Você está na página 1de 78
Reitor: Benedito Guimarães Aguiar Neto Vice - Reitor: Marco Tullio de Castro Vasconcelos Chanceler: Davi

Reitor: Benedito Guimarães Aguiar Neto Vice-Reitor: Marco Tullio de Castro Vasconcelos Chanceler: Davi Charles Gomes

PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO E ASSUNTOS ACADÊMICOS

Pró-Reitor: Cleverson Pereira de Almeida Coordenadora de Apoio Pedagógico: Marili Moreira da Silva Vieira Coordenadora de Apoio Didático-Pedagógico: Ana Lúcia de Souza Lopes

CENTRO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA

Coordenadora Geral: Esmeralda Rizzo Coordenadora de Apoio Técnico-Administrativo: Jussara Cristina Paulon Coordenadores da Produção de Materiais Didáticos:

Solange Palma de Sá Barros Ubirajara Carnevale de Moraes

COMISSÃO DE CONCEPÇÃO E ACOMPANHAMENTO PEDAGÓGICO

Ana Lúcia de Souza Lopes Esmeralda Rizzo Marili Moreira da S. Vieira Solange Palma de Sá Barros Ubirajara Carnevale de Moraes

GUIA DE ESTUDOS
GUIA DE
ESTUDOS

MÓDULO 1

GESTÃO EMPRESARIAL

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA

GUIA DE ESTUDOS MÓDULO 1 GESTÃO EMPRESARIAL CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA Eixo comum da área de

Eixo comum da área de Gestão de Negócios

GUIA DE ESTUDOS MÓDULO 1 GESTÃO EMPRESARIAL CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA Eixo comum da área de
GUIA DE ESTUDOS MÓDULO 1 GESTÃO EMPRESARIAL CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA Eixo comum da área de

© 2016 Universidade Presbiteriana Mackenzie

Todos os direitos reservados à Universidade Presbiteriana Mackenzie. Nenhuma parte desta publicação

poderá ser substituída por qualquer meio ou forma sem a prévia autorização.

Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CIP)

(Câmara Brasileira do Livro, SP, Brasil)

G943

Guia de estudos : Curso Superior de Tecnologia, eixo comum da área de gestão de negócios : módulo 1, gestão empresarial / Universidade Pres- biteriana Mackenzie ; coordenadora: Conceição Aparecida Barbosa. – São Paulo : Ed. Mackenzie, 2015. 414 p. : il. ; 30 cm.

Inclui bibliografia. Conteúdo: Administração contemporânea / Nelson Marinho Benseny -- Gestão contábil-financeira / Patrícia Leite M. Cioffi -- Comportamento organi- zacional / Miriam Rodrigues. ISBN: 978-85-67981-07-9 [impresso] ISBN: 978-85-67981-09-3 [on-line]

1. Gestão de negócios. 2. Administração contemporânea. 3. Gestão contábil. 4. Gestão financeira. 5. Comportamento organizacional. I. Bar- bosa, Conceição Aparecida. II. Benseny, Nelson Marinho. III. Rodrigues, Miriam. IV. Cioffi, Patrícia Leite de Moraes. V. Universidade Presbiteriana Mackenzie.

CDD 658.31

Universidade Presbiteriana Mackenzie Rua da Consolação, 930 São Paulo - SP - CEP 01302-907 Tel.: (11) 2114-8000 www.mackenzie.br

SUMÁRIO

 

MÓDULO 1

 

Gestão empresarial

Administração contemporânea

7

Nelson Marinho Benseny

Capítulo 1 - Fundamentos da gestão Capítulo 2 - Ambiente organizacional Capítulo 3 - Planejamento e tomada de decisões Capítulo 4 - Estratégia organizacional Capítulo 5 - Inovação e mudança organizacional Capítulo 6 - Processos organizacionais

9

27

45

65

83

101

 

119

Capítulo 7 - Liderança Capítulo 8 - Administração global

137

SUMÁRIO Gestão empresarial 6 Administração contemporânea INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO TEMA Na disciplina de

SUMÁRIO

SUMÁRIO Gestão empresarial 6 Administração contemporânea INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO TEMA Na disciplina de

Gestão empresarial

SUMÁRIO Gestão empresarial 6 Administração contemporânea INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO TEMA Na disciplina de

6

Administração contemporânea

SUMÁRIO Gestão empresarial 6 Administração contemporânea INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO TEMA Na disciplina de

INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO TEMA

Na disciplina de Administração contemporânea, estudaremos os conceitos e fundamentos para administrar organizações, e os processos de decisão gerencial frente a um cenário empresarial marcado pelas mudanças, transformações e competitividade. Serão expostas as principais abordagens e estratégias que os executivos utilizam na gestão das suas empresas e negócios, visando resultados eficazes e eficientes. Entenderemos os motivos da complexidade de se administrar empresas atualmente e a necessidade de um perfil de executivo contemporâneo que esteja sintonizado com as mudanças e transformações nos ambientes empresariais, cada vez mais dinâmicos.

O livro escolhido para acompanhar o estudo do tema Administração Contemporânea foi o ADM (2013), de Chuck Williams.

Para facilitar o estudo e acompanhamento do tema, organizamos o Guia de Estudo com os seguintes capítulos e respectivos assuntos a serem tratados, relacionando-os com os capítulos do livro indicado:

Fundamentos da gestão (Capítulo 1 – p. 2-12) Definição de administração e organização; as quatro funções administrativas; tipos de gestores; papéis gerenciais de Mintzberg; habilidades gerenciais; e o que determina se gestores terão sucesso ou não.

Ambiente organizacional (Capítulo 3 – p. 41-54) As transformações no ambiente organizacional; ambiente externo e interno; ambiente geral e específico; processo de análise do ambiente externo; e criação de culturas organizacionais de sucesso.

geral e específico; processo de análise do ambiente externo; e criação de culturas organizacionais de sucesso.
geral e específico; processo de análise do ambiente externo; e criação de culturas organizacionais de sucesso.

7

SUMÁRIO Gestão empresarial Administração contemporânea Planejamento e tomada de decisão (Capítulo 5 – p. 80-96)

SUMÁRIO

SUMÁRIO Gestão empresarial Administração contemporânea Planejamento e tomada de decisão (Capítulo 5 – p. 80-96)

Gestão empresarial

SUMÁRIO Gestão empresarial Administração contemporânea Planejamento e tomada de decisão (Capítulo 5 – p. 80-96)

Administração contemporânea

SUMÁRIO Gestão empresarial Administração contemporânea Planejamento e tomada de decisão (Capítulo 5 – p. 80-96)

Planejamento e tomada de decisão (Capítulo 5 – p. 80-96) Benefícios e armadilhas do planejamento; como elaborar um plano que funcione; planejamento em todos os níveis gerenciais; passos e limites da tomada de decisões racionais; decisões em grupo e técnicas de tomadas de decisão em grupo.

Estratégia organizacional (Capítulo 6 – p. 98-114) Componentes da vantagem competitiva sustentável; etapas do processo da formação de estratégias; estratégias em nível corporativo; setorial e de empresa; e as cinco forças da indústria de Porter.

Inovação e mudança organizacional (Capítulo 7 – p. 120-131) A importância da inovação para as empresas; gerenciamento da inovação organizacional; declínio organizacional; métodos para administrar a mudança organizacional.

Processos organizacionais (Capítulo 9 – p. 177-182 e Capítulo 18 – p.

357-363)

Processos organizacionais; reengenharia; empowerment; organizações modulares; organizações virtuais; gestão da qualidade e produtividade.

Liderança ( Capítulo 14 – p. 274-292) Líderes e gestores; definição de liderança; características e comportamentos de líderes eficazes; as quatro abordagens situacionais principais da liderança; teoria da contingência; teoria da trajetória para a meta; teoria da liderança situacional de Hersey e Blanchard; teoria da decisão normativa; liderança estratégica.

Internacionalização de negócios (Capítulo 8 – p. 140-153) Regras comerciais e acordos que o regem; organizações globais de comércio; clima favorável aos negócios; adaptações a diferenças culturais; preparação para tarefas em âmbito internacional.

8

CAPÍTULO 1 – FUNDAMENTOS DA GESTÃOpreparação para tarefas em âmbito internacional. 8 Será abordada a forma como os executivos contemporâneos

Será abordada a forma como os executivos contemporâneos administram suas organizações e negócios para alcançarem resultados com eficácia e eficiência. Será exposto o processo de gestão através das quatro funções da administração, os tipos de gestores e seus respectivos papéis dentro da hierarquia de uma empresa. Por fim, identificaremos as habilidades e competências necessárias a um executivo.

OBJETIVOS DE APRENDIZAGEMas habilidades e competências necessárias a um executivo. 1 Definir os conceitos de organização e administração.

1 Definir os conceitos de organização e administração.

2 Contrastar os conceitos de eficiência e eficácia em gestão.

3 Descrever o processo de gestão através das quatro funções e atividades básicas da administração.

4 Definir os principais papéis que os gestores desempenham em uma organização.

5 Descrever as habilidades e competências necessárias a um gestor.

CAPÍTULO

1

desempenham em uma organização. 5 Descrever as habilidades e competências necessárias a um gestor. CAPÍTULO 1
desempenham em uma organização. 5 Descrever as habilidades e competências necessárias a um gestor. CAPÍTULO 1

9

SUMÁRIO Gestão empresarial SÍNTESE Você já observou como funciona a nossa sociedade? É por meio

SUMÁRIO

SUMÁRIO Gestão empresarial SÍNTESE Você já observou como funciona a nossa sociedade? É por meio das

Gestão empresarial

SUMÁRIO Gestão empresarial SÍNTESE Você já observou como funciona a nossa sociedade? É por meio das
SUMÁRIO Gestão empresarial SÍNTESE Você já observou como funciona a nossa sociedade? É por meio das

SÍNTESE

Você já observou como funciona a nossa sociedade? É por meio das organizações que atendem às necessidades das pessoas. Por exemplo, quando é necessário transporte, pagar a conta de luz, ou fazer uma refeição rápida, há sempre organizações que realizarão esse serviço. Elas visam atender à necessidade específica de cada caso. Contudo, essas organizações precisam ser bem administradas para alcançarem seus objetivos e resultados, caso contrário, podem deixar de existir, principalmente em função do ambiente competitivo em que se encontram.

Dessa forma, os temas de administração são fundamentais para qualquer organização: seja um país, uma empresa, uma família ou mesmo sua vida pessoal. Tudo precisa de administração, mas este é um processo complexo, pois exige gestão simultânea de diversas variáveis, tais como: planejar ações, organizar recursos, liderar pessoas e controlar processos, visando alcançar resultados eficazes e eficientes.

10

visando alcançar resultados eficazes e eficientes. 10 Administração contemporânea PRINCIPAIS CONCEITOS

Administração contemporânea

eficazes e eficientes. 10 Administração contemporânea PRINCIPAIS CONCEITOS ENTENDENDO O QUE É ADMINISTRAÇÃO

PRINCIPAIS CONCEITOS

ENTENDENDO O QUE É ADMINISTRAÇÃO

Administrar uma organização de forma adequada, envolve muitas variáveis, como o planejamento de todas as atividades, a organização dos recursos para alcançar a eficiência e eficácia, a liderança e motivação das pessoas, e os sistemas de controle que avaliam se os objetivos e resultados estão sendo alcançados.

Então observa-se que em toda atividade humana em que se busca alcançar objetivos e resultados por meio dos recursos disponíveis, haverá a necessidade do processo de administração. Portanto, seja um país, uma empresa, uma família ou sua própria vida pessoal, tudo precisa de administração.

Administração

É a realização de um trabalho feito por pessoas, visando alcançar resultados eficazes e eficientes. A eficácia é o ato de fazer as coisas certas. Significa escolher os objetivos certos para alcançar resultados. É a capacidade de satisfazer uma necessidade da sociedade por meio dos seus produtos e serviços. A eficiência é o ato de fazer as coisas direito. É a relação entre insumos e produtos com ganhos de produtividade, redução de custos e ausência de desperdícios. Aqui enfatizamos os processos e métodos de trabalho e a melhor utilização dos recursos disponíveis. A eficácia e eficiência estão correlacionadas e ambas são importantes para o alcance dos objetivos e resultados organizacionais.

AS FUNÇÕES ADMINISTRATIVAS

Para administrar é necessário dominar a aplicação das quatro funções administrativas. Henry Fayol, administrador francês de uma usina de aço

CAPÍTULO

1

aplicação das quatro funções administrativas. Henry Fayol, administrador francês de uma usina de aço CAPÍTULO 1
aplicação das quatro funções administrativas. Henry Fayol, administrador francês de uma usina de aço CAPÍTULO 1

11

SUMÁRIO Gestão empresarial no início do século XX, foi um dos precursores dos estudos no

SUMÁRIO

SUMÁRIO Gestão empresarial no início do século XX, foi um dos precursores dos estudos no campo

Gestão empresarial

SUMÁRIO Gestão empresarial no início do século XX, foi um dos precursores dos estudos no campo

no início do século XX, foi um dos precursores dos estudos no campo da administração, que definiu essas funções administrativas. Ele dizia que o sucesso de uma empresa dependia muito mais da capacidade administrativa de seus dirigentes do que de suas capacidades técnicas.

As funções administrativas de Fayol são, portanto, conhecidas hoje em sua forma atualizada como planejamento, organização, liderança e controle. Embora sejam funções distintas, elas são interdependentes. Um gestor de sucesso deve dar atenção a todas as funções para alcançar os melhores resultados para a empresa.

para alcançar os melhores resultados para a empresa. Planejamento É a determinação de metas organizacionais de

Planejamentopara alcançar os melhores resultados para a empresa. É a determinação de metas organizacionais de modo

É a determinação de metas organizacionais de modo a atingi-

las. O planejamento é um relacionamento que busca melhorar o desempenho, pois incentiva as pessoas a trabalharem com mais empenho, a se dedicarem mais a longo prazo, a exibirem comportamentos diretamente relacionados ao cumprimento das metas e a pensarem nas melhores maneiras para executar suas funções. O planejamento visa traçar os objetivos, definir o que deve ser feito, bem como quais recursos e meios serão utilizados.

Organizaçãofeito, bem como quais recursos e meios serão utilizados. É a etapa em que as decisões

É a etapa em que as decisões serão tomadas: quem exercerá quais

funções e tarefas, e qual é a cadeia de comando. A função de organização procura distribuir, de forma equilibrada, os processos de trabalho, a autoridade (poder) e responsabilidades, além dos recursos organizacionais entre os membros da empresa para que sejam alcançados os objetivos corporativos de forma eficiente.

Liderança Relaciona-se com o processo de gestão de pessoas na empresa, sendo, portanto, uma função complexa Relaciona-se com o processo de gestão de pessoas na empresa, sendo, portanto, uma função complexa por tratar diretamente com o ser humano.

12

complexa por tratar diretamente com o ser humano. 12 Administração contemporânea A liderança é a forma

Administração contemporânea

A liderança é a forma como o líder inspira, motiva e coordena as atividadesdeseuscolaboradores,tendoemvistaresultadoscorporativos.

A liderança utiliza intensamente o processo de comunicação e cria um

ambiente de trabalho propício ao desenvolvimento das competências

individuais e coletivas.

desenvolvimento das competências individuais e coletivas. Controle Consiste em assegurar que os objetivos sejam

Controle Consiste em assegurar que os objetivos sejam atingidos, acompanhando e monitorando o progresso em direção aos objetivos traçados e programando medidas corretivas, quando necessário. Tudo

isso é feito com a fixação de padrões, ou seja, compara-se o planejado

e o desempenho real.

OS TIPOS DE GESTORES

Os gestores podem ser classificados em quatro tipos:

Executivos de alto escalão: Abrange posições de presidência e diretorias, sendo responsáveis pela direção geral da empresa. Criam contextos para mudanças, monitoram o ambiente externo empresarial e mercado e definem a visão a longo prazo. Transmitem as estratégias e valores.

A média gerência: É responsável por implementar as estratégias definidas pelo alto escalão, planejando, alocando recursos e criando planos de ação.

Gestores de primeira linha: São responsáveis por implementar os planos de ação. Focalizam a supervisão das atividades operacionais, treinamento e desempenho das pessoas.

Líderes de equipe: São gestores que ajudam uma equipe a desenvolver suas atividades, visando uma meta específica. Funcionam como facilitadores de ações, mas não têm poder hierárquico diante das pessoas.

CAPÍTULO

1

específica. Funcionam como facilitadores de ações, mas não têm poder hierárquico diante das pessoas. CAPÍTULO 1
específica. Funcionam como facilitadores de ações, mas não têm poder hierárquico diante das pessoas. CAPÍTULO 1

13

SUMÁRIO Gestão empresarial OS PAPÉIS GERENCIAIS Você já pensou como seria o trabalho diário de

SUMÁRIO

SUMÁRIO Gestão empresarial OS PAPÉIS GERENCIAIS Você já pensou como seria o trabalho diário de um

Gestão empresarial

SUMÁRIO Gestão empresarial OS PAPÉIS GERENCIAIS Você já pensou como seria o trabalho diário de um

OS PAPÉIS GERENCIAIS

Você já pensou como seria o trabalho diário de um gestor? Henry Mintzberg, acadêmico e autor de diversos livros na área de gestão passou uma semana com cinco presidentes de empresas americanas e concluiu que esses executivos desempenhavam três papéis básicos: papel interpessoal, sendo que a maior parte do seu tempo era dedicada à comunicação com outras pessoas (internas ou externas à empresa); papel informacional, que tratam do processo para obter e compartilhar informações que servirão de base para análise do ambiente empresarial (interno e externo); e papel decisivo, que está relacionado a todo o processo de tomada de decisão.

está relacionado a todo o processo de tomada de decisão. O QUE AS EMPRESAS ESPERAM DOS
está relacionado a todo o processo de tomada de decisão. O QUE AS EMPRESAS ESPERAM DOS
está relacionado a todo o processo de tomada de decisão. O QUE AS EMPRESAS ESPERAM DOS

O QUE AS EMPRESAS ESPERAM DOS GESTORES

As empresas esperam que os gestores tenham três habilidades fundamentais:

as habilidades técnicas envolvem conhecimento especializado, bem como a utilização de técnicas, métodos e instrumentos para a realização de tarefas específicas. Essas atividades são importantes para os líderes de equipes e gestores de primeira linha; habilidades humanas, que é a capacidade de trabalhar com um grupo de pessoas e conseguir a cooperação necessária para que os objetivos traçados sejam cumpridos. As habilidades humanas são importantes em qualquer nível administrativo dos gestores; as habilidades conceituais tratam da capacidade de perceber a empresa como um conjunto integrado e reconhecer as questões complexas e dinâmicas do seu funcionamento. Buscam entender os impactos do ambiente externo (economia, concorrência, tecnologia etc.) sobre o ambiente interno da empresa (estratégias, estrutura, processos, pessoas etc.) e encontrar soluções alternativas para resolver múltiplos problemas. Essa habilidade é importante para os executivos de alto escalão.

