Você está na página 1de 23

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS

POLO: PINDAMONHANGABA
2ª SÉRIE

TACIANA ALBA DE ANDRADE


RA 8350200404

RELATÓRIO FINAL
PROJETO INTERDISCIPLINAR APLICADO AOS CURSOS SUPERIORES DE
TECNOLOGIA (PROINTER II)

TUTOR A DISTANCIA: ELVIO SOARES VIANA JUNIOR

PINDAMONHANGABA/SP
2016.2
TACIANA ALBA DE ANDRADE

RELATÓRIO FINAL PROINTER II


IMPLANTAÇÃO SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL (SGA)

Trabalho de Conclusão do Projeto


Interdisciplinar do Curso Tecnologia em
Gestão de Recursos Humanos da Uniderp,
como requisito parcial à obtenção de nota do
Prointer II.
Orientador: Tutor à distância Elvio Soares
Viana Junior.

PINDAMONHANGABA/SP
2016.2
RESUMO

Este trabalho analisa e propõe a empresa Nova Impressão uma política e um programa
de gestão ambiental. Ao longo desta análise é possível percebem a empresa em seu contexto
de trabalho e compreender seu processo de trabalho e desafios diários, assim como as poucas
práticas relacionadas à sustentabilidade hoje nela existentes.
São feitas propostas de fácil implementação, baixo custo e alto impacto ambiental
considerando a atividade principal da Nova Impressão e suas interfaces. Sobretudo são ações
que dependem sobretudo da conscientização da equipe de trabalho, pois esta é envolvida
diretamente nas ações.
Como resultados espera-se que haja redução de consumo de materiais e insumos, bem
como de energia e água. Além disso, as ações levam a aumento de reaproveitamento de
materiais e descarte correto de resíduos. Também se espera como resultado indireto que haja
percepção dos clientes em relação a estas ações e seus impactos ambientais, reconhecendo na
Nova Impressão esta preocupação com a sustentabilidade.

INTRODUÇÃO

O presente trabalho discorre sobre a pesquisa e análise de informações com foco na


possibilidade de implantação de um sistema de gestão ambiental na empresa Nova Impressão.
Muitas empresas ainda hoje não despertaram para as questões ambientais e nem visualizam os
possíveis ganhos com a adoção destas políticas.
Em um cenário em que há quase que uma comoditização de produtos e serviços um dos
diferencias competitivos para um negócio é a adoção de práticas que atendam ao tripé da
sustentabilidade, sendo um deles a sustentabilidade ambiental.
A empresa estudada neste trabalho está localizada em Pindamonhangaba e há onze anos
atua no mercado. Foram consideradas todas as possíveis ações ambientais pertinentes ao
negócio bem como sua viabilidade. Ao realizar a análise SWOT dos aspectos ambientais da
Nova Impressão podem-se perceber os pontos em que a empresa ainda precisa melhorar suas
ações.
O trabalho está dividido em cinco etapas dentro do desenvolvimento, na primeira parte
destaca-se o alvo do projeto, ou seja, a caracterização da empresa com seus dados e
informações, na segunda parte encontra-se a contextualização do cenário interno e externo em
que se encontra a empresa Nova Impressão. Na terceira parte é apresentado o diagnóstico
empresarial com pontos a serem considerados para a política ambiental. Na quarta parte
descreve-se a implementação do programa na empresa e os caminhos a serem seguidos e
finalizando é feita a apresentação dos resultados esperados com a implementação do
programa de gestão ambiental na Nova Impressão.
PROJETO EXPERIMENTAL DE VIABILIDADE PARA A IMPLANTAÇÃO DE UM
SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL (SGA)

