Você está na página 1de 1

OS EMBLEMAS DISTINTIVOS

O emblema distintivo é um símbolo visível da proteção conferida pelo


Direito Internacional Humanitário a determinadas pessoas, objetos e
áreas durante os conflitos armados. Seu uso como meio de proteção é
autorizado para: pessoal médico e religioso, tanto militar quanto civil,
hospitais e outras unidades médicas e meios de transporte, pessoal médico
(incluindo socorristas), meios de transporte e materiais da Sociedade
Nacional, desde que tenham sido cumpridas as exigências legais.
O emblema distintivo é o símbolo do trabalho humanitário imparcial
e não tem a intenção de representar nenhuma crença religiosa em
particular. As pessoas e os edifícios/estruturas/objetos que exibem o
emblema não devem ser alvo de ataque, não devem ser danificados
ou impedidos de operar, mas, ao contrário, devem ser respeitados e
protegidos mesmo se, no momento, não estejam cuidando de feridos
ou enfermos ou não estejam abrigando pessoas nessas condições.
Como medida excepcional, de acordo com a legislação nacional, o
emblema distintivo pode ser utilizado em período de paz só para
indicar que as pessoas ou objetos que o exibem são ligados ao
Movimento Internacional da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho.
Deve ser de dimensões reduzidas a fim de evitar qualquer confusão
com o emblema usado como instrumento de proteção.
Apesar disso, as Sociedades Nacionais são fortemente incentivadas
a exibir um símbolo alternativo nos estabelecimentos de Primeiros
Socorros. Este símbolo pode ser uma cruz branca sobre um fundo

PRIMEIROS SOCORROS