56
Centro de Ensino Superior dos Campos Gerais – CESCAGE
http://www.cescage.edu.br/professoremacao
ISSN: 2358-1360 / Vol. I nº 1 /Jan – Jul / 2014

interdisciplinaridade na sua essência, mantendo as especificidades de cada unidade


curricular. De acordo com o PPC, devem ser respeitados os campos trabalhados nas
disciplinas e distinguidos os pontos que os unem e que os diferenciam (2012).
O PPC (2012) também destaca que, para efetivar todas estas propostas, o
Curso de Produção Publicitária deve desenvolver o “Projeto Integrador”,
semestralmente, com atividades que integram as bases tecnológicas das UCs,
contemplando, assim, todos os conteúdos que estarão sendo trabalhadas no
semestre. O Projeto Integrador de cada semestre deve ser proposto pelo Colegiado
e planejado pela equipe, composta por todos os professores envolvidos diretamente.
Deve ser ressaltada a importância de tal organização, por conta do Projeto
Integrador ser um instrumento teórico-metodológico de aplicação prática do
aprendizado da sala de aula. De acordo com Medeiros e Gariba Júnior (2006, p.2)
“Os projetos devem permitir que o aluno aprenda e que o faça de maneira
significativa, isto é, incorporando o conhecimento e transformando-o de acordo com
a sua visão de mundo e a percepção de suas diferentes inteligências”.
Conforme o exposto no documento do Projeto Integrador do Curso de
Produção Publicitária do Cescage, o objetivo geral é de “reproduzir, na prática, os
conhecimentos adquiridos em sala de aula, utilizando-se de um objeto concreto de
ação”. Já os objetivos específicos destacados no documento são: favorecer o
diálogo entre as disciplinas que integram o currículo do curso; trabalhar a
capacidade da observação crítica do aluno, a partir de uma visão holística de
possíveis problemáticas acadêmicas presentes no cotidiano e relacionar no campo
prático os aspectos de conhecimento apresentados academicamente.
A partir do Projeto Integrador, o acadêmico pode colocar em prática o
conhecimento adquirido em uma determinada disciplina dentro de um adequado
contexto. Assim, pode “dominar estratégias de ensino eficazes para organizar
situações de aprendizagem que efetivamente promovam no acadêmico as
competências que se quer desenvolver” (PPC 2012, p.21).
Ainda de acordo com o que consta no PPC, a interdisciplinaridade se
apresenta como um processo complexo a ser trabalhado.

2.2 ATUALIZAÇÃO DE RUMOS

57
Centro de Ensino Superior dos Campos Gerais – CESCAGE
http://www.cescage.edu.br/professoremacao
ISSN: 2358-1360 / Vol. I nº 1 /Jan – Jul / 2014

Com foi colocado anteriormente, o projeto integrador do Curso de Produção


Publicitária do Cescage é previsto desde a implementação da atual grade e PPC,
que foi aprovado e colocado em prática a partir de 2012. Num primeiro momento,
toda a proposta foi construída pensando em atuar junto a uma instituição e esta
demandaria suas necessidades dentro da Publicidade. Assim, surgiu o primeiro
projeto, junto ao “Grupo Fauna”, uma ONG que atua na defesa de animais. O projeto
foi montado, mas com poucos resultados práticos desde o começo.
Inicialmente, a pouca ou nenhuma experiência de todos os envolvidos com o
Projeto Integrador gerou barreiras de insegurança ou falta de visão sobre as amplas
possibilidades de tal ferramenta de ensino. Outro problema observado foi a mudança
de diretoria no Grupo Fauna. Até então, todo contato era feito com a direção da
ONG, que logo no ano seguinte foi trocada. Isso gerou um distanciamento,
observado a partir da alteração na direção da instituição. Daí surgiu nova proposta,
com a aplicação do Projeto Integrador no sentido inverso, a partir de uma proposta
de demanda por trabalhos práticos desenvolvidos no seio do Curso de Produção
Publicitária e com um tamanho ideal para o fortalecimento do Projeto Integrador.
Desde 2012, o Curso desenvolve um projeto em parceria com o curso de
Medicina Veterinária do Cescage que objetiva elaborar campanha publicitária para
divulgação da campanha de vacinação contra a febre aftosa no Paraná. Na
sequência, tal trabalho foi ampliado, com a campanha também envolvendo outras
doenças de bovinos e bubalinos. A ideia é estimular a busca e atualização do
conhecimento sobre a doença e a legislação vigente no combate à febre aftosa e
repassar, de forma eficiente, informações técnicas de extrema importância ao
público ligado diretamente ao agronegócio no Estado do Paraná. Medeiros e Gariba
Júnior (2006, p.2) dizem que o “trabalho executado não pode se resumir a pequenas
atividades, deve englobar, por exemplo, pesquisas aprofundadas, de análise,
construção e investigação, fazendo com que os alunos busquem cada vez mais
informações”, o que passa a ocorrer no novo formato.
A concepção da ideia de inserir o Projeto de Extensão no Projeto Integrador
passou a ser desenhada ainda em 2013, mesmo que não tenha ocorrido naquele
momento. Em setembro de 2013, alunos de Defesa Sanitária Animal, curso de