1. ALVO DO PROJETO

A empresa estudada neste trabalho é uma loja de informática e suprimentos com o


nome fantasia Nova Impressão. Está localizada em Pindamonhangaba no endereço: Avenida
Coronel Fernando Prestes, 26, centro da cidade.
A proprietária Tamara Alba de Andrade abriu a empresa em setembro de 2005, e
escolheu este nome fantasia com a intenção de trazer aos clientes a ideia de uma nova
empresa na cidade e aliar isto ao negócio da empresa que no início era apenas recarga de
cartuchos de impressão. Além disto, trazia o conceito de algo novo e de qualidade para os
clientes.
A proprietária antes de abrir a empresa já havia trabalhado em uma loja semelhante
por 3 anos e se formado em curso técnico de informática e manutenção de
microcomputadores. E ao perceber o potencial deste mercado de informática resolveu unir
isto ao seu conhecimento na área e abrir a empresa. A empresa comercializa produtos de
informática (computadores, impressoras e softwares), acessórios (mouses, fones de ouvido,
pen drives) e suprimentos (cartuchos de impressoras e recargas) e presta serviços de
manutenção de computadores, notebooks, tablets e celulares.
Ao longo destes 11 anos de existência a empresa cresceu e ampliou a oferta de
produtos e serviços; de uma loja de recargas passou a ser a empresa descrita acima, com uma
ampla oferta de equipamentos, acessórios, suprimentos e serviços.
Dentre seus pontos fortes destacam-se:
 Localização – empresa localizada no centro da cidade e com fácil acesso tanto
com transporte próprio ou coletivo.
 Variedade de produtos e serviços – muitos produtos distintos em oferta e com
variedade de modelos e cores.
 Qualidade dos produtos e serviços – produtos com garantia e os serviços com
máquinas e mão de obra qualificada o que assegura a qualidade.
 Ser reconhecida como a empresa pioneira na cidade no que tange a recarga de
cartuchos – como foi a primeira empresa na cidade a trabalhar com recarga de
cartuchos de impressão é tida até hoje como referência no ramo de atuação.
Apesar dos pontos fortes também apresenta alguns pontos fracos que podem ser
analisados para melhoria:
 Poucas opções de crédito e parcelamento aos clientes - a empresa oferece
apenas as opções de pagamento em dinheiro, débito à vista e crédito parcelado
em 3 vezes. Empresas concorrentes oferecem opções de pagamento como
boletos e carnês e também parcelam em mais vezes.
 Não faz a retirada e a entrega os computadores para manutenção – não oferece
mais o serviço de retirada e entrega dos computadores para manutenção. O
cliente tem que levar o equipamento até a loja para que seja feito o serviço.
 Não faz manutenção na residência dos clientes e apenas na loja - a empresa
não atende mais os clientes em domicílio, ou seja, toda a manutenção dos
equipamentos acontece na própria loja.
Desde sua abertura em 2005 a empresa desenvolveu e foi aprimorando sua cultura
organizacional e tem como princípios norteadores:
 Missão: Prestar serviços de informática com qualidade, por meio de soluções
eficazes e mão de obra especializada, garantindo a satisfação e fidelização dos
clientes.
 Visão: Ser referência em qualidade de serviços e variedade de produtos de
informática na cidade de Pindamonhangaba até 2018.
 Valores:
 Ética
 Transparência
 Compromisso com parceiros e colaboradores
 Inovação.
A empresa, como já ressaltado anteriormente, comercializa produtos de informática e
presta serviços de recarga de cartuchos de impressora e manutenção de computadores.
Para executar estas atividades comerciais a Nova Impressão ocupa um ponto
comercial no centro da cidade e que dispõe de 04 cômodos. Todas as atividades de prestação
de serviços são realizadas no endereço bem como é onde se encontra todo o estoque de
produtos. Na figura 1 e Figura 2, pode ser observado um desenho da loja com os respectivos
cômodos.
Figura 1: Desenho da Loja em 3D com cômodos e mobiliários.
Na área de atendimento (Figuras 2 e 3) e vendas da loja encontram-se todos os
computadores administrativos que são 03 e as impressoras (1 de toner e 1 jato de tinta) além
da impressora fiscal. Também é nesta área que ficam expostos todos os produtos à venda bem
como todo o estoque, alocado em prateleiras.

Figura 2: Fachada da Nova Impressão


Figura 3: Área de vendas e atendimento
Atrás da área de atendimento e com acesso restrito aos colaboradores fica a área de
manutenção de computadores e celulares. Todos os insumos necessários para estes serviços
ficam neste local assim como os equipamentos, conforme Figura 4.

Figura 4: Área de manutenção de computadores e impressoras.