14

é importante para os executivos de alto escalão. 14 Administração contemporânea PARA COMEÇAR Será analisado

Administração contemporânea

de alto escalão. 14 Administração contemporânea PARA COMEÇAR Será analisado o estudo de caso “Eli Lilly

PARA COMEÇAR

Será analisado o estudo de caso “Eli Lilly and Company”, que criou um canal por meio de modelos colaborativos de negócios. Leia com atenção o texto a seguir e identifique os processos e decisões dos executivos em relação aos conceitos de eficácia e eficiência. Verifique se foi utilizada uma ou mais das funções da administração.

de eficácia e eficiência. Verifique se foi utilizada uma ou mais das funções da administração. CAPÍTULO

CAPÍTULO

de eficácia e eficiência. Verifique se foi utilizada uma ou mais das funções da administração. CAPÍTULO

15

1

SUMÁRIO Gestão empresarial ATIVIDADE CASO ELI LILLY AND COMPANY CRIANDO UM CANAL POR MEIO DE

SUMÁRIO

SUMÁRIO Gestão empresarial ATIVIDADE CASO ELI LILLY AND COMPANY CRIANDO UM CANAL POR MEIO DE MODELOS

Gestão empresarial

SUMÁRIO Gestão empresarial ATIVIDADE CASO ELI LILLY AND COMPANY CRIANDO UM CANAL POR MEIO DE MODELOS
ATIVIDADE CASO ELI LILLY AND COMPANY
ATIVIDADE
CASO ELI LILLY
AND COMPANY

CRIANDO UM CANAL POR MEIO DE MODELOS COLABORATIVOS DE NEGÓCIOS

UM CANAL POR MEIO DE MODELOS COLABORATIVOS DE NEGÓCIOS Administração contemporânea em humanos, a Lilly poderá

Administração contemporânea

em humanos, a Lilly poderá readquiri-lo em troca de certos pagamentos e royalties. Esses modelos de negócios colaborativos oferecem vários benefícios: reduzem custos, aumentam a capacidade de desenvolvimento, aceleram o processo de desenvolvimento de drogas e utilizam melhor não apenas os ativos da Lilly, mas também os de seus parceiros externos. Os resultados da Lilly são claros: de 2002 a 2007, as vendas tiveram uma taxa de crescimento composto anual de 11%.

1. Com base nas informações do estudo de caso, faça uma análise

relacionando os conceitos de eficácia e eficiência na gestão das organizações.

CAPÍTULO

1

Para importar novos medicamentos ao mercado com mais rapidez, a Eli Lilly and Company, fabricante norte-americana de fármacos, integra uma ampla rede de parceiros externos por meio de seus modelos colaborativos de negócios, que estão em constante evolução. Em 2001, a Lilly lançou o Innocentive, um mercado aberto para a inovação. Nesse site, organizações “buscadoras” apresentam anonimamente desafios científicos a uma multidão diversificada de mais de 140.000 “solucionadores” de 175 países. As melhores soluções podem receber recompensas financeiras de até US$

 

1 milhão. Posteriormente, a Lilly transferiu o controle do Innocentive,

2.

Identifique e justifique quais funções da administração (planejar,

 

retendo ainda parte da propriedade desse empreendimento de risco.

organizar, liderar e controlar) foram utilizadas.

 

Mais recentemente, a Lilly embarcou em outra inovação no modelo de negócios: estabeleceu-se como uma FIPNET (Fully Integrated Pharmaceutical Network, que, significa rede farmacêutica totalmente integrada). O modelo FIPNET baseia-se em relacionamentos pioneiros de compartilhamento de riscos. Exemplo disso é seu acordo, em 2007, com a Nicholas Piramal India Limited (NPIL). Segundo o contrato, a NPIL desenvolverá uma das moléculas da Lilly, sem custo algum à segunda, desde o trabalho pré-clínico até as primeiras pesquisas médicas.

 

Se a NPIL tiver êxito e o composto chegar ao segundo estágio de testes

     

16

Fonte: Estudo global de CEO (2008).

êxito e o composto chegar ao segundo estágio de testes       16 Fonte: Estudo

17

SUMÁRIO Gestão empresarial QUESTÕES Administração contemporânea 4. Que papéis um administrador desempenha em uma

SUMÁRIO

SUMÁRIO Gestão empresarial QUESTÕES Administração contemporânea 4. Que papéis um administrador desempenha em uma

Gestão empresarial

SUMÁRIO Gestão empresarial QUESTÕES Administração contemporânea 4. Que papéis um administrador desempenha em uma

QUESTÕES

SUMÁRIO Gestão empresarial QUESTÕES Administração contemporânea 4. Que papéis um administrador desempenha em uma

Administração contemporânea

4. Que papéis um administrador desempenha em uma organização?

CAPÍTULO

1

 

1.

Defina organização e administração.

   
     
         
       

5.

Quais são as habilidades necessárias para ser um administrador?

 
 

2.

Compare os conceitos de eficácia e eficiência. Qual deles é o mais

   
 

importante para o desempenho de uma organização?

   
     
 

3.

Explique o processo de gestão composto pelas quatro funções da

       
 

administração.

 

PARA AMPLIAR SEUS CONHECIMENTOS

 
   

A fim de ampliar os conhecimentos sobre gestão de empresas, seguem indicações de bibliografia adicional, websites e vídeos que tratam dos temas que estudamos neste capítulo.

 
     

Boa leitura!

 

18

e vídeos que tratam dos temas que estudamos neste capítulo.         Boa leitura!

19

SUMÁRIO Gestão empresarial BIBLIOGRAFIA ADICIONAL BATEMAN, T. S.; SNELL, S. A. Administração : novo cenário

SUMÁRIO

SUMÁRIO Gestão empresarial BIBLIOGRAFIA ADICIONAL BATEMAN, T. S.; SNELL, S. A. Administração : novo cenário

Gestão empresarial

SUMÁRIO Gestão empresarial BIBLIOGRAFIA ADICIONAL BATEMAN, T. S.; SNELL, S. A. Administração : novo cenário
SUMÁRIO Gestão empresarial BIBLIOGRAFIA ADICIONAL BATEMAN, T. S.; SNELL, S. A. Administração : novo cenário

BIBLIOGRAFIA ADICIONAL

BATEMAN, T. S.; SNELL, S. A. Administração : novo cenário competitivo. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2007. Administração : novo cenário competitivo. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2007.

O capítulo 1 apresenta os conceitos da administração de uma empresa no

panorama atual de negócios e as principais estratégias para se tornar um

gerente de alto desempenho.

SOBRAL, F.; PECI, A. Administração : teoria e prática no contexto brasileiro. São Paulo: Prentice Hall, 2008. Administração: teoria e prática no contexto brasileiro. São Paulo: Prentice Hall, 2008.

WEBSITES

CRA-SP. Conselho Regional de Administração de São Paulo. São Paulo, 2015. Online. Disponível em: <http://moodle.mackenzie.br/link/7f>.

Acesso em: 21 jul. 2013.

Este site é do Conselho Regional de Administração e apresenta informações sobre a regulamentação da profissão de Administrador de Empresas, mercado de trabalho, eventos e outras informações de interesse na área de gestão de empresas.

EXAME. São Paulo: Abril, 1967. Quinzenal. Disponível em:

<http://moodle.mackenzie.br/link/7g>.

Acesso em: 28 jul. 2013.

No site há várias matérias e entrevistas com executivos sobre temas atuais

do mundo da gestão.

20

com executivos sobre temas atuais do mundo da gestão. 20 Administração contemporânea VÍDEO A ADMINISTRAÇÃO

Administração contemporânea

VÍDEO

A ADMINISTRAÇÃO CONTEMPORÂNEA E SUAS FUNÇÕES.

Realização: Fundação Roberto Marinho, Governo do Estado de São Paulo, Centro Paulla Souza. São Paulo: Telecurso TEC, 2011. Online. Disponível em: <http://moodle.mackenzie.br/link/7h>.

Acesso em: 21 jul. 2013.

São apresentadas as quatro funções da Administração: planejar, organizar, dirigir e controlar, e a importância de cada uma para o funcionamento das organizações.

A ADMINISTRAÇÃO CONTEMPORÂNEA E O ADMINISTRA-

DOR. Realização: Fundação Roberto Marinho, Governo do Estado de São Paulo, Centro Paulla Souza. São Paulo: Telecurso TEC, 2011. Online. Disponível em: <http://moodle.mackenzie.br/link/7i>.

Acesso em: 21 jul. 2013.

Este vídeo trata dos desafios da administração contemporânea e o papel do administrador nesse contexto.

CAPÍTULO

Este vídeo trata dos desafios da administração contemporânea e o papel do administrador nesse contexto. CAPÍTULO

21

1

SUMÁRIO Gestão empresarial PARA FINALIZAR Observamos que a administração é fundamental em qualquer atividade humana

SUMÁRIO

SUMÁRIO Gestão empresarial PARA FINALIZAR Observamos que a administração é fundamental em qualquer atividade humana

Gestão empresarial

SUMÁRIO Gestão empresarial PARA FINALIZAR Observamos que a administração é fundamental em qualquer atividade humana

PARA FINALIZAR

Observamos que a administração é fundamental em qualquer atividade humana relacionada à busca de objetivos e à utilização de recursos. Administração é a realização de um trabalho por meio de pessoas que visam alcançar resultados eficazes e eficientes. Os executivos buscam sempre resultados com eficácia (fazer as coisas certas) e eficiência (fazer as coisas direito) para suas empresas.

O processo de administração (as funções da administração) consiste em quatro etapas inter-relacionadas: o planejamento, a organização, a liderança (ou direção) e o controle. Para desenvolverem os processos gerenciais, os executivos desempenham três papéis: interpessoais, informacionais e decisórios. As empresas esperam que os gestores tenham três habilidades fundamentais, que variam de importância conforme sua posição hierárquica, que são: habilidades conceituais, os mais importantes para os executivos da alta hierarquia; as habilidades técnicas, relevantes para os executivos em posição de direção operacional; e as habilidades humanas, importantes em qualquer nível hierárquico.

GLOSSÁRIO

importantes em qualquer nível hierárquico. GLOSSÁRIO Nesta seção, o leitor encontrará as definições dos
importantes em qualquer nível hierárquico. GLOSSÁRIO Nesta seção, o leitor encontrará as definições dos
importantes em qualquer nível hierárquico. GLOSSÁRIO Nesta seção, o leitor encontrará as definições dos

Nesta seção, o leitor encontrará as definições dos principais conceitos e palavras-chave que estudamos neste capítulo.

22

conceitos e palavras-chave que estudamos neste capítulo. 22 Administração contemporânea Administração Realização

Administração contemporânea

Administração Realização de um trabalho por meio de outras pessoas. Realização de um trabalho por meio de outras pessoas.

Controle Acompanhamento dos avanços em direção ao cumprimento das metas, e adoção de medidas corretivas quando Acompanhamento dos avanços em direção ao cumprimento das metas, e adoção de medidas corretivas quando estes não ocorrem.

Eficácia Realização de tarefas que ajudam a cumprir objetivos organizacionais. Realização de tarefas que ajudam a cumprir objetivos organizacionais.

Eficiência Realização de um trabalho com o mínimo de esforço. Realização de um trabalho com o mínimo de esforço.

Liderança Envolve inspirar e motivar os colaboradores para que se empenhem no cumprimento das metas organizacionais. Envolve inspirar e motivar os colaboradores para que se empenhem no cumprimento das metas organizacionais.

Organização Significa decidir em que momento as decisões serão tomadas, quem exercerá quais funções e/ou tarefas Significa decidir em que momento as decisões serão tomadas, quem exercerá quais funções e/ou tarefas e quem trabalhará para quem na empresa.

Planejamento de funções administrativas Determinação de metas organizacionais e de um modo para cumpri-las. Determinação de metas organizacionais e de um modo para cumpri-las.

CAPÍTULO

de funções administrativas Determinação de metas organizacionais e de um modo para cumpri-las. CAPÍTULO 23 1

23

1

SUMÁRIO Gestão empresarial REFERÊNCIAS Administração contemporânea Bibliografia adicional: CAPÍTULO 1 BATEMAN, T.

SUMÁRIO

SUMÁRIO Gestão empresarial REFERÊNCIAS Administração contemporânea Bibliografia adicional: CAPÍTULO 1 BATEMAN, T.

Gestão empresarial

SUMÁRIO Gestão empresarial REFERÊNCIAS Administração contemporânea Bibliografia adicional: CAPÍTULO 1 BATEMAN, T.
SUMÁRIO Gestão empresarial REFERÊNCIAS Administração contemporânea Bibliografia adicional: CAPÍTULO 1 BATEMAN, T.

REFERÊNCIAS

Administração contemporânea

Bibliografia adicional:

Administração contemporânea Bibliografia adicional: CAPÍTULO 1 BATEMAN, T. S.; SNELL, S. A. Administração :

CAPÍTULO

1

BATEMAN, T. S.; SNELL, S. A. Administração : novo cenário competitivo. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2007. Administração : novo cenário competitivo. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2007.

: novo cenário competitivo. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2007. A ADMINISTRAÇÃO CONTEMPORÂNEA E O ADMINIS-

A ADMINISTRAÇÃO CONTEMPORÂNEA E O ADMINIS-

CERTO, S. Administração Moderna . 9. ed. São Paulo: Pearson, Administração Moderna. 9. ed. São Paulo: Pearson,

TRADOR. Realização: Fundação Roberto Marinho, Governo do Estado de São Paulo, Centro Paulla Souza. São Paulo: Telecurso

2003.

TEC, 2011. Online. Disponível em: <http://moodle.mackenzie.br/

link/7i>.

LACOMBE, F. J. M.; HEILBORN, G. L. J. Administração : Administração:

Acesso em: 21 jul. 2013.

princípios e tendências. 2. ed. São Paulo: Saraiva, 2010.

 
  A ADMINISTRAÇÃO CONTEMPORÂNEA E SUAS Acesso em: 21 jul. 2013.

A ADMINISTRAÇÃO CONTEMPORÂNEA E SUAS

Acesso em: 21 jul. 2013.

ROBBINS, S. P. Administração : mudanças e perspectivas. São Paulo: Administração: mudanças e perspectivas. São Paulo:

FUNÇÕES. Realização: Fundação Roberto Marinho, Governo do

Saraiva, 2008.

Estado de São Paulo, Centro Paulla Souza. São Paulo: Telecurso

SOBRAL, F.; PECI, A. Administração : teoria e prática no contexto brasileiro. São Paulo: Prentice Hall, 2008. Administração: teoria e prática no contexto brasileiro. São Paulo: Prentice Hall, 2008.

TEC, 2011. Online. Disponível em: <http://moodle.mackenzie.br/link/7h>.

 
 

WILLIAMS, C. Adm . São Paulo: Cengage Learning, 2011. Adm. São Paulo: Cengage Learning, 2011.

CRA-SP. Conselho Regional de Administração de São Paulo. São Paulo, 2015. Online. Disponível em:

<http://moodle.mackenzie.br/link/7f>.

Acesso em: 21 jul. 2013.

 
 

24

EXAME. São Paulo: Abril, 1967. Quinzenal. Disponível em:

<http://moodle.mackenzie.br/link/7g>.

Acesso em: 28 jul. 2013.

Paulo: Abril, 1967. Quinzenal. Disponível em: <http://moodle.mackenzie.br/link/7g>. Acesso em: 28 jul. 2013. 25

25

SUMÁRIO Gestão empresarial Administração contemporânea CAPÍTULO 2 CAPÍTULO 2 - AMBIENTE ORGANIZACIONAL Será

SUMÁRIO

SUMÁRIO Gestão empresarial Administração contemporânea CAPÍTULO 2 CAPÍTULO 2 - AMBIENTE ORGANIZACIONAL Será

Gestão empresarial

SUMÁRIO Gestão empresarial Administração contemporânea CAPÍTULO 2 CAPÍTULO 2 - AMBIENTE ORGANIZACIONAL Será

Administração contemporânea

SUMÁRIO Gestão empresarial Administração contemporânea CAPÍTULO 2 CAPÍTULO 2 - AMBIENTE ORGANIZACIONAL Será

CAPÍTULO

2

CAPÍTULO 2 - AMBIENTE ORGANIZACIONALempresarial Administração contemporânea CAPÍTULO 2 Será exposta a forma como as aceleradas mudanças e

Será exposta a forma como as aceleradas mudanças e transformações no mundo contemporâneo impactam nas decisões dos executivos quanto aos rumos das suas empresas e negócios. Compreenderemos como o modelo de cultura organizacional de uma empresa pode influenciar de forma positiva ou negativa diretamente nos seus resultados.

OBJETIVOS DE APRENDIZAGEMforma positiva ou negativa diretamente nos seus resultados. 1 Entender como as mudanças e transformações no

diretamente nos seus resultados. OBJETIVOS DE APRENDIZAGEM 1 Entender como as mudanças e transformações no ambiente

1 Entender como as mudanças e transformações no ambiente impactam na gestão das organizações.

2 Definir o ambiente organizacional e sua composição (ambiente externo e ambiente interno).

3 Descrever as dimensões dos ambientes geral e específico.

4 Descrever os processos que os executivos utilizam para analisar as transformações nos ambientes e tomar decisões.

5 Explicar como as culturas organizacionais influenciam nos resultados das empresas.

26

ambientes e tomar decisões. 5 Explicar como as culturas organizacionais influenciam nos resultados das empresas. 26

27

SUMÁRIO Gestão empresarial SÍNTESE Vivemos em um mundo marcado por aceleradas mudanças e transformações. Esse

SUMÁRIO

SUMÁRIO Gestão empresarial SÍNTESE Vivemos em um mundo marcado por aceleradas mudanças e transformações. Esse

Gestão empresarial

SUMÁRIO Gestão empresarial SÍNTESE Vivemos em um mundo marcado por aceleradas mudanças e transformações. Esse
SUMÁRIO Gestão empresarial SÍNTESE Vivemos em um mundo marcado por aceleradas mudanças e transformações. Esse

SÍNTESE

Vivemos em um mundo marcado por aceleradas mudanças e transformações. Esse cenário impacta diretamente nas empresas, que necessitam monitorar os eventos e as forças de mutação do ambiente externo, detectando potenciais ameaças e oportunidades para seus negócios.

