Você está na página 1de 4

Deus - O Justo Juiz e Pai Amoroso

Efésios 2

I. Intro
A. Qual é o nosso relacionamento com Deus?
1. Isso afetará nossa eternidade. Mas, também há uma outra pergunta:
B. Como você vê a Deus?
1. Isso afetará sua vida hoje, e essa semana.
2. A Bíblia descreve Deus de varias formas e nós crentes Precisamos de Equilíbrio
a) Nós tendemos a ver Deus de duas maneiras:
b) - Como "Justo Juiz" que é pronto para matar e destruir. (eu sou lixo)
c) - Como "Pai Amoroso" que é só amor e beijos. (Claro q Jesus morreu p/ mim - eu sou maravilhoso!)
d) Ir ao extremo de um lado ou de outro inevitavelmente resultará em erro doutrinário.
II. Deus - o Justo Juiz - Ef 2:1-3
A. Como descrente vivemos cumprindo os desejos pecaminosos e éramos filhos da ira
B. Odeia o pecado
1. Versículos sobre a ira de Deus e julgamento contra o pecado:
a) Salmos 7:11 - “Deus é juiz justo, um Deus que se ira todos os dias.”
b) Salmos 5:5 - “Os loucos não pararão à tua vista; odeias a todos os que praticam a maldade.”
c) É “Abominação” - Ezequiel 5:11 - “Portanto, como eu vivo, diz o Senhor DEUS, certamente,
porquanto profanaste o meu santuário com todas as tuas coisas detestáveis, e com todas as tuas
abominações, também eu te diminuirei, e o meu olho não te perdoará, nem também terei piedade.”
C. O homem pecador não pode entrar em sua presença
1. O AT tem muitas advertências contra o homem se aproximando de Deus
a) Êxodo 20:18–19 - “E todo o povo viu os trovões e os relâmpagos, e o sonido da buzina, e o monte
fumegando; e o povo, vendo isso retirou-se e pôs-se de longe. E disseram a Moisés: Fala tu
conosco, e ouviremos: e não fale Deus conosco, para que não morramos.”
b) Êxodo 24:1–2 - “Depois disse a Moisés: Sobe ao SENHOR, tu e Arão, Nadabe e Abiú, e setenta
dos anciãos de Israel; e adorai de longe. E só Moisés se chegará ao SENHOR; mas eles não se
cheguem, nem o povo suba com ele.”
2. Lev 16 - Uma vez por ano o sacerdote entrava na presença de Deus depois de muita preparação e
oferecia um sacrifício. Mesmo assim, corria um grande risco da morte e até amarravam uma corda ao
pé para que, se Deus o matasse, pudessem arrastar o corpo dele para fora.
D. O pecado tem que ser punido.
1. Romanos 6:23 - “Porque o salário do pecado é a morte”
E. Nós éramos assim!
III. O Evangelho muda tudo sobre como nós relacionamos com Deus
A. O evangelho — 2:4-9 ∞✝ Deus castigou Jesus no meu lugar!
B. Mudou tudo! — 2:13-17
1. Nos reconciliou com o povo de Deus - v.13-15
2. E, melhor ainda, nos reconciliou com Deus mesmo! - v.16
3. Ef 2:13 - Mas agora em Cristo Jesus, vós, q antes estáveis longe, já pelo sangue d Cristo chegastes perto.
IV. Deus - Pai amoroso - Ef. 2:17-19
A. Adotado como Filhos (Pai - v. 18; família de Deus - v.19)
1. No momento q uma pessoa coloca sua fé somente em Jesus como Senhor e Salvador; nasce de novo
2. Nascemos na família de Deus (espiritualmente - seu corpo, voz, personalidade não muda) 
3. Benefícios de ser Filho de Deus
a) Recebemos o Espírito Santo!
b) Desde que somos Seus filhos, Deus nos deu Seu Espirito em nossos corações, que clama: Abba
Pai!   — Papai! - Gálatas 4:6 - “E, porque sois filhos, Deus enviou aos vossos corações o Espírito
de seu Filho, que clama: Aba, Pai.”
(1) Um relacionamento com Ele que outros não tem
(2) Um termo de carinho - Ele é nosso pai perfeito
(3) E é incrível esse novo relacionamento amoroso que temos com Deus!
(a) O Espírito Santo ensina o crente a chorar: “Abba, pai”.
(4) Era o nome preferida do Senhor falando de Deus. É usado muito no Novo Testamento para
Deus.
(5) Abba! Pai! O Espírito Santo, “enviado aos nossos corações,” nos ensina a usar essas palavras.
(a) Jesus as usou no Getsêmani. Enquanto olhava para as perseguições horríveis, gritou:
“Abba! Pai!” Era o grito de alguém que sempre teve intimidade com o Pai