58
Centro de Ensino Superior dos Campos Gerais – CESCAGE
http://www.cescage.edu.br/professoremacao
ISSN: 2358-1360 / Vol. I nº 1 /Jan – Jul / 2014

Medicina Veterinária e de Atendimento e Planejamento de Campanha, do 3º Módulo


de Produção Publicitária, passam a se encontrar para um novo desafio.
Em 2013, a proposta do grupo, composto por alunos de Produção Publicitária
e Medicina Veterinária era transformar os combates à febre aftosa, brucelose,
tuberculose e raiva animais e a necessidade e importância da guia de transporte
animal (GTA) em campanhas publicitárias. Para que os alunos de ambos os cursos
pudessem entender mais sobre os tópicos, foi feita uma apresentação do que é cada
uma delas, forma de manifestações, tratamento, incidência, contágio e perdas
econômicas. O objetivo dessa explanação era fazer com que houvesse informações
para os grupos de ambos os cursos discutirem as doenças e desenvolverem um
briefing para a construção da campanha.
Nessa edição do projeto, a turma de Produção Publicitária foi dividida em
quatro grupos. Cada um recebeu dados de duas doenças para realizar duas
campanhas distintas. A proposta era transformar o projeto em uma espécie de
competição, a fim de estimular o empenho, a dedicação, os conhecimentos,
habilidades e a criatividade dos grupos. A linha criativa foi traçada por cada equipe,
a partir do problema do cliente. Esses clientes eram os alunos de Medicina
Veterinária que, a partir do contato com os agropecuaristas, definiram qual a
mensagem a ser passada ao público-alvo.
O primeiro encontro resultou na aproximação, seguida do desenvolvimento
das atividades. À medida que as dúvidas surgiam, a proposta era que a
comunicação fosse estreitada para saná-las. As atividades foram desenvolvidas em
sala de aula, na disciplina de Atendimento e Planejamento de Campanha. Nesse
período já se destaca o processo de interdisciplinaridade, com o apoio da disciplina
de Produção Gráfica e Design. Como eram duas campanhas por grupo (cada um
composto por três alunos), as equipes tiveram bastante trabalho para desenvolver.
Após menos de um mês, foi marcado um novo encontro e os futuros
publicitários apresentaram as campanhas aos seus clientes, os alunos de Medicina
Veterinária. Foram várias alterações sugeridas e algumas falhas na comunicação
que precisaram ser ajustadas para resultar no sucesso a apresentação para
profissionais da Agência de Defesa Agropecuária do Paraná (Adapar). O órgão
governamental, representado por médicas veterinárias, selecionaria a melhor

59
Centro de Ensino Superior dos Campos Gerais – CESCAGE
http://www.cescage.edu.br/professoremacao
ISSN: 2358-1360 / Vol. I nº 1 /Jan – Jul / 2014

campanha de cada um dos tópicos. As melhores foram doadas para a Adapar, que
não dispõe de recursos para o desenvolvimento e criação de peças e campanhas.
Dentro da disciplina de Atendimento e Planejamento de Campanha, a
proposta foi fazer com que os alunos percebessem a estrutura de uma agência.
Apesar do número pequeno de integrantes de cada equipe, já que a turma envolvida
no trabalho, do terceiro módulo, contava com apenas 12 alunos, o objetivo era dividi-
los entre atendimento e planejamento, criação, redação e mídia. Embora essa não
seja a estrutura ideal, foi o que se pode fazer em face do número reduzido de
alunos.
No final de novembro de 2013, chegou a hora dos alunos apresentarem suas
criações e opções pelas melhores mídias às representantes da Adapar. O resultado
foi satisfatório, já que o objetivo foi cumprido e as médicas e alunos de Medicina
Veterinária aprovaram o resultado.