Mudanças na política, economia e tecnologia, por exemplo, implicam, consequentemente, para os executivos, em uma tomada de decisão ágil, visando neutralizar as ameaças e aproveitar as oportunidades.

A Sony é uma das principais empresas de eletrônicos do mundo em virtude de sua capacidade para inovar — do primeiro rádio transístor bem-sucedido comercialmente ao walkman, o primeiro aparelho portátil. No entanto, a empresa enfrentou dificuldades recentemente em razão de elementos em seu ambiente externo, incluindo a grande concorrência de preços no setor de produtos eletrônicos de consumo e o desenvolvimento de produtos inovadores como o iPod e o TiVo nos Estados Unidos. Os executivos da Sony reagiram transformando a cultura interna da empresa” (WILLIAMS, 2011, p. 40).

a cultura interna da empresa” (WILLIAMS, 2011, p. 40). Será abordada a forma como executivos analisam

Será abordada a forma como executivos analisam o ambiente, tomam decisões e implementam ações gerenciais equalizadoras considerando as restrições do ambiente externo e interno.

28

as restrições do ambiente externo e interno. 28 Administração contemporânea PRINCIPAIS CONCEITOS O

Administração contemporânea

externo e interno. 28 Administração contemporânea PRINCIPAIS CONCEITOS O AMBIENTE ORGANIZACIONAL Gestores

PRINCIPAIS CONCEITOS

O AMBIENTE ORGANIZACIONAL

Gestores estão sempre avaliando o ambiente organizacional. Independente do tipo ou tamanho do negócio, o ambiente organizacional tem um impacto significativo na gestão empresarial, pode gerar sucesso ou fracasso nos resultados.

Por isso, gestores monitoram o ambiente organizacional visando identificar potenciais ameaças e oportunidades para suas empresas. A velocidade e competência com que fazem isso podem fazer com que suas empresas sejam mais competitivas, ou não.

Considera-se que o ambiente organizacional relaciona-se a um conjunto de forças de mutação, cenários e tendências, tanto externas como internas à organização, que têm influência direta no desempenho dos resultados. Portanto, quando falamos em ambiente organizacional estamos nos referindo a dois tipos: ao ambiente externo e ambiente interno.

a dois tipos: ao ambiente externo e ambiente interno . Ambiente externo Relaciona-se a todos os

Ambiente externo Relaciona-se a todos os evento que ocorrem fora da empresa e não estão sob controle dos gestores. São as mudanças e transformações no mundo (transformações ambientais) que afetam diretamente as estratégias e modelos de negócios das empresas.

Transformação ambiental é o ritmo com que os ambientes geral e específico de uma empresa se modificam. Nos ambientes estáveis, o ritmo de transformação ambiental é lento. Por exemplo, o processo e o modelo de negócios das feiras livres ainda são muito parecidos com os de vinte anos atrás. No entanto, nos ambientes dinâmicos a transformação ambiental é intensa. Você gosta de jogar videogames? A indústria dos videogames

CAPÍTULO

2

a transformação ambiental é intensa. Você gosta de jogar videogames ? A indústria dos videogames CAPÍTULO
a transformação ambiental é intensa. Você gosta de jogar videogames ? A indústria dos videogames CAPÍTULO

29

SUMÁRIO Gestão empresarial atua em um ambiente dinâmico em função das mudanças aceleradas que ocorrem

SUMÁRIO

SUMÁRIO Gestão empresarial atua em um ambiente dinâmico em função das mudanças aceleradas que ocorrem na

Gestão empresarial

SUMÁRIO Gestão empresarial atua em um ambiente dinâmico em função das mudanças aceleradas que ocorrem na

atua em um ambiente dinâmico em função das mudanças aceleradas que ocorrem na tecnologia. Será que você lembra de um videogame chamado Atari? Se não, pesquise na Internet para verificar como funcionavam os

videogames anos atrás.

Embora você possa considerar o ambiente externo de uma empresa estável ou dinâmico, a teoria do equilíbrio pontuado sugere que elas frequentemente estão sujeitas a ambos. Essa teoria explica que as empresas

passam por períodos de estabilidade longos e simples (equilíbrio), durante

os quais ocorrem apenas mudanças incrementais, seguidos por períodos

curtos e complexos de transformação dinâmica e fundamental (períodos revolucionários), terminando por retornar à estabilidade.

revolucionários), terminando por retornar à estabilidade. Outro aspecto a considerar é a complexidade do ambiente ,

Outro aspecto a considerar é a complexidade do ambiente, ou seja, o

número e a intensidade dos fatores externos que afetam as empresas. Os ambientes simples possuem poucos fatores, enquanto que os ambientes complexos possuem muitos fatores externos influenciando a empresa.

A indústria de laticínios, que produz leite, iogurtes e queijo, pode ser

considerada um ambiente relativamente simples. Embora com alguns avanços tecnológicos, o leite é produzido da mesma forma há décadas. Não deixa de ser um segmento muito competitivo, mas é simples em termos de processos e modelo de negócio, e não sofreu grandes transformações

durante esse período. Por outro lado a indústria fonográfica, que produzia

as músicas em discos, fitas e CDs e tinha um processo e modelo de negócio

relativamente simples, teve um impacto significativo e intenso em função da

tecnologia e mecanismos de download legal, como o iTunes. Esse elemento está transformando o processo e o modelo de negócios dessa indústria.

Foi possível verificar duas características do ambiente externo: a transformação e a complexidade ambiental. Mas existe mais uma: a escassez de recursos, que é a incapacidade do ambiente externo (por várias razões) para oferecer determinado recurso organizacional face às

30

Administração contemporânea

organizacional face às 30 Administração contemporânea CAPÍTULO 2 necessidades da demanda. Exemplo disso são as

CAPÍTULO

2

face às 30 Administração contemporânea CAPÍTULO 2 necessidades da demanda. Exemplo disso são as TVs de

necessidades da demanda. Exemplo disso são as TVs de LCD, que são muito caras em relação aos modelos comuns, pois não existem no mercado um número adequado de fabricantes

de telas LCD para atender às demandas de produção. Isso

ocorre, principalmente, pela dificuldade de se instalar uma fábrica dessa natureza, que, normalmente, custa entre dois e

quatro bilhões de dólares. A transformação, a complexidade ambiental, e a escassez de recursos levam os gestores de empresas

à incerteza ambiental que é o grau em que os gestores conseguem analisar

e criar cenários em relação às mudanças, transformações e tendências do

ambiente externo e os impactos nas suas empresas.

AMBIENTE GERAL

O ambiente geral é um conjunto de variáveis amplas e complexas do

ambiente externo que afetam de forma indireta todas as empresas exigindo uma resposta rápida face a nova situação. Podemos considerar quatro grandes grupos do ambiente geral: economia, tecnologia, sociocultural, político-legal.

Esse fato estimula as empresas a investirem em máquinas, equipamentos, produção e contratação de pessoal para atenderem o crescimento da demanda. Mas em uma economia em retração ocorre justamente o contrário. Dessa forma, pode-se observar que a economia é um dos

principais parâmetros para as decisões dos gestores, quanto à expansão ou

à retração dos seus negócios em determinado momento.

As mudanças na tecnologia, geralmente, permitem que as empresas consigam produzir com eficiência, melhorar a qualidade e operar com baixo custo. Isso leva as empresas a se tornarem mais competitivas, portanto, gestores sempre avaliam as novas tecnologias. As mudanças no campo sociocultural estão relacionadas a aspectos

no campo sociocultural estão relacionadas a aspectos A economia afeta diretamente todas as empresas. Uma
no campo sociocultural estão relacionadas a aspectos A economia afeta diretamente todas as empresas. Uma

A economia afeta diretamente todas as empresas. Uma economia em crescimento resulta em mais empregos e salários e, assim, as pessoas têm mais dinheiro para consumir produtos e serviços.

resulta em mais empregos e salários e, assim, as pessoas têm mais dinheiro para consumir produtos

31

SUMÁRIO Gestão empresarial demográficos e comportamentais (valores, crenças, atitudes). As mudanças

SUMÁRIO

SUMÁRIO Gestão empresarial demográficos e comportamentais (valores, crenças, atitudes). As mudanças

Gestão empresarial

SUMÁRIO Gestão empresarial demográficos e comportamentais (valores, crenças, atitudes). As mudanças

demográficos e comportamentais (valores, crenças, atitudes). As mudanças político-legais, que incluem a legislação, a regulamentação e as decisões judiciais, também precisam ser monitoradas, pois afetam as empresas.

O ambiente específico é formado pelos agentes mais próximos das operações da empresa, como clientes, concorrentes, fornecedores e organizações de defesa dos consumidores. Também em função das mudanças e transformações, o ambiente específico tem uma influência direta nas decisões estratégicas das empresas. Por exemplo, um novo concorrente, uma nova tecnologia, novas necessidades dos clientes podem afetar as estratégias de negócios de uma empresa.

podem afetar as estratégias de negócios de uma empresa. COMPREENSÃO DOS AMBIENTES EM TRANSFORMAÇÕES Conforme

COMPREENSÃO DOS AMBIENTES EM TRANSFORMAÇÕES

Conforme abordado, os ambientes são dinâmicos e complexos. Para analisar essas transformações do ambiente, gestores utilizam um processo de três etapas: a análise ambiental, que envolve analisar todos os eventos externos relevantes que podem afetar a empresa; a interpretação dos fatores ambientais, que resulta em identificar quais são as ameaças ou oportunidades para a empresa; a ação resultante de ameaças e oportunidades, que é quando gestores definem as ações para neutralizar as ameaças ou aproveitar as oportunidades.

O AMBIENTE INTERNO

Caracteriza-se pelos fatores internos da empresa que afetam os modelos e métodos de gestão, os colaboradores e a cultura organizacional. O principal ponto é a cultura organizacional, conjunto de crenças e valores partilhados por todos.

32

, conjunto de crenças e valores partilhados por todos. 32 Administração contemporânea PARA COMEÇAR Analisamos dois

Administração contemporânea

partilhados por todos. 32 Administração contemporânea PARA COMEÇAR Analisamos dois estudos de casos das empresas

PARA COMEÇAR

Analisamos dois estudos de casos das empresas Merck e Lego. A Merck teve de mudar sua cultura organizacional e a Lego sofreu diretamente os impactos das mudanças no ambiente de negócios.

Leia com atenção o texto a seguir e relacione os principais pontos apresentados neste capítulo, considerando as situações dessas duas empresas.

os principais pontos apresentados neste capítulo, considerando as situações dessas duas empresas. CAPÍTULO 33 2

CAPÍTULO

os principais pontos apresentados neste capítulo, considerando as situações dessas duas empresas. CAPÍTULO 33 2

33

2

Gestão empresarial SUMÁRIO Administração contemporânea ATIVIDADE 2. ESTUDO DE CASO 1. ESTUDO DE CASO A
Gestão empresarial SUMÁRIO Administração contemporânea ATIVIDADE 2. ESTUDO DE CASO 1. ESTUDO DE CASO A

Gestão empresarial

Gestão empresarial SUMÁRIO Administração contemporânea ATIVIDADE 2. ESTUDO DE CASO 1. ESTUDO DE CASO A Merck

SUMÁRIO

Gestão empresarial SUMÁRIO Administração contemporânea ATIVIDADE 2. ESTUDO DE CASO 1. ESTUDO DE CASO A Merck

Administração contemporânea

ATIVIDADEGestão empresarial SUMÁRIO Administração contemporânea 2. ESTUDO DE CASO 1. ESTUDO DE CASO A Merck emprega

SUMÁRIO Administração contemporânea ATIVIDADE 2. ESTUDO DE CASO 1. ESTUDO DE CASO A Merck emprega doze
SUMÁRIO Administração contemporânea ATIVIDADE 2. ESTUDO DE CASO 1. ESTUDO DE CASO A Merck emprega doze
SUMÁRIO Administração contemporânea ATIVIDADE 2. ESTUDO DE CASO 1. ESTUDO DE CASO A Merck emprega doze
SUMÁRIO Administração contemporânea ATIVIDADE 2. ESTUDO DE CASO 1. ESTUDO DE CASO A Merck emprega doze
SUMÁRIO Administração contemporânea ATIVIDADE 2. ESTUDO DE CASO 1. ESTUDO DE CASO A Merck emprega doze

2. ESTUDO DE CASO

Administração contemporânea ATIVIDADE 2. ESTUDO DE CASO 1. ESTUDO DE CASO A Merck emprega doze “olheiros

1. ESTUDO DE CASO

A Merck emprega doze “olheiros de drogas” para patrulhar empresas de

biotecnologia e instituições de pesquisa, buscando descobertas de avanço que possam ser adquiridas para uso pela Merck. Os olheiros consideram

a viabilidade científica e comercial de novos desenvolvimentos e ajudam

a forjar parcerias com empresas de biotecnologia menores. Essa equipe é

um novo desenvolvimento para a Merck, que teve de ajustar a sua cultura organizacional para encorajar o uso de ideias exteriores.

1. Com base na situação da Merck, faça uma reflexão de como a cultura organizacional pode apoiar ou não os resultados de uma empresa.

O Grupo Lego sofreu durante os anos 1990, pois muitas crianças começaram a brincar com videogames e computadores, em vez de montar bloquinhos. A empresa tentou expandir produzindo roupas, parques temáticos e videogames. Recentemente, o novo CEO da Lego levou a empresa a seu nicho original, com novos brinquedos baseados nos filmes Star Wars (Guerra nas Estrelas) e carros de corrida da Ferrari.

2. Como as mudanças do ambiente organizacional impactaram no negócio da Lego?

CAPÍTULO

2

     

34

Fonte: Ready (2007).

Fonte: Schwartz (2006).

impactaram no negócio da Lego? CAPÍTULO 2       34 Fonte: Ready (2007). Fonte: Schwartz

35

SUMÁRIO Gestão empresarial QUESTÕES Administração contemporânea CAPÍTULO 2   1. O que determina como a

SUMÁRIO

SUMÁRIO Gestão empresarial QUESTÕES Administração contemporânea CAPÍTULO 2   1. O que determina como a

Gestão empresarial

SUMÁRIO Gestão empresarial QUESTÕES Administração contemporânea CAPÍTULO 2   1. O que determina como a

QUESTÕES

Administração contemporânea

Gestão empresarial QUESTÕES Administração contemporânea CAPÍTULO 2   1. O que determina como a empresa

CAPÍTULO

2

 

1.

O que determina como a empresa conduz o seu negócio?

 

4. Como é feito o processo de análise organizacional visando identificar

 
   

ameaças e oportunidade no mercado?

 
     
 

2.

O que é ambiente organizacional?

   
   

5. Defina cultura organizacional e qual é a sua influência no desempenho organizacional.

 
     
 

3.

Defina ambiente externo e distinga ambiente geral e específico.

   
     
       

36

externo e distinga ambiente geral e específico.                  

37

SUMÁRIO Gestão empresarial PARA AMPLIAR SEUS CONHECIMENTOS A fim de ampliar os conhecimentos sobre gestão

SUMÁRIO

SUMÁRIO Gestão empresarial PARA AMPLIAR SEUS CONHECIMENTOS A fim de ampliar os conhecimentos sobre gestão de

Gestão empresarial

SUMÁRIO Gestão empresarial PARA AMPLIAR SEUS CONHECIMENTOS A fim de ampliar os conhecimentos sobre gestão de

PARA AMPLIAR SEUS CONHECIMENTOS

A fim de ampliar os conhecimentos sobre gestão de empresas, seguem

indicações de bibliografia adicional, websites e vídeos que tratam dos temas

que estudamos neste capítulo.

vídeos que tratam dos temas que estudamos neste capítulo. BIBLIOGRAFIA ADICIONAL Boa leitura! BATEMAN, T. S.;

BIBLIOGRAFIA ADICIONAL

Boa leitura!
Boa leitura!

BATEMAN, T. S.; SNELL, S. A. Administração : novo cenário competitivo. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2007. Administração : novo cenário competitivo. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2007.

O capítulo 2 analisa o ambiente externo das organizações e os desafios dos

administradores para identificarem as oportunidades e ameaças de negócios.

SOBRAL, F.; PECI, A. Administração : teoria e prática no contexto brasileiro. São Paulo: Prentice Hall, 2008. Administração: teoria e prática no contexto brasileiro. São Paulo: Prentice Hall, 2008.

O capítulo 2 define e destaca a importância da análise do ambiente externo

para a administração de um negócio, além de discutir a relação entre cultura organizacional e ambiente externo. As transformações no ambiente organizacional; ambiente externo e interno; ambiente geral e específico;

processo de análise do ambiente externo; criação de culturas organizacionais

de sucesso.

WEBSITES

CONSULTORIA SEBRAE-SP. A Competitividade. Sebrae, São Paulo, out. 2012. Disponível em: <http://moodle.mackenzie.br/link/7k>.

Acesso em: 26 jul. 2013.

38

Acesso em: 26 jul. 2013. 38 Administração contemporânea São abordados os principais

Administração contemporânea

São abordados os principais pontos para a análise dos ambientes externos e internos de uma empresa, visando a busca da competitividade.

EXAME. São Paulo: Abril, 1967. Quinzenal. Disponível em:

<http://moodle.mackenzie.br/link/7g>. Acesso em: 28 jul. 2013. No site, constam várias matérias e entrevistas com executivos sobre temas atuais do mundo e práticas de gestão.

VEZARO, R. Análise do ambiente interno e externo. Administradores, João Pessoas, dez. 2009. Disponível em:

<http://moodle.mackenzie.br/link/7j>.

Acesso em: 29 jul. 2013.

No site consta informações sobre como fazer uma análise do ambiente de negócios de uma empresa.

VÍDEO

ADMINISTRAÇÃO MUDA COM O MUNDO. Realização: Fundação Roberto Martinho, Governo do Estado de São Paulo. Direção: Centro Paula Souza. São Paulo: Telecurso TEC, 2011. [Internet]. Disponível em:

<http://moodle.mackenzie.br/link/7l>.

Acesso em: 21 jul. 2013.

O vídeo aborda as mudanças e transformações no ambiente, focando o

avanço tecnológico e a globalização e como o aumento da concorrência e a velocidade de informação impactam na competitividade das empresas.

O EMPREENDEDORISMO E SUAS VERTENTES. Direção: Prof.

Nelson Marinho Benseny. São Paulo: Borgroup consultoria empresarial, [2012?]. [Internet]. Disponível em: <http://moodle.mackenzie.br/

link/7m>.

Acesso em: 21 jul. 2013.

