Você está na página 1de 8

Reparações em fibra de vidro

Mário Baptista

Existem pequenos trabalhos e reparações que podem facilmente ser executados por nós, bastando um pouco de paciência e método de trabalho. Têm a vantagem de ser feitos no nosso “timing”, no nosso espaço e com a dedicação e brio característicos de quem repara as suas próprias coisas. No caso descrito e aproveitado para fazer este artigo o facto de ter descoberto um buraco disfarçado por debaixo do nome do barco e, como irei trocar de aparelhagem electrónica, aproveitar para tapar os furos do antigo transdutor.

Os materiais

Vamos

reparações:

Resina de poliéster

Catalisador (endurecedor) da resina

Top coat

falar

dos

materiais

necessários

para

estas

Pigmentadores

Sílica em pó

Manta fibra

Diluente celuloso

Recipientes para misturar componentes

Espátulas

Tesoura

Navalha

Bloco para lixar

Lixa de água de vários índices abrasivos

Balde

Panos de flanela

Massa de polir para fibra

Polish

Algodão

Pincéis

Máscara

• Balde • Panos de flanela • Massa de polir para fibra • Polish • Algodão

A Reparação

Com a ajuda de uma ferramenta apropriada vamos abrir

o buraco e limpá-lo quanto a matérias soltas ou

estaladas. No caso dos furos da instalação do transdutor, com um escareador alargamos os furos de modo a criar uma zona mais ampla para aderência do top coat.

a criar uma zona mais ampla para aderência do top coat. Com a ajuda de uma
a criar uma zona mais ampla para aderência do top coat. Com a ajuda de uma

Com a ajuda de uma tesoura vamos cortar pedaços de manta de acordo com as dimensões da zona a reparar.

de manta de acordo com as dimensões da zona a reparar. Num recipiente colocamos a r
de manta de acordo com as dimensões da zona a reparar. Num recipiente colocamos a r

Num recipiente colocamos a resina, juntamos umas gotas

de catalisador (1%) e misturamos muito bem.

Com um pincel vamos aplicar uma generosa camada de resina em toda a área a

Com um pincel vamos aplicar uma generosa camada de resina em toda a área a reparar, de seguida colocamos manta de fibra, aplica-se nova camada de resina e assim sucessivamente até ter todo o buraco preenchido e deixamos a resina curar (passagem do estado liquido a estado sólido)

resina curar (pa ssagem do estado liquido a estado sólido) Utilizando uma navalha e po steriormente
resina curar (pa ssagem do estado liquido a estado sólido) Utilizando uma navalha e po steriormente

Utilizando uma navalha e posteriormente lixa grossa (100º) vamos eliminar e alisar o material de reparação, se necessário tornando a aplicar mais resina e manta até termos a zona reparada e nivelada com o resto da peça. Ter em atenção que se deve deixar um pequeno desnível de material para ser preenchido com o top coat.

O acabamento Efectuada que está a reparação, vamos agora proceder ao acabamento. Num recipiente colocamos
O acabamento Efectuada que está a reparação, vamos agora proceder ao acabamento. Num recipiente colocamos

O acabamento

Efectuada que está a reparação, vamos agora proceder ao acabamento. Num recipiente colocamos o top coat (cor branca) e vamos afinar a cor do mesmo. Neste caso a cor do barco é um cinzento muito esbatido, no top coat misturamos uma ínfima quantidade de pigmento preto, misturamos com a ajuda uma pequena espátula até uniformizarmos a cor, comparamos com o casco e vai-se adicionando pigmento até encontrar a nuance de cor pretendida.

uniformizarmos a cor, comparamos com o casco e vai-se adicionando pigmento até encontrar a nuance de
uniformizarmos a cor, comparamos com o casco e vai-se adicionando pigmento até encontrar a nuance de

Ao top coat vamos juntando sílica em pó até obtermos uma textura de betume, misturamos bem com duas espátulas ao mesmo tempo que se adicionam umas gotas de catalisador.

ao mesmo tempo qu e se adicionam umas gotas de catalisador. Com o nosso betume preparado,
ao mesmo tempo qu e se adicionam umas gotas de catalisador. Com o nosso betume preparado,

Com o nosso betume preparado, vamos aplicá-lo pressionando bem com uma espátula de modo a que não fiquem bolsas de ar sob o top coat e deixamos curar. Procedemos de igual modo para tapar os furos da instalação do transdutor.

modo para tapar os furos da instalação do transdutor. Depois de curado o top coat ,
modo para tapar os furos da instalação do transdutor. Depois de curado o top coat ,

Depois de curado o top coat, vamos proceder à remoção grosseira do material em excesso. Com lixa de água 220º colocada num bloco e sem carregar muito lixamos a zona

tendo o cuidado de juntar água para não empapar a lixa. Finda esta fase e já com a reparação grosseiramente tratada, vamos aplicando lixas de grão cada vez menos abrasivo (220-400-600-1000) até termos a superfície sem rugosidades ao tacto e deixamos enxugar.

a superfície sem rugosidades ao tacto e deixamos enxugar. Num pano tipo flanela aplicamos massa de

Num pano tipo flanela aplicamos massa de polir para fibra, e em movimentos longitudinais vamos polir a zona reparada até ficar com um acabamento igual ao resto do casco, retirar o excesso de massa e deixar secar. Para terminar fazemos uma “boneca” com algodão e aplicamos polish até obter uma superfície “espelhada”.

Para terminar fazemos um a “boneca” com algodão e aplicamos polish até obter uma superfície “espelhada”.
Para terminar fazemos um a “boneca” com algodão e aplicamos polish até obter uma superfície “espelhada”.

NOTAS

Não respire os vapores ou poeiras destes materiais, utilize uma máscara.

Na preparação da resina e do betume, fazer pequenas porções pois curam muito rapidamente, estragando-se muito material.

Não usar demasiado catalisador, embora cure mais rapidamente, corre o risco de ver a reparação com estaladelas devido à cura demasiado rápida.

Não aplicar camadas muito espessas de resina, é preferível intercalá-las com manta.

06/07/2009

Interesses relacionados