Dentre os equipamentos podemos destacar:
 2 computadores;
 4 monitores;
 1 impressora;
 Soldas;
 Medidores de voltagem.
Também nesta área fica um espaço com pia, micro-ondas e frigobar.
Mais ao fundo do imóvel fica a área de recarga de cartuchos (Figuras 5 e 6). Os
equipamentos que lá estão, são:
 Máquina de recarga de cartucho;
 Máquina de recarga de toner;
 Vaporetto;
 Centrífuga;
 Ultrasonic cleaner.

Figura 5: Área de Recarga com máquina de recarga.


Figura 6: Máquina de Recarga de cartucho na área de Recarga.
Os insumos necessários para este serviço são tintas compras em embalagens plásticas de 1
litro e em cores primárias (Figura 7). São armazenadas na própria sala de recarga.

Figura 7: Embalagens de Tinta armazenadas


Ao lado desta sala há a sala de impressoras para testes dos cartuchos e toners. São
aproximadamente 30 impressoras de diversas marcas e modelos e 1 computador para os testes
(Figura 8).
Também no fundo do imóvel encontra-se um banheiro para os colaboradores.
Figura 8: Impressoras para testes.
A loja Nova Impressão conta com 3 colaboradores registrados conforme a Consolidação das
Leis do Trabalho (CLT) e um terceirizado. Uma descrição das funções e respectivos cargos e
qualificações:
 Proprietária e gerente – Responsável pelas compras, gestão da equipe, atendimento,
caixa, gestão do estoque e eventualmente faz recargas nos cartuchos e toners. É
certificada para atuar na recarga além dos conhecimentos de informática.
 1 Técnico de recarga e manutenção de computadores – responsável pela manutenção
dos computadores e pela recarga dos cartuchos e toners. Esta na empresa desde a
inauguração e tem certificações de recarga, manutenção de computadores e de
impressoras.
 2 vendedores – responsáveis pelo atendimento ao cliente e fechamento de vendas
internas e externas.
 1 Técnico de manutenção de celulares – é terceirizado e responsável pela manutenção
dos aparelhos celulares.
O processo produtivo da prestação de serviços de recarga de cartuchos e toners é o que
demanda mais processos e gera mais resíduo. Portanto neste momento serão destacados tanto
seus insumos quanto o fluxo do processo de produção.
Os insumos para a recarga do toner são:
 Chip;
 Cilindro;
 Pó;
 Rolo magnético;
 Lacre de embalagem.
Os insumos para a recarga do cartucho são:
 Clip;
 Esponja Interna;
 Tintas;
 Tampa de cartucho;
 Lacre de embalagem.

O fluxo do processo produtivo da recarga de um cartucho (Figura 9) é bem simples,


pois durante todo o processo há maquinas envolvidas, cabendo ao técnico responsável a
função de programá-las e alimentá-las com os insumos.

Figura 9: Fluxograma Recarga de Cartuchos

E na Figura 10 pode-se observar todo o processo desde o recebimento dos insumos até
o descarte do material.
Figura 10: Fluxograma de matéria prima e insumos.