O vídeo aborda as mudanças e transformações no ambiente de negócios e

CAPÍTULO

Acesso em: 21 jul. 2013. O vídeo aborda as mudanças e transformações no ambiente de negócios

39

2

SUMÁRIO Gestão empresarial as oportunidades de negócios para um empreendedor. PARA FINALIZAR Neste capítulo, abordamos

SUMÁRIO

SUMÁRIO Gestão empresarial as oportunidades de negócios para um empreendedor. PARA FINALIZAR Neste capítulo, abordamos

Gestão empresarial

SUMÁRIO Gestão empresarial as oportunidades de negócios para um empreendedor. PARA FINALIZAR Neste capítulo, abordamos

as oportunidades de negócios para um empreendedor.

PARA FINALIZAR

Neste capítulo, abordamos a importância do ambiente organizacional para a competitividade de uma empresa. Um executivo precisa dedicar muito tempo na avaliação do ambiente para tomar as melhores decisões para sua empresa. É necessário analisar o ambiente externo, que é formado pelo ambiente geral, no qual encontramos as tendências relativas à economia, à tecnologia sociocultural e às políticas, e estas afetam todas as organizações. Também é necessário avaliar o ambiente específico, que é formado pelos clientes, concorrentes, fornecedores, grupos de defesa e regulamentação. Esses fatores estão mais próximos da rotina diária de uma empresa.

O ambiente interno é tudo aquilo que está relacionado ao funcionamento

interno da empresa. São os seus processos, estrutura, colaboradores, destacando principalmente a sua cultura organizacional.

A cultura organizacional refere-se ao conjunto de crenças e valores. As

empresas procuram criar culturas bem-sucedidas, mas, no mundo atual, o grande desafio de um executivo é mudar as culturas organizacionais que não estejam alinhadas às transformações do ambiente de negócios.

alinhadas às transformações do ambiente de negócios. 40 Administração contemporânea GLOSSÁRIO Nesta seção,
alinhadas às transformações do ambiente de negócios. 40 Administração contemporânea GLOSSÁRIO Nesta seção,
alinhadas às transformações do ambiente de negócios. 40 Administração contemporânea GLOSSÁRIO Nesta seção,

40

alinhadas às transformações do ambiente de negócios. 40 Administração contemporânea GLOSSÁRIO Nesta seção,

Administração contemporânea

GLOSSÁRIO

Nesta seção, constam as definições dos principais conceitos e palavras-chave estudados no capítulo.

Ambiente específico Os clientes, concorrentes, fornecedores da regulamentação do setor e os grupos de defesa de interesses Os clientes, concorrentes, fornecedores da regulamentação do setor e os grupos de defesa de interesses específicos de um setor, que afetam diretamente a maneira como uma empresa conduz seus negócios.

Ambiente externo Todos os eventos exteriores à empresa que têm o poder de influenciar ou afetá-la de odos os eventos exteriores à empresa que têm o poder de influenciar ou afetá-la de alguma forma.

Ambiente geral As tendências de ordem econômica, tecnológica, sociocultural e política que afetam indiretamente todas as As tendências de ordem econômica, tecnológica, sociocultural e política que afetam indiretamente todas as organizações.

Cultura organizacional Valores, crenças e atitudes partilhados pelos membros de uma organização. Valores, crenças e atitudes partilhados pelos membros de uma organização.

CAPÍTULO

Cultura organizacional Valores, crenças e atitudes partilhados pelos membros de uma organização. CAPÍTULO 41 2

41

2

SUMÁRIO Gestão empresarial REFERÊNCIAS BATEMAN, T. S.; SNELL, S. A. Administração : novo cenário competitivo.

SUMÁRIO

SUMÁRIO Gestão empresarial REFERÊNCIAS BATEMAN, T. S.; SNELL, S. A. Administração : novo cenário competitivo. 2.

Gestão empresarial

SUMÁRIO Gestão empresarial REFERÊNCIAS BATEMAN, T. S.; SNELL, S. A. Administração : novo cenário competitivo. 2.
SUMÁRIO Gestão empresarial REFERÊNCIAS BATEMAN, T. S.; SNELL, S. A. Administração : novo cenário competitivo. 2.

REFERÊNCIAS

BATEMAN, T. S.; SNELL, S. A. Administração : novo cenário competitivo. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2007. Administração : novo cenário competitivo. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2007.

CERTO, S. Administração Moderna . 9. ed. São Paulo: Pearson, Administração Moderna. 9. ed. São Paulo: Pearson,

2003.

LACOMBE, F. J. M.; HEILBORN, G. L. J. Administração : Administração:

princípios e tendências. 2. ed. São Paulo: Saraiva, 2010.

ROBBINS, S. P. Administração : mudanças e perspectivas. São Paulo: Administração: mudanças e perspectivas. São Paulo:

Saraiva, 2008.

SOBRAL, F.; PECI, A. Administração : teoria e prática no contexto brasileiro. São Paulo: Prentice Hall, 2008. Administração: teoria e prática no contexto brasileiro. São Paulo: Prentice Hall, 2008.

WILLIAMS, C. Adm . São Paulo: Cengage Learning, 2011. Adm. São Paulo: Cengage Learning, 2011.

42

WILLIAMS, C. Adm . São Paulo: Cengage Learning, 2011. 42 Administração contemporânea Bibliografia adicional:

Administração contemporânea

Bibliografia adicional:

ADMINISTRAÇÃO MUDA COM O MUNDO. Realização:42 Administração contemporânea Bibliografia adicional: Fundação Roberto Martinho, Governo do Estado de São

Fundação Roberto Martinho, Governo do Estado de São Paulo. Direção: Centro Paula Souza. São Paulo? Telecurso TEC, 2011. [Internet]. Disponível em: <http://moodle.mackenzie.br/link/7l>.

Acesso em: 21 jul. 2013.

CONSULTORIA SEBRAE-SP. A Competitividade. Sebrae, São Paulo, out. 2012. Disponível em: Sebrae, São Paulo, out. 2012. Disponível em:

<http://moodle.mackenzie.br/link/7k>.

Acesso em: 26 jul. 2013.

O EMPREENDEDORISMO E SUAS VERTENTES. Direção:Acesso em: 26 jul. 2013. Prof. Nelson Marinho Benseny. São Paulo: Borgroup

Prof. Nelson Marinho Benseny. São Paulo: Borgroup consultoria empresarial, [2012?]. [Internet]. Disponível em: <http://moodle.mackenzie.br/link/7m>.

Acesso em: 21 jul. 2013.

EXAME. São Paulo: Abril, 1967. Quinzenal. Disponível em:Acesso em: 21 jul. 2013. <http://moodle.mackenzie.br/link/7g>. Acesso em: 28

<http://moodle.mackenzie.br/link/7g>.

Acesso em: 28 jul. 2013.

VEZARO, R. Análise do ambiente interno e externo. Administradores , João Pessoas, dez. 2009. Disponível em: Administradores, João Pessoas, dez. 2009. Disponível em:

<http://moodle.mackenzie.br/link/7j>.

Acesso em: 29 jul. 2013.

CAPÍTULO

Pessoas, dez. 2009. Disponível em: <http://moodle.mackenzie.br/link/7j>. Acesso em: 29 jul. 2013. CAPÍTULO 43 2

43

2

SUMÁRIO Gestão empresarial Administração contemporânea CAPÍTULO 3 - PLANEJAMENTO E TOMADA DE DECISÕES Durante este

SUMÁRIO

SUMÁRIO Gestão empresarial Administração contemporânea CAPÍTULO 3 - PLANEJAMENTO E TOMADA DE DECISÕES Durante este

Gestão empresarial

SUMÁRIO Gestão empresarial Administração contemporânea CAPÍTULO 3 - PLANEJAMENTO E TOMADA DE DECISÕES Durante este

Administração contemporânea

SUMÁRIO Gestão empresarial Administração contemporânea CAPÍTULO 3 - PLANEJAMENTO E TOMADA DE DECISÕES Durante este

CAPÍTULO 3 - PLANEJAMENTO E TOMADA DE DECISÕESSUMÁRIO Gestão empresarial Administração contemporânea Durante este capítulo, será possível assimilar o conceito

Durante este capítulo, será possível assimilar o conceito de planejamento e suas etapas, explicar suas vantagens e desvantagens. O aluno será capaz de descrever a forma como se elabora um plano de ação que produz resultados eficazes, explicar como as empresas podem utilizar planos em todos os níveis da organização e demonstrar o conceito de tomada de decisões racionais em uma empresa com todas as etapas e limites envolvidos. Será exposta a forma como as decisões em grupo e as técnicas de tomada de decisões podem melhorar a tomada de decisões.

OBJETIVOS DE APRENDIZAGEMde tomada de decisões podem melhorar a tomada de decisões. 1 Examinar as vantagens e desvantagens

1 Examinar as vantagens e desvantagens do planejamento.

2 Detalhar como preparar um plano efetivo.

3 Explicar de que maneira as organizações podem utilizar planos em todos os níveis administrativos e hierárquicos.

4 Esclarecer todas as etapas e limites da tomada de decisões racionais.

5 Descrever de que forma as decisões em grupo e as técnicas de tomada de decisões podem melhorar a tomada de decisões.

44

CAPÍTULO

3

forma as decisões em grupo e as técnicas de tomada de decisões podem melhorar a tomada
forma as decisões em grupo e as técnicas de tomada de decisões podem melhorar a tomada

45

SUMÁRIO Gestão empresarial SÍNTESE Você com certeza conhece pessoas que são “planejadores natos”: adoram fazer

SUMÁRIO

SUMÁRIO Gestão empresarial SÍNTESE Você com certeza conhece pessoas que são “planejadores natos”: adoram fazer

Gestão empresarial

SUMÁRIO Gestão empresarial SÍNTESE Você com certeza conhece pessoas que são “planejadores natos”: adoram fazer
SUMÁRIO Gestão empresarial SÍNTESE Você com certeza conhece pessoas que são “planejadores natos”: adoram fazer

SÍNTESE

Você com certeza conhece pessoas que são “planejadores natos”: adoram fazer listas e sempre cumprem prazo, não sabendo viver sem o planejamento. E é claro que você também conhece pessoas criativas e flexíveis que vivem de acordo com as circunstâncias e repudiam fazer planos. Os planejadores natos somente enxergam as vantagens do planejamento enquanto os outros somente enxergam as desvantagens. Você vai constatar, no decorrer deste capítulo, que ambos estão certos.

Gestores iniciantes estão cientes que o planejamento e a tomada de decisões são uma parte vital das suas responsabilidades; a necessidade de entender o conflito, e em seguida gerar planos e soluções eficazes. Gestores experientes sabem das dificuldades de preparar um plano que leve à tomada de decisões satisfatórias. Você pode perceber que muitas vezes eles se sentem frustrados por enfrentar diariamente problemas na organização e não serem capazes de decidir/solucionar de uma forma eficiente.

Em um mercado altamente competitivo, planejar é essencial para o sucesso das organizações, pois as empresas líderes de mercado tiveram um planejamento detalhado e criterioso para serem bem-sucedidas.

Uma boa administração depende de um planejamento adequado e de tomada de decisões efetivas.

um planejamento adequado e de tomada de decisões efetivas. 46 Administração contemporânea PRINCIPAIS CONCEITOS

46

planejamento adequado e de tomada de decisões efetivas. 46 Administração contemporânea PRINCIPAIS CONCEITOS

Administração contemporânea

de decisões efetivas. 46 Administração contemporânea PRINCIPAIS CONCEITOS PLANEJAMENTO É o processo de

PRINCIPAIS CONCEITOS

PLANEJAMENTO

É o processo de determinação e execução de meta e estratégia de como a organização pode alcançar seus objetivos.

Depois do estudo dos três próximos tópicos, o aluno será capaz de explicar os benefícios e as armadilhas do planejamento, como preparar um plano com resultados efetivos e de que maneira as organizações podem utilizar planos em todos os níveis administrativos e hierárquicos.

BENEFÍCIOS E ARMADILHAS DO PLANEJAMENTO

Benefícios do planejamento Existem quatro benefícios: empenho, persistência, direção e criação de estratégias/fixação de metas. O planejamento com metas fixadas leva à persistência dos gestores/funcionários, que se esforçam para cumpri- la, assim como os incentiva a se direcionarem para tarefas que de fato os auxiliam a atingir o cumprimento da meta estabelecida.

Desvantagens do planejamento Existem três desvantagens: impedir mudanças, falsa sensação de certeza e distanciamento dos planejadores. Planos não solucionam todos os conflitos organizacionais, e podem, de fato, prejudicar as empresas. Isso ocorre quando a empresa somente enxerga a meta e não reconhece que ela não está produzindo o efeito desejado ou que precisa ser modificada. É fundamental que o plano seja baseado em premissas verdadeiras, caso contrário o planejamento poderá falhar. Os planejadores devem estar diariamente familiarizados com os detalhes da implantação na empresa para gerar um plano que produza resultados. Dessa forma, evitam elaborar planos sem efeito de coisas que não compreendem.

CAPÍTULO

3

que produza resultados. Dessa forma, evitam elaborar planos sem efeito de coisas que não compreendem. CAPÍTULO
que produza resultados. Dessa forma, evitam elaborar planos sem efeito de coisas que não compreendem. CAPÍTULO

47

SUMÁRIO Gestão empresarial COMO ELABORAR UM PLANO QUE FUNCIONE Nesta seção, será exposta a forma

SUMÁRIO

SUMÁRIO Gestão empresarial COMO ELABORAR UM PLANO QUE FUNCIONE Nesta seção, será exposta a forma de

Gestão empresarial

SUMÁRIO Gestão empresarial COMO ELABORAR UM PLANO QUE FUNCIONE Nesta seção, será exposta a forma de

COMO ELABORAR UM PLANO QUE FUNCIONE

Nesta seção, será exposta a forma de elaborar um plano com resultado eficaz. O planejamento engloba os seguintes fatores: fixação de metas, criação de compromisso com as metas, desenvolvimento de planos de ação eficazes, acompanhamento da evolução e manutenção de flexibilidade.

da evolução e manutenção de flexibilidade. Nos próximos capítulos será abordada a forma sobre o

Nos próximos capítulos será abordada a forma sobre o funcionamento do planejamento.

48

Fixação de metasabordada a forma sobre o funcionamento do planejamento. 48 A melhor forma de fixar metas eficazes,

A melhor forma de fixar metas eficazes, tanto para o funcionário como

para a empresa, é utilizar as diretrizes Smart (specific, measurable, attainable, realistic, timely), que são metas específicas, mensuráveis, atingíveis, realistas, tempestivas.

Criação de compromisso com as metasmensuráveis, atingíveis, realistas, tempestivas. É o ato de obter das pessoas envolvidas a decisão de

É o ato de obter das pessoas envolvidas a decisão de cumprir as metas

por meio da fixação e da divulgação da meta pelas equipes de trabalho e obtenção de apoio do alto escalão.

Desenvolvimento de planos de ação eficazes Um plano de ação relaciona os passos específicos ( como ), as pessoas ( quem Um plano de ação relaciona os passos específicos (como), as pessoas (quem), os recursos (o quê) e o período de tempo (quando) para o cumprimento de uma meta.

Acompanhamento da evolução Ocorre por meio da fixação de metas próximas (curto prazo) e distantes (longo prazo), coletando Ocorre por meio da fixação de metas próximas (curto prazo) e distantes (longo prazo), coletando e fornecendo feedback sobre o desempenho.

Manutenção da flexibilidadee fornecendo f e e d b a c k sobre o desempenho. É conservada por

É conservada por meio do plano baseado em opções com pequenos

investimentos em planos alternativos e a reserva de recursos, para serem usados na adaptação, oportunidades mudanças e imprevistos.

na adaptação, oportunidades mudanças e imprevistos. Administração contemporânea PLANEJAMENTO DE CIMA PARA

Administração contemporânea

PLANEJAMENTO DE CIMA PARA BAIXO

O planejamento é mais eficaz quando todos seguem a mesma direção.

Por meio da elaboração de planos estratégicos (plano geral de como a

empresa atenderá aos clientes e como procederá perante os concorrentes nos próximos dois a cinco anos) pelos executivos do alto escalão, são criadas

a visão (razão da existência da empresa) e a missão (meta geral da empresa) organizacionais.

Cabe à média gerência a criação de planos táticos (determinar a alocação

de recursos, pessoas e orçamentos para os próximos seis meses a dois anos,

visando o cumprimento de metas específicas voltadas para sua missão).

Administração por Objetivos (APO) é uma técnica bastante utilizada na execução de planos táticos. Os gerentes de primeira linha são responsáveis

pelos planos operacionais , ou seja, os planos diários voltados para produção

e entrega de serviços no período de trinta dias a seis meses. Consiste em

três tipos de planos: planos de aplicação única (para eventos únicos que acontecem apenas uma vez), orçamentos, e planos permanentes (para eventos que acontecem frequentemente). Existem três tipos de planos permanentes: políticas, procedimentos e regras/regulamentações.

Com o estudo dos próximos tópicos será possível compreender: as etapas

e os limites da tomada de decisões, de que forma as decisões em grupo e as técnicas de tomada de decisões podem melhorar a tomada de decisões.

TOMADA DE DECISÕES RACIONAIS

Tomada de decisões é o processo pelo qual se escolhe uma solução entre

várias disponíveis. Tomada de decisões racionais é o processo metódico no qual o problema é determinado, as alternativas avaliadas e a melhor opção

de solução para a organização é escolhida pelos gestores. A decisão racional

CAPÍTULO

3

e a melhor opção de solução para a organização é escolhida pelos gestores. A decisão racional
e a melhor opção de solução para a organização é escolhida pelos gestores. A decisão racional

49

SUMÁRIO Gestão empresarial reduz-se a uma decisão ótima, ou seja, a melhor alternativa possível a

SUMÁRIO

SUMÁRIO Gestão empresarial reduz-se a uma decisão ótima, ou seja, a melhor alternativa possível a partir

Gestão empresarial

SUMÁRIO Gestão empresarial reduz-se a uma decisão ótima, ou seja, a melhor alternativa possível a partir

reduz-se a uma decisão ótima, ou seja, a melhor alternativa possível a partir das informações disponíveis. As fases de tomada de decisões racionais são as seguintes: definir o problema, identificar os critérios de decisão, ponderar os critérios, gerar linhas de ação alternativas, quantificar a decisão ótima.

USO DE GRUPOS PARA MELHORAR A TOMADA DE DECISÕES

Considerando que nenhuma pessoa detém todas as informações e conhecimentos organizacionais, a tomada de decisão em equipe é uma forma a ser utilizada para superar as barreiras das informações e dos conhecimentos parciais. As decisões tomadas em grupos tendem a ser mais sólidas do que as tomadas individualmente, apesar de, normalmente, demandarem mais tempo.

