Você está na página 1de 12

Generated by Foxit PDF Creator © Foxit Software

http://www.foxitsoftware.com For evaluation only.

TIPOS DE ACTIVIDADES ECONÓMICAS


A IMPORTÂNCIA DOS RECURSOS

RECURSOS ALIMENTARES

A AGRICULTURA
Generated by Foxit PDF Creator © Foxit Software
http://www.foxitsoftware.com For evaluation only.

A agricultura – actividade que visa retirar do solo


recursos alimentares para a sobrevivência do Homem.

A nível global só uma pequena percentagem das terras


são férteis.

A actividade agrícola é condicionada por vários factores:


Clima
Factores Físicos Relevo
Solos

Tecnológicos
Factores Humanos Sociais
Económicos
Generated by Foxit PDF Creator © Foxit Software
http://www.foxitsoftware.com For evaluation only.

Factores Físicos

O Clima – as necessidades de calor e de água variam de


planta para planta.
O Homem pode superar as dificuldades geradas
pelo clima através da construção de estufas.

Os climas temperados são os mais propícios à agricultura.

O Relevo – os solos das altitudes elevadas são pobres


(devido à erosão) e difíceis de cultivar.
A construção de socalcos atenua as condições
naturais adversas.

Os Solos – se forem muito húmidos ou muito secos também


não são bons para a prática da agricultura.
Generated by Foxit PDF Creator © Foxit Software
http://www.foxitsoftware.com For evaluation only.

Factores Humanos

Tecnológicos – se o trabalho for feito por máquinas obtém-se uma


maior produtividade e os produtos químicos tornam os solos mais
férteis e aumentam o rendimento.

Económicos – Nas regiões com maior poder económico,


investe-se mais na agricultura, tornando-a mais desenvolvida.

Sociais – Nas regiões onde existem conflitos armados, as


pessoas fogem, abandonando os campos e as culturas.
Generated by Foxit PDF Creator © Foxit Software
http://www.foxitsoftware.com For evaluation only.

TIPOS DE AGRICULTURA
Agricultura tradicional Agricultura moderna

Características

Dimensão da propriedade Minifúndio Latifúndio


Variedade das culturas Policultura Monocultura
Aproveitamento do solo Extensivo Intensivo
Mecanização,
Rudimentares: enxada,
Técnicas agrícolas produtos químicos,
arado, charrua, …
estufas, sistemas de rega…
Mercado Nacional
Autoconsumo e
Destino da produção e Internacional
Mercado local.
e Indústria
Rendimento/Produtividade Baixo/Baixa Elevado/Elevada
Tracção animal – é
Mecanização – libertação de
Força de trabalho necessário muita
mão-de-obra
mão-de-obra
Tipos de países Países em desenvolvimento Países desenvolvidos
Generated by Foxit PDF Creator © Foxit Software
http://www.foxitsoftware.com For evaluation only.

Problemas
Nos países em desenvolvimento – a agricultura tradicional
não permite a subsistência dos agricultores e família e por isso
abandonam os campos para viverem na cidade
Nos países desenvolvidos – a mecanização dispensa o
trabalho manual, provocando o desemprego.
Por sua vez a utilização de produtos químicos provoca a
poluição dos solos e das águas superficiais e subterrâneas. A
mecanização excessiva e a monocultura intensiva provocam o
esgotamento dos solos.

Uma solução – a agricultura biológica


Generated by Foxit PDF Creator © Foxit Software
http://www.foxitsoftware.com For evaluation only.

Outros tipos de agricultura


Agricultura itinerante – É praticada por povos nómadas da seguinte
maneira: o agricultor lança o fogo a uma clareira (depois de cortar as
árvores), servindo-se das cinzas para fertilizar o solo. Faz o cultivo desse
terreno durante 2 ou 3 anos (até os solos ficarem esgotados) e depois
procura novos lugares onde repete todo o processo.

Agricultura da Ásia das monções ou rizicultura – No


sudeste asiático as monções provocam elevadas precipitações e
temperaturas, favorecendo a cultura do arroz. Através de
técnicas agrícolas simples e minuciosas o arroz é produzido em
grandes quantidades.
Agricultura de plantação – Nos países em desenvolvimento
existem plantações pertencentes a empresas dos países
desenvolvidos. Nesta agricultura cultiva-se produtos tropicais
destinados à exportação e são utilizadas tecnologias modernas
com a utilização de mão-de-obra local (mais barata).
Generated by Foxit PDF Creator © Foxit Software
http://www.foxitsoftware.com For evaluation only.