2.3 CAMPANHA E PROJETO INTEGRADOR

Em março de 2014, o projeto iniciou uma nova edição. Porém, a partir das
experiências adquiridas em 2013, o Colegiado do Curso de Produção Publicitária
optou por inserir este trabalho dentro do Projeto em Integrador. Concluiu-se que
faltava aos alunos envolvidos todos os conhecimentos, uma vez que parte dos
conteúdos necessários para o desenvolvimento de uma campanha só são
estudados nos semestres posteriores ao 3º módulo. Além disso, a intenção foi
envolver outras turmas e professores, cada um em sua unidade curricular. Tal
proposta também gera oportunidade de cada um exercitar, na prática, o que aprende
em sala de aula.
O trabalho é multidisciplinar, com envolvimento de alunos dos 3º, 4º e 5º
módulos diretamente, podendo também ter participação dos alunos dos módulos
iniciais. A partir da base tecnológica das unidades envolvidas, o Projeto Integrador
levanta dados para diagnosticar problemáticas acadêmicas e apresentar uma

60
Centro de Ensino Superior dos Campos Gerais – CESCAGE
http://www.cescage.edu.br/professoremacao
ISSN: 2358-1360 / Vol. I nº 1 /Jan – Jul / 2014

proposta de trabalho a ser implementada, a partir do contato entre Atendimento e


Planejamento de Campanha e Defesa Sanitária Animal. As produções práticas de
laboratório levam à elaboração de campanhas publicitárias ou de propaganda que
divulguem as campanhas.
No início de semestre, dentro das disciplinas de Atendimento e Planejamento
de Campanha e Defesa Sanitária Animal, foi definido que trabalho seria
desenvolvido no período letivo, bem como a nota para cada trabalho. Tal definição
aconteceu em conjunto no que diz respeito ao processo de trabalho. Ao final do
semestre, deveria apresentar a campanha pronta, inicialmente para os professores,
depois para profissionais da ADAPAR.
Mas como a proposta, no curso de Produção Publicitária, a partir da inserção
de tal trabalho no Projeto Integrador, era ter o envolvimento de mais disciplinas, tudo
isso ocorreu ao longo do trabalho. Após a realização do briefing e aprovação da
campanha, grupos de alunos do quarto e do quinto módulo, com orientação de
professores e alunos da unidade curricular de Produção Gráfica e Design,
envolveram-se no desenvolvimento gráfico das campanhas, apoiando os grupos
formados em Atendimento e Planejamento de Campanha. Alunos de Publicidade em
Rádio e Alunos de Publicidade em Televisão também desenvolveram as peças
propostas pela equipe de criação, ou seja, os alunos envolvidos na produção gráfica.

3 RESULTADOS

Outra mudança também aconteceu: este ano, as campanhas passaram a


tratar da febre aftosa, raiva e transporte animal, deixando de fora a brucelose e
tuberculose, conforme definição dada pelas professoras envolvidas mais
diretamente. Para evitar qualquer problema de comunicação, as equipes criaram
grupos no facebook e no whatsapp, mantendo o contato, tirando dúvidas e dando
agilidade ao trabalho. O método adotado foi o mesmo do ano passado, quando os
alunos de Produção Publicitária concluíram o trabalho feito a partir do briefing,
aconteceu uma apresentação do tema pelos estudantes desse curso para os alunos
de Medicina Publicitária. A intenção foi perceber se as informações passadas foram

61
Centro de Ensino Superior dos Campos Gerais – CESCAGE
http://www.cescage.edu.br/professoremacao
ISSN: 2358-1360 / Vol. I nº 1 /Jan – Jul / 2014

