Você está na página 1de 7

Geografia

A Agricultura

Factores Naturais:
-Clima (temperatura, humidade, insolação)
-Solo
-Relevo

Factores Humanos:
-Densidade populacional
-Sistemas económicos e políticos
-Técnicas de trabalho e meios utilizados
-Grau de formação dos agricultores

Agricultura Tradicional

Propriedades: minifúndios

Características:
-Elevada percentagem de população agrícola
-Tarefas agrícolas exclusivamente manuais
-Produção para autoconsumo
-Organização das explorações do tipo familiar ou tribal
-Sistemas policulturais
-Número elevado de terras incultas (agricultura extensiva)
-Fracos conhecimentos técnicos (por parte dos agricultores)

Agricultura Moderna

Propriedades: Latifúndios

Características:
-Agricultura de mercado
-Agricultores são empresários
-Agricultura mecanizada
-Agricultura científica (técnicas sofisticadas como fertilizantes e estufas)
-Agricultura especializada
-Agricultura ligada à indústria

1
Agricultura em Portugal

Grandes zonas agrícolas: Alentejo


Pequenas zonas agrícolas: Minho

Factores:
-relevo
-pressão demográfica
-maior quantidade população, maior divisão de terrenos e consequente diminuição de
fúndios

-Em Portugal existe auto-insuficiência alimentar, devido a condicionalismos, como a


pressão demográfica e pequenas propriedades

Agricultura no Contexto Mundial

Países Pobres: agricultura tradicional (maioritariamente)

Países Ricos: Agricultura moderna

Diferentes Tipos de Cultura

Factores para esta grande diversidade de paisagens agrícolas:


-Clima
-Relevo
-Solo
-Tecnologia
-Número de activos
-Dimensão da propriedade

Agricultura itinerante sobre Queimada

-Forma de agricultura mais primitiva


-Pratica-se policultura
-Baseia-se na queima de floresta para o arroteamento de terras e para o aproveitamento
das cinzas como único fertilizante

Agricultura sedentária de sequeiro

-Desenvolve-se nos planaltos de África


-Intensiva
-Pousio e rotação de culturas
-Aproveitamento do estrume

2
Agricultura de Oásis

-Pratica-se no Norte de África (desertos Sahara)


-Policultural
-Extrema divisão de propriedade
-Presença de árvores como palmeiras e tamareiras indispensável para evitar o avanço
das areias do deserto e para fazer sombra para as culturas

Agricultura da Ásia das Monções ou Rizicultura

-Pratica-se na região da Ásia


-Aproveita as elevadas densidades populacionais existentes para mão-de-obra, dado que
as técnicas agrícolas são muito: simples, minuciosas e intensivas.

Agricultura de Plantação

-Existe nas regiões tropicais, nos países em desenvolvimento que foram colónias dos
europeus
-Agricultura Moderna, (antigamente era tradicional devido à mão-de-obra local e de
escravos)
-Grandes propriedades (latifúndios)
-Destinada ao mercado internacional
-processos produtivos modernos
-Monoprodução

Agricultura de tipo Norte-Americano

Várias especialidades: Exemplo: estado x cultura y / estado w  cultura z

-Praticada em extensas propriedades de forma muito regular


-Recurso a uma elevada mecanização
-Monocultura

Agricultura de tipo Europeu

-Agricultura intensiva
-Praticada em explorações de pequena e média dimensão
-Policultura

Aspectos estruturais da Agricultura

Espaço rural: campo


Espaço Agrário: actividades agrícolas

3
Características Espaço Agrário

Estrutura agrária:

-parcelas (tamanho: latifúndio ou minifúndio) ou (forma:regulares, irregulares) ou


(delimitação:campos abertos (openfield) ou fechados (Bocage))
-povoamento (concentrado ou agrupado ou disperso)

Sistema Culturas:
-associação de culturas (monocultura ou policultura)
-intensidade de utilização do solo ou grau de aproveitamento (intensivo ou
extensivo)

As Fragilidades dos Sistemas Agrários: Que Condicionalismos para Portugal?

