Você está na página 1de 2

À G D G A D U

Aug e Resp Loj Simb Edgard Buytendorp nº 29


_____________FUNDADA EM 29/06/2004____________

Rua Eisei Fujinaka, 705 – Altos do Indaiá


CEP 79.823-500 Dourados – MS

Trabalho sobre:

Ser Livre e de Bons Costumes.


A liberdade para os homens podem siginificar o direito de ir e vir, de escolher, de
dizer sim ou dizer não, entre tantas outras formas de expressão.

Ao fazer uma busca rápida em um dicionario encontraremos o seguinte significado:

livre
1.
que é senhor de si e de suas ações.
2.
que não está sob o jugo, que não é escravo de outrem.
3.
isento de coação ou constrangimento.

Ao realizar este trabalho é inevitável não relembrar as vezes em que na iniciação


fomos anunciados ao VM e ao IIr Primeiro e Segundo Vigilantes como homens livres
e de bons costumes, e o toque frio do metal no peito desnudado. Por mais que a frase
expresse de forma ligeiramente fácil, somente agora percebo o real significado de suas
palavras.

Ser livre toma outro sentido depois de entender a corrupção do homem pelo vício
e liberto para viver suas virtudes de forma integra. Livre para exercer sua moral sem os
vícios e imperfeições que nos afastam do bem e dos bons costumes. Decidir seu caminho
longe da pressão dos desejos, tentações ou dos medos humanos.

Ser livre é revestir-se de força moral e agir com pureza de seus sentimentos, não
deixar acorrentar-se pelos vícios.

Homem de bons costumes, leal, que preza os valores da família, que não só
deposita suas forças no Deus Supremo mas que dele faz o guia de suas ações em sua
vida plena e para com os outros.
À G D G A D U
Aug e Resp Loj Simb Edgard Buytendorp nº 29
_____________FUNDADA EM 29/06/2004____________

Rua Eisei Fujinaka, 705 – Altos do Indaiá


CEP 79.823-500 Dourados – MS

O homem de bons costumes não se deixa levar pelos elogios provocado por suas
boas ações, mas faz com que o outro cresça propiciando a verdadeira tarefa do
compartilhamento de suas obras. Se volta as virtudes e combate os vícios.

Este estudo me faz crer ainda mais na frase de Santo Agostinho, como forma de
não deixar esquecer dos verdadeiros princípios de um homem livre e de bons costumes,
agora ainda fortalecidos pelo ingresso na ordem: Nec Major In Laude, Nec Major In
Vituperio, Nem sou maior quando me elogiam, nem me diminuo quando me criticam,
em uma tradução mais popular.

Dourados, 13 de junho de 2017

___________________________
Fabio Luis da Silva, A M
Cadastro 3058