Você está na página 1de 2

Pequenos começos, grandes resultados

os pequenos começos oferece geralmente grandes resultados espiritualmente falando (Is


1.8, 9; 11.1; 53.2, 3; Dn 2.35b; Ez 17.22-24; Zc 4.10); (Lc 12.32; ICo 1.26-31)

Is 1.8, 9;
Só restou a cidade de Sião como tenda numa vinha, como abrigo numa plantação de
melões, como uma cidade sitiada.
Se o Senhor dos Exércitos não tivesse poupado alguns de nós, já estaríamos como
Sodoma e semelhantes a Gomorra.

Isaías 11:1
Um ramo surgirá do tronco de Jessé, e das suas raízes brotará um renovo.

Isaías 53:2,3
Ele cresceu diante dele como um broto tenro, e como uma raiz saída de uma terra seca. Ele
não tinha qualquer beleza ou majestade que nos atraísse, nada em sua aparência para que
o desejássemos.
Foi desprezado e rejeitado pelos homens, um homem de tristeza e familiarizado com o
sofrimento. Como alguém de quem os homens escondem o rosto, foi desprezado, e nós
não o tínhamos em estima.

Dn 2.35b;
Mas a pedra que atingiu a estátua tornou-se uma montanha e encheu a terra toda.

Ez 17.22-24;
" ‘Assim diz o Soberano Senhor: Eu mesmo apanharei um broto bem do alto de um cedro e
o plantarei; arrancarei um renovo tenro de seus ramos mais altos e o plantarei num monte
alto e imponente.
Nos montes altos de Israel eu o plantarei; ele produzirá galhos e dará fruto e se tornará um
cedro viçoso. Pássaros de todo tipo se aninharão nele; encontrarão abrigo à sombra de
seus galhos.
Todas as árvores do campo saberão que eu, o Senhor, faço cair a árvore alta e faço crescer
bem alto a árvore baixa. Eu resseco a árvore verde e faço florescer a árvore seca. " ‘Eu o
Senhor falei, e eu o farei’ ".
Lucas 12:32
"Não tenham medo, pequeno rebanho, pois foi do agrado do Pai dar-lhes o Reino.”

1 Coríntios 1:26-31
Irmãos, pensem no que vocês eram quando foram chamados. Poucos eram sábios segundo
os padrões humanos; poucos eram poderosos; poucos eram de nobre nascimento.
Mas Deus escolheu as coisas loucas do mundo para envergonhar os sábios, e escolheu as
coisas fracas do mundo para envergonhar as fortes.
Ele escolheu as coisas insignificantes do mundo, as desprezadas e as que nada são, para
reduzir a nada as que são,
para que ninguém se vanglorie diante dele.
É, porém, por iniciativa dele que vocês estão em Cristo Jesus, o qual se tornou sabedoria
de Deus para nós, isto é, justiça, santidade e redenção,
para que, como está escrito: "Quem se gloriar, glorie-se no Senhor".

O governo da graça exercido por Cristo, não importa quão desprezado e aparentemente
insignificante tenha sido no princípio, tem de avançar, “vencendo e para vencer”. “Ele guiará seu
exército de vitória em vitória.”
Conseqüentemente, para aqueles que primeiro a ouviram, essa parábola parecia dizer:
“Tenham paciência, exerçam a fé, continuem orando e perseverem na obra. O programa de Deus
não pode fracassar.” Ela está dizendo a mesma coisa aos que vieram depois.