Você está na página 1de 1

28-O MISTÉRIO DOS NÚMEROS-24/Dezembro/2004

Mais “uma temática” (o cacófato foi proposital) intrigante: os números. Que mistério é
este que nos torna autênticos escravos dos números durante nossa existência?
Tudo gira em torno de números. Precisamos deles para medir extensão e quantidade, ou
seja, para contar nossa idade, para medir o tempo, para calcular nossa riqueza (ou
pobreza), enfim, somos integralmente dependentes dos valores numéricos para viver.
Não fossem os números, a vida certamente seria diferente. As noções de tempo e espaço
seriam outras, ou talvez sequer existiriam. Além do mais, outras leis e princípios
científicos também são expressos através da simbologia numérica. E o mesmo acontece
com relação aos simbolismos mitológicos e religiosos que são organizados e baseados
nos números. Assim, o homem depende do número para poder “contar” e “contar” (em
ambos os sentidos) a sua história. Até para se apresentar, o ser humano necessita de um
valor numérico, no caso, o número 2, que é dual, bipolar, bilateral. O par ou ímpar
caracterizam muitas coisas. Os algarismos são binários e deles originou o código-fonte
da computação. Por outro lado, o número três é o lado divino. Seria a representação da
divindade, ou seja, a tríade que é a “trindade”. As relações numéricas também são
fundamentais para o equilíbrio acústico que decorre do ritmo, a harmonia musical.
Idêntica relação para com os poemas, trovas e outras formas de arte. Os códigos
numéricos são essenciais na ciência, na geometria, na trigonometria, e em outras
matérias no campo da aritmética. Em síntese, eles são a expressão do conceito humano
sobre a ordem universal. Segundo Pitágoras, “Deus geometriza”. Para ele, o universo
foi criado graças a uma ordenação numérica complexa. Assim, foram organizadas as
galáxias. Ele dizia, por conseguinte, que a harmonia é para os ouvidos o que a
astronomia é para os olhos. Tudo é, pois, norteado pelas regras matemáticas, seja no
plano do microcosmo, seja no macrocosmo. Todavia, algumas dessas leis continuam
desconhecidas. Para solucioná-las através de cálculos, os matemáticos utilizam os
teoremas, intricados problemas que resultam em demonstrações práticas. Por serem
justamente misteriosos, os números passaram a ter interpretações de caráter místico.
Dessa forma, da “leitura” de seus conjuntos, o indivíduo passou a se auto-analisar, seja
sua personalidade, seja seu destino. Nasceu a numerologia.
Através das letras, chega-se um determinado número-chave de significado peculiar,
ajustado à pessoa, isto é, para cada letra, um algarismo respectivo. Adicionando tais
valores aos algarismos correspondentes ao dia, hora e ano do nascimento surgirá o
mencionado número-chave. Surge a partir daí, uma dependência ainda maior por parte
da pessoa para com os números. Essa relação faz da numerologia uma “paraciência”.
Contudo, ainda não foi explicado direito como isto funcionaria em diferentes idiomas
que possuem outros alfabetos, e em certas culturas dotadas de calendários distintos. Se a
lógica da matemática realmente for levada ao pé da letra (ou ao “pé do número”), deve
haver um denominador comum que consiga unificar os modos de interpretação.
No mais, o real significado dos números continua especulativo. Há coincidências que
podem ser de fato bastante elucidativas e, por isso, palpáveis aos olhos da razão. Mas, o
mistério continua. Se a “Mente Superior” efetivamente “geometriza”, o ser humano, ou
seja, sua criatura, precisa saber mais sobre esse mundo formado por números para poder
saber “manipular melhor o compasso, o esquadro e a régua que delineiam a sua vida”. É
mais um mecanismo para se conhecer. As respostas a essa “geometria divina” pode
estar, na verdade, no nosso mapa genético que nada mais é do que números seriais
correspondentes às nossas características físicas e mentais.
O significado intrínseco dos números poderá ser finalmente compreendido, facultando-
nos a habilidade de poder controlar nossas compulsões e nossos desejos.
E os números poderão significar além do que só quantidade e extensão...