Pensamento único do grupo é uma barreira à tomada de decisão ótima, gerada pela pressão no grupo para uma concordância entre todos. As técnicas para evitar as desvantagens da tomada de decisão em grupo são:

conflito estruturado (conflito que pode levar a uma melhor tomada de decisões em grupo subdivido em tipo A, C e advogado do diabo), técnica do grupo nominal (cada membro do grupo coloca por escrito suas soluções, ou seja, compartilham e decidem a melhor solução pelo grupo), técnica Delphi (membros de um painel de especialistas respondem perguntas e discutem entre si até chegar à melhor solução), brainstorming (o grupo usa a ideias de todos para gerar o maior número de soluções alternativas) e brainstorming eletrônico (utilizando um computador e todas as ideias são anônimas).

um computador e todas as ideias são anônimas). 50 Administração contemporânea PARA COMEÇAR Serão
um computador e todas as ideias são anônimas). 50 Administração contemporânea PARA COMEÇAR Serão
um computador e todas as ideias são anônimas). 50 Administração contemporânea PARA COMEÇAR Serão

50

um computador e todas as ideias são anônimas). 50 Administração contemporânea PARA COMEÇAR Serão

Administração contemporânea

ideias são anônimas). 50 Administração contemporânea PARA COMEÇAR Serão analisados nesta seção dois estudos

PARA COMEÇAR

Serão analisados nesta seção dois estudos de casos. Um refere-se a questão do planejamento, utilizando as metodologias Smart e APO, e o outro é sobre o processo de tomada de decisão nas empresas. Leia com atenção e reflita sobre as duas situações, considerando os conceitos estudados neste capítulo.

com atenção e reflita sobre as duas situações, considerando os conceitos estudados neste capítulo. CAPÍTULO 51

CAPÍTULO

com atenção e reflita sobre as duas situações, considerando os conceitos estudados neste capítulo. CAPÍTULO 51

51

3

Gestão empresarial SUMÁRIO Administração contemporânea ATIVIDADE 2. ESTUDO DE CASO 1. ESTUDO DE CASO CAPÍTULO
Gestão empresarial SUMÁRIO Administração contemporânea ATIVIDADE 2. ESTUDO DE CASO 1. ESTUDO DE CASO CAPÍTULO

Gestão empresarial

SUMÁRIO

Administração contemporânea ATIVIDADE 2. ESTUDO DE CASO 1. ESTUDO DE CASO
Administração contemporânea
ATIVIDADE
2. ESTUDO DE CASO
1. ESTUDO DE CASO

CAPÍTULO

3

 

Márcio Pimenta sempre trabalhou em empresas que não tinham como prática de gestão planejar as atividades antes de iniciar a execução de um projeto. Agora ele foi contratado pela Kidente, uma empresa do ramo de assistência odontológica, que dá muita importância ao planejamento e aos planos de ação antes da execução de seus projetos.

 

Ternary Software Inc. funciona democraticamente. Em um plano proposto, todas as decisões a serem tomadas podem ter a discordância de qualquer funcionário. Isso tem levado a reuniões frustrantes, mas, de maneira geral, os funcionários estão tão satisfeitos com o seu acesso à informação financeira da empresa e sua capacidade de dar voz às suas informações que permanecem, mesmo quando têm de aceitar cortes de salários temporários.

2a. Visando melhorar essa prática de gestão, como você explicaria aos

 
 

O presidente da empresa solicitou a Márcio Pimenta que elabore o planejamento de sua área para os próximos doze meses. Ele deverá apresentar esse planejamento em reunião com a diretoria na semana seguinte. O presidente também informou que a Kidente utiliza as metodologias Smart e APO para a estruturação do planejamento e planos de ação. Márcio não

1. O que você explicaria a Márcio Pimenta sobre as metodologias

 

Use esse artigo para iniciar uma discussão dos benefícios e armadilhas da tomada de decisão em grupo.

funcionários da Ternary Software Inc. os passos do processo para tomada de decisões racionais?

 
 

tem a menor ideia do isso significa.

Smart e APO?

   
     
       

52

Fonte: Elaborado pelo autor.

Fonte: Badal (2007).

                  52 Fonte: Elaborado pelo autor. Fonte: Badal

53

SUMÁRIO Gestão empresarial Administração contemporânea CAPÍTULO 3   2b. As tomadas de decisão em grupo

SUMÁRIO

SUMÁRIO Gestão empresarial Administração contemporânea CAPÍTULO 3   2b. As tomadas de decisão em grupo estão

Gestão empresarial

SUMÁRIO Gestão empresarial Administração contemporânea CAPÍTULO 3   2b. As tomadas de decisão em grupo estão

Administração contemporânea

SUMÁRIO Gestão empresarial Administração contemporânea CAPÍTULO 3   2b. As tomadas de decisão em grupo estão

CAPÍTULO

3

 

2b. As tomadas de decisão em grupo estão sujeitas a algumas armadilhas

 

2.

Quais são os benefícios e as armadilhas do planejamento?

 
 

que podem prejudicar o resultado final?

   
     
         
     

3.

O que são metas Smart?

 
 

QUESTÕES

   
 

1. Defina planejamento.

       
   

4.

O que é plano de ação?

 
     

54

            4. O que é plano de ação?      

55

SUMÁRIO Gestão empresarial 5. O que são planos táticos? Administração contemporânea 7. Defina tomada de

SUMÁRIO

SUMÁRIO Gestão empresarial 5. O que são planos táticos? Administração contemporânea 7. Defina tomada de decisões

Gestão empresarial

SUMÁRIO Gestão empresarial 5. O que são planos táticos? Administração contemporânea 7. Defina tomada de decisões

5. O que são planos táticos?

Administração contemporânea

7. Defina tomada de decisões racionais.

contemporânea 7. Defina tomada de decisões racionais. CAPÍTULO 3         6. Descreva os

CAPÍTULO

3

     
 

6.

Descreva os tipos de planos operacionais.

 

8.

Descreva as técnicas utilizadas para evitar as armadilhas da tomada de

 
   

decisões em grupo.

 
     
         

56

de       decisões em grupo.                  
de       decisões em grupo.                  
de       decisões em grupo.                  

57

SUMÁRIO Gestão empresarial PARA AMPLIAR SEUS CONHECIMENTOS A fim de ampliar os conhecimentos sobre gestão

SUMÁRIO

SUMÁRIO Gestão empresarial PARA AMPLIAR SEUS CONHECIMENTOS A fim de ampliar os conhecimentos sobre gestão de

Gestão empresarial

SUMÁRIO Gestão empresarial PARA AMPLIAR SEUS CONHECIMENTOS A fim de ampliar os conhecimentos sobre gestão de

PARA AMPLIAR SEUS CONHECIMENTOS

A fim de ampliar os conhecimentos sobre gestão de empresas, seguem

indicações de bibliografia adicional, websites, e vídeos que tratam dos

temas que estudamos neste capítulo.

vídeos que tratam dos temas que estudamos neste capítulo. BIBLIOGRAFIA ADICIONAL Boa leitura! BATEMAN, T. S.;

BIBLIOGRAFIA ADICIONAL

Boa leitura!
Boa leitura!

BATEMAN, T. S.; SNELL, S. A. Administração : novo cenário competitivo. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2007. Administração : novo cenário competitivo. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2007.

O capítulo 3 aborda a importância quanto à capacidade de tomar decisões

e sua relação com o desempenho de uma organização.

SOBRAL, F.; PECI, A. Administração : teoria e prática no contexto brasileiro. São Paulo: Prentice Hall, 2008. Administração: teoria e prática no contexto brasileiro. São Paulo: Prentice Hall, 2008.

O capítulo 4 explica a importância da tomada de decisão para a administração, além de descrever seus modelos e processos.

WEBSITES

ANGELONI, M. T. Elementos internenientes na tomada de decisão. Ciência da Informação, Brasília, DF, v. 32, n. 11, p. 17-22, jan./abr. 2003. Disponível em: <http://moodle.mackenzie.br/link/7o>.

Acesso em: 12 jul. 2013.

Este artigo trata dos elementos intervenientes na tomada de decisão e dos desafios dos executivos nesse processo.

58

de decisão e dos desafios dos executivos nesse processo. 58 Administração contemporânea ZUINI, P. Como fazer

Administração contemporânea

ZUINI, P. Como fazer um planejamento estratégico. Exame, São Paulo, abr. 2011. [Internet]. Disponível em: <http://moodle.mackenzie.br/link/8y>.

Acesso em: 12 jul. 2013.

O artigo disponibiliza informações e vários artigos sobre os conceitos e

aplicação das metodologias para desenvolvimento de um planejamento

estratégico empresarial.

VÍDEOS

A IMPORTÂNCIA DO PLANEJAMENTO NAS ORGANIZAÇÕES. Realização: Fundação Roberto Martinho, Governo do Estado de São Paulo. Direção: Centro Paula Souza. São Paulo: Telecurso TEC, 2011. [Internet]. Disponível em: <http://moodle.mackenzie.br/link/7p>.

Acesso em: 29 jul. 2013.

O vídeo mostra a importância do planejamento nas organizações para o

enfrentamento da concorrência e aumento da produção em uma empresa.

CAPÍTULO

nas organizações para o enfrentamento da concorrência e aumento da produção em uma empresa. CAPÍTULO 59

59

3

SUMÁRIO Gestão empresarial PARA FINALIZAR Neste capítulo, foi abordada a importância do planejamento para uma

SUMÁRIO

SUMÁRIO Gestão empresarial PARA FINALIZAR Neste capítulo, foi abordada a importância do planejamento para uma

Gestão empresarial

SUMÁRIO Gestão empresarial PARA FINALIZAR Neste capítulo, foi abordada a importância do planejamento para uma

PARA FINALIZAR

Neste capítulo, foi abordada a importância do planejamento para uma organização, apesar desta possuir benefícios e desvantagens. É possível entender a importância da elaboração de um plano de ações que produza resultados eficazes para as empresas.

Além disso, compreende-se que empresas devem determinar a fixação de metas e adotar métodos para conseguirem o compromisso com a meta entre os seus gestores e funcionários, buscando a manutenção da flexibilidade caso seja necessário um redirecionamento.

Você já é capaz de explicar como funciona o planejamento de cima para baixo, que envolve todos os níveis administrativos de uma organização. Além de compreender a importância da tomada de decisões racionais em uma empresa, é capaz de explicar suas etapas e limites. Verificamos que a utilização de grupos pode melhorar a tomada de decisões e de técnicas, adotadas pelos gestores, e evitar as desvantagens.

GLOSSÁRIO

pelos gestores, e evitar as desvantagens. GLOSSÁRIO Nesta seção constam as definições dos principais
pelos gestores, e evitar as desvantagens. GLOSSÁRIO Nesta seção constam as definições dos principais
pelos gestores, e evitar as desvantagens. GLOSSÁRIO Nesta seção constam as definições dos principais

Nesta seção constam as definições dos principais conceitos e palavras-chaves estudadas no capítulo.

60

conceitos e palavras-chaves estudadas no capítulo. 60 Administração contemporânea Administração por objetivos

Administração contemporânea

Administração por objetivos (APO) Técnica administrativa utilizada por gestores e funcionários para fixar metas e elaborar planos táticos, reunindo-se Técnica administrativa utilizada por gestores e funcionários para fixar metas e elaborar planos táticos, reunindo-se periodicamente para avaliar a evolução em direção ao cumprimento das metas.

Pensamento único do grupoavaliar a evolução em direção ao cumprimento das metas. É uma barreira para a tomada de

É uma barreira para a tomada de decisões de boa qualidade gerada

pela pressão no grupo visando uma concordância entre todos.

Plano de ação São as etapas, a alocação de pessoas e os recursos específicos e necessários para o São as etapas, a alocação de pessoas e os recursos específicos e necessários para o cumprimento de uma meta.

Planos estratégicos Plano geral da empresa que esclarece quais são os clientes e seu posicionamento sobre a Plano geral da empresa que esclarece quais são os clientes e seu posicionamento sobre a concorrência durante os próximos dois a cinco anos.

Políticaa concorrência durante os próximos dois a cinco anos. É um plano permanente que aponta a

É um plano permanente que aponta a linha de ação geral que deve

ser adotada em resposta a um evento ou a uma situação particular.

Visãoem resposta a um evento ou a uma situação particular. É a afirmação da finalidade ou

É a afirmação da finalidade ou razão da empresa.

CAPÍTULO

a um evento ou a uma situação particular. Visão É a afirmação da finalidade ou razão

61

3

SUMÁRIO Gestão empresarial REFERÊNCIAS Administração contemporânea Bibliografia adicional: CAPÍTULO 3 BATEMAN, T.

SUMÁRIO

SUMÁRIO Gestão empresarial REFERÊNCIAS Administração contemporânea Bibliografia adicional: CAPÍTULO 3 BATEMAN, T.

Gestão empresarial

SUMÁRIO Gestão empresarial REFERÊNCIAS Administração contemporânea Bibliografia adicional: CAPÍTULO 3 BATEMAN, T.
SUMÁRIO Gestão empresarial REFERÊNCIAS Administração contemporânea Bibliografia adicional: CAPÍTULO 3 BATEMAN, T.

REFERÊNCIAS

Administração contemporânea

Bibliografia adicional:

Administração contemporânea Bibliografia adicional: CAPÍTULO 3 BATEMAN, T. S.; SNELL, S. A. Administração :

CAPÍTULO

3

BATEMAN, T. S.; SNELL, S. A. Administração : novo cenário competitivo. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2007. Administração : novo cenário competitivo. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2007.

: novo cenário competitivo. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2007. ANGELONI, M. T. Elementos internenientes na

ANGELONI, M. T. Elementos internenientes na tomada de decisão. Ciência da Informação, Brasília, DF, v. 32, n. 11, p. 17-22, jan./abr. 2003. Disponível em: <http://moodle.mackenzie.br/link/7o>.

CERTO, S. Administração Moderna . 9. ed. São Paulo: Pearson, Administração Moderna. 9. ed. São Paulo: Pearson,

Acesso em 12 jul. 2013.

2003.

 
  A IMPORTÂNCIA DO PLANEJAMENTO NAS ORGANIZA-

A

IMPORTÂNCIA DO PLANEJAMENTO NAS ORGANIZA-

LACOMBE, F. J. M.; HEILBORN, G. L. J. Administração : Administração:

ÇÕES. Realização: Fundação Roberto Martinho, Governo do Esta-

princípios e tendências. 2. ed. São Paulo: Saraiva, 2010.

do

de São Paulo. Direção: Centro Paula Souza. São Paulo? Telecurso

ROBBINS, S. P. Administração : mudanças e perspectivas. São Paulo: Administração: mudanças e perspectivas. São Paulo:

TEC, 2011. [Internet]. Disponível em: <http://moodle.mackenzie.br/link/7p>.

Saraiva, 2008.

Acesso 29 jul. 2013.

SOBRAL, F.; PECI, A. Administração : teoria e prática no contexto brasileiro. São Paulo: Prentice Hall, 2008. Administração: teoria e prática no contexto brasileiro. São Paulo: Prentice Hall, 2008.

no contexto brasileiro. São Paulo: Prentice Hall, 2008. ZUINI, P. Como fazer um planejamento estratégico. Exame

ZUINI, P. Como fazer um planejamento estratégico. Exame, São Paulo, abr. 2011. [Internet]. Disponível em: <http://moodle.mackenzie.br/link/7n>.

WILLIAMS, C. Adm . São Paulo: Cengage Learning, 2011. Adm. São Paulo: Cengage Learning, 2011.

62

Acesso em 12 jul. 2013.

WILLIAMS, C. Adm . São Paulo: Cengage Learning, 2011. 62 Acesso em 12 jul. 2013. 63

63

SUMÁRIO Gestão empresarial Administração contemporânea CAPÍTULO 4 - ESTRATÉGIA ORGANIZACIONAL Neste capítulo,

SUMÁRIO

SUMÁRIO Gestão empresarial Administração contemporânea CAPÍTULO 4 - ESTRATÉGIA ORGANIZACIONAL Neste capítulo,

Gestão empresarial

SUMÁRIO Gestão empresarial Administração contemporânea CAPÍTULO 4 - ESTRATÉGIA ORGANIZACIONAL Neste capítulo,

Administração contemporânea

SUMÁRIO Gestão empresarial Administração contemporânea CAPÍTULO 4 - ESTRATÉGIA ORGANIZACIONAL Neste capítulo,

CAPÍTULO 4 - ESTRATÉGIA ORGANIZACIONALSUMÁRIO Gestão empresarial Administração contemporânea Neste capítulo, será abordada a importância de as empresas

Neste capítulo, será abordada a importância de as empresas contemporâneas buscarem a vantagem competitiva por meio da formulação de estratégias de negócios. Além disso, também identificaremos os processos utilizados pelos executivos para a análise e a tomada de decisão quanto ao tipo de estratégia mais adequada em função do contexto de negócio.

OBJETIVOS DE APRENDIZAGEMmais adequada em função do contexto de negócio. 1 Especificar os componentes da vantagem competitiva

1 Especificar os componentes da vantagem competitiva sustentável e explicar sua importância.

2 Descrever as etapas envolvidas no processo da formação de estratégias.

3 Explicar os diferentes tipos de estratégias na esfera corporativa.

4 Descrever os diferentes tipos de estratégias no nível do ramo de atividade.

64

CAPÍTULO

na esfera corporativa. 4 Descrever os diferentes tipos de estratégias no nível do ramo de atividade.
na esfera corporativa. 4 Descrever os diferentes tipos de estratégias no nível do ramo de atividade.

65

4

SUMÁRIO Gestão empresarial SÍNTESE As empresas operam em mercados cada vez mais marcados pela concorrência

SUMÁRIO

SUMÁRIO Gestão empresarial SÍNTESE As empresas operam em mercados cada vez mais marcados pela concorrência acirrada

Gestão empresarial

SUMÁRIO Gestão empresarial SÍNTESE As empresas operam em mercados cada vez mais marcados pela concorrência acirrada
SUMÁRIO Gestão empresarial SÍNTESE As empresas operam em mercados cada vez mais marcados pela concorrência acirrada

SÍNTESE

As empresas operam em mercados cada vez mais marcados pela concorrência acirrada e dependem da formulação e implementação das estratégias de negócios para buscarem vantagem competitiva sustentável. A estratégia refere-se ao caminho, à direção que a empresa define para competir.