postas em prática e se viraram uma campanha. A responsabilidade do contato ficou


a cargo dos alunos de Atendimento e Planejamento de Campanha.
O diferencial, neste ano, foi a necessidade que os alunos tiveram em gerir
conflitos e saber administrar o tempo e os prazos com colegas de outras turmas,
com os quais não tem o contato diário. Isso conseguiu dar a eles uma percepção
realística de como pode funcionar uma campanha no mercado de trabalho, com
envolvimento de agência e seus departamentos. Esse aspecto foi considerado
interessante porque os colocou diante da realidade do mercado, quando dependem
da estrutura da agência para poderem cumprir os prazos e apresentarem resultados.
Normalmente, e pelo histórico, essa atividade acaba por gerar algum tipo de conflito,
que este ano foi bem menos percebido que nas outras edições, segundo foi
observado por professores e alunos. Os professores envolvidos mantiveram contato,
conversaram e procuraram fornecer informações aos seus alunos, com o intuito de
oferecer resultados satisfatórios aos seus „clientes‟.
Em cada obstáculo ou dificuldade no processo, as situações foram simuladas
e colocadas em face à realidade, preparando os profissionais para enfrentar o
mercado e deixando-os habilitados a resolver situações, solucionar problemas que
serão corriqueiros à rotina profissional.
A apresentação das campanhas aconteceu no dia 4 de abril de 2014 para os
alunos de Medicina Veterinária. Foram solicitadas alterações, seja de contexto ou de
imagem, a serem enviadas aos clientes para aprovação, antes da apresentação aos
representantes da Adapar, que deveria ocorrer no dia 25 de abril. A data foi mantida,
mas os representantes da Adapar não puderam comparecer. Professores de
Produção Publicitária atuaram como banca para a apresentação, então, dos
trabalhos. O resultado final apresentado foi considerado muito bom. Os alunos
ficaram entusiasmados com a experiência. Cem por cento deles aprovaram a
atividade.
A cada nova edição, percebe-se uma evolução dos alunos, um
amadurecimento e uma compreensão maior de todo o processo de produção.
Espera-se que o exercício prático seja capaz de contribuir com a formação
profissional de ambos os cursos.

62
Centro de Ensino Superior dos Campos Gerais – CESCAGE
http://www.cescage.edu.br/professoremacao
ISSN: 2358-1360 / Vol. I nº 1 /Jan – Jul / 2014

Dessa forma, o Projeto Integrador também permite que ocorra de forma direta
a formação continuada, adotada nos cursos de tecnologia do CESCAGE. Aprender
vai depender do desempenho do aluno ao longo de todo o processo ocorrido no
bimestre e no semestre. Tal diferença do modelo tradicionalmente adotado de
média, para Hoffmann (2010), muitas vezes, é uma meta irrevogável, que anula o
próprio processo de fazer avançar o conhecimento.

CONCLUSÃO

O Projeto Integrador é uma ferramenta que possibilita que haja uma maior
interação entre os alunos de um curso superior, ao mesmo tempo em que permite a
ocorrência de contato direto de acadêmicos com os diferentes saberes científicos,
através da interdisciplinaridade necessária para o bom desenvolvimento do trabalho.
No caso específico do Curso de Produção Publicitária do Cescage, o projeto
integrador esteve presente como ferramenta desde a implementação da atual grade
e PPC, aprovado e colocado em prática a partir de 2012. Inicialmente, tal trabalho foi
pensado tendo uma base de trabalho ligada a uma determinada instituição. No
primeiro caso, o contato inicial e primeiro projeto, fechado com o “Grupo Fauna” se
mostrou pouco eficaz e com resultados frustrantes.
Alguns fatores contribuíram para que não fossem atingidos os objetivos
esperados. O primeiro deles, a falta de experiência de todos os envolvidos com esta
eficiente ferramenta de ensino. E a segunda, não menos importante, ao contrário,
deflagradora da estagnação inicial do Projeto Integrador, foi a mudança de diretoria
no Grupo Fauna. Todo contato e desenvolvimento do projeto assentado em uma
pessoa, no caso a diretora do grupo, fez com que ocorresse um distanciamento a
partir da sua saída.
Nem por isso o Projeto Integrador, na essência foi considerado descartável ou
sem possibilidade de implementação. A nova proposta foi a utilização no sentido
inverso, ou seja, a partir de uma proposta de demanda por trabalhos práticos
desenvolvidos no seio do Curso de Produção Publicitária e, aí sim, tendo como
objeto de desenvolvimento uma determinada necessidade de um projeto ou sistema.
Assim sendo, se chegou à compreensão de que o Projeto Integrador poderia ser