1/4
(b) O fato surpreendente é que nós também podemos usar as mesmas palavras para
expressar nosso relacionamento com Deus que Jesus usou para expressar seu próprio
relacionamento com Deus. Além disso, o Espírito Santo nos ensina a fazer isso!
4. O amor paterno pode incluir castigo
a) Hebreus 12:6 - “Porque o Senhor corrige o que ama, E açoita a qualquer que recebe por filho.”
5. Podemos deleitar-se nEle, ser feliz nEle e estar satisfeito nEle.
6. Obstáculos para desfrutar do nosso relacionamento: Projeção de nosso pai terreno.
a) Cada um de nós teve um pai terreno imperfeito.
(1) Mesmo que ele fosse ótimo e melhor que a maioria (como meu pai), ele ainda é imperfeito.
(a) Outros ainda tiveram experiências muito piores com o pai. Todos são imperfeitos.
(2) E aqui está o perigo: podemos projetar o caráter do nosso pai terreno em nosso Pai celestial.
(a) Seu pai era um cara durão? Então você pode pensar que Deus não tem compaixão.
(b) Era sobrecarregado e gastou pouco tempo em casa? Então, talvez você veja Deus ocupado
e disposto a deixar você sozinho.
(c) Seu pai foi abusivo? Então você pode ter dificuldade em confiar em seu Pai celestial.
7. Mas Deus é o pai perfeito!
B. Nós (sendo Filhos) podemos vir diante dEle com ousadia — Ef 2:18
a) Hebreus 4:14–16 - “Visto que temos um grande sumo sacerdote, Jesus, Filho de Deus, que
penetrou nos céus, retenhamos firmemente a nossa confissão. Porque não temos um sumo
sacerdote que não possa compadecer-se das nossas fraquezas; porém, um que, como nós, em
tudo foi tentado, mas sem pecado. Cheguemos, pois, com confiança ao trono da graça, para que
possamos alcançar misericórdia e achar graça, a fim de sermos ajudados em tempo oportuno.”
b) Temos acesso livre e aberto, ao Deus - como filho, não tem que pegar uma senha, e não há limite
de quanto tempo pode passar com Ele!
C. Como Seus filhos, nós podemos agora agradar a Ele, pela graça de Cristo!
1. Ele nos criou para agradar Ele em boas obras - Ef 2:10
a) A filiação nos leva à santificação - 1Jo 3:1-3
b) Não quero trazer desonra ao meu Pai
c) Efésios 5:1 - “Sede, pois, imitadores de Deus, como filhos amados;”
d) Filipenses 2:15 - “Para que sejais irrepreensíveis e sinceros, filhos de Deus inculpáveis, no meio de
uma geração corrompida e perversa”
e) Mas, achamos q é impossível (por causa de nossas fraquezas humanas)
2. Mas não sabemos o que fazer com essa linguagem no NT. Mais de 12 vezes, o NT fala sobre nossas
ações sendo “agradáveis a Deus”.
a) Frutificando em toda boa obra, crescendo no conhecimento de Deus agrada a Deus (Cl 1:10).
b) Apresentar seu corpo como um sacrifício vivo agrada a Deus (Rom. 12: 1).
c) Cuidar do seu irmão mais fraco agrada a Deus (Rm 14:18).
d) Obedecer a seus pais agrada a Deus (Cl 3:20).
e) Ensinar a Palavra em verdade agrada a Deus (1 Tessalonicenses 2:4).
f) Orar pelas autoridades agrada a Deus (1 Tim. 2:1–3).
g) Cuidar das necessidades da sua família agrada a Deus (1 Timóteo 5:4).
h) Compartilhar seus bens com os outros agrada a Deus (Heb 13:16).
i) Guardar seus mandamentos agrada a Deus (1 João 3:22).
j) Os cristãos podem ser ricos em boas obras - 1 Tim 6:18
k) Podemos andar dignos do nosso chamado - Efésios 4:1
l) + Muitas vezes não sabemos o que fazer com esses versículos que falam sobre o cristão vivendo
uma vida “agradável a Deus” porque pensamos que a obediência é a mesma coisa que a perfeição
(1) Em um nível, é verdade que não podemos ser perfeitamente santos e, portanto, agradar a Deus
no sentido de mérito ou justificação em Salvação.
(2) Mas há uma outra categoria: não meritória ou perfeita, mas ainda realmente e sinceramente
agradável a Deus como Pai..
(a) Confissão de Westminster: …sendo aceitas por meio de Cristo as pessoas dos crentes,
também são aceitas nele as boas obras deles, não como se fossem, nesta vida,
inteiramente puras e irrepreensíveis à vista de Deus, mas porque Deus (considerando-as
em seu Filho), é servido aceitar e recompensar aquilo que é sincero, embora seja
acompanhado de muitas fraquezas e imperfeições. 
(b) Em outras palavras, “As obras dum crente podem ser verdadeiramente boas mesmo que a
pessoa não seja perfeitamente sem pecado.
(c) Nós precisamos ter essa categoria em nossa teologia.