Há dez anos, a Apple não atuava no segmento de músicas, mas, ao lançar o iPod, criou um novo padrão para os dispositivos de música digital. Outras empresas, como a Sony, Samsung, Dell e Microsoft, rapidamente produziram seus MP3 players. No entanto, a Apple continua na liderança, com 72% do mercado dos aparelhos de reprodução de música digital.

Como uma empresa como a Apple, mantém sua vantagem competitiva, mesmo com a entrada de vários concorrentes no setor? Que medidas a Apple e outras empresas tomam para administrar melhor seu processo de formação de estratégias? Como a estratégia se relaciona com a vantagem competitiva sustentável?

se relaciona com a vantagem competitiva sustentável? Neste capítulo será abordada a forma como os gestores

Neste capítulo será abordada a forma como os gestores utilizam os principais fundamentos da estratégia empresarial para manter e desenvolver seus negócios em um ambiente competitivo, superando seus concorrentes e criando valor para seus clientes.

66

seus concorrentes e criando valor para seus clientes. 66 Administração contemporânea PRINCIPAIS CONCEITOS VANTAGEM

Administração contemporânea

valor para seus clientes. 66 Administração contemporânea PRINCIPAIS CONCEITOS VANTAGEM COMPETITIVA SUSTENTÁVEL

PRINCIPAIS CONCEITOS

VANTAGEM COMPETITIVA SUSTENTÁVEL

Conforme exposto no Capítulo 1, toda empresa busca aumentar sua eficácia e eficiência, para tornar-se mais competitiva no mercado. Para isso, ela precisa utilizar da melhor forma possível todos os seus recursos.

Recursos são competências, processos, informações, tecnologias e conhecimentos que uma organização domina em determinada área. Os recursos são fundamentais para a estratégia organizacional, pois podem ajudar as empresas a criar e a sustentarem vantagem sobre os concorrentes.

a criar e a sustentarem vantagem sobre os concorrentes. Uma empresa alcança a vantagem competitiva na

Uma empresa alcança a vantagem competitiva na medida em que utiliza seus recursos para criar valor para seus clientes, ultrapassando seus concorrentes. Por exemplo, a vantagem competitiva do iPod originou-se de seu design simples e atrativo em relação a seu preço. A vantagem mais importante da Apple, porém, foi ser a primeira empresa a tornar fácil o uso de aparelhos MP3 para comprar e efetuar download legal de músicas pelo iTunes (antes o único meio para adquirir música digital era a troca ilegal de arquivos). Após a vantagem competitiva, a meta de toda empresa é transformá-la em vantagem competitiva sustentável, quando outras empresas não conseguem ultrapassar ou igualar o valor agregado de um produto ou serviço ao cliente. Isso não quer dizer que a vantagem competitiva sustentável seja eterna, pois a empresa precisa rever periodicamente sua estratégia organizacional em função da concorrência acirrada.

CAPÍTULO

4

em função da concorrência acirrada. CAPÍTULO 4 Observe que a Apple utilizou todos os recursos para
em função da concorrência acirrada. CAPÍTULO 4 Observe que a Apple utilizou todos os recursos para

Observe que a Apple utilizou todos os recursos para criar valor para o cliente, ganhando da concorrência.

CAPÍTULO 4 Observe que a Apple utilizou todos os recursos para criar valor para o cliente,

67

SUMÁRIO Gestão empresarial PROCESSO DE ELABORAÇÃO DE ESTRATÉGIAS Toda empresa precisa definir uma estratégia para

SUMÁRIO

SUMÁRIO Gestão empresarial PROCESSO DE ELABORAÇÃO DE ESTRATÉGIAS Toda empresa precisa definir uma estratégia para

Gestão empresarial

SUMÁRIO Gestão empresarial PROCESSO DE ELABORAÇÃO DE ESTRATÉGIAS Toda empresa precisa definir uma estratégia para

PROCESSO DE ELABORAÇÃO DE ESTRATÉGIAS

Toda empresa precisa definir uma estratégia para criar a vantagem competitiva sustentável. Para formular a estratégia, gestores utilizam um processo de três etapas distintas:

Avaliação da necessidade de mudança estratégicagestores utilizam um processo de três etapas distintas: O atual ambiente empresarial é instável e turbulento

Avaliação da necessidade de mudança estratégica O atual ambiente empresarial é instável e turbulento em

O atual ambiente empresarial é instável e turbulento em função

das mudanças no mercado, e isso leva as empresas a avaliarem suas estratégias. Muitas vezes o grande problema dessa avaliação é a lentidão do alto escalão da empresa em tomar as decisões, levando a inércia competitiva – uma relutância ou procrastinação em alterar modelos estratégicos que tiveram sucesso no passado.

Análise situacionalmodelos estratégicos que tiveram sucesso no passado. Essa análise também, ajuda os gestores no processo de

Essa análise também, ajuda os gestores no processo de tomada

de decisão em relação à estratégia. Para análise situacional, utiliza

-se uma ferramenta gerencial denominada SWOT, que significa pontos fortes, fracos, oportunidades e ameaças (do inglês: strengths,

weaknesses, opportunities e threats). A análise SWOT permite avaliar

de forma integrada os pontos forte e fracos do ambiente interno da

empresa e as oportunidades e ameaças do ambiente externo.

Escolha de alternativas estratégicasempresa e as oportunidades e ameaças do ambiente externo. Gestores tomam decisões buscando as alternativas

Gestores tomam decisões buscando as alternativas estratégicas mais adequadas para manter a vantagem competitiva. Eles podem escolher uma estratégia de aversão ao risco e conservadora ou uma estratégia de aceitação do risco e agressiva. Isso dependerá dos pontos de referência estratégicos que são competências desenvolvidas, ou não, pela empresa.

68

são competências desenvolvidas, ou não, pela empresa. 68 Administração contemporânea ESTRATÉGIA CORPORATIVA

Administração contemporânea

ESTRATÉGIA CORPORATIVA

Refere-se à estratégia global da empresa e aborda a questão: em que setor de negócios atuamos ou em quais outros setores deveríamos atuar? Para responder esta questão existem duas abordagens: estratégias de portfólio e estratégias gerais.

Estratégia de portfólio

Estratégia que busca minimizar o risco ao diversificar o investimento entre várias empresas ou linhas de produto. Tem forte semelhança com as estratégias de diversificação dos investidores de ações, que reduzem o risco de suas carteiras investindo em diferentes segmentos de empresas. Um exemplo de estratégia de portfólio é o que a empresa 3M adota ao fabricar 55 mil produtos para sete diferentes setores empresariais. Para tanto, os gestores podem definir projetos de novos segmentos de negócios internamente na empresa ou busca a aquisição de outras empresas relacionadas a seu negócio principal. Contudo, podem também optar por uma diversificação não relacionada, como a criação ou a aquisição de empresas e de negócios em setores completamente diferentes.

Estratégias gerais

Uma estratégia geral é um plano estratégico em nível corporativo adotado para cumprir metas estratégicas. Há três tipos: estratégias de crescimento, de estabilidade e de reformulação/recuperação.

A estratégia de crescimento consiste em ações para aumentar a participação no mercado, receitas, lucros, posição geográfica, por meio de fusões e incorporações ou de projetos internos de expansão. A estratégia de estabilidade procura continuar fazendo as mesmas coisas, porém em um processo de aperfeiçoamento e melhoria contínua. A estratégia

CAPÍTULO

4

e melhoria contínua. A estratégia CAPÍTULO 4 Para ajudar na tomada de decisão, gestores se apoiam
e melhoria contínua. A estratégia CAPÍTULO 4 Para ajudar na tomada de decisão, gestores se apoiam

Para ajudar na tomada de decisão, gestores se apoiam em uma ferramenta gerencial denominada Matriz BCG (foi criada pelo

Boston Consulting

Group), que classifica os negócios de uma empresa por taxa de crescimento do mercado e participação de mercado relativa.

), que classifica os negócios de uma empresa por taxa de crescimento do mercado e participação
), que classifica os negócios de uma empresa por taxa de crescimento do mercado e participação

69

SUMÁRIO Gestão empresarial de reformulação/recuperação consiste, em um primeiro momento, em reverter o desempenho

SUMÁRIO

SUMÁRIO Gestão empresarial de reformulação/recuperação consiste, em um primeiro momento, em reverter o desempenho

Gestão empresarial

SUMÁRIO Gestão empresarial de reformulação/recuperação consiste, em um primeiro momento, em reverter o desempenho

de reformulação/recuperação consiste, em um primeiro momento, em reverter o desempenho ruim, desacelerando suas atividades e reduzindo custos. Depois busca-se recuperar o crescimento da empresa.

ESTRATÉGIA SETORIAL

A Estratégia setorial define como a empresa deve concorrer em determinado setor, ou seja, em um ramo de atividades.

em determinado setor, ou seja, em um ramo de atividades. Cinco forças setoriais As cinco forças

Cinco forças setoriaisem determinado setor, ou seja, em um ramo de atividades. As cinco forças setoriais são modelo

As cinco forças setoriais são modelo para análise da estratégia setorial desenvolvido por Michael Porter (da Universidade de Harvard), que determina a atratividade geral de um setor e o potencial de lucratividade a longo prazo.

As cinco forças são: Natureza da rivalidade, intensidade da competição entre as empresas de um setor; ameaça de novos participantes, grau em que as barreiras para a entrada dificultam ou facilitam o ingresso de novas empresas em um setor; ameaça de produtos ou serviços substitutos, medida da facilidade com que os clientes podem encontrar substitutos para os produtos e serviços de um setor; poder de negociação dos fornecedores, medida da influência que fornecedores de um setor exercem sobre os preços; poder de negociação dos compradores, influência que os clientes exercem sobre os preços.

Estratégias de posicionamento, influência que os clientes exercem sobre os preços. Após a análise das forças setoriais, o

Após a análise das forças setoriais, o próximo passo é definir a estratégia de posicionamento, ou seja, como a empresa se posicionará perante a concorrência. Segundo Michael Porter,

70

perante a concorrência. Segundo Michael Porter, 70 Administração contemporânea existem três formas

Administração contemporânea

existem três formas estratégicas: liderança em custo, que é oferecer produto com qualidade aceitável e preço baixos; diferenciação, que é oferecer um produto com atributos diferentes dos concorrentes e que o cliente esteja disposto a pagar mais por isso; e foco, que é oferecer um produto especializado para um público restrito, atendendo a necessidades específicas.

um público restrito, atendendo a necessidades específicas. PARA COMEÇAR Agora você analisará o estudo de caso

PARA COMEÇAR

Agora você analisará o estudo de caso McDonald’s, uma empresa do segmento de fast food. Esse segmento sofre intensa concorrência, sendo frequentemente necessário rever e implantar estratégias de negócios que produzam vantagem competitiva. Leia com atenção o texto a seguir e identifique o processo para formulação de estratégias utilizado pelos executivos do McDonald’s.

e identifique o processo para formulação de estratégias utilizado pelos executivos do McDonald’s. CAPÍTULO 71 4

CAPÍTULO

e identifique o processo para formulação de estratégias utilizado pelos executivos do McDonald’s. CAPÍTULO 71 4

71

4

SUMÁRIO Gestão empresarial ATIVIDADE MCDONALD’S Administração contemporânea As estratégias da empresa são

SUMÁRIO

SUMÁRIO Gestão empresarial ATIVIDADE MCDONALD’S Administração contemporânea As estratégias da empresa são

Gestão empresarial

SUMÁRIO Gestão empresarial ATIVIDADE MCDONALD’S Administração contemporânea As estratégias da empresa são

ATIVIDADESUMÁRIO Gestão empresarial MCDONALD’S Administração contemporânea As estratégias da empresa são elaboradas pela

MCDONALD’S
MCDONALD’S
SUMÁRIO Gestão empresarial ATIVIDADE MCDONALD’S Administração contemporânea As estratégias da empresa são
SUMÁRIO Gestão empresarial ATIVIDADE MCDONALD’S Administração contemporânea As estratégias da empresa são

Administração contemporânea

As estratégias da empresa são elaboradas pela alta cúpula (presidente, vice- presidente e diretores), transmitidas para os gerentes e por eles disseminadas para os demais níveis hierárquicos, com adaptações a características específicas de cada loja. Na elaboração das estratégicas são levados em conta dados mercadológicos, tendências, características específicas da população

e ideias de outros estabelecimentos, mantendo assim a empresa atualizada e

preparada para agir com maior precisão. Em uma convenção denominada 3.1. Q, realizada a cada três anos, contando com a participação de executivos

CAPÍTULO

4

“As redes de fast food atuam como facilitadoras da vida das pessoas,

Cerca de 27% dos restaurantes da rede são unidades franqueadas,

e

e

dirigentes das unidades franqueadas, são definidos os principais objetivos

1. Com base nas informações do estudo de caso, é possível que o

 

principalmente em grandes metrópoles, onde o cotidiano corrido

metas a serem atingidos. Estratégias menores são elaboradas anualmente,

 

acaba sendo fato gerador da grande procura por alimentação rápida. A dispersão geográfica é uma característica das atividades de alimentação. Em praticamente todos os municípios brasileiros encontram-se pequenas empresas e unidades informais no setor alimentício. As empresas de grande porte do setor se concentram nas capitais. Presente em 118 países, a organização em estudo possui 31,8 mil restaurantes, onde trabalham 1,5 milhão de funcionários que alimentam diariamente mais de 47 milhões de clientes (McDonald’s, 2007). No Brasil, a rede chegou em 1979 e, desde então, já atendeu mais de 4,5 bilhões de clientes. Além disso, trata-se de um dos oito maiores mercados da corporação e está entre os cinco com o maior

mensalmente e diariamente dependendo das variações do mercado e da necessidade específica de cada loja. A estratégias são implementadas pelos funcionários, que por meio de intranet, periódicos e comunicação direta dos gerentes recebem a informação e a implementam de acordo com a necessidade solicitada. A empresa procura sempre mostrar o porquê daquela ação e qual o objetivo a ser atingido.”

McDonald’s utilize o processo de três etapas para formulação de suas estratégias?

 

crescimento desde 2000, sendo que em 2005 registrou um crescimento de 13,1% nas vendas no País. Sua estrutura em território brasileiro conta com 1.131 pontos de venda, incluindo desde quiosques até grandes lojas, que atendem mais de 1,5 milhão de pessoas por dia. Esses pontos estão localizados em 134 municípios, localizados em 21 Estados e no Distrito Federal, sempre em cidades com mais de 150 mil habitantes, gerando cerca de 34 mil empregos (GVCONSULT, 2005).

 

72

respondendo por cerca de 32% do faturamento total da rede. [

]

Fonte: Silva et al. (2007).

2005).   72 respondendo por cerca de 32% do faturamento total da rede. [ ] Fonte:

73

SUMÁRIO Gestão empresarial QUESTÕES Administração contemporânea 3. Qual é a diferença entre estratégia de

SUMÁRIO

SUMÁRIO Gestão empresarial QUESTÕES Administração contemporânea 3. Qual é a diferença entre estratégia de

Gestão empresarial

SUMÁRIO Gestão empresarial QUESTÕES Administração contemporânea 3. Qual é a diferença entre estratégia de

QUESTÕES

SUMÁRIO Gestão empresarial QUESTÕES Administração contemporânea 3. Qual é a diferença entre estratégia de

Administração contemporânea

3. Qual é a diferença entre estratégia de portfólio e estratégia geral?

CAPÍTULO

4

 

1. O que é vantagem competitiva?

   
     
         
     

4.

Qual o propósito da análise SWOT?

 
 

2. Como os executivos desenvolvem o processo de elaboração de estratégias para suas empresas?

   
     
   

5.

Descreva o modelo das cinco forças competitivas de Michael Porter.

 
     
       

74

das cinco forças competitivas de Michael Porter.                 74

75

SUMÁRIO Gestão empresarial PARA AMPLIAR SEUS CONHECIMENTOS A fim de ampliar os conhecimentos sobre gestão

SUMÁRIO

SUMÁRIO Gestão empresarial PARA AMPLIAR SEUS CONHECIMENTOS A fim de ampliar os conhecimentos sobre gestão de

Gestão empresarial

SUMÁRIO Gestão empresarial PARA AMPLIAR SEUS CONHECIMENTOS A fim de ampliar os conhecimentos sobre gestão de

PARA AMPLIAR SEUS CONHECIMENTOS

A fim de ampliar os conhecimentos sobre gestão de empresas, seguem

indicações de bibliografia adicional, websites, e vídeos que tratam dos

temas que estudamos neste capítulo.

vídeos que tratam dos temas que estudamos neste capítulo. BIBLIOGRAFIA ADICIONAL Boa leitura! BATEMAN, T. S.;

BIBLIOGRAFIA ADICIONAL

Boa leitura!
Boa leitura!

BATEMAN, T. S.; SNELL, S. A. Administração : novo cenário competitivo. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2007. Administração : novo cenário competitivo. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2007.

O capítulo 4 discute o processo de planejamento e a visão geral da metodologia da administração estratégica utilizada pelos administradores.

SOBRAL, F.; PECI, A. Administração : teoria e prática no contexto brasileiro. São Paulo: Prentice Hall, 2008. Administração: teoria e prática no contexto brasileiro. São Paulo: Prentice Hall, 2008.

O capítulo 5 descreve o processo de administração estratégica, além dos

tipos de estratégias aplicados pelas empresas.

WEBSITES

REVISTA DE ADMINISTRAÇÃO CONTEMPORÂNEA. Rio de Janeiro: Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Administração, 1997. Bimestral. ISSN 1982-7849. Disponível em: <http://moodle.mackenzie.br/link/c1>.

Acesso em: 12 jul. 2013.

76

Acesso em: 12 jul. 2013. 76 Administração contemporânea O periódico apresenta

Administração contemporânea

O periódico apresenta artigos científicos sobre gestão e estratégia. Traz

uma abordagem sobre o alinhamento das estratégias de duas empresas em

função da utilização da internet em seus respectivos negócios.

SEÇÃO ESTRATÉGIA DA REVISTA EXAME. São Paulo: Abril, 1967. Quinzenal. [Internet]. Disponível em: <http://moodle.mackenzie.br/link/7r>.

Acesso em: 25 jul. 2013.

O site aborda todos os temas ligados à estratégia organizacional com

inúmeras matérias sobre as decisões e ações das empresas na busca pela vantagem competitiva.

VÍDEOS

PORTER, M. Estratégia. Produção: Managementv. Argentina: HSM, 2011. [Internet]. Disponível em: <http://moodle.mackenzie.br/link/c0>.

Acesso em: 1 ago. 2013.

No vídeo, o Prof. Michael Porter (Universidade de Harvard) explica

os conceitos e os desafios das empresas na formulação de estratégias competitivas.