63
Centro de Ensino Superior dos Campos Gerais – CESCAGE
http://www.cescage.edu.br/professoremacao
ISSN: 2358-1360 / Vol. I nº 1 /Jan – Jul / 2014

implementado dentro desse processo de demanda, que surge ao início de cada


semestre.
Ao mesmo tempo, o projeto de divulgação das Campanhas de Vacinação da
Adapar, desenvolvido em parceria entre o Curso de Produção Publicitária e Medicina
Veterinária, já havia apontado para dificuldades sob dois pontos relevantes: o
primeiro que ao tratar-se de uma campanha publicitária, o processo produtivo se
mostrara falho no sentido de envolver uma única unidade curricular, específica de
um módulo acadêmico, no caso o terceiro, sendo a disciplina em questão,
Atendimento e Planejamento de Campanha. É claro que se mostrou correta a
escolha de tal unidade para o projeto, já que é onde os alunos tomam conhecimento
com a prática de fazer o primeiro contato com o cliente, desenvolver o briefing e, a
partir daí, traçar toda uma proposta de campanha dentro daquilo que o briefing
demonstrou ser o desejado. Mas só esta unidade não dá conta do processo
posterior, ou seja, do desenvolvimento da campanha, propriamente dito. Daí
acabava dificultando o processo inicial, que é o de ensinar, da unidade curricular de
Atendimento e Planejamento de Campanha, que passava a se concentrar por
demasia no projeto e desviando o foco para o processo produtivo. Além disso,
manter a campanha situada em uma única turma se mostrava complicado por
sobrecarregar esses alunos e, ainda, lidar com conteúdos que eles até então não
tiveram, como Publicidade em Rádio, Publicidade em TV e mesmo Produção Gráfica
e Design, ainda em desenvolvimento.
Dentro disso, a ideia de inserir este projeto no Projeto Integrador, para o
Curso de Produção Publicitária, vem se mostrando eficaz até o momento. Este relato
foi produzido com o projeto ainda em andamento, portanto sem um resultado final,
embora já com a apresentação final. Mas o que foi observado para a produção deste
material, é que a proposta parece ter resolvido o problema do Projeto Integrador e
deu a ele possibilidades muito amplas. Também tem resolvido o problema do projeto
em parceria com Medicina Veterinária. Sendo o contato com os alunos de Medicina
Veterinária feito pelos acadêmicos do Terceiro Módulo, mantém-se na unidade
curricular de Atendimento e Planejamento de Campanha o trabalho premente das
suas bases tecnológicas.

64
Centro de Ensino Superior dos Campos Gerais – CESCAGE
http://www.cescage.edu.br/professoremacao
ISSN: 2358-1360 / Vol. I nº 1 /Jan – Jul / 2014

Além disso, o Projeto Integrador tem permitido aos acadêmicos de outras


unidades curriculares, como Publicidade em Rádio, Publicidade em TV, Produção
Gráfica e Design, Publicidade em Mídia Impressa, etc. ter em mãos a possibilidade
de experimentar na prática, com algo real, a produção de peças.
O Projeto Integrador de 2014-01 ainda não está concluído, segue em plena
fase de desenvolvimento. Mas os resultados até aqui observados, fazem concluir
que a forma atual, com o aproveitamento de uma demanda já existente no curso
pode ser a melhor para a sua implementação. Desengessa o Projeto Integrador do
necessário convívio com uma Instituição já pré-estabelecida, que pode, em
determinado momento, ter um material atraente, mas a mesma premissa pode já
não ser tão verdadeira em um momento subsequente.

REFERÊNCIAS

ALMEIDA, Maria Cecília Preto da Rocha. Projetos integradores: elementos


constitutivos de uma história de sucesso. Contexto da Alimentação Dossiê, São
Paulo: Senac, v.2, n. 1, 2013

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DOS CAMPOS GERAIS. Projeto Pedagógico


do Curso Superior de Tecnologia em Produção Publicitária do Cescage – 2012.
Ponta Grossa, 2012.

HOFFMANN, Jussara. Avaliação mediadora: uma prática em construção da pré-


escola à universidade. 30 ed. Porto Alegre: Meditação, 2010.

MEDEIROS, Caroline de; GARIBA JÚNIO, Maurício. Projeto integrador: uma


alternativa para o processo de avaliação discente dos cursos superiores de
tecnologia. Anais do XXXIV COBENGE, Passo Fundo: Ed. Universidade de Passo
Fundo, Setembro de 2006.

MELCHIOR, Maria Celina. Da avaliação dos saberes à construção de


competências. 2 ed. Novo Hamburgo: Premier, 2008.

ROSA, D. E. G.; SOUZA, V. C. (orgs.). Didática e práticas de ensino: interfaces


com diferentes saberes e lugares formativos. Rio de Janeiro : DP&A, 2002.

65