Você está na página 1de 1

maio/junho 2003 16 maio/junho 2003 5

TÉCNICAS DE OFICINA

Transmissão VW
Desmembramento da traseiro passou a ter um sensor de rotação Hall fase fria e, em conjunto com o catalisador do
árvore do pinhão G28, semelhante ao utilizado nas versões EA 111. tubo primário, garante-se longevidade no siste-
ma de controle de emissões.

013 (quarta parte) No sistema de escapamento do motor TOTAL


Sensor Hall
1. Engrenagem da 5ª velocidade
2. Rolamento traseiro externo da árvo-
FLEX utiliza-se um conversor catalítico bem próxi-
re do pinhão Roda dentada mo ao coletor de escape e outro no tubo primário. O
Num sistema de transmissão longitudinal, 3. Flange retentor do rolamento Retém de PTFE
primeiro catalisador, conhecido como close cat,
4. Anel externo do rolamento traseiro proporciona rápido aquecimento, independente do
o fluxo de força deve ser convertido para transversal, 5. Calço de ajustagem S3 Observe que, agora, a polia dentada da árvore de
manivelas possui uma seta para posicionamento em combustível utilizado, acelerando a entrada em
antes de ser conduzido até as rodas. 6. Carcaça da caixa de mudanças
sincronismo com a árvore intermediária funcionamento do sistema close loop da sonda
7. Rolamento traseiro interno da árvo- Flange com
Essa transformação é feita pelo conjunto pinhão re do pinhão
a referência lambda. Isso reduz as emissões na fase fria e, em
de sincronismo
e coroa, que usa um sistema de engrenamento 8. Engrenagem da 1ª velocidade Como vimos, para o sistema de ignição, o mo- conjunto com o catalisador do tubo primário, ga-
9. Rolamento de agulhas da engrena- tor recebeu um sistema de distribuição estática rante vida longa ao sistema de controle de emissões.
conhecido como hipóide. gem da 1ª velocidade com dois transformadores: um para os cilindros Outra característica importante do motor AP
10. Anel interno do rolamento de agu- Flange traseiro da árvore de manivelas com sensor Hall.
Este conceito permite a leitura da rotação do motor e a 1-4 e outro para os cilindros 2-3. Como nos outros TOTAL FLEX é a existência de dois sistemas dis-
lhas da engrenagem da 1ª veloci-
posição angular da árvore de manivelas sistemas, o estágio final de potência está incorpo- tintos, trazidos das versões a gasolina e álcool: o
dade
enericamente, o conjunto co- dianteira. Como sabemos, neste siste- rado na unidade de comando do motor. Com essa sistema de acúmulo de vapores de gasolina, atra-