2. CONTEXTUALIZAÇÃO

Como já destacado anteriormente o principal processo produtivo da empresa é a


recarga de cartuchos e toners.
É um processo que envolve produtos químicos, mas que em muitos casos é
considerado em consonância com as questões ambientais. Ao final do processo é possível ter
como resíduos a serem descartados: o cartucho quando não é possível a recarga, a esponja
interna, a tampa do cartucho caso esteja quebrada. A tinta é reaproveitada, assim como a
tampa caso esteja intacta.
Considerando este processo e respectivos resíduos, atualmente a única atitude da
empresa em relação a esta questão é guardar os cartuchos que não serão aproveitados e
mensalmente entregá-los a uma pessoa que passa recolhendo. Não há preocupação da empresa
em saber o que é feito destes cartuchos após a entrega ao parceiro que os recolhe. Demais
resíduos são descartados em lixo comum.
Quanto à manutenção de computadores e impressoras não há nenhuma prática
realizada que vise à sustentabilidade ambiental.
Quando se faz a análise SWOT considerando o aspecto ambiental da Nova Impressão
percebe-se que ainda há muito a se fazer para que a empresa esteja em consonância com as
práticas de mercado ambientalmente corretas.
 Forças
 A união da equipe, um colaborador sempre ajudando o outro.
 Estoque enxuto, evitando desperdícios e vencimentos.
 Localização estratégica
 Colaboradores sempre dispostos a aprender e melhorar, não há
resistência a mudanças.
 Há preocupação com descarte de tintas e líquidos químicos usados na
produção
 Fraquezas
 Não há descarte apropriado de resíduos materiais e embalagens.
 Não se sabe para onde vão os cartuchos recolhidos mensalmente da
loja.
 Por conta dos testes de impressão há uma quantidade grande de papel
descartado diariamente que vai para o lixo comum.
 A loja não utiliza sacolas consideradas ambientalmente corretas, como
as biodegradáveis.
 Oportunidades:
 A concorrente descarta os resíduos e os cartuchos queimados no lixo,
sem coleta alguma, surgindo assim a oportunidade de se levantar a
bandeira para questão ambiental sendo a pioneira também nesse quesito.
 Há locais na cidade que embora não coletem, recebem os resíduos.
 Ameaças:
 Kits de recargas caseiras estão sendo vendidos nas lojas e pela internet,
crescendo assim o número de pessoas que fazem sua própria recarga.
 Não há coleta de resíduos estabelecida na cidade.
.
Sendo assim não há padrões ambientais estabelecidos a serem seguidos pela equipe de
colaboradores e pela gestora. Mas há sim o desejo de desenvolver uma politica ambiental de
maneira a conscientizar colaboradores, clientes e parceiros dos ganhos com a adoção de
medidas ecologicamente corretas, estabelecendo padrões ambientais em todos os ambientes
da empresa.
3. DIAGNÓSTICO EMPRESARIAL

Considerando todas as informações coletadas, percebe-se que a possibilidade de


implantação de um Sistema de Gestão Ambiental (SGA) na Nova Impressão.
Como primeiro passo há necessidade de uma conversa da gestora com a equipe para
conscientiza-la da importância das práticas ambientalmente corretas, evidenciar as novas
práticas adotadas pela empresa e ouvir sugestões que possam ser agregadas ao sistema
implantado.
Analisando as fraquezas e oportunidades destacadas na SWOT realizada sobre os
aspectos ambientais, percebe-se que há muito a se propor de medidas de imediata e fácil
implantação.
Em relação aos resíduos materiais e embalagens há possibilidade que seja feito tanto o
correto descarte como a entrega em locais de reciclagem realizando o acompanhamento da
destinação final deste material.
Sobre o grande número de papéis impressos gerado para testes dos cartuchos e
impressoras, é possível que se utilize a mesma folha para vários testes, reduzindo dessa
maneira o volume de folhas que vão ao lixo. Há empresas na cidade que compram por quilo
papéis secos e sem utilidade para reciclagem. A Nova Impressão poderá entrar em contato
com essas empresas para destinar corretamente suas folhas de teste.
A utilização de sacolas biodegradáveis ou sacolas de papel é uma opção para que a
empresa se adeque as práticas ambientalmente corretas.
A empresa pode tornar-se ponto de coleta de cartuchos queimados, adotando a prática
de incentivo ao descarte correto da população. A cada cartucho descartado seria atribuído um
ponto, ao atingir dez pontos seria possível trocá-los por uma recarga ou desconto na aquisição
de um produto. Desta maneira a Nova Impressão incentivaria o descarte correto e ainda faria
o processo de destinação correta dos cartuchos e seus resíduos e componentes.
A empresa implementando uma SGA e monitorando continuamente suas políticas e
práticas agrega valores a marca desenvolvendo uma vantagem competitiva em relação aos
demais concorrentes que não são adeptos a essa prática.
Considerando esse ponto, a empresa sendo vista como modelo ambiental poderá
divulgar as práticas corretas e até os impactos que o descarte incorreto pode ocasionar,
incentivando o consumo do serviço de recarga de cartucho em local apropriado.
Pode ser considerado que a Nova Impressão possui quatro setores a serem
considerados nas ações da política ambiental a ser implantada. São eles: setor de recarga, setor
de manutenção, setor de vendas e estoque e gerência.
Na Figura 11 podemos observar as responsabilidades de cada setor na execução da
política ambiental da empresa.