2/4
i) * Não que Deus aceita pecado ou serviço mau-feito; mas que Ele realmente se agrada
quando seus filhos façam o certo por amor.
(d) Quando você prega ao seu povo, você alguma vez diz a eles que alguns deles estão
realmente obedecendo aos mandamentos de Deus?
i) É fácil pregar de tal maneira que todos se sintam completamente envergonhados todas
as vezes. (ofertas, oração, evangelização)
ii) Mas há pessoas em nossas vidas que são guerreiras de oração, são generosas com
seu dinheiro e são fiéis na evangelização de Cristo.
iii) Então, não fala de tal maneira que a única resposta em tudo, seja o fracasso.
3. Então, e Isaías 64:6?
a) Muitas vezes pregamos: “Todos os nossos atos de justiça, até as suas melhores coisas, e até os
seu serviço de amor, são como trapo da imundícia diante de Deus!”
b) Mas, o que Isaías está dizendo?
(1) Olhe para o verso anterior Is.64:5 - há alguma categoria de pessoas no versículo 5 que faz um
tipo de justiça que não é o “trapo imundo” do v.6!
(2) A resposta está no próximo capítulo: Isaías 65:2-5
(a) Esses são os “atos de justiça” que Deus diz que são nada mais d q um trapo imundo.
(b) É o tipo de pessoa que diz: "Bem, sou santo porque vou à igreja, dou ofertas, e meus filhos
sentam ao meu lado e são bem comportados".
i) E o Senhor diz: “Mas, Como você vive durante a semana? Como você trabalha? Como
você fala com sua esposa? Como você ama seus filhos? O que você está assistindo na
TV ou na Internet? Seus "atos de justiça" estão imundas à minha vista!
c) Tudo parece certo, mas… Salmos 78:36–37 - “Todavia lisonjeavam-no com a boca, e com a língua
lhe mentiam. Porque o seu coração não era reto para com ele, nem foram fiéis na sua aliança.”
D. Precisamos reconhecer uma categoria de boas ações que são realmente boas, embora não perfeitamente
boas.
1. Nada disso é para dizer que Isaías está dizendo que você pode ter uma justiça que ganha favor de
Deus [ou que ganhe a salvação].
2. É para dizer que: ***É possível que o povo de Deus, comprado por sangue, nascido de novo e
redimido, viva de tal maneira que agrada a Ele!
a) Isso será absolutamente surpreendente para alguns de nós. Porque nós só aprendemos a pensar
em um Deus onde, nós somos salvos, mas Ele é austero, Ele é caprichoso, Ele é mal-humorado, e
está pronto para atacar e matar.
b) *Alguns de nós (em um desejo bom de nos concentrarmos na justificação) só aprendemos a nos
relacionar com Deus como um Juiz e nunca como um Pai.
3. Se você se relacionar com Deus apenas como juiz, então você é ou culpado ou inocente; ou
condenado ou não.
a) E não O conhece como um Pai que ama seus filhos.
b) Sim, podemos entristecê-lo e desagradá-lo.
c) Mas também podemos viver de tal maneira, pela Graça de Cristo, que seja agradável a Ele.
4. Certamente os pais entendem isso.
a) Se você dissesse ao sua filha para limpar o quarto e ela respondesse: “Sim, mamãe / papai!” E ela
corre para o quarto e está lá trabalhando rapidamente por 20 minutos
(1) Finalmente ela corre p/ pegar você, dizendo: “Papai, eu limpei quarto Eu quero que você veja!”
(2) E você vai para o quarto dela e você olha em volta e vê que o travesseiro não está muito certo
e há alguns brinquedos debaixo da beira da cama, e as roupas não são dobradas certinhos
(a) e você diz: "Huh! Eu poderia ter feito melhor!
b) Ou, se o seu filho vier até você com um desenho para você. Eu tenho fotos que meus filhos deram
e elas não se parecem em nada comigo! Parece uma grande laranja.
(1) O que você faz quando recebe isso do seu filho d 4 que te ama e quer te agradar e obedecer?
(2) Você diz: “Essas cores são terríveis! Isso não parece nada comigo! Tente novamente!"
(3) Você diz: "Obrigado!"
c) O quarto estava limpo perfeitamente, sem falhas? o desenho era uma obra-prima pronta para um
museu? Não. Mas, no entanto, foi bom, sincero, verdadeiro, agradável? [sim]
5. Temos cortado nosso relacionamento com Deus, num jeito que só nos relacionamos com Ele como um
Juiz e nunca como um Pai que nos ama e cuida de nós.
E. Sim Ele é o Justo Juiz que odeia pecado, mas (para o crente) Ele também é um Pai Amoroso.
V. Concl.
A. Como está seu relacionamento com Deus?

3/4
1. Se você nunca confiou na obra de Cristo como seu único salvador, você está (agora mesmo) sob a
condenação de Deus - Jo 3:18.
2. Você pode ser salvo hoje!
B. Cristão, como você vê Deus?
1. Juiz? Ou pai? ou ambos?
2. Deus não é menos que um juiz, mas ele é muito, muito mais.
3. Você está se esforçando para viver de uma maneira que sinceramente, sinceramente agrada a Ele,
pela graça de Cristo?
4. Ao seguir Cristo pela palavra de Deus, lembre-se de que com essa vida Deus se agrada!
5. Você, (Crente), tem um Pai Celestial que ama você e deleita-se no seu serviço por Ele pela graça de
Cristo!

4/4

Interesses relacionados