G
11. Anel sincronizador da 1ª velocidade
roa e pinhão de um sistema ma, para se fazer à ligação da árvore 12. Sincronizador da 1ª e 2ª velocidades Na árvore intermediária, existem, agora, modificação, o sistema de ignição ficou livre dos vés do filtro de carvão ativado, característico dos
de transmissão longitudinal de secundária do câmbio com o pinhão 13. Anel sincronizador da 2ª velocidade três marcas fundidas que são funcionais para o ajustes incorretos da posição do distribuidor. motores a gasolina; e o tradicional sistema de par-
tração dianteira, além de ser a de engrenamento cônico no eixo tra- 14. Engrenagem da 2ª velocidade sensor de fase G40. Será através destas referên- tida a frio, dos motores a álcool.
15. Rolamento de agulhas da engrena-
última relação de transmissão, seiro, é necessário o uso da árvore de cias que o sistema de gerenciamento identi-
gem da 2ª velocidade
antes do torque ser conduzido transmissão cardan. Esta construção 16. Anel de retenção ficará as fases do motor. Sistema de emissões evaporativas
até as rodas, faz a conversão do fluxo exige que a parte inferior do habi- 17. Engrenagem da 3ª velocidade Sensor de fase G40 no bloco do motor
de força, de longitudinal para trans- táculo do veículo seja ocupada por 18. Anel de retenção
versal. Essa transformação é feita pelo elevados túneis para o alojamento da 19. Engrenagem da 4ª velocidade
sistema de engrenamento cônico des- árvore de transmissão cardan e o in- 20. Rolamento dianteiro da árvore do
pinhão
te sistema de transmissão de forças. dispensável mancal de centro, o que
21. Árvore do pinhão
reduz o conforto dos ocupantes. Com 22. Pino cilíndrico
a implementação do sistema hipóide 23. Anel externo do rolamento dianteiro
Semi-árvore de engrenamento cônico, a árvore de da árvore do pinhão
Coroa transmissão cardan pode ser rebaixa- Sem o distribuidor, o sistema de ignição passou a ser
estático com um transformador duplo de ignição
da num limite máximo de engre- variáveis, são conhecidas como cal- cutado com o auxílio de uma prensa
namento de 0,2, multiplicado pelo ços S1 (calço de ajuste posicionado hidráulica e pinos de pressão. Observe: A nova vela As velas também
diâmetro da coroa (0,2xd). Com isso, é no rolamento que trabalha do lado utilizada no foram modificadas. De
Flange 1 - Remova o rolamento traseiro do
sistema de ig-
de ligação possível reduzir a altura dos túneis de da coroa), S2 (calço de ajuste pinhão, juntamente com a engrena- nição do mo- grau térmico interme-
Pinhão alojamento e rebaixar o centro de gra- posicionado no rolamento do lado gem móvel da 1ª velocidade. tor Total Flex diário entre gasolina e
A árvore intermediária continua tendo função de possui dimen- Este sistema gerencia as emissões das misturas de alta
vidade dos veículos, colaborando oposto à coroa) e S3 (calço que defi- álcool, BKUR6ETC-10, pressão de vapor (tendência à evaporação)
O fluxo de força longitudinal que chega até sincronismo, mesmo sem acionar o distribuidor sões que ga-
para a estabilidade do mesmo. ne a posição de trabalho do pinhão). rantem maior a nova vela possui
o pinhão, é convertido em transversal na
Devido a essa construção, o par Vamos conhecê-los, começando Como já deu para perceber, em função destas profundida- dimensões que garan- O sistema de partida a frio, também coman-
coroa, antes de ser conduzido até as rodas
cônico hipóide possui maior área de pela árvore do pinhão: VW 407 mudanças, especial atenção deve ser dada ao de, em torno tem maior profundi- dado pelo sistema de gerenciamento do motor,
de 2 milíme-
Também, de forma geral, o siste- contato entre os dentes e maior nú- Reparos na sincronismo do motor. Logo de cara, não pode- tros, na câ-
dade, em torno de 2 utiliza um relé para ativar a bomba de injeção de
ma de transmissão angular entre o mero de dentes engrenados para um árvore do pinhão mos esquecer que o flange traseiro incorpora o mara de com- milímetros, na câmara gasolina, só entra em funcionamento quando o
pinhão e a coroa pode ser feito por mesmo ponto tangencial entre os As mesmas providências que vi- sensor de rotação G40, por isso, deve ser montado bustão de combustão. teor de álcool das últimas combustões do motor
VW 402
engrenamento cônico que utiliza dois componentes. Tal característica mos até aqui para a desmonta- de forma que este furo da roda dentada fique ali- Com esta providência, obtém-se melhor cen- indicarem uma proporção superior a 80% e a
dentes retos, cônicos com dentes exige a adoção de um lubrificante gem das árvores primária e secun- nhado com o ponto de referência do flange. tralização da frente de chama na massa de mistu- temperatura do líquido de arrefecimento do mo-
helicoidais e o engrenamento hipoi- adequado a elevada carga de esma- dária da carcaça da caixa de mudan- ra comprimida, o que otimiza a eficiência de tor estiver abaixo de 20°C.
dal, o mais empregado nos veículos gamento e muito cuidado na hora de ças, valem para a desmontagem combustão.
automotores. Este sistema de trans- realizar reparos no diferencial e na da árvore do pinhão. Para isso, é 2 - Remova o rolamento de agulhas e No sistema de escapamento do motor TOTAL Sistema de partida a frio
missão de forças se caracteriza por árvore do pinhão, pois a carga de necessário a remoção da tampa o anel sincronizador da 1ª velocidade. FLEX utiliza-se um conversor catalítico bem
ser uma transmissão angular, cujos trabalho e o posicionamento do seletora dos 3 - Remova o anel interno do rolamento próximo ao coletor de escape e outro no tubo
centros dos eixos do pinhão e da co- pinhão e coroa, tem especial impor- VW 412 garfos, do gar- de agulhas, o conjunto sincronizador primário. O primeiro catalisador, conhecido
roa não se cruzam, formando dois tância para a suavidade de trabalho fo seletor das e a engrenagem da 2ª velocidade. como close cat, proporciona rápido aquecimento,
planos de engrenamento. e vida útil do conjunto. VW 5456 marchas, do independente do combustível em uso, acelerando
No engrenamen- Para atender a esses requisitos, a garfo das 3ª a entrada em funcionamento do sistema close
to hipóide, o Volkswagen adotou um sistema de e 4ª marchas, loop da sonda lambda. Isso reduz as emissões na
Observe se estas marcas estão alinhadas como posição
centro do eixo ajuste de posicionamento do pinhão do retém da VW 411 de sincronismo mecânico do motor.
do pinhão está e da coroa, usando calços que, atra- marcha à ré, Pré-cat
mais baixo do vés de espessuras variáveis, traba- da haste desli- Para o posicionamento da árvore interme-
que o centro do Pós-cat
eixo da coroa
lham atrás dos rolamentos de zante da alavanca de inversão da diária em sincronismo, em função do sensor
posicionamento de cada compo- marcha à ré, das árvores primária e VW 402 G28, uma seta foi introduzida na polia dentada
Curiosamente, essa solução de nente e garantem as medidas de tra- do pinhão da carcaça da caixa de da árvore de manivelas. A seta deve ser
engrenamento foi idealizada quan- balho desejadas, a manutenção da mudanças. posicionada de forma a indicar o ponto da
do a maior parte dos veículos ainda folga ideal de ajuste da coroa e do A desmontagem da árvore do polia da árvore intermediária. A partir daí ins- Dois catalisadores e a sonda lambda situada bem
utilizava o sistema de tração traseiro pinhão e a respectiva carga de traba- pinhão é muito simples, exigindo pra- tala-se a correia dentada usando a conhecida próximo ao coletor de escape, compõem a estraté- Continua na próxima edição
com motor e câmbio dispostos na lho. Essas arruelas, de espessuras ticamente que todo o trabalho seja exe- referência da polia do comando de válvulas. gia básica de funcionamento do sistema TOTAL FLEX.