Você está na página 1de 1

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

Rev. 03; Data 10.2012

MAC.RO. SYSTEM - RMC300/A - 3000 kJ


BARREIRAS DINÂMICAS CONTRA A QUEDA DE ROCHAS

As Barreiras Dinâmicas RMC300/A são capazes de suportar o


impacto de um bloco de rocha com níveis de energia superiores a
3000 kJ.

Normas e Guias de Referência:


ETAG 027 “Guideline for European Technical Approval of Falling Rock
Protection Kits”;
SPECIAL SPECIFICATION ANAS “Technical Group on Road Safety” -
April 2010.
Normas de Materiais:
EN 10219 “Cold formed welded structural hollow sections of non-alloy
and fine grain steels”;
EN 10025-2 “Hot rolled products of structural steels - Part 2: Technical
delivery conditions for non-alloy structural steels”;
EN ISO 1461 “Hot dip galvanized coatings on fabricated iron and steel
articles - Specifications and test”; Detalhe Esquemático da Barreira RMC300/A
EN 12385 “Steel wire ropes - Safety;
EN 10264-2 “Steel wire and wire products - Steel wire for ropes - Part
2: cold drawn non alloy steel wire for ropes for general applications”;
EN 10244-2 “Steel wire and wire products - Non ferrous metallic coa-
tings on steel wire - Zinc or zinc-alloy coatings”.

Tecnologia do sistema
As Barreiras Dinâmicas MAC.RO. são compostas de um painel de
retenção contínuo, em anéis de aço. Durante o impacto o sistema
assegura que a energia da queda da rochas seja dissipada, impedido
movimentações adiante.
Os postes agem de forma independente ao painel. Se um poste é
atingido pela queda de blocos e é danificado, os postes adjacentes
assumem as forças adicionais, garantindo que o desempenho de
captura do sistema não seja comprometido. As forças de impacto são
distribuídas entre os vãos, portanto, as tensões sobre os componentes
individuais do sistema são minimizadas. Os dissipadores absorvem a
energia aplicada por deformação e não por atrito, garantindo assim um
melhor desempenho e maior durabilidade.
As Barreiras Dinâmicas MAC.RO. atendem a norma de certificação de
qualidade UNI EN ISO 9001 em cada etapa de projeto, fabricação e
marketing.

Principais características Ensaios realizados


As Barreiras Dinâmicas MAC.RO. são ideais para uso em encostas
íngremes e podem ser instaladas em qualquer tipo de solo, rocha ou Tabela 1 - Tamanho típico da barreira RMC300/A
perfil devido à geometria do sistema e disposição. Esses fatores
também favorecem o sistema de ancoragem, uma vez que os cabos Altura (m) Distância entre postes (m)
de contraventamento exigem menor resistência ao arrancamento,
portanto um menor comprimento de ancoragem é necessário. A base 5.0 - 5.5 - 6.0 10
dos postes têm apenas a finalidade de plano de apoio. As forças
aplicadas são suavizadas pelos postes e transferidas para o solo Ensaios Realizados
através de barras de aço ou de microestacas. Ensaio de impacto dinâmico realizado em escala real, em uma amostra
O sistema é fácil de instalar, mesmo sob condições ambientais de barreira com 3 vãos, 10 m de distância entre postes de 5m de
severas, já que a instalação pode ser realizada em um curto espaço de altura. O programa de ensaio foi elaborado e executado seguindo
tempo, requerendo uma manutenção mínima. as instruções apresentadas no documento “ETAG 027 - Guideline for
As barreiras são constantemente testadas para melhorar sua European Technical Approval of Falling Rock Protection Kits”
qualidade e desempenho.
A estrutura de interceptação principal consiste em um painel de anéis Resultados - MEL (Maximum Energy Level)
de aço. Energia: 3136 kJ
Altura Nominal da Barreira: 5.0m
Projeto Alongamento Máximo da Barreira: 6.05m
O comprimento mínimo da barreira é de 30m, e o comprimento ideal é Altura Residual da Barreira: >70% - Classe “A” da ETAG 027
entre 30m e 70m.
Se a geometria do talude produz um deslocamento no alinhamento da
barreira, fazendo um ângulo de curva ascendente menor que 180 °, é
necessária a utilização de uma ancoragem descendente.
A concepção da fundação é dependente das forças que atuam na
base e do tipo de solo.

ATENÇÃO: Instalar o produto em acordo com os requisitos de segurança nacional. Se o trabalho é realizado com cordas de segurança ou de suspensão, equipamentos
de proteção pessoal contra o risco de queda devem ser conectados nos pontos de ancoragem, de acordo com a norma EN 795.

A Maccaferri reserva-se o direito de revisar estas especifica-


ções em qualquer momento, de acordo com as característi-
cas dos produtos fabricados.

www.maccaferri.com.br