Você está na página 1de 2

1 o Passo:

Clarificar o Problema

Objetivo Final:

Assegurar MTBF por meio da redução de paradas corretivas.

Assegurar MTBF por meio da redução de paradas corretivas. Relação com o indicador chave do processo:
Assegurar MTBF por meio da redução de paradas corretivas. Relação com o indicador chave do processo:

Relação com o indicador chave do processo:

Situação Ideal

390 paradas no mês.

chave do processo: Situação Ideal 390 paradas no mês. Projeção de 145 paradas no mês. Gap
chave do processo: Situação Ideal 390 paradas no mês. Projeção de 145 paradas no mês. Gap
chave do processo: Situação Ideal 390 paradas no mês. Projeção de 145 paradas no mês. Gap
chave do processo: Situação Ideal 390 paradas no mês. Projeção de 145 paradas no mês. Gap

Projeção de 145 paradas no mês.

Gap

Ideal 390 paradas no mês. Projeção de 145 paradas no mês. Gap Situação atual Projeção de
Ideal 390 paradas no mês. Projeção de 145 paradas no mês. Gap Situação atual Projeção de

Situação atual

Projeção de 535 paradas no mês.

2 o Passo:

Desdobrar o Problema

Projeção de 145 paradas Estrutura - 30 paradas Motor Diesel - 25 paradas Frenagem -
Projeção de 145 paradas
Estrutura - 30 paradas
Motor Diesel - 25 paradas
Frenagem - 19 paradas
Elétrico - 35 paradas (16,50%)
(13,20%)
(11,79%)
(8.96%)
A3 Elétrico
Espelho
Retrovisor LE -
10 paradas
PAD Báscula -
3 paradas
Corrimão - 2
paradas
Pára-Brisa - 2
paradas
Escritório de Projetos
-Redução de No
Corretivas Motor
Diesel
A3 Frenagem
911 - 3
paradas
786 - 1
parada
790 - 1
parada
922 - 1
parada
930 - 2
paradas
934 - 2
paradas

Processo: Ponto de Ocorrência do Problema Priorizado

Processo: Ponto de Ocorrência do Problema Priorizado Operação de Mina Inspeção Operação de Mina

Operação de Mina

Operação de Mina Inspeção Operação de Mina Execução Preventiva Operação de Mina Execução Corretiva
Operação de Mina Inspeção Operação de Mina Execução Preventiva Operação de Mina Execução Corretiva

Inspeção

Operação de Mina Inspeção Operação de Mina Execução Preventiva Operação de Mina Execução Corretiva

Operação de

Mina

Operação de Mina Inspeção Operação de Mina Execução Preventiva Operação de Mina Execução Corretiva

Execução

Preventiva

Operação de Mina Inspeção Operação de Mina Execução Preventiva Operação de Mina Execução Corretiva

Operação de

Mina

Execução

Corretiva

de Mina Inspeção Operação de Mina Execução Preventiva Operação de Mina Execução Corretiva

3 o Passo:

Definir a Meta

Descrição do Problema

Definição da Meta

Projeção de 25 paradas causadas por quebra do espelho retrovisor do lado esquerdo.

Redução em 40% da projeção de paradas causadas por quebra do espelho retrovisor do lado esquerdo. (15 paradas)

Redução em 40% da projeção de paradas causadas por quebra do espelho retrovisor do lado esquerdo.
DONO(S) DO PROBLEMA: Claudimar Braga/Fábio Oliveira/Agnaldo Brito/Vinícius Bastos PROBLEMA: Projeção de 25 paradas
DONO(S) DO PROBLEMA: Claudimar Braga/Fábio Oliveira/Agnaldo Brito/Vinícius Bastos
PROBLEMA: Projeção de 25 paradas causadas por quebra de espelho retrovisor LE
4 o Passo:
Analisar Causa Raiz (5 Porquê's)
Por que o Problema Aconteceu?
Material
Mão-de-Obra
Máquina
Método
Procedimento
Suspensão
Treinamento
Por que?
Projeção de 25 paradas causadas por quebra de espelho retr. L.E.
Por que?
Vibração e impacto no suporte do retrovisor e plataforma
Condições
Báscula
Susp. não absorve
Báscula batendo
Falha fixação plat. LE
Por que?
Operacionais
Vazamento ou falha na
calibragem
PAD desajustado, folga pivot.,
báscula empenada
Fratura/falta de parafusos
e suportes de fixação
Por que?
Condição do componente/
procedimento de calibragem
Desgaste de pino/bucha, vida
útil da báscula, desgaste e proc.
de ajuste dos PADs
Excesso de pontos de solda
Por que?
Plataforma
Condição de pista/operação,
procedimento de calibração
diferente da recomendada pelo
dealer.
Condição de carga, ajuste
incorreto de PAD, condição de
praça de descarga, lubrificação
Falha crônica de caminhões frota
789C e793D, condição de
pista/operação, substituição dos
Descrição da Causa Raiz:
Desgastes nas suspensões e pivotamento causados por condições de pista, operação e vida útil, somados ao ajuste incorreto
de apoio da báscula e excesso de pontos de solda nos blocos de fixação da plataforma L.E., elevam a vibração transferida para
os espelhos retrovisores.
5 o e 6 o Passos:
Desenvoler, Implementar e Acompanhar Contramedidas
Avaliação das Contramedidas
Contramedidas Potenciais
Seg
Qual
L/T
Custo
Geral
Comentários
1
Analisar procedimento de calibragem de suspensões.
2
Substituição dos conjuntos de plataforma/passarela que apresentarem solda em
excesso nos blocos de fixação.
3
Realizar teste com espelhos de vidro temperado.
4
Priorizar troca de suspensões apresentando vazamentos que requerem calibragens
constantes
5
Retomar a utilização do sistema RAC para monitoramento das condições de pista.
6
Priorizar serviço de correção em pivotamentos que apresentarem folga excessiva.
7
Analisar procedimento de regulagem dos PADs
8
Intensificar o monitoramento de cargas quanto ao posicionamento nas mesmas na
báscula.
Ação
Prazo
Responsável
Status
1
Realizar o acompanhamento da ativade de calibração das suspensões e identificar possíveis
pontos de melhoria.
2
Identificar caminhões com solda em excesso nos blocos de fixação da plataforma.
3
Planejar recursos e programar substituição das plataformas.
4
Providenciar os blocos de fixação da plataforma.
5
Buscar fornecedor para envio de um espelho retrovisor em vidro temperado, a fim de teste.
6
Aplicar plano de ação referente à baixa performance das suspensões.
7
Verificar e padronizar a parametrização do sistema RAC de cada equipamento.
8
Realizar o acompanhamento da ativade de ajuste dos apoios da báscula e identificar possíveis
pontos de melhoria.
9
Solicitar à equipe de telemetria o envio de relatórios periódicos informando as condições das
cargas transportadas em relação ao posicionamento.
10
Determinar um intervalo de tempo limite para realizar a correção de pivotamentos que
apresentarem folga excessiva.