Você está na página 1de 12

Dhyonata Allan Lima Gusmão

Isaac Oliveira de Souza


Joel Matos dos Santos
Maria Cristina de Araújo paulino

Fortaleza, 2018
Dhyonata Allan Lima Gusmão
Isaac Oliveira de Souza
Joel Matos dos Santos
Maria Cristina de Araújo paulino

Relatório técnico apresentado como requisito


parcial para obtenção de aprovação na disciplina
Fundamentos da Eletrotécnico, no Curso de Tec.
Mecatrônica, na Senai Serviço Nacional de
Aprendizagem Industrial

Prof. Daniel

Fortaleza, 2018
2

RESUMO

Este trabalho se resume em um projeto para demonstração do campo


magnético, sendo utilizado para gerar trabalho e para a aprovação na Unidade
Curricular de Fundamentos da Eletrotécnica.

Palavras-chave: Campo Magnético, Energia Alternada, Eletrotécnica.


2

SUMÁRIO

1 INTRODUÇÃO............................................................................................. 4
2 DESENVOLVIMENTO ................................................................................. 5
2.1 OBJETIVO GERAL ...................................................................................... 6
2.1.1 Objetivos específicos................................................................................ 7
2.2 PROCEDIMENTOS EXPERIMENTAIS ....................................................... 8
2.3 RESULTADOS............................................................................................. 9
3 CONCLUSÕES E RECOMENDAÇÕES ........................ ……………………10
REFERÊNCIAS……......................................................................................11
4

1 INTRODUÇÃO

Este Trabalho é uma forma de desenvolver nossa habilidade prática e teórica


dentro da UC de Fundamentos da Eletrotécnica, demonstrando através do nosso
projeto de forma a complementar nosso curso, os conhecimentos que envolvem a
parte de eletromagnetismo com foco na geração do campo magnético, bem como as
formas de geração de energia envolvidas no processo.
5

2 DESENVOLVIMENTO

Através deste projeto tivemos como ideia de como gerar energia contínua de
forma simples e pratica, usando campo magnético como fonte de força de rotação
para girar um dínamo (alternador de bicicleta), e assim gerar uma corrente para
acender um Led.

O dínamo é constituído por um imã fixo em um eixo móvel, ao redor deste eixo
existe uma bobina (fio condutor enrolado, constituindo um conjunto de espiras). Não
existe contato físico entre o imã e a bobina. No caso do dínamo de bicicleta, o
movimento de rotação da roda, ou da correia, é transferido para o eixo do dínamo.

É um gerador de eletricidade, um aparelho que transforma Energia


Mecânica em Energia Elétrica.

Hans Orsted observou que a agulha de uma bússola oscilava quando


aproximada de um fio condutor percorrido por corrente elétrica. Michel Faraday se
interessou pelo fenômeno e após alguns experimentos, observou que quando um
imã se move próximo de um circuito elétrico, a corrente elétrica do circuito é
alterada. Este fenômeno, chamado de indução magnética é explicado pela Lei de
Lenz, que estabelece: o sentido da corrente induzida é oposto da variação do campo
magnético que a gera.

Logo, sabemos hoje que a variação de campo magnético gera corrente elétrica.
No dínamo o imã gira com a bobina ao seu redor. Este movimento gera a variação
do campo magnético do imã, surgindo então, uma corrente elétrica no conjunto de
espiras da bobina. Esta corrente elétrica é utilizada para acender o farol do bicicleta,
ou qualquer led que seja instalado no circuito.

Este mecanismo funciona de acordo com o princípio de conservação de


energia, ou seja, parte da energia utilizada para girar a roda da bicicleta é
transformada em energia elétrica através da indução magnética.

Após conversar a respeito, decidimos rotacional o íman sobre o íman acoplado


ao cooler, entre seus polos positivos e negativos, assim o campo magnético faz o
cooler girar o dínamo.
Como resultado conseguimos provar que com a força do íman, conseguimos
fazer uma força rotacional, que gerasse energia suficiente para acender um Led, e
transformar a energia alternada em continua, através da ponte retificadora.
6
2.1 OBJETIVO GERAL

Demonstrar nossa habilidade, experiência e conhecimento através do nosso


projeto.

(Escrever mais – detalhar melhor)

2.1.1 Objetivos específicos

Gerar uma energia independente, utilizando um campo magnético para


demonstrar, tanto energia alternada, quando continua.

(definir os objetivos específicos – o que vocês quiseram fazer?????)


7

2.2 PROCEDIMENTOS EXPERIMENTAIS

(Definir material utilizado – Etapas de montagem)

Utilização de um cooler de geladeira


Figura 1 – Imã fixado ao eixo do motor

Fonte: Próprio Autor

Figura 2 – Diodos em Ponte

Fonte: Próprio Autor


8

Figura 3 – Dínamo

Fonte: Próprio Autor

Figura 3 – Imã magnético

Fonte: Próprio Autor


9

2.3 RESULTADOS

Conseguimos gerar energia alternada, da rotação provocada pela força


magnética do íman, e transformar em energia continua através da ponte retificadora.
1
0
3 CONCLUSÕES E RECOMENDAÇÕES

Provamos através desta experiência que conseguimos girar um cooler


acoplado a um dínamo com um íman, gerando energia alternada, e transformando-a
em energia continua de forma, a partir de uma ponte retificadora, que de certa forma,
poderia ter utilidade para o gera mento de energia gratuita, de forma na qual qualquer
um poderia obter.
10

REFERÊNCIAS

GERADOR ELÉTRICO COM MOLINETE E ALTERNADOR DE BICICLETA. Disponível


em: <https://www.youtube.com/watch?v=DTonTK_z17M >. Acesso em: 10 abr. 2018.

EFEITO JOULE. Disponível em: < https://www.efeitojoule.com/2008/06/como-funciona-


dinamo-bicicleta.htmlz17M >. Acesso em: 10 abr. 2018.