Figura 11: Responsabilidades na política ambiental

4. DESENVOLVIMENTO E IMPLEMENTAÇÃO

Para que toda a política ambiental sugerida seja implementada com sucesso e gere os
resultados esperados será necessário o envolvimento de todos na empresa. As estratégias de
implementação serão aqui abordadas de maneira a conduzir a empresa a bons resultados e
consequentes ganhos ambientais.
Os pontos da política a serem desenvolvidos e acompanhados são:
 Conscientização ambiental da equipe
 Responsabilidade – Gerente e proprietária.
 Será feita por meio de reuniões semanais de 15 minutos entre gestora e
equipe. Filmes poderão ser utilizados assim como reportagens e textos
de jornais e revistas. Além disso, podem ser comentados resultados das
ações implantadas assim como metas e objetivos da equipe frente ao
comprometimento ambiental.
 Não haverá gastos com esta ação.
 O monitoramento será feito acompanhando as metas traçadas e
atingidas pela equipe. Como por exemplo, redução no consumo de
papel ou no gasto com energia.
 É importante que todos da empresa se apropriem do programa e passem
a ter a consciência da importância das ações e seus resultados.
 Redução do consumo de folhas de papel para testes de cartuchos e impressoras
 Responsabilidade – Técnico de manutenção e recarga de celulares.
 Para realizar os testes o técnico deverá primeiramente utilizar folhas já
impressas para reduzir o consumo de folhas. Caberá a gerente e equipe
de vendas fornecerem também ao técnico folhas já utilizadas para que
possam ser reaproveitadas nos testes.
 Será reduzido o número de folhas limpas entregues ao técnico, visto
que receberá maior volume de folhas utilizadas.
 O volume de folha limpas será monitorado e controlado de maneira que
reduza o consumo conforme os padrões estabelecidos de 50 folhas
limpas semanais. Hoje o consumo chega a 100 folhas limpas semanais.
 Não haverá gastos com esta ação e sim economia de folhas de papel e
consequentemente recursos financeiros.
 Venda das folhas utilizadas de papel
 Responsabilidade – Gerente e Técnico de manutenção e recarga de
celulares.
 O Técnico ficará responsável em juntar as folhas já utilizadas em
ambos os lados e semanalmente entregá-las a gerente, a mesma
guardará as folhas e mensalmente entrará em contato com o parceiro
para a venda e recolhimento do papel.
 Ao entregá-las ao parceiro, a gerente fará lançamento da quantidade de
quilos vendidos em uma planilha, controlando e monitorando todo o
papel descartado.
 Neste caso não há custo com a ação, e sim ganhos ambientais e
financeiros.
 Utilização de sacolas biodegradáveis e de papel
 Responsabilidade – Gerente e equipe de vendas
 A gerente será a responsável pela compra de sacolas biodegradáveis ou
de papel no lugar das hoje utilizadas que são de plástico comum. A
equipe de vendas fará uso das mesmas ao entregar o produto ao cliente.
 Embora o custo das sacolas ecologicamente corretas seja alguns
centavos a mais do que as de plástico comum, a Nova Impressão tem
que entender a importância da adoção desta prática em seu dia a dia.
 O cliente reconhece a embalagem e passa a entender o propósito e o
cuidado da empresa com a sustentabilidade.
 Esta ação terá um custo visto que a sacola comum é encontrada a
R$12,50 o quilo e a sacola biodegradável por R$ 20,00 o quilo. Como a
Nova Impressão utiliza aproximadamente 4 quilos de sacolas ao mês,
isto geraria um adicional na despesa com sacolas de R$ R$30,00.
 O importante é considerar que este custo adicional é pouco
representativo frente ao ganho de visibilidade com o uso das sacolas
biodegradáveis.
 Descarte correto de embalagens, resíduos, cartuchos e materiais.
 Responsabilidade – Gerente e toda a equipe.
 A Nova Impressão adotará lixeiras sinalizadas para descarte de papelão
das embalagens dos produtos, para resíduos dos cartuchos, para
resíduos dos computadores e para cartuchos queimados.
 Fica assim, de responsabilidade de cada colaborador descartar
corretamente nas lixeiras para que posteriormente seja feita a
destinação correta dos mesmos.
 Os custos para esta ação serão de aproximadamente R$ 240,00 gastos
com a compra de 5 lixeiras para os descartes.
 Destinação correta de embalagens, resíduos, cartuchos e materiais.
 Responsabilidade – Gerente
 A Nova Impressão fará mensalmente a destinação de cartuchos,
materiais relacionados a manutenção de impressoras e computadores e
embalagens aos parceiros já estabelecidos.
 A gerente fará o lançamento das quantidades destinadas mensalmente
para que seja feito o monitoramento dos resultados do programa.
Também fará o contato com os parceiros.
 Esta ação não tem custos, mas gera receita, visto que, todos os
materiais, embalagens e cartuchos possuem algum valor junto aos
parceiros. Como exemplo, um cartucho queimado tem o valor de
R$1,00 para descarte.
 Estabelecimento de ponto de coleta de cartuchos queimados.
 Responsabilidade – Gerente e equipe de vendas
 Nesta ação é importante que seja divulgado que a Nova Impressão é um
ponto de coleta de cartuchos queimados.
 A equipe de vendas junto com a gerente fará o recebimento do cartucho
queimado, anotarão o ponto para que o cliente participe da campanha
de premiação e descartarão o cartucho na lixeira específica, anotando
em uma planilha a data e a quantidade de cartuchos recebida.
 Esta ação tem um custo relacionado, visto que haverá premiação ao
cliente que fizer o descarte de 10 cartuchos queimados na loja. Mas ao
mesmo tempo a Nova Impressão terá o ganho referente ao
aproveitamento de tinta do cartucho e posteriormente a venda do
mesmo aos parceiros.