O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE ESTRATÉGIA – ADM Tlks

#10. Direção: Diogo Lins, Fábio Bandeira, Leandro Vieira. São Paulo:

TVa, 2013. [Internet]. Disponível em: <http://moodle.mackenzie.br/link/7u>.

Acesso em: 1 ago. 2013.

Esse vídeo trata dos principais conceitos para o desenvolvimento de uma estratégia organizacional.

CAPÍTULO

2013. Esse vídeo trata dos principais conceitos para o desenvolvimento de uma estratégia organizacional. CAPÍTULO 77

77

4

SUMÁRIO Gestão empresarial PARA FINALIZAR Ao longo desse capítulo, foi possível notar como atualmente é

SUMÁRIO

SUMÁRIO Gestão empresarial PARA FINALIZAR Ao longo desse capítulo, foi possível notar como atualmente é importante

Gestão empresarial

SUMÁRIO Gestão empresarial PARA FINALIZAR Ao longo desse capítulo, foi possível notar como atualmente é importante

PARA FINALIZAR

Ao longo desse capítulo, foi possível notar como atualmente é importante para uma empresa focalizar em estratégias que possibilitem alcançar a vantagem competitiva sustentável. Isso deve-se ao cenário de concorrência acirrada em que estas vivem, tanto do ponto de vista regional como global. Para tanto, elas precisam utilizar seus recursos organizacionais da melhor forma e permanecer atentas às necessidades de mudanças em suas estratégias. Executivos utilizam um processo de três etapas distintas para a formulação de estratégias:

1. avaliação da necessidade de mudança estratégica;

2. análise situacional;

3. escolha de alternativas estratégicas.

Como forma de apoio para a tomada de decisão estratégia, executivos utilizam uma série de ferramentas gerenciais de análise, das quais podemos destacar a análise SWOT e a matriz BCG. A formulação estratégica ocorre em nível corporativo e setorial.

GLOSSÁRIO

ocorre em nível corporativo e setorial. GLOSSÁRIO Nesta seção estão as definições dos principais
ocorre em nível corporativo e setorial. GLOSSÁRIO Nesta seção estão as definições dos principais
ocorre em nível corporativo e setorial. GLOSSÁRIO Nesta seção estão as definições dos principais

Nesta seção estão as definições dos principais conceitos e palavras-chave estudados no capítulo.

78

conceitos e palavras-chave estudados no capítulo. 78 Administração contemporânea Análise situacional (SWOT)

Administração contemporânea

Análise situacional (SWOT) Avaliação dos pontos fortes e fracos no ambiente interno de uma organização e das oportunidades Avaliação dos pontos fortes e fracos no ambiente interno de uma organização e das oportunidades e ameaças do ambiente externo.

Estratégia em nível corporativo Estratégia organizacional geral que responde a pergunta: “Em que/ quais setores atuamos/devemos atuar?”. Estratégia organizacional geral que responde a pergunta: “Em que/ quais setores atuamos/devemos atuar?”.

Estratégia de portfólio Estratégia em nível corporativo que minimiza o risco ao diversificar o investimento entre várias empresas Estratégia em nível corporativo que minimiza o risco ao diversificar o investimento entre várias empresas ou linhas de produto.

Recursos Ativos, capacidades, processos, informação e o conhecimento que uma organização usa para aumentar sua eficácia Ativos, capacidades, processos, informação e o conhecimento que uma organização usa para aumentar sua eficácia e eficiência, criar, e manter vantagem competitiva, a fim de atender a uma necessidade ou resolver um problema.

Vantagem competitiva sustentável Vantagem competitiva que outras empresas tentam duplicar sem sucesso e a qual, momentaneamente, deixam de Vantagem competitiva que outras empresas tentam duplicar sem sucesso e a qual, momentaneamente, deixam de tentar reproduzir.

CAPÍTULO

que outras empresas tentam duplicar sem sucesso e a qual, momentaneamente, deixam de tentar reproduzir. CAPÍTULO

79

4

SUMÁRIO Gestão empresarial REFERÊNCIAS BATEMAN, T. S.; SNELL, S. A. Administração : novo cenário competitivo.

SUMÁRIO

SUMÁRIO Gestão empresarial REFERÊNCIAS BATEMAN, T. S.; SNELL, S. A. Administração : novo cenário competitivo. 2.

Gestão empresarial

SUMÁRIO Gestão empresarial REFERÊNCIAS BATEMAN, T. S.; SNELL, S. A. Administração : novo cenário competitivo. 2.
SUMÁRIO Gestão empresarial REFERÊNCIAS BATEMAN, T. S.; SNELL, S. A. Administração : novo cenário competitivo. 2.

REFERÊNCIAS

BATEMAN, T. S.; SNELL, S. A. Administração : novo cenário competitivo. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2007. Administração : novo cenário competitivo. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2007.

CERTO, S. Administração Moderna . 9. ed. São Paulo: Pearson, Administração Moderna. 9. ed. São Paulo: Pearson,

2003.

GVCONSULT. McOnomics : Relatório de Atividades da Rede McDonald´s. Publicação interna distribuída a funcionários e franqueados. McOnomics: Relatório de Atividades da Rede McDonald´s. Publicação interna distribuída a funcionários e franqueados. São Paulo: McDonald´s, 2005.

LACOMBE, F. J. M.; HEILBORN, G. L. J. A d m i n i s t r a ç ã o : Administração:

princípios e tendências. 2. ed. São Paulo: Saraiva, 2010.

ROBBINS, S. P. Administração : mudanças e perspectivas. São Paulo: Administração: mudanças e perspectivas. São Paulo:

Saraiva, 2008.

SILVA, B. S. R.; GARRE, F. O.; ROSA, J. C.; DIAS, T. G.; CALDEIRA, A. Aprendizagem Organizacional na Implementação de Estratégias: Estudo de Caso em uma Empresa do Setor Alimentício. Jovens Pesquisadores , São Paulo, v. 4, n. 2, jan./dez. 2007. Disponível em: Jovens Pesquisadores, São Paulo, v. 4, n. 2, jan./dez. 2007. Disponível em: <http://moodle.mackenzie.br/link/7q>. Acesso em: 21 jul. 2013.

SOBRAL, F.; PECI, A. Administração : teoria e prática no contexto brasileiro. São Paulo: Prentice Hall, 2008. Administração: teoria e prática no contexto brasileiro. São Paulo: Prentice Hall, 2008.

WILLIAMS, C. Adm . São Paulo: Cengage Learning, 2011. Adm. São Paulo: Cengage Learning, 2011.

80

WILLIAMS, C. Adm . São Paulo: Cengage Learning, 2011. 80 Administração contemporânea Bibliografia adicional:

Administração contemporânea

Bibliografia adicional:

PORTER, M. Estratégia . Produção: Managementv. Argentina: Estratégia. Produção: Managementv. Argentina:

HSM, 2011. [Internet]. Disponível em:

<http://moodle.mackenzie.br/link/7t>.

Acesso em: 1 ago. 2013.

O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE ESTRATÉGIA – ADM Tlks #10. Direção: Diogo Lins, Fábio Bandeira, Leandro Vieira. São Paulo: TVa, 2013. [Internet]. Disponível em:Acesso em: 1 ago. 2013. <http://moodle.mackenzie.br/link/7u>. Acesso em: 1

<http://moodle.mackenzie.br/link/7u>.

Acesso em: 1 ago. 2013.

SEÇÃO ESTRATÉGIA DA REVISTA EXAME. São Paulo: Abril, 1967. Quinzenal. [Internet]. Disponível em:Acesso em: 1 ago. 2013. <http://moodle.mackenzie.br/link/7r>. Acesso em: 25

<http://moodle.mackenzie.br/link/7r>.

Acesso em: 25 jul. 2013.

REVISTA DE ADMINISTRAÇÃO CONTEMPORÂNEA. Rio de Janeiro: Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Administração, 1997. Bimestral. ISSN 1982-7849. Disponível em:Acesso em: 25 jul. 2013. <http://moodle.mackenzie.br/link/7s>. Acesso em: 12

<http://moodle.mackenzie.br/link/7s>.

Acesso em: 12 jul. 2013.

CAPÍTULO

ISSN 1982-7849. Disponível em: <http://moodle.mackenzie.br/link/7s>. Acesso em: 12 jul. 2013. CAPÍTULO 81 4

81

4

SUMÁRIO Gestão empresarial 82 Administração contemporânea CAPÍTULO 5 - INOVAÇÃO E MUDANÇA ORGANIZACIONAL Neste

SUMÁRIO

SUMÁRIO Gestão empresarial 82 Administração contemporânea CAPÍTULO 5 - INOVAÇÃO E MUDANÇA ORGANIZACIONAL Neste

Gestão empresarial

SUMÁRIO Gestão empresarial 82 Administração contemporânea CAPÍTULO 5 - INOVAÇÃO E MUDANÇA ORGANIZACIONAL Neste

82

SUMÁRIO Gestão empresarial 82 Administração contemporânea CAPÍTULO 5 - INOVAÇÃO E MUDANÇA ORGANIZACIONAL Neste

Administração contemporânea

CAPÍTULO 5 - INOVAÇÃO E MUDANÇA ORGANIZACIONALGestão empresarial 82 Administração contemporânea Neste capítulo, você será capaz de entender a

Neste capítulo, você será capaz de entender a importância da inovação para as empresas e sobre o declínio organizacional, risco que as empresas enfrentam caso não mudem. Serão abordados os diferentes estilos de gerenciamento que as empresas podem escolher para administrar a inovação de uma forma eficaz, e os diversos procedimentos a serem adotados para otimizar a administração, à medida que a mudança vai ocorrendo na organização.

OBJETIVOS DE APRENDIZAGEMà medida que a mudança vai ocorrendo na organização. 1 Descrever qual é a importância da

1 Descrever qual é a importância da inovação para as empresas.

2 Explicar os diversos procedimentos adotados pelos gestores na administração eficaz da inovação em suas empresas.

3 Debater a possibilidade de o declínio organizacional ocorrer devido à decisão da empresa em não mudar.

4 Examinar os diferentes métodos que os gestores podem utilizar para administrar da melhor forma a mudança, conforme ela ocorrer.

CAPÍTULO

5

métodos que os gestores podem utilizar para administrar da melhor forma a mudança, conforme ela ocorrer.
métodos que os gestores podem utilizar para administrar da melhor forma a mudança, conforme ela ocorrer.

83

SUMÁRIO Gestão empresarial SÍNTESE Segue a seguir um ótimo exemplo de como um negócio, pensando

SUMÁRIO

SUMÁRIO Gestão empresarial SÍNTESE Segue a seguir um ótimo exemplo de como um negócio, pensando de

Gestão empresarial

SUMÁRIO Gestão empresarial SÍNTESE Segue a seguir um ótimo exemplo de como um negócio, pensando de
SUMÁRIO Gestão empresarial SÍNTESE Segue a seguir um ótimo exemplo de como um negócio, pensando de

SÍNTESE

Segue a seguir um ótimo exemplo de como um negócio, pensando de forma inovadora e criativa, consegue solucionar seus problemas. A empresa A. Jernhusen, empreendimento sueco de administração imobiliária, teve a ideia de converter o excesso de calor produzido pelo corpo humano na Estação Central de Estocolmo em água quente, bombeando-a e usando tubulações conectadas entre o prédio e a estação, para aquecer sua nova loja próxima à estação de trens.

Dessa forma, eliminou dois problemas (encontrou o melhor sistema de aquecimento para a nova loja e eliminou o calor excessivo produzido por mais de 250 mil pessoas que circulam na estação de trens) de maneira inovadora e ambientalmente consciente. Inovação organizacional é a introdução de um novo método organizacional nas empresas com base em ideias criativas. Criatividade é um tipo de inovação organizacional com a capacidade de imaginar, produzir, gerar ideias novas e engenhosas.

Neste capítulo, trataremos da importância da inovação para as organizações e de que maneira ela deve ser administrada com o objetivo de obter e manter uma vantagem competitiva. Serão abordados o conceito de mudança organizacional, o risco de não mudar e as diversas formas de gerenciamento de mudanças que as empresas adotam.

formas de gerenciamento de mudanças que as empresas adotam. 84 Administração contemporânea PRINCIPAIS CONCEITOS POR

84

de gerenciamento de mudanças que as empresas adotam. 84 Administração contemporânea PRINCIPAIS CONCEITOS POR QUE

Administração contemporânea

que as empresas adotam. 84 Administração contemporânea PRINCIPAIS CONCEITOS POR QUE A INOVAÇÃO É IMPORTANTE?

PRINCIPAIS CONCEITOS

POR QUE A INOVAÇÃO É IMPORTANTE?

Podemos apenas especular sobre as inovações tecnológicas que ocorrerão nos próximos vinte anos. Porém, a única certeza que temos é que ela continuará transformando nossa vida.

Ciclo de tecnologia

continuará transformando nossa vida. Ciclo de tecnologia É um ciclo que começa com a introdução de
continuará transformando nossa vida. Ciclo de tecnologia É um ciclo que começa com a introdução de
continuará transformando nossa vida. Ciclo de tecnologia É um ciclo que começa com a introdução de

É um ciclo que começa com a introdução de uma nova tecnologia, e termina

quando ela chega ao seu limite e é substituída por outra mais nova e melhor. Podemos dar alguns exemplos que ilustram a ocorrência destes ciclos e a respectiva substituição de uma tecnologia por outra durante a história da humanidade, como a substituição do ventilador pelo ar condicionado, das carruagens pelo carro Modelo T de Henry Ford etc. Estudos afirmam que a maioria dos ciclos segue o padrão de inovação da curva S (curva padrão de inovação tecnológica que se distingue por apresentar no início um avanço lento e depois um rápido progresso, à medida que a tecnologia se desenvolve

e atinge seu limite). Como pode-se observar, a evolução dos Chips Pentium da Intel seguem esse padrão. Salientando que não devemos apenas pensar em “alta tecnologia” quando nos referimos a ciclos de tecnologia.

Lembre-se que tecnologia é formada apenas pelo conhecimento e pelas técnicas usadas para transformar insumos em produtos. Além disso, ciclos de tecnologia ocorrem sempre que houver avanço, mudança em qualquer tipo de conhecimento, ferramentas e técnicas. Pense na água que bebemos hoje:

ela é saudável graças ao avanço tecnológico no sistema de esgotos de Londres, em 1859.

CAPÍTULO

bebemos hoje: ela é saudável graças ao avanço tecnológico no sistema de esgotos de Londres, em

85

5

SUMÁRIO Gestão empresarial Ciclos de inovação São padrões de inovação que podem criar vantagem competitiva

SUMÁRIO

SUMÁRIO Gestão empresarial Ciclos de inovação São padrões de inovação que podem criar vantagem competitiva

Gestão empresarial

SUMÁRIO Gestão empresarial Ciclos de inovação São padrões de inovação que podem criar vantagem competitiva
SUMÁRIO Gestão empresarial Ciclos de inovação São padrões de inovação que podem criar vantagem competitiva

Ciclos de inovação

São padrões de inovação que podem criar vantagem competitiva sustentável. Uma vantagem competitiva torna-se sustentável quando os concorrentes não conseguem duplicar os benefícios do produto. Porém, uma vantagem competitiva pode transformar-se em desvantagem se a organização não estiver ciente e/ou não souber se proteger das ameaças estratégicas da inovação. Pode-se considerar a Kodak um bom exemplo. Durante 110 anos a Kodak foi líder mundial do mercado de produção de filmes fotográficos. Quando ela inventou a câmera digital, a empresa não estava preparada para a rápida aceitação de sua tecnologia. Em um ritmo acelerado, os filmes começaram a ficar obsoletos. A inovação tecnológica da Kodak, de uma vantagem competitiva, tornou-se então, uma desvantagem competitiva. A melhor maneira de uma organização se proteger contra as ameaças estratégicas de inovação é elaborar um fluxo de suas ideias e produtos inovadores todos os anos.

Um ciclo de inovação é formado de ciclos de tecnologia. Inicia-se com uma descontinuidade tecnológica (um avanço na tecnologia gerando uma melhoria), seguida por uma mudança descontínua (início da substituição

tecnológica e da concorrência entre projetos: a concorrência entre a atual tecnologia e diversas tecnologias entre si para o estabelecimento de um novo padrão tecnológico ou a aceitação de um projeto dominante) e apela substituição tecnológica (na aquisição efetiva da nova tecnologia pelos clientes). Projeto dominante é a tecnologia que vence a concorrência e se torna padrão aceito no mercado. Um exemplo disso é a Sony e a Toshiba que competiram suas respectivas tecnologias (Blu-ray e HD DVD) entre

si para estabelecer o novo padrão do mercado de gravação e reprodução de

vídeo. Como sabemos, a Sony (Blu-ray) ganhou essa disputa, portanto foi o projeto dominante. Ser o projeto dominante nem sempre é sinônimo de ser

a melhor tecnologia. Uma tecnologia pode se tornar padrão simplesmente

porque a maioria das pessoas a utiliza. A tecnologia Blu-ray da Sony é

86

das pessoas a utiliza. A tecnologia Blu-ray da Sony é 86 Administração contemporânea exemplo novamente: pesquisas

Administração contemporânea

exemplo novamente: pesquisas em 2008 indicavam em percentual de participação no mercado de 64% Blu-ray e 36% HD DVD.

Bloqueio tecnológico ocorre quando uma tecnologia superior impede uma empresa de vender seus produtos de forma competitiva. A Toshiba deixou de fabricar novos aparelhos HD DVD e fabrica atualmente apenas peças de reposição. Do projeto dominante origina-se a mudança incremental (ciclo de tecnologia em que as empresas aperfeiçoam o projeto tecnológico dominante, reduzindo custos).

GERENCIAMENTO DA INOVAÇÃO

Para um gerenciamento bem-sucedido nos ciclos de inovação, as empresas devem atuar bem em três áreas: no gerenciamento das fontes de inovação, que são ambientes de trabalhos criativos com incentivo organizacional por parte dos supervisores e do trabalho em equipe, consequentemente produzindo liberdade, trabalho desafiante e fluxo; no gerenciamento da inovação durante a mudança descontínua (método experimental da inovação), que é quando a inovação ocorre em um ambiente de incertezas cercado por cinco aspectos: iteração do projeto, testes, marcos, equipes multifuncionais e líderes poderosos; e no gerenciamento da inovação durante a mudança incremental, que é o método de compressão na inovação e mudança geracional.

DECLÍNIO ORGANIZACIONAL E O RISCO DE NÃO MUDAR

É a redução significativa do desempenho organizacional nas empresas, gerado pela ausência de previsão, reconhecimento e neutralização de ameaças à sobrevivência ou simplesmente quando não se adaptam a elas. Como podemos verificar, existem cinco estágios do declínio organizacional:

cegueira, inércia, ação/falha, crise e dissolução.