Os Condicionalismos físicos:
-Clima (irregular: temp. muito elevadas na estação seca, chuvas intensas)
-Solo
-Relevo

Condicionalismos humanos:
-Densidade populacional (profundas assimetrias entre litoral e interior)
-Aspectos Históricos (influência civilizações Romana e Árabe, conquista do país de
norte para sul, acção de alguns reis, os descobrimentos, …)
-Estrutura Fundiária
-Objectivo da actividade agrícola
-Sistemas de culturas

Principais Paisagens Agrícolas Europeias

Campos Abertos (Openfield)


-Paisagem do leste da Europa
-Latifúndios (grandes espaços)
-Não vedados
-Campos grandes
-Agricultura extensiva ou intensiva com solos mais férteis
-culturas temporárias
-povoamento concentrado
-Em Portugal localiza-se no Alentejo

Campos Fechados (Bocage)


-Paisagem ocidental da Europa
-Minifúndios
-Em Portugal localiza-se no Minho e Madeira
-Paisagem clima marítimo, com chuvas intensas
-Policultura com espécies diversificadas
-campos de pasto

4
A Agricultura portuguesa – Que realidade?

-A população agrícola em Portugal tem vindo a diminuir, especialmente após a entrada


na CEE.
-Até 1960 a actividade económica agrícola era a mais importante, a partir daí foi
perdendo influência.
-Após a entrada na CEE 1986, Portugal recebeu fundos da mesma para investir no
sector primário, mas não correu bem. Mesmo após um período de adaptação os
agricultores portugueses ficaram sujeitos à forte competitividade dos europeus e sem
hipóteses, foi-se abandonando a actividade agrícola.
-Contudo, alguns agricultores lusos mais formados, e que tinham apoios, conseguiram
ganhar fundos e modernizaram.
-Em Portugal a agricultura é para subsistência e ainda há muitos pequenos agricultores
que não conseguem competir, enquanto que há alguns que têm sucesso.

As principais produções agrícolas em Portugal: que evolução?

Os Cereais

Maior importância em Portugal:


-trigo
-milho
-centeio
-arroz (de certo modo)

Evolução após 1986:


-Redução da superfície de cultivo
-Quebra da produção
-Perda de importância no contexto da produção vegetal
-Manutenção ou quebra ligeira nos casos do milho e do arroz
A Vinha

Grande importância nas regiões de:


-Entre Douro e Minho (região vinhos verdes)
-Ribatejo e Oeste (afamadas produções)
-Trás-os-Montes (vinho Porto)

No Alentejo e na Madeira, esta produção tem uma grande importância para as


economias regionais.

O Azeite

Alguns problemas que se depara:


-Fecho de lagares por imposição da EU, por falta de cumprimento das regras ambientais
-Falta de mão-de-obra especializada
-Olivais abandonados
-Olivais envelhecidos
-Dificuldade de introduzir a mecanização em áreas de minifúndio ou de difícil acesso

5
Grande importância nas regiões de:
-Trás-os-Montes
-Alentejo
-Beira Interior

A Batata

A sua produção tem tido uma evolução positiva, embora ligeira.

Grande importância nas regiões de:


-Trás-os-Montes
-Ribatejo
-Oeste
-Beira Litoral

As culturas emergentes: A fruticultura e a horticultura

Tem tido um grande crescimento, particularmente desde 1986, nomeadamente através


de apoios para:
-introdução de sistemas de rega
-construção de estufas
-substituição de culturas

Culturas Industriais

-Tomate (Ribatejo)
-Girassol (Alentejo)
-Tabaco (Beira Interior)

A Diversidade rural portuguesa: O Norte

Norte Atlântico

Características
-Agricultura muito intensiva
-Propriedades minifúndio
-Sistemas policulturais
-campo-prado
-Povoamento disperso

Norte Interior

Características:
-Propriedades minifúndio (embora maiores que as do Norte Atlântico)
-Sistema de afolhamento bienal com pousio.

6
A Diversidade rural portuguesa: O Sul

Alentejo

Características:
-Propriedades de latifúndio
-Agricultura extensiva
-Povoamento excessivamente concentrado

Algarve

Características:
-Propriedades de minifúndios
-Sistemas policulturais irrigados
-Culturas dominantes como hortícolas, frutas e floricultura.

A Diversidade rural portuguesa: As Regiões Autónomas

Açores

Características:
-Propriedades de minifúndios
-Policultura intensiva
-cultura de milho e pastagens excelentes para a criação de gado bovino
-Campos fechados

Madeira

Características:
-Propriedades de minifúndios
-Estrumação das terras
-Construção de socalcos ou poios
-Irrigação intensiva
-Culturas de banana, vinha, cana-de-açúcar e vinho