5. RESULTADOS

A partir da implantação de todas as ações de política ambiental na Nova Impressão, já


aqui descritas, espera-se que os resultados relativos à melhoria nos impactos causados ao
meio ambiente apareçam.
Desta maneira dentre os resultados esperados estão:
 Redução no primeiro ano de implantação, de 10% no consumo de energia
elétrica em decorrência da conscientização da equipe.
 Redução no primeiro ano de implantação, de 5% no consumo de água em
decorrência da conscientização da equipe.
 Redução nos seis primeiros meses de implantação, do uso de folha de papel
sulfite em 30% após ação de reutilização de folhas para testes.
 Aumento de 20% nos seis primeiros meses de implantação, no número de
cartuchos e materiais encaminhados para a destinação correta.
 Destinar 80% das embalagens de papelão de fornecedores e folhas de papel de
teste utilizadas para a reciclagem, nos seis primeiros meses de implantação do
programa.
 Fazer uso de embalagens biodegradáveis com no mínimo 90% dos clientes nos
seis primeiros meses de implantação do programa.
 Aumentar o reaproveitamento de tinta de cartuchos inutilizados em 10% nos 3
primeiros meses de implantação do programa.
 Coletar no mínimo 50 cartuchos queimados mensalmente nos seis primeiros
meses de implantação da ação de ponto de coleta de cartuchos.
Estes resultados são possíveis de ser atingidos tendo em vista que trata-se de uma empresa
com número de colaboradores, sendo assim mais fácil que ocorra a conscientização; por este
mesmo motivo o monitoramento passa a ser mais assertivo e eficiente.