Portugal
Em Portugal a agricultura tem vindo a sofrer alguma modernização
mas, ao mesmo tempo, está a perder importância na economia do país.
A agricultura moderna é mais praticada no sul do país e a tradicional
no norte, devido às características físicas destas regiões.
O norte, mais acidentado, caracteriza-se por possuir
propriedade agrícolas de pequenas dimensões.

O sul mais plano, facilita a mecanização e existem


propriedades rurais de maior dimensão.

Alimentos transgénicos
Actualmente existem produtos que sofrem alterações genéticas –
transplante de genes de um ser vivo para outro. Ninguém sabe ao
certo quais os problemas futuros destas manipulações genéticas,
quer para o Homem, quer para o ambiente.
Generated by Foxit PDF Creator © Foxit Software
http://www.foxitsoftware.com For evaluation only.

Agricultura moderna – agricultura que visa abastecer o mercado. Faz-se


com máquinas e em monocultura (cultivo de uma espécie vegetal).

Agricultura Tradicional – agricultura que visa a subsistência da família.


Utiliza técnicas rudimentares e pratica a policultura (cultivo de várias
espécies vegetais).

Monções – sistemas de ventos periódicos.

Socalcos - patamares construídos nas vertentes das elevações.

Rendimento – relação entre a produção e a superfície.

Produtividade – relação entre a produção e o número de trabalhadores.


Generated by Foxit PDF Creator © Foxit Software
http://www.foxitsoftware.com For evaluation only.

Aproveitamento da Terra:
Extensiva – Ocupação descontínua da parcela que poderá estar sujeita a
rotação de culturas.
Intensiva – Ocupação contínua da parcela de terra que recebe mais de uma
cultura.

Sistemas de cultura:
Monocultura – Quando só existe uma cultura numa parcela de terreno.
Policultura – Quando numa parcela de terreno coexistem várias culturas.
Agricultura de sequeiro – Quando as culturas não são regadas.
Agricultura de regadio – Quando as culturas são regadas.

Morfologia agrária:
Latifúndio – Propriedade de grande dimensão.
Minifúndio - Propriedade pequena.
Campos abertos – Sem vedação.
Campos fechados – Campos fechados por muros ou sebes.
Generated by Foxit PDF Creator © Foxit Software
http://www.foxitsoftware.com For evaluation only.

Agricultura biológica
• A agricultura biológica surge nos anos 60 do século XX como
uma alternativa à agricultura industrializada. É um sistema de
produção baseado no funcionamento dos ecossistemas agrários
que utiliza práticas agrícolas que fomentam o equilíbrio dos
ecossistemas e a manutenção e melhoria da fertilidade do solo.
São práticas comuns neste tipo de agricultura a aplicação de
adubos orgânicos, que em muitos casos são adubos verdes,
rotação de culturas, associação de espécies com diferentes
necessidades de elementos nutritivos e luta biológica contra
pragas e doenças.
Generated by Foxit PDF Creator © Foxit Software
http://www.foxitsoftware.com For evaluation only.

Para além dos animais e de outros organismos existentes naturalmente


no solo, a criação animal é considerada em agricultura biológica como
fazendo parte de um todo em equilíbrio que integra o solo, plantas e
animais.
Note-se que este tipo de agricultura também usa “químicos”, pois, estes
fazem parte da constituição de todos os materiais, mas, salvo raras
excepções, não usa os componentes químicos que o Homem sintetiza em
laboratório.
São várias as vantagens da agricultura biológica:

• Produz alimentos saudáveis e ricos em nutrientes.


• Fertiliza o solo, reduzindo a desertificação.
• Usa racionalmente a água e preserva os aquíferos.
• Reduz o impacto sobre a biodiversidade.
• Respeita a vida selvagem e os ambientes naturais.
• Preserva a vida rural.
• Protege a saúde dos agricultores.
• Permite uma autêntica segurança alimentar.
Considerada como um modo de agricultura sustentável, a agricultura
biológica constitui um modo de produção que deve ser, a longo prazo, o
caminho a seguir.