CAPÍTULO

5

inércia, ação/falha, crise e dissolução. CAPÍTULO 5 Após o estudo dos próximos tópicos, será possível
inércia, ação/falha, crise e dissolução. CAPÍTULO 5 Após o estudo dos próximos tópicos, será possível

Após o estudo dos próximos tópicos, será possível explicar: a razão de não mudar pode significar o declínio organizacional em uma empresa e quais são os diferentes métodos que os gestores podem utilizar para melhor administrar a mudança conforme ela ocorre.

são os diferentes métodos que os gestores podem utilizar para melhor administrar a mudança conforme ela

87

SUMÁRIO Gestão empresarial Administração contemporânea GERENCIAMENTO DE MUDANÇA Neste item, buscaremos assimilar os

SUMÁRIO

SUMÁRIO Gestão empresarial Administração contemporânea GERENCIAMENTO DE MUDANÇA Neste item, buscaremos assimilar os

Gestão empresarial

SUMÁRIO Gestão empresarial Administração contemporânea GERENCIAMENTO DE MUDANÇA Neste item, buscaremos assimilar os

Administração contemporânea

GERENCIAMENTO DE MUDANÇA

Neste item, buscaremos assimilar os importantes conceitos a seguir:

Forças da mudança: produzem diferenças na forma, na qualidade ou na condição de uma empresa ao longo do produzem diferenças na forma, na qualidade ou na condição de uma empresa ao longo do tempo.

Forças de resistência: ao contrário das forças de mudança, querem permanecer no status quo , apoiando as condições ao contrário das forças de mudança, querem permanecer no status quo, apoiando as condições existentes na empresa.

Resistência à mudança: é causada por interesse próprio, incompreensão, desconfiança e intolerância a qualquer tipo de mudança. é causada por interesse próprio, incompreensão, desconfiança e intolerância a qualquer tipo de mudança.

PARA COMEÇARdesconfiança e intolerância a qualquer tipo de mudança. A IBM realizou uma pesquisa com mais de

A IBM realizou uma pesquisa com mais de mil CEOs (Chief Executive Officer) visando identificar as expectativas desses executivos em relação ao futuro de suas empresas.

Leia com atenção o texto a seguir e faça uma reflexão considerando os focos de atenção desses CEOs quanto ao futuro de suas empresas e ao gerenciamento das fontes de inovação estudados neste capítulo.

CAPÍTULO

fontes de inovação estudados neste capítulo. CAPÍTULO Gerenciamento da resistência à mudança : é um processo

Gerenciamento da resistência à mudança: é um processo básico de mudança de três estágios: convencimento, intervenção da mudança e : é um processo básico de mudança de três estágios: convencimento, intervenção da mudança e solidificação.

O que não fazer ao liderar a mudança: esses são os erros que os gestores cometem durante o processo de mudança: convencimento : esses são os erros que os gestores cometem durante o processo de mudança: convencimento, que é o ato de não estabelecer um sentimento de urgência forte o suficiente e de não criar uma aliança suficientemente poderosa; mudança, que pode ser definida por não possuir visão, subestimar a comunicação da visão, não remover os obstáculos à nova visão, não planejar a mudança e não criar avanços a curto prazo; solidificação, que pode ser o ato de declarar vitória muito cedo e não lastrear as mudanças na cultura da corporação.

Ferramentas e técnicas de mudança: são três: a mudança orientada a resultados, a prática General Eletric e o desenvolvimento : são três: a mudança orientada a resultados, a prática General Eletric e o desenvolvimento organizacional.

ATIVIDADEGeneral Eletric e o desenvolvimento organizacional. A EMPRESA DO FUTURO Encontrei nas minhas pesquisas na

A EMPRESA DO FUTURO
A EMPRESA DO
FUTURO
organizacional. ATIVIDADE A EMPRESA DO FUTURO Encontrei nas minhas pesquisas na internet sobre temas
organizacional. ATIVIDADE A EMPRESA DO FUTURO Encontrei nas minhas pesquisas na internet sobre temas

Encontrei nas minhas pesquisas na internet sobre temas atuais relativos a Gestão e Inovação, um estudo realizado em 2008 pela IBM denominado – Estudo Global de CEO. No estudo, baseado em pesquisa realizada com mais de mil CEOs e líderes de instituições dos setores públicos e privados, estão reunidas as suas experiências e planos e um quadro notavelmente detalhado do futuro das empresas.

88

estão reunidas as suas experiências e planos e um quadro notavelmente detalhado do futuro das empresas.

89

5

SUMÁRIO Gestão empresarial A questão central desse estudo é: COMO SERÁ A EMPRESA DO FUTURO?

SUMÁRIO

SUMÁRIO Gestão empresarial A questão central desse estudo é: COMO SERÁ A EMPRESA DO FUTURO? Uma

Gestão empresarial

SUMÁRIO Gestão empresarial A questão central desse estudo é: COMO SERÁ A EMPRESA DO FUTURO? Uma

A questão central desse estudo é:

COMO SERÁ A EMPRESA DO FUTURO?

Uma das principais conclusões da pesquisa é que os CEOs estão posicionando rapidamente seus negócios para capturar as oportunidades de crescimento que eles vislumbram. As discussões sobre seus planos e desafios trouxeram várias descobertas notáveis a seguir apresentadas:

várias descobertas notáveis a seguir apresentadas: Administração contemporânea Globalmente integrada A

Administração contemporânea

Globalmente integrada A Empresa do Futuro está se integrando para aproveitar a atual economia

global. Seus negócios são estrategicamente projetados para acessar o que há

de melhor em capacidade, conhecimento e recursos, onde quer que estejam

e onde quer que precisem aplicá-los no mundo.

Desbravadora por natureza

A Empresa do Futuro desafia radicalmente seu próprio modelo de

CAPÍTULO

5

 

As organizações são bombardeadas por mudanças, e muitas delas

Quase todos os CEOs estão adaptando seus modelos de negócios

negócios, desestabilizando a concorrência. Ela muda sua proposta de valor,

 
 

estão lutando para sobreviver. Oito em dez CEOs esperam mudanças

subverte as abordagens tradicionais de comercialização e, assim que surgem

 
 

significativas no futuro, e mesmo assim a lacuna entre as mudanças

oportunidades, reinventa a si mesma e à sua área como um todo [

]

 
 

esperadas e a capacidade de lidar com elas quase triplicou desde o último Estudo Global de CEO em 2006 [ ]

– dois terços estão implementando grandes inovações. Mais de 40%

1. Conforme indica o artigo do ex-CEO da Sebrae, verificamos na pesquisa realizada pela IBM que os CEOs estão preocupados com as questões de mudanças e inovação, sendo que 40% deles estão mudando seus modelos corporativos para torná-los mais colaborativos. Explique por que eles

 
 

deles estão mudando seus modelos corporativos para torná-los mais

estão fazendo isso em suas corporações.

 
 

colaborativos. [ ]

 
 

BASICAMENTE, A EMPRESA DO FUTURO É:

 
 

Ávida por mudanças

 

A

Empresa do Futuro é capaz de mudar rapidamente, e com sucesso. Em

 
 

vez de meramente reagir às tendências, ela as molda e lidera. As guinadas setoriais e de mercado são uma chance para adiantar-se à concorrência.

 

Mais inovadora que a imaginação dos clientes

A Empresa do Futuro supera as expectativas dos clientes cada vez mais

exigentes. Fortes relacionamentos colaborativos lhe permitem surpreender os clientes com inovações que trazem mais êxito tanto para os clientes quanto para o próprio negócio.

90

Fonte: Cavagnoli (2012)

inovações que trazem mais êxito tanto para os clientes quanto para o próprio negócio. 90 Fonte:

91

SUMÁRIO Gestão empresarial QUESTÕES 1. Por que a inovação organizacional é importante para as empresas?

SUMÁRIO

SUMÁRIO Gestão empresarial QUESTÕES 1. Por que a inovação organizacional é importante para as empresas?

Gestão empresarial

SUMÁRIO Gestão empresarial QUESTÕES 1. Por que a inovação organizacional é importante para as empresas?

QUESTÕES

1. Por que a inovação organizacional é importante para as empresas?

Administração contemporânea

5. O que é declínio organizacional?

contemporânea 5. O que é declínio organizacional? CAPÍTULO 5         2. O que

CAPÍTULO

5

     
 

2.

O que é mudança organizacional?

 

6.

Quais são as ferramentas necessárias para a mudança?

 
     
 

3.

Defina mudança descontínua.

 

7.

Defina resistência à mudança.

 
     
 

4.

O que é desenvolvimento organizacional?

 

8.

O que é método experimental da inovação?

 
     

92

organizacional?   8. O que é método experimental da inovação?         92 93

93

SUMÁRIO Gestão empresarial PARA AMPLIAR SEUS CONHECIMENTOS A fim de ampliar os conhecimentos sobre gestão

SUMÁRIO

SUMÁRIO Gestão empresarial PARA AMPLIAR SEUS CONHECIMENTOS A fim de ampliar os conhecimentos sobre gestão de

Gestão empresarial

SUMÁRIO Gestão empresarial PARA AMPLIAR SEUS CONHECIMENTOS A fim de ampliar os conhecimentos sobre gestão de

PARA AMPLIAR SEUS CONHECIMENTOS

A fim de ampliar os conhecimentos sobre gestão de empresas, seguem

indicações de bibliografia adicional, websites, e vídeos que tratam dos

temas que estudamos neste capítulo.

vídeos que tratam dos temas que estudamos neste capítulo. BIBLIOGRAFIA ADICIONAL Boa leitura! BATEMAN, T. S.;

BIBLIOGRAFIA ADICIONAL

Boa leitura!
Boa leitura!

BATEMAN, T. S.; SNELL, S. A. Administração : novo cenário competitivo. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2007. Administração : novo cenário competitivo. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2007.

O capítulo 17 desta obra trata da inovação e da gestão da tecnologia de

forma a obter vantagem competitiva. Além disso, detalha os fatores mais importante para a tomada de decisão sobre inovação tecnológica.

SOBRAL, F.; PECI, A. Administração : teoria e prática no contexto brasileiro. São Paulo: Prentice Hall, 2008. Administração: teoria e prática no contexto brasileiro. São Paulo: Prentice Hall, 2008.

O capítulo 1 apresenta uma análise da administração no contexto contemporâneo, enfatizando as mudanças no ambiente organizacional.

94

enfatizando as mudanças no ambiente organizacional. 94 Administração contemporânea WEBSITES ALENCAR, E. M. L. S.

Administração contemporânea

WEBSITES

ALENCAR, E. M. L. S. Promovendo um ambiente favorável à criatividade

nas organizações. Revista de Administração de Empresas, São Paulo, v. 38,

n. 2, p. 18-25, abr./jun. 1998. Disponível em: <http://moodle.mackenzie.br/link/7x>.

Acesso em: 3 ago. 2013.

O artigo apresenta uma forma de como criar um ambiente de trabalho

favorável à criatividade e à inovação.

SEÇÃO INOVAÇÃO DA REVISTA EXAME. São Paulo: Abril, 1967. Quinzenal. [Internet]. Disponível em:

<http://moodle.mackenzie.br/link/7w>.

Acesso em: 3 ago. 2013.

A revista, por meio de artigos, notícias e entrevistas com executivos, traz informações sobre o mundo da inovação.

VÍDEOS

INOVAÇÃO E MUNDANÇA ORGANIZACIONAL. Direção:

Programa Gestão Eficaz. Curitiba: EBS Business School, 2012. [Internet]. Disponível em: <http://moodle.mackenzie.br/link/7y>.

Acesso em: 29 jul. 2013.

O vídeo trata dos conceitos de inovação e mudança organizacional,

bem como das metodologias para implementação desses processos nas organizações.

CAPÍTULO

organizacional, bem como das metodologias para implementação desses processos nas organizações. CAPÍTULO 95 5

95

5

SUMÁRIO Gestão empresarial PARA FINALIZAR Neste capítulo foi exposta a importância da inovação nas empresas

SUMÁRIO

SUMÁRIO Gestão empresarial PARA FINALIZAR Neste capítulo foi exposta a importância da inovação nas empresas e

Gestão empresarial

SUMÁRIO Gestão empresarial PARA FINALIZAR Neste capítulo foi exposta a importância da inovação nas empresas e

PARA FINALIZAR

Neste capítulo foi exposta a importância da inovação nas empresas e os diversos estilos de gerenciamentos adotados que visam a administrar a inovação de uma maneira eficaz.

Abordamos os conceitos e os processos envolvidos nos ciclos de inovação

e nos ciclos de tecnologia. Agora é possível de explicar que tão importante quanto criar uma vantagem competitiva é ter o conhecimento para entender

e se proteger das ameaças estratégicas da inovação.

Além disso, é possível definir o conceito de declínio organizacional, seus estágios, e explicar o risco que as empresas correm caso decidam não mudar. Também a forma como diferenciar as diversas ferramentas e técnicas que a empresa pode utilizar para um melhor gerenciar a mudança organizacional.

utilizar para um melhor gerenciar a mudança organizacional. GLOSSÁRIO Nesta seção, estão as definições dos
utilizar para um melhor gerenciar a mudança organizacional. GLOSSÁRIO Nesta seção, estão as definições dos
utilizar para um melhor gerenciar a mudança organizacional. GLOSSÁRIO Nesta seção, estão as definições dos

GLOSSÁRIO

Nesta seção, estão as definições dos principais conceitos e palavras-chave estudados no capítulo.

96

conceitos e palavras-chave estudados no capítulo. 96 Administração contemporânea Ambientes de trabalho

Administração contemporânea

Ambientes de trabalho criativos Culturas do local de trabalho por meio das quais os trabalhadores percebem que novas ideias Culturas do local de trabalho por meio das quais os trabalhadores percebem que novas ideias são encorajadas.

Ciclo de tecnologia Um ciclo que começa com a introdução de uma nova tecnologia e termina quando ela Um ciclo que começa com a introdução de uma nova tecnologia e termina quando ela chega ao seu limite e é substituída por outra mais nova e melhor.

Descontinuidade tecnológicaseu limite e é substituída por outra mais nova e melhor. É um avanço científico, ou

É um avanço científico, ou uma combinação singular de tecnologias

existentes, que cria um avanço significativo no desempenho ou função.

Equipes multifuncionais Equipes de trabalho compostas por funcionários de diferentes depar- tamentos. Equipes de trabalho compostas por funcionários de diferentes depar- tamentos.

Fluxo Estado psicológico de ausência de esforço no qual o funcionário se torna “absorvido” pelo trabalho Estado psicológico de ausência de esforço no qual o funcionário se torna “absorvido” pelo trabalho e parece que o tempo passa mais depressa.

Inovação organizacionalpelo trabalho e parece que o tempo passa mais depressa. É a introdução de um novo

É a introdução de um novo método organizacional nas empresas com

base em ideias criativas.

CAPÍTULO

É a introdução de um novo método organizacional nas empresas com base em ideias criativas. CAPÍTULO

97

5

SUMÁRIO Gestão empresarial REFERÊNCIAS BATEMAN, T. S.; SNELL, S. A. Administração : novo cenário competitivo.

SUMÁRIO

SUMÁRIO Gestão empresarial REFERÊNCIAS BATEMAN, T. S.; SNELL, S. A. Administração : novo cenário competitivo. 2.

Gestão empresarial

SUMÁRIO Gestão empresarial REFERÊNCIAS BATEMAN, T. S.; SNELL, S. A. Administração : novo cenário competitivo. 2.
SUMÁRIO Gestão empresarial REFERÊNCIAS BATEMAN, T. S.; SNELL, S. A. Administração : novo cenário competitivo. 2.

REFERÊNCIAS

BATEMAN, T. S.; SNELL, S. A. Administração : novo cenário competitivo. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2007. Administração : novo cenário competitivo. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2007.

CAVAGNOLI, I. A Empresa do Futuro. Gestão e Inovação , São Paulo, 2012. Disponível em: <http://moodle.mackenzie.br/link/7v>. Acesso em: 21 jul. Gestão e Inovação, São Paulo, 2012. Disponível em: <http://moodle.mackenzie.br/link/7v>. Acesso em: 21 jul. 2013.

CERTO, S. Administração Moderna . 9. ed. São Paulo: Pearson, Administração Moderna. 9. ed. São Paulo: Pearson,

2003.

LACOMBE, F. J. M.; HEILBORN, G. L. J. Administração : Administração:

princípios e tendências. 2. ed. São Paulo: Saraiva, 2010.

ROBBINS, S. P. Administração : mudanças e perspectivas. São Paulo: Administração: mudanças e perspectivas. São Paulo:

Saraiva, 2008.

SOBRAL, F.; PECI, A. Administração : teoria e prática no contexto brasileiro. São Paulo: Prentice Hall, 2008. Administração: teoria e prática no contexto brasileiro. São Paulo: Prentice Hall, 2008.

WILLIAMS, C. Adm . São Paulo: Cengage Learning, 2011. Adm. São Paulo: Cengage Learning, 2011.

98

WILLIAMS, C. Adm . São Paulo: Cengage Learning, 2011. 98 Administração contemporânea Bibliografia adicional:

Administração contemporânea

Bibliografia adicional:

ALENCAR, E. M. L. S. Promovendo um ambiente favorável à criatividade nas organizações. Revista de Administração de Empresas , São Paulo, v. 38, n. 2, p. 18-25, abr./jun. Revista de Administração de Empresas, São Paulo, v. 38, n. 2, p. 18-25, abr./jun. 1998. Disponível em:

<http://moodle.mackenzie.br/link/7x>.

Acesso em: 3 ago. 2013.

INOVAÇÃO E MUNDANÇA ORGANIZACIONAL. Direção: Programa Gestão Eficaz. Curitiba: EBS Business School, 2012. [Internet]. Disponível em:Acesso em: 3 ago. 2013. <http://moodle.mackenzie.br/link/7y>. Acesso em: 29

<http://moodle.mackenzie.br/link/7y>.

Acesso em: 29 jul. 2013.

SEÇÃO INOVAÇÃO DA REVISTA EXAME. São Paulo:Acesso em: 29 jul. 2013. Abril, 1967. Quinzenal. [Internet]. Disponível em:

Abril, 1967. Quinzenal. [Internet]. Disponível em:

<http://moodle.mackenzie.br/link/7w>.

Acesso em: 3 ago. 2013.

CAPÍTULO

[Internet]. Disponível em: <http://moodle.mackenzie.br/link/7w>. Acesso em: 3 ago. 2013. CAPÍTULO 99 5

99

5