6. CONSIDERAÇÕES FINAIS

A empresa Nova Impressão apesar de possuir uma política de desperdício quase zero
de insumos e de não jogar resíduos tóxicos abertamente no lixo, não implementou uma
política ambiental e nem mesmo buscou o comprometimento da equipe para estas práticas até
o momento. O processo de reutilização de tintas segue o contexto econômico muito mais do
que ambiental. Até o momento a preocupação está na retirada de resíduos e cartuchos por
somente ocupar espaço, sem saber seu destino.
Ao analisar as informações coletadas da empresa percebe-se que apesar de ter poucas
iniciativas ambientais no momento, a proprietária tem interesse em desenvolver um sistema
de gestão ambiental.
Há possibilidade da implantação de processos para o descarte correto de resíduos,
materiais e embalagens; redução do consumo de papéis e energia; desenvolvimento de novas
parcerias para o descarte correto. As ações já citadas podem fazer parte de um sistema de
gestão ambiental sendo monitoradas e melhoradas sempre, garantindo que o
comprometimento com a politica ambiental esteja presente em toda a equipe e seja um
diferencial competitivo da Nova Impressão.
Os resultados esperados são factíveis de acontecer e inclusive podem ser ampliados e
reformulados de acordo com o andamento do programa.
Há ainda diante deste contexto a possibilidade da empresa propor novas ações que aumentem
seu impacto positivo em relação à sustentabilidade como dar preferencia a fornecedores que
possuam ISO 14001 ou que ao menos apresentem programas de gestão ambiental. Dentro dos
próprios processos de manutenção e recarga é possível que haja outras medidas sustentáveis a
serem adotadas e que seriam matérias de estudos futuros. Ainda há muito que se caminhar
quando se trata da politica ambiental das empresas, mas os primeiros passos são essenciais
para que a evolução aconteça.
REFERÊNCIAS

AZAPAGIC, A.; PERDAN, S. Indicators of sustainable development for industry: a General


Framework. Institution of Chemical Engineers.Trans IChemE, v. 78, part B, 2000. Disponível
em: <http://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0957582000708834>. Acesso em: 20
Out 2016.
CARBONARI, Maria E. E.; PEREIRA, Adriana C.; SILVA, Gibson Z. Sustentabilidade na
Prática: Fundamentos, Experiências e Habilidades. São Paulo: Saraiva, 2011.
DIAS, Reinaldo. Gestão ambiental: responsabilidade social e sustentabilidade. 2. ed. São
Paulo: Atlas, 2011. Disponível em:
<http://online.minhabiblioteca.com.br/books/9788522484454>. Acesso em: 05 Nov 2016.
ELKINGTON, J. Canibais com garfo e faca. (L.P. Veiga, Trad.); 2012 - São Paulo: M.
Books.
FRANCO, Décio Henrique; RODRIGUES, Edna de A.; CAZELA, Moisés M. et Tecnologias
e Ferramentas de Gestão. Campinas: Átomo, 2011.
GOMES, Fabio Bellote. Manual de Direito Empresarial. 4. ed. São Paulo: RT, 2013.
GORGES, Eduardo. A Lei de Murphy no Gerenciamento de Projetos. Rio de Janeiro:
Brasport, 2010.
ITACARAMBI, Paulo. As empresas estão Investindo em Sustentabilidade? Instituto Ethos,
22 fev. 2013. Disponível em: <http://www3.ethos.org.br/cedoc/a-empresas-estao-investindo-
em-sustentabilidade/#.VQkS-tJ4qcs>. Acesso em: 12 Nov 2016.
KRAJNC, D., & GLAVIC, P. A. (2005). A Model for integrated assessment of sustainable
development. Resources, Conservation and Recycling, 43, 189-208.
REVISTA EXAME. Guia Exame sustentabilidade 2014. Disponível em:
<http://exame.abril.com.br/negocios/noticias/as-empresas-premiadas-pelo-guia-exame-
sustentabilidade-2014>. Acesso em: 14 Nov 2016.
STEAD, J. G., & STEAD, E. (2000). Eco-enterprise strategy: standing for sustainability.
Journal of Business Ethics, 24, 313-329.
SILVA, Gladston Gomes Mamede Da. Direito Empresarial Brasileiro. 2. ed. São Paulo:
Atlas, 2014, v. 5. Disponível em:
<http://online.minhabiblioteca.com.br/books/9788522490028>. Acesso em: 15 Nov 2016.
TOLEDO, José Carlos de; BORRÁS, Miguel Ángel Aires; MERGULHÃO, Ricardo Coser;
MENDES, Glauco Henrique. Qualidade - Gestão e Métodos. Rio de Janeiro: LTC, 2012.
Disponível em: <http://online.minhabiblioteca.com.br/books/978-85-216-2195-9>. Acesso
em: 29